Sistema UrinárioProfessora Estagiária: Lidiane Oliveira dos SantosEscola Estadual Menodora Fialho de Figueiredo
Introdução• Os órgãos que formam o nosso sistema  urinário são os rins, os ureteres, a bexiga e a  uretra. A urina produzi...
Rins• Os rins situam-se na parte dorsal do abdome,  logo abaixo do diafragma, um de cada lado da  coluna vertebral, nessa ...
Néfrons• O néfron é uma longa estrutura tubular  microscópica que possui, em uma das  extremidades, uma expansão em forma ...
Funcionamento dos rins• O sangue a ser filtrado pelos rins é arterial,  trazido pelas artérias renais (direita e  esquerda...
A formação da urina• A formação da urina (líquido de excreção que  se forma no interior do rim) obedece a duas  etapas: fi...
Filtração glomerular• A pressão desenvolvida pelo plasma  sanguíneo no interior dos capilares do  glomérulo de Malpighi é ...
Reabsorção renal• Dá-se o nome de reabsorção renal ao mecanismo  em que substâncias desejáveis ao organismo  retornam do f...
A eliminação da urina• Ureter• Os néfrons desembocam em dutos coletores, que se unem para formar  canais cada vez mais gro...
Regulação da função renal• A regulação da função renal relaciona-se  basicamente com a regulação da quantidade  de líquido...
Sistema urinário_Lidiane
Sistema urinário_Lidiane
Sistema urinário_Lidiane
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Sistema urinário_Lidiane

4,949

Published on

0 Comments
4 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
4,949
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
170
Comments
0
Likes
4
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Sistema urinário_Lidiane

  1. 1. Sistema UrinárioProfessora Estagiária: Lidiane Oliveira dos SantosEscola Estadual Menodora Fialho de Figueiredo
  2. 2. Introdução• Os órgãos que formam o nosso sistema urinário são os rins, os ureteres, a bexiga e a uretra. A urina produzida nos rins é coletada pelos ureteres e transportada até a bexiga, onde fica temporariamente armazenada. Da bexiga, a urina é expelida para o meio externo através do canal denominado uretra.
  3. 3. Rins• Os rins situam-se na parte dorsal do abdome, logo abaixo do diafragma, um de cada lado da coluna vertebral, nessa posição estão protegidos pelas últimas costelas e também por uma camada de gordura. Têm a forma de um grão de feijão enorme e possuem uma cápsula fibrosa, que protege o córtex - mais externo, e a medula - mais interna.• Cada rim é formado de tecido conjuntivo, que sustenta e dá forma ao órgão, e por milhares ou milhões de unidades filtradoras, os néfrons, localizados na região renal.
  4. 4. Néfrons• O néfron é uma longa estrutura tubular microscópica que possui, em uma das extremidades, uma expansão em forma de taça, denominada cápsula de Bowman, que se conecta com o túbulo contorcido proximal, que continua pela alça de Henle e pelo túbulo contorcido distal; este desemboca em um tubo coletor. São responsáveis pela filtração do sangue e remoção das excreções.
  5. 5. Funcionamento dos rins• O sangue a ser filtrado pelos rins é arterial, trazido pelas artérias renais (direita e esquerda). As artérias renais apresentam múltiplas ramificações no interior do rim, essas ramificações sofrem uma redução de diâmetro até formar um capilar muito delgado, que se enovela dando origem ao glomérulo de Malpighi. Este fica abrigado pela cápsula de Bowman e juntos compõem o corpúsculo renal.
  6. 6. A formação da urina• A formação da urina (líquido de excreção que se forma no interior do rim) obedece a duas etapas: filtração glomerular e reabsorção renal.
  7. 7. Filtração glomerular• A pressão desenvolvida pelo plasma sanguíneo no interior dos capilares do glomérulo de Malpighi é suficiente para que um quinto do plasma se extravase para a cápsula de Bowman. Denomina-se filtração glomerular a esse fenômeno e ao líquido que extravasa dá-se o nome de filtrado. O filtrado passa pela cápsula de bawman para o interior do túbulo proximal, onde se inicia a reabsorção renal.
  8. 8. Reabsorção renal• Dá-se o nome de reabsorção renal ao mecanismo em que substâncias desejáveis ao organismo retornam do filtrado para o sangue.• Túbulo proximal (substâncias), alça de Henle (NaCl), túbulo distal (água).• O líquido que resta no interior do túbulo distal passa, então, para o interior dos túbulos coletores e constitui a urina.
  9. 9. A eliminação da urina• Ureter• Os néfrons desembocam em dutos coletores, que se unem para formar canais cada vez mais grossos. A fusão dos dutos origina um canal único, denominado ureter, que deixa o rim em direção à bexiga urinária.• Bexiga urinária• A bexiga urinária é uma bolsa de parede elástica, dotada de musculatura lisa, cuja função é acumular a urina produzida nos rins. Quando cheia, a bexiga pode conter mais de ¼ de litro (250 ml) de urina, que é eliminada periodicamente através da uretra.• Uretra• A uretra é um tubo que parte da bexiga e termina, na mulher, na região vulvar e, no homem, na extremidade do pênis. Sua comunicação com a bexiga mantém-se fechada por anéis musculares - chamados esfíncteres. Quando a musculatura desses anéis relaxa-se e a musculatura da parede da bexiga contrai-se, urinamos.
  10. 10. Regulação da função renal• A regulação da função renal relaciona-se basicamente com a regulação da quantidade de líquidos do corpo. Havendo necessidade de reter água no interior do corpo, a urina fica mais concentrada, em função da maior reabsorção de água; havendo excesso de água no corpo, a urina fica menos concentrada, em função da menor reabsorção de água.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×