Senai ba - transmissão roberto

8,468 views

Published on

1 Comment
7 Likes
Statistics
Notes
  • Parabéns ajudou em muito a minha pesquisa técnica!
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
8,468
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
669
Actions
Shares
0
Downloads
537
Comments
1
Likes
7
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Senai ba - transmissão roberto

  1. 1. TRANSMISSÃO
  2. 2. COMPOSIÇÃO DO TREM DE FORÇA• Motor;• Embreagem;• Caixa de mudanças;• Árvores de transmissão;• Diferencial.Sua função é multiplicar a força do motor transferindo-a às rodas.
  3. 3. TIPOS DE CAIXA DE MUDANÇASTIPOS DE CAIXADE MUDANÇAS
  4. 4. TIPOS DE CAIXA DE MUDANÇASMECÂNICA
  5. 5. TIPOS DE CAIXA DE MUDANÇASMECÂNICA
  6. 6. TIPOS DE CAIXA DE MUDANÇASMECÂNICA Clique na imagem para abrir o vídeo Clique na imagem para abrir o vídeo
  7. 7. TIPOS DE CAIXA DE MUDANÇASAUTOMÁTICA
  8. 8. TIPOS DE CAIXA DE MUDANÇASAUTOMÁTICA VANTAGEM DA TRANSMISSÃO AUTOMÁTICA
  9. 9. TIPOS DE CAIXA DE MUDANÇASAUTOMÁTICA VANTAGEM DA TRANSMISSÃO AUTOMÁTICA
  10. 10. APLICAÇÃOCOMPACTA APLICAÇÃO DA CAIXA DE Conjunto Diferencial MUDANÇAS Todo conjunto propulsor está localizado na frente do veículo.
  11. 11. APLICAÇÃOCOMPACTA Fiesta Conjunto Diferencial KA O diferencial junto com a coroa e o pinhão são partes da caixa.
  12. 12. APLICAÇÃOCOMPACTA FLUXO DE FORÇA O trem de força transfere a força do motor as rodas de tração.
  13. 13. APLICAÇÃOSIMPLESCaixa de mudanças sem diferencialMotor localizado na frente do veículo e tração nas rodas traseiras.
  14. 14. APLICAÇÃOSIMPLES F-250 RangerCaixa sem conjunto diferencial, pois encontra-se no eixo traseiro.
  15. 15. APLICAÇÃOSIMPLESFLUXO DE FORÇA1 – Motor;2 – Câmbio;3 – Eixo Cardã;4 – Diferencial traseiro;5 – Semi-árvores;6 – Cruzetas;7 – Rodas;8 – Volante do motor e embreagem O trem de força transfere a força do motor as rodas de tração.
  16. 16. CONJUNTO DE TRAÇÃOTRAÇÃO NAS RODAS DIANTEIRAS Tipos de Conjunto de tração 1 – Motor 2 – Caixa de mudanças 3 – Diferencial 4 – Semi-árvores Quando a força do motor é transferida somente as rodas dianteiras.
  17. 17. CONJUNTO DE TRAÇÃOTRAÇÃO NAS RODAS TRASEIRAS 1 – Motor 2 – Caixa de mudanças 3 – Ligação direta 4 – Eixo Cardã 5 – Diferencial Quando a força do motor é transferida somente as rodas traseiras.
  18. 18. CONJUNTO DE TRAÇÃOTRAÇÃO NAS QUATRO RODAS 6 2 3 5 1 – Diferencial Dianteiro 4 2 – Motor 3 – Caixa de mudanças 4 – Caixa de Transferência 1 5 – Eixo Cardam 6 – Diferencial TraseiroQuando a força do motor é distribuída igualmente nas quatro rodas (4WD)
  19. 19. CONJUNTO DE TRAÇÃOTRAÇÃO NAS QUATRO RODAS Caixa de Transferência Caixa de Mudança Diferencial Traseiro Diferencial Eixo Cardã Dianteiro
  20. 20. CONJUNTO DE TRAÇÃOCONTROLE DO SISTEMA 4X4 Chave de controle para adequação da tração.
  21. 21. COMPONENTESCONJUNTO DE EMBREAGEM COMPONENTES Controla o fluxo de força entre o motor a caixa de mudanças.
  22. 22. COMPONENTES CAIXA DE MUDANÇASConjunto de árvores engrenadas que possibilitam vantagens mecânicas ao motor.
  23. 23. COMPONENTES DIFERENCIAL – CAIXA E MUDANÇAS COMPACTASua função é possibilitar rotações diferentes as rodas durante uma curva.
  24. 24. COMPONENTES JUNTA HOMOCINÉTICATransmite força e torque mesmo com inclinações e distâncias variáveis.
  25. 25. COMPONENTESSEMI-ÁRVORE Ligação entre a caixa de mudança e as rodas motrizes.
  26. 26. COMPONENTES
  27. 27. COMPONENTESCARDÃ Aplicado junto com caixas de mudanças do tipo simples.
  28. 28. COMPONENTESDIFERENCIAL DIANTEIRO Transmite a rotação para a rodas dianteiras
  29. 29. COMPONENTESDIFERENCIAL TRASEIRO Transmite a rotação para a rodas traseiras
  30. 30. COMPONENTES CAIXA DE TRANSFERÊNCIA Clique na imagem para abrir o vídeo Clique na imagem para abrir o vídeoPermite que a rotação da caixa de mudanças passe para os diferenciais.
  31. 31. COMPONENTES EMBREAGEMPermite o acoplamento e desacoplamento da relação motor x transmissão
  32. 32. COMPONENTESCOLAR Clique na imagem para abrir o vídeo Colar acionado hidraulicamente Responsável em acionar o platô
  33. 33. COMPONENTES PLATÔPermite o afastamento ou acoplamento do disco ao volante do motor
  34. 34. COMPONENTES DISCOPermite a transferência da rotação do motor para a caixa de mudanças
  35. 35. FUNCIONAMENTOClique na imagem para abrir o vídeo
  36. 36. COMPONENTESSISTEMA HIDRÁULICO
  37. 37. COMPONENTES CONVERSOR DE TORQUE1. 6. Anel de Aperto Cubo da Embreagem2. Anel de Aperto 7. Suporte e Molas de Retorno do Pistão3. Disco de Encosto8. Pistão4. Discos de Frição9. Retentor Exterior do Pistão5. Discos de Aço 10. Retentor Interior do Pistão 1. Turbina 11. Alojamento da Embreagem 2. Estator 3. Impulsor ESQUEMA DO SISTEMA DE EMBREAGEM PARA TRANSMISSÕES AUTOMÁTICAS
  38. 38. COMPONENTES CAIXA DEMUDANÇAS
  39. 39. COMPONENTESCONJUNTO SINCRONIZADORResponsável em permitir o acoplamento suave da marchas selecionadas
  40. 40. COMPONENTES LUVAS SINCRONIZADORAS 3 2 1 LUVA MARCHAS 1 1ª e 2ª 2 3ª e 4ª 3 5ª e RéA luva sincronizadora desliza-se acoplando aos dentes laterais da engrenagem.
  41. 41. COMPONENTES LUVAS SINCRONIZADORAS FLUXO DE FORÇA DA 1ª MARCHA Acoplamento da 1ª MarchaLuva da 1ª e 2ª desliza-se acoplando aos dentes laterais da engrenagem de 1ª
  42. 42. COMPONENTES LUVAS SINCRONIZADORAS FLUXO DE FORÇA DA 2ª MARCHA Acoplamento da 2ª MarchaA luva da 1ª e 2ª desliza-se acoplando aos dentes laterais da engrenagem da 2ª
  43. 43. COMPONENTES LUVAS SINCRONIZADORAS FLUXO DE FORÇA DA 3ª MARCHA Acoplamento da 3ª MarchaA luva da 3ª e 4ª desliza-se acoplando aos dentes laterais da engrenagem da 3ª
  44. 44. COMPONENTES LUVAS SINCRONIZADORAS FLUXO DE FORÇA DA 4ª MARCHA Acoplamento da 4ª MarchaA luva da 3ª e 4ª desliza-se acoplando aos dentes laterais da engrenagem da 4ª
  45. 45. COMPONENTES LUVAS SINCRONIZADORAS FLUXO DE FORÇA DA 5ª MARCHA Acoplamento da 5ª MarchaA luva da 5ª desliza-se acoplando aos dentes laterais da engrenagem da 5ª marcha.
  46. 46. COMPONENTESLUVAS SINCRONIZADORAS Acoplamento da Marcha RéA engrenagem reversora acopla-se as fixas dos eixos primário e secundário
  47. 47. COMPONENTESENGRENAGEM Dentes Helicoidais Para acoplamento em outra engrenagem. Dentes Retos Para acoplamento da luva sincronizadora.
  48. 48. COMPONENTES DENTES RETOS• Projeto mais simples,usadas em transmissõesmanuais e eixos de tração;• Dentes são cortadosretos e podem deslizar emcontato com outrasengrenagens;• São ruidosas durante aoperação; Bastante utilizadas na marcha à Ré.
  49. 49. COMPONENTES DENTES HELICOIDAIS• Cortadas em ângulo em relação ao eixode rotação;• Dois ou mais dentes sempre em contatodurante engrenamento;• Operação mais silenciosa;• Não podem deslizar, entrando e saindode contato com a engrenagem maispróxima;• Usadas para todas as marchas à frente,e em alguns casos também para amarcha-ré. Tipo mais comum usadas em transmissões e eixos de tração;
  50. 50. COMPONENTES DENTES RETOS CHANFRADOS• Permitem que giremsobre um eixo queesteja a 90 graus daengrenagem com aqual está em contato; Usadas como pinhão ou engrenagens laterais no conjunto do diferencial.
  51. 51. RELAÇÃO DE TRANSMISSÃO1 – Engrenagem girando no sentido horário.2 – Engrenagem girando no sentido anti-horário Relação Direta – Marchas a Frente
  52. 52. RELAÇÃO DE TRANSMISSÃO1 – Engrenagem de entrada girando no sentido horário.2 – Engrenagem livre girando no sentido anti-horário.3 – Engrenagem de saída girando no sentido horário. Relação Direta – Marcha Ré
  53. 53. RELAÇÃO DE TRANSMISSÃO Relação de Redução R = nº dentes movida nº dentes motora R = 18 / 9 = 2:1 R>1 Somente quando a motora tiver número menor de dentes que a movida.A Motora sempre transmite força e torque e a Movida só recebe.
  54. 54. RELAÇÃO DE TRANSMISSÃO Relação de Multiplicação R = nº dentes movida nº dentes motora R = 8 / 16 = 0,5:1 R<1 Somente quando a motora tiver número maior de dentes que a movida.A Motora sempre transmite força e torque e a Movida só recebe.
  55. 55. RELAÇÃO DE TRANSMISSÃO Relação de Igualdade R = nº dentes movida nº dentes motora R = 24 / 24 = 1:1 R=1MOTORA E MOVIDA Quando a rotação 24 Dentes que entra é a mesma na saída. A Motora sempre transmite força e torque e a Movida só recebe.
  56. 56. RELAÇÃO DE TRANSMISSÃO RELAÇÃO DE REDUÇÃO50rpm X
  57. 57. COMPONENTESANEL SINCRONIZADOR Anel Sincronizador Permite o sincronismo ente a luva e a engrenagem.
  58. 58. COMPONENTES CUBO & LUVA CuboTransmite a relação de transmissãopara o eixo da árvore. Luva Sincronizadora Através do Garfo de seleção sincroniza a marcha selecionada.
  59. 59. COMPONENTES GARFO DE MUDANÇAS Garfo de MudançasDesloca a luva sincronizadora paraengrenagem selecionada.
  60. 60. COMPONENTES ALAVANCA DE MUDANÇAS Alavanca de mudanças Mecanismo de seleção (trambulador)Seleciona manualmente a relação Ligação entre a alavanca e a hastede transmissão selecionada. De acionamento dos garfos.
  61. 61. COMPONENTESDIFERENCIAL Coroa Transforma a relação de transmissão das marchas selecionadas e transfere para as rodas motrizes Pinhão Transmite a rotação vinda da caixa de mudanças para o diferencial
  62. 62. COMPONENTESDIFERENCIAL
  63. 63. COMPONENTES DIFERENCIAL Planetária Permite a transferência Independente da rotação do diferencial para as rodas motrizes. Satélite Clique na imagem para abrir o vídeoPermite que as planetárias girem emtorno das mesmas.
  64. 64. FUNCIONAMENTO

×