Your SlideShare is downloading. ×
Resenha crítica do filme "Quase deuses"
Resenha crítica do filme "Quase deuses"
Resenha crítica do filme "Quase deuses"
Resenha crítica do filme "Quase deuses"
Resenha crítica do filme "Quase deuses"
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Resenha crítica do filme "Quase deuses"

73,930

Published on

"Quase deuses"

"Quase deuses"

0 Comments
21 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
73,930
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
21
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIASEnfermagemResenha Crítica do filmeQuase DeusesFeira de SantanaDezenbro/2012
  • 2. FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIASAliomara SouzaGilmara ConceiçãoIasmin AlmeidaMarineide SantosNancy de AraújoOsneide LimaPedro GalanteSuelma AlmeidaTrabalho solicitado pela Professora GuísalaMamona, da Disciplina Metodologia do trabalho cientifico,do Curso de Enfermagem da Faculdade de Tecnologia eCiência - FTC, como requisito parcial de avaliação da IIUnidade.Feira de SantanaDezenbro/2012
  • 3. Resenha Crítica do filme Quase DeusesDireção: Joseph Sargent. Roteiro: Peter Silverman e Robert Caswell.O filme Quase Deuses narra um fato real, numa época em que a ciência estava em suafase de descobertas científicas para conseguir melhores avanços, pensava-se em aliarciência mais tecnologia no tratamento de doenças e descobrir novas técnicas paraprocessos cirúrgicos. Numa época em que o preconceito racial era bem evidente, poisos negros não podiam frequentar os mesmos lugares que os brancos, nem tinham asmesmas oportunidades de estudos para atingir certos níveis de conhecimento. Porém,um homem negro, carpinteiro, tinha um sonho de ser médico, juntava todas as suaseconomias para no futuro custear seus estudos, possuia o hábito de ler livros demedicina e por isso adquiriu grande conhecimento, mesmo sem nunca ter cursadonenhum curso na área. Vivien Thomas conseguiu um emprego como faxineiro na clínicado Doutor Alfred Blalock (médico pesquisador que realizava experimentos em animais),e foi lá que Vivien pode mostrar suas habilidades médicas, chamando a atenção doDoutor Blalock, começando então, a auxiliá-lo como técnico de laboratório. Vivien tinhauma mente brilhante e queria trabalhar em prol da medicina; Blalock era ambicioso,queria mais reconlhecimento pelo seu trabalho do que o que já tinha, porém, juntosdesafiaram regras, realizaram várias experiências, inclusive na tentativa de descobriruma melhor maneira de realizar cirurgias cardíacas, derrubando o mito, na época, docoração intocável. Vivien sofreu muitos preconceitos, por ser negro e por não terdiploma médico para atuar legalmente, realizava seus experimentos, obtendo êxito emtodos, mas não tinha o devido reconhecimento, tanto do Doutor Blalock como da equipemédica, e da sociedade em geral. Blalock e Vivien, dois homens de raça e classe socialdiferentes, trabalharam juntos no caso da Síndrome do Bebê Azul, onde assistido pelaequipe médica, realizou uma cirurgia cardíaca no bebê conseguindo êxito total noprocedimento, mas o mérito pelo sucesso da cirurgia foi do Doutor Blalock, Vivien nemfoi mencionado, ficando decepcionado, pensou em largar tudo, porém não se abateu,mesmo com a traição do próprio colega, lutou para mudar sua história e revolucionar aciência. Vivien volta ao hospital onde trabalhava atuando como um dos maioresprofissionais na instituição, e mesmo sem diploma nem curso, e nem conhecimentocientífico, revolucionou a história da medicina e da ciência de sua época. Sendoreconhecido só mais tarde, quando já velho pela sua contribuição na medicina,recebendo um título importante e ficando consagrado no rol dos médicos maistalentosos. Não foi fácil receber o reconhecimento numa época em que se preservava
  • 4. valores e tradições. Vivian Thomas morreu em 1989, deixando um legado importantepara a medicina.Quase Deuses é um filme que aborda questões médicas e as tentativas deavanços na ciência graças a ambição e ousadia.O filme mostra as dificuldades encontradas pelos negros e pobres da época em teroportunidades de estudos e ocuparem cargos importantes, principalmente na medicina,e a importância de se ter um diplona para poder exercer legalmente a profissão. Mostradois lados: o do preconceito racial, bem evidente no filme e a questão ética, onde umprofissional recebe o mérito pelo trabalho do outro. Relata também como é importantenão desistir de um sonho, mesmo quando se tem muitos empecilhos. A dificuldade queum profissional tem em ser reconhecido pelo que faz e o reconhecimento quando se fazalgo inovador.No filme pode-se observar caracterísicas do conhecimento científico onde o DoutorAlfred Blalock usava cães como cobais para seus experimentos até obter provasconcretas de que sua descoberta funcionaria. Pode-se observar também oconhecimento empírico que é adquirido pela experiência, vivenciado e não comprovadocientificamente, como no caso de Vivian Thomas. Dois médicos com erros e acertos,contribruiram para o sucesso da cirurgia cardíaca.Enfim, quando se tem talento, ousadia, força e perseverança nada se tornaimpossível, pois Vivian Thomas mesmo sem muitas oportunidades nem conhecimentocientífico conseguiu revolucionar a medicina, desafiando regras e tradições de umaépoca, continuando firme até o objetivo final.

×