Palestra com a Dra. Bernadete Dutra Folly (Neurologista)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Palestra com a Dra. Bernadete Dutra Folly (Neurologista)

on

  • 101 views

No dia 10 de maio de 2013, a neurologista Dra. Bernadete Dutra Folly fez uma visita ao CEEPB para dar uma palestra no Grupo do Pré-IC sobre a profissão de médica.

No dia 10 de maio de 2013, a neurologista Dra. Bernadete Dutra Folly fez uma visita ao CEEPB para dar uma palestra no Grupo do Pré-IC sobre a profissão de médica.

Statistics

Views

Total Views
101
Views on SlideShare
101
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Palestra com a Dra. Bernadete Dutra Folly (Neurologista) Palestra com a Dra. Bernadete Dutra Folly (Neurologista) Document Transcript

  • Palestra com a Dra. Bernadete Dutra Folly (Neurologista) ainda quando nos formamos, e como é a profissão médica em geral. A faculdade de Medicina dura em média 6 anos, mas o período de residência, dependendo da especialização que você vai fazer, dura de 2 a 5 anos. A residência é uma especialização que o profissional em geral faz após ter-se formado em médico .Na Medicina, existem várias áreas como: Pediatria, Neurologia, Clínica Geral, Oncologia, Ginecologia, etc. Em qualquer área desta profissão as chances de ficar desempregado são pequenas. Durante a faculdade, três matérias básicas são mais cobradas: a anatomia, a clínica médica e a farmacologia. No primeiro período, é estudada a anatomia, e esta é a fase mais difícil, pois exige que o estudante dedique muito tempo estudando e decorando os nomes de todas as partes que compõem o corpo humano. Quando o profissional termina a sua residência, geralmente, já sai com emprego, o que o deixa muito apreensivo, uma vez que passa a ser responsável pelo diagnóstico de seus pacientes, sem contar com o apoio de um supervisor, um profissional mais experiente, como ocorre durante a sua residência. Exercendo a profissão, você deve sempre saber ouvir, falar e ter humanidade para com os seus pacientes e familiares. A palavra de um médico tem grande poder sobre seu paciente, por isso deve-se pensar muito e usar as palavras “certas”. Apesar de tratar os seus pacientes e familiares de forma humana, o médico não pode se envolver emocionalmente com eles, porque isso pode atrapalhar a relação médico-paciente. Na Medicina, somente as infecções e as verminoses são curáveis; o restante das doenças, infelizmente, são tratadas e controladas, mas não são curadas. Quando o paciente tem uma doença muito grave e não quer aceitar a sua recuperação é mais difícil tratá-lo. São muitas pessoas querendo ingressar na área médica e existem poucas vagas. Então, para atingir esse objetivo é preciso estudar muito para conseguir No dia 10 de maio de 2013, a neurologista Dra. Bernadete Dutra Folly fez uma visita ao CEEPB para dar uma palestra no Grupo do Pré-IC sobre a profissão de médica. A palestra foi ótima, pois aprendemos mais sobre o ingresso nas universidades que oferecem o curso de Medicina, o que acontece no período em que se está lá e ainda e
  • passar em um vestibular ou no ENEM. E, na verdade, toda a vida de quem segue essa carreira é sempre de muitos estudos, dado que há sempre muitas descobertas e avanços e, particularmente, esse profissional precisa estar sempre atualizado, mas se a pessoa realmente gostar de Medicina, vai se sentir realizada, feliz e completa.