Baal 17 - ¢ompanhia de Teatro do Baixo Alentejo
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Baal 17 - ¢ompanhia de Teatro do Baixo Alentejo

on

  • 2,287 views

DRAMA - a WAY to social inclusion

DRAMA - a WAY to social inclusion

Rui Garcia (produtor)

Statistics

Views

Total Views
2,287
Slideshare-icon Views on SlideShare
2,284
Embed Views
3

Actions

Likes
0
Downloads
12
Comments
0

2 Embeds 3

http://www.slideshare.net 2
http://www.slideee.com 1

Accessibility

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Baal 17 - ¢ompanhia de Teatro do Baixo Alentejo Baal 17 - ¢ompanhia de Teatro do Baixo Alentejo Presentation Transcript

    • Baal 17 ¢ ompanhia de Teatro do Baixo Alentejo
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  
    •  VOLTAR 
    • A história Facas nas Galinhas é um texto sobre a linguagem, a linguagem pura, poética e crua. A acção decorre numa aldeia isolada algures num Alentejo perdido. Uma Rapariga, mulher de um lavrador, inicia uma relação invulgar com um distante e odiado moleiro que a “ensina” a ler e escrever. Ele oferece-lhe um objecto como a serpente em tempos ofereceu uma maçã a Eva – uma simples caneta para ela escrever o seu nome. Com esse presente ela vai adquirir a compreensão e o conhecimento do mundo. Esta aprendizagem, liberta-a do constrangimento de um casamento frustrado com o lavrador local mas condena-a a uma espécie de desterro que a prende para sempre dentro do seu universo interior. A história de uma mulher jovem instintiva e selvagem, sem qualquer satisfação pessoal e dum casamento brutal e medieval, que mais tarde termina num trágico e cruel assassínio.   Facas nas Galinhas pretende reviver a memória colectiva de uma região (Baixo Alentejo) através da concepção artística de um espectáculo que une o teatro, um texto dramático contemporâneo e as raízes etnográficas e culturais Alentejanas. Uma re-invenção artística da memória social e colectiva da mulher, do trabalho no campo e da poesia nas palavras. Facas nas Galinhas é o encontro do teatro com a memória colectiva de um povo, de diferentes gerações, de um tempo infinito, soprando sentimentos aos ouvidos dos mais jovens, como o vento nas pás de um moinho.  Voltar
      • Dimensões ideais para espaço cénico ( com público bi-frontal)
      • - 11metros comprimento
      • - 8,50 metros largura
      • 5 metros altura
      • Nota:
      • A disposição cénica pode ser alterada e adaptada consoante os espaços onde será representada.
      • O número de espectadores pode ser alterado consoante a possibilidade de colocar mais filas (sobre estrados ou bancada) para público, assegurando a visibilidade dos espectadores/ dimensões do espaço/ a venda antecipada de bilhetes.
      • Condições técnicas
      • - Corrente trifásica 32 Amp a 5 metros do espaço
      • - Camarins ou outro espaço para acolhimento dos actores com acesso a W.C. e água.
      • - Escuro total
    • Disposição do cenário e público em Serpa, Novembro 2003  
    • Espaço  Voltar 
    • O autor nasceu em 1966 em Edimburgo. Vive e trabalha em Glasgow na Escócia. A sua primeira peça, FACAS NAS GALINHAS, foi estreada em 1995, uma co-produção do Bush Theatre e Traverse Theatre (numa encenação de Philip Howard) e rapidamente obteve sucesso nos mais importantes palcos europeus. "Nunca tinha ido ao teatro, não tinha dinheiro", David Harrower ganhava a vida a trabalhar como estafeta e a lavar pratos. A sua segunda peça, MATEM OS VELHOS TORTUREM-LHES OS NOVOS estreou em 1999 (encenação de Philip Howard) também no Traverse Theatre e nasce de uma vontade de "escrever uma peça sobre a Escócia". PRESENÇA é a sua última peça estreada em Abril de 2001 no Royal Court Theatre Upstairs de Londres e encenada por James Kerr. Adaptou recentemente SEIS PERSONAGENS À PROCURA DE UM AUTOR de Pirandello e WOYZECK de Büchner. Estreou a sua ultima peça “ Dark Earth “ no Festival de teatro de Edimburg 2003 David Harrower  Voltar
    • Facas nas Galinhas De David Harrower Encenação: Marco Ferreira Tradução : Pedro Marques Com: Rui Ramos, Telma Saião e Rui Garcia Assistência de encenação: Sónia Botelho Cenografia e operação técnica: João Sofio Musica: “Rosa” interpretada por Lula Pena Produção: Baal 17 – Companhia de Teatro do Baixo Alentejo Espectáculo para Maiores de 16 anos Duração : 1hora 15 minutos (sem intervalo) Espectáculo estreado no Cine-Teatro de Serpa a 5 Novembro de 2003 
    • Cachet *1 espectáculo .......... 1500 € isento de iva *2 espectáculos ......... 2700 € isento de iva (alojamento e alimentação para 6 pessoas por conta da entidade contratante) (transportes, material técnico e direitos de autor por conta da companhia Baal 17) Duração da montagem : 4 horas Desmontagem (logo a seguir ao espectáculo): 2h30 minutos * Estes valores são susceptíveis de negociação  Voltar 
    • Workshop “ A Aldeia das Facas nas Galinhas “ Este Workshop destina-se ao público do espectáculo Facas nas Galinhas e é realizado durante a tarde que antecede o espectáculo.(Duração aprox. 2h30) Destina-se a todos os públicos (maiores 16) e tem por objectivo criar através de pequenos exercícios (teatro fórum) um conjunto de imagens relacionadas com o contexto da aldeia das Facas nas Galinhas . O público é convidado a contar histórias, viajar ao passado e encarnar os habitantes desta aldeia isolada, sem no entanto serem revelados os segredos e conteúdos da história. As personagens que não se vêm, mas que se falam, ganham “ vida ” com a participação do público. O padre, a mãe, o canteiro, os trabalhadores, o musico, a venda da aldeia, o largo da igreja e todos os outros locais e figuras da história. O público terá uma maior interacção com o espectáculo e uma aproximação mais pessoal á obra. Este Workshop não tem qualquer cachet (apenas alojamento e alimentação para uma noite extra) tendo a entidade contratante de assegurar o número de participantes (máximo 20).  Voltar
    • BAAL 17 – Companhia de Teatro na Educação do Baixo Alentejo surgiu em meados de 2000 como Companhia de Teatro Profissional. Sediada em Serpa, tem por objectivo desenvolver um trabalho vocacionado para as escolas e jovens da região, sem esquecer no entanto todo o público em geral . Paralelamente às actividades desenvolvidas na e para a região onde está inserida, apresenta os seus espectáculos regularmente por todo o território nacional e internacional. As actividades de Baal 17 são orientadas no sentido da criação de relações estreitas com as escolas do ensino básico e secundário para as quais criou o Programa de Interacção Teatral Escolar que se desenvolve em duas vertentes prioritárias: por um lado a preparação de espectáculos de autores curriculares e por outro um trabalho directo com os alunos na sala de aula. O Baal 17 desenvolve também uma série de contínuos ateliers e workshops de Drama para crianças (em escolas isoladas), alunos e professores (em escolas secundárias) e grupos de jovens (em associações de desenvolvimento local e outras instituições socias). Desde Julho de 2003 faz parte do projecto europeu Drama- a way to social inclusion em conjunto com outros países (Finlândia, Espanha e Estónia), onde criará uma rede de trabalho direccionada para a utilização do drama como ferramenta de inserção e informação em contextos sociocultural desfavorecidos.   
    • O BAAL 17 produziu até ao momento os espectáculos para a infância : “ Narizes” (criação colectiva com base na improvisação sobre a amizade e tolerância) “ Kikerikiste ” de Paul Maar. para o público em geral: “ Auto da Barca do Inferno” de Gil Vicente “ Comédia de Rubena” de Gil Vicente “ Maias”, adaptação da obra homónima de Eça de Queirós. “ A História de Yanarava ”, co-produção com Myriam Szabo “ Curva” de Tankred Dorst, “ O Cerejal”, adaptação da obra homónima de Anton Tchekov “ Facas nas Galinhas” de David Harrower vários espectáculos de Poesia Encenada sobre as mais variadas temáticas. Nos meses de verão organiza o Festival Cultural “Noites na Nora” no Centro Histórico de Serpa.  
    • Contactos Rui Garcia (produtor) Email : baal.17@mail.telepac.pt Telefone : 284 549 488 Telemóvel : 96 637 14 30 BAAL 17 – Companhia de teatro do Baixo Alentejo Apartado 113 7830 Serpa  Voltar  Sair