Laboratório Rosaurea Magalhães, relato da experiência de implementação de              um laboratório de usabilidade na ci...
“Usabilidade é a qualidade que caracteriza o uso    América do Norte. Possui inúmerasdos programas e aplicações. Uma mesma...
2.5 Laboratório de Ergonomia e usabilidade        3.2 Laboratório de Usabilidade Rosaureade interfaces em sistemas humano-...
3.3 Equipamentos                                   c) Uma unidade portátil de Produção de                                 ...
interfiram no processo de teste. Também faz-se     Faz-se necessário ainda, após a chegada donecessário que a rede de ener...
quantitativa em usabilidade podem ser                 necessidade de estar integrado com outras áreasestudadas, aplicadas ...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Laboratório Rosaurea Magalhaes, relato da experiência de implementação de um laboratório de usabilidade na cidade de Manaus.

1,428

Published on

Laboratório Rosaurea Magalhaes, relato da experiência de implementação de um laboratório de usabilidade na cidade de Manaus.

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,428
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Laboratório Rosaurea Magalhaes, relato da experiência de implementação de um laboratório de usabilidade na cidade de Manaus."

  1. 1. Laboratório Rosaurea Magalhães, relato da experiência de implementação de um laboratório de usabilidade na cidade de Manaus Rosaurea Magalhães Laboratory, a report about the experience of to build a usability lab in the city of Manaus Francimar Rodrigues Maciel Especialista em ergonomia Instituto Nokia de Tecnologia – francimar.maciel@indt.org.br Lucio Rogério Bastos Cavalcanti Especialista em gerenciamento de projetos Instituto Nokia de Tecnologia – lucio.cavalcanti@indt.org.br Robson Luís Gomes dos Santos Doutor em Design Instituto Nokia de Tecnologia – robson.santos@indt.org.br Palavras-chave: usabilidade, ergonomia, laboratórioO presente artigo têm por objetivo relatar a experiência de implementação do laboratório de usabilidade RosaureaMagalhães na cidade de Manaus. São considerados uma breve definição de usabilidade, a origem do laboratório,dificuldades encontradas além de perspectivas de ações a partir de seus equipamentos e expertises. Apresenta-seainda um panorama dos principais laboratórios de usabilidade no Brasil e no mundo. Key-words: usability, human factors, laboratoryThis article aims to report the experience to implement the usability laboratory Rosaura Magalhães in the city ofManaus. A short definition of usability, the origin of the laboratory, difficulties to implement and perspectives fromtheir equipment and expertise are considered. There is also an overview of main usability laboratories in Brazil and inthe world.1. Introdução Tais evidências podem ser vistas tanto noAtualmente, contínuas inovações e serviços são cotidiano de grandes centros urbanos como emdisponibilizados nos mais variados pequenas comunidades, afastadas pela geografiaequipamentos e sistemas. Softwares e hardwares porém aproximadas pelo avanço da ciência, sejacada vez mais avançados aumentam a via web ou telefonia celular. Estes exemplospossibilidade de serviços oferecidos em um retratam o contemporâneo, onde diferentesartefato digital, seja ele portátil ou móvel. São segmentos de usuários têm facilidade de acessotelefones com sistema de localização via a informações e tecnologias. Estes fatos tornamsatélite, com acesso a lojas virtuais para indispensáveis pesquisas que verifiquem o uso,download de mp3’s, com câmeras fotográficas eficiência e necessidades do sujeito de acordodigitais. com aspectos culturais, cognitivos e interativos para aplicação e adequação em projetos,Nestes, dependendo da preferência do usuário, implementando melhorias e provendo interfacesfunções primárias como efetuar e receber com usabilidade. De acordo com Cybis (2007) aligações estão na mesma hierarquia de funções existência de uma “configuração de base” podecomo enviar mensagens com imagens ou ouvir favorecer o estabelecimento da relação usuário-música seja através de uma estação de rádio ou sistema. E comenta:por arquivo digital transferido para o aparelhocelular através do computador via Bluetooth. 1
  2. 2. “Usabilidade é a qualidade que caracteriza o uso América do Norte. Possui inúmerasdos programas e aplicações. Uma mesma contribuições para os padrões internacionais deinterface pode proporcionar interações usabilidade ISO 13407 (Design Centrado nosatisfatórias para usuários experientes e deixar Usuário).muito a desejar quando utilizada por novatos.” 2.2 HCIL Human Computer Interaction Lab.A International Standards Organizations (ISO Universidade de Maryland9241 -11) define usabilidade como a capacidadede um produto ser usado por usuários Localizado na universidade de Marylandespecíficos para atingir objetivos específicos (USA), o HCIL têm como diretor fundador ocom eficácia, eficiência e satisfação do usuário. pesquisador Ben Shneiderman. Suas pesquisasSendo efetividade a facilidade de executar a têm como foco transformar a experiência dastarefa de forma correta e completa, eficiência o pessoas no cotidiano em novas tecnologias.total de ações necessárias para realizar a Como resultado possuem referênciasperformance da tarefa com eficácia e satisfação bibliográficas publicadas, com destaque paraa aceitação, a emoção e conforto do produto Designing the User Interface e Interactionpara a realização da tarefa. Prestar serviços em Design: beyond human-computer interaction.usabilidade significa, a partir de critérios Desenvolvem também estudos sobre interfaces eergonômicos e métricas identificar metodologias em design, promovendonecessidades, analisar a agradabilidade e anualmente simpósios e workshops nesta área.produzir soluções para produtos de acordo comas necessidades do usuário. Este levantamento 2.3 SERG Laboratório de Pesquisa emde necessidades acontece em sessões de testes Semiótica. Pontifícia Universidade Católica dode usabilidade que têm como foco avaliar a Rio de Janeiroqualidade das interações que se estabelecementre usuários e sistema envolvendo sujeitos Iniciou suas atividades em 1996 com o interessereais da população-alvo ao qual se destina o de investigar problemas em Interação Humano-produto. Computador (IHC) em termos semióticos. Seus principais tópicos de pesquisa são: engenhariaO presente trabalho relata a experiência de semiótica, ambientes multi-usuário,implementação do laboratório de usabilidade programação feita por usuários finais,Rosaurea Magalhães na cidade de Manaus, comunicabilidade, interfaces inteligentes,apresentado dificuldades e facilidades sistema de ajuda e explicação, construção devivenciadas no decurso de seus processos de discurso interativo sobre conhecimento coletivo,implantação. A partir destas vivências chega-se IHC para sistema de informação geográfica,a informações que podem facilitar a métodos qualitativos de pesquisa envolvendoimplementação de modelos similares de usuários e IHC em ambiente de computaçãolaboratórios, assim como a difusão dos serviços móvel.oferecidos pelos mesmos. 2.4 LabITUtil2. Principais Laboratórios2.1 SERCO Usability Services Primeiro Laboratório de usabilidade do Brasil, desenvolveu atividades entre os anos de 1995 eCom certificação ISO 9001:2000 o laboratório 2003, localizava-se na Universidade Federal deSERCO localizado em Londres (UK) Santa Catarina. Pioneiro na área incentivouorganizou o primeiro congresso Human diversas pesquisas, contribuindo com melhoriasComputer Interaction (HCI) em 1987. Em 2005, principalmente na área de softwares. Tevedecorrente do aumento na demanda de serviços importante papel para a criação da normanesta área, fundou a User Experience Alliance brasileira sobre ergonomia do trabalho deem parceria com Instituições na Europa, Ásia e escritório com computadores (NBR 9241). 2
  3. 3. 2.5 Laboratório de Ergonomia e usabilidade 3.2 Laboratório de Usabilidade Rosaureade interfaces em sistemas humano-tecnologia - Magalhães – Instituto Nokia de Tecnologia.LEUI PUC- Rio Localização, infra-estrutura.Localizado na Pontifícia Universidade Católica Iniciou suas atividades em setembro de 2008,do Rio de Janeiro. Desenvolve atividades de localiza-se a aproximadamente trinta minutos dopesquisa privilegiando a ergonomia de centro da cidade de Manaus na sede do Instituto“hardware” em design de produtos, ergonomia Nokia de Tecnologia, sendo referência na regiãode “software”, ergonomia ambiental com ênfase norte do Brasil. Desenvolve e aplica modelos deem sistemas de informação, contemplando ainda testes qualitativos e quantitativos para avaliaranálise do processo de produção de produtos e dispositivos de comunicação móvel e outrosanalise de sistemas específicos com ênfase em artefatos digitais, investigando aspectosinteração. relacionados a valor afetivo, apreciação social e usabilidade. Com uma área de,3. Implementando um laboratório aproximadamente, 50m2 é composto por um3.1 Planejamento ambiente de observação (fig. I), um ambiente de teste (fig. II) e um ambiente para pesquisa.Planejar a implementação de um laboratório deusabilidade tornou-se sinônimo de altatecnologia, qualidade em equipamentos,treinamentos e um alto custo com o preparo doambiente que irá ser utilizado nas avaliações.Rubin (2008) comenta que, para algumasorganizações, o laboratório de usabilidade équase ou mais importante que o próprioprocesso de teste, pois é parte do diferencial aser apresentado para clientes e competidores.Principais pontos a serem considerados para aimplementação de um laboratório deusabilidade:a) O local e espaço onde será instalado;b) Definir quais modelos de teste qualitativo e quantitativo serão realizados no local (isso Fig. I Ambiente de teste laboratório Rosaurea Magalhães. Fonte: Instituto Nokia de Tecnologia determinará a quantidade de ambientes, infra-estrutura, expertises, softwares e equipamentos inicialmente necessários);c) Verificar a necessidade de um ambiente para reuniões, conferências ou atividades de escritório;d) Verificar se as sessões de teste serão sempre realizadas no laboratório ou também serão realizadas externamente seja em outras empresas, instituições, locais públicos etc.(alguns equipamentos portáteis poderão ser adquiridos a partir desta projeção);e) Criação de documentação para análise da tarefa: formulários de cadastramento, formulários de testes, tabelas de avaliação, Fig. II. Ambiente de observação. contrato de autorização de imagem etc. Fonte: Instituto Nokia de Tecnologia 3
  4. 4. 3.3 Equipamentos c) Uma unidade portátil de Produção de conteúdo em áudio e video. Possui funçõesDentre seus equipamentos destacam-se: integradas que permitem realizar edição dea) Um eyetracker. Este aparelho possui imagens de até 6 câmeras, captação de áudio,tecnologia de acompanhamento dos codificação de sinal e streaming para Internet.movimentos oculares por meio de sensores Possui ainda uma tela LCD para pré-sobre e sob o monitor integrado. Deve ser usado visualização e exibição dos controles e painelem conjunto com um computador de forma que completo para comandos e teclado para inserçãoseja utilizado como o monitor no qual o usuário de caracteres. Tudo integrado em um únicoirá utilizar o produto a ser avaliado, equipamento portátil.normalmente softwares de uso desktop ou via d) Dois visualizers, equipamento cuja finalidadeInternet (fig. III). é gravar em video o manuseio de objetos que estejam sob sua câmera com auto-foco de alta velocidade que permite o uso livre do objeto. O equipamento pode ser controlado remotamente com funções de zoom, iluminação, captura de fotografia, memória interna para até 9 imagens QuickTime™ and a decompressor capturadas, entre outras. Para tal pode ser are needed to see this picture. utilizado o controle remoto ou um computador com o software próprio do equipamento instalado. e) Três video-cameras de alta definição instaladas de forma a cobrir toda a área da sala de entrevistas.Fig. III. Eye Tracker.Fonte: Instituto Nokia de Tecnologia 3.3 Dificuldades na Implantaçãob) Um laboratório móvel composto por uma Durante a implantação dos processos de teste nounidade de captação de áudio e vídeo com 2 laboratório Rosaurea Magalhães foramentradas para câmera de vídeo, 1 entrada VGA verificadas dificuldades que podem inferir nos(para computadores usualmente), 1 entrada de modelos de avaliação, protelando o prazo deáudio para microfone, 1 saída de áudio, 1 saída instalação dos equipamentos, ou ode vídeo, 1 saida VGA, 1 gravador de fitas mini constrangimento de alguns usuários decorrenteDV e 1 tela de retorno para visualização do que de dificuldades de locomoção até o ambiente deestá sendo gravado. Possui capacidade para teste.realizar mix de imagens Picture-in-Picture (fig.IV). A partir da experiência de implementar um laboratório na cidade de Manaus observa-se a partir dos itens relacionados no item 3.1 algumas dificuldades que podem influenciar na rapidez e agilidade do processo: QuickTime™ and a a) Com relação ao local de instalação: deve ser decompressor observado a localização do laboratório de are needed to see this picture. maneira a facilitar o acesso e a locomoção do participante de teste. b) Com relação à Infra-estrutura: deve ser observado que o local da sala de testes deve terFig. IV. Laboratório Móvel. revestimento acústico de forma a isolar oFonte: Instituto Nokia de Tecnologia ambiente de potenciais ruídos externos que 4
  5. 5. interfiram no processo de teste. Também faz-se Faz-se necessário ainda, após a chegada donecessário que a rede de energia que alimenta os equipamento, principalmente os importados,equipamentos seja protegida de forma que em agilizar sua instalação para verificar se está emcasos de problemas no fornecimento o teste não perfeito estado de uso e no caso de problemasseja interrompido o que invalidaria o mesmo. providenciar reparo ou troca imediata. EsteAcesso à Internet com e sem fio, locais para trâmite poderá levar meses no caso deinstalação de câmeras e microfones (parede e/ou indisponibilidade de assistência técnica noteto), assim como plugs adicionais de áudio e Brasil. Também deve ser observado, no casovídeo nas paredes e uma boa distribuição de específico do Laboratório Rosaurea Magalhães,tomadas de energia devem ser um pré-requisito que sendo localizado em Manaus, uma área depara a implantação da sala de entrevistas. subsídio fiscal, possui legislação específica paraEm relação à área de observação, os mesmos importação e internação de produtos queitens observados para a sala de entrevistas dificultam seu uso fora dos limites da área detambém são válidos. Ressalta-se ainda que para subsídio bem como a devolução ao fabricanteeste ambiente deve-se assegurar que a janela de em caso de problemas que demandem aobservação deve estar no tamanho altura assistência técnica do fabricante ou doadequados, de forma a permitir a visualização representante, ainda que no Brasil.da sala de entrevistas sem obstáculos, parafacilitar a análise dos pesquisadores. Cadeiras d) Com relação a ambientes para reuniões ecom braços de apoio em local elevado para conferências verificou-se durante atividades nomelhor visualização e tomadas de energia para Laboratório Rosaurea Magalhães que oequipamentos adicionais como notebooks por ambiente de teste pode ser adaptado para o usoexemplo, devem ser contemplados. destes eventos sendo previsto para tal um mobiliário que atenda a estas necessidades.c) Com relação aos equipamentos, deve serobservado que a logística e o processo de e) No caso de realização de testes externos devedesembaraço no Brasil pode demorar além do ser prevista a compra de equipamentos portáteisprevisto, sendo necessário o acompanhamento que facilitem a mobilidade para pesquisadores ediário para verificar o status de envio dos técnicos. Equipamentos como o laboratórioequipamentos importados como softwares e móvel facilitam a locomoção da equipe dohardwares utilizados nas avaliações. Este fato Laboratório Rosaurea Magalhães para os maispode protelar o início das atividades de teste. variados ambientes externos, possibilitando umaAinda com relação aos equipamentos faz-se coleta mais abrangente e coerente com a tarefanecessário verificar a existência de suportes e em análise.assistência técnica no Brasil para facilitar ainstalação, uma vez que alguns equipamentos f) Com relação aos formulários necessários parasão enviados com manuais simplificados com a a realização das pesquisas e testes, verificou-seinstrução em inglês, chinês e espanhol ou para que a utilização de serviços online pode facilitarresolver problemas de defeito ou danos a criação e ajustes de templates, otimizandoocorridos durante o transporte. tempo e a qualidade do serviço que seráDeve considerar também se os equipamentos apresentado, além de permitir implantação deadquiridos vem acompanhados de todos os um cadastro on line. Tal ação facilita a criaçãosoftwares necessários para funcionamento. Em de uma base de dados sobre participantes paraalguns casos, durante a instalação de alguns teste a curto prazo.equipamentos, verificou-se a necessidade deaquisição de um módulo extra de software ou 3.3 Laboratório Rosaurea Magalhães.hardware, como memória por exemplo, para a Algumas perspectivas.utilização de recursos em aparelhos adquiridos. Tendo em vista a acessibilidade universal, diversificadas formas de avaliação qualitativa e 5
  6. 6. quantitativa em usabilidade podem ser necessidade de estar integrado com outras áreasestudadas, aplicadas e desenvolvidas. Neste de suporte tais como compras, tecnologia dasentido, visando melhorar a qualidade de vida informação e o setor responsável por infra-do usuário a partir de pesquisas e testes o estrutura. Observa-se que estas áreas podemLaboratório Rosaurea Magalhães apresenta contribuir de forma relevante para que pequenoscomo prospecto de ações futuras: problemas sejam minimizados durante aa) Alinhar os métodos já convencionais na área implementação do laboratório.de usabilidade e experiência com o usuário commétodos utilizados por outras teorias do 5. Referências Bibliográficascomportamento humano para avaliar aspectosque influenciem a escolha ou não do produto; CYBIS, Walter; BETIOL, Adriana H; FAUSTb) Criação e desenvolvimento de ferramentas Richard. Ergonomia e usabilidade:gráficas para apresentação dos resultados de conhecimentos métodos e aplicações. Sãotestes de experiência com o usuário. O número Paulo: Novatec editora, 2007.de variáveis utilizadas durante os testes dificultaa visualização de maneira objetiva nos relatórios O LABILUTIL, uma história de sucesso.finais, o que aumenta a importância de uma Laboratório de Utilizabilidade da Informática .informação clara e concisa; Homepage Institucional. Apresenta textos sobrec) Criação de novas metodologias de avaliação usabilidade, projetos, publicações e pesquisas daqualitativa e quantitativa que possam contribuir Universidade Federal de Santa Catarina.para avaliação de aspectos simbólicos e Disponível em: < http://www.labiutil.inf.ufsc.br/emocionais do produto; > acesso: 08 abril 2009.d) Implantação de um sistema deacompanhamento online para os testes em SERCO USABILITY SERVICES HOME.tempo real, permitindo ao cliente considerações Home Page Institucional. Apresenta textose ajustes entre as avaliações. sobre usabilidade, experiência com o usuário e desenvolvimento de pesquisas nestas áreas.4. Considerações finais Disponível em < http://www.serco.com/usability/index.asp >.Laboratórios de usabilidade são recursos que a Acesso em: 10 abril. 2009.partir de um conjunto de expertises etecnologias desenvolvem pesquisas para prover RUBIM, Jefrey; CHISNELL, Dana. Handbookprodutos inovadores, facilitando of usability testing. How to plan, design andimplementações em hardwares e softwares conduct effective tests. Indianapolis: Wileyadequando-os às necessidades e capacidades Publishing Inc. Segunda edição, 2008.cognitivas de acordo com o usuário.Estas investigações coletam informações que HCIL. Human Computer Interaction Lab. Homeresultam em dados sobre perfil cultural, Page institucional. Apresenta textos sobrefacilidades de aprendizado, processos, Tecnologia, interação e usabilidade. Disponíveismelhorias em produtos, adaptabilidade no em: < http://www.cs.umd.edu/hcil/ >. Acesso:cotidiano, que podem ser utilizadas na criação 12 abril. 2009.de conceitos, adequações e novos modelos deinteração. Neste sentido ressalta-se a relevância SERG. Semiotic engineering research group.de laboratórios de usabilidade como o Rosaurea Home Page institucional. Apresenta textosMagalhães para alinhar o desenvolvimento sobre Semiótica, tecnologia, comunicação,tecnológico e o sistema homem-tarefa-máquina, usabilidade e interação. Disponíveis em: <em produtos locais, regionais e nacionais. http://www.serg.inf.puc- rio.br/index.php?lng=br& >. Acesso: 12 maio.Contudo em se tratando de implementação 2009.destes recursos de pesquisa verifica-se a 6

×