Slide  sociologia
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Like this? Share it with your network

Share

Slide sociologia

on

  • 850 views

 

Statistics

Views

Total Views
850
Views on SlideShare
850
Embed Views
0

Actions

Likes
1
Downloads
24
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Slide sociologia Presentation Transcript

  • 1. Primeiros grandespensadores da SociologiaÉmile DurkheimKarl MarxProf : Ana Paula Gois
  • 2. ÉMILE DURKHEIM França (1858-1917) Émile Durkheim nasceu em Épinal,,França, em 1858, e morreu em Parisem novembro de 1917. É consideradoo fundador da escola francesa desociologia, tendo deixado como legadouma série de estudos que senotabilizam pelo esforço de combinarpesquisa empírica e teórica. Preocupou-se em desenvolvermetodologicamente a Sociologia.
  • 3. A Sociologia de Durkheim• A concepção da Sociologia de Durkheim se baseia em uma teoria do fato social. Seu objetivo é demonstrar que pode e deve existir uma sociologia objetiva e científica, conforme o modelo das outras ciências, tendo por objeto o fato social. Ele desejava que a sociologia tivesse um objeto específico que a distinguisse das outras ciências, que pudesse ser observado e explicado assim como o objeto das outras ciências.
  • 4. O objeto da sociologia durkheimiana são os fatossociais. Os fatos sociais têm três características O Fato socialfundamentais: – Coerção: exercem força sobre os indivíduos, levando-os a conformar-se às regras da sociedade em que vivem, são obrigados, independentemente de sua vontade e escolha. O grau de coerção de um fato social pode ser identificado pelas sanções sociais que ele provoca. As sanções podem ser legais e espontâneas) – São exteriores aos indivíduos (independem de sua consciência particular): existem e atuam sobre os indivíduos independentemente de sua vontade ou adesão consciente. – Generalidade: é social todo fato que é geral. Isto é, que se repete em todos os indivíduos ou, pelo menos, na maioria deles.
  • 5. Solidariedade Mecânica e Orgânica• MECÂNICA Solidariedade por semelhanças.Solidariedade característica das sociedades primitivas, em que existe pouca ou nenhuma divisão do trabalho (na maior parte das vezes encontra-se apenas uma divisão sexual).• ORGÂNICA Solidariedade baseada no consenso É a solidariedade característica das sociedades avançadas (Europa industrializada do século XIX). Tais sociedades são marcadas por uma intensa divisão do trabalho social, que produz uma intensa especialização das funções, capaz de levar o indivíduo a vincular-se à coletividade - criando coesão e integração social - porque depende das partes que a compõem .
  • 6. • Consciência Coletiva: “conjunto de crenças e dosFato Social e Consciência Coletiva sentimentos comuns à média dos membros de uma mesma sociedade que forma um sistema determinado com vida própria”. (A consciência coletiva é diferente da consciência particular dos indivíduos e não corresponde à soma destas. De uma certa forma, a consciência coletiva é a própria sociedade). São as crenças, os costumes, as idéias que todos que vivem em um mesmo grupo compartilham uns com os outros. A “consciência coletiva” é adquirida mediante os processos de socialização aos quais somos submetidos ao longo da nossa vida na sociedade. Como por exemplo: a educação. • Consciência Individual é aquilo que é próprio do indivíduo, que o faz diferente dos demais. São crenças, hábitos, pensamentos, vontades que não são compartilhados pela coletividade, mas que são especificamente individuais.
  • 7. Principais Obras: Da divisão do trabalhosocial; As regras do método sociológico; Osuicídio; Formas elementares da vidareligiosa, Educação e Sociologia.
  • 8. KARL MARX Alemanha (1818-1883)• Marx nasceu numa família de classemédia. Seus pais eram judeus que tiveramque se converter ao cristianismo emfunção das restrições impostas à presençade membros de etnia judaica no serviçopúblico.Principais obras: Manuscritos econômico-filosóficos (Ökonomisch-philosophischeManuskripte), 1844; A Guerra Civil na França;Crítica da Filosofia do Direito de Hegel; ASagrada Família (Die heilige Familie), 1845; AIdeologia Alemã (Die deutsche Ideologie), 1845-46; Miséria da Filosofia (Das Elend derPhilosophie), 1847;Manifesto do Partido Comunista (Manifest derKommunistischen Partei), 1848;Entre vários outros....
  • 9. Visão de Sociedade• Crítica radical ao capitalismo: antagonismo, contradiçãoe transitoriedade.• Explicação da realidade na totalidade – macrosociologia• Teoria ligada à prática/ciência ligada aos interesses declasse – Relação sujeito-objeto.• Conhecimento = instrumento político para atransformação.• Foco de pensamento: contradições do capitalismoa) luta de classes X harmoniab) divisão do trabalho gera exploração, antagonismo ealienaçãoc) Burguesia X proletariado- dominação econômica (meios de produção)- dominação política (Estado)- dominação cultural ( ideologia, valores)
  • 10. Luta de Classes e o Trabalho• De acordo com Marx, o motor da história é aeterna luta de classes, entre aqueles que detêm osmodos de produção e aqueles que possuem apenas aforça de trabalho para vender.• De acordo com Marx, com o Capitalismo há odesvirtuamento do trabalho humano com aconseqüente servilização do proletário.
  • 11. Revolução do ProletariadoA revolução proletária levaria a um regimeintermediário e de caráter provisório, a ser conhecidocomo “ditadura do proletariado”.Nesse momento, passando de despossuídos adetentores do poder, o proletariado trataria dearrancar pouco a pouco o capital das mãos dosburgueses, centralizando os instrumentos deprodução nas mãos do Estado para, enfim, chegar aocomunismo completo, em que os meios de produçãoserão repassadas a associações.
  • 12. O Materialismo histórico-dialético A realidade imaterial: que se refere ao nível político-ideológico, comumente chamado de Superestrutura. Éconstituído: ● pela estrutura jurídico-política representada pelo Estado epelo direito. ● pela estrutura ideológica referente às formas depensamento, sentimento e consciência social, tais como: ▪ Filosofia; ▪ Literatura; ▪ Estética; ▪ Ciência; ▪ Religião; ▪ Moral; ▪ Arte; ▪ Educação; ▪ Música.
  • 13. O Samba da Mais-valia• Síntese de muitas determinações • Tem desemprego, meu bem• A realidade social é feita de contradições • E tem a dengue, também.• Mas a árvore não pode esconder o arvoredo • Desigualdade e tortura federal• Vem o grande analista, revela o segredo • No Brasil todo foi um ti-ti-ti• da acumulação de capital • Todo mundo pensando• • Do Oiapoque ao Chuí• É mais-valia pra cá, É mais-valia pra lá. • Mas agora é a hora da transformação,• Capitalismo é selvagem, É global. • O carnaval traz nossa revolução.• É mais-valia pra cá, É mais-valia pra lá, •• Tempo roubado do trabalho social. • Síntese de muitas determinações• • A realidade social é feita de contradições• Mercadoria é alienação, • Mas a árvore não pode esconder o arvoredo• Trabalho, salário: a danação • Vem o grande analista, revela o segredo• A grana diz ‘trabalho sozinha’, • da acumulação de capital.• A fórmula é DMD’. • • O manifesto falou, o comunismo escutou:• • Tem que seguir o movimento popular.• Síntese de muitas determinações • O grande mestre mostrou,• A realidade brasileira é feita de contradições • A grande escola ensinou:• Mas o grande analista indicou o caminho • Dizer o samba no pé, se revoltar• Ninguém pode vencer essa luta sozinho. •• É luta de classes e coração. • Lá no rio vermelho, Na Filosofia • Descobrir o pandeiro, a cuíca, a magia.• Tem a novela, meu bem • Mas agora é a hora da transformação:• E tem a Xuxa, também. • O carnaval traz nossa revolução• Proselitismo tem no Jornal Nacional.