Comunicação empresarial aula 2

2,611 views

Published on

Material da Aula 2 - Comunicação Empresarial

Published in: Business
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
2,611
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
9
Actions
Shares
0
Downloads
163
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Comunicação empresarial aula 2

  1. 1. FUNÇÕES DA LINGUAGEM Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  2. 2. Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com QUAIS FUNÇÕES ATRIBUÍMOS PARA A LINGUAGEM?
  3. 3. • Explicar alguma coisa • Informar • Pedir • Influenciar • Expressar sentimentos • Perguntar Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  4. 4. FUNÇÕES DA LINGUAGEM A linguagem tem funções diferentes. De acordo com a ênfase que se dá a cada um dos elementos do processo de comunicação. Como existem seis elementos no processo de comunicação, determinam-se, também, seis funções diferentes:  Função Referencial  Função Conativa ou Apelativa  Função Emotiva ou Expressiva  Função Metalinguística  Função Fática  Função Poética Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  5. 5. FUNÇÃO REFERENCIAL • Centrada no referente, ou seja, no CONTEXTO, no próprio conteúdo; • Transmite impessoalidade; • Transmite uma informação objetiva, expõe dados da realidade de modo objetivo, não faz comentários, nem avaliação; •Textos científicos, jornalísticos, técnicos, didáticos, correspondências comerciais, relatórios. Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  6. 6. FUNÇÃO CONATIVA OU APELATIVA - Centrada no RECEPTOR - Objetivo é influenciar o comportamento do receptor - Verbos costumam estar no imperativo (Veja! Compre! Faça!) - Usada em discursos, sermões e propagandas que se dirigem diretamente ao consumidor Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  7. 7. FUNÇÃO EMOTIVA OU EXPRESSIVA - Centralizada no EMISSOR - Prevalece a primeira pessoa do singular - Objetivo é transmitir suas emoções e anseios - A realidade é transmitida sob o ponto de vista do emissor - Mensagem subjetiva - Usada em biografias, memórias, poesias líricas e cartas de amor Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  8. 8. FUNÇÃO METALINGUÍSTICA - Centrada no CÓDIGO - Busca explicar o código usando o próprio código - Quando a linguagem fala de si própria - Predominam em análises literárias, dicionários, interpretações e críticas diversas. Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  9. 9. FUNÇÃO FÁTICA - Centrada no CANAL - Seu objetivo é estabelecer a comunicação, controlar sua eficácia, prender a atenção do receptor ou cortar a comunicação. - Não tem inteção de passar “informação” - É superficial - Linguagem das falas telefônicas, saudações, cumprimentos ou comunicações curtas. Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  10. 10. FUNÇÃO POÉTICA - Centrada na própria MENSAGEM - O objetivo do emissor é expressar seus sentimentos - Usada para despertar surpresa e prazer estético - Linguagem figurada - Presente em textos literários, publicitários e em letras de música "De tudo ao meu amor serei atento Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto Que mesmo em face do maior encanto Dele se encante mais meu pensamento.(...)" (Vinícius de Moraes – Soneto da Felicidade) Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  11. 11. FUNÇÕES DA LINGUAGEM Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  12. 12. EXERCITANDO Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com Dramatização
  13. 13. Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  14. 14. Elementos do Processo de Comunicação Mídia Emissor Codificação Mensagem Decodificação Receptor Ruído RespostaFeedback Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  15. 15. 70 a 80% dos problemas nas empresas são causados por falhas na comunicação! Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  16. 16. Comunicação Eficaz • Depende de: – Transmitir a mensagem adequada – Através do meio certo – Em momento oportuno – Aos receptores desejados Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  17. 17. BARREIRAS À COMUNICAÇÃO EFICAZ • Níveis organizacionais • Autoridade da administração • Especialização • Sobrecarga de informações Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  18. 18. Filtragem Manipulação da informação pelo emissor para que ela seja vista de maneira mais favorável pelo receptor. Fato Ocorrido Fato Comunicado Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  19. 19. Percepção Atenção Seletiva • Só enxergo o que me interessa; Distorção Seletiva • Distorço o que vejo para atender aos meus interesses; Retenção Seletiva • Só lembro do que me interessa; Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  20. 20. Quantas pessoas estão nesta imagem? Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  21. 21. Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  22. 22. Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  23. 23. Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  24. 24. Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  25. 25. Para onde as setas apontam? Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  26. 26. Excesso de Informações Quando as informações com que temos de trabalhar excedem nossa capacidade de processamento, o resultado é a sobrecarga de informação. A tendência é selecionar, ignorar ou esquecer informações. Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  27. 27. Emoções A maneira como o receptor se sente no momento em que recebe a mensagem vai influenciar sua maneira de interpretá-la. Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  28. 28. Saber Ouvir Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com Escutai com atenção o que o outro tem para dizer e serás capaz de ouvir além das palavras - Confúcio
  29. 29. O bom comunicador não é aquele que apenas fala bem, mas sim aquele que sabe escutar o outro. Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  30. 30. Desafio da AUDIÇÃO Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  31. 31. Como ouvir melhor? Procure concentrar-se em quem fala Evite interferência ou interrupções Aguarde para responder; Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  32. 32. Escuta ativa • mantenha uma postura relaxada, porém atenta • participe ativamente da conversa, esteja receptivo e disponível a escutar • evite escutar e digitar ou escrever ao mesmo tempo • reduza ao máximo os gestos que possam distrair o interlocutor, tais como: brincar com uma caneta, estralar os dedos, etc. • mantenha um contato visual eficiente, procure não desviar o olhar a toda hora • balance a cabeça ou sorria • fuja a tentação de interromper a pessoa no meio do discurso • faça perguntas para checar o que foi dito • use a empatia e seja compreensivo. Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com
  33. 33. EXERCITANDO Profª Michele Rufatto Vaz - mrufatto@hotmail.com Leitura do texto: Escutatória – Rubem Alves

×