• Save
Osteologia do esqueleto axial e apendicular
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Osteologia do esqueleto axial e apendicular

on

  • 28,613 views

Osteologia esqueleto axial e apendicular

Osteologia esqueleto axial e apendicular

Statistics

Views

Total Views
28,613
Views on SlideShare
28,610
Embed Views
3

Actions

Likes
17
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 3

https://www.facebook.com 3

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Osteologia do esqueleto axial e apendicular Osteologia do esqueleto axial e apendicular Document Transcript

  • OSTEOLOGIAESQUELETO AXIAL E APENDICULAR
  • CLASSIFICAÇÃO DOS OSSOSHá várias maneiras de classificar os ossos. Uma delas é classificá-los por sua posição topográfica,reconhecendo-se ossos axiais (que pertencem ao esqueleto axial) e apendiculares (que fazem parte doesqueleto apendicular). Entretanto, a classificação mais difundida é aquela que leva em consideração aforma dos ossos, classificando-os segundoa relação entre suas dimensões lineares (comprimento, larguraou espessura), em ossos longos, curtos, planos(laminares) e irregulares.▸OSSO LONGO : seu comprimento é consideravelmente maior que a largura e a espessura.Consiste emum corpo ou diáfise e duas extremidades ou epífises. A diáfise apresenta, em seu interior, uma cavidade,o canal medular, que aloja a medula óssea. Exemplos típicos são os ossos do esqueleto apendicular:fêmur, úmero, rádio, ulna, tíbia, fíbula, falanges.▸OSSO PLANO : seu comprimento e sua largura são equivalentes, predominando sobre aespessura.Ossos do crânio, como o parietal, frontal, occipital e outros como a escápula e o osso doquadril, são exemplos bem demonstrativos. São também chamados de ossos Laminares.▸OSSO CURTO : apresenta equivalência das três dimensões. Os ossos do carpo e do tarso sãoexcelentes exemplos.▸OSSO IRREGULAR : apresenta uma morfologia complexa não encontrando correspondência em formasgeométricas conhecidas. As vértebras e o ossos temporais são exemplos marcantes.Estas quatrocategorias são as categorias principais de se classificar um osso quanto à sua forma. Elas, contudo,podem ser complementadas por duas outras:▸OSSO PNEUMÁTICO: apresenta uma ou mais cavidades, de volume variável, revestidas de mucosa econtendo ar. Estas cavidades recebem o nome de sinus ou seio. Os ossos pneumáticos estão situados nocrânio: frontal, maxila, temporal, etmóide e esfenóide.▸OSSO SESAMÓIDE: se desenvolve na substância de certos tendões ou da cápsula fibrosa que envolvecertas articulações. os primeiros são chamados intratendíneos e os segundos periarticulares.A patela é umexemplo típico de osso sesamóide intratendíneo.Assim, estas duas categorias adjetivam as quatroprincipais: o osso frontal, por exemplo, é um osso plano, mas também pneumático; o maxila é irregular,mas também pneumático, a patela é um osso curto,mas é, também um sesamóide (por sinal, o maiorsesamóide do corpo).
  • PARTE LIVRE DO MEMBRO SUPERIORConstituída pelos ossos: úmero, rádio, ulna, carpais, metacarpais e falanges.- Úmero: osso par, longo, localizado no braço. O úmero é o maior osso do esqueleto apendicularsuperior. Sua extremidade proximal (epífise proximal) é dilatada e arredondada (cabeça do úmero),se articula com a cavidade glenoidal da escápula. Seu grande corpo é recoberto pelos músculos dobraço, enquanto que a extremidade distal (epífise distal) forma o cotovelo. Na epífise distalreconhecemos o côndilo do úmero, formado pela tróclea (medial, articula-se com a ulna) e o capítulo(lateral, articula-se com o rádio).Esqueleto apendicular- Ulna: osso longo, localizado medialmente no antebraço. Se articula com o úmero e o rádio,formando a articulação do cotovelo. A projeção saliente, localizada na parte posterior e proximal docotovelo é formada pelo olecrano. Também se destaca o processo estilóide da ulna, uma projeçãosubcutânea localizada na parte medial e distal do antebraço.- Rádio: osso par, longo, localizado lateralmente no antebraço. Articula-se proximalmente com oúmero e a ulna, formando a articulação do cotovelo e, distalmente se articula com os ossos do carpo(escafóide e semilunar), formando a articulação radiocarpal (articulação do punho).PARTE LIVRE DO MEMBRO INFERIORFormada pelos ossos: fêmur, patela, tíbia, fíbula, tarsais, metatarsais e falanges.- Fêmur: osso par, longo, localizado na coxa. É o maior osso do corpo, estima-se que o tamanho dofêmur é referente a um terço do tamanho do indivíduo. Em sua epífise proximal é fácil de localizar acabeça do fêmur, esta se une ao corpo por meio do colo do fêmur. Na parte interna do colo dofêmur, a substância óssea esponjosa se distribui de forma especial, formando arranjos transversaisque se orientam de acordo com a distribuição de peso. O corpo do fêmur é preenchido por medulaóssea amarela, sendo o local de maior concentração desta medula. A epífise distal do fêmur,arredondada, é denominada de côndilos, que formam parte da articulação do joelho.- Tíbia: osso par, longo e localizado na parte medial da perna. Sua face ântero-medial não é revestidapor músculos estando recoberta de profundo para superficial pelo: periósteo, tela subcutânea e pele(conhecida popularmente como canela). Articula-se superiormente com os côndilos do fêmur,formando a articulação do joelho e, inferiormente se articula com o tálus (osso do tarso), paraformar a articulação talocrural (= tornozelo).- Fíbula: osso par, longo e localizado na região lateral da perna. A fíbula não faz parte da articulaçãodo joelho proximalmente, entretanto, participa da formação da articulação talocrural.
  • PerióstioMembrana dupla que cobre o exterior do ossoA sua camada externa tem tecido conjuntivo denso irregularA sua camada interna tem os osteoblastos e osteoclastosAs fibras nervosas e os vasos sanguíneos e linfáticospenetram na epífise pelos buracos nutritivos ou vascularesEstá fixo ao osso pelas fibras de Sharpey, fibras conjuntivasque se estendem da camada externa até ao interior da matrizóssea.O perióstio é ainda uma zona de inserção de tendõese ligamentos .Osso compactoOsteónio ou sistema de HaversÉ a unidade estrutural do osso compactoTem a forma de um cilindro alongado paralelo ao eixolongitudinal do osso.É constituído por 6 a 15 cilindros vazioscompostos por matriz óssea, dispostos como os anéis decrescimento dum tronco,Cada um destes cilindros constituiuma lamela do osteónio e é por esta razão que o ossocompacto também se chama osso lamelar.Osso esponjosoNão tem osteónios.É constituído por trabéculas ordenadas de modo a o ossosuportar da melhor maneira as pressões a que é submetidoTem lamelas irregulares e osteocitos interligados porcanalículos.Os nutrimentos partem dos espaços medularessituados entre as trabéculas e chegam aos osteocitos pordifusão através dos canalículos.Funções dos ossosSuporte; Reserva de cálcio ;Reserva de lípidos (medula amarela);Produção de células sanguíneas (medula vermelha)Protecção;Alavanca.
  • ANATOMIA - OSTEOLOGIA CRÂNIO, MMSS E MMIITÓRAX E COLUNA VERTEBRALESQUELETO▸CALOTA CRANIANA- Parte superior do crânio com corte transversal.BASE DO CRÂNIO▸MANDÍBULA-Osso que articula-se ao crânio.▸COLUNA VERTEBRAL- Regiões: Cervical, Torácica (ou Dorsal), Lombar, Sacral, Coccígea.Vértebras: Pequenos ossos que formam a coluna cervical.▸CINTURA ESCAPULAR- Liga os membros superiores ao tronco. Ossos posteriores: Escápulas OssosAnteriores: Clavículas.▸TÓRAX: Região torácica, Ossos: Costelas, fechado pelo Esterno na parte anterior.▸MEMBRO SUPERIOR: Úmero, Rádio, Ulna, Ossos do Carpo, Ossos do Metacarpo, Falanges distais,intermédias e proximais.▸CINTURA PÉLVICA: Ossos do Quadril e Sacro. Liga os membros inferiores ao tronco.▸MEMBROS INFERIORES: Fêmur, Patela, Tíbia, Fíbula, Ossos do Tarso, Ossos do Metatarso, Falangesdistais, intermédias e proximais.OSTEOLOGIA DO CRÂNIOÉ composto por uma serie de ossos planos e irregulares, que são imóveis (exceção da mandíbula), totalizando 22ossos. Pode ser dividido em face e o crânio propriamente dito.O crânio é constituído por 8 ossos:- Occipital- 2 Parietais- Frontal- 2 Temporais- Esfenóide- EtmóideA face é constituída por 14 ossos:- 2 Nasais- 2 Maxilas- 2 Lacrimais- 2 Zigomáticos- 2 Palatinos- 2 Conchas Nasais Inferiores- Vômer- Mandíbula
  • OSTEOLOGIA DA CINTURA ESCAPULARÚMERO E ESCÁPULAVISTA ANTERIOR VISTA POSTERIOR
  • CLAVÍCULABRAÇO E ANTEBRAÇO
  • ESTRUTURAS DE ENCAIXE: TRÓCLEA COM INCISURA TROCLEAROLÉCRANO COM FOSSA DO OLÉCRANOPROCESSO CORONÓIDE COM FOSSA CORONÓIDECAPÍTULO DO ÚMERO SE ENCAIXA COM A CABEÇA DO RÁDIOCABEÇA DO RÁDIO SE ENCAIXA COM A INCISURA RADIAL DO ÚMERORÁDIO E ULNA - PROXIMAL: INCISURA RADIAL DA ULNA SE ENCAIXA COM A CABEÇA DO RÁDIODISTAL: CABEÇA DA ULNA SE ENCAIXA COM A INCISURA ULNAR DO RÁDIO.
  • PUNHO E MÃO▸ OSSOS DO CARPO: DUAS FILEIRAS (PROXIMAL E DISTAL), NOMEANDO SEMPRE DE LATERALPARA MEDIAL▸ FILEIRA PROXIMAL: ESCAFÓIDE, SEMILUNAR, PIRAMIDAL E PISIFORME▸ FILEIRA DISTAL: TRAPÉZIO, TRAPEZÓIDE, CAPITATO E HAMATO (POSSUI O ÂMULO OUGANCHO DO HAMATO)▸ METACARPOS: I, II, III, IV, V. TODOS POSSUINDO BASE, CORPO E CABEÇA.▸ FALANGES: 1º DEDO: POLEGAR - FALANGES PROXIMAL E DISTAL2º AO 5º DEDOS:ÍNDEX, MÉDIO, ANULAR E MÍNIMO - FALANGES PROXIMAL,INTERMÉDIA E DISTAL, TODAS POSSUINDO BASE, CORPO E CABEÇA.
  • VÉRTEBRASA coluna vertebral é formada por 33 vértebras, cujo conjunto tem a função de apoiar outras partes do esqueleto.A coluna vertebral tem suas vértebras distribuídas de acordo com a região em que estão: cervical (7) torácica (12) lombar (5) sacro (5 vértebras fundidas) coccígeas (4 vértebras)
  • TÓRAX, CINTURA PÉLVICA E MEMBROS INFERIORESOSTEOLOGIA DO TÓRAXCOSTELAAs costelas constituem-se em 12 pares, onde 7 são verdadeiras (I-VII) e 5 pares são falsas, sendo dessas 5duas flutuantes (VIII-XII).
  • kkllmmmmmmmmmmESTRUTURAS DE ENCAIXE: EXTREMIDADE ESTERNAL DA CLAVÍCULA SE ENCAIXA COM AINCISURA CLAVICULAR DO ESTERNO, AS EXTREMIDADES ESTERNAIS DAS COSTELAS SEENCAIXAM COM AS INCISURAS COSTAIS DO ESTERNOA CABEÇA DAS COSTELAS SE ARTICULAM COM AS FÓVEAS COSTAIS DAS VÉRTEBRAS
  • OSTEOLOGIA DA COXA - FÊMURAS FACES AURICULARES DO SACRO SE ARTICULAR CO AS FACES AURICULARES DO ÍLIOA CABEÇA DO FÊMUR SE ARTICULA COM A FACE SEMILUNAR DO ACETÁBULOOS CÔNDILOS DO FÊMUR SE ARTICULAM COM OS PLATÔS TIBIAISA FACE ARTICULAR DA PATELA SE ARTICULA COM A FACE PATELAR DO FÊMURMALÉOLO LATERAL ARTICULA-SE CO INCISURA FIBULAR DA TÍBIACABEÇA DA FÍBULA ARTICULA-SE COM CÔNDILO LATERAL DA TÍBIAA FACE ARTICULAR PARA O TÁLUS DA TÍBIA SE ARTICULA COM O TÁLUS
  • OSTEOLOGIA DA PERNA-TÍBIA E FÍBULA
  • OSTEOLOGIA DO PÉTodos os metatarsos e falanges possuem base, corpo e cabeça.Falanges Distal e Proximal do 1º dedo: Hálux.Falanges Distais, Intermédias e Proximais do 2º ao 5º Dedos.
  • ççç.ç.