<ul><li>1 - O governo JOSÉ SARNEY (1985 – 1990): </li></ul><ul><li>PMDB </li></ul><ul><li>Desconfiança inicial  </li></ul>...
<ul><li>Sucessão de planos econômicos. </li></ul><ul><li>PLANO CRUZADO  (fev/86) – Dilson Funaro: </li></ul><ul><ul><li>10...
<ul><ul><li>Previsão de privatizações. </li></ul></ul><ul><ul><li>Moratória da dívida externa (suspensão de pagamento de j...
<ul><li>PLANO CRUZADO II (nov/86) – Dilson Funaro: </li></ul><ul><ul><li>Liberação parcial do congelamento de preços. </li...
<ul><li>PLANO BRESSER  (jun/87) – Bresser Pereira: </li></ul><ul><ul><li>Novo congelamento de preços de salários (3 meses)...
<ul><ul><li>Voto facultativo para analfabetos e menores entre 16 e 18 anos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Eleições para cargo...
<ul><li>PLANO VERÃO  (Jan/89) – Maílson da Nóbrega: </li></ul><ul><ul><li>1000 Cruzados = 1 Cruzado Novo. </li></ul></ul><...
<ul><li>A sucessão de Sarney: </li></ul><ul><ul><li>22 candidatos (eleições de 1989). </li></ul></ul>
<ul><ul><li>2º Turno:  COLLOR (PRN)* X LULA (PT) </li></ul></ul>
<ul><li>2 - O governo FERNANDO COLLOR DE MELLO (1990 – 1992): </li></ul><ul><li>“ Caçador de Marajás” </li></ul><ul><li>Di...
<ul><ul><li>Aumento de tarifas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Facilidades para importações. </li></ul></ul><ul><ul><li>Privat...
<ul><li>Mai/92: Pedro Collor (irmão do presidente) faz graves denúncias na Revista Veja. </li></ul><ul><ul><li>“ Esquema P...
<ul><li>Mobilizações populares contra Collor: </li></ul><ul><ul><li>“ Caras Pintadas”/ “Fora Collor”. </li></ul></ul>
<ul><li>Set/92 – Congresso aprova o  Impeachment </li></ul><ul><li>Collor renuncia momentos antes, mas tem seus direitos p...
<ul><li>3 - O governo ITAMAR FRANCO (1992 – 1995): </li></ul><ul><li>Discreto e com passado honesto. </li></ul><ul><li>Con...
<ul><li>Atitudes folclóricas: </li></ul><ul><ul><li>Retorno do Fusca (94 – 96). </li></ul></ul><ul><ul><li>Carnaval de 94 ...
<ul><li>Ago/93: FHC assume o Ministério da Fazenda. </li></ul><ul><ul><li>1000 Cruzeiros = 1 Cruzeiro Real. </li></ul></ul...
<ul><li>A INFLAÇÃO BRASILEIRA: </li></ul>
<ul><li>1995 a 1999 -  Fernando Henrique  Cardoso (FHC) </li></ul><ul><li>Intelectual no poder  </li></ul><ul><li>Pai do P...
<ul><li>POLÍTICA </li></ul><ul><li>Articulador para o efetivo estabelecimento do Mercosul. </li></ul><ul><li>1997 -  Refor...
<ul><li>ECONOMIA </li></ul><ul><li>Reequilíbrio das Contas do Governo. </li></ul><ul><li>Crise Asiática(aumento da dívida ...
<ul><li>SOCIEDADE </li></ul><ul><li>Favoreceu a Política da cidadania.  </li></ul><ul><li>Reabriu Processos do Período da ...
<ul><li>1999 a 2002 -  Fernando Henrique  Cardoso (FHC) </li></ul><ul><li>Slogan:  A casa ficou em ordem, agora é governar...
 
<ul><li>POLÍTICA </li></ul><ul><li>Denúncias de corrupção sem nenhuma investigação profunda </li></ul><ul><li>Compra de pa...
<ul><li>ECONOMIA </li></ul><ul><li>Apagão energético (2001-2002)  </li></ul><ul><li>Programas sociais:  </li></ul><ul><li>...
<ul><li>Bolsa-escola;  </li></ul><ul><li>Saúde da Criança e Aleitamento Materno,  </li></ul><ul><li>Combate ao Abuso e Exp...
<ul><li>Desvalorização da moeda provocada por crises financeiras internacionais (México, Rússia e Ásia) </li></ul><ul><li>...
<ul><li>Programas sociais:  </li></ul><ul><li>Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI); </li></ul><ul><li>Progr...
<ul><li>2003 a 2007  -  Luiz Inácio  Lula  da Silva </li></ul><ul><li>Esquerda chega ao poder  </li></ul><ul><li>Abando do...
 
<ul><li>POLITICA </li></ul><ul><li>Tentativa de  reforma da previdência </li></ul><ul><li>Dissidência  dentro do Partido –...
<ul><li>ECONOMIA </li></ul><ul><li>A política fiscal garante a obtenção de superávits </li></ul><ul><li>Política econômica...
A Organiza ç ão Mundial do Com é rcio (OMC)   autorizou o Brasil, na manhã desta segunda-feira, 31, a impor retalia ç ões ...
<ul><li>SOCIEDADE </li></ul><ul><li>Estabilidade política e econômica </li></ul><ul><li>Tentativa de assento na ONU  </li>...
<ul><li>2007 a 2010  -  Luiz Inácio  Lula  da Silva </li></ul><ul><li>Coalizão de doze partidos com o PT (PT, PMDB, PRB, P...
<ul><li>POLITICA  </li></ul><ul><li>Loteamento de cargos e outras práticas tradicionais de distribuição de benesses entre ...
<ul><li>ECONOMIA </li></ul><ul><li>Programa de Aceleração do Crescimento / PAC ( jan.2007 - previa investimentos totais de...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Nova republica

7,487

Published on

AULA BRASIL - NOVA REPÚBLICA

Published in: Education
0 Comments
5 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
7,487
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
416
Comments
0
Likes
5
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Nova republica"

  1. 1. <ul><li>1 - O governo JOSÉ SARNEY (1985 – 1990): </li></ul><ul><li>PMDB </li></ul><ul><li>Desconfiança inicial </li></ul><ul><ul><li>passado ligado a ditadura militar. </li></ul></ul><ul><li>“ Emendão” (85) – aumentar credibilidade. </li></ul><ul><ul><li>Eleições presidenciais seriam restabelecidas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Voto para analfabetos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Liberdade partidária (incluindo o PCB e o PC do B). </li></ul></ul><ul><ul><li>Liberdade sindical. </li></ul></ul><ul><ul><li>Convocação de Assembléia Nacional Constituinte (formada por deputados eleitos para o Congresso Nacional em 1986). </li></ul></ul>
  2. 2. <ul><li>Sucessão de planos econômicos. </li></ul><ul><li>PLANO CRUZADO (fev/86) – Dilson Funaro: </li></ul><ul><ul><li>1000 Cruzeiros = 1 Cruzado . </li></ul></ul><ul><ul><li>Congelamento de preços. </li></ul></ul><ul><ul><li>Congelamento de salários (reajuste automático após inflação de 20% - “gatilho” salarial). </li></ul></ul><ul><ul><li>Sucesso inicial – ampla adesão popular. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>“ Fiscais do Sarney” </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Explosão do consumo – procura maior que oferta. </li></ul></ul><ul><ul><li>Crise de abastecimento – ágio (inflação disfarçada). </li></ul></ul><ul><ul><li>Redução de exportações </li></ul></ul>
  3. 3. <ul><ul><li>Previsão de privatizações. </li></ul></ul><ul><ul><li>Moratória da dívida externa (suspensão de pagamento de juros). </li></ul></ul><ul><li>Nov/86: eleições para deputados e governadores. </li></ul><ul><ul><li>PMDB foi o grande vitorioso – Plano Cruzado. </li></ul></ul><ul><ul><li>22 governadores e 54% dos deputados. </li></ul></ul>
  4. 4. <ul><li>PLANO CRUZADO II (nov/86) – Dilson Funaro: </li></ul><ul><ul><li>Liberação parcial do congelamento de preços. </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumento de 80% no valor dos automóveis. </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumento de tarifas públicas (luz, correios, telefone...). </li></ul></ul><ul><ul><li>Aumento de impostos para cigarros e bebidas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Volta da inflação – Ministro Funaro cai. </li></ul></ul><ul><li>Fev/87: Instalação da Assembléia Nacional Constituinte: </li></ul><ul><ul><li>Ulysses Guimarães (PMDB) </li></ul></ul><ul><ul><li>Presidente da Assembléia. </li></ul></ul>
  5. 5. <ul><li>PLANO BRESSER (jun/87) – Bresser Pereira: </li></ul><ul><ul><li>Novo congelamento de preços de salários (3 meses). </li></ul></ul><ul><ul><li>Alta de impostos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Fim de reajustes salariais automáticos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Retomada de relações com FMI – fim da moratória. </li></ul></ul><ul><ul><li>Fracasso – volta da inflação. </li></ul></ul><ul><ul><li>Queda vertiginosa da popularidade do governo. </li></ul></ul><ul><li>Out/88 – Nova Constituição (“ Constituição Cidadã ”): </li></ul><ul><ul><li>Eleições diretas e secretas (em todos os níveis). </li></ul></ul><ul><ul><li>Presidente: 5 anos (para Sarney) e 4 para os demais. </li></ul></ul>
  6. 6. <ul><ul><li>Voto facultativo para analfabetos e menores entre 16 e 18 anos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Eleições para cargos executivos em dois turnos. </li></ul></ul><ul><ul><li>Habeas Corpus. </li></ul></ul><ul><ul><li>Fim da censura. </li></ul></ul><ul><ul><li>Direito de greve. </li></ul></ul><ul><ul><li>Férias com adicional de 1/3 do salário. </li></ul></ul><ul><ul><li>Multa de 40% do valor do FGTS em casos de demissão sem justa causa. </li></ul></ul><ul><ul><li>Licença maternidade (120 dias) e paternidade (4 dias). </li></ul></ul><ul><ul><li>Seguro desemprego. </li></ul></ul><ul><ul><li>Racismo = crime inafiançável. </li></ul></ul>
  7. 7. <ul><li>PLANO VERÃO (Jan/89) – Maílson da Nóbrega: </li></ul><ul><ul><li>1000 Cruzados = 1 Cruzado Novo. </li></ul></ul><ul><ul><li>Novo congelamento. </li></ul></ul><ul><ul><li>Abertura ao capital estrangeiro. </li></ul></ul><ul><ul><li>Sem efeitos – volta da inflação (1782% ao ano em 89). </li></ul></ul><ul><ul><li>Insatisfação popular. </li></ul></ul><ul><li>Década de 80 = “ década perdida ” </li></ul>
  8. 8. <ul><li>A sucessão de Sarney: </li></ul><ul><ul><li>22 candidatos (eleições de 1989). </li></ul></ul>
  9. 9. <ul><ul><li>2º Turno: COLLOR (PRN)* X LULA (PT) </li></ul></ul>
  10. 10. <ul><li>2 - O governo FERNANDO COLLOR DE MELLO (1990 – 1992): </li></ul><ul><li>“ Caçador de Marajás” </li></ul><ul><li>Discurso: COLLOR = novo, moderno. </li></ul><ul><li>Passado político pessoal e familiar ligado a ditadura militar. </li></ul><ul><li>PLANO COLLOR (mar/1990) – Zélia Cardoso de Mello: </li></ul><ul><ul><li>1 Cruzado Novo = 1 Cruzeiro. </li></ul></ul><ul><ul><li>Confisco de investimentos (até poupanças) – máximo equivalente a US$1200. </li></ul></ul>
  11. 11. <ul><ul><li>Aumento de tarifas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Facilidades para importações. </li></ul></ul><ul><ul><li>Privatizações de empresas estatais. </li></ul></ul><ul><ul><li>Redução de gastos públicos (salários, aposentadorias e projetos sociais). </li></ul></ul><ul><ul><li>Início efetivo do neoliberalismo no Brasil. </li></ul></ul><ul><ul><li>Objetivo: queda da inflação por meio da redução de consumo. </li></ul></ul><ul><ul><li>Resultados: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Redução do consumo </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Redução da produção. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Desemprego. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Falências </li></ul></ul></ul>Crise econômica sem precedentes.
  12. 12. <ul><li>Mai/92: Pedro Collor (irmão do presidente) faz graves denúncias na Revista Veja. </li></ul><ul><ul><li>“ Esquema PC” – corrupção. </li></ul></ul>PC FARIAS: ex-tesoureiro de campanha de Collor e peça-chave no esquema de corrupção. Foi assassinado em junho de 1996.
  13. 13. <ul><li>Mobilizações populares contra Collor: </li></ul><ul><ul><li>“ Caras Pintadas”/ “Fora Collor”. </li></ul></ul>
  14. 14. <ul><li>Set/92 – Congresso aprova o Impeachment </li></ul><ul><li>Collor renuncia momentos antes, mas tem seus direitos políticos suspensos por 8 anos. </li></ul>
  15. 15. <ul><li>3 - O governo ITAMAR FRANCO (1992 – 1995): </li></ul><ul><li>Discreto e com passado honesto. </li></ul><ul><li>Continuidade de privatizações. </li></ul><ul><li>Mínimo de US$ 100,00. </li></ul><ul><li>Dificuldades econômicas </li></ul><ul><li>(inflação média de 40% ao mês). </li></ul><ul><li>ABR/93: Plebiscito </li></ul><ul><ul><li>MONARQUIA X REPÚBLICA* </li></ul></ul><ul><ul><li>PARLAMENTARISMO X PRESIDENCIALISMO* </li></ul></ul>
  16. 16. <ul><li>Atitudes folclóricas: </li></ul><ul><ul><li>Retorno do Fusca (94 – 96). </li></ul></ul><ul><ul><li>Carnaval de 94 – Assediado pela pseudo modelo e atriz Lilian Ramos. </li></ul></ul>
  17. 17. <ul><li>Ago/93: FHC assume o Ministério da Fazenda. </li></ul><ul><ul><li>1000 Cruzeiros = 1 Cruzeiro Real. </li></ul></ul><ul><ul><li>Criação da URV (aproximadamente 1 dólar). </li></ul></ul><ul><li>Jul/94: Início efetivo do PLANO REAL </li></ul><ul><ul><li>1 URV = 1 Real (2750 Cruzeiros Reais). </li></ul></ul><ul><ul><li>Redução de custos de produtos importados. </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Modernização tecnológica. </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Queda da inflação. </li></ul></ul><ul><ul><li>Estabilidade econômica. </li></ul></ul><ul><ul><li>Ampla popularidade. </li></ul></ul><ul><li>FHC vence eleições presidenciais de 1994 em 1º Turno. </li></ul>Dolarização
  18. 18. <ul><li>A INFLAÇÃO BRASILEIRA: </li></ul>
  19. 19. <ul><li>1995 a 1999 - Fernando Henrique Cardoso (FHC) </li></ul><ul><li>Intelectual no poder </li></ul><ul><li>Pai do Plano real </li></ul><ul><li>Slogan de campanha(proposta dos 5 dedos /saúde,educação ,trabalho, moradia, salário) </li></ul><ul><li>Governo Neoliberal </li></ul>
  20. 20. <ul><li>POLÍTICA </li></ul><ul><li>Articulador para o efetivo estabelecimento do Mercosul. </li></ul><ul><li>1997 - Reformas sociais:a Tributária, da Previdência, administrativa e da Saúde. </li></ul><ul><li>Aprovação da emenda para reeleições. </li></ul><ul><li>ECONOMIA </li></ul><ul><li>Privatizações ( Cosipa Petrobrás, CSN,Açominas) </li></ul><ul><li>Plano de acomodação do mercado </li></ul><ul><li>Criação do Proer ( Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Sistema Financeiro Nacional ) A medida, transitória, veio para responder à nova realidade advinda com o Plano Real e promover o enxugamento do sistema financeiro através de fusões entre bancos, bem como aquisições, reorganizações societárias, e reestruturação de instituições. </li></ul>
  21. 21. <ul><li>ECONOMIA </li></ul><ul><li>Reequilíbrio das Contas do Governo. </li></ul><ul><li>Crise Asiática(aumento da dívida externa) </li></ul><ul><li>O governo reagiu para salvar o Real e impedir a saída de divisas mediante a elevação das taxas de juros e com o anúncio de medidas econômicas. </li></ul><ul><li>Recorre a FMI </li></ul><ul><li>Reajuste fiscal (desvalorização cambial, aumento da arrecadação e diminuição de gastos públicos </li></ul>
  22. 22. <ul><li>SOCIEDADE </li></ul><ul><li>Favoreceu a Política da cidadania. </li></ul><ul><li>Reabriu Processos do Período da Ditadura, </li></ul><ul><li>Reconheceu a Morte de 136 Desaparecidos Concedeu Atestado de Óbito e Indenizações. </li></ul><ul><li>Criação do (F.S.E) fundo Social de Emergência – Retém 15% dos Impostos e Contribuições federais. </li></ul><ul><li>Tentativa de regulamentação dos planos de saúde privado. </li></ul><ul><li>Implantação do remédios genéricos. </li></ul><ul><li>Ampliação no número de crianças escolarizadas </li></ul><ul><li>MST começa invasões (O Massacre de Eldorado dos Carajás foi a morte de dezenove sem-terra que ocorreu em 17 de abril de 1996 no município de Eldorado dos Carajás, no sul do Pará) </li></ul>
  23. 23. <ul><li>1999 a 2002 - Fernando Henrique Cardoso (FHC) </li></ul><ul><li>Slogan: A casa ficou em ordem, agora é governar </li></ul><ul><li>Foi reeleito no primeiro turno. </li></ul><ul><li>FHC conseguiu apoio total do PSDB, do PFL, do PPB (atual PP) e de parte do PMDB, </li></ul><ul><li>Estabilidade política </li></ul><ul><li>2000 - O país comemora os 500 anos do “descobrimento”. </li></ul>
  24. 25. <ul><li>POLÍTICA </li></ul><ul><li>Denúncias de corrupção sem nenhuma investigação profunda </li></ul><ul><li>Compra de parlamentares para aprovação da reeleição </li></ul><ul><li>Favorecimento de determinados grupos financeiros no processo de privatização das estatais (CVRD e Telefonia) </li></ul><ul><li>Lei Rouanet. </li></ul><ul><li>1998, um código de trânsito rigoroso </li></ul><ul><li>Servidores públicos sem reajuste salarial </li></ul>
  25. 26. <ul><li>ECONOMIA </li></ul><ul><li>Apagão energético (2001-2002) </li></ul><ul><li>Programas sociais: </li></ul><ul><li>Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI); </li></ul><ul><li>Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), </li></ul><ul><li>Plano Nacional de Qualificação Profissional (Planfor); </li></ul><ul><li>Programa Garantia de Renda Mínima (PGRM), </li></ul><ul><li>Programa de Geração de Emprego e Renda (Proger) </li></ul><ul><li>Programa de investimento em infra-estrutura (Pró-Emprego). </li></ul>
  26. 27. <ul><li>Bolsa-escola; </li></ul><ul><li>Saúde da Criança e Aleitamento Materno, </li></ul><ul><li>Combate ao Abuso e Exploração de Crianças e Adolescentes; </li></ul><ul><li>Programa de Saúde da Família (PSF) </li></ul><ul><li>Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) </li></ul>
  27. 28. <ul><li>Desvalorização da moeda provocada por crises financeiras internacionais (México, Rússia e Ásia) </li></ul><ul><li>Privatizadas várias rodovias federais, bancos estaduais e a telefonia . </li></ul><ul><li>Implantado o gasoduto Brasil-Bolívia </li></ul><ul><li>Lei de Responsabilidade Fiscal </li></ul><ul><li>Terceirização de serviços em áreas consideradas não-essenciais </li></ul>
  28. 29. <ul><li>Programas sociais: </li></ul><ul><li>Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (PETI); </li></ul><ul><li>Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), </li></ul><ul><li>Plano Nacional de Qualificação Profissional (Planfor); </li></ul><ul><li>Programa Garantia de Renda Mínima (PGRM), </li></ul><ul><li>Programa de Geração de Emprego e Renda (Proger) </li></ul><ul><li>Programa de investimento em infra-estrutura (Pró-Emprego). </li></ul><ul><li>Bolsa-escola; </li></ul><ul><li>Saúde da Criança e Aleitamento Materno, </li></ul><ul><li>Combate ao Abuso e Exploração de Crianças e Adolescentes; </li></ul><ul><li>Programa de Saúde da Família (PSF) </li></ul><ul><li>Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) </li></ul>
  29. 30. <ul><li>2003 a 2007 - Luiz Inácio Lula da Silva </li></ul><ul><li>Esquerda chega ao poder </li></ul><ul><li>Abando do radicalismo político </li></ul><ul><li>( acordo com Brizola ) </li></ul><ul><li>Bancada minoritária, formada pelo PT, PSB, PCdoB e PL. </li></ul><ul><li>Aparecimento do P-Sol </li></ul>
  30. 32. <ul><li>POLITICA </li></ul><ul><li>Tentativa de reforma da previdência </li></ul><ul><li>Dissidência dentro do Partido – PT - (Luciana Genro, Heloisa Helena e Babá) </li></ul><ul><li>Demissão dos ministros José Dirceu, Benedita da Silva, Luiz Gushiken, por corrupção ou prevaricação*. </li></ul><ul><li>Escândalo do mensalão. (2005/2006) </li></ul><ul><li>Plebiscito sobre o desarmamento/2005 ( Não venceu... ) </li></ul><ul><li>Renúncia de Severino Cavalcanti (21/05/2005 – mensalinho) </li></ul><ul><li>Grandes lideranças petistas abandonam o PT(Hélio Bicudo,Plínio A.Sampaio e Chico Alencar) </li></ul><ul><li>Avanço político das bancadas religiosas </li></ul>* Prevaricação é um crime funcional, ou seja, praticado por funcionário público contra a Administração Pública. A prevaricação consiste em retardar ou deixar de praticar devidamente ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal.
  31. 33. <ul><li>ECONOMIA </li></ul><ul><li>A política fiscal garante a obtenção de superávits </li></ul><ul><li>Política econômica conservadora. </li></ul><ul><li>O Banco Central goza de autonomia </li></ul><ul><li>Dívida externa teve uma queda de 168 bilhões de reais </li></ul><ul><li>Valorização da Soja e Pecuária </li></ul><ul><li>Destaque na OMC para o fim dos subsídios econômicos dos Europeus e EUA </li></ul>
  32. 34. A Organiza ç ão Mundial do Com é rcio (OMC)   autorizou o Brasil, na manhã desta segunda-feira, 31, a impor retalia ç ões sobre o governo americano em resposta aos subs í dios ilegais que a Casa Branca distribui aos produtos de algodão. Mas o órgão frustra o Brasil no valor da retaliação contra os Estados Unidos. Dados preliminares da decisão da entidade apontam que o Brasil teria o direito de retaliar os EUA em cerca de US$ 300 milhões, valor muito inferior aos US$ 2,5 bilhões pleiteados pelo Brasil. O valor variaria, dependendo do ano, e estaria ligado ao volume de subs í dios que os Estados Unidos dariam ao algodão em cada ano. Pelos c á lculos preliminares o valor da retalia ç ão não chegaria nem US$ 1 bilhão em nenhum dos anos. Os americanos indicaram que somente aceitariam ser retaliados em 1,5% do valor pedido para o Brasil. Mesmo assim, a retalia ç ão autorizada pela OMC é a segunda maior j á dada pela entidade a um pa í s. A maior retalia ç ão tamb é m havia sido contra os EUA.    <ul><li>http://www.estadao.com.br/noticias/economia,omc-autoriza-brasil-a-retaliar-os-eua,427224,0.htm matéria dia 31/08/2009 </li></ul>
  33. 35. <ul><li>SOCIEDADE </li></ul><ul><li>Estabilidade política e econômica </li></ul><ul><li>Tentativa de assento na ONU </li></ul><ul><li>Criação do FUNDEB (fundo de desenvolvimento da Educação Básica), PROUNI (Programa Universidade para todos), Fome Zero </li></ul><ul><li>Corte de investimentos públicos </li></ul><ul><li>Organizações criminosas e violência urbana ( PCC ) – Agosto/2006. </li></ul><ul><li>Medidas assistencialistas /Bolsas </li></ul><ul><li>Redução moderada do desemprego </li></ul>
  34. 36. <ul><li>2007 a 2010 - Luiz Inácio Lula da Silva </li></ul><ul><li>Coalizão de doze partidos com o PT (PT, PMDB, PRB, PC do B, PSB, PP, PR, PTB, PV, PDT, PAN e PSC) </li></ul><ul><li>Escândalos não interferem no processo eleitoral </li></ul><ul><li>Revigoramento da PF </li></ul><ul><li>Não comparecimento nos debates eleitorais, exceto o último </li></ul>
  35. 37. <ul><li>POLITICA </li></ul><ul><li>Loteamento de cargos e outras práticas tradicionais de distribuição de benesses entre parlamentares, governadores e dirigentes decisivos </li></ul><ul><li>Transposição do R.São Francisco </li></ul><ul><li>Tímidas reformas políticas, em especial a introdução de eleições por listas partidárias (modelo europeu) </li></ul><ul><li>PT tem sido difícil ser base de sustentação política do governo e manter um discurso de esquerda, principalmente no que diz respeito a sua prática parlamentar </li></ul>
  36. 38. <ul><li>ECONOMIA </li></ul><ul><li>Programa de Aceleração do Crescimento / PAC ( jan.2007 - previa investimentos totais de R$ 503,9 bilhões até 2010) </li></ul><ul><li>Biodiesel / Proálcool </li></ul><ul><li>Discurso na ONU, Davos e Casa Branca (EUA) </li></ul><ul><li>Perdão da dívida dos países africanos </li></ul><ul><li>Aumento da renda dos mais pobres, pela estabilidade da inflação (eletroeletrônicos e eletro domésticos ) </li></ul><ul><li>Fome Zero, Bolsa Família e outros nas áreas de educação e saúde </li></ul>
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×