• Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
No Downloads

Views

Total Views
6,295
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
5

Actions

Shares
Downloads
102
Comments
0
Likes
3

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. MANUAL DO DESEMPREGADO• Como fazer um curriculum vitae vencedor• Como se dar bem na entrevista• Como se dar bem nos testes psicotécnicos• Como se dar bem nas dinâmicas de grupo• Como fazer seus amigos e conhecidos te ajudarem a conseguir um emprego• Centenas de endereços completos de agên- cias de emprego e headhunters• Trabalho em casa: Como ganhar dinheiro com seu computador E muito mais... MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 2. ATENÇÃO – ATENÇÃO - ATENÇÃOEste manual não é de minha autoria. Elefoi elaborado por mim a partir da compi-lação de diversas fontes PÚBLICAS E GRA-TUITAS encontradas na Internet como Ca-tho, Adecco, Manager, Labor, etc.Ao contrário do que muitas pessoas podempensar, não sou profissional de RH, nãosou colecionador de emails e definitiva-mente não sou spammer. Sou fisioterapeu-ta e não ganho um tostão furado paradistribuir este manual. Pelo contrário.Até tenho despesa. Faço isso por puragentileza e consideração para ajudarquem ainda está desempregado, pois seique não ter emprego é uma m...!SE VOCÊ PAGOU PARA RECEBER ESTE MANUAL, VOCÊ FOI ENGANADO! Veja mais arquivos interessantes como esse no meu site: http://www.luizhenrique.com MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 3. PERDI O MEU EMPREGO, POR ONDE COMEÇAR?Ao longo de suas carreiras, grande parte dos executivos passam pela situaçãode serem demitidos pelo menos uma vez.Uma das primeiras perguntas que passa pela cabeça de um profissional recémdemitido é: Por onde devo começar?Para o profissional demitido, encontrar uma nova oportunidade é vital parasua carreira e vida pessoal. Pois bem, a princípio procurar um emprego seráum novo trabalho, lembre-se que está fazendo um investimento e se houver de-dicação os resultados tendem a ser positivos.Inicialmente pense qual caminho pretende seguir. Quais são seus objetivos ecomo alcançá-los?Mencionamos a seguir alguns dos principais passos:Que tal uma vida mais saudável? Você vai precisar de uma boa aparência paraconseguir um emprego. Faça exercícios físicos, pare de fumar, evite bebidasalcóolicas e adote uma dieta balanceada.Em paralelo faça uma análise do mercado: quais são as tendências e exigênciasatuais a fim de verificar se teria algum ponto a ser melhorado em seu perfilprofissional.Organize sua agenda, é momento de utilizar seu networking, faça contato comparceiros de trabalho, amigos e conhecidos, a fim de encontrar oportunidades,indicações e recomendações para outras empresas.Prepare seu currículo visando vender o seu produto, que é o seu trabalho.Esta fase requer muita dedicação, escreva e leia quantas vezes forem necessá-rias, até sentir que conseguiu comunicar sua experiência com clareza e obje-tividade.Prepare também sua carta de apresentação, pois este material é importantíssi-mo para enviar as empresas e descobrir quais delas necessitam de seu traba-lho, podendo adotar uma estratégia de folow-up para tentar motivar uma entre-vista.A internet é o canal de empregos mais utilizado do momento, através do mesmoé possível divulgar seu produto e procurar oportunidades de maneira mais rá-pida, prática e assertiva.Com certeza esta é uma experiência que exige muito esforço, dedicação e tole-rância, mas ao longo do percurso, quando começarem a surgir os primeiros re-sultados, você irá descobrir que aprendeu mais sobre você mesmo, sobre o seutrabalho, sobre o mercado de trabalho e tornou-se um profissional mais prepa-rado para assumir novos desafios. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 4. COMO ELABORAR UM CURRÍCULO CORRETAMENTEO currículo é o registro da sua história profissional, leitor. É a sua propa-ganda, e como tal não pode ser apenas um pedaço de papel frio.É um documento que deve ser elaborado para destacar suas habilidades e reali-zações, de tal forma que soe como um tambor ou um clarim, anunciando quemvocê é, de maneira elegante e agradável.O currículo deve se constituir numa mensagem breve. Não é à toa que quase emmuitos países se utiliza a palavra francesa résumé (que significa resumo)para designar currículo.Normalmente o currículo chega ao seu potencial empregador antes de você, por-tanto, quanto melhor a impressão que causar a seu respeito, mais oportunida-des poderá propiciar.Cuide bem do seu currículo que ele ajudará você a alcançar entrevistas, aprimeira metade do caminho para conseguir um novo emprego.O currículo bem elaborado atrai, o currículo mal elaborado afasta.Antigamente, destacar-se pelo currículo era usar papel rosa, arrumar o textoem blocos agrupados e densos, com informações que começavam com o seu cursode primeiro grau, incluíam seus hobbies prediletos, estado da saúde e situa-ção matrimonial. Esqueça este tipo de currículo!Hoje, mudou o mercado de trabalho, e mudaram os currículos. Seja você candi-dato a uma vaga de presidente, vendedor ou escriturário, o que o seu currícu-lo deve fazer é evidenciar suas habilidades, conquistas e experiência, e énisso que você vai se distingüir de uma multidão de outros candidatos. Este éo currículo moderno e eficaz!Um bom currículo...1. apresenta um resumo breve, objetivo e conciso, mas ao mesmo tempo claro, abrangente e verdadeiro sobre a sua experiência passada.2. deve ser cuidadosamente atualizado, muito bem e corretamente escrito, e adequadamente formatado.3. faz você se destacar em uma pilha de outros currículos4. chama a atenção de quem o lê e faz aumentar as suas chances de conseguir a entrevista de emprego. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 5. VOCÊ DARIA UM EMPREGO A VOCÊ?A elaboração de um bom currículo é fundamental para abrir as portas da empre-sa durante um processo seletivo. É importante ressaltar suas habilidades, massem esquecer a sua realidade. Exagerar nas qualificações com o objetivo deimpressionar o selecionador, não é uma boa solução. O ideal é adequar o cur-rículo aos seus objetivos pessoais e às necessidades das empresas.Um currículo bem elaborado, com as informações certas no lugar adequado, cha-ma a atenção do recrutador e se destaca rapidamente em meio a tantos outros.Veja algumas informações que fazem seu currículo se destacar:• nome de grandes organizações contribui para valorizar o seu currículo. Em- presas multinacionais ou líderes de mercado são sempre boas referências. Não importa a sua função, se foi funcionário, estagiário, fornecedor ou realizou serviços temporários. Citar as grandes empresas com que colaborou ajuda a destacá-lo dos demais.• Executivos devem mencionar todas as ações positivas que tenham conseguido, como resultados, melhorias no setor, lucros ou redução de custos.• Ter coordenado atividades ou setores, ter participado da implantação de projetos, sistemas e programas, também são diferenciais que devem ser ci- tados.• Cite prioritariamente os empregos em que permaneceu por mais tempo. A es- tabilidade pode demonstrar equilíbrio e segurança.• Promoções e cargos de responsabilidade também devem ser ressaltados. Uma trajetória profissional ascendente é um bom indicativo de dedicação e efi- ciência.• Cursos de aperfeiçoamento e no exterior ajudam na sua qualificação profis- sional, por isso não podem ser esquecidos.Fique atento a dois pontos delicados do seu currículo:Não utilize recursos gráficos e criativos. O excesso de criatividade podedesviar o leitor do seu objetivo. Lembre-se que a apresentação do currículonão deve chamar mais atenção do que as informações nele contidas.O profissional com muitas realizações deve encontrar uma forma resumida demencioná-las. Um currículo muito longo se torna monótono e desinteressante.Coloque apenas as informações relevantes, deixando outros detalhes para seremconversados durante a entrevista.Lembre-se! O papel do currículo é abrir portas e não fechá-las. Antes de en-viar o seu currículo à uma empresa, faça uma leitura atenta e pergunte-se:Você daria um emprego a você? MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 6. FUNÇÕES DO CURRÍCULOPara quem está empregado, o currículo é importante porque pode ser solicitadopara apoiar um processo de promoção, para um convite para um novo emprego,para mostrar a clientes e fornecedores. Não se deve nunca descuidar dele, sese quiser causar uma impressão positiva.Para quem está procurando emprego, o currículo tem duas funções básicas:1. é uma ferramenta para gerar entrevistas de emprego2. serve de guia para os seus entrevistadoresPortanto, facilite a vida do seu entrevistador. Procure responder, no currí-culo, as perguntas para as quais os entrevistadores querem resposta. E o quê,afinal, os entrevistadores querem saber de um candidato a emprego?O que você quer?Para responder a esta pergunta, o seu currículo deve comunicar claramente, eespecificamente, quais os seus objetivos. Coloque um sumário sucinto e clarode suas expectativas.Ex: cargo executivo na área industrial (estilo mais aberto) ou dire-tor/gerente da área industrial (estilo mais específico).Por que você quer?Mostre por que razão você considera merecer o cargo que está pretendendo. Seucurrículo deve enfocar o objetivo. Aqueles itens da sua carreira que não aju-dam a justificar o foco central do seu currículo devem ser menos enfatizados,ou não incluídos. Por exemplo, se o seu objetivo é ser diretor industrial evocê trabalhou durante um ano para um empregador em vendas de produtos deconsumo, esta experiência deve ter menção mínima ou não constar do sumário.Em que você contribuiu?Destaque as atividades que você desempenhou em cada emprego e que resultaramem retorno para a empresa, seja institucional, financeiro ou de relacionamen-to de mercado. O seu potencial empregador quer saber, logo à primeira vista,se você é um empregado que traz resultados para a empresa ou se apenas cumpreo seu papel.Você se organiza e planeja para alcançar objetivos?Um currículo bem organizado, com seqüência lógica, mostra a sua habilidade deorganizar atividades e tarefas, e o fato de saber o que quer mostra ambição evontade de atingir esses objetivos.Você se comunica?Usar frases curtas é uma maneira eficiente de demonstrar objetividade e con-cisão. Utilize o mínimo de palavras. Evite advérbios subjetivos como extrema-mente, fortemente e outros. Inicie frases com verbos de ação, como construí,reduzi, aumentei, implantei, administrei, supervisionei, melhorei, expandi,organizei, treinei, encontrei, descobri, planejei etc. Mas ao mesmo tempo emque os verbos podem vir na primeira pessoa, evite utilizar o pronome pessoaleu; ele passa impressão ofensiva de falta de modéstia quando usado em dema-sia. Ao redigir, tente criar uma impressão moderna, positiva, agressiva e di- MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 7. recionada a realizações. Os entrevistadores analisam pilhas de currículos eprecisam entender rapidamente, na primeira leitura, exatamente o que vocêpretende, por que e com que objetivos. Faça um esforço de preparação paraeconomizar o esforço de leitura deles. Isto pode resultar em ponto positivopara você.Você é positivo?Um currículo deve falar bem de você, claro que com base na verdade. Por isso,enfatize os pontos positivos. Ninguém quer ler informações tristes, de pesso-as que choramingam. Mostre aspectos marcantes primeiramente e deixe os aspec-tos menos relevantes para o final. Atinja o entrevistador com um impacto po-sitivo logo no início da leitura. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 8. SEQÜÊNCIA DE APRESENTAÇÃOBasicamente, o que um empregador quer saber de você quando olha o currículosão apenas três coisas:1) onde você já esteve2) o que você já fez por outra empresa3) o que pode fazer pela empresa deleApenas como exemplo, o currículo de um candidato a um posto de gerente, paraatender a esta necessidade, pode ser montado da seguinte maneira:- Objetivo conciso- Breve sumário de qualificações- Formação acadêmica- Resultados obtidos em decorrência das habilidades técnicas- Experiência profissional mais relevante (com datas e lugares)- Pontos fortes- Conhecimento de informática MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 9. PRIMEIRA PÁGINAPreferivelmente, este mesmo profissional que estamos usando como exemplo deveprocurar manter o currículo em, no máximo, duas páginas. Um currículo de trêspáginas é hoje considerado extenso e considerado somente adequado a profissi-onais de mais de 40 anos de idade e com vasta vida profissional.Logo no início da primeira página, coloque o seu nome, seu endereço e númerosde telefone. Não há outro lugar melhor para colocar essas informações – comoos currículos são lidos rapidamente, você pode perder uma oportunidade se oleitor pensar que você esqueceu de colocar essas informações.Em seguida, coloque o seu objetivo, que não deve ultrapassar uma linha. Ex:Gerente de Marketing/ProdutoMencione depois, sumariamente, um resumo de suas qualificações. Ex: Economis-ta com MBA em Marketing e dez anos de experiência em planejamento de mídia eestudo de mercado.Ao colocar datas de títulos no currículo, certifique-se de incluir as datasde início e final de cada curso do lado esquerdo da página.Ao colocar a relação de seus empregos anteriores, certifique-se de incluir asdatas de entrada e saída de cada emprego do lado direito da página, depois donome de cada empresa.Não separe os cargos com textos, pois eles perdem o impacto do número e daseqüência. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 10. SEGUNDA PÁGINAFaça uma relação de resultados obtidos em cada empresa, sempre de maneira su-cinta. Evite analisar – apenas informe.Se foi promovido muitas vezes, enfatize isto no currículo. Brevemente.As promoções que obteve são as melhores referências, pois denotam que vocêfoi um colaborador excelente. Transmitem que o seu chefe o julga um bom pro-fissional e que executou bem suas funções, por isso foi promovido.Para registro de um emprego em que você obteve promoções, certifique-se deincluir a data de entrada e a data de saída ao lado esquerdo da página e asdatas para cada título ao lado direito da página. Se você não seguir estanorma e colocar todas as datas do lado esquerdo, uma rápida leitura poderádeixar a impressão de que você troca de emprego com freqüência.Se você for jovem, que ainda não acumulou muitos empregos, tente montar o seucurrículo com uma só página. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 11. PECADOS EM UM CURRÍCULO• Não colocar o seu objetivo no início do currículo. Nunca cometa este erro! A pior coisa é o recrutador ter que adivinhar o que você quer. Como ele não tem muito tempo, seu currículo irá direto para o arquivo circular: o lixo! (que pode ser virtual!). O profissional deve deixar claro qual o cargo que pretende ocupar ou pelo menos deve informar a área em que quer trabalhar. Obviamente que fazendo isso você restringirá o uso de seu cur- rículo pelos recrutadores. Por isso, aconselho que você produza o currícu- lo de acordo com a vaga que está em aberto. Faça todas as adaptações ne- cessárias para cada envio do currículo.• Um resumo de qualificações muito extenso. Lembre-se: é um resumo! Seja su- cinto! O resumo de qualificações eficaz é aquele que contém três ou quatro itens e que destaca realmente os pontos fortes do candidato. Escreva ape- nas uma linha para cada item.• O uso do currículo funcional em todas as situações. Um currículo que des- taca apenas as suas funções deve ser utilizado somente quando existe ins- tabilidade no emprego, quando o último emprego não coincide com o seu atual objetivo ou quando você pretende mudar de área e quer mostrar o seu domínio sobre as funções que a nova oportunidade exige. Há uma grande ten- dência em usar o currículo funcional para quase todas as situações, o que é errado.• Currículo funcional incompleto. Tenho visto muitos currículos funcionais que têm um relato da experiência em uma página ou mais, sem dar destaque para nenhuma função. Nunca faça isso! O currículo funcional deve ter em destaque cada função que você quer enfatizar e uma explicação de seu ta- lento em cada uma delas.• Muitos candidatos colocam os nomes das empresas sem descrição de suas ati- vidades. O recrutador tem que adivinhar o que a organização faz, qual o porte da mesma etc. Jamais esqueça de colocar, para cada empregador, uma descrição da empresa, o número de funcionários, o faturamento, entre ou- tras informações. É interessante também informar no currículo o local das empresas em que você trabalhou.• As datas de entrada e saída de cada emprego e de cada cargo colocadas do mesmo lado do currículo. Com a leitura rápida seu currículo pode dar a im- pressão que você mudou de emprego muitas vezes, o que não é verdade. As datas de entrada e saída de cada emprego devem estar sempre do lado es- querdo e as datas de entrada e saída de cada cargo devem vir à direita.• Currículo sem parágrafos. Crie um documento agradável de ler, com frases curtas e com parágrafos.• Currículo sem resultados. Recrutadores adoram profissionais que tenham re- sultados quantificados. Números dão credibilidade. A maioria dos candida- tos coloca uma lista de tarefas ou habilidades, mas nunca coloca o resul- MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 12. tado disso, o que dá impressão de que ele não traz retorno nenhum para a empresa. Não ter números em seu currículo é um grande pecado.• Erros de português ou uma diagramação malfeita. Esse pecado não tem per- dão. Nada poderia ser pior, pois denigre a sua imagem. Caso seu português não seja impecável, peça para alguém ajudá-lo na revisão ou então reze para alguém que não fale português corretamente, ler o seu currículo!• Mentiras! Nunca minta! A omissão pode até ser socialmente aceitável, mas a mentira não. Em entrevistas, alguns candidatos dizem que têm mestrado e quando eu pergunto o título da tese eles dizem que terminaram todas as ma- térias, porém não fizeram a tese. Em outras palavras, não têm o mestrado. Outro exemplo de mentira que não deu certo: nunca vou me esquecer de uma vez que entrevistei uma pessoa que disse ter MBA no Canadá, e quando eu perguntei a data, esta coincidiu com o período em que ela estava traba- lhando no Brasil. Ele confessou! Não tinha MBA. Qualquer mentira percebida pelo recrutador elimina na mesma hora o candidato do processo de seleção.Espero que você não cometa estes 10 pecados. Seu currículo deve ser uma obrade arte. Deve comunicar claramente, em 20 segundos ou menos, o que você quere por quê merece seu objetivo. O seu currículo não deve ter mais do que duaspáginas. Uma pessoa de 40 anos ou mais pode ter no máximo três páginas. Uti-lize frases curtas e sempre fale na primeira pessoa. Nunca se esqueça: seucurrículo faz parte de sua estratégia de marketing pessoal. Mãos à obra! MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 13. O QUE NÃO COLOCAR EM SEU CURRÍCULOCoresO currículo deve ser agradável à leitura, portanto, deve ser discreto. No má-ximo, utilize um papel de tom pastel em vez do branco, mas nada além disso. Ecomo destacar informações? Use recursos como o negrito e o itálico do seuprocessador de texto e evite variar tipos de fonte para não transformar ocurrículo numa salada gráfica, que incomoda a quem o lê.Listas extensas de qualquer naturezaSe a sua relação de empregos é muito grande, selecione apenas os últimos cin-co empregos da sua carreira. E mencione no sumário de qualificações que temmais experiência do que está mostrado a seguir. Em alguns casos é importantecolocar todas as informações, como nos currículos de cientistas ou médicos,para cujos empregadores os artigos publicados são importantes, assim como odetalhamento dos congressos de que o profissional participou. Mas, de maneirageral, essas informações só entediam a quem vai ler o currículo.RG, Cic e outros números de documentosNão perca tempo inserindo número do Cic ou do Título de eleitor, ou mesmo daCarteira profissional. Se alguém tiver interesse nestes documentos, será oDepartamento Pessoal no momento em que for efetivar a sua contratação. Nuncaantes.Razões de ter deixado o emprego anteriorEsta informação é importante para o seu empregador, mas deve ser discutida nomomento certo. E o momento certo é a entrevista pessoal. Portanto, não incluaesta informação no currículo.ReferênciasA lista de referências deve ser impressa à parte, e você deve tê-la à mãopara apresentá-la ao entrevistador no momento em que for solicitado a isto.Raça, religião e filiação partidáriaNinguém tem interesse em conhecer estas suas convicções, seja para benefícioou para prejuízo da sua carreira. Ao contrário, colocando essas informaçõespode parecer que você é quem tem preconceito com relação a esses itens.Salário anterior e pretensão salarialAlguns especialistas recomendam colocar salário e pretensão no currículo, masa postura do Grupo Catho é de não recomendar esta prática. Salário, conformea nossa experiência, é um tema para ser discutido pessoalmente durante a en-trevista, e não para estar no currículo. Quando o anúncio pede, pode-se es-crever alguma coisa geral como Aceito discutir propostas ou Estou aberto paradiscutir a questão salarial. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 14. FORMATO E APARÊNCIA DO CURRÍCULOAntes de escrever o modelo final, revise-o com duas ou três pessoas para che-car as informações e verificar a correção ortográfica. Erros de português,gramaticais, ortográficos ou de concordância, comprometem seriamente o currí-culo de qualquer pessoa. Não tenha vergonha de pedir ajuda.Graficamente, o seu currículo precisa ser atraente. Lembre-se de que ele é apropaganda do produto mais importante do mundo: você!Deixe margens largas e muitos espaços em branco. Não faça a composição gráfi-ca com letras muito pequenas porque há pessoas que enxergam mal – respeite-as.Procure não variar a fonte das letras. Use esta fonte para o layout: CourierNew – tamanho 12. Todos os processadores de texto tem essa fonte.A impressão deve ser feita em laser porque o resultado gráfico é bonito emuito limpo. Para a reprodução de quantidades maiores, sugerimos o processode offset em um papel de boa qualidade, branco ou em tom pastel claro.Inclua fotografia, se considerar que a sua aparência pessoal é boa e podeajudar a causar boa impressão. Deve ser uma ótima fotografia, nítida, em quevocê esteja levemente sorridente e inspire confiança. A fotografia diferenci-ará imediatamente o seu currículo dos outros e o tornará mais pessoal. Podecolar uma fotografia em cada currículo ou escanear sua foto e inserir no cor-po do texto da primeira página (mas só faça isso de você for utilizar uma boaimpressora). MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 15. UM MODELO ADEQUADO DE CURRÍCULO PARA CADA SITUAÇÃOHá dois modelos básicos de currículo. Situações funcionais específicas podemexigir que se envie um determinado tipo de currículo. Você terá que identifi-car qual o tipo mais adequado para o empregador que tem a vaga para a qualvocê está se candidatando.1) Currículo cronológicoGeralmente, este currículo apresenta a lista dos empregadores em ordem crono-lógica inversa, ou seja, o mais recente é colocado em primeiro lugar na rela-ção. É o currículo mais utilizado e também o mais apreciado pelos executivoscontratantes, porque facilita a avaliação do leitor com relação ao crescimen-to da carreira e continuidade no emprego do candidato.É também um modelo que permite ao candidato um formato adequado para relataros resultados que alcançou nos empregos que teve.Não deve usar este modelo quem...... mudou de emprego com freqüência... mudou de carreira várias vezesA razão é de impacto visual – numa relação em que os registros de empregosficam próximos uns dos outros, destacam-se as datas e as atividades, ficandobastante facilitado, para o leitor, o confronto desses quesitos.Veja na próxima página um modelo fictício desse currículo: MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 16. JOÃO PAULO SCHMIDTAlameda Jaú, 500/apt. 7101320-400 - São Paulo - SPTelefones: (011) 289-3357 (residência) - (011) 251-2799 (recados)Brasileiro - Solteiro - 28 anosOBJETIVO: Gerente de Marketing/ProdutoFormação Acadêmica:1991/1994 - Mestrado em Administração de empresas - Fundação Getúlio Vargas1986/1990 - Graduação em Administração de empresas - Universidade de São Pau-loIdiomas:Inglês e alemão fluentes - falado e escritoExperiência Profissional:12/1991 - atualGrupo Catho - São Paulo, SPEmpresa de serviços de consultoria, com 300 funcionários, pioneira na Divisãode Outplacement no Brasil.Atuei nos seguintes cargos:- gerente de departamento de Conferências (1995/atual)- gerente de Telemarketing (1994/95)- coordenador da Lettershop (divisão de propaganda e promoção por mala dire-ta) - (1993)- assistente de Produto no departamento de Cursos (1991/1992)Principais realizações:- aumento no número de conferências de 16 para 72 ao ano- implantação da operação de telemarketing que gera, no momento, 25% do totaldas vendas dos seminários- o volume de vendas da Lettershop dobrou, em termos reais- implantação de sistema computadorizado de planejamento e controle da produ-ção para toda a atividade promocional, telemarketing e para os processos derecrutamento e seleção- desenvolvimento e implantação de sistema de controle de todas as variáveisde vendas e de produção da empresa informatizada- possuo experiência em telemarketing, propaganda por mala direta e desenvol-vimento de estratégias de marketing- usuário de Windows e Excell- disponibilidade para mudança de cidade ou estado MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 17. 2) Currículo funcionalEste modelo dá preferência de enfoque às funções desempenhadas, e não aos em-pregadores.Permite que o profissional não fique constrangido por ter trabalhado em umdeterminado lugar ou pela seqüência de seus empregadores. Também possibilitadar menos ênfase à experiência que não está relacionada com o cargo pretendi-do.Neste modelo de currículo, o candidato seleciona somente as experiências re-levantes vinculadas à colocação que pretende. Mas não omitirá nada porque umcurrículo tem que ser verdadeiro – a relação cronológica dos empregadores éapresentada no final.A estratégia é chamar a atenção do entrevistador, de imediato, para as habi-lidades e talentos mais importantes do seu currículo para aquela determinadavaga.O currículo funcional tem a desvantagem de ser muito inflexível. Você só podeusá-lo para um determinado cargo que pretende, e a definição do seu produto érestrita, o que pode ser bom, mas também pode ser ruim.Vamos ver, a seguir, um modelo fictício de currículo funcional. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 18. MARCO AURÉLIO FARIARua Jacarandá, 20701573-030 - São Paulo - SPTelefones: (011) 522-6975 (residência)Brasileiro - Casado - 39 anosOBJETIVO: Diretor administrativo/financeiroResumo De Qualificações:· 16 anos de experiência na área financeira· experiência em empresas multinacionais como DuPont, Bendix e Alcan· cargos ocupados: diretor administrativo-financeiro, controller, tesoureiro,gerente contábil e analista financeiroIdioma:Inglês fluente - falado e escritoFormação Acadêmica:1989/1990 - MBA - Michigan State University, Estados Unidos1976/1980 - Administração de empresas - Universidade MackenzieHistórico Profissional:1994/1996 - Du Pont do Brasil - Barueri, SPController1991/1994 - Bendix do Brasil - Campinas, SPDiretor administrativo-financeiro1988/1991 - Consultor autônomo1980/1988 - Alcan do Brasil - São Paulo, SPTesoureiro (1986/1988)Gerente de Contabilidade (1982/1986)Analista financeiro (1980/1982)Experiência Profissional:Desde 1980, trabalho com empresas multinacionais nas áreas administrativa efinanceira. Minha experiência foi adquirida nas empresas DuPont, Bendix e Al-can.Segue anexo um detalhamento das atividades e resultados obtidos:TesourariaNa Alcan, trabalhei intensivamente na redução de capital de giro empregado.Reduzi em 40% as contas a receber por meio de um novo programa de cobrança. Aempresa passou a utilizar float dos bancos, que reduziu o capital empregadoem um milhão e meio de dólares.ControladoriaNa DuPont, exerci o cargo de controller e fui responsável por todos os rela-tórios enviados à matriz da empresa nos Estados Unidos. Domino o uso de Fasb8 e 52. Reduzi o tempo para a preparação dos relatórios de cinco para dois MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 19. dias após o final do mês. Supervisionei a preparação dos orçamentos por de-partamento e apresentei relatórios mensais com análise de desvios.ContabilidadeNa Bendix, implantei o departamento de Contabilidade por computador. O siste-ma implantado é integrado e produz relatórios de contas a receber, a pagar,contabilidade fiscal, contabilidade por centro de custos, controle de esto-ques e folha de pagamento. O número de pessoas foi reduzido em 50%.CustosEm todas as minhas funções, fui responsável pelo departamento de custos. En-tendo profundamente de sistema de custos padrão e ABC. Implantei o departa-mento de Custos na Bendix.Processamento de dadosNa Bendix, fui responsável por este departamento. Supervisionei a aquisiçãode um computador IBM por meio de um processo na Sei. Na DuPont, implanteitodo o sistema de orçamento em computador Hewlett Packard.Recursos HumanosNa Bendix, a divisão de Recursos Humanos se reportava diretamente a mim. Tiveintenso envolvimento na profissionalização da divisão. Implantei os departa-mentos de Recrutamento e Seleção e Treinamento e Desenvolvimento. Também fuiresponsável pela administração do refeitório e da segurança. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 20. COMO DEVE SER O CURRÍCULO DE ESTAGIÁRIO E RECÉM-FORMADOS?Mesmo estando em início de carreira, o estudante e o profissional recém-formado devem ter os mesmos cuidados de um profissional ao elaborar o seucurrículo. Apesar de muitas vezes não ter atuado na área de interesse, eledeve enfatizar o seu potencial, mencionando os conhecimentos que adquiriu du-rante a fase de faculdade.Utilize palavras que se identifiquem às habilidades que você aprendeu ou uti-lizou na universidade ou no trabalho, e destaque cada conquista obtida até omomento. Por exemplo, se o seu trabalho de conclusão do curso estiver relaci-onado com a área de seu interesse, mencione esta informação no currículo.Inicie o documento com seus Dados Pessoais e Dados de Contato (endereço, te-lefone e e-mail). Em seguida, mencione o seu objetivo profissional, deixandoclara a área de atuação de seu interesse, mas não corra o risco de utilizaruma declaração inadequada como esta "Procuro uma posição desafiadora, quepermita que eu atualize os meus talentos, com bom potencial para crescimentoprofissional e salário compatível com as minhas habilidades".Os próximos ítens são Formação Acadêmica e Idiomas. Algumas informações comoescola de primeira linha e idiomas fluentes são utilizados como critério deseleção, portanto, são características que merecem destaque no currículo.O passo seguinte é informar sobre a sua Experiência Profissional. Caso nuncatenha trabalhado, valorize o currículo incluindo atividades não-remuneradas,estágios, projetos especiais, pesquisas e trabalhos voluntários, de forma quedesperte o interesse do empregador de alguma forma.Itens como prêmios, honrarias, citações, bolsas escolares e nomeações perten-cem ao item Atividades Extra-curriculares ou Destaques. Use a ordem cronoló-gica invertida, da mais recente à mais antiga informação.Os Cursos Complementares voltados à área de seu interesse devem ser menciona-dos no final do currículo.A falta de experiência profissional é o maior obstáculo enfrentado por estu-dantes e profissionais recém-formados, especialmente aqueles que não estavamempregados antes de deixar a universidade, pois alguns empregadores são relu-tantes em contratar novatos, temendo que eles careçam de experiência para setornarem imediatamente produtivos. Por este motivo, o currículo deve enfati-zar a sua dedicação, os seus objetivos, seu comprometimento e suas expectati-vas, sempre realistas.Uma outra alternativa bastante utilizada por estagiários e recém-formados é acarta de apresentação. Ela visa à divulgação do perfil profissional de formaresumida por meio de uma estrutura cursiva, sem preocupação com tópicos, oque ajuda em casos de profissionais com pouca experiência. Devem ser mencio-nados somente os pontos positivos de forma a demonstrar o seu poder de con-tribuição à empresa. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 21. PESQUISA SOBRE CURRÍCULOO Grupo Catho realizou uma pesquisa com diversos profissionais da área de Re-cursos Humanos sobre as tendências para o currículo. Listamos as principaisperguntas, respostas e conclusões. Confira:Quais são as características que tornam um currículo eficiente?• Clareza, objetividade e organização ao descrever as informações;• Apresentação do histórico de desenvolvimento de carreira;• Apresentação dos principais projetos em que esteve envolvido com os refe- ridos resultados (números que destacam o retorno para a empresa, alinha- mento com a estratégia organizacional, tempo de execução e o resultado);• Apresentação de informações completas a respeito da formação acadêmica (curso, faculdade, ano de conclusão);• Apresentação de dados de contato completos em local visível (endereço, te- lefone, e-mail);• Conteúdo de acordo com a área pretendida e informações pertinentes ao per- fil profissional (empresas, cargos, tempo de permanência, principais atri- buições - fluência em idiomas, conhecimentos em informárica);• Omissão de informações adicionais, que devem ser discutidas no contato pessoal (entrevista);• Definição clara do objetivo profissional (mencionar somente a área relaci- onada a vaga pretendida).A resposta mais freqüente se refere a clareza e objetividade das informações,isto significa que os profissionais de RH já não têm tempo para ler currícu-los longos ou decifrar informações confusas. Muita atenção neste aspecto doseu currículo.Quais são os erros mais graves freqüentemente encontrados em currículos?• Falta de objetividade ou clareza;• Erros gramaticais, de ortografia ou digitação;• Falta de informações importantes (nome, endereço, telefone, e-mail, empre- sas, cargos etc);• Falta do sobrenome do profissional no currículo;• Frases feitas, como "Venho a esta digníssima empresa para respeitosamente entregar meu currículo na expectativa de ser chamado...";• Layout muito criativo (colorido, diferentes tipos de letras, figuras etc);• Utilização de linguagem inadequada, como gírias;• Letras pequenas ou impróprias para currículo;• Telefones que não existem, sem ter outra forma de contato, como e-mail;• Currículos com texto corrido, sem padronização (tópicos);• Falta de informações sobre a experiência anterior, nível do idioma solici- tado;• Currículos sem objetivo, com informações prolixas que os tornam longos de- mais; MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 22. • Exageros na explicação de suas qualificações, deixando os selecionadores confusos, sem conseguir compreender efetivamente suas realizações;• Informações desnecessárias para o primeiro contato (pretensão salarial, referências profissionais, hobbies, etc);• Currículos que mencionam somente as qualificações, ou somente empresas e cargos, sem relacionar estas informações entre si.Por mais que estes erros sejam conhecidos, continuam ocorrendo. Lembre-sedesta lista no momento de elaborar o seu currículo.O que pode ser feito para facilitar a leitura de um currículo?• Estruturar as informações de acordo com as competências, histórico profis- sional e perfil da vaga;• Apresentar um objetivo bem definido e espaçamentos adequados;• Apresentars as principais informações em tópicos (identificação do candi- dato, formação, experiência profissional, idioma, etc);• Formatar o documento, de preferência em 2 folhas, pois não há tempo para a leitura de currículos com muitas folhas;• Evitar repetir informações, isso mostra que o profissional não tem capaci- dade de síntese;• Uniformizar o texto com a mesma letra e cor, com tópicos em negrito, etc;• Destacar as informações mais importantes relacionadas ao objetivo;• Direcionar o conteúdo para cada vaga, pois embora o profissional possa ter atuado em várias áreas, ele não irá trabalhar em todas elas ao mesmo tem- po;• Elaborar frases e parágrafos curtos, não colocar fotos;• Enfocar as experiências e pontos fortes da carreira do profissional;• Tomar cuidado com a linguagem, é importante não ser prolixo ou muito deta- lhista ao relatar seus projetos técnicos;Essas são as principais dicas que os selecionadores fornecem para que a lei-tura do seu currículo seja agradável e de fácil compreensão. Elas o tornammais atrativo e aumentam suas chances de ser convidado para uma entrevista.Quais são as sugestões para que o currículo cumpra o seu papel de facilitadorno processo de recrutamento e seleção?• Eliminar as informações básicas que não dizem respeito a carreira profis- sional, como números de documentos, filhos, pretensão salarial, etc;• Expor os dados com objetividade, evitando históricos longos;• Enviar o currículo somente se o perfil da vaga corresponder ao seu perfil, pois perde-se muito tempo descartando currículos que em nada tem a ver com o perfil procurado;• Elaborar uma apresentação limpa e agradável, sem enfeites ou informações em exagero.Esta pesquisa foi desenvolvida especialmente para informá-lo sobre as expec-tativas do mercado de trabalho em relação ao currículo profissional. Faça do MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 23. seu currículo um diferencial e destaque-se da grande maioria, que comete sem-pre os mesmos erros. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 24. DIVULGANDO O SEU CURRÍCULOTodos sabemos que a busca por um novo emprego é uma tarefa árdua e constante,que só acaba quando encontramos no mercado uma vaga que venha de encontro como nosso perfil e as nossas aspirações profissionais. Mas a empreitada deveser feita de forma muito criteriosa, para você não comprometer o seu nome e asua recolocação. Neste caso, o velho ditado "Não coloque o carro na frentedos bois" é muito válido.Por exemplo, ao visualizar o anúncio de uma vaga de emprego, seja na inter-net, em classificados de jornal ou em qualquer outro meio de comunicação,você logo quer saber se a empresa tem vagas na sua área e cargo, certo? Nãohavendo essa possibilidade, o que você faz? Se a sua resposta for "Mando meucurrículo mesmo assim", muito cuidado. Segundo diversos profissionais de RH,mandar seu currículo para uma vaga que não condiz com o seu perfil profissio-nal pode prejudicar mais do que ajudar. "É horrível quando isso acontece. Porexemplo, quando a organização tem uma vaga em aberto para gerente e um esta-giário me manda um currículo como se fosse para o cargo de gerência. A im-pressão que passa é de mentira, que aquele candidato está tentando passar umainformação que não é a verdade", esclarece Vivian Martins, analista de RH daYamaha.Isso é muito freqüente com as empresas de grande porte, que já têm um nomereconhecido no mercado e são possíveis "alvos" de muitos profissionais. "Aca-ba sendo uma grande perda de tempo para ambos os lados, tanto para a compa-nhia, que vai ter que ler o currículo e ver que não é o que ela precisa, etambém para o candidato, já que nessas ocasiões quase todos os currículosacabam sendo descartados", afirma Julia Machado, profissional de RH.Com isso, as empresas têm uma preocupação extra, sendo que muitas delas aca-bam preferindo ficar na opção "Confidencial", pois assim não têm seus nomesrevelados e não correm o risco de receber currículos indesejados. Muitas pes-soas também acreditam que podem ganhar pontos telefonando ou indo entregar ocurrículo diretamente na empresa, o que também é errado. Julia afirma que sea organização optou por receber os currículos pela Internet é justamente por-que ela não quer ser incomodada com telefones e currículos de papel. "Issodemonstra uma ansiedade do profissional, sentimento que não é visto com bonsolhos pelos selecionadores"."Eu posso até pegar aquele currículo que não vai me servir no momento e guar-dar para uma próxima oportunidade, mas como recebemos centenas de currículospor dia, muitos acabam se perdendo e indo parar no lixo", alerta a analistade RH da Yamaha. O ideal, neste caso, é mandar o currículo diretamente para oDepartamento de RH das empresas. Nos seus sites corporativos as organizaçõescostumam divulgar o e-mail do RH, ou então deixam um formulário para o pro-fissional preencher com seus dados. É recomendável ainda que o profissionalfique atento às vagas que surgem no site, já que quando menos se espera a em-presa pode divulgar uma vaga na sua área e para o seu nível profissional.Se você tem uma experiência profissional relativamente boa, tem formação naárea e todos os demais atributos que fazem de você um bom profissional, masmesmo assim não consegue emprego de jeito nenhum, o problema pode não ser MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 25. você, mas a forma como as informações estão dispostas no currículo - ou mesmoa falta delas. "Sinto uma dificuldade muito grande dos profissionais cadas-trados em descreverem as suas experiências profissionais. Os recrutadoresprecisam saber o que você já fez que foi realmente benéfico para a empresa.Por exemplo, alguém que trabalha com Cobrança deve mostrar qual percentual deinadimplência ele conseguiu reverter, é uma informação primordial, mas quepoucos profissionais apresentam", analisa Julia Machado. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 26. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuitaVeja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 27. NETWORK - FAZENDO SEUS AMIGOS E CONHECIDOS PROCURAREM EMPREGO PARA VOCÊA network, também conhecida como rede de contatos, é hoje uma das formas maiseficientes de relacionamento profissional. Ela é usada para conhecer pessoas,firmar relações e facilitar a colocação no mercado de trabalho. Segundo re-centes pesquisas americanas, essa rede de relacionamento realmente dá resul-tado. Cerca de 70% das oportunidades de emprego são preenchidas graças às in-dicações que surgem a partir de conhecidos que compõem essa mesma rede.Por meio das pessoas que fazem parte da sua agenda, é possível ter acesso avagas não divulgadas na mídia e também chegar até as pessoas que realmentedecidem sobre a contratação - diretores, gerentes ou responsáveis pelo futurocontratado. A network, apesar das dificuldades que o mercado enfrenta, tem serevelado como um eficiente instrumento de integração entre pessoas das maisvariadas áreas, o que possibilita também novas amizades, criação de novos ne-gócios e novas parcerias. Através da rede, você se apresenta para o mundo eexpõe suas habilidades.E então, percebeu a importância de administrar seus contatos? Então fiqueatento às dicas de José Augusto Minarelli, Presidente da Lens & Minarelli As-sociados e autor do livro "Networking - como utilizar a rede de relacionamen-tos na sua vida e na sua carreira":• Livre-se dos rótulos. Antes de iniciar a rede de contatos, lembre-se de que independente do cargo que a pessoa ocupa, ela pode ter seu próprio grupo de relacionamento e saber de "alguém que conhece alguém" que pode lhe ajudar de alguma forma• Encare a rede como um negócio. A inclusão ou exclusão de contatos, a aten- ção dada a eles e o tipo de relacionamento com cada pessoa devem ser pla- nejados e medidos de acordo com os seus interesses. Isso quer dizer que, apesar da confiança e da honestidade com as quais você deve se relacionar, o instrumento deve ser útil e servir aos seus propósitos. Portanto, seja seletivo e profissional. De nada adianta uma agenda lotada de nomes que não poderão lhe ajudar ou que sequer lembram quem você é.• Invista em seu capital social. Tão importante quanto seu capital financei- ro, é o social, composto por pessoas de vários graus de relacionamento. Para aumentá-lo, procure sair, freqüentar cursos, eventos e coquetéis pro- fissionais. Quanto mais você aparecer para o mundo, mais será visto e mais oportunidades terá de alimentar sua rede• Reúna seus contatos. Isso não se refere somente à cartões de visita. Pegue também suas agendas, seus convites de formatura, cadernos de endereços, guardanapos de papel, capas de cheque, pedaços de papel soltos, enfim, tudo o que possa conter anotações de nomes e dados de pessoas• Tenha foco. Defina o que você quer da rede e atue em função disso. É em- prego? Contrato de trabalho? Abrir um negócio? Sendo claro, você ajuda seus colegas a ajudarem você. Para definir seus objetivos, pergunte-se: De MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 28. que preciso? Quais são os meios para chegar lá? Quem pode me ajudar nisso? Onde pode estar aquilo que procuro?• Registre seus contatos. Utilize o computador ou a ferramenta que preferir para registrar seus contatos da maneira que achar mais conveniente. Você pode separar seus contatos por Estado, cidade, ordem alfabética, enfim, não há regras específicas para isso. Apenas preocupe-se em fazer uma divi- são que agilize suas buscas• Converse. Adquira o costume de se aproximar de pessoas estranhas. É dessa forma que você realmente poderá saber quem ela é e de que forma ela pode contribuir para a sua vida profissional e pessoal. Essa é uma dificuldade comum, mas que precisa ser superada, caso você realmente queira expandir sua rede de contatos• Troque cartões no final da conversa. Com essa atitude, você evita trocar cartões em vão ou oferecê-lo para alguém que pode ser inconveniente e dis- pensável para a sua rede• Anote dados sobre a pessoa. Aproveite o verso do cartão de visitas para anotar o local do encontro, o tipo de conversa e algumas características da pessoa. É uma forma de você não precisar recorrer à memória para lem- brar de onde veio determinado cartão. Além disso, é possível retomar a conversa sem perguntar coisas sobre as quais vocês já conversaram e saber um pouco sobre seus gostos e preferências• Classifique as pessoas. Infelizmente, não dá para ter o mesmo tipo de vín- culo com todas as pessoas. Até porque , naturalmente temos em nossa vida a presença daquelas que são mais ligadas a nós (família, amigos próximos) e outras com as quais a relação estabelecida é menos intensa (colegas, par- ceiros de trabalho). Todos fazem parte de seu capital social, mas se você classificá-los de acordo com seu interesse profissional - quem pode ser mais ou menos interessante - conseguirá distribuir o tempo dedicado a elas de maneira mais produtiva. Atenção: isso não tem a ver com sentimentos ou aproveitar-se das pessoas, apenas com administração dos contatos• Classifique os contatos. Outra maneira de classificar seus contatos é di- vidindo-os em quatro partes: contratantes - pessoas que possuem poder de decisão sobre sua contratação; informantes - pessoas que sabem onde você pode encontrar boas oportunidades de emprego; intermediários - pessoas de sua rede que servem de ponte entre o você e o contratante; e influenciado- res - pessoas que exercem alguma influência sobre sua recolocação no mer- cado• Mantenha contato. É essencial cultivar sempre os seus relacionamentos, mesmo quando não estiver precisando deles, para que você possa ter crédi- to. A base da network é a troca - de informações, de favores, de lembran- ças, de confiança. Ligue para dar os parabéns pelo aniversário, pelo nas- cimento de um filho, por uma conquista profissional, pelo dia da profis- MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 29. são, enfim, nunca deixe para se lembrar de alguém somente quando necessi- tar de ajuda• Utilize a Internet. A rede mundial é uma extensão e um apoio para a sua rede particular. Além de pesquisas sobre empresas, pessoas e serviços, você pode trocar e-mails e participar de listas de discussão, que hoje são um grande ponto de encontro entre profissionais que possuem os mesmos in- teresses. Nelas, você poderá debater assuntos ligados à sua profissão, sa- ber de novidades, conhecer pessoas de seu interesse, arrumar emprego, etc...Pronto. Agora que você já sabe como funciona e como administrar sua network,monte a sua e vá em busca de seus objetivos. E lembre-se sempre: a sua se ex-pande à medida em que você se propõe a conhecer pessoas que podem, um dia,participar do seu convívio social. Por isso, tenha como regras a pró-atividade, a sociabilidade e a reciprocidade. Com isso, tudo vai dar certo! MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 30. APARÊNCIA PESSOALA pessoa de sucesso é reconhecida de longe. Não porque tenha um símbolo es-tampado em si mesma, mas porque sua atitude reflete o sucesso. E atitude in-clui o andar, o olhar, as maneiras, os gestos. E a roupa.As empresas são entidades conservadoras, em sua maioria, e as pesquisas de-monstram com clareza que as preferências, em se tratando de aparência pesso-al, não só para candidatos a empregos, mas para executivos já contratados,tendem ao tradicional. Com a razoável e compreensível exceção a determinadascarreiras consideradas rebeldes, como a dos publicitários ou dos especialis-tas em informática, a aparência dos executivos em geral precisa refletir dis-crição, moderação, sobriedade.Graças a essa cultura empresarial, a maneira como uma pessoa se veste podedemonstrar, na prática, quanto poder ela possui.No entanto, não é menos verdade que parecer bem implica sentir-se bem. O querequer muito mais do que usar um terno cinza impecável, camisa de colarinhopassado a ferro por profissional e gravata muito bem escolhida. Parecer bem émais que isso. É ter os ombros alinhados, as costas eretas, o olhar brilhan-te, o andar correto, a voz pausada e agradável, a postura polida e ao mesmotempo firme. Mas o exercício do bem-estar começa, efetivamente, com a roupa.Já ensinavam os sábios chineses que a roupa faz o monge. Claro que o ditado émetafórico, e quer dizer somente que a roupa é uma forma de exibir certos có-digos de valores. Muitas empresas possuem até políticas internas em relação avestimentas, e algumas chegam a dar cursos para as os seus executivos, como aPrudential-Bache Securities, dos Estados Unidos. A idéia, segundo os dirigen-tes, não é ditar a forma com que os executivos devam se vestir, mas estimulá-los a usar o traje que os fará sentir-se bem. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 31. A MULHER E A APARÊNCIANossas pesquisas demonstram que entrevistadores, sejam eles homens ou mulhe-res, preferem que as executivas que eles devem entrevistar estejam vestidasde maneira formal. Foram maioria os entrevistadores que disseram que a execu-tiva que procura emprego deve apresentar-se com o máximo de formalidade.ROUPA - Embora a moda para as mulheres seja mais abrangente e mais flexíveldo que para os homens, a resposta para qual seria a roupa ideal para usarnuma entrevista não variou muito.1. Tailleur foi a roupa mais votada, com 62,99% dos entrevistadores do sexo masculino e 66,67% dos entrevistadores do sexo feminino.2. Bem longe do primeiro lugar, o conjunto de blazer, blusa e saia de tecidos diferentes aparece para 10,79% dos entrevistadores do sexo masculino e 9,89% dos entrevistadores do sexo feminino.3. Saia e blusa aparece em terceiro lugar, mas com preferência menor: 6,22% dos entrevistadores do sexo masculino e 4,96% dos entrevistadores do sexo feminino.• vestido, que aparece entre os entrevistadores do sexo masculino com 13,96% (segundo eles seria mais adequado do que qualquer roupa, à exceção do tai- lleur), para as mulheres que entrevistam aparece com somente 6,38%.• As executivas que usassem calça comprida e blazer não seriam tão mal vis- tas pelas entrevistadoras, já que 9,89% delas aprovaram o traje, mas entre os homens entrevistadores o percentual cai para 5,45%.• Já a calça comprida com blusa é a pior opção, do ponto de vista dos entre- vistadores: 1,15% dos homens e 0,35% das mulheres.CABELOS – Cabelos curtos são os mais aceitáveis, em geral, tanto para os ho-mens que entrevistam (90,06%) como para as mulheres que entrevistam (87,03%).Os cabelos longos foram rejeitados tanto por homens que entrevistam (somente9,94% aprovaram) quanto por mulheres que entrevistam (somente 12,97% aprova-ram).MAQUIAGEM – Foi praticamente consenso em nossa pesquisa com 1356 executivos ofato de preferirem entrevistar executivas que usem maquiagem leve. Assim res-ponderam 88,57% dos homens que entrevistam e 94,90% das mulheres que entre-vistam. Executivas sem qualquer maquiagem seriam bem vistas por 10,41% doshomens que entrevistam e 4,81% das mulheres que entrevistam.Usar muita maquiagem não agrada os entrevistadores: somente 1,03% dos homense 0,32% das mulheres disseram que aprovam.Assim, as conclusões possíveis a partir dessa pesquisa é de que a formalidadepara a executiva que vai conversar com um entrevistador é uma necessidade. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 32. HOMENS - COMO SE VESTIR BEMHomem elegante e bem-vestido é aquele que se apresenta com a roupa certa emreuniões, eventos e atividades profissionais de acordo com a situação, ocasi-ão e função que exerce. E um lapso na forma de se vestir pode comprometer osucesso profissional.O executivo bem sucedido, além de ter bom gosto e senso crítico com relação asua postura, personalidade e forma de ser, evita em seu guarda-roupa coresberrantes e chamativas. O certo é optar por cores clássicas e sóbrias, quenunca saem da moda e não comprometem a sua produção visual.Muitos homens reclamam do terno e da gravata, e justificam este descontenta-mento dizendo que se sentem sufocados, que sofrem com o calor do verão, masseja qual for o motivo da insatisfação ou do descontentamento, dependendo daposição hierárquica ou da profissão, o terno e a gravata continuam despertan-do nas mulheres encanto e sedução. Nove entre dez mulheres preferem homens deterno e gravata pelo charme, pela sedução e pela masculinidade que transmi-tem. Isso sem falar que o terno e a gravata continuam impondo respeito, seri-edade e profissionalismo.Existem alguns truques para usar terno sem passar por apertos. O verão, porexemplo, pode ser perfeitamente superado sem grandes problemas graças ao te-cido de microfibra, às camisas de algodão, aos cortes esportivos, tecidos le-ves e cores suaves. A composição harmônica e perfeita é aquela que combina oestilo com o jeito de ser do homem tradicional ou moderno.Saiba o que significa cada traje no guarda-roupa de um homem:Terno tradicional: é um conjunto composto de três peças em padrão único: pa-letó, colete e calça. Uma ótima opção para os homens que gostam de manter umguarda-roupa mais clássico.Blaiser: tanto para quem busca um jeito descontraído, quanto para quem sesente bem no estilo elegante de se vestir, o blaiser cai bem em qualquer tipode compromisso, a qualquer hora do dia. É o melhor amigo do homem elegante eprevenido.Costume: conjunto de paletó e calça.Terno jaquetão: conjunto de paletó com três ou quatro botões transpassados ecalça. Atualmente o terno jaquetão está em desuso, pois a moda dita terno comtrês, quatro ou cinco botões.Sobretudo: elegante e versátil, em lã e no comprimento logo acima do joelho,faz o gênero esportivo quando usado com calça e suéter, formal se usado comterno ou costume.Sobretudo de pura lã: com o comprimento abaixo do joelho, fica muito elegantequando usado com smoking. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 33. Casaca: deve ser larga o suficiente para se sobrepor ao paletó. Dá destaque àroupa, além de proteger da chuva, causando um visual impecável.Terno de verão: em linho e com corte desestruturado, garante conforto e ele-gância na estação, podendo ser usado sem gravata em situações informais. Podeser usado com camisa estampada ou floral, em algodão ou viscose, e com cintoesportivo.Jeans: usado em situações informais ou por executivos mais liberais. Combinacom blaiser esportivo, principalmente complementado por uma bela camisa, pas-sa a sensação de descontração e liberdade de ação.Smoking ou black-tie: é uma versão democrática das casacas do século passado.Jamais perderá o referencial clássico. Em estilo clássico, é um paletó de te-cido preto, com lapela de cetim ou seda. Os tecidos mais apropriados paraeste tipo de vestimenta são os mais leves, como a lã fria ou a seda. O aboto-amento deste paletó é cruzado, com dois botões. Deve ter um bom acabamento elinhas clássicas. Calça preta, sendo que a barra não deve ser dobrada sobre osapato (calça italiana). Complementado rigorosamente com meias pretas, sapa-tos sociais de verniz ou couro liso, gravata borboleta preta, camisa brancade colarinho alto e faixa de cetim na cintura.Dinner, fraque, meio-fraque ou summer: utilizados em situações mais formais.ACESSÓRIOS MASCULINOSLenço de bolso: tanto pode ser de seda ou de linho. Numa cor vistosa, a suafunção é realçar o conjunto, desde que esteja combinando. Evite usar o lençode bolso igual à gravata. Há diversos modelos e formas de usá-lo, e para quenão fique solto dentro do bolso, prenda-o com um alfinete por dentro.Suspensório: assim como o lenço de bolso, deve ser em cores alegres ou só-bria, desde que o padrão da estampa não seja o mesmo da gravata. A sua utili-dade é segurar a calça como o cinto, ou seja, usando um não se usa o outro.Dê preferência ao tipo de suspensório que abotoa por dentro da cintura dacalça. O abotoamento pode ser mais trabalhoso, porém, é mais seguro do que ossuspensórios com prendedores metálicos.Relógio de bolso: pode ser uma marca de estilo. Usado em cerimônias muitoformais, situações em que o uso do relógio de pulso se torna inadmissível.Meias: devem combinar com o conjunto de cores do vestuário. Combinam com acor do sapato ou da calça, e devem cobrir a canela. Nunca devem estar em evi-dência, e não tem sentido combiná-las com a cor da camisa e nem tampouco coma cor da gravata. Com roupa social, evita-se as meias brancas, em especial asatoalhadas.Sapatos: quando em mal estado, surrados, sujos ou em péssimas condições deuso, podem destruir o efeito do visual e da produção. Percebe-se um sapatobonito e bem acabado nos próprios pés, sem a necessidade de pedir para tirá-los e verificar a etiqueta que eles possuem por dentro. Devem estar sempre MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 34. engraxados e vistosos. A elegância começa pelos pés, e é pelos sapatos que setraça o perfil da personalidade masculina.Sapatos clássicos em couro: excelentes para serem usados com ternos e roupasmais formais. Cores básicas: preto e marrom. Exclua o cinza e o bege, pois ossapatos de duas cores não devem ser usados, e o sapato branco só deve serusado por médicos ou profissionais que trabalham vestidos de branco.Sapatos de estilo inglês: com fivelas, franjas ou pespontos. Os de amarrar ouos tradicionais cabem nas situações mais variadas.Cintos: as cores básicas são o preto e o marrom. Os cintos de couro com five-las de metal combinam perfeitamente com os sapatos.Cintos tressés (entrelaçados): fabricados de forma artesanal, compõem o esti-lo de moda que marca as novas tendências. Há uma variedade infinita de mode-los, tanto na maneira de traçar o couro como na mistura de materiais que dãoao cinto um destaque todo especial. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 35. PERFUME ATRAPALHAMulheres que se querem sair bem numa entrevista profissional devem olhar noespelho antes de sair de casa. Conferindo: tailleur, cabelos curtos, meiafina. Pronta? Não. A mulher peca em geral pelo exagero, afirma a vice-presidente do Grupo Catho, Silvana Case, coordenadora da pesquisa sobre o fi-gurino ideal dos executivos.Se o clássico tailleur marcar o quadril, melhor trocar. Nada que chame aatenção para a beleza feminina. A mulher candidata não deve chamar a atençãopara o seu lado pessoal e sim para o profissional, diz Silvana.Resolvido o problema do quadril - que exige a eliminação de tecidos colantes- é preciso pensar no decote. Profundos estão fora. Transparências nem pen-sar.Mas não acabou. As mulheres mais velhas, em geral, gostam de unhas longas epintadas de cores fortes, mas elas causam impacto profissional ruim. Melhortirar jóias e bijuterias que possam estar em excesso, assim como lenços mis-turados com colares. A maquiagem deve ser leve. A tintura do cabelo não podeter falhas nem ser berrante.As jovens podem esquecer os anelões, as sopreposições de bijuterias e os mui-tos furos na orelha. Taruagens devem ficar cobertas. Elásticos coloridos,anéis para dedos dos pés e adereços de cabelo devem ficar na gaveta. É preci-so cuidado com as sandálias para não parecer esportiva nem social demais.Elegante e discreta é a fórmula do mundo dos negócios, ensina Silvana. Masnão apenas para cargos altos. Para uma operária, as regras são as mesmas,pois ela deve parecer confiável e competente. Só no ramo das artes e da cri-ação a lógica muda.Depois de considerar todos os itens acima, a mulher agora está pronta para aentrevista. Será? É que 9 entre 10 mulheres, a essa altura, cometeram o peca-do de exagerar no perfume. E 9 entre 10 entrevistadores não suportam futurasfuncionárias perfumadas. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 36. VOCÊ É COMPRADO(A) CONFORME SE APRESENTATodas as empresas adotam comportamentos e trajes de acordo com a sua culturainterna. As empresas multinacionais, principalmente as européias, tendem aser mais conservadoras quanto ao modo dos funcionários se vestirem.Muitas vezes, estas regras são implícitas e, dependendo do nível hierárquico,ficam a cargo do bom-senso do próprio funcionário.Apresentamos a seguir algumas orientações para diminuir suas dúvidas sobre oassunto.No vestuário masculino empresarial, o sapato deve ter a mesma cor do cinto eda meia. Dizem os entendidos em elegância masculina que a meia é como o juizde futebol: quanto menos aparecer, melhor. Aconselho, também, em prol do con-junto, que a maleta acompanhe a combinação; isso só vai favorecer o conjunto.A gravata é a parte mais divertida e versátil do traje masculino. Com ela, ohomem pode passar um pouco da sua personalidade e do seu estilo. Mas se vocênão for um expert em moda, escolha gravatas mais clássicas para não derraparnas curvas da elegância. Gravatas cômicas com estampas de personagens de de-senho animado não caem bem nem para o Bill Gates...As gravatas mais clássicas têm listras transversais, também chamadas de regi-mentais, por terem surgido na Inglaterra e serem usadas para distingüir osmembros dos regimentos reais. São as estampadas de cashemere ou desenhos geo-métricos. Com elas, diminui-se o risco de errar.As tonalidades variam muito, mas deve-se buscar as mais clássicas, como pre-ta, azul marinho, vinho, bege ou amarela.Aqui vão algumas combinações masculinas básicas:Terno preto + sapato preto + cinto preto + meia preta + camisa branca, azul,rosa, marfim, gelo, cinza escuro ou bege queimado + gravata regimental ou debolinhas com fundo preto.Terno azul marinho + sapato preto + cinto preto + meia preta + camisa branca+ gravata com fundo azul marinho com desenho amarelo ou vinho.Terno grafite + sapato preto + cinto preto + meia preta + camisa branca ougelo + gravata com fundo vinho ou grafite com listras ou estampas.Terno marrom, cáqui ou bege + sapato marrom + cinto marrom + meia marrom +camisa marfim ou azul + gravata em tons de marrom ou amarelo.As combinações de tons que se aproximam são sempre mais clássicas.As peças clássicas de cores básicas são sempre uma boa forma de não gastarmuito, pois elas não acompanham os modismos e podem estar no armário por umlongo tempo - isso vale para ambos os sexos. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 37. Algumas empresas adotam o "casual day" num dia da semana, geralmente às sex-tas-feiras, para descontrair um pouco a vestimenta no ambiente de trabalho,principalmente a masculina. Considerando formal o uso de paletó e gravata,estas empresas optam por uma "liberação" de roupa no último dia útil da sema-na.O traje chamado de casual pede calças de algodão, camisas pólo ou de algodãolisas, xadrezes ou listradas (mangas curtas no verão e compridas no inverno),sapatos de nobuck e meias de algodão. Um suéter nos ombros para as mudançasclimáticas também cai bem. É permitido o uso de calça jeans, se adotado poroutros colegas pois, no mundo empresarial, a melhor dica é não ser um elemen-to destoante. Quanto ao uso da calça jeans com camisa social, penso que sãoincompatíveis. Deixe a camisa social para usar com o terno.Para as mulheres, o casual day faz pouca diferença, pois sair do que é consi-derado correto para o uso durante a semana é um terreno arriscado de se pi-sar. Sugiro que você, mulher, tenha no armário as seguintes peças:Vestido modelo "tubinho" em tons de bege (desde o marfim até o crocante oubege queimado) + blazer da mesma cor e tecido + saia (comprimento discretopróximo ao joelho).Vestido tubinho preto + blazer preto + saia preta.Sapato tipo escarpin com salto médio, nas cores preta e bege.Bolsa clássica média preta e outra marfim (esqueça as do tipo "mochila").Meia fina cor da pele.Com estes itens, você pode obter várias combinações e acrescentar blusas decores variadas, tanto no inverno quanto no verão. Você também pode contar como auxílio de echarpes e bijuterias discretas para estar sempre chic.Não abuse do perfume e nem da maquiagem. As unhas devem estar sempre pintadascom esmaltes claros.Para entrevistas de emprego, a discrição é a palavra de ordem, e a sobriedadedestaca o candidato. Colha o máximo de informações sobre a empresa onde esti-ver pleiteando uma vaga e se prepare muito bem, pois você precisará se venderde forma eficiente. Um bom produto, além de uma embalagem bem cuidada, deveter um conteúdo de qualidade.HOMENS E MULHERES PODEM VALORIZAR A SUA APARÊNCIAPara as mulheres, maquiagem, corte de cabelo, tintura, roupas e acessóriosdevem se ter o mesmo estilo, combinando com a sua personalidade, seja elaclássica, esportiva, moderna ou exuberante.Definido o seu estilo, estude sua aparência diante do espelho, identificandoseus pontos fortes e fracos. Por exemplo, se você tem um belo colo, se seu MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 38. olhar é expressivo, se seu contorno corporal é insinuante, se suas pernas sãobonitas, valorize estes pontos.Os homens devem fazer o mesmo exercício.Identificados estes pontos, busque realçar os que são fortes e esconder oudisfarçar os fracos.Procure comprar roupas de cores básicas. Pense na possibilidade de investirnum novo corte de cabelo com a ajuda de um bom profissional.É importante investir em si mesmo para levantar o seu astral.Boa sorte! MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 39. GUIA DE ENTREVISTANão há porque temer uma entrevista. Ao contrário, pense em que pode ser umaoportunidade de você mostrar para a pessoa que o está entrevistando quais sãoas suas qualidades e por quais motivos deveria recomendar a sua contratação.A entrevista é uma conversa entre duas pessoas, sempre com objetivos defini-dos para ambos. Uma entrevista de emprego não é uma simples conversa, porqueas duas pessoas estarão frente a frente para descobrir o que, no perfil decada um, interessa ao outro.O especialista John Fletcher explica quais são os objetivos mais comuns deuma entrevista (tanto do ponto de vista de quem entrevista como do ponto devista de quem é entrevistado), no livro "Como conduzir entrevistas eficazes(Clio Editora, São Paulo, tradução de Maria Cristina F. da Silva, 1997):• Melhorar a performance de alguém• Avaliar ou melhorar o moral, a motivação ou as atitudes de alguém• Dar ou receber informação• Permitir que o subordinado ou o chefe expressem seus pontos de vista ou façam um desabafo• Melhorar sistemas, procedimentos, ou implementar um novo programa de ação• Esclarecer mal-entendidos• Descobrir se a última entrevista foi bem sucedida ou não MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 40. PLANEJAMENTONada se faz sem planejamento adequado. Você tem uma entrevista de empregomarcada? Então faça um planejamento.Primeiro raciocine sobre qual é o objetivo da entrevista, no seu caso. O po-tencial empregador quer saber:1. Quem você é2. O que você já fez3. O que o seu último empregador acha de você4. Que resultados conseguiu nos últimos empregos5. O que pode fazer para a empresa dele6. O que pode conseguir fazendo o que faz para a empresa delePara responder as questões de 1 a 4, você deve levar um currículo para a en-trevista: pode ser que o seu entrevistador não tenha tido tempo de ler ou te-nha lido há algum tempo e precisa refrescar a memória a respeito das suas in-formações profissionais. Ainda para responder a estas perguntas você deve le-var um portfolio pronto para apresentar, se necessário: na entrevista, momen-to em que se tem a oportunidade de detalhar experiência, deve entrar em cenao portfolio, que não é a mesma coisa que currículo – o currículo é o resumode suas qualificações e experiência; o portfolio é o conjunto de exemplos dematerial que você produziu ao longo de sua carreira. E, também para respondera essas perguntas, faça previamente um roteiro breve do que você dirá, na en-trevista, preferivelmente seguindo a ordem colocada no currículo.Para as perguntas 5 e 6, você terá que fazer a lição de casa. Primeiramente,descobrir o máximo possível de informações sobre a empresa, número de funcio-nários, o que produz, técnicas de venda e de distribuição, relacionamento como mercado, imagem que tem junto ao público e à concorrência, problemas quepode estar enfrentando. Em segundo lugar, tenha consciência de qual é a fun-ção para a qual o entrevistador está encaminhando você. Verifique como vocêpode contribuir para a empresa com a sua experiência e formação. E saiba sehá alguma coisa que você pode aprender para desempenhar de melhor forma afunção para a qual foi cogitado. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 41. REFERÊNCIASO entrevistador deve aproveitar a entrevista para pedir a você nomes de pes-soas que podem dar referências a seu respeito. É importante para o entrevis-tador saber como era o seu relacionamento profissional com o seu empregadoranterior, e normalmente dá preferência a quem foi seu superior imediato paraperguntar sobre o seu desempenho no trabalho.Por esta razão, faça contato com seus antigos chefes e peça licença para queo seu entrevistador faça contato com eles. Explique claramente que se tratade uma referência para um novo trabalho e diga que espera que eles falem bemde você. Se sentir que há hesitação no seu chefe anterior de falar bem devocê, desculpe-se e desista. Não arrisque indicar alguém que pode dar refe-rências ruins sobre o seu trabalho. Nesse caso prefira indicar um ex-colegade trabalho. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 42. DURANTE A ENTREVISTAPermaneça ligado ao objetivo principal da entrevista: o entrevistador quersaber como você pode ser útil para a empresa.Perguntas que fugirem dessa abordagem deverão ser curtas e objetivas. Pergun-tas que objetivarem o aprofundamento dessa abordagem devem ser igualmente ob-jetivas, mas ao mesmo tempo mais abrangentes.Tente conduzir a discussão. Isto demonstrará firmeza, segurança, conhecimen-to. Mas não se deixe levar pela emoção – a entrevista não é um processo frio,mas também não é ocasião para desabafar com o entrevistador a respeito dosseus problemas íntimos.Você tem o direito, como entrevistado, de ser tratado com educação e polidez,tem direito a ser ouvido com atenção e delicadeza e tem o direito de ser le-vado a sério. Exija os seus direitos. Da mesma maneira, é assim que você devetratar o seu entrevistador.Adote uma postura de positivismo. Jamais mencione pessoas (ex-empregadores,por exemplo) para difamar, queixar-se ou condenar.Não minta em momento algum. Você pode até deixar de mencionar algumas condi-ções de sua vida profissional (como o fato de ter ficado pouco tempo em cadaemprego anterior, ou o fato de ter sido demitido do último emprego), mas sefor perguntado, fale sem medo. Explique as razões da maneira mais objetiva enatural. Não é crime ser demitido ou ter permanecido pouco tempo em cada em-prego – as situações de cada momento são diferentes. Você ganhará mais pontoscom a franqueza e a sinceridade. Se você for descartado da vaga de empregopor essas razões, esse empregador não merece você. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 43. NA ENTREVISTA, PRESTE ATENÇÃO PARA NÃO• Falar em demasia• Franzir a testa em demasia• Discordar em demasia• Ser dogmático• Mostrar impaciência• Ser emotivo• Ignorar perguntas• Mudar de assunto de repente• Desviar o olhar do entrevistador por muito tempo• Contar piadas MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 44. A ENTREVISTA, SEGUNDO A PESQUISAO Grupo Catho ouviu, para a sua pesquisa "A Contratação, a Demissão e a Car-reira dos Executivos Brasileiros", 1.356 executivos de todo o país, todos emposição de entrevistar e contratar pessoas. Observe as conclusões a que apesquisa chega, e verifique o que pensa o potencial empregador, de maneirageral. Entender como funcionam as regras de contratação das empresas pode se-guramente ajudar você a se posicionar durante uma entrevista:AparênciaHomens - Os respondentes preferem entrevistar candidatos que usem terno azulmarinho (67,1%), sem barba e sem bigode (90%) e com cabelos curtos (99,8%).Mulheres – A maneira formal é a preferida para os executivos do sexo femini-no. O tailleur é a roupa considerada mais adequada para uma entrevista de em-prego, com maquiagem leve e cabelos curtos.RestriçõesOs entrevistadores têm objeção em relação a fumantes (76,8%), obesos (73,3%),mulheres com filhos pequenos (62,6%), profissionais que ficam menos de 2 anosno emprego (93,8%), profissionais que têm um negócio próprio paralelo(87,6%), profissionais que estudam à noite (31,6%), profissionais que estãodeixando um negócio próprio (48,4%), consultores independentes (61,4%), des-empregados há mais de seis meses (50,4%), profissionais que lecionam no perí-odo noturno (41,9%), profissionais na faixa etária entre 45 e 49 anos(41,7%), profissionais na faixa etária entre 50 e 55 anos (66,2%), entre 55 e59 anos (82,2%), e acima de 60 anos (90,9%).TestesComo complementação da entrevista ou até previamente à entrevista, para pré-seleção dos candidatos que serão entrevistados, as empresas têm utilizadotestes de inteligência, personalidade ou aptidão em 27,3% dos casos. A avali-ação grafológica é utilizada em 12,5% dos casos. Os resultados dos testes depersonalidade são levados em consideração em 82% dos casos, os de nível em76% dos casos e os de grafologia em 47% dos casos.Técnicas de dinâmica de grupoSão utilizadas as técnicas de dinâmica de grupo, mais intensamente, para de-finir a contratação de executivos de alta gerência: 49%.Duração de um processo de contrataçãoOs processos de contratação de executivos têm duração, em termos medianos, detrês a quatro semanas a partir do primeiro contato do candidato com a empresaaté o oferecimento do trabalho.Número de entrevistasOs candidatos, em termos medianos, são entrevistados entre 2,3 a 2,8 vezesantes de receber uma oferta. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 45. NÃO FIQUE ANSIOSO(A)Um dos maiores problemas durante uma entrevista é que o candidato pode ficaransioso antes da conversa e durante a conversa. Calma! Uma entrevista não éuma ameaça.Ao contrário: se você foi chamado para uma entrevista, é porque já passou naprimeira fase do recrutamento, que foi a análise do currículo. Portanto, vocêjá é uma pessoa especial para o entrevistador, porque foi pré-selecionado.Isto somente já é motivo para aumentar a sua autoconfiança.Calma! Não tenha medo de ser rejeitado.Ao contrário: você está num processo de competição com outras pessoas. E nemsabe quem são as outras pessoas. Portanto, confie em você e esqueça que háoutros candidatos. Concentre-se em mostrar o melhor de tudo o que você tempara oferecer. Se o seu melhor não basta para a empresa, ela não serviriapara você.Então, deixe a ansiedade de lado e concentre-se em ser natural, verdadeiro.Se a ansiedade faz parte de você, deixe que ela aconteça. Mas você pode con-trolar a ansiedade:• respirando profundamente, lentamente; depois de alguns minutos você já es- tará mais calmo• respondendo as perguntas devagar, sem se apressar• falando em tom normal, nem baixo demais nem alto demais• perguntando sempre que não entender alguma coisa• evitando misturar emoção à conversa, que tem que ser racionalEntrevista deve ser uma oportunidade de você mostrar suas qualidades, de mos-trar o que tem de melhor. Impressione o entrevistador. Você consegue. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 46. AS PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES DOS ENTREVISTADORESDurante a entrevista, o profissional vai se deparar com todo o tipo de per-guntas, cujo objetivo é traçar seu perfil para saber se está adequado ao car-go e corresponde às necessidades da empresa. Não fuja das perguntas. Respondatodas elas, mesmo aquelas que parecem ser difíceis. Para não ser pego de sur-presa, preparamos uma relação com as questões mais freqüentes.1 - Por que motivo você está desempregado?2 - Por que está demorando tanto para arrumar um novo emprego?3 - Se foi demitido, qual a causa? Você considera justa a demissão? Por quê?4 - Se pediu demissão, por quê?5 - Qual sua expectativa com relação ao seu futuro profissional ?6 - Quais os planos com relação à sua formação?7 - Quais suas realizações mais importantes?8 - Quais foram seus fracassos?9 - Por que você deseja trabalhar nesta empresa?10 - Que tipo de contribuição poderia nos trazer?11 - Quanto tempo seria necessário para isso acontecer?12 - O que o motiva profissionalmente?13 - Como você avalia seu último emprego e seu último chefe?14 - O que você procura em seu trabalho?15 - Quais são seus objetivos pessoais?16 - Quais são suas qualidades?17 - E os seus defeitos?18 - Fale sobre o último livro que leu?19 - O que gosta de fazer nas horas livres?20 - Como você harmoniza vida pessoal e profissional?21 - Como sua família o vê profissionalmente?22 - Quais as suas expectativas com relação ao cargo? MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 47. O QUE O CANDIDATO DEVE EVITAR DE PERGUNTAR EM ENTREVISTAS DE EMPREGO1 - O que faz esta empresa?2 - O plano de saúde da empresa engloba consultas psiquiátricas?3 - É casado (pergunta ao entrevistador)?4 - Pode garantir que ainda estarei empregado no próximo ano?5 - O anúncio de emprego mencionava que o período de trabalho é aos fins desemana. Terei mesmo que trabalhar nesses dias?6 - Como pode determinar as minhas qualificações numa entrevista tão curta?7 - As pessoas reparam quando se entra tarde ou sai cedo da empresa?8 - O que lhe pareço como candidato?9 - Qual é o signo do presidente da empresa?10 - A empresa oferece estacionamento?11 - A empresa reembolsa o trabalhador do dinheiro que este gastou para tirarum MBA?12 - Qual a probabilidade de ser promovido rapidamente?13 - De quanto em quanto tempo terei aumento de salário?14 - Qual será o valor dos meus aumentos salariais?15 - Quais os extra-salariais que terei?16 - Terei escritório próprio? MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 48. O DIA DA ENTREVISTA... O QUE FAZER?Um desagradável frio na barriga, as mãos trêmulas e o suor excessivo não dei-xam dúvidas: você está passando por uma crise de ansiedade. Isso é natural.A ansiedade é uma emoção relacionada ao futuro. Ela surge quando existe den-tro das pessoas uma previsão ruim em relação a algum fato. A entrevista deseleção, por exemplo, é um destes momentos. O profissional sente-se ansiosoporque tem medo do desconhecido, medo de não ser aprovado, medo de não sesair bem. Esse sentimento é natural. Para que você se sinta mais seguro,elimine alguns problemas que podem influenciar de forma negativa seu desempe-nho.• Nunca chegue atrasado. Procure chegar dez minutos antes do horário marca- do, assim você terá tempo para se acalmar e não deixará o selecionador es- perando.• Não chegue cedo demais. Em muitas situações, vários canditatos são chama- dos ao mesmo local para a entrevista e nem sempre há espaço físico dispo- nível para todos. Dez minutos é o ideal. Se chegar antes, aguarde no seu carro ou vá a uma lanchonete próxima beber um refrigerante.• Confira e reconfira sua aparência. Penteie os cabelos, verifique seus den- tes e seque bem sua transpiração, etc.• Sinta-se confiante e confortável com a roupa que está vestindo.• Prepare na véspera, o material que levará: currículo atualizado, agenda, caneta e material complementar sobre seu trabalho. Tenha uma relação das pessoas que podem dar boas referências sobre você, como ex-chefes.• A partir do momento em que entrar na empresa, você estará sendo analisado. Trate bem todos os funcionários, do porteiro à secretária.• Na sala de espera, depois de se dirigir à secretária, sente-se e leia algo descontraído. Aproveite para respirar fundo e relaxar. Na sala, com o se- lecionador Ao ser chamado, dirija-se à sala indicada procurando manter-se calmo. Daqui para a frente, procure agir com naturalidade.• Cumprimente o selecionador com um firme aperto de mão (Tenha certeza que suas mão estão secas. É normal transpirar nas mãos quando em situações de nervosismo, por isso sempre tenha lenços de papel à mão) e olhe-o nos olhos. Sorria e mostre-se confiante. Adote uma postura positiva.• Memorize o nome do selecionador. É sinal de atenção e respeito. Trate-o sempre por senhor, mesmo que ele aparente ser bem mais jovem que você.• Espere ele mandá-lo sentar. Mantenha a postura reta, mas relaxada, e man- tenha seu material no colo. A mesa é um território da selecionadora. Não coloque nada sobre ela.• O selecionador é o primeiro a falar. Ouça tudo com muita atenção. Algumas oportunidades são perdidas porque simplesmente as pessoas não escutam o que está sendo dito.• Mantenha o tom de voz igual ao do selecionador. Não se sinta numa posição inferior.• Se estiver nervoso, fale como está se sentindo. Ele entenderá sua situa- ção. Muitas vezes, ele também encontra-se ansioso porque sofre pressão para resolver a ocupação da vaga, tem um prazo a cumprir e deseja encon- trar o mais rápido possível a pessoa certa para a empresa. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 49. • Ao responder às perguntas seja positivo, claro, competente e simpático.• Destaque suas qualidades e sinta-se confiante.• Fale com confiança, evite gaguejar. Evite demonstrar dúvida.• Seja sempre sincero e verdadeiro. Não tente impressionar inventando conhe- cer pessoas ou assumindo para si méritos de trabalhos que você não reali- zou. Caso tenha alguma dúvida, o selecionador tem como confirmar as infor- mações. Não se iluda.• Procure manter a calma, qualquer que seja a situação. Nunca responda de forma grosseira ou ríspida.• Seja discreto, sempre. Não fale mal de ninguém nem comente assuntos confi- denciais de seus empregos anteriores.• Se tiver alguma dúvida, não tenha medo de perguntar.• Não utilize uma linguagem técnica ou específica à sua profissão, a menos que o entrevistador tenha conhecimento do assunto ou solicite que você fale especificamente sobre determinado tema.• Ao responder alguma pergunta pessoal, limite-se ao que está sendo pedido. Não conte “causos” nem prolongue demais o assunto.• Se lhe oferecerem água, café ou chá, aceite se desejar. Jamais peça.• Não fume. NUNCA. Mesmo se entrevistador fumar e lhe oferecer.• Se você fuma, tente parar. Muitas empresas discriminam fumantes.• Não mexa na mesa do entrevistador. Evite olhar o que há sobre ela.• Demonstre seu real interesse em trabalhar na empresa.• No caso do telefone dele tocar, não preste atenção na conversa.• Não saia da entrevista antes de esclarecer todas as dúvidas.• Ao terminar a entrevista, agradeça a oportunidade. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 50. A ESTRATÉGIA DOS PONTOS FORTESA redação de um excelente currículo, ou uma negociação salarial de sucesso,ou ainda a discussão de uma proposta de trabalho, tem que estar baseada naênfase aos pontos fortes do profissional. Esses pontos fortes devem ser valo-rizados no início do currículo, no começo da negociação salarial, na aberturada discussão de uma nova proposta.Como é fundamental ser verdadeiro, nem sempre é possível deixar de incluirinformações que revelam pontos fracos. Nesses casos, algumas alternativas sãopossíveis:a) Se puder, não mencione pontos fracosb) Se não puder deixar de mencionar, deixe por últimoc) Se for possível, mascare os pontos fracos1. SE PUDER, NÃO MENCIONE PONTOS FRACOSEnfatize seus pontos fortes quando for solicitado a comentar detalhes de suacarreira.Numa conversa profissional que envolve contratação ou promoção, quase sempresurgem perguntas que pretendem fazer com que você especifique detalhes de suavida profissional. Vamos a alguns exemplos e como você pode responder adequa-damente:Fale-me de você. Ninguém faz uma pergunta dessas para saber se você apreciajogar tênis de mesa ou tocar violão nas horas vagas. O que se quer é saberquem é você dentro do ambiente de empresa. Para responder coerentemente, vocêprecisa analisar a sua vida profissional em três quesitos:a) habilidade de desenvolver relacionamentos duradourosb) habilidade de influenciar outras pessoasc) habilidade de negociaçãoUm segundo pedido, numa entrevista, é o seguinte:Quais foram os resultados mais importantes que obteve em sua carreira? Nova-mente ninguém quer saber dos prêmios que ganhou na escola primária ou do tra-balho voluntário que você pratica nos fins de semana. Quer saber que resulta-dos efetivos profissionais você obteve. Também aqui é necessário que você co-nheça a respeito de três quesitos da sua vida profissional:a) Como você lida com a criseb) A sua capacidade de resolver problemasc) Como você avalia desempenhos de indivíduosO terceiro pedido que ocorre numa entrevista:Por que você acha que eu deveria contratá-lo/promovê-lo? MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 51. Aqui é importante lembrar o velho adágio que diz "se você não sabe para ondeestá indo, qualquer estrada o levará para lá". É preciso que você planeje asua carreira, saiba o que quer e o que tem que fazer para consegui-lo.Os seus objetivos devem ser realistas, objetivos e mensuráveis. E você devedizer ao seu entrevistador como os seus planos de carreira podem auxiliar aempresa que está contratando ou promovendo você.2. SE NÃO PUDER DEIXAR DE MENCIONAR, DEIXE POR ÚLTIMOPrivilegie seus pontos fortes, sempre e em qualquer instância. Algumas situa-ções, no entanto, exigem que você mencione as falhas, pontos fracos ou situa-ções melindrosas. A alternativa é deixar por último, porque o seu entrevista-dor, quando chegar a esse ponto, já estará bem impressionado pelos seus pon-tos fortes e tenderá a minimizar seus pontos fracos.Vamos ver alguns exemplos práticos:Ponto fraco: Você freqüentou universidade mas não concluiu o curso.Solução: Não minta. Mas esse ponto fraco pode ser deixado sem ênfase no cur-rículo, por exemplo, se você deixar a seção de formação acadêmica para o fi-nal, e se disser "Estudei Administração de Empresas na Universidade Macken-zie". Você não disse que se graduou – não mentiu. Na entrevista, você podeseguir a mesma tática, respondendo que estudou, e não que se graduou. Só sefor perguntado é que você deve responder que o curso foi interrompido antesda conclusão.Ponto fraco: Você é solteiro(a), separado(a) ou divorciado(a) mas vive comuma pessoa.Solução: Embora a modernidade tenha chegado às relações pessoais, ainda hámuitos executivos, em empresas conservadoras, que se impressionam negativa-mente pelo fato de um seu colaborador graduado viver em situação familiar queeles consideram irregular. Até pouco tempo era incomum as pessoas se separa-rem e se casarem novamente, e por causa disso uma boa parte das empresas,tradicionais e conservadoras, vêem com certo preconceito a situação de pesso-as que não são casadas. Se precisar, responda que vive maritalmente. É umaforma de responder sem muita precisão, e sem dar muita margem a que se discu-ta a situação.Ponto fraco: Você tem mais de 45 anos.Solução: Não coloque sua idade no currículo e não inclua idade na conversa.Mas é claro que a sua aparência denunciará a sua idade, e questionamento pos-sivelmente virá. Mas até lá você já teve tempo de mostrar que é um bom candi-dato, não importa que idade tenha, ou até mesmo que só conseguiu o nível dequalidade e competência em que está por causa da experiência que a vivênciaproporcionou a você.3. SE FOR POSSÍVEL, MASCARE OS PONTOS FRACOSPonto fraco: Você é agressivo.Solução: Corrija esse comportamento. As empresas detestam agressividade. Em-boras muitas vezes adotem o discurso de que seria bom ter uma pessoa assim MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 52. para "botar fogo" na equipe, na prática odeiam os agressivos. Simplesmenteporque agressividade quer dizer mudança, e ninguém consegue "agressivamente"manter a rotina. Você pode falar do quanto é agressivo, mas jamais aja comagressividade. Ao contrário, seja agradável e moderado com todas as pessoasem qualquer situação.Ponto fraco: Você detesta burocracia.Solução: Não perca energia em tentativas de alterar a burocracia da empresa.Cada empresa é composta de pequenos grupos, e cada um tem as regras que esta-beleceu para seguir, e que servem para protegê-lo. Pessoas que chegam e desa-fiam essas regras costumeiramente passam a ser mal vistas e correm riscos,porque a burocracia é a justificativa para a existência dessas regras. Apren-da a conviver com essa burocracia sem ficar dependente dela. E, acima detudo, não mencione na sua entrevista a sua indisposição para com o conjuntodas regras da empresa. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 53. ATITUDES QUE PREJUDICAM O MARKETING PESSOALMas não é somente a aparência que pode prejudicar o profissional. Normalmen-te, as pessoas que praticam marketing pessoal precisam tomar certos cuidadoscom a maneira como se comportam, uma vez que um simples gesto pode eliminá-lode um processo seletivo. Inês Perna, consultora sênior da Divisão Case Con-sultores do Grupo Catho, afirma que várias atitudes podem prejudicar um pro-fissional em situações formais como reuniões, entrevistas de emprego, almoçose jantares de negócios. Algumas delas são:• não estar adequadamente vestido com a formalidade que a situação exige• mascar chiclete• falar sem olhar nos olhos do interlocutor• ser arrogante e autoritário• falar demais• demonstrar ansiedade• consumir bebidas alcoólicas durante jantares e almoços• fumar• chegar atrasado• falar mal de ex-empregadores• assediar o entrevistador• invadir o espaço do entrevistador com palavras ou gestos• colocar objetos na mesa do entrevistador• não desligar o telefone celular ou atendê-lo durante a entrevistaA acne, a obesidade e o mau hálito são fatores que também influenciam no ma-rketing pessoal, mas de acordo com Inês Perna, alguns deles podem ser contro-lados. "Pessoas com mau hálito devem chupar uma bala minutos antes destasocasiões para disfarçar o problema. Evitar comer alho e cebola antes de en-contros formais também é uma boa dica", ensina a consultora sênior.O implantodontista doutor Sérgio Marques de Lima Neves vai mais longe, e ex-plica que o mau hálito pode ser causado por patologias bucais como cárie, do-enças periodontais (na gengiva) ou até por problemas estomacais e fumo. Pararesolver o mau hálito proveniente destes problemas, além de fazer um trata-mento periódico, o dentista recomenda uma boa higienização. "Aconselho fazeruma boa escovação nos tecidos duros e moles da cavidade bucal, como dentes,língua, gengiva, bochecha e céu da boca".O consultor Rogério Martins afirma que estes fatores podem prejudicar, e mui-to, o marketing pessoal, principalmente se a pessoa não dobrar a atenção comoutros cuidados. Inês Perna complementa, alertando que a acne não interfereem alguns processos seletivos, mas já a obesidade pode ser fator eliminatóriopara vagas que exigem uma ótima apresentação. "Dificilmente uma empresa con-trata um obeso, pois ainda existe um preconceito de que as pessoas obesas sãomais lentas, transpiram muito e as roupas não ficam elegantes." MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 54. ATITUDES QUE NÃO PREJUDICAM O MARKETING PESSOALOs profissionais interessados em colocar em prática o seu marketing pessoaldevem levar em consideração alguns aspectos. É importante mostrar por meio daaparência física o conjunto profissional + marketing pessoal = competência,experiência e aparência.O consultor Rogério Martins afirma que uma boa estratégia de marketing pesso-al vai desde pequenos atos cotidianos como uma saudação, um aperto de mão, umsorriso e até a elaboração de um plano de marketing pessoal com metas defini-das, conforme os objetivos de cada pessoa."A abordagem que utilizo é humanista, ou seja, de nada adianta vestir uma boaroupa se não tiver etiqueta a mesa" afirma. Levando em consideração que estaprática é uma mescla de diversas ações, "tanto pessoais, quanto técnicas",complementa.Outro fator de grande importância é o conhecimento. O profissional precisaestar sempre muito bem informado, principalmente sobre o assunto em pauta, nocaso de uma reunião ou encontro de negócio. "Quanto mais informação soubersobre a reunião e os participantes, melhor", orienta. Durante estes encon-tros, é essencial estar sempre atento a todos os acontecimentos e agir comnaturalidade.O marketing pessoal é a apresentação da sua imagem, o seu cartão de visitas,por isso a importância da aparência. "Conhecer a opinião de especialistas emmoda e se atualizar com freqüência sobre o assunto é uma das estratégias desucesso de quem pratica o marketing pessoal", ressalta Rogério. E dá uma dicaimportante neste quesito: "Na dúvida, utilize roupas clássicas, pois a possi-bilidade de erro é menor". MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 55. ENTENDA AS ENTRELINHAS DAS ENTREVISTASPara a discussão desse assunto, resolvemos inventar um personagem, dentro deuma situação fictícia.Imagine que você foi chamado, afinal, para uma entrevista. A empresa é boa,de médio porte, familiar – dirigida pelo proprietário – , tem vocação para amodernidade, tem fama de respeitar os funcionários e pagar de acordo com omercado.Depois de tanto tempo procurando emprego, ou depois de tanto tempo sonhandocom um novo emprego para poder reciclar a sua vida profissional, você bem me-rece um dia de descanso sem pensar em nada. Certo?Errado! Aproveite o dia para se preparar para a entrevista. Você pode estartranqüilo em relação aos seus conhecimentos técnicos, mas uma entrevista medemuito mais do que isso. Em resumo, o empregador quer saber, numa entrevista,o que você já fez que deu certo em outras empresas, e o que poderá fazer quedê certo na empresa dele. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 56. COM QUEM VOCÊ PENSA QUE ESTÁ FALANDO?Se você conhece a empresa que está chamando você para conversar, ótimo. Senão conhece, vá pesquisar. Consiga folhetos, pesquise na internet, em biblio-tecas, pergunte a amigos e conhecidos, se possível fale com uma pessoa quetrabalhe lá dentro. Conheça produtos e serviços da empresa. Fale com fornece-dores e clientes, se puder.Tem algum amigo que conhece o dono da empresa? Converse com ele, pergunte al-gumas coisas para identificar traços de personalidade da pessoa que vai en-trevistar você. Se o seu potencial empregador é uma pessoa famosa, pesquisaem jornais e revistas. Tudo o que você souber sobre ele e sobre a maneiracomo ele pensa vai ser útil.Agora sim, você está pronto.Mas não antes de deitar-se cedo e dormir umas boas oito horas de sono. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 57. NO DIA “D”No dia marcado você chega à empresa 10 minutos antes da hora, com uma roupaformal (terno escuro, camisa clara e gravata discreta, para homens, ou tai-lleur de cor pastel neutra, de preferência, para mulheres).• Seja cordial, sem ser efusivo.• Seja polido, sem ser submisso.• Seja atencioso, sem ser intrometido.• Seja objetivo, sem ser lacônico. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 58. O QUE ELE DIZ E O QUE ELE QUER DIZERDepois das amenidades rotineiras que manda o protocolo, o Sr. Almeida, donoda empresa, mostra que gostou do seu currículo, e pergunta:“Por que você está interessado em juntar-se à nossa equipe?”1. Se você não está preparado, certamente responderá que ouviu muitas coisasboas a respeito da empresa dele e da política de recursos humanos, e que gos-taria de integrar-se a uma empresa que está em fase de crescimento. No entan-to, você vai perceber que não era bem isso o que ele queria ouvir, e tentaráconsertar com alguma coisa assim: “Achei que minha experiência poderia seruma valiosa contribuição para os esforços de crescimento da empresa.”Mas aí já será tarde. Melhor você se despedir, ir embora e pensar em outraempresa. Porque nesta, você não terá mais chance.2. Mas se você está preparado, vai saber que, na verdade, o Sr. Almeida estáabrindo uma questão para a qual não deseja necessariamente uma resposta obje-tiva. Está é dando a você a oportunidade de tomar a iniciativa e guiar a dis-cussão sobre fatos específicos de suas qualificações.Sua melhor resposta deveria ser esta, por exemplo: “Posso fazer uma perguntaantes de responder?”. Decerto que ele permitirá, e você pede para que eleidentifique o maior problema que a empresa enfrenta atualmente. Ou então:“Antes de entrar em detalhes mais específicos, o senhor poderia me dizer...?”Sempre que fizer uma pergunta, use-a para descobrir mais sobre a empresa esuas necessidades, de modo a reforçar os seus argumentos para convencer o Sr.Almeida de que você é a pessoa que ele precisa contratar.A partir da resposta dele, você poderá rapidamente construir um discurso ob-jetivo e breve sobre o que considera importante realizar, no nível da suacompetência, para melhorar a eficiência da empresa. Não pense que você serátomado por arrogante. Ao contrário, o Sr. Almeida ficará contente de ver quevocê se interessou pelos negócios dele e pelas soluções possíveis de implan-tar na empresa dele. Não é este o funcionário que todo empregador gostaria deter?Se você já enfrentou situação operacional semelhante à que ele relatou, apro-veite para mencionar isto, e conte o que foi feito para corrigir o problema.Procure não se colocar na pele do salvador da empresa, mas de uma pessoa comconhecimentos suficientes para ajudar no desenvolvimento de programas.O JOGO DOS SETEAs evidências positivas e negativas que um entrevistador como o Sr. Almeidamanifesta não se manifestam necessariamente só nas perguntas que fizer. Asatitudes, o gestual, a expressão fisionômica, podem expressar coisas não di-tas que você pode usar em seu proveito. Nessas entrelinhas, existem sete in-dicativos que podem ser positivos para a sua entrevista, por isso você deveser bastante atento para as atitudes do Sr. Almeida. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 59. 1. Ao encontrá-lo para a entrevista, ele foi caloroso e demonstra que conhece bem o seu currículo.2. As perguntas que fez a seu respeito são profundas e anotou muitas das res- postas.3. Ele discutiu intensamente os problemas da empresa com você.4. Ele apresentou você a outros executivos da empresa ou sugeriu que você fa- lasse com outras pessoas.5. Ele começou a elogiar a empresa e a vendê-la para você.6. Uma outra posição foi discutida também.7. A entrevista ultrapassou uma hora.A PROPOSTARaramente, uma oferta é feita na primeira entrevista. Portanto, depois queterminar a entrevista, de preferência ainda no mesmo dia, escreva uma cartapara o Sr. Almeida. O intuito é marcar a sua presença e fazê-lo lembrar-se devocê de uma forma positiva. Outro objetivo é induzir o Sr. Almeida a chamá-lode novo para uma nova entrevista.Esta carta, chamada de “follow-up”, vai distinguir a sua candidatura das deoutras pessoas que ele estiver entrevistando. Não se esqueça de que ele é umhomem muito ocupado e que pode se esquecer de você. A carta vai fazê-lo selembrar, especialmente porque não será apenas uma carta de agradecimento, masque venda as suas qualificações para a posição. Se não receber uma respostaem dez dias, dê um telefonema para o Sr. Almeida. Se ele chamar você para umaoutra conversa, o emprego é praticamente seu. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 60. FRASES QUE CONDENAM O CANDIDATO NUMA ENTREVISTA DE EMPREGOCuidado com a subjetividade na hora da entrevista. É assim que a vice-presidente do Grupo Catho, Adriana Gomes, define a entrevista: um momentopermeado de subjetividade em meio a muitas atitudes.- "Acho que podemos enumerar vários cuidados que o candidato deve ter no mo-mento da entrevista para que a sua contratação não fique comprometida".Segundo ela, se o profissional chegou até a entrevista é porque já teve o seucurrículo analisado e está dentro do perfil definido pela empresa. O que oentrevistador pretende, no momento da entrevista, é medir a postura, as ati-tudes e os conhecimentos técnicos deste candidato.- "E isso tudo é medido ao mesmo tempo, durante a entrevista, sem esquecerque todas as atitudes do candidato continuam sendo observadas depois da con-tratação".Adriana enumera as principais falhas cometidas em entrevistas de emprego, in-clusive em forma de frases:INVERDADES"Mentiras e inverdades têm pernas curtas, principalmente quando as situaçõesinventadas não condizem com o profissional que está sendo avaliado. E issoindepende da posição que ele irá ocupar ou da empresa em que irá trabalhar.Não minta no currículo e na entrevista; trabalhe somente com experiências ecompetências reais."NÃO ESTAR DENTRO DO PERFIL DA VAGA"Muitos candidatos enviam os seus currículos para tudo quanto é lado na espe-rança de conseguir um emprego; é bom saber que esta atitude quase nunca fun-ciona. Esta atitude pode ser reconhecida com a frase: "Ah, eu não tenho operfil exato que a empresa procura, mas vou mandar o meu currículo mesmo as-sim..."Tenha certeza de que aquela vaga se encaixa com o seu perfil profissional an-tes de enviar o seu currículo ou marcar uma entrevista.No mínimo, navegue pelo site da empresa para saber como ela trabalha e como éa área em que ela atua. O essencial é ter conhecimento desta área e dominartecnicamente a função que irá desempenhar. Uma dica é procurar nos anúnciosde emprego da Internet e de jornais algumas palavras-chaves do que a empresaespera do futuro colaborador.INSEGURANÇA"A insegurança do entrevistado é transmitida pela lentidão para responderperguntas, pela falta de precisão em sua respostas e pela falta de exemplospara dar quando solicitados. É importante não confundir nervosismo (que énormal durante um processo seletivo) com insegurança. O entrevistador saberseparar as duas coisas e vai insistir no que quer saber até o entrevistadoresponder."SAIBA SOBRE O SEU CURRÍCULO MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 61. "Durante a entrevista, o mínimo que o entrevistador espera do entrevistado éque ele saiba os detalhes da sua vida profissional, como o motivo de algunsperíodos em branco no histórico profissional, por exemplo. O currículo é ahistória da vida do candidato. Ele não está ali para responder perguntas so-bre a vida de D. Pedro I ou questões de História do Brasil, mas sim detalhessobre um personagem que ele conhecer muito bem: ele mesmo. Para isso, o quevale é estar preparado para responder qualquer dúvida que o futuro empregadorvenha a ter com relação a ele."FALTA DE INICIATIVA"Aqui cabe um exemplo de frase, mais uma vez: Acho que consigo fazer isso,mas só vou ter certeza depois do meu dia-a-dia de trabalho."DESMOTIVAÇÃO"O entrevistador percebe a motivação do candidato pelo interesse que ele tempela empresa e pela vaga que vai ocupar. Pergunte."UM FRACO APERTO DE MÃO"Não há atitude que demonstre mais medo e falta de decisão do que um apertode mão fraco. Aperte a mão do seu entrevistador com firmeza e segurança."INTERESSE NA REMUNERAÇÃO"Cabe à empresa, por meio do profissional que está comandado o processo deseleção, tocar falar sobre remuneração. Se o profissional foi procurado poruma empresa que sabe o valor da sua última remuneração, existem 99% de chan-ces de o salário oferecido ser maior do que o que ele recebia."GÍRIAS"A entrevista de emprego deve ser encarada como uma conversa formal. Não usegírias."ERROS DE PORTUGUÊS"Errar na hora de escrever ou de falar no nosso idioma tira pontos de qual-quer profissional concorrente à qualquer vaga, em qualquer empresa."IMPRECISÃO"Ah, eu acho que..." e "Ah, não sei..." são frases típicas de quem não temmuita certeza das coisas. É melhor evitá-las durante a entrevista de emprego.A resposta não sei só é perdoável se a pergunta for muito abrangente."Adriana Gomes lembra que, muitas vezes, estas atitudes são tão subjetivas queo candidato nem percebe que está errando. "Cuidado quando falar que acha de-terminada tarefa muito complicada ou que não sabe se dá para trabalhar dentrodo prazo estipulado pela empresa. Todo cuidado é válido." MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 62. LINGUAGEM CORPORALEnfrentar uma entrevista com calma e tranquilidade pode fazer a diferença nahora de conquistar um emprego. Os entrevistadores estão treinados para “ler”os sinais do corpo, que podem ser tão reveladores quanto as palavras. Difi-cilmente um candidato consegue uma vaga se demonstrar insegurança.Gestos de apoio, como olhar nos olhos ou balançar a cabeça para quem está fa-lando, criam empatia (a menos que a outra pessoa perceba que você está escon-dendo sentimentos). Todos podem controlar a linguagem corporal, até certoponto (mas não totalmente). Em resumo, siga as seguintes dicas: escolha suaspalavras com muito cuidado e seja o mais sincero possível para não ser traídopelo corpo.Ouço e aprovo - A cabeça pende e o olhar é amistoso, mostrando atenção eaprovação (mão no queixo é sinal de aprovação)Estou atento - Os olhos atentos e o corpo inclinado para a frente indicamatenção e interesse (sombrancelhas levantadas demonstram interesse)Este é o meu ponto de vista - Gestos enfáticos com as mãos são uma forma dereforçar a mensagem verbal (mãos gesticulam para dar ênfase)Não estou bem certo disso - Morder a caneta indica a necessidade de cuidado eatenção. Demonstra, ainda, medo e insegurança (o olhar de viés aumenta a in-certeza)Preciso de conforto - Uma mão afaga o pescoço e a outra abraça a cintura, in-dicando a necessidade de reafirmação (os braços apegam-se ao corpo, como for-ma de autoconsolo)Dúvidas e mais dúvidas - Massagear a região entre os olhos (fechados) revelaconflito interno em relação ao que está sendo dito (olhos fechados e sobran-celhas franzidas expressam dúvida) MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 63. MAU HÁLITOQuando um profissional está em busca de uma oportunidade de emprego, geral-mente se preocupa em elaborar um bom currículo, vestir-se bem, manter-se atu-alizado com as exigências do mercado. Muitas vezes este profissional é chama-do para uma entrevista, mas não consegue o emprego, e fica procurando ondefoi que errou. Já ocorreu a você que a causa pode ser mau hálito? O assuntopode ser desconfortável de abordar, mas o desempenho do candidato durante umaentrevista de emprego pode ficar comprometido se ele aparentar sisudez ou ti-midez, quando muitas vezes o que ele tem mesmo é vergonha do mau hálito.Se for este o seu caso, enfrente o problema em vez de fugir dele. O tratamen-to existe e, na maior parte das vezes, não é complicado de seguir.Cerca de 80% das pessoas que sofrem de halitose, (palavra originada do latim,halitu - ar expirado e ose - alteração) problema mais conhecido como mau há-lito, não têm consciência disso. Este problema é tão comum que existe umadata nacional ao combate à halitose, 22 de setembro. O cirurgião-dentista Jo-sé Carlos Garófalo explica que quando uma pessoa apresenta mau hálito, muitasvezes acompanhado por um gosto ruim na boca, é sinal de que está com algumproblema de saúde. A halitose pode ter mais de 50 causas, sendo que em 90%dos casos o problema é de origem bucal, explica o dentista José Carlos. Ahalitose, independentemente da causa, aparece quando a produção de saliva di-minui, secando a boca, o que ocasiona o mau cheiro. Cerca de 40% da populaçãotêm mau hálito. Estresse, por exemplo, é muitas vezes um causador de mau há-lito. E não estamos falando só do caso de estresse como doença, mas tambémde situações estressantes, explica o doutor, que complementa: Uma pessoapode sofrer de mau hálito somente quando submetida a situações de tensão,como numa entrevista de emprego.Quando não tratada, a halitose pode causar gengivite, ou inflamação da gengi-va, ocasionando, em casos extremos, uma perda óssea. A halitose tem cura e oprimeiro passo para o tratamento é descobrir a causa, avisa José Carlos Ga-rófalo. O tratamento varia de uma simples consulta odontológica sobre higie-ne bucal até o uso de medicamentos, variando conforme a causa, diz.COMO SABER SE VOCÊ SOFRE DESTE PROBLEMA?Geralmente as pessoas não sabem que têm mau hálito porque quando falam nuncarespiram em direção ao nariz. Por isso, é comum ficarem sabendo do distúrbiopor um amigo ou alguém muito próximo. Pessoas que acabam sendo isoladas notrabalho, na família e até mesmo passam a encontrar dificuldades na hora dese relacionar com os outros, o que inclui o superior ou uma empresa duranteuma dinâmica de grupo ou entrevista de emprego, não sabem por que. Imaginamdiversos motivos que podem estar causando este isolamento, mas dificilmenteidentificam o mau hálito como causa, explica o dentista.Para detectar o problema, vale prestar atenção na maneira como as pessoasconversam com você, se mantêm certa distância, se ficam afastadas, se ficamcom a fisionomia fechada ou perguntar para alguém de sua confiança se essapessoa já percebeu se você tem mau hálito. Por mais constrangedora que possa MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 64. parecer essa situação, é melhor saber antes de perder uma oportunidade detrabalho por causa disso.Segundo a ABPO, Associação Brasileira de Estudos e Pesquisas dos Odores daBoca, existem três exercícios simples que permitem identificar o problema:1. Pegue um pedaço de fio dental branco, sem sabor e sem cera. Passe nos úl- timos dentes superiores e inferiores. Além do cheiro, examine a coloração do fio. Se estiver vermelho é sinal de sangramento. Se apresentar colora- ção amarelada, pode significar a presença de exudato purulento (pus). Se a cor for marrom, há a possibilidade de material necrótico.2. Pegue dois pedaços de gaze cirúrgica. Com um pedaço, você irá segurar a língua enquanto força-a para frente. A outra gaze, você irá esfregar na região posterior da língua. Espere 45 segundos e depois cheire a gaze que esfregou a língua. Como está o cheiro?3. Umedeça o pulso com saliva deixando-o bem impregnado. Espere o pulso secar e cheire. O odor está forte?COMO AMENIZAR O PROBLEMA NA HORA DA ENTREVISTA DE EMPREGOMaria Amélia dá algumas dicas de como evitar e amenizar este problema diantede situações de estresse elevado, como uma entrevista de emprego:1. balas e chicletes podem ajudar a aliviar a tensão e, ao mesmo tempo, dei- xam um sabor e um hálito agradável na boca2. evitar jejum por mais de quatro horas dificulta o aparecimento do mau há- lito temporário3. beber bastante água4. fazer bochecho com produtos anti-sépticos ao levantar e pelo menos uma hora antes da entrevista5. fazer qualquer tipo de exercício de relaxamento para baixar o nível de an- siedade no organismo6. não ficar com a boca fechada por muito tempoA boa apresentação numa entrevista de emprego exige que você se sinta bem.Elimine os problemas. O mau hálito pode ser um deles. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 65. COMO AGIR AO RECEBER UM TELEFONEMA DE EMPREGOUma das poucas coisas boas que se tem ao ficar desempregado – se é que elaexiste – é poder dormir além da conta, ver TV no meio da tarde e ficar algu-mas horas sem fazer absolutamente nada. Pois saiba que pode ser na calmariade uma tarde chuvosa que o telefone toca e, sem perceber, você elimina umafutura entrevista de emprego por pura falta de atenção.Na maior parte dos casos, o seu primeiro contato com a empresa vai ser portelefone. Normalmente, as empresas ligam para confirmar os dados, saber se oprofissional atende aos pré-requisitos da vaga e, dependendo do perfil docargo, também pode ser feita uma entrevista com o profissional. “Em São Pauloe no Rio de Janeiro, este contato por telefone é muito comum. Mas nas outrasregiões do Brasil, como Nordeste e Sul, esta prática não é tão conhecida,sendo que algumas pessoas chegam a ficar desconfiadas e suspeitar da idonei-dade da consultoria”, afirma Lara Rossetti Machado, coordenadora da área deRecrutamento e Seleção de Executivos e Especialistas da Across Recursos Huma-nos. Além de confirmar dados como nome, idade, formação e experiência profis-sional, a ligação tem como objetivo maior facilitar o trabalho de ambos, jáque o candidato é logo eliminado se atende aos requisitos da vaga. “Se o pro-fissional quer ganhar 2.500 reais e só podemos pagar 1.200 reais, já conver-samos isso pelo telefone, e ele não precisa ter o trabalho de vir até a con-sultoria e ouvir que o salário que podemos pagar não interessa a ele”.Em níveis hierárquicos mais altos, como gerentes, diretores e presidentes, aconversa pode alongar-se ainda mais. Nestes casos, Lara afirma que a conversavira quase uma entrevista, podendo durar entre 20 e 30 minutos para gerentes,e até uma hora com profissionais de nível diretoria para cima. Ela conta quequanto maior a experiência e o cargo, mais o profissional tem que falar e aconsultoria precisa saber, para ter a certeza se a pessoa está ou não dentrodo perfil pedido pela empresa, e assim ser chamada para uma entrevista pesso-al. “Ao receber a ligação, é fundamental que o profissional possa falar aber-tamente, sem rodeios. Por isso, se ele estiver na empresa em ou algum lugaronde não possa falar com tranqüilidade, a melhor coisa é explicar ao recruta-dor que não pode falar no momento e combinar outro horário mais adequado”,alerta a coordenadora de R&S da Across.Confira o que normalmente as empresas, consultorias e headhunters querem sa-ber quando ligam para você pela primeira vez:• Dados pessoais (nome, idade, formação e experiência profissional, se tem outro telefone que possa entrar em contato);• Nível de inglês e outros idiomas;• Salário e benefícios (quanto ganhou ou está ganhando no último emprego e quanto está disposto a ganhar);• Para profissionais em nível gerencial ou que lideram equipes, quantos su- bordinados ele tem ou teve no último emprego.Como se planejar antes de receber um contato telefônico da empresa? Confiraas dicas dos especialistas: MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 66. • Faça um plano de carreira e tente seguir o que foi planejado, com seguran- ça e determinação.• Ouça com atenção o que for dito, mas analise cada proposta cuidadosamente antes de aceitar. Não precisa dizer sim no primeiro momento.• Hoje em dia, o mercado de consultorias de recolocação e agências tem apre- sentado denúncias por parte dos clientes (profissionais), já que muitas empresas agem de má fé e cobram dos candidatos por participarem do proces- so, mesmo antes deles conseguirem o emprego. Por isso, é importante veri- ficar a legitimidade do recrutador e da empresa contratante. Você pode -e deve- buscar informações sobre a empresa, seja na Internet, em listas de discussão e no Procon.• Tenha sempre à mão um currículo atualizado, pronto para ser enviado.• Se a conversa não interessar, descarte logo a oferta e encerre o contato. Se quiser, ofereça-se para indicar outra pessoa para o cargo.• Não se faça de difícil. Aceite encontros, retorne ligações e e-mails. Coo- pere.• Seja o mais franco possível. Sempre. Não omita seu nível de inglês ou au- mente sua remuneração atual, porque esses e todos os outros dados podem ser verificados mais tarde, e aí pode ficar feio pra você.• Dê nomes e telefones de suas referências. Isto mostrará que você nada tem a esconder.• Você até pode usar uma oferta para conseguir aumento no emprego em que está. Mas cuidado: a estratégia pode ir por água abaixo se você estiver apresentando um baixo rendimento ou mesmo se a empresa estiver em um perí- odo de redução de custos: seu atual empregador pode ver a proposta como um pedido de demissão.Se por acaso a entrevista não der certo e a proposta não se concretizar, nãodesanime. Estatísticas mostram que, de cada 200 pessoas consultadas para umavaga por um headhunter, talvez 20%, ou 50 candidatos, passem pelo primeirocrivo, que cinco serão finalistas, e que apenas um terá o emprego. Não encareuma rejeição como uma questão pessoal: o processo de busca objetiva um pro-fissional perfeito para aquele cargo, e se você não foi escolhido, certamentefoi bom ter acontecido, porque a vaga não era mesmo feita para você. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 67. TESTES PSICOTÉCNICOSSempre que vais a uma entrevista, eles estão lá à tua espera. Já sonhas comtestes psicotécnicos? Não desesperes, começa por perceber que tipos existem epara que servem.Os testes psicotécnicos servem para avaliar os conhecimentos, as habilida-dese as aptidões.AS FORMAS DOS TESTESOraisNeste tipo de testes as perguntas e as respostas são obtidas de forma oral.Muitas vezes são utilizados para se testar a fluência, o sotaque e a diversi-dade de vocabulário, numa língua estrangeira.Mais utilizado, quando concorres a uma função onde os conhecimentos de lín-guas e a sua utilização na função a que te candidatas são uma constante.EscritosNeste tipo de testes as perguntas e as respostas são obtidas de forma es-crita.RealizaçãoNeste caso serás posto à prova, no desempenho de uma actividade prática, porex:- execução de um trabalho- tradução de um texto- prova de desenho- destreza manual- situação telefónica- teatro de vendas- improviso de uma situaçãoNATUREZA DOS TESTESIndependentemente da forma assumida pelos testes, quando falamos em conteúdoe objectivos classificamos os testes, em:1. Testes de PersonalidadeO objectivo deste tipo de testes é analisar diversos traços determinados pelocarácter (adquiridas) e pelo temperamento (inatos). Revelam a personalida-dede uma forma global: os interesses, o equilíbrio emocional, as frustra-ções,a ansiedade, a agressividade, a motivação, etc.Dicas para responderes a este tipo de testes:- não te preocupes com a quantidade de questões, normalmente este tipo detestes não são cronometrados- tenta ser coerente nas respostas, ou seja, sê sincero quando as questões sereferem a aspectos positivos, em caso de dúvida, responde num nível in-termédio. Mantém essa postura desde o inicio do teste. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 68. - valoriza os aspectos positivos- no caso de ser um teste em que te são apresentadas imagens para dizeres osignificado, evita ser excêntrico, e não te centres somente numa parte daimagem, dá uma resposta de carácter global2. Testes de Inteligência GeralEste tipo de testes é vulgarmente conhecido, pelo " teste dos dominós", umavez que as figuras apresentadas são figuras que se assemelham às pedras dedominó.Dicas para responderes a este tipo de testes:- tenta coordenar a rapidez com a eficácia- se bloqueares numa questão, passa para a seguinte, normalmente a per-guntaque se segue é mais simples, o que faz com que ganhes algum ânimo para conti-nuares.- no final se tiveres tempo, podes retomar e rever as questões que não fi-zeste. Se não tiveres tempo, paciência!- não te preocupes em responder à sorte pois as respostas erradas por ve-zesdescontam nas correctas e pode dar a sensação que respondes à sorte, sem mé-todo!3. Provas de Inteligência PráticaEstas provas permitem avaliar as competências práticas das pessoas, taiscomo: destreza manual, habilidade para a realização de trabalhos de carac-termanual, distinção de sons (graves e agudos), capacidade de reacção, ra-pidez,…Dicas:- neste tipo de provas, deves tentar abstrair-te do resto do mundo e focar-tesó no teste;- mantém a calma, se estiveres calmo o teu desempenho será mais positivo.4. Testes de MemóriaPodemos falar em dois tipos: memória visual e memória "de palavras". Quer numcaso quer noutro, o que acontece é que as figuras ou palavras a me-morizarser-te-ão apresentadas por um período de tempo, e depois tens de as transcre-ver ou descrever, com algum pormenor.Dicas:- centra-te nas imagens e palavras que te são familiares;- tenta estabelecer relações entre as palavras;- cria uma imagem visual daquilo que te é apresentado, de modo a poderes lo-calizar os conteúdos e os conseguires detectar, quando há algum do qual nãoconsegues recordar-te;5. Testes de AptidãoEstes tipos de testes permitem avaliar a tua aptidão para várias áreas: nu-mérica, verbal, abstracta, programação e análise, análise de diagrama, ad-ministrativos,…Dicas:- concilia rapidez com eficácia; MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 69. - tenta entrar no raciocínio da prova;- não dês demasiada atenção ao tempo, mas também não percas demasiado temponas questões que não sabes.6. Testes de Resistência à MonotoniaTêm por objectivo verificar qual o tua capacidade de atenção, concentração,resistência à monotonia, situações de stress.Dicas:- normalmente estes tipos de testes são compostos por figuras, sugerimos quecomeces por responder de uma forma genérica, pois deste modo o can-saço émais reduzido, e no final terás tempo para especificar.- por outro lado se responderes num só sentido (ex. decides responder na ho-rizontal), é mais fácil seres eficaz e rápido. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 70. DINÂMICAS DE GRUPOAs dinâmicas de grupo costumam fazer parte dos processos de seleção de candi-datos. Geralmente elas são eliminatórias e servem para que a empresa conheçacaracterísticas do indivíduo e o seu comportamento em equipe.Tire agora todas as suas dúvidas a respeito desse instrumento de seleção:Em que fase da seleção ocorre a dinâmica de grupo?Depois da triagem inicial dos currículos e dos testes. Pode ser aplicada an-tes ou depois das entrevistas, e sempre antes da última entrevista individu-al.Como é realizada?São chamados grupos de cerca de 10 a 20 participantes. A duração varia, mascostuma ser de duas horas. São propostas diversas atividades em que o grupoprecisa expor aspectos pes-soais e profissionais.Como devo agir?Com sinceridade, espontaneidade e ética. Mas vale lembrar que a sinceridade,nessa situa-ção, tem limite (use o bom senso ao dar as respostas para nãoperder a oportunidade).Extrovertidos têm mais chances?Depende do perfil da vaga, mas, em geral, acabam se dando melhor durante asdinâmicas porque têm facilidade de expor suas opiniões. Os tímidos podem sedar bem procurando informações sobre a empresa e treinando formas de se exporem uma situação em grupo. Não adianta fingir que você é extrovertido. O idealé achar saídas para minimizar o obstáculo.Os candidatos deixam de ser naturais?Como é uma situação de competição e de avaliação explícita, é realmente difí-cil manter a naturalidade. Mas os exageros são facilmente percebidos pelosselecionadores.Na dinâmica, um candidato "puxa o tapete" do outro? Como evitar isso?Mesmo sem essa intenção "escancarada", é isso o que muitos tentam fazer. Ocandidato que se sentiu atingido deve expressar, com educação, que isso o in-comodou. Não se deixe intimidar por atitudes exageradas dos "colegas".O selecionador percebe quem está fingindo? Como?O candidato que mascara situações ou comportamentos geralmente cai em contra-dição, e é fácil de ser notado.O que responder quando perguntam meus pontos negativos?Pergunte, por exemplo, quais são os pontos negativos que a empresa é contra eentão aponte quais deles fazem parte de sua personalidade. Outra forma éapresentar as caracte-rísticas pessoais que você precisa desenvolver a curtoprazo. Ou ainda, citar características suas que sejam negativas mas aprovei-táveis, como o perfeccionismo. Lembre-se: sincerida-de também tem limite naauto-avaliação. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 71. O que dizer no momento da apresentação individual?Fale como você é, como reage frente às situações, como se vê em grupo, quaissão suas expectativas e seus planos para o futuro.Devo mudar de acordo com o cargo ou a empresa pretendida?O comportamento e os valores, não. A estratégia para alcançar o objetivo éque pode ser mudada.Destaca-se na dinâmica quem...a) sabe ouvir a equipeb) divide papéisc) organiza e planeja antes de executar a tarefad) coloca suas idéias e valores de maneira clara e objetivae) expõe suas opiniões com segurança, baseadas em fundamentos.Perde pontos na dinâmica quem...a) não participa das atividadesb) mostra arrogânciac) "atropela" o grupod) finge um determinado comportamento MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 72. AS ETAPAS DAS DINÂMICAS DE GRUPO“Qualquer situação em que você reúne pessoas para uma atividade conjunta, comum objetivo específico, caracteriza uma dinâmica”, define Tatiana Wernikoff,sócia-diretora do IPO (Instituto de Psicologia Organizacional). “A situaçãomais comum é a dos processos seletivos”, completa ela.A dinâmica é a atividade que leva o grupo a uma movimentação, a um trabalhoem que se perceba, por exemplo, como cada pessoa se comporta em grupo, como éa comunicação, o nível de iniciativa, a liderança, o processo de pensamento,o nível de frustração, se aceita bem o fato de não ter sua idéia levada emconta.Além disso, os selecionadores usam essa técnica para descobrir e avaliar comoo grupo se comporta em relação a cada componente. Segundo Tatiana, a dinâmicade grupo em seleção sempre tem como objetivo observar o comportamento na si-tuação de grupo e na maneira de ser do indivíduo.Dinâmica de grupo é um instrumento de aproximação de interesses. Para as or-ganizações, não adianta só buscar o melhor profissional do mercado, mas tam-bém aquele que se adapta às suas necessidades. Para os profissionais, funcio-na do mesmo jeito. É preciso haver sintonia.ProfundidadeDe acordo com Tatiana Wernikoff, a dinâmica não é uma técnica que permite co-nhecer profundamente a personalidade da pessoa. Para isso existem outras ati-vidades, como avaliação psicológica e entrevistas em diferentes níveis deprofundidade.Atualmente, as dinâmicas estão leves e divertidas, os selecionadores sempreexplicam os motivos de cada atividade e o candidato tem o direito de saber autilidade de cada uma delas.Os processos de dinâmica invasivos já caíram em desuso, pois hoje sabe-se quenão é necessário submeter os profissionais a situações desagradáveis, humi-lhantes, para diagnosticar suas características. Um tipo bastante comum dedinâmica que constrange é aquela em que o condutor questiona e coloca em con-flito as opiniões e os valores dos candidatos, até que eles percam a cabeçaou se sintam inseguros.Fases da dinâmicaTatiana Wernikoff, do IPO, ajudou-nos a definir para você as etapas das dinâ-micas de grupo aplicadas nos processos seletivos. Confira:ApresentaçãoPode ser feita só oralmente, quando cada participante fará uma pequena des-crição de sua vida pessoal e profissional. Pode ser também uma apresentaçãomais dinâmica, na qual os candidatos recebem cartolina, jornais, revistas,tesoura, cola, canetas. O objetivo é fazer com que cada um se defina usandoesses recursos. É permitido escrever, desenhar, colocar recortes de revistas, MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 73. colar ilustrações. Serve para "quebrar o gelo" e fazer com que todos se co-nheçam.AquecimentoEssa fase pode ser a primeira ou a segunda, explica Tatiana. O aquecimentoserve para quebrar o gelo ou desacelerar a equipe. Isso quer dizer que o fa-cilitador da dinâmica precisará fazer uma leitura corporal do grupo para sa-ber se há entrosamento. A partir daí define-se o tipo de aquecimento, quepode ser físico, para relaxar e diminuir a empolgação, ou algum tipo de jogoque proporcione oportunidades de integração do grupo. Um exemplo é o jogo dabatata quente. Cada pessoa, ao receber a bola, precisa terminar a frase ditapelo condutor da dinâmica. "Eu gosto de ...", "Me tira o sono...", "O que meentristece é...","Às vezes eu me sinto como...".Atividade PrincipalPode ser subdividida em três tipos:Execução ou Realização - construção de um produto ou um projeto, como umacampanha de marketing, por exemplo. Nesse caso, propõe-se aos candidatos quecriem um produto inovador, apresentando viabilidade de custo, estratégia demarketing, tempo de retorno e público-alvo. Com isso, verifica-se criativida-de, jogo de cintura, dinamismo, clareza de idéias, conhecimento do mercado,visão, comportamento em relação ao grupo, sintonia, e o principal, de queforma cada integrante contribui para isso.Comunicação - é sempre baseado em debates ou histórias O grupo é dividido emduas partes. Depois é apresentado um tema da atualidade (geralmente polêmico)sobre o qual os participantes discutirão para desenvolver argumentação perti-nente. Avalia-se capacidade de argumentação, conhecimento do assunto, poderde negociação, relacionamento interpessoal, facilidade de expor idéias, matu-ridade e nível cultural.Situacional - pode ser feito verbalmente ou através da aplicação de questio-nários. Diante da apresentação de uma situação relacionada a problemas coti-dianos das empresas, cada participante deve apontar possíveis soluções. Ogrupo pode ser dividido em duas equipes e, então, cada uma apresenta suas so-luções. O objetivo é checar capacidade de compreensão, de síntese, liderança,habilidade analítica, aceitação do que foi exposto pelo grupo oponente, poderde negociação, coesão do grupo e maturidade. Outro exemplo: diante de uma si-tuação em que um barco está afundando, lança-se a pergunta: quem você salva-ria? O facilitador demonstra o perfil de cada um dos ocupantes do barco ecada um faz sua escolha. Esse tipo de dinâmica vai identificar os valores(econômico, religioso, humano) e se você é uma pessoa mais sonhadora, práti-ca, organizada ou desregrada.ResgateAlguns profissionais de Recursos Humanos têm utilizado essa técnica para sa-ber o que os candidatos acharam das atividades. Ouvem suas opiniões e argu-mentam dentro daquilo que é possível revelar. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 74. AS ATIVIDADES MAIS COMUNS NAS DINÂMICAS DE GRUPODinâmica de grupo é uma das inúmeras formas utilizadas pelos selecionadorespara detectar competências pessoais nos candidatos a emprego. É como um jogo:a partir de uma atividade proposta, são estabelecidos objetivos e regras, ca-bendo a cada participante utilizar suas habilidades pessoais para chegar aoobjetivo. Nesse caso, a oportunidade de emprego.A preocupação dos selecionadores em saber mais sobre as competências pessoaisdos candidatos é consequência das várias mudanças ocorridas nos últimos anosdentro das empresas. Antigamente, os cargos seguiam uma hierarquia rígida eas pessoas eram contratadas de acordo com sua formação profissional e cursosextracurriculares. Hoje, a necessidade de trabalhar em equipe e a horizonta-lização das estruturas exigem competências pessoais específicas.A quantidade e os tipos de atividades aplicadas nas dinâmicas de grupo depen-dem do objetivo e do tipo de cargo que está sendo preenchido. Entretanto, háalgumas delas que costumam fazer parte de qualquer processo seletivo. Paravocê saber um pouco mais sobre o que vai encontrar pela frente, preparamosuma lista das atividades mais comuns nas dinâmicas de grupo:ChegadaSe você pensa que a dinâmica começa quando você entra numa sala e recebe umcrachá, está muito enganado. Ela começa na sala de espera. Algumas empresasutilizam essa atividade para saber como é o candidato antes mesmo dele inici-ar essa etapa do processo seletivo. A secretária que lhe recepciona pode serna verdade uma psicóloga. O selecionador atrasa alguns minutos, enquanto elase encarrega de observar sua reação diante do imprevisto. Pessoas que olhamconstantemente no relógio ou que reclamam em voz alta demonstram impaciênciae falta de jogo do cintura.O que é analisado: paciência, flexibilidade e capacidade de lidar com o im-previstoDica: Por mais que você esteja nervoso com o atraso do selecionador, eviteolhar demais no relógio ou criticar a qualidade da empresa com o companheirodo lado. Dependendo do perfil do cargo, essa atitude pode lhe desclassificardo processo.Apresentação dos candidatosRealizada logo no início da dinâmica para "quebrar o gelo" e descontrair osparticipantes, o selecionador distribui os crachás para os participantes e osdivide em duplas para que façam uma entrevista. Na base do improviso ou com oauxílio de um questionário, os participantes se conhecem e depois apresentamo entrevistado para os demais componentes do grupo. Outra maneira de se apli-car essa dinâmica é formando um círculo com os participantes e oferecer umabola para eles jogarem. O participante que estiver com a bola deve fazer umafrase incompleta e jogar a bola para que alguém a complete. Por exemplo: ocandidato com a bola diz: "O que me entristece é..." e passa a bola para ou-tro componente responder.O que é analisado: interação, expressão e perfil psicológicoDica: procure levar à sério a apresentação que você faz do seu parceiro e su-as respostas na hora de passar a bola. Independente de ser uma brincadeira, oselecionador está atento à todas as suas atitudes. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 75. Auto-apresentaçãoCada participante deve produzir um painel e fazer uma apresentação de si mes-mo ao selecionador e aos demais componentes do grupo. É a chamada TécnicaProjetiva, na qual o selecionador avalia a habilidade que o participante temde se projetar por meio de palavras e desenhos. A partir do que foi montadono painel e do jeito como você se expressa, o selecionador consegue obter umaboa visão sobre sua personalidade.O que é analisado: auto-imagem e autoconhecimentoDica: Muitos participantes tendem a apresentar apenas as qualidades ou, secolocam os pontos negativos, fazem questão de encobri-los. Saiba que, inde-pendente do que é escrito no painel, o que será avaliado é a sua apresenta-ção, sua forma de promover sua imagem pessoal. Seus defeitos, escritos ounão, certamente serão percebidos pelo selecionadorExercício de consensoNessa atividade, o selecionador realiza uma pergunta como "Se eu fosse viajarpara uma ilha deserta ou para a Lua, o que levaria?" e pede para que todos osparticipantes dêem suas opiniões sobre os objetos que poderiam ser úteis nes-sa viagem. Cada candidato coloca seu ponto de vista abertamente enquanto oselecionador se encarrega de analisar a performance de cada um. O objetivo éfazer com que, por meio da discussão, todos os participantes cheguem a umsenso comum.O que é analisado: perfil de liderança, sensatez das idéias expostas para ogrupo e abertura para ouvir as opiniões dos demais participantes da discus-são.Dica: Para alcançar o objetivo da atividade, é preciso que algum componentedo grupo tenha habilidade para guiar e analisar as opiniões do grupo. Essapessoa pode ser você.Desenvolvimento de projetos em comumOs candidatos são divididos em grupos de mais ou menos três componentes e re-cebem das mãos do selecionador diversos objetos, que vão desde revistas atéutensílios de plástico. O objetivo é fazer com que o grupo, munido também deoutros objetos como tesoura e cola, crie uma idéia e a venda para o selecio-nador.O que é analisado: colaboração, poder de persuasão, discussão das idéias e asdiversas formas de colocá-las em prática.Dica: Muitas vezes, os participantes não gostam de realizar essa prova,achando que ela serve apenas para testar a habilidade dos profissionais devendas. Mas a verdade não é bem essa. "No mercado de trabalho estamos semprevendendo alguma coisa. Sejam idéias, produtos ou até mesmo nossa própria ima-gem", explica Cymbaum. Se você ainda não tem, é bom começar a desenvolveressa habilidade.Júri simuladoOs participantes são divididos em dois grupos. Um tem o objetivo de defenderuma idéia e o outro de acusá-la. Um tema atual é proposto pelo selecionador ea partir dela as duas turmas defenderão suas idéias, independente de realopinião que cada um possui sobre o tema abordado. Em determinado momento, ospapéis são invertidos e quem acusou, passa a defender. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 76. O que é analisado: capacidade de argumentação, defesa de idéias, improviso,convencimento das pessoas e flexibilidade. É possível também avaliar perfilde liderança nesta atividade, desde que o candidato tenha habilidade paraacalmar os demais componentes da equipe e controlar as situações de conflito.Dica: Alguns candidatos acreditam que conquista a vaga de emprego aquele quefala mais alto ou que fala por todo o grupo. Isso não é verdade. O objetivodessa atividade é saber quem tem habilidade para organizar as idéias, lidarcom o imprevisto e convencer o grupo adversário da veracidade de suas opini-ões.Atividades irreverentesSão utilizadas dependendo da empresa e do cargo pretendido. Por meio de arti-fícios, são surtidos efeitos variados nos participantes. Esses artifícios vãodesde opinar sobre algum tema segurando um palito de fósforo aceso, até brin-cadeiras de mímica.O que é analisado: na atividade do fósforo são avaliados o controle, como oparticipante lida com pressão e como administra seu tempo. Nas mímicas sãoavaliados o improviso, criatividade e as formas utilizadas pelo participantepara lidar com problemas.Dica: concentração é a palavra-chave nessa hora. Não tenha medo de parecerbobo. O objetivo é que você utilize seu corpo para expressar idéias. Lembre-se de que ele também é capaz de falar.As atividades que compõem as dinâmicas de grupo não são imutáveis. Todas elaspodem ser moldadas de acordo com o número de participantes e com o objetivo aser alcançado. Independente disso, procure dar sempre o seu melhor e seja ín-tegro em suas atitudes. Caso você seja selecionado para a vaga, lembre-se deque todas elas serão cobradas. Não se esqueça de quebrar seus esteriótiposdurante a dinâmica. Achar que quem fala mais está propenso a conquistar avaga ou aquele que se reserva está definitivamente desclassificado não é ocaminho. "Cada dinâmica tem o objetivo de detectar determinadas competênciasnum candidato de acordo com o cargo e o perfil da empresa. Uma pessoa quefala alto demais, por exemplo, pode passar a impressão de um profissional quenão sabe ouvir o outro. Os mais tímidos, ao contrário do que se pensa, tambémpossuem boas chances", explica John Cymbaum.Outra dica importante é nunca dissimular comportamentos durante uma dinâmicade grupo. O que é interessante para uma empresa nem sempre é para a outra. "Oimportante é não tentar se adaptar ao cargo que a empresa oferece, mas simbuscar as oportunidades e as empresas compatíveis com o seu perfil", diz LuizScistowscki. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 77. DINAMICAS DE GRUPO MAIS UTILIZADAS1) Técnica de penetraçãoObjetivos:a) Vivenciar o desejo de merecer consideração e interesse;b) Sentir a alienação, o isolamento, a solidão, sensação de estar excluído de um grupo.Tamanho do grupo:Qualquer tamanho, uma vez que serão escolhidos membros para participar doexercício.Tempo exigido:Quinze minutos, aproximadamente.Ambiente físico:Uma sala suficientemente ampla para poder acomodar todos os participantes.Processo:I. O animador escolhe umas cinco a sete pessoas que serão identificadas como "de dentro" e que ficam de pé, no centro do grupo, formando um círculo apertado com os braços entrelaçados. Tanto podem ficar viradas para dentro como para fora;II. A seguir, escolherá uma pessoa do grupo que será o "intruso" e que de- verá tentar penetrar no círculo da maneira que puder, e os componentes do círculo procuram conservá-lo fora;III. O "intruso" tentará abrir o círculo e toma seu lugar ao lado dos outros como um membro regular, podendo o animador indicar outro membro como "intruso", já que essa atividade costuma despertar grande empatia;IV. No final do exercício, os "intrusos" e os outros membros, que funciona- ram como observadores, farão os comentários acerca da experiência. É importante observar se os "intrusos" tentaram penetrar usando a força ou o diálogo.2) Ouvindo músicaObjetivos:a) Despertar a intuição e a criatividade;b) Criar um clima de liberdade que envolve os participantes, unindo-os;c) Proporcionar momentos de relaxamento estimulando a concentração;d) Despertar o senso de liderança.Tamanho do grupo:Até 20 pessoas.Tempo exigido:Cerca de uma hora, dependendo do tamanho do grupo. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 78. Material:Toca fitas com boa potência. Música(s) de relaxamento.Ambiente físico:Uma sala (opcionalmente com cadeiras), suficientemente ampla para acomodartodas as pessoas participantes.Processo:I. O grupo ouve música durante 10 ou 15 minutos;II. Antes de pôr a música, o orientador avisa que devem ouvi-la imaginando uma história encenável;III. Pára a música. O orientador pede a cada um que narre para todos a his- tória imaginada;IV. As histórias que despertarem maior interesse no grupo serão interpreta- das pelos componentes. Interpretam-se quantas histórias o número de componentes permitir;V. O diretor de cada história será a pessoa que a mentalizou inicialmente;3) Os corpos revelam uma posição socialObjetivos:a) Sentir que atrás de nosso corpo há a instituição (os organismos, os ritos, os direitos e os temores);b) Sentir que atrás da instituição há outras instituições;c) Sentir que atrás das instituições há pessoas, há decisões tomadas por elas, há relações que se estabelecem entre elas, e situações da primeira infância que se reproduzem.Tamanho do grupo:Até trinta pessoas.Tempo exigido:Cerca de uma hora, dependendo do tamanho do grupo.Material:Lápis ou caneta e folhas em branco.Ambiente físico:Uma sala com cadeiras, suficientemente ampla para acomodar todas as pessoasparticipantes.Processo:I. O animador começa propondo ao grupo que cada qual se imagine em “situa- ções passadas da vida em que não se sentiram à vontade nas comunicações com outras pessoas”. Ou ainda, situações em que as palavras não saíram facilmente, pelo acanhamento, medo ou outras dificuldades. Quase todas as pessoas passaram por tais situações, na vida.II. Após uns seis ou sete minutos, todos, um a um lêem suas anotações.III. Geralmente se observa que as situações mais constrangedoras e apresen- tadas pela maioria dos grupos se referem à comunicação com os “superio- res”, e não com iguais ou com “inferiores”. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 79. IV. Diante dessa situação, o animador escolhe para o exercício uma secretá- ria e dois protagonistas e propõe a dramatização do seguinte fato: Uma determinada pessoa foi procurar o chefe de pessoal de uma empresa para informar-se acerca de um emprego, antes de candidatar-se ao mesmo. O pretendente bate à porta. A secretária atende, convidando-o a entrar. Ao atender, saúda-o, pedindo que aguarde sentado, entra na sala do che- fe para anunciá-lo. Enquanto espera, apressado e nervoso, procura no bolso um bilhete no qual anotara o seu pedido. Nisso aparece a secretá- ria, o que não permitiu fosse lido o bilhete, antes de ser atendido pelo chefe. O chefe pede para entrar, anuncia a secretária. Imediata- mente ele se levanta, e, com um sorriso nos lábios, entra. Olha para o chefe, que continua sentado à sua mesinha, parecendo neutro, preocupado com seu trabalho, de escritório. “Bom-dia”, diz ele, e espera mais um pouco. Após alguns minutos, o chefe manda-o sentar. Ele se assenta na beirada da cadeira, ocupando só um terço da mesma. Acanhado, meio en- curvado, a cabeça inclinada levemente para frente, começa a falar, di- zendo ter lido um anúncio de que a empresa estava precisando contratar mais funcionários e que, antes de candidatar-se, desejava obter algumas informações a respeito do trabalho. Sua fala é fraca, tímida preocupan- do-se em não dizer demais. Sua cabeça está apoiada nas mãos, olhando sempre o chefe por baixo das sombracelhas. Eis que o chefe, que até agora permanecia calado, diz ao candidato: “Fale-me primeiro algo a respeito de sua formação e de sua experiência”. A esta altura, o candi- dato já não insiste em ter informações, procurando responder imediata- mente à pergunta do chefe, continuando sempre sentado na beirada da ca- deira;V. Nisso, o animador aplica uma técnica usada em psicodramatização. Pára e inverte os papéis. O candidato se torna o chefe do pessoal, sentando-se no escritório, no lugar ocupado pelo chefe, e este ocupa a posição do candidato, fazendo o seu papel;VI. É importante observar como o comportamento das pessoas muda radicalmen- te. O candidato toma uma posição reta, firme, sentando-se corretamente. Enquanto o chefe deixa seu ar de autoridade, e apresenta-se humilde, acanhado, falando com voz sumida. E o exercício continua.VII. O animador pede aos observadores do grupo que façam uma lista das ano- tações de tudo o que constataram e a mensagem que os dois protagonistas deixaram na dramatização.VIII. A seguir, cada observador lerá suas anotações, e segue a verbalização acerca da experiência vivida.4) Dinâmica de integraçãoObjetivo:Oportunizar um maior conhecimento de si mesmo e facilitar melhor relaciona-mento e integração interpessoal.Material necessário:Lápis e uma folha de papel em branco para todos os participantes.Tamanho do grupo:Trinta a quarenta pessoas, aproximadamente. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 80. Tempo exigido:Uma hora, aproximadamente.Ambiente físico:Uma sala, com carteiras, suficientemente ampla, para acomodar todos os parti-cipantes.Descrição da dinâmica:I. O facilitador explicita o objetivo e a dinâmica do exercício.II. Em continuação, pede que cada um escreva, na folha em branco, alguns dados de sua vida, fazendo isso anonimamente e com letra de fôrma, le- vando para isso seis a sete minutos.III. A seguir, o facilitador recolhe as folhas, redistribuindo-as, cabendo a cada qual ler em voz alta a folha que recebeu, uma por uma.IV. Caberá ao grupo descobrir de quem é, ou a quem se refere o conteúdo que acaba de ser lido, justificando a indicação da pessoa.V. Após um espaço de discussão sobre alguns aspectos da autobiografia de cada um, seguem-se os comentários e a avaliação do exercício.5) O trabalho em equipeObjetivo:Ressaltar a importância do trabalho em equipe.Forma de realização:A aplicação da técnica, inicia-se com as pessoas reunidas em círculo e nocentro uma bexiga para cada participante.Cada pessoa, pega enche a sua bexigae após amarrá-la é dada a proposta de que o grupo deve mantê-las voando. En-tão, o monitor responsável pela dinâmica deve ir retirando os participanteslentamente, um por vez. O número de bexigas continuará o mesmo, porém o núme-ro de pessoas será cada vez menor, até chegar ao ponto de não mantê-las maissuspensas.6) BrainstormingObjetivo:O Brainstorming ou tempestade cerebral, mais que uma técnica de dinâmica degrupo é uma atividade desenvolvida para explorar a potencialidade criativa doindivíduo, colocando-a a serviço de seus objetivos. De autoria de Alex Osbornfoi e é por este e por seus seguidores muito utilizada nos Estados Unidos,principalmente em atividade de treinamento do pessoal, em áreas de relaçõeshumanas e publicidade e propaganda.Forma de realização:O Brainstorming não visa a fixação de um conteúdo desenvolvido ou que constede um texto qualquer. O princípio no qual se apóia o Brainstorming é o de so-licitar aos participantes que aparentemente idéias, as mais diversas e atémesmo descabidas, sobre um assunto qualquer colocado pelo monitor. Sua parti-cipação, durante a apresentação dessa idéias, será a de registrá-las, inde-pendente de qualquer juízo crítico sobre sua validade, e estimular a rápida MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 81. sucessão de outras mais. Um exemplo proposto é aproveitar-se uma reunião deexecutivos, por exemplo, na área de publicidade e apresentar-lhes desafiosaparentemente ilógicos como:- Qual a utilidade prática de uma lâmpada queimada?- Que outros empregos poderemos dar a um clipe de papel?- Como nos valer da palavras (chuva) e da palavra (matagal) para promover avenda de óleos de bronzear?Colocando um desses problemas, cabe ao monitor, mais ou menos com um leilão,incentivar os participantes a apresentarem, em poucas palavras, as sua idéiase, eventualmente, associá-las a outras até que praticamente se esgote o ma-nancial. Com inúmeras idéias expostas a registradas, deve então o monitor,com auxílio do grupo ir eliminando umas, aprimorando outras e assim chegar aum resultado prático. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 82. AGÊNCIAS DE EMPREGOS E HEADHUNTERS: SERIEDADE OU ENGODO?Quem empreende a tensa busca de um emprego nesses tempos árduos não se candi-data só à primeira folha de pagamento que aparece, mas concorre também a ar-madilhas de anúncios e agências de emprego - algumas até de grande porte ecom seus "headhunters".O ponto central do engodo está na forma como o serviço é apresentado. Primei-ro: não há crise de emprego para agências do ramo - todas têm milhares de va-gas à disposição, aqui e no exterior. Mais: têm experiência internacional,caçam talentos para as maiores companhias do mundo e operam com consultores,que são verdadeiros gênios, capazes de encontrar a vaga que só você pode pre-encher. No trato direto com quem cava um emprego, dizem que suas lentes vas-culham a vaga certa onde ela estiver; que o currículo do candidato será revi-gorado e vai percorrer os quatro cantos do mundo. Entrevistas? Vão agendartantas, que o candidato não vai conseguir dar conta. Mais: algumas agênciaschegam a estimar tempo para conseguir o emprego. É comum frases como: "Dentrode dois ou três meses você vai está empregado", ou "com esse currículo, vocêlogo volta a trabalhar..." Somada a pampa que exibem, mais promessas assim, ovulnerável caçador do emprego não resiste e contrata o serviço. Quanto paga?As mais caras chegam a cobrar R$ 2 mil ou mais.Meio e fimComo o ambiente da abordagem e do oferecimento do serviço é de clara promessade emprego, meses depois, sem nenhum resultado ou convite para entrevista, oconsumidor do serviço sente que foi enganado e quer de volta o que pagou. Sóque, em resposta, além da importância paga não ser devolvida, ele ainda rece-be uma aula de direito, a saber.- Agência - O senhor não entendeu. Nossa atividade é de meio e não de fim.- Consumidor - Como assim? Eu não contratei e paguei por um serviço?- Agência - O senhor pagou pelo nosso empenho (meio) em conseguir uma vaga, ou uma recolocação profissional, e não por um resultado concreto - o em- prego.Tecnicamente, é isso mesmo. Serviços dessa natureza caracterizam, juridica-mente, as chamadas obrigações de meio, e não de fim. O mesmo ocorre, porexemplo, com os serviços de médicos e advogados. Contrata-se a competência, ozelo e o empenho do profissional, ou da empresa, em relação ao serviço ofere-cido - e não a obtenção de um fim ou resultado específico.Informação precisaTalvez por perceberem que dão a aula acima em momento errado - depois que oconsumidor se sente no prejuízo, e não previamente à contratação do serviço -, algumas agências devolvem parte do dinheiro recebido, quando o cliente re-corre aos órgãos de defesa do consumidor ou aos jornais. A verdade é que, seo serviço, por natureza, é de meio, mas, na prática, é vendido como se fossede fim (promete-se resultado), é a promessa feita que importa, ou seja, oconsumidor pode cobrar o resultado prometido. Importante: promessa feita, ecomprovada (até por meio de testemunhas), prevalece até sobre o contrato as- MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 83. sinado, mas que não contém o que foi prometido por funcionários, vendedores,representantes ou qualquer outro meio de informação. Mais. Se o serviço é demeio, é obrigação do fornecedor dar essa informação ao consumidor, de formaprecisa e antes da contratação. Sim, porque ambigüidades, imprecisões e dúvi-das nos contratos de consumo devem ser interpretadas a favor do consumidor.Importante: mesmo que esteja claro para quem contrata o serviço que a obriga-ção da agência é de meio, cabe a ela provar que cumpriu o prometido com exí-mia competência e empenho. Sem essa prova, quem for vítima do embuste tem odireito de reaver o que pagou e obter ressarcimento de danos sofridos. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 84. COMO CONSEGUIR UMA INDICAÇÃOO "QI", simplificação de "Quem Indica", é o principal caminho para o recruta-mento dos executivos. Nossas pesquisas apontam que entre 22% e 24% dos execu-tivos são contratados por indicações de pessoas de dentro ou de fora da em-presa. Isso significa que uma grande parte do mercado de trabalho para osexecutivos é bastante informal. A maioria deles consegue seus empregos pormeio de conhecidos, amigos e contatos.A procura de uma nova colocação por esse meio é especialmente vantajosa, por-que evita a concorrência. Nosso estudo recente com 1.509 executivos mostrouque 90% das contratações em que ocorreu indicação de amigo, havia cinco oumenos candidatos. Em 33% dos casos, havia apenas um.Este método é particularmente eficaz também porque evita contato com os meno-res escalões da empresa. Em 22,6% dos casos, ser indicado por um amigo quetrabalha na organização significa que a primeira entrevista será com o presi-dente. A situação é ainda melhor quando um amigo de fora da organização reco-menda o candidato. Nossa pesquisa mostrou que em 34,3% dos casos de contrata-ção, a primeira entrevista foi com o presidente da empresa.A indicação é muito importante para candidatos que não possuem currículo per-feito. Por exemplo, candidatos que não falam inglês, que têm acima de 45anos, que trocaram de emprego com uma certa freqüência, que não possuem umaexcelente formação, que têm dificuldades na acirrada competição dos anúnciosde jornal ou com as empresas de recrutamento e seleção. Esses executivos pre-cisam evitar a concorrência. Devem conseguir um contato com poder decisóriona empresa sem passar por muitas fases eliminatórias.Muitos presidentes e diretores de empresas são relativamente negligentesquando precisam contratar um executivo. Não gostam de entrevistar muitos can-didatos e querem tomar a decisão rapidamente. A maioria deles está procurandouma solução satisfatória e não necessariamente a melhor.Se você pode conseguir contato com executivos da cúpula com poder de decisãoe convencê-los de que é um bom profissional, que veste a camisa da empresa eque se envolve com o trabalho, é possível que seja contratado rapidamente ecom pouca burocracia.Muitas vezes, esses contatos informais e indicações oferecem oportunidadescriadas especialmente para o executivo que está à procura de um emprego. Sa-bemos que 34% das contratações dos executivos são para vagas que não existiamantes. Uma boa parte desses 34% são empregos criados em torno das própriasqualificações do executivo.Este é o método mais árduo na procura de oportunidades. Você, ao embarcar noesforço de conseguir um emprego por meio de indicações, deve se preparar paraum intenso trabalho. Seu objetivo será o de conseguir contatos com executivosde nível e impressioná-los de tal maneira que vão oferecer-lhe emprego ou,pelo menos, indicá-lo a outro executivo. Seguramente, você deve se prepararpara ter contato com 20, 30 ou 40 pessoas antes de conseguir um emprego. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 85. Há toda uma psicologia importante que deve ser aprendida antes de iniciar seutrabalho de contatos. Ninguém quer falar com um executivo que está pedindoemprego, pois é constrangedor quando se tem de dizer "não" a esse pretenden-te. Seus conhecidos e amigos não vão querer conversar com você se acharem quevai pedir emprego. O executivo nessa condição não é bem recebido. Ao contrá-rio, é visto como um "assaltante". Torna-se uma persona non grata.Você pode mudar essa situação se, em vez de pedir emprego, solicitar dicas,orientações ou sugestões. Essa abordagem coloca seu contato numa posição ele-vada e engrandece o ego dele. Dessa forma, ele fará o máximo possível paraajudá-lo. A abordagem sincera não deverá ser simplesmente um "jeitinho" paraenganar. Você deverá saber escutar e realmente buscar novas idéias de comoprocurar sua colocação.O primeiro objetivo de um contato com amigos, conhecidos e executivos da cú-pula das empresas é impressionar bem; o segundo criar uma "chuva" de idéiaspor meio dos contatos, e, o terceiro, conseguir nomes de outras pessoas comas quais você tentará marcar uma entrevista. Nesses contatos, sem pedir em-prego, as pessoas vão avaliá-lo e verificar se existe possibilidade de con-tratá-lo para a própria empresa.Nesses contatos, procure ressaltar que não espera um emprego, pois seria umamera coincidência haver um, porém dicas, sugestões e orientações que serão degrande valor na busca de uma nova colocação.Quais pessoas devem ser contatadas?Pegue seu arquivo de cartões e faça uma lista. Alguns exemplos típicos quedevem constar dessa lista:- Ex-empregadores- Ex-colegas de trabalho- Formandos de turma- Fornecedores- Clientes- Concorrentes- Membros de associações de classe- Membros de clubes- Amigos pessoais- Vizinhos- Parentes- gerente do banco em que você tem conta- Seu médico- Seu dentista- Seu advogado- Seu contadorSepare esses nomes em duas listas. Da primeira devem constar aqueles executi-vos seniores que possuem poder decisório e que poderiam ter um emprego paravocê, como presidentes, diretores, altas gerências e ex-empregadores. A se-gunda lista é constituída de indivíduos que podem indicar nomes de empregado-res em potencial ou de pessoas que poderiam fazer parte de sua primeira lis-ta, como o contador, o gerente de banco, o advogado etc. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 86. Agora, como abordar essas pessoas?Resista à tentação de pegar o telefone. Se ligar para as pessoas de sua listade contatos, provavelmente "queimará" a maioria. Como o executivo que procuraemprego é uma persona non grata, com a qual ninguém quer falar, a maioria dosconhecidos não terá tempo para você. Não conseguirá explicar por telefone querealmente não espera uma oportunidade, mas sim dicas, orientações e suges-tões.Recomendo usar sempre uma carta dirigida a seu conhecido ou amigo solicitandoum contato. Abaixo algumas das razões para se enviar uma carta.A pessoa que está abordando pode não se lembrar de você. Por meio de uma car-ta sutil, você estará dando uma oportunidade para ela se recordar.A carta elimina o constrangimento. Nela você deixa claro que somente gostariade usufruir conselhos. A carta reduz a percepção negativa de pedido de empre-go.Recebendo a carta com seu currículo, a pessoa fará uma pré-análise, tornandoassim a reunião muito mais produtiva. Nessa pré-análise, ela poderá pensar emtodas as hipóteses, o que inclui: "Que sugestões posso dar a ele? Será queele poderá ser útil à minha empresa?"Mas como fazer a carta?Veja algumas regras básicas:1. Nunca peça emprego. Peça dicas, orientações e sugestões.2. Não se esqueça de mencionar que você não espera uma colocação na empresa dele.3. Se conhecer a pessoa, mencione em qual circunstância a conheceu, para que ela possa se lembrar.4. Se não conhecer a pessoa, não se esqueça de mencionar o nome de quem o in- dicou.Conseguir emprego é, em resumo, uma questão de atitude. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 87. DESEMPREGADO? NÃO DESCANSE NOS FERIADOS!Se você está desempregado, não perca tempo achando que nos feriados não adi-anta procurar emprego. As pessoas que contratam não estarão no trabalho nosferiados, mas continuarão a ser as pessoas que contratam. Portanto, trate dese munir de cartões de visita, prepare um discurso bem afinado e parta para oseu networking de fim-de-ano.Imagine a cena. Você está com a família e resolve visitar uns amigos. Lá en-contra um amigo do seu amigo que lhe é apresentado como diretor de uma grandeempresa. Depois das conversas iniciais seu amigo pergunta a você como vai asua procura por emprego. Não seria uma belíssima oportunidade de estabelecerum networking produtivo, impressionando favoravelmente uma pessoa que podeindicá-lo para um trabalho?Lembre-se de que a única coisa que não deve ser respondida a uma perguntacomo esta é: “mais ou menos”, “não tenho conseguido muita coisa” ou frasesvagas e negativas do gênero.Acostume-se a uma postura positiva. Mesmo que surjam outras questões um poucoembaraçosas como: “Mas já faz tanto tempo que você está desempregado...”, ou“É, o mercado é difícil mesmo para pessoas mais velhas”. São temas torturan-tes, que dão vontade de nem sair de casa para não ter que enfrentá-los. Mas éjustamente com perguntas assim que você pode exercitar o seu poder de seduçãojunto a um possível empregador. E, ao mesmo tempo, é justamente nos eventossociais que ocorrem nos feriados que você tem mais chances de encontrar pes-soas em situação de ajudá-lo. Portanto, não se esconda nesses feriados. Vávisitar os amigos, circule pelas festas de confraternização de que puder par-ticipar.Procure não falar de trabalho. Nem do trabalho deles, nem da sua falta detrabalho. As pessoas vão a festas para relaxar. Portanto faça o possível paraque elas não se sintam tensas com a sua conversa. Relaxe com elas, estabeleçarelacionamento. Se apreciarem você, vão se lembrar mais tarde, até mesmoquando pensarem em alguém para contratar ou para indicar.Mas planeje respostas para perguntas que poderão surgir. Se alguém quiser sa-ber como vai a sua busca por emprego, diga que está ativo e otimista (masnunca se queixe de que está difícil).Encare esta fase como um processo. É exatamente isto o que a busca por empre-go representa: um processo de melhora. Não demonstre pânico nem desânimo.Todo mundo quer conhecer uma pessoa segura, otimista e calma. Lembre-se dis-to: você próprio é a sua melhor propaganda. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 88. LIDANDO COM AS EMOÇÕES DO DESEMPREGOA infelicidade causada pelo desemprego e pelo medo de perder o emprego estáquase sempre relacionada com a idade.Para que você tenha tranqüilidade e calma para procurar uma recolocação, pre-cisa entender primeiro porque a relação idade/desemprego tem esse efeito ad-verso sobre você – e entender que o efeito é o mesmo sobre as outras pessoastambém. Depois, tem que saber que adaptações deve fazer em sua abordagem parase apresentar da maneira mais normal possível dentro desse processo anormalque é o desemprego. Com essas duas iniciativas, certamente você ultrapassaráesta fase com galhardia. E, em vez de se tornar uma pessoa moralmente destru-ída, chegará ao final do processo com mais estatura moral e com mais seguran-ça pessoal.REAÇÕES COMUNSOs executivos mais velhos, a despeito das diferenças individuais de persona-lidade e da maior ou menor habilidade de enfrentar situações difíceis, reagemde maneira bastante similar às três fases do desemprego:Perda: Momento de desorientação por causa da perda da rotina diária. Vergonha– há executivos que protelam por semanas a comunicação à família de que estãodesempregados. Os amigos no início dão muito apoio mas aos poucos desaparecemse o período de desemprego durar muito. Normalmente o executivo tira algumassemanas de férias para escapar dessa confusão emocional – quando deveriam es-tar iniciando imediatamente um processo de recolocação, enquanto as pessoasse lembram dele. Mas costumam confiar demais em que serão recolocados logo. Aconfiança cai por terra quando a recolocação demora mais de dois meses.Desequilíbrio: Momento em que primeiro o executivo se coloca em situação deespera. Administra suas finanças, reduz gastos. Aos poucos percebe que encon-trar um emprego não depende só dele, e normalmente se fecha, fica mais intro-vertido. Tende a encarar o mundo com mais pessimismo e começa a imaginar quesuas iniciativas de procurar emprego são infrutíferas, vãs e só o fazem per-der tempo. A auto-estima começa a se deteriorar. Dorme menos. Aí começa aachar que precisa de ajuda.Adaptação: Momento de iniciar nova rotina. O executivo descobre que precisase manter ocupado, física e mentalmente, para não cair em depressão. Passa apraticar esportes, lê com mais vontade, faz contatos, ouve mais as pessoas ecomeça a enxergar o mundo com mais esperança. Neste momento sua procura poruma recolocação começa a ficar mais produtiva, porque ele está com uma postu-ra emocional mais adequada.CUIDADOSÉ justamente para que o executivo não tenha que passar por essas três fasesque se recomenda que comece a procurar emprego logo depois de se desligar doanterior, enquanto ainda tem dinheiro, não sofreu desgaste na auto-estima enão corre o risco de ficar acomodado na situação do desemprego. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 89. Só vai ter que atentar seriamente para algumas coisas, para não ter uma pos-tura negativista:- cuidar da identidade: continuar focado na carreira, sabendo quem é, o que gosta de fazer e os projetos de vida que acalenta;- aperfeiçoar o currículo: aproveitar o tempo para atualizar o currículo e adequar a sua formatação ao momento do mercado;- estreitar relacionamentos: amigos, ex-colegas, ex-clientes, ex- fornecedores, todas essas pessoas devem ser abordadas para que saibam que você está disponível e possam indicar você para uma função de que tenham notícia, e ao mesmo tempo servirem de referência para você, se for preci- so;Em resumo, aceite que o desemprego é uma contingência em sua vida, que muitagente passa por isso e não necessariamente sucumbe. Procure amigos, porquevocê não pode ficar sozinho nesse momento, e tente fazer contato com outrosexecutivos desempregados – eles podem ensinar muito a você. Estude, converse,leia, pratique esportes, faça o que for preciso para reafirmar os seus valo-res pessoais. É isto o que vai manter você forte e pronto a reingressar nomercado de trabalho na primeira oportunidade.Não esqueça que os empregadores contratam alguém porque querem um profissio-nal que resolva os problemas da sua empresa, e não porque acham que devem daruma chance a eles.Tenha isto em mente quando abordar possíveis empregadores. Eles não queremsaber dos seus problemas pessoais, mas ao contrário que tipo de solução pro-fissional você representa para os problemas dele. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 90. MARKETING PESSOAL ELETRÔNICO"Posso garantir a você que, nos próximos anos, apenas a seleção de executivoscontinuará sendo um serviço especializado, porque o recrutamento será feitoeletronicamente. Com a abertura da Internet, antes só liberada no Brasil parainstituições oficiais e acadêmicas, agora à disposição do livre trânsito ci-bernético de qualquer pessoa física ou jurídica, mudou a feição do marketingtambém para o mercado de trabalho.É muito difícil falar da Internet sem o perigo de estarmos desatualizados. Avelocidade de crescimento da ocupação do ciberespaço é vertiginosa. A verdadeé que a rede cresce por minuto. Hoje um americano médio já gasta com a Inter-net tanto tempo quanto gasta usando um videocassete. Estamos em meio a umaexplosão de uso, a uma explosão de demanda.CORREIO INSTANTÂNEOSe há mais ou menos seis anos alguém lhe dissesse que em breve poderia des-frutar de um correio instantâneo, você acreditaria? Ou seja, que no mesmoinstante em que está divulgando seu currículo ou seu perfil profissional, al-gum interessado poderia contratá-lo também instantaneamente? E mais, que seucurrículo poderia fazer parte de uma biblioteca universal?Com a Internet, elimina-se aquele espaço de tempo característico do marketingentre a divulgação e o interesse. O que quer dizer que, daqui para a frente,o mercado de trabalho será cada vez mais dinâmico e competitivo. Por isso, épreciso conhecer os mecanismos dessa super rodovia da informação e saber uti-lizá-la como vantagem competitiva na busca de uma ótima colocação.Assim, você deve estar aflito se perguntando como, afinal, pode fazer parausufruir dessa possibilidade de candidatar-se a vagas no mundo todo. Vamosaos passos que devem ser tomados:Criação do currículo na Internet: a primeira providência é entrar em contatocom uma das empresas especializadas em divulgar talentos pela rede. Você vaiestar sublocando um espaço na infovia, espaço esse que é alugado por essa em-presa. Uma vez que você concordou com as condições e os preços poderá enviarseu currículo pronto através de correio, fax ou e-mail ou poderá preencher natela um formulário com os dados para que a empresa elabore o seu minicurrícu-lo.A partir desse momento, seu perfil estará à disposição de organizações e con-sultorias de headhunters que se utilizam da Internet.Deverá ser fornecido a você o endereço correspondente à localização do seucurrículo (URL);Preços: os preços de utilização do serviço de intermediação na Internet deve-rão ser cobrados por currículo, por cada idioma desejado, por tamanho e portempo de permanência na rede. Os valores de cobrança também poderão variarpelos serviços extras tais como digitação e inclusão de foto. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 91. Retorno: Os contatos a serem gerados por esse caminho eletrônico poderão sercentralizados na empresa contratada. De outro modo, o profissional pode optarpor deixar seu telefone, fax e endereço. Se o executivo tiver um e-mail, essaserá a forma mais rápida e objetiva de receber o retorno à sua divulgação.Outplacement: Outra alternativa de ter seu perfil profissional inserido nasuper rodovia da informação é através de uma empresa de outplacement.Centrais de Vagas: A empresa que estiver intermediando a presença do seu cur-rículo na super rodovia da informação, poderá também disponibilizar, para seuacesso, bancos de vagas de empresas em busca de profissionais.CUIDADOSNo mundo todo, as transações realizadas via Web estão estimadas em milhões dedólares e por isso a importância de estarmos inserindo na super rodovia dainformação nosso perfil profissional. O mercado de trabalho vai acabar repre-sentando uma boa porcentagem desse dinheiro.Entretanto, alguns cuidados são requeridos antes que você se decida por algu-ma empresa que se responsabilizará pela oferta do seu currículo no mercado.Prefira aquela que responder adequadamente a estas principais questões: Existe codificação bem organizada e testada para o seu currículo?Essa providência é essencial para garantir a confiabilidade do processo, dei-xando-o certo de que não haverá dificuldade para que os caçadores de talentoso localizem. Está sendo cobrada a divulgação do seu nome para o eventual contratante?A cobrança em duplicidade – do profissional e da empresa – foge da ética dosetor." MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 92. O MAIOR ERRO DAS PESSOAS QUE PROCURAM EMPREGOQuem procura emprego está vendendo seus serviços. Quem contrata, está procu-rando comprar uma solução para algum problema. A essência do processo de con-tratação é uma identificação do problema que existe e uma comunicação da so-lução desse problema.Quando eu falo com as pessoas que estão procurando emprego e pergunto: “O quevocê faz?”, elas em geral me dizem: “Sou um gerente de finanças” (ou de ma-rketing, supervisor de produção etc.). Raramente alguém fala em solucionaralgum problema.Quero encorajar você a redefinir o que você faz. Fale em termos do tipo deproblema que você soluciona. É um grande diferencial na procura de emprego.Vou colocar alguns exemplos:- “Eu crio campanhas de marketing de baixo custo.”- “Eu vendo contratos de prestação de serviços de grande vulto para as empre-sas.”- “Eu racionalizo processos de produção para reduzir custos.”- “Eu crio programas de motivação para melhorar o clima organizacional.”- “Eu organizo bancos de dados no sistema Oracle.”Note como cada colocação acima pode ser interpretada como a solução de umproblema. Comunicar isso é bem mais eficaz do que dizer: “Sou gerente finan-ceiro” ( ou de produção, ou de recursos humanos ou de informática).Empresas contratam pessoas para solucionar problemas. Você vai se comunicarmuito melhor com as empresas se você se apresentar como a solução de proble-mas.Imagine a diferença da resposta de uma empresa se você enviar uma campanha decartas dizendo que você está procurando uma oportunidade de resolver determi-nados problemas, em vez de dizer que você está procurando emprego como geren-te ou qualquer outra função.Quero encorajar você a fazer uma profunda reflexão sobre os tipos de proble-mas que sabe resolver. Muitos de vocês terão dificuldade em defini-los. Tra-balhe nisso! Trabalhe na definição dos problemas que você é capaz de resolvere alguém vai contratar você!À medida que você amadurece profissionalmente, você deve ter como objetivoser guru em algum assunto, na solução de algum tipo de problema. Se você vira ser verdadeiramente um guru, nunca vai faltar trabalho para você!Após os 45 anos de idade, aproximadamente 50% dos executivos perdem lugar nomercado de trabalho - muitos porque não conseguem definir os problemas quesolucionam e porque não são guru em algo. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 93. Logo, para conseguir o tão sonhado emprego, você deve saber comunicar bem assoluções que oferece. O resumo de qualificações do seu currículo deve deixarclaro quais são os problemas que você soluciona. Suas cartas de e-mail de di-vulgação também. Seu mini-currículo no site Catho Online também deve mostrarquais são os problemas que você soluciona. Em seu networking, fale sempre so-bre as soluções que você pode oferecer para as empresas. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 94. 12 PASSOS PARA O SUCESSO1) Estabeleça objetivos claros e específicos, e ponha-os no papel. Dizer quequer ganhar mais dinheiro e ter mais tempo livre, por exemplo, não é um bomobjetivo. Ou melhor, ele é claro, mas não é específico. Quanto dinheiro vocêquer ganhar? Até quando? Quanto tempo livre quer ter? Visualize seu objetivode maneira clara e específica e ponha-o no papel, pois isso o obriga a con-centrar seus esforços em busca de resultados, em vez de dispersá-los.2) Sonhe, mas mantenha os pés no chão. É importante ser realista. A melhorreceita para ter úlcera, stress e depressão é obrigar-se a atingir objetivosinalcançáveis, ou num espaço de tempo curto demais. Por isso é importantemanter sempre aguçado seu senso de realidade. Uma pesquisa realizada recente-mente pela revista INC., entre os presidentes e CEO’s das 500 empresas quemais cresceram o ano passado nos EUA, mostra que cerca de 40% dos entrevista-dos não tinha planejado seu sucesso. Empresários que multiplicaram seu fatu-ramento em até 20 vezes num ano disseram que estavam tão ocupados trabalhandoque não tinham notado seu crescimento fantástico. Sonhar é bom, principalmen-te para quebrar paradigmas e visualizar novas realidades, mas, depois de fei-to isso, trabalhar geralmente é bem mais produtivo.3) Monte um cronograma. O tempo é hoje o recurso mais escasso e valioso daface da Terra. A melhor maneira de otimizá-lo é montar um cronograma, passo apasso, de tudo o que precisa ser feito para conquistar seu objetivo. Não énecessário nada complicado, basta uma agenda semanal, com tarefas diárias. Ocronograma tem outra vantagem: como você pode ver claramente se está vencendoas etapas necessárias, se está adiantado ou atrasado, ele o obriga a ser ho-nesto com você mesmo. Isso permite acompanhar seu progresso e fazer pequenascorreções de rota. Afinal, poucas vezes tudo sai como planejado - e nada comoum bom mapa para colocá-lo no caminho certo novamente.4) Faça revisões constantes. Precisamos relembrar, de tempos em tempos, oque, exatamente, estamos perseguindo. Afinal, quem disse que você é obrigadoa seguir até a morte um objetivo só porque você mesmo o estabeleceu há algunsmeses? A vida muda, as coisas mudam, seus objetivos também podem mudar, porque não? Só não use isso como desculpa para desistir. Suas revisões devemservir para reforçar sua visualização do sucesso, bem como mostrar os resul-tados já atingidos e o que ainda resta por fazer. Quando as coisas vão mal,revisões podem lhe dar insights interessantes, além de relembrá-lo do seu so-nho, reforçando pensamentos positivos. Quando as coisas vão bem, não existenada mais motivador do que um revisão do seu plano de ação, também reforçandopensamentos positivos.5) Não desperdice recursos. Todos temos a tendência a ser centralizadores,principalmente com tarefas importantes. Somos pessoas de ação, senão não te-ríamos chegado até aqui. O problema é que, muitas vezes, tentamos reinventara roda. Como queremos resolver tudo, esquecemos que muitas vezes pode existiralguém que já passou pela mesma situação - e com sucesso. Da próxima vez queestiver empacado, saia do escritório e vá fazer perguntas. Vá à biblioteca,navegue pela Internet, entre em uma lista de discussão. Estamos na era da in-formação, aproveite e use-a! MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 95. 6) Priorize atividades mais importantes. Quem já estudou administração daprodução sabe que, através de sistemas do tipo CPM - Critical Path Method(Método do Caminho Crítico), podemos separar qualquer objetivo em subgruposde atividades menores. Algumas dessas atividades são chamadas de críticasporque, se atrasarem, põem em perigo e atrasam o projeto inteiro. Já outrosfatores podem ser deixados, sem problemas, para o último instante. Descubraquais são as atividades mais importantes para atingir seus objetivos e dê-lhes prioridade total. Aqui também se aplica a lei de Pareto: 80% dos seusresultados geralmente são conseguidos através de 20% do seu tempo e 60% deesforço. Melhore a qualidade desses esforços e você vai estar bem mais pertodo sucesso.7) Envolva as pessoas à sua volta. É muito mais motivador trabalhar em buscade um resultado quando a família e os amigos dão apoio. O envolvimento de ou-tras pessoas cria um tipo de motivação contagiante, uma espécie de sinergia,que ajuda a superar obstáculos. Aliás, muitas vezes isso é fundamental, poisnos obriga a continuar, mesmo quando as coisas parecem não ir muito bem. Alémdisso, todos podem participar dando idéias e sugestões. Você não vai aprovei-tar todas, mas alguma coisa boa sempre aparece. A vida de quem trabalha comInternet já é bastante difícil por si só - não a dificulte ainda mais. Useuma parte do seu tempo de maneira política, conquistando apoio e envolvimentodas pessoas à sua volta. Nada como unir o útil ao agradável. Ser feliz forado trabalho, acredite, aumenta sua produtividade.8) Não tome atalhos.Sucesso é 1% de inspiração e 99% de transpiração. Levam-se dez anos para fazer sucesso da noite para o dia. Sempre que ler a históriade alguém que se deu muito bem, em qualquer atividade humana, preste muitaatenção. Em 100% das vezes, sem exceção, você vai ver que essas pessoas esta-vam dando duro há muito tempo. Se os atalhos fossem os melhores caminhos, nãoteríamos estradas e nem avenidas. Na Internet, quem pega atalhos acaba sedando mal lá na frente.9) Resolva seus problemas agora. Colocar a cabeça num buraco e esperar o pe-rigo passar geralmente só aumenta o tamanho do problema, piorando a situação.Retorne rapidamente seus e-mails e telefonemas. Escreva já aquela carta e fi-que livre daquele peso o resto do dia. É a melhor maneira de aumentar suaprodutividade e dormir tranqüilo.10) Respeite sua intuição. Sobrecarregados de informação, atolados até o pes-coço em números, gráficos e relatórios, pressionados constantemente a tomardecisões rápidas... A verdade é que é difícil ser totalmente racional nessassituações. A intuição, muitas vezes, nos manda recados sutis de algumas coi-sas que não percebemos conscientemente. Ouça-a com cuidado, principalmente aolidar com pessoas. Não precisa ser radical, chegando ao preconceito ou aoesoterismo. Mas, quando lhe der aquele friozinho na barriga, ou aquela vozi-nha lá no fundo lhe sussurrar algo, preste muita atenção. Afinal, não é umestranho mandando um recado. É você mesmo!11) Pensamento positivo. Você acha que o Michael Schumacher coloca gasolinade 2ª categoria na sua Ferrari? Então como você acha que nosso cérebro podetrabalhar eficientemente com todo o tipo de lixo que recebemos diariamente?Existem maneiras de melhorar a qualidade do seu combustível intelectual. Li- MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 96. mite a quantidade de leitura negativa ou programas negativos de televisão.Leia mais histórias de sucesso, coisas engraçadas, fitas inspiradoras ou mo-tivacionais. Sua atitude para alcançar o sucesso é a melhor ferramenta quevocê tem em suas mãos, por isso faça do sentir-se bem uma de suas mais altasprioridades.12) Siga seu plano - é hora de ação! O sucesso requer equilíbrio entre plane-jar e fazer, entre o teórico e o prático. Uma vez identificada a maneira dealcançar seus objetivos, deixe de lado a indecisão. Muitas vezes a diferençaentre quem sonha com o sucesso e aqueles que o alcançam, está simplesmente naconsistência de seus atos. Pequenos passos e ações que, somados, separam ossonhadores dos conquistadores. Como disse Woody Allen: “90% of success issimply showing up” (90% do sucesso é simplesmente dar as caras). Porque 90%das pessoas desiste antes mesmo de começar. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 97. CURRICULUM POR EMAILNestes tempos bicudos, onde emprego falta e sujeira política abunda; nada me-lhor que algo relacionado a reposição no mercado de trabalho. Recebi um mailcom boas dicas de caixas postais de empresas ou de repositores no mercado detrabalho.É óbvio que não verifiquei se os emails estão corretos, mas quem sabe em umdestes, você não encontrará o emprego almejado ou simplesmente um cantinhoque ajude a pagar o leite das crianças.E você, amigo(a), com mais de quarenta, que acha que está tudo perdido; le-vante a cabeça e mostre a que veio. Em vez de só apenas lamentar, mostre asua cara!, diga: eu estou aqui!Sei que é difícil competir com esta moçada cheia de vigor, com mestrados,doutorados na área que você trabalha. Só que você sabe bater um prego sem en-tortá-lo. Valha-se disso e verá que muita empresa não pode prescindir de seusserviços.Não se iludam com empresas de consultoria de RH que cobram antecipadamentepelo serviço. Com raríssimas exceções, elas só visam o próprio lucro e só fa-zem cruzar dados.E por favor, quem conhecer novas oportunidades de emprego, enviem para oemail: oportunidade@starwebmail.com que adiciono à este manual.Ah! Use o bom senso. Não vá sair por aí enviando emails pra todas empresas;escolha aquelas que são da sua área de atuação. Se você é engenheiro mecânicoonde você acha que vai parar aquele curriculo enviado por exemplo, pro Hospi-tal Sírio e Libanês? MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 98. BANCOSBanco Alfa: curriculo@bancoalfa.com.brBanco Axial: bancoaxial@bancoaxial.com.brBanco BBM: rh@bbmbank.com.brBanco BNL: fun.cart@bnl.com.brBanco Fiat: fiatrh@fiat.com.brBanco Hexxa: rh@hexxa.com.brBanco HSBC: rh-recrutamento@hsbc.com.brBanco Indusval: banco@indusval.com.brBanco Real: recrutamento@real.com.brBanco Santander: curriculum@santander.com.brBanco Sogeral: sgbrasc@uol.com.brBectondickinson: recrutamento@bd.com.brCiti corp: rh.selecao@citicorp.comEDUCAÇÃOCNA: curriculo@cna.com.brHOTELARIAAccor: recrutamento@accor.com.brHotel Blue Tree: rh@bluetree.com.brHotel Cabreuva: diretoria@hotelcabreuva.com.brHotel Transamerica: candidato@transamerica.com.brINDÚSTRIAS7Comm: rh@7comm.com.brAABB (clube social): rh@aabb.esp.brAlgar: talentoshumanos@algar.com.brApolo: rh@tubosapolo.com.brArteb: selecao@arteb.com.brArtha: rh@arthabr.comAzaleia: rh@azaleia.com.brBasf: recursos.humanos@basf-sa.com.brBom Bril: selecao@bombril.com.brosch: recruta.bosch.rbbr@br.bosch.comBoucinhas: rhboucin@boucinhas.com.brBrahma: gente@brahma.com.brBrasilata: brasilata@brasilata.com.brCaramuru Alimentos: rh@caramuru.comCargill: recrutamento_cargill@cargill.comCCE: rh@cce.com.brCimento Itau: talentos@cimentoitau.com.brCerâmica Santana: rh@ceramicasantana.com.brDell: Brasil_HR@Dell.comDOW: recrutamento@dow.comEmbraco: rhembraco@embraco.com.brEstrela: dpessoal@estrela.ind.brGemini: rh@gemini.com.bGerdau: rh-sp@gerdau.com.brGoodyear: recrutamento.amplant@goodyear.comGradiente: rh@gradiente.com.brGrupo Áurea: cv@grupoaurea.com.br MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 99. Intelbras: rh@intelbras.com.brItambé: rh@itambe.com.brKlabin: recrutamento@klabin.com.brKolumbus: rh-kb@kolumbus.com.brLupo: rh@lupo.com.brManah: mercado@manah.com.brMarcopolo: inovarh@inovarh.com.brMococa: rh@mococasa.com.brMonsanto: talentos.novos@monsanto.comMoore: selecao@moore.com.brMosane: rh@mosane.com.brOtis: selecao@otis.comPanamco: bancodecurriculos@panamco.com.brPanco: selfab@panco.com.brPerdigão: rhvda@perdigao.com.brProbel: drh@probel.com.brSabóia: selecao@saboia.com.brSantista Têxtil: selecao@santistatextil.com.brScania: curriculo.br@scania.comSchincariol: rh@schincariol.com.brSkol: gente@skol.com.brSony: sonyrh@ssp.br.sony.comSony Music: talentos@sonymusic.com.brSpringer Carrier: rh.springer@carrier.utc.comTecidos Elizabeth: selecao@elizabeth.com.brTetrapak: recrutamento@tetrapak.comVicunha: selecao@elizabeth.com.brWickbold: selecao@wickbold.com.brINFORMÁTICAActivetch: rh@activetech.com.brAlcabyt: recrutamento@alcabyt.com.brAsmi Informática: asmi-rh@uol.com.brATPS: rh@atps.com.brBF: rh@bf.com.brBHTEC: rh@bhtec.com.brBMS: rhsp@bms.com.brBritos: rh@britos.com.brBRQ: rhsp@brq.comBuildup: curriculo@buildup.com.brChoose: rh@choose.com.brBlakinfo: rhsp@blakinfo.comCCSNET: rh@ccsnet.com.brCebinet: depselecao@cebinet.com.brCETDR: recrutamento@cetrd.com.brChadel: curriculo@chadel.comChiptek: selecao_sp@chiptek.com.brCidicom: rh@cidicom.com.brCiser: recruta@ciser.com.brCisco Systems: job-brasil@cisco.comCompaq: cvbrasil@compaq.comCompuland: rhsalut@compuland.com.br MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 100. Consoft: curriculum@consoft.com.brCopel: rh@copel.com.brCopesul: drh@copesul.com.brDglnet: curriculos@dglnet.com.brDGM: cv@dgm.com.brDialdata: rh@dialdata.com.brDinheiro.net.com.br: rh@dinheironet.com.brDiscover: rh@discover.com.brDLM Info: rhumanos@dlminfo.com.brDPR Sist: dprrh@dprsist.com.brDrive: curriculo@drive.com.brEA: recrutamento@ea.comEclipse: eclipserh@eclipseinformatica.com.brElefante.com.br: rhumanos@elefante.com.brEsys: rh@esys.com.brEyi: recursos.humanos@br.eyi.comFace Virtual: selecao@facevirtual.com.brFórum Access: cvitae@forumaccess.comGempi: rh@gempi.com.brGP: rh@gpnet.com.brGPI: vagas@gpi.com.brIbpinet: rh@ibpinet.com.brIdealyze.com.br: curriculum@idealyze.com.brIFSBR: rh@ifsbr.com.brImpsatrh: impsatrh@impsat.com.brIndebras: selecao@indebras.com.brInfo Sistemas: para:recrutamento@infosistemas.com.brInfoside: selecao@infoside.com.brInter Commerce: rh@intercommerce.com.brInter File: rh@interfile.com.brInteramericana: cv@interamericana.com.brInterplus: rh@intraplus.com.brIntertech: curriculo@intertech.com.brISS: curriculo.rh@iss.com.brItautec-philco: rhumanos@itautec-philco.com.brItech: rh@itech.inf.brLinx Brasil: rh@linxbrasil.com.brLogicworld: rh@logicworld.com.brLowe: jobslowe@bol.com.brLumina: rh@luminacorp.comMaster: rhmaster@masterental.com.brMeta inf: rhsp@metainf.com.brMicrosiga: curriculum@microsiga.com.brMicrosoft: rhbrasil@microsoft.comMicrowan: rh@microwan.com.brMMCafe: rh@mmcafe.com.brMultisis: rh@multisis.netNBS: nbsrh@nbs.com.brNetds: rh@netds.com.brNetpav: curriculum@netpav.com.brNew Trend: curriculum@newtrend.com.brNova América: gdrh@novaamerica.com.br MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 101. Novacell: rh@novacell.com.brNtsgsa: cv@ntsgsa.com.brNV: rh@nv.com.brOgeda: rh@ogeda.com.brOlinux: rh@olinux.com.brOracle: rhonline@br.oracle.comOrigin: recursoshumanos.rj@br.origin-it.comPCDI: rh@pcdi.com.brPar Perfeito: curriculo@parperfeito.com.brPersoft: rh@persoft.com.brPlastamp: rh@plastamp.com.brPluguse: rh@pluguse.com.brPólen: selecao@polen.com.brPower Plast: cv@powerplast,com.brPP Ware: rh-rj@ppware.com.brPrime Way: rh@primeway.com.brPró Soluções: selecao@professionalrh.com.brProdacon: rh@prodacon.com.brProgrammers: curriculo@programmers.com.brQA Systems: rh@qasystems.com.brQG: cv@qg.com.brQuadrata: selecao@quadrata.com.brRM Sistemas: rmrh@rm.com.brRR Etiquetas: drh@rretiquetas.com.brRsinet: rh@rsinet.com.brScisoft: sci.rh@scisoft.com.brSeal: talentos@seal.com.brSetempro: rh@setempro.com.brSiscorp: rh@siscorp.com.brSQA: rhsqa@sqa.com.brSun: rh@brazil.sun.comSuperbid.com.br: rh@superbid.com.brSygnus: curriculo.sygnus@uol.com.brSynercomm: rh@synercomm.com.brTerphane: recursos_humanos@terphane.com.brTopway: rh@topway-software.com.brTratem: tratemrh@tratem.com.brTribal.com.br: curriculum@tribal.com.brTrw: recrutamento.limeira@trw.comUcar: desenvolve@ucar.comUnisys: entorj@br.unisys.comUol.com.br: rhuol@uol.com.brUploadnet: rh@uploadnet.com.brW21: w21.rh@w21.com.brWa: rh@wa.com.brWalar: rh@walar.com.brWcorp: rh@wcorp.com.brWEG: recrutamento@weg.com.brWestbr: rh@westbr.com.brWitcom: cv@witcom.com.brWL: recrutamento@wl.comWyma: rh@wyma.com MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 102. Yahoo: br-empregos@yahoo-inc.comLABORATORIOAche: ache@osite.com.brAtivus: dp@ativus.com.brBayer: bayer-rh.recursoshumanos.br@bayer.com.brLilly: recrutamento_estrategico@lilly.comOrganon: recrutar@organon.com.brPfizer: talento.recrutamento@pfizer.comRhodia: curriculum@rhodia.com.brRoche: brasil.rh_curriculo@roche.comSchering: recrutamento.sdb@schering.deSchering-Plough: curriculum@schplo.com.brYork Brasil: rh@yorkbrasil.com.brMIDIADM9DDB: trampo@dm9ddb.com.brEditora Águia: cv@editoraguia.com.brFolha de São Paulo: fspselecao@uol.com.brFolha Metro: rh@folhametro.com.brMTV: rh.mtv@mtvbrasil.com.brSBT: culo@sbt.com.brSAÚDEAmil: rhamil@ifxbrasil.com.brCema Hospital: recursoshumanos@cemahospital.com.brFleury: selecao@fleury.com.brHospital Santa Cruz: selecao@hospitalsantacruz.com.brHospital Sírio Libanes: selecao@hsl.org.brRimed: rimedrh@rimed.com.brSERVIÇOSAster Petróleo: para:recrutamento@asterpetroleo.com.brAtacadão: rh@atacadao.com.brBradesco Seguros: recrutamento@bradescoseguros.com.brBrightlink: cvlink@brightlink.com.brDenadai: rh@denadai.com.brDpaschoal: rh@dpaschoal.com.brDroga Verde: rh@drogaverde.com.brDrogaraia: drh@drogaraia.com.brErnst @amp;Young: recursos.humanos@br.eyi.comFly GT: rh@flygt.com.brFNAC: recursos_humanos@fnac.com.brHunter Business: rh@hunterbusiness.com.brKPMG: rhkpmg@kpmg.com.brLeroy Merlin: recrutamento@leroymerlin.com.brLojas Arno: rh@lojasarno.com.brLojas Pernambucanas: recrutamento@pernambucanas.com.brLojas Renner: curriculo@lojasrenner.com.brLojas Riachuelo: rh@lojasriachuelo.com.brLojas Zogbi: rh@lojaszogbi.com.brMC Donalds: rh@bigmac.com.br MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 103. MKS Consultoria: mksrh@originet.com.brMultiprofissional: rh@multiprofissional.com.brOdebrecht: adm.pessoal@odb.com.brOESP: selecao@oesp.com.brOntime: selecao@ontime.srv.brOrbitall: recrutamento.rh@orbitall.com.brOrsa: rh@grupoorsa.com.brPão de Açúcar: pa.rh@paodeacucar.com.brQuilhas: rh@quilhas.com.brRio Scenarium : rio-scenarium@uol.com.brRold¦ão Redecard: rhredecard@redecard.com.brSoma Seguradora: rh@somaseguradora.com.brSonae: crescerh@sonae.com.brTechnigroup: rh@technigroup.com.brTecnisa: selecao@tecnisa.com.brTelefutura: rh@telefutura.com.brVera Cruz: curriculos@veracruz.com.brTELECOMUNICAÇÕESBCP: rhsp@bcp.com.brCAAD: rh@caad.com.brCanbras: recursos.humanos@canbras.com.brEricsson: rh@edb.ericsson.seHP: recrutamento_selecao@hp.comIBM: rhibm@br.ibm.comNextel: recrutamento.selecao@nextel.com.brNortel: brzjobs@nortelnetworks.comSiemens: rhsm@curh.siemens.com.brVésper: cvsp@vesper.com.brTRANSPORTESÁguia Branca: ggrhumanos@aguiabranca.com.brTAM: tamselecao@tam.com.brViação Caieiras: rh@viacaocaieiras.com.brDIVERSOSAGN: rh@agn.com.brAltona: treinamento@altona.com.brAmericel: curriculo@americel.com.brAmtec.net: empregossaopaulo@amtec.netArvin Meritor: rh.saopaulo@arvinmeritor.comAxara: rh@axara.com.brCommitment: arearh@commitment.com.brCompugraf: curriculum@compugraf.com.brCondemar: talentos@condemar.com.brCondor: rh@condor.com.brConsulters: rh@consulters.com.brCoonai: rh@coonai.com.brCooper Plus: recrut.selecao@cooperplus.org.brCoselli: rh@coselli.com.brCraz: rh@craz.com.brDBD: cv@dbd.com.br MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 104. EMC: brazil_hr@emc.comEnesa: pessoal@enesa.com.brEscopo: rh@escopo.comExposições: selecao@exposicoes.com.brIguacu: curriculos@iguacu.com.brJohn Deere: recrutamento@johndeere.com.brKepler: rh@kepler.com.brKMCL: rh@kmcl.thyssenkrupp.com.brKron : rh@kron.com.brLavori: rh@lavori.com.brMD Papeis: rh@mdpapeis.com.brMecano: rh@mecano.com.brMeritorauto: rhlime@meritorauto.comMineração Rio do Norte: rh@mrn.com.brMPRH: selecao@mprh.com.brMshimizu: rh@mshimizu.com.brPellegrino: rh.pellegrino@dana.comRCC: rh@rcc.com.brRoland: rh@roland.com.brSonda Brasil: rhsp@sondabrasil.com.brVision Group: curriculum@visiongroup.com.brYKP: rh@ykp.com.brYpora: rh@ypora.com.brYsa Yokogawa: rh@ysa.yokogawa.com.brZanchi: curriculo@zanchi.com.brA seguir uma lista de sites gratuitos para reposição de empregos:www.bumeran.com.brwww.ambc.com.br/rhwww.cst.com.brwww.guiadeempregos.com.brwww.multiempregos.com.brwww.respect.com.brwww.selector.com.brwww.vidaexecutiva.com.brwww.gelre.com.brwww.anunciosbrasil.com.brwww.bne.com.brwww.bomtrabalho.com.brwww.curriculum.com.brwww.clickjobs.zip.netwww.cvnet.com.br MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 105. AGENCIAS DE EMPREGO E HEADHUNTERSRIO DE JANEIROCristal Rio Recursos HumanosR Dantas,Sen, 80, Sl 201, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031-201Fone: (21) 2262-8717 Fax: (21) 2533-2065Wm Serviços TercerizadosAv Treze De Maio, 13, Gr 1913, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031-000Fone: (21) 2240-6795 Fax: (21) 2532-0776Ac ServiceR Idemar S Roc, 51, Lj 4, Araruama, Rj, 0Fone: (22) 2665-8019Acl Manut E Conserv LtdaR Ben Constant, 316, Niterói, Rj, 0Fone: (21) 2625-8845Adecco Top Services Serv Temporários LtdaAv Rio Branco, 124, An 10, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20040001Fone: (21) 3852-0258Rh InternacionalR Carv Sousa, 237, Sl 504, Rio De Janeiro, Rj, 0Fone: (21) 3359-9928Agência Brasil Emp Brasileira De Recursos Humanos LtdaTr Treze De Maio, 33, Sl 2206, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031007Fone: (21) 2220-2066Agência Cruz De Serv De Campos LtdaR Vinte E Um De Abril, 205, Centro, Campos Dos Goytacazes, Rj, 28010170Fone: (24) 2722-5794Agência De Empregos Boa ChanceR México, 98, Sj 101, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031141Fone: (21) 2544-2538Agência De Empregos Equipe Recursos Humanos LtdaR Leandro Martins, 22, Gr 907, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20080070Fone: (21) 2233-3679Agência Dinâmica Recursos Humanos SaR Helder Câmara,Dom, 7537, Vidigal, Rio De Janeiro, Rj, 22452110Fone: (21) 2597-1508Agência Guanabara Serv Tec ProfissionaisR Rosário, 99, An 2, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20041004Fone: (21) 2221-0973 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 106. Ame Agência De EmpregosAv Treze De Maio, 110, Sl 506, Centro, Campos Dos Goytacazes, Rj, 28010-260Fone: (22) 2733-1729Ápice Cons De Recursos Humanos LtdaAv Bruxelas, 134, Sl 405, Bonsucesso, Rio De Janeiro, Rj, 21041000Fone: (21) 2590-6582 Fax: (21) 2573-0313Ascese Asses Consultiva Especializada LtdaR Nilo Peçanha, 50, Gr 201, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20044900Fone: (21) 2263-9322Aster Recursos Humanos LtdaR Dezesseis De Março, 415, An 7 Sl 701, Petrópolis, Rj, 25620040Fone: (24) 2231-1308Ato Asses Tec Operacional LtdaR Sete De Setembro, 58, An 3 Sl 301, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20050009Fone: (21) 2224-7069Capacity Coordenação E Asses De Pessoal LtdaR Assembléia, 19, An 8 Sl 801, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20011001Fone: (21) 2532-5493Central De Empregos De NiteróiR Caxias,Marq, 120, Centro, Niterói, Rj, 24030050Fone: (21) 2722-3356Centro Serv Serv Tec De TerceiracaoAv Vargas,Pres, 418, An 20, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20071000Fone: (21) 2253-0887Confidente Recursos HumanosAv Franklin Roosevelt, 39, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20021120Fone: (21) 2533-5605Cons E Serv Agência De Empregos Wca LtdaR Narciso,Prof, 101, Carangola, Petrópolis, Rj, 25715240Fone: (24) 2242-6060Decisão Asses Tec AdministrativaR Antônio Teles Meneses, 30, Sl 101, São João De Meriti, Rj, 25520630Fone: (21) 2756-4546Decisão Serv Temporários LtdaR Seis, 145, Barreira Cravo, Volta Redonda, Rj, 27285-260Fone: (24) 3349-5064Deploy Desenv De Recursos Humanos LtdaR Bonfim,Cde, 99, Sl 810, Tijuca, Rio De Janeiro, Rj, 20520050Fone: (21) 2234-7644 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 107. Diretiva Recursos Humanos LtdaAv Vargas,Pres, 590, An 7 Sl 705, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20071000Fone: (21) 2516-0201Dossier Asses E Serv LtdaAv Rio Branco, 177, An 3, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20040007Fone: (21) 2544-3898Eficience Serv Com E AdmR Argolo,Gal, 209, Sao Cristovao, Rio De Janeiro, Rj, 20921391Fone: (21) 2580-2075Ellos Recursos HumanosR México, 119, An 11, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031145Fone: (21) 2220-8299Emp Brasileira De Recursos Humanos LtdaPc Armando Cruz, 120, Sj 10, Madureira, Rio De Janeiro, Rj, 21310-350Fone: (21) 3359-3929Extraquadro Adm De Recursos Hunanos E Serv LtdaTr Treze De Maio, 23, Gr 1104, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031007Fone: (21) 2524-5044Five Stars Recursos Humanos LtdaR Uranos, 767, Ramos, Rio De Janeiro, Rj, 21060070Fone: (21) 2560-7660Gama Cons E Asses LtdaR Uruguaiana, 39, Gr 1201, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20050-093Fone: (21) 2232-6895Gelre Trabalho Temporário LtdaAv Nels Cardoso, 1149, Sl 1603, Rio De Janeiro, Rj, 0Fone: (21) 2423-3823Gioia Seleção De Pessoal LtdaAv Vargas,Pres, 435, An 6 Sl 605a, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20071003Fone: (21) 2221-5148Grupo Locatime DiaswasemAv Rio Branco, 37, An 5 Sl 507, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20090003Fone: (21) 2263-1706Hart Labor Cons Serv LtdaEtr Portela, 99, An 7 Sl 701, Madureira/Turiacu, Rio De Janeiro, Rj, 21351050Fone: (21) 3359-5702Hd Recursos Humanos LtdaR Carol Machad, 542, Sl 301, Rio De Janeiro, Rj, 0Fone: (21) 3390-0936 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 108. Help Home Prestadora De Serv LtdaAv João F Pinto, 69, Sl 104, Resende, Rj, 0Fone: (24) 3354-6590Help Serv Empresariais LtdaR Dantas,Sen, 117, An 3 Sl 323, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031201Fone: (21) 2220-3062Hpb Cons De Pessoal LtdaR Assembléia, 34, Sl 1003, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20011000Fone: (21) 2509-5953Imagem Asses Em Recursos HumanosR Evaristo Da Veiga, 16, Sl 804, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031040Fone: (21) 2262-9478Isa Asses De Recursos HumanosTr Conceição, 105, An 19 Sl 1904, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20051010Fone: (21) 2263-4508Jr Recursos Humanos LtdaR Evaristo Da Veiga, 55, An 19 Sl 1909, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031040Fone: (21) 2544-3451Klm Recursos HumanosAv Treze De Maio, 33, Bl B Sl 1214, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031000Fone: (21) 2220-4483Know How Recursos Humanos LtdaAv Rio Branco, 156, An 15 Sl 2326, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20040003Fone: (21) 2220-3698Lida Seleção De Pessoal LtdaR Matr Camarag, 255, Ap 401, Rio De Janeiro, Rj, 0Fone: (21) 3332-2209Mago Psicotestes LtdaAv Franklin Roosevelt, 39, Sl 620, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20021120Fone: (21) 2220-7577Manpower Recursos HumanosAv Rio Branco, 133, An 15 Sl 1505, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20040004Fone: (21) 2509-9322Max Service Com E Serv LtdaR Amad Lacerda, 60, Ap 201, Itaperuna, Rj, 0Fone: (22) 3822-1963Mg Dumas Recursos Humanos Cons E ServAv Vargas,Pres, 583, An 9 Sl 918, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20071003Fone: (21) 2221-4734 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 109. Michelma Asses Pessoal LtdaR Doming Lopes, 553, Sl 205, Rio De Janeiro, Rj, 0Fone: (21) 3359-4711Mpa Recursos Humanos LtdaAv Franklin Roosevelt, 39, Sl 602, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20021120Fone: (21) 2220-2746Org Empregos Santa RosaR Bormann,Dr, 6, Sj 4, Centro, Niterói, Rj, 24020320Fone: (21) 2717-8120Org Gelre Trabalhos Temporários LtdaTr Treze De Maio, 33, Bl B An 34, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031007Fone: (21) 2524-8896Org Líder Seleção ProfissionalTr Treze De Maio, 47, An 5 Sl 502, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031000Fone: (21) 2262-8756Orion Cons Assoc LtdaR México, 41, An 6 Sl 606, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031144Fone: (21) 2220-5699Otimiza Cons E Gerenciamento De Serv LtdaR Soriano De Sousa, 115, An 5 Sl 504, Tijuca, Rio De Janeiro, Rj, 20511180Fone: (21) 2567-3122Partime Serv Temporários LtdaAv Calógeras, 6, Lj A, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20030070Fone: (21) 2210-1383Plenar Cons Empresarial De Recursos Humanos LtdaAv Barroso,Alm, 90, An 4, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031002Fone: (21) 2507-3535Pontuale Constr Serv E Recursos Humanos LtdaAv Nels Cardoso, 905, Sl 318, Rio De Janeiro, Rj, 0Fone: (21) 2423-2515Pronan Serv Temporários Cons PessoalTr Ouvidor, 60, Sl 512, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20040030Fone: (21) 2224-5124Quatro A TelemarketingAv Barroso,Alm, 52, An 20, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031000Fone: (21) 2297-5353Rcc Prestadora De Serv Em Geral LtdaEst Manuel Nogueira De Sa, 400, Realengo, Rio De Janeiro, Rj, 21745-290Fone: (21) 3357-9706 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 110. Regulus Recursos Humanos LtdaR Dantas,Sen, 117, Sl 613, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031201Fone: (21) 2533-3601Rhi Internacional LtdaR Primeiro De Março, 23, An 6, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20010000Fone: (21) 2509-6323Rotation Recursos HumanosR Dantas,Sen, 75, Sl 1501, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031201Fone: (21) 2533-1854Seres Consultoria Em RhR Alcindo Guanabara, 24, An 10 Sl 1013, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031130Fone: (21) 2240-5055Serviking Prestação De Serv LtdaR Ibiapina, 111, Penha, Rio De Janeiro, Rj, 21070680Fone: (21) 3686-5118Solução Recursos HumanosTr Treze De Maio, 23, Sl 1633, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031000Fone: (21) 2240-9117Solução Recursos Humanos LtdaPca Floriano, 51, An 18, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20031050Fone: (21) 2240-1045Srhl Soc De Recursos Humanos LtdaR Pedro,S, 154, Sl 405, São Pedro, Teresópolis, Rj, 25965280Fone: (21) 2717-6946Srhl Soc De Recursos Humanos LtdaR Antônio Silva, 144, Fonseca, Niterói, Rj, 24130170Fone: (21) 2717-6946Temporaly Consultoria LtdaR Dr Fel Sodre, 215, Sl 707, São Gonçalo, Rj, 0Fone: (21) 2607-0740Teoria TrabalhoAv Câmara,Mal, 160, An 10 Sl 1035, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20020080Fone: (21) 2524-3825Time Service Recursos Humanos LtdaAv Rio Branco, 277, An 7 Sl 706, Centro, Rio De Janeiro, Rj, 20040009Fone: (21) 2220-1756Trade Rio Adm E Serv LtdaR Américas, 5777, Sl 208, Bonsucesso, Rio De Janeiro, Rj, 21043-090Fone: (21) 2438-0077 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 111. Vecellio Recursos Humanos E Serv LtdaR Godofr Viana, 135, Bl 1 Ap 302, Rio De Janeiro, Rj, 0Fone: (21) 2423-2527Work Serv AuxiliaresR Frederico Méier, 19, An 2 Sl 215, Meier, Rio De Janeiro, Rj, 20780010Fone: (21) 2501-7502 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 112. São PauloGercon Recursos HumanosR Xavier De Toledo,Cel, 264, An 13 Cj 134, São Paulo, Sp, 01048-000Fone: (11) 3105-9727 Fax: (11) 3159-9059Rent Service LtdaR Antônio Raposo, 159, Lapa, São Paulo, Sp, 05074020Fone: (11) 3641-0880 Fax: (11) 3641-2435New Time Serviços TemporariosR Vinte E Quatro De Maio, 276, An 3, Centro, São Paulo, Sp, 01041-000Fone: (11) 3224-8733 Fax: (11) 3224-0609Sulamericano Recrutramento E Seleção De PessoalR Roma, 620, Cj 112 A, Vl Romana, São Paulo, Sp, 05050-090Fone: (11) 3875-3141 Fax: (11) 3032-3323Multi Labor Recursos HumanosR Itapetininga, Br, 46, An 12 Cj 1221, Sé, São Paulo, Sp, 01042-000Fone: (11) 3259-1033 Fax: (11) 3231-4294Essencial Recursos Humanos InternacionalAv Sto Amaro, 7019, Sto Amaro, São Paulo, Sp, 04701-200Fone: (11) 5522-8097People DomusR Itapetininga,Br, 140, Lj 3, Sé, São Paulo, Sp, 01042000Fone: (11) 3159-3499Life Recursos HumanosR Marconi, 131, An 11, Centro, São Paulo, Sp, 01047-000Fone: (11) 3151-3170 Fax: (11) 3151-5955Life Recursos HumanosPça Silvio Romero, 66, Sl 7, Tatuapé, São Paulo, Sp, 03323-000Fone: (11) 6941-7358Marrakesh Serv Empresariais LtdaR Manuel Borba, 257, Sl 3, Sto Amaro, São Paulo, Sp, 04743010Fone: (11) 5522-5798Esferas Recursos Humanos LtdaR João Pereira, 373, Lapa, São Paulo, Sp, 05074070Fone: (11) 3836-9102Nova Imbrize Mão De Obra TemporáriaR Silva Bueno, 893, Quinta Da Paineira, São Paulo, Sp, 04208-050Fone: (11) 6341-2922 Fax: (11) 273-3988Qw Recursos HumanosAv Paulista, 2644, An 9 Cj 95, São Paulo, Sp, 01310-300 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 113. Fone: (11) 3237-0999 Fax: (11) 3237-3003AdimaxR Vinte E Quatro De Maio, 104, An 6 Cj B, Centro, São Paulo, Sp, 01041-000Fone: (11) 3362-0866 Fax: (11) 3362-0866Professional Solução Recursos HumanosR Tabapuã,, 649, An 1 Cj 17, Itaim Bibi, São Paulo, Sp, 04533-012Fone: (11) 3078-1964Benvegnú Consultoria Em Recursos HumanosAv Adolfo Pinheiro, 2464, An 6 Cj 62/64, Alto Da Boa Vista, São Paulo, Sp,04734-004 Fone: (11) 5523-5057 Fax: (11) 5687-5176Globo Consultoria De PessoalR Jaguara,Br, 707, Centro, Campinas, Sp, 13015-000Fone: (19) 3232-8455 Fax: (19) 3236-9443Grm Empregos Efetivos TemporáriosAv Celso Garcia, 5019, Tatuapé, São Paulo, Sp, 03063-000Fone: (11) 6942-8180 Fax: (11) 6941-6232New Service Recursos HumanosAv Santos Dumont, 301, Guarulhos, Sp, 07180-270Fone: (11) 6481-33203h Ag Empregos Terceirizacao E ServicosR Br Jacarei, 776, Mogi Das Cruzes, SpFone: (11) 3951-86883h Recursos Humanos Terceirizacão E ServR Jacareí,Br, 776, Centro, Jacareí, Sp, 12308001Fone: (12) 3951-86883h Rh LtdaR A Sais, 162, S6, São José Dos Campos, SpFone: (12) 3912-35183t Serv E Mão De Obra Temporária LtdaVd Bandeirantes, 823, Planalto Paulista, São Paulo, Sp, 04553010Fone: (11) 3045-9928Aba Emp Da Colocação De Mão De Obra LtdaPça Sé, 96, An 3 Sl 303, Centro, São Paulo, Sp, 01001000Fone: (11) 3106-3730Acerte Recursos Humanos LtdaR João Gonçalves Filho, 463, An 1 Sl 1, Jd Fortaleza, Guarulhos, Sp, 07153020Fone: (11) 6468-8543Acser Recursos Humanos LtdaR Doze De Outubro, 389, Sl 14, Lapa, São Paulo, Sp, 05073001 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 114. Fone: (11) 3834-0533Addenda RhR Pp Mercadante, 52, Jacareí, SpFone: (12) 3951-6407Adecco Recursos Humanos LtdaR Carlos Comenale, 281, An 3 Cj 32, Cerqueira Cesar, São Paulo, Sp, 01332030Fone: (11) 756-8744Adecco Top Services Serv Temporários LtdaR Conceição, 233, An 22 Sl 2209, Centro, Campinas, Sp, 13010050Fone: (19) 3234-7071Adecco Top Services Serv Temporários LtdaR Lafaiete, 1146, Centro, Ribeirão Preto, Sp, 14015080Fone: (16) 636-7005Adecco Top Services Serv Temporários LtdaR Vinte E Sete De Outubro, 351, Vl Suely, Suzano, Sp, 08674200Fone: (11) 4743-7199Adecco Top Services Serv Temporários LtdaR Crescência Culturato,Irmã, 431, Vl Gotardo, Jundiaí, Sp, 13201839Fone: (11) 4586-9427Adecco Top Services Serv Temporários LtdaR João Pessoa, 176, Centro, São Bernardo Do Campo, Sp, 09715000Fone: (11) 4332-3575Adecco Top Services Serv Temporários LtdaR Constituição, 45, Qd 1, Vl S Antônio, Bauru, Sp, 17013550Fone: (14) 226-2828Adecco Top Services Serv Temporários LtdaR Humaitá, 434, Centro, São José Dos Campos, Sp, 12245040Fone: (12) 3921-0713Adecco Top Services Serv Temporários LtdaAl Joaquim Eugênio De Lima, 696, An 14 Cj 143, Jd Paulista, São Paulo, Sp,01403000Fone: (11) 3178-0434Adecco Top Services Serv Temporários LtdaR Itapetininga,Br, 46, An 8 Cj 811, Se, São Paulo, Sp, 01042000Fone: (11) 3255-9422Adecco Top Services Serv Temporários LtdaR Gabriel Nettuzzi Perez,Prom, 422, Sto Amaro, São Paulo, Sp, 04743020Fone: (11) 5687-2033Adecco Top Services Serv Temporários Ltda MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 115. R Domingos Rodrigues, 514, Lapa, São Paulo, Sp, 05075000Fone: (11) 3832-0110Adecco Top Services Serv Temporários LtdaR Álvaro Ribeiro, 52, Vl Rehder, Americana, Sp, 13465400Fone: (19) 3406-4454Adeco Topcesis Rh LtdaR Humaio Ta, 434, São José Dos Campos, SpFone: (12) 3941-1367Adelino O RodriguesRod Carlos Tonani, 319, Jardim São Marcos Ii, Jaboticabal, Sp, 14888-000Fone: (16) 3203-3269AdimaxR César,Dr, 72, An 1 Cj 12, Santána, São Paulo, Sp, 02013000Fone: (11) 6959-1122Administradora Recresse Sc LtdaR Suica, 93, Jundiaí, SpFone: (11) 4587-4769Afinal Serv Temporários LtdaAv Estados, 2132, Utinga, Santo André, Sp, 09220570Fone: (11) 4996-2448Ag Empregos JocarR Exped Genesio V C, 386, Lorena, SpFone: (12) 552-1578Ageer Agente De Integração Emp Escolas LtdaR Crispiniano,Cons, 69, Cj 63, Se, São Paulo, Sp, 01037001Fone: (11) 3231-3981Agência Barão De Empregos Gerais LtdaGlr Prestes Maia, 241, An 11 Cj 1107, Santa Efigenia, São Paulo, Sp, 01031001Fone: (11) 228-0204Agência Barrichello Empregos DomésticosAv São Vicente,Marq, 208, Campo Grande, Santos, Sp, 11075-690Fone: (13) 3237-2881Agência CriativaR Bernardino De Campos, 102, Brooklin, São Paulo, Sp, 04020-000Fone: (11) 5041-0733 Fax: (11) 5044-7541Agência De Emprego Tabapuã LtdaR Tabapuã, 1215, An 1 Sl 3, Ch Itaim, São Paulo, Sp, 04533014Fone: (11) 3845-8502Agência De Empregos Botucatu MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 116. Av Jabaquara, 993, An 5 Cj 51, Mirandópolis, São Paulo, Sp, 04045-001Fone: (11) 5589-7003Agência De Empregos CelesteAv Faria Lima,Brig, 1572, An 10 Cj 1002, Jd Paulistano, São Paulo, Sp,01452001Fone: (11) 3813-6366Agência De Empregos Nossa CasaR Doutor Virgilio De Rezende, 320, Centro, Itapetininga, Sp, 18200-180Fone: (15) 271-2040Agência De Empregos TerselR Campos Sales, 11, An 2 Cj 23, Jardim Belval, Barueri, Sp, 06420-390Fone: (11) 4198-3654Agência Internacional Colocações Doméstica Executivo Geral LtdaR Marconi, 87, An 3 Cj 31, Centro, São Paulo, Sp, 01047000Fone: (11) 3255-0836Agência Nova OpçãoR Brotero,Cons, 931, An 1 Cj 4, Sta Cecilia, São Paulo, Sp, 01232011Fone: (11) 3661-2587Agência Pessoal LtdaAv Adolfo Pinheiro, 384, Lj 40, Alto Da Boa Vista, São Paulo, Sp, 04734000Fone: (11) 5521-9344Agência ServelarR Águia Real, 109, A, Jd Dom José, São Paulo, Sp, 05887250Fone: (11) 5824-9507Agência Status Seleção De ProfissionaisR Fernão Dias, 112, Pinheiros, São Paulo, Sp, 05427-000Fone: (11) 3814-3447 Fax: (11) 3032-1721Agilisia Agência Empregos Temporários LtdaR Couto Magalhães, 1621, Jardim Consolação, Franca, Sp, 14400-020Fone: (16) 721-1593Álamo G&J Recursos Humanos LtdaR Manuel Borba, 163, Sl 5, Santo Amaro, São Paulo, Sp, 04743011Fone: (11) 5686-4797Alcance Asses Em Recursos Humanos LtdaR Primitiva Vianco,Da, 603, Sj, Jd Agu, Osasco, Sp, 06010004Fone: (11) 3683-7540Alcance Recursos HumanosR Amaro Guerra, 238, Ch Sto Antônio, São Paulo, Sp, 04711020Fone: (11) 5181-5520 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 117. Aleme Serv Temporários LtdaR Itapetininga,Br, 120, An 3 Cj 301, Se, São Paulo, Sp, 01042000Fone: (11) 3258-7628Aliança Seleção De Efetivos E Temporários LtdaR Itapetininga,Br, 120, An 5 Sl 508, Se, São Paulo, Sp, 01042000Fone: (11) 3255-2341All Service Co Agências De EmpregoR Gabriel,S, 555, Cj 401, Vl Primavera, São Paulo, Sp, 01435001Fone: (11) 3082-0043All Service Terceirizacão E Promoções LtdaJd Consolação, 2710, An 8 Cj 83, Cerqueira Cesar, São Paulo, Sp, 01416000Fone: (11) 3061-1552All Service Terceirizacão E Promoções LtdaTr Duprat,Br, 215, An 1 Cj 1, Sto Amaro, São Paulo, Sp, 04743060Fone: (11) 5548-8743All Time Empregos Efetivos E Temporários LtdaR Domingos Rodrigues, 150, Lapa, São Paulo, Sp, 05075000Fone: (11) 3832-4332All Time Empregos Efetivos E Temporários LtdaR Domingos Rodrigues, 236, Lapa, São Paulo, Sp, 05075000Fone: (11) 3832-4950Allia Recursos Humano LtdaR Ambrosina De Macedo, 324, Vl Mariana, São Paulo, Sp, 04013030Fone: (11) 5571-5949 Fax: (11) 5084-4784Allia Recursos Humano LtdaR Ambrosina De Macedo, 234, Vl Mariana, São Paulo, Sp, 04013030Fone: (11) 5549-2962Alpha Recursos Humanos LtdaR Jaguara,Br, 1481, An 7 Cj 76, Centro, Campinas, Sp, 13015002Fone: (19) 3232-3928Alphalaser Consult Em Rh LtdaR Nelson D Avila,Dr, 389, 10 Torre A, São José Dos Campos, SpFone: (12) 3941-6582Alternativa Adm E Locação De Mão De Obra LtdaPca Pedro De Toledo,Emb, 55, An 2 Sl 1, Centro, Santo André, Sp, 09010050Fone: (11) 4990-8004Alternativa Adm E Locação De Mão De Obra LtdaPca Bom Jesus De Piraporinha, 205, An 2 Sl 208, Piraporinha, Diadema, Sp,09951550 Fone: (11) 4066-1689 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 118. Ama Serv LtdaAv Augusto De Toledo,Dr, 1308, S Paula, São Caetano Do Sul, Sp, 09540080Fone: (11) 4229-6500Amelia Et TanikawaR José Foz Dr, 1240, Presidente Prudente, Sp, 0Fone: (18) 224-3041Análise Recrutamento De Pessoal Sc LtdaR Bacaetava, 180, Vl Gertrudes, São Paulo, Sp, 04705010Fone: (11) 5041-1463Anelc Serv Temporários LtdaR Roberto Alves Carvalho Filho,Gal, 320, An 1 Sl 17, Sto Amaro, São Paulo,Sp, 04744000 Fone: (11) 5686-5977Ap Trabalho Temporário LtdaR Marq Itu, 266, An 10, Vl Buarque, São Paulo, Sp, 01223000Fone: (11) 3224-0182Ap Trabalho Temporário LtdaR Oito, 266, An 10 Cj 101, Vl Buarque, São Paulo, Sp, 01223000Fone: (11) 221-1277Apa Trabalho Temporário LtdaR Afonso Sardinha, 326, Lapa, São Paulo, Sp, 05076000Fone: (11) 3832-1392Apart Trabalho Temporários LtdaR Albion, 194, An 1 Sl 11, Lapa, São Paulo, Sp, 05077130Fone: (11) 3831-1369Apc Serv Temporários LtdaAv Adolfo Pinheiro, 384, Sj 30, Sto Amaro, São Paulo, Sp, 04734000Fone: (11) 5686-5410Aporé Mão-De-Obra TemporariaR Melo Barreto, 63, Brás, São Paulo, Sp, 03041-040Fone: (11) 227-1488 Fax: (11) 227-2342Argel Serv Temporários LtdaR Gabriel Nettuzzi Perez,Prom, 433, Sto Amaro, São Paulo, Sp, 04743020Fone: (11) 5521-8205Arh - GestorR Adelino, Pe, 1947, Tatuapé, São Paulo, Sp, 03303-000Fone: (11) 218-2049Armonia Serv Temporários E Terceirizados LtdaR Itu,Marq, 70, An 10 Sl 101, Vl Buarque, São Paulo, Sp, 01223000Fone: (11) 3259-1424 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 119. Espan Seleção De Pessoal LtdaR Dronsfield, 272, Lapa, São Paulo, Sp, 05074000Fone: (11) 3641-6823Esquema Serv De Agenciamento Sc LtdaR Guimarães Passos, 242, Vl Mariana, São Paulo, Sp, 04107030Fone: (11) 5572-4949Essencial Recursos Humanos InternacionalAv Amaro,Sto, 7019, Sto Amaro, São Paulo, Sp, 04701-200Fone: (11) 5522-8097Estel Emp De Serv E Terceirizacao LtdaR Afonso Sardinha, 115, An 2 Cj 7, Lapa, São Paulo, Sp, 05076000Fone: (11) 3836-1708Estrela Recursos HumanosR Miranda De Azevedo, 24, Vl Magalhães, Sorocaba, Sp, 18035090Fone: (15) 231-9955Ética Agente De Integração Do Estagiario Sc LtdaAv Rangel Pestana, 243, An 11 Cj 112, Se, São Paulo, Sp, 01017000Fone: (11) 3104-8523Eurides B A PereiraR Amparo, 32, Cajamar, SpFone: (11) 4448-1053Excel Mão De Obra Temporária LtdaR Marconi, 131, An 7 Cj 713, Centro, São Paulo, Sp, 01047000Fone: (11) 3159-2717Executa Serv Tec De Limpeza E Portaria LtdaR Victório Santim, 506, Vl Carmosina, São Paulo, Sp, 08290000Fone: (11) 6944-5724Executiva Serv Empresariais LtdaR Thereza Maria Luizetto, 176, Vila Santa Luzia, Taboão Da Serra, Sp, 06754-010Fone: (11) 4701-9595Executiva Serv Temporários LtdaR Delmiro Sampaio,Vol, 144, Tr Sl 3, Vl Campos Sales, São Paulo, Sp, 04754000Fone: (11) 5522-5449Expectativ Recursos Humanos LtdaEtr Amaro,Sto, 7047, Jd Paulista, São Paulo, Sp, 04702002Fone: (11) 5548-3323Expressão Empregos LtdaVd Jabaquara, 2626, Mirandópolis, São Paulo, Sp, 04046400Fone: (11) 5589-0280 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 120. Extra Serv Temporários LtdaR Manuel Borba, 257, Tr Lj 9, Santo Amaro, São Paulo, Sp, 04743011Fone: (11) 5524-9925Fácil Serv Tercerizados LtdaR Coriolano, 1690, Vl Romana, São Paulo, Sp, 05047001Fone: (11) 3862-2273 (11) 3672-6494Faer Serv Temporários LtdaR Crispiniano,Cons, 97, An 6 Cj 21, Se, São Paulo, Sp, 01037001Fone: (11) 3231-5562Fama Consultoria Em Recursos Humanos LtdaR Italia, 166, Jundiaí, SpFone: (11) 437-4729Famma Asses De Recursos Humanos LtdaR Jorge Caixe, 127, Sl 06, Jd Nomura, Cotia, Sp, 06716690Fone: (11) 4616-4040Fan Asses ProfissionalR Newton Prado, 126, Além Ponte, Sorocaba, Sp, 18020210Fone: (15) 231-9838Fast Work Mão De Obra Temporária LtdaR Manuel Borba, 163, An 1 Sl 9, Santo Amaro, São Paulo, Sp, 04743011Fone: (11) 5686-4090Fc Promoções E Eventos LtdaR Canto E Melo, 91, Jd Internacional, São Paulo, Sp, 04756100Fone: (11) 5641-4145Fênix EmpregosR Luiz Gama, 108, An 1 Cj 2, Centro, Guarulhos, Sp, 07010050Fone: (11) 6447-1603Fire Star Trabalhos Temporários LtdaR Doze De Outubro, 429, Lapa, São Paulo, Sp, 05073001Fone: (11) 3836-6177Foco Gerenciamento De Serv E Com LtdaR Tabapuã, 500, Cj 54, Ch Itaim, São Paulo, Sp, 04533001Fone: (11) 5547-7400Foco Recursos Humanos Sc LtdaR Itapetininga,Br, 140, An 5 Cj 51, Se, São Paulo, Sp, 01042000Fone: (11) 3156-3314Fonte Prestadora De Serv Empresariais LtdaR Vinte E Quatro De Maio, 35, Cj 1413/1414, Centro, São Paulo, Sp, 01041001Fone: (11) 222-4744 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 121. Fox Time Recursos Humanos LtdaAv Monteiro Lobato, 131, Vl Miriam, Guarulhos, Sp, 07190000Fone: (11) 6463-2155Free Labor Recursos Humanos LtdaPca Santos Dumont, 105, Cid Ind Satelite, Guarulhos, Sp, 07180270Fone: (11) 6412-4476Funcional Centro De Recrutamento E Seleção De Pessoal LtdaR Doze De Outubro, 718, Lapa, São Paulo, Sp, 05073000Fone: (11) 3832-8557Funcional Centro De Recrutamento E Seleção De Pessoal LtdaVel Celso Garcia, 5047, Bras, São Paulo, Sp, 03063000Fone: (11) 295-2388G A Rh Temporarios Terceirizacao Comercio LtdaR Bsa Japi, 297, An 1, Jundiaí, SpFone: (11) 4586-6977A Assessoria De Empregos Sulamericano05073-000 Rua Doze De Outubro, 712São Paulo SpTel: (11) 3032-3323 / 3875-3141Abaroni Recursos Humanos Ltda01043-000 Rua Sete De Abril, 105 Cj A And 7São Paulo SpTel: (11) 257-4970(11) 257-4970 / 257-8217 / 259-2305 / 259-1284Abs Service Assess Em Recursos Humanos06016-030 Rua Euclides Da Cunha, 139Osasco SpTel: (11) 3683-5344Actual Personal Trabalho Temporário09290-730 Av Itamarati, 279 Sala 4Santo André SpTel: (11) 4472-2273Adecco Recursos Humanos01332-030 Rua Carlos Comenale, 281 Sala 3São Paulo SpTel: (11) 3266-7434Administer Seleção Pessoal04829-240 Rua José Luís Monteiro, 999São Paulo SpTel: (11) 5929-5880Administração Rent Service MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 122. 05074-020 Rua Antônio Raposo, 159São Paulo SpTelefax: (11) 3641-0880Administração Em Recursos Humanos Rohlem05072-000 Rua N S Da Lapa, 675São Paulo SpTel: (11) 3832-1177Adonai Locação De Mão De Obra04734-000 Av Adolfo Pinheiro, 384São Paulo SpTel: (11) 247-8765Af Servs Empresariais Ltda09510-100 Rua Manoel Coelho, 370 And 1São Caetano Do Sul SpTel: (11) 4229-0010Agência All Service Eva01435-901 Av São Gabriel, 555 Cj 403São Paulo SpTel: (11) 3079-7432Agência Bcm Recursos Humanos05075-000 Rua Domingos Rodrigues, 606São Paulo SpTel: (11) 3832-8738Agência De Empregos Konsults03180-002 Rua Fernando Falcão, 1310 And 1São Paulo SpTel: (11) 6966-5671 / 6965-1833 / Telefax: (11) 6966-5933Agência De Empregos Prado Seleção E Recrutamento03031-030 Rua Alexandrino Pedroso, 43São Paulo SpTel: (11) 227-8521 / Telefax: (11) 229-8557Agência De Empregos Tabapuã Ltda04533-010 Rua Tabapuã, 1215 Sala 3São Paulo SpTel: (11) 3845-8502 / 3849-4807Agência De Emprego Mundial02113-010 Av Guilherme Cotching, 1785São Paulo SpTel: (11) 6954-9901Agência De Empregos Pinheiros05424-090 Rua Campo Alegre, 60 Cj 71São Paulo SpTel: (11) 3813-0762 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 123. Agência De Empregos Real Parque05512-000 Av Prof Francisco Morato, 806São Paulo SpTel: (11) 3812-3236Agência De Empregos Santa Filomena04080-004 Av Jandira, 667São Paulo SpTel: (11) 240-4665Agência Grm Empregos Efetivos E Temporários03063-000 Av Celso Garcia, 5019 Sala 1São Paulo SpTel: (11) 6942-8180 Telefax: (11) 6941-6232Agência Internacional De Colocação Doméstica E Comercial01047-000 Rua Marconi, 87 Cj 31São Paulo SpTel: (11) 255-5424 / 255-0836Agências Lucy De Empregadas Domésticas01511-000 Rua Cons Furtado, 324 Cj 405 And 4São Paulo SpTel: (11) 3275-3169 / 279-8051Agência De Serviços Tradição06453-000 Pç Das Papoulas, 20Barueri SpTel: (11) 4195-8609Agência De Serviços04743-010 Rua Manuel Borba, 257 Lj 9 / 12São Paulo SpTel: (11) 5524-9925 / 5548-4448 / Fax: (11) 5522-2989Agência Stilo Serviços06097-015 Rua Virgínia Aurora Rodrigues, 476Osasco SpTel: (11) 3681-4112 / 3682-2340(11) 3681-4112 / 3682-2340 / 3681-9254 / 3683-9805Agência Workfix Recursos Humanos03806-000 Av Paranaguá, 1672 Sala 2São Paulo SpTel: (11) 206-3855 / 206-1659(11) 206-3855 / 206-1659 / 6943-1607 / 206-6913Agência Vital Empregados Domésticos05501-020 Rua Pirajussara, 478São Paulo SpTel: (11) 3812-4677 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 124. Ágil Mão De Obra Temporária09520-100 Av Cd Francisco Matarazzo, 146São Caetano Do Sul SpTel: (11) 4229-0244Agile Consultores Associados01037-010 Pç Ramos De Azevedo, 206 Cj 2740 And 27São Paulo SpTel: (11) 222-4420All Service04743-060 Rua Br De Duprat, 215 Sala 1 / 2São Paulo SpTel: (11) 5548-8743Aleme Serviços Temporários Ltda.01041-000 Rua Vinte E Quatro De Maio, 104 Cj B And 5ºSão Paulo SpTel: (11) 3337-7150 / 3641-4853 / 247-8701Analyse Recrutamento Pessoal04705-010 Rua Bacaetava, 180São Paulo SpTel: (11) 5542-4811A P Seleção De Pessoal04745-001 Al Sto Amaro, 286 Sala 5São Paulo SpTel: (11) 246-8111A R G Gestor Em Recursos Humanos03303-000 Rua Pe Adelino, 1947São Paulo SpTelefax: (11) 218-2049Assessoria Em Recursos Humanos Solutto02464-500 Av Imirim, 3214 SljSão Paulo SpTel: (11) 3985-2100Assert Empr Mão Obra Efetiva Temporária09010-000 Rua Cel Oliveira Lima, 180 Sala 1 / 3 And 1Santo André SpAtron01042-000 Rua Br De Itapetininga, 46 And 13São Paulo SpTel: (11) 255-1877 / 3834-3000All Time Empregos Efetivos E Temporários Ltda05075-000 Rua Domingos Rodrigues, 150 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 125. São Paulo SpTel: (11) 3833-9222Aliança Seleção Efetivos Temporários01042-000 Rua Br De Itapetininga, 120 Cj 508São Paulo SpTel: (11) 255-5106Antares Serviços05339-005 Av Corifeu De Azevedo Marques, 5241São Paulo SpTel: (11) 3719-2432Apa Trabalho Temporário08613-000 Rua Dr Prudente De Morais, 472Suzano SpTel: (11) 4747-3522Apaniw Serviços Empresariais04750-080 Rua Cerqueira César, 461São Paulo SpTel: (11) 5522-5139Apc Serviços Temporários04734-000 Av Adolfo Pinheiro, 384 Sala 30 And 1São Paulo SpTel: (11) 246-5410Armonia Serv Temporários Terceirizados01223-000 Rua Mq De Itu, 70 Cj 101São Paulo SpTel: (11) 259-1424Atendem04119-060 Rua Afonso Celso, 773São Paulo SpTel: (11) 5575-8166Athenas Mão De Obra Temporária06657-000 Av Rubens Caramez, 300Itapevi SpTel: (11) 4141-0416Auxiliar Empregos07010-010 Rua João Gonçalves, 509Guarulhos SpTel: (11) 6468-9244Avant Assessoria E Recursos Humanos Ltda05076-000 Rua Afonso Sardinha, 199São Paulo SpTel: (11) 3833-0286 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 126. Barão De San Francisco Agency01031-001 Av Prestes Maia, 241 Cj 1107 And 11São Paulo SpTel: (11) 228-0204Beter Seleção Pessoal Serv Temporários01420-000 Al Jau, 310 Sala 133gSão Paulo SpTel: (11) 287-9952Bh Empregos01325-000 Rua Cons Ramalho, 104 Ap 33 And 3São Paulo SpTel: (11) 3115-2562Casa Do Emprego Temporário08574-020 Av Ítalo Adami, 557 Sala 2Itaquaquecetuba SpTel: (11) 4638-2003Cd Work Mão De Obra Temporária Efetiva08674-080 Rua Br Jaceguai, 400Suzano SpTel: (11) 4748-6129Celcla Assessoria E Seleção De Pessoal02265-002 Av Guapira, 2407 Cj 12São Paulo SpTel: (11) 6241-0058 / 6241-9939(11) 6241-0058 / 6241-9939 / 6241-9938 / Telefax: (11) 6241-6942Celvi Mão Obra Temporária Efetivos06226-210 Rua São Luíz, 34Osasco SpTel: (11) 3683-2449Central De Recursos Humanos01441-000 Al Gabriel Monteiro Da Silva, 399São Paulo SpTel: (11) 3086-2028Centro Profissionais Emp Mão Obra01026-000 Av Sen Queirós, 312 Cj 405 And 4São Paulo SpTel: (11) 228-0059Ceolin Recursos Humanos02034-020 Rua Leite De Morais, 42 Cj 17São Paulo SpTel: (11) 6950-9149 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 127. Cidafran Agência Emprego01425-001 Rua Guarará, 41São Paulo SpTel: (11) 3887-3034Cin Centro Intermed Recrutamento Pessoal05073-000 Rua Doze De Outubro, 58a Cj 11São Paulo SpTel: (11) 3836-2300Citywork Assessoria Recursos Humanos02113-011 Av Guilherme Cotching, 829São Paulo SpTel: (11) 6955-8085Coesa Recursos Humanos04743-010 Rua Manuel Borba, 257 Slj 8São Paulo SpTel: (11) 5547-0603Consegue Recursos Humanos07010-020 Rua Oswaldo Cruz, 146 Sala 2Guarulhos SpTel: (11) 208-8587Consultoria Empresarial Directiva02936-000 Av Benedito Andrade, 483 Sala 4São Paulo SpTel: (11) 3975-7200Contato Empregos05073-000 Rua Doze De Outubro, 544São Paulo SpTelefax: (11) 3834-1120Cosmos Trabalho Temporário01511-000 Rua Cons Furtado, 128São Paulo SpTel: (11) 3104-0191Crese Empregos04733-100 Av Adolfo Pinheiro, 1169São Paulo SpTel: (11) 5521-9467Critério Seleção Pes Mão Obra Temporaria09715-020 Rua Américo Brasiliense, 23São Bernardo Do Campo SpDatec Uniterse Empregos09010-120 Rua Correia Dias, 123Santo André Sp MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 128. Decisão Serv Terceirizados Mão De Obra07056-080 Rua Quitandinha, 183Guarulhos SpTel: (11) 6452-9730Delta Recursos Humanos & Serviços01403-000 Al Joaquim Eugênio De Lima, 598São Paulo SpTel: (11) 284-7657Demand Offer Mão Obra Efet Temporária09750-600 Av Índico, 66 Cj 61 And 6São Bernardo Do Campo SpTel: (11) 4121-2300Desempenho Consultoria De Recursos Humanos01055-900 Rua Br De Itapetininga, 255 And 10São Paulo SpTel: (11) 259-7348Desenvolve Recursos Humanos05073-000 Rua Doze De Outubro, 462 Cj 2São Paulo SpTel: (11) 3831-4438Dienst Agência Empregos Domésticos04104-040 Rua Arujá, 113São Paulo SpTel: (11) 5575-7768Disctime Trabalho Temporário Efetivo09710-010 Rua Mar Deodoro, 439 And 1São Bernardo Do Campo SpDoce Lar Seleção Pessoal04046-100 Av Jabaquara, 774 Ap 13 And 1São Paulo SpTel: (11) 275-5310Duest Recursos Humanos09010-090 Rua Luís Pinto Flaquer, 467Santo André SpTel: (11) 4994-6454Edp Consultoria Recursos Humanos04601-000 Rua Princ Isabel, 265 And 1São Paulo SpTel: (11) 241-9093Effort Temp Recursos Humanos01047-000 Rua Marconi, 48 Cj 11 And 1 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 129. São Paulo SpTelefax: (11) 3151-6126El Shadai Serviços Temporários04743-020 Rua Prom Gabriel Nettuzzi Perez, 233São Paulo SpTel: (11) 5548-6237Ellas Agência De Empregos05425-000 Rua Eugênio De Medeiros, 152São Paulo SpTel: (11) 3097-0415Ellos Recursos Humanos07010-010 Rua João Gonçalves, 358Guarulhos SpTel: (11) 209-1668Empreforte Rec Humanos Serv Temporários05076-000 Rua Afonso Sardinha, 115 Cj 4São Paulo SpTel: (11) 3641-1808Empregadas Domésticas Prendas04038-000 Rua Borges Lagoa, 26São Paulo SpTel: (11) 5572-6878 / 5549-08035084-4375 / 5083-2044Empregos Ipiranga Efetivos E Temporários04209-001 Rua Do Manifesto, 1146São Paulo SpTel: (11) 6163-1095 / 273-2599 / 274-8653Empregos Profissional Recursos Humanos04533-012 Rua Tabapuã, 649 Cj 15 / 17 And 1São Paulo SpTel: (11) 3849-4038Enge Work Prestação De Serviços09510-111 Rua Manoel Coelho, 641São Caetano Do Sul SpEspaço Rh Recursos Humanos Ltda.05075-000 Rua Domingos Rodrigues, 235São Paulo SpTelefax: (11) 3832-6876 / 3836-4374Espan Seleção05074-000 Rua Dronsfield, 272São Paulo SpTel: (11) 3832-2297 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 130. (11) 3832-2297 / 3641-6823 / 3831-1868 / Telefax: (11) 3832-2297Esferas Recursos Humanos Ltda05074-070 Rua João Pereira, 373São Paulo SpTel: (11) 3834-0379 / 3836-1148 / 3836-9102Eventual Assess Consult Adm Pessoal01047-000 Rua Marconi, 87 Cj 12 And 1São Paulo SpTel: (11) 255-4722Excel Mão Obra Temporária01047-000 Rua Marconi, 131 Cj 713 And 7São Paulo SpTel: (11) 255-1450Eximia Serviços Temporários01048-000 Rua Cel Xavier De Toledo, 316 And 9São Paulo SpTel: (11) 255-8555Êxitus Recursos Humanos06310-170 Rua Diógenes Ribeiro Lima, 31 Lj 9-BCarapicuíba SpTel: (11) 4184-5321Expansão Consultoria Recursos Humanos07064-000 Av Sete De Setembro, 286Guarulhos SpTel: (11) 6464-9459Expressão Empregos04046-400 Av Jabaquara, 2598 Sala 4São Paulo SpTel: (11) 5589-0280Fácil Recursos Humanos05047-001 Rua Coriolano, 1690São Paulo SpTel: (11) 3862-2273Fast Work Agência Emprego04743-010 Rua Manuel Borba, 163 Sala 9São Paulo SpTel: (11) 5524-1251Fire Star Trabalho Temporário05073-001 Rua Doze De Outubro, 429São Paulo SpTel: (11) 3836-6177 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 131. Foco Recursos Humanos01451-000 Av Brig Faria Lima, 1912 Cj L And 13São Paulo SpTel: (11) 3814-5522Fonte Prestadora De Serviços01041-001 Rua Vinte E Quatro De Maio, 35 Cj 1413 And 14São Paulo SpTel: (11) 222-4744Funcional Centro Recrut Seleção Pessoal05073-000 Rua Doze De Outubro, 718São Paulo SpTel: (11) 3832-2733Global Empregos09010-130 Rua Xavier De Toledo, 27 And 1Santo André SpG R Recursos Humanos07011-020 Rua Sete De Setembro, 310 Cj 1 And 1Guarulhos SpTel: (11) 209-7752Griff Consult Mão Obra Tempor Efetivo09520-100 Av Cd Francisco Matarazzo, 85 Sala 15 And 1São Caetano Do Sul SpGrm Empregos Temporários Ltda03063-000 Av Celso Garcia, 5019 Sala 1São Paulo SpTel: (11) 6942-8180 Telefax: (11) 6941-6232Gap Grupo De Apoio Profissional05603-010 Av São Valério, 215São Paulo SpTel: (11) 3816-2606Gd Prestação Serviços07230-451 Rua João Batista Nogueira, 665Guarulhos SpTel: (11) 6412-4258Geops Recursos Humanos04090-011 Al Dos Nhambiquaras, 897São Paulo SpTel: (11) 5052-5800Geovana Recursos Humanos04744-000 Rua Gen Roberto Alves Carvalho Filho, 320 Sala 27São Paulo SpTel: (11) 5546-5716 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 132. Geração Recursos Humanos07750-000 Av Ten Marques, 1912 Sala 6Cajamar SpTel: (11) 4448-1555Global Empregos09010-130 Rua Xavier De Toledo, 27 And 1Santo André SpTel: (11) 4438-7311Gne Gerenciamento Nacional Estágios02013-002 Rua Dr César, 742São Paulo SpTel: (11) 6950-5588Griff Consult Mão Obra Tempor Efetivo09520-100 Av Cd Francisco Matarazzo, 85 Sala 15 And 1São Caetano Do Sul SpTel: (11) 4229-6948Grupo Fact02036-020 Rua Duarte De Azevedo, 183São Paulo SpTel: (11) 6950-2678Gvr Empregos Efetivos E Temporários03307-000 Rua Tuiuti, 1589São Paulo SpTel: (11) 295-3016 / 295-3568Head Hunting Service Accllopole Serviços04552-000 Rua Do Rócio, 59 Ap 122São Paulo SpTel: (11) 3846-4711Hf Recursos Humanos04743-010 Rua Manuel Borba, 145 Sala 3 / 4São Paulo SpTel: (11) 246-3974Humana-Centro De Análise De Profissionais04563-020 Rua Jacucaim, 66São Paulo SpTel: (11) 5532-0623 / 5532-0623(11) 5532-0623 / 5532-0623 / 241-0005 / 5561-4711Imbrizi Empregos03152-020 Rua Tomás Izzo, 109São Paulo SpTel: (11) 273-3988 / 6341-2922Imed Trabalho Temporário MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 133. 06763-490 Pç Nicola Viviléchio, 287 Lj 8Taboão Da Serra SpTel: (11) 4787-4550Iniciativa Recursos Humanos04736-000 Rua Cdor Elias Zarzur, 174São Paulo SpTel: (11) 5547-0888Inovação Consult Recursos Humanos02376-120 Rua São Benedito, 226São Paulo SpTel: (11) 5181-1388Insert Recursos Humanos01055-900 Rua Br De Itapetininga, 255 Cj 411 And 4São Paulo SpTel: (11) 255-5769 / 255-3825Instituto Pieron Psicologia Aplicada04014-011 Av Cons Rodrigues Alves, 563São Paulo SpTel: (11) 5573-9688Intelecto Serviços Temporários01452-000 Av Brig Faria Lima, 2247 Cj 6b And 6São Paulo SpTel: (11) 3814-8552Integração Psicologia Aplicada04506-002 Av Sto Amaro, 1772São Paulo SpTel: (11) 3841-9933Irh Mão De Obra Temporária01139-001 Av Mq De São Vicente, 377São Paulo SpTel: (11) 3667-1411Itapoly Assistência E Assessoria Ltda03574-070 Rua Arapué, 148São Paulo SpTel: (11) 6101-0791 / 6783-0791Jcb Empregos04556-200 Av Sto Amaro, 3176São Paulo SpTel: (11) 284-1261Jet Service Serviços Empresariais09720-000 Av Brig Faria Lima, 2322São Bernardo Do Campo SpTel: (11) 4339-9999 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 134. Jkg Recursos Humanos04745-001 Al Sto Amaro, 336 Lj 59São Paulo SpTel: (11) 5524-1133Jm Serviços Efetivos E Temporários07180-200 Rua Holandesa, 291Guarulhos SpTel: (11) 209-0547Job Finders Recursos Humanos01041-001 Rua Vinte E Quatro De Maio, 35 And 15São Paulo SpTelefax: (11) 222-7921Keypeople Organizações Asses Rec Humanos05420-000 Av Pedroso De Morais, 240 Cj 52São Paulo SpTel: (11) 3816-3303Kfe Assessoria De Empregos01542-010 Rua Antônio Tavares, 322São Paulo SpTel: (11) 3115-5188Know How Serv Temporários E Efetivos01041-001 Rua Vinte E Quatro De Maio, 35 Cj 1415São Paulo SpTel: (11) 220-9473L&T Administração De Recursos Humanos01402-001 Av Brig Luís Antônio, 3740São Paulo SpTel: (11) 3884-0153Lacar Serviços Terceirizados Temporários01044-000 Rua Sete De Abril, 118 Cj 1002 And 10São Paulo SpTel: (11) 259-7366Lavoro Recrutamento Seleção05002-070 Rua Airosa Galvão, 181São Paulo SpTel: (11) 3862-2333Lemarthi Empregos Temporários04743-010 Rua Manuel Borba, 257 Slj 10São Paulo SpTel: (11) 5681-8781Libercon Serviços Temporários01311-100 Av Paulista, 807 And 25 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 135. São Paulo SpTel: (11) 3174-2000L.G.R. Empresa De Mão-De-Obra Temporária Ltda03053-000 Rua Bresser, 1436 Sala 1São Paulo SpTel: (11) 6695-4760 / 6692-5192Lp&P Work Recursos Humanos04754-000 Rua Vol Delmiro Sampaio, 144 Sala 4São Paulo SpTel: (11) 5548-8895Limter Prestação De Serviço09920-040 Rua Serra Do Maracujá, 28Diadema SpTel: (11) 4048-2447 / Fax: (11) 4048-2401Lógica Rh Projetos E Serviços03067-020 Rua Simas Pimenta, 91São Paulo SpTelefax: (11) 296-7799Luandre Serv Temporários01042-000 Rua Br De Itapetininga, 46 And 5São Paulo SpTel: (11) 231-4665Lute Seleção Mão Obra01055-900 Rua Br De Itapetininga, 255 Sala 1109 And 11São Paulo SpTel: (11) 255-8891Lyders Administração Nacional Serviços06013-070 Rua Pedro Fioretti, 265Osasco SpTel: (11) 3683-7376M&A Consult Assessoria Recursos Humanos06453-000 Pç Orquídeas, 20 Sala 8Barueri SpTel: (11) 4193-3752M&C Mão De Obra Efetiva Temporária09010-100 Rua Dr Cesário Mota, 189/196Santo André SpMabis Recursos Humanos01047-000 Rua Marconi, 138 Cj 104São Paulo SpTel: (11) 259-2157 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 136. Mag Serviços Temporários02016-001 Rua Salete, 290São Paulo SpTel: (11) 6977-6144Marck Serviços Empresariais09020-130 Rua Pref Justino Paixão, 7 Sala 1Santo André SpTel: (11) 4990-9066Marrakesh Serviços Empresariais04743-010 Rua Manuel Borba, 257 Sala 3 SljSão Paulo SpTel: (11) 5522-5798Marras & Associados04567-070 Rua Manguatá, 59São Paulo SpTel: (11) 5093-3150Mastertemp Recursos Humanos07180-270 Av Santos Dumont, 301/303Guarulhos SpTel: (11) 6412-8508Max Serviços Apoio Recursos Humanos04562-070 Rua Andiroba, 55São Paulo SpTel: (11) 5506-2600Mb Mão De Obra Temporária08574-020 Av Ítalo Adami, 538 Sala 34 And 2Itaquaquecetuba SpTel: (11) 4640-2119Meta Seleção De Pessoal Ltda04556-200 Av Sto Amaro, 3218São Paulo SpTel: (11) 5041-3400 / 5044-6999 Fax: (11) 5044-6818Mereth Temponaly Job09721-200 Rua Caetano Zanella, 116São Bernardo Do Campo SpMetrópole Trabalho Temporário Efetivo09710-010 Rua Mar Deodoro, 547 Sala 5 And 1São Bernardo Do Campo SpMil Service Recursos Humanos05073-000 Rua Doze De Outubro, 684 Cj 21São Paulo SpTel: (11) 3836-7336 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 137. Millenium Mão De Obra Temporária09510-120 Rua Sta Catarina, 244 Sala 101São Caetano Do Sul SpTel: (11) 4221-2398Mm Recursos Humanos09521-310 Av Goiás, 191 Sala 2 FdsSão Caetano Do Sul SpMp Prestação Serviços Gerais01003-001 Rua José Bonifácio, 29 Cj 113 And 10São Paulo SpTel: (11) 3115-3691Mp Recursos Humanos Ltda04743-020 Rua Prom Gabriel Nettuzzi Perez, 388São Paulo SpTel: (11) 5523-4953Multi-Empregos Serviços Temporários Ltda.07110-140 Rua Pres Prudente, 20 And 1Guarulhos SpTelefax: (11) 6468-Multiparceria Recursos Humanos Ltda09721-200 Rua Caetano Zanella, 134/138São Bernardo Do Campo SpTelefax: (11) 4127-4912Múltipla Service Recursos Humanos07180-270 Av Santos Dumont, 421Guarulhos SpTel: (11) 6412-5863Nacional Parceria Serviços Empresariais01041-001 Rua Vinte E Quatro De Maio, 35 Cj 1802 And 18São Paulo SpTel: (11) 3224-9550Nativa Empregos Temporários08110-410 Rua Severino Batista De Menezes, 32São Paulo SpTel: (11) 6566-1816New Life Recursos Humanos04751-000 Lg Treze De Maio, 520 Sala 11 And 1São Paulo SpTel: (11) 5681-8329New Partner Empregos07011-020 Rua Sete De Setembro, 286 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 138. Guarulhos SpTel: (11) 208-8011News Power Serv Temp Terceiriz Efetivos08570-000 Av Emancipação, 10 Sala 1Itaquaquecetuba SpTel: (11) 4647-1277Newstaff Recursos Humanos04075-000 Al Irae, 620São Paulo SpTel: (11) 5051-4239Nic Recursos Humanos08730-090 Rua Basílio Batalha, 44Mogi Das Cruzes SpTelefax: (11) 4724-8499Nova Idéia Recursos Humanos04048-030 Rua Dos Jasmins, 22São Paulo SpTel: (11) 5585-0458Nova Opção Empregos09911-130 Pç Pres Castelo Branco, 75 Cj 7 / 8 / 9 And 2Diadema SpTel: (11) 4071-2853Nova Recursos Humanos08710-150 Rua Dr Ricardo Vilela, 263Mogi Das Cruzes SpTel: (11) 4726-3828Officer Assessoria Recursos Humanos06013-010 Rua Minas Bogasian, 315Osasco SpTel: (11) 3682-5299Officio Serviços Vigilância Segurança04755-050 Rua Jupi, 215São Paulo SpTel: (11) 5641-9400On Time Serviços Temporários05002-000 Rua Dr Costa Júnior, 281São Paulo SpTel: (11) 3875-3533Osmar Benatti Assess Recursos Humanos05466-000 Av Arruda Botelho, 570 Cj 151São Paulo SpTel: (11) 3836-5748 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 139. Pally Work Recursos Humanos Ltda05073-001 Rua Doze De Outubro, 389 Cj 15São Paulo SpTel: (11) 3834-7257 / 3831-1131Parceria Em Recursos Humanos01055-900 Rua Br De Itapetininga, 255 And 4São Paulo SpTel: (11) 214-4788Parhtner Recursos Humanos Ltda02033-000 Av Gen Ataliba Leonel, 93 Cj 27São Paulo SpTel: (11) 6221-5027Pce Assessoria Recursos Humanos01451-000 Av Brig Faria Lima, 1912 And 10São Paulo SpTel: (11) 3815-1288People Domus - Empregos01042-000 Rua Br De Itapetininga, 140 Cj 3São Paulo SpTel: (11) 4191-3710 / 3159-3499People Market Assess Colocação Pessoal06487-180 Calçada Das Violetas, 11Barueri SpTel: (11) 4141-4924Piratininga Temporários & Efetivos06194-050 Av Dos Autonomistas, 6089 Sala 2Osasco SpTel: (11) 3608-5735Plus Advance04735-004 Rua São Benedito, 1717São Paulo SpTel: (11) 5549-8784Ponto De Apoio Serv Temporários05076-000 Rua Afonso Sardinha, 102 SljSão Paulo SpTel: (11) 3835-8615Pontual Prest. De Serviços Em Recursos Humanos09015-020 Rua Monte Casseros, 72Santo André SpTel: (11) 4438-3622 / Fax: (11) 4990-6841Preferencial Mão De Obra Temporária MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 140. 09911-160 Av Antônio Piranga, 124 Sala 3 And 1Diadema SpPremier Serviços Temporários04754-000 Rua Vol Delmiro Sampaio, 188 Sala 1 And 2São Paulo SpTel: (11) 5523-8882Projel Planejamento Organização Pesquisa09510-120 Rua Sta Catarina, 55 Sala 67São Caetano Do Sul SpProcura Consult Contratadores Executivos01050-030 Rua Maj Quedinho, 111 Cj 1010 And 10São Paulo SpTel: (11) 231-0844Proposta Recrutamento Seleção Pessoal03132-120 Rua Indaiá, 200 Ap 71São Paulo SpTel: (11) 6163-6018Pró Humano Serviços Temporários01042-001 Rua Br De Itapetininga, 151 Cj 21 And 2São Paulo SpTel: (11) 257-0544Pró Lavoro Consultoria Recursos Humanos01055-900 Rua Br De Itapetininga, 255 Cj 315 And 3São Paulo SpTel: (11) 256-9736Projacs Sistema Serviços02017-000 Rua Alfredo Pujol, 46São Paulo SpTel: (11) 5523-6533Projel Planejamento Organização Pesquisa09510-120 Rua Sta Catarina, 55 Sala 67São Caetano Do Sul SpTel: (11) 4229-4259Projetos Serviços Temporários05073-010 Rua Br De Jundiaí, 161 Sala 12São Paulo SpTel: (11) 3831-7364Qualify Recursos Humanos01219-000 Rua Do Arouche, 23 And 12São Paulo SpTel: (11) 285-0144 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 141. Quality Service Recursos Humanos04702-001 Av Sto Amaro, 5968São Paulo SpTel: (11) 5181-6161Rb & Mf Empregos Serv Temporários02450-001 Al Afonso Schmidt, 889São Paulo SpTel: (11) 6979-3027Rdl Serv Temp Efetivos Promocionais04026-090 Rua José De Magalhães, 250São Paulo SpTel: (11) 5084-7301Rh Assess Consultoria Recursos Humanos06713-100 Estr Embu, 1167 SljCotia SpTelefax: (11) 4612-8724Real Parceria Mão Obra Temporária09710-191 Rua Mar Deodoro, 1785São Bernardo Do Campo SpRecrusel Recrutamento Seleção Pessoal01047-000 Rua Marconi, 131 Cj 915 And 9São Paulo SpTel: (11) 255-4956Regis Recursos Humanos04743-010 Rua Manuel Borba, 257 Sala 11São Paulo SpTel: (11) 5548-5037Rh Assess Consultoria Recursos Humanos06713-100 Estr Embu, 1167 SljCotia SpTelefax: (11) 4612-8724Rh Internacional01042-000 Rua Br De Itapetininga, 140 Cj 82 And 8São Paulo SpTel: (11) 255-5711Rocha E Hanna Consult Associados01047-000 Rua Marconi, 131 Cj 101 And 1São Paulo SpTel: (11) 258-8022Rotation Recursos Humanos07010-050 Rua Luiz Gama, 37 And 2Guarulhos Sp MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 142. Tel: (11) 209-5510Rumo Certo Recursos Humanos07013-100 Rua Pe Celestino, 46 Sala 10 And 2Guarulhos SpTel: (11) 6463-2016Safira Terceirização E Representação02043-081 Prq Domingos Luís, 699São Paulo SpTel: (11) 6977-2772Samtemp Seleção De Pessoal01042-001 Rua Br De Itapetininga, 273 Sala 2 And 10São Paulo SpTel: (11) 259-2321Selecenter Empregos Temp Efetivo07700-000 Av Prof Carvalho Pinto, 103Caieiras SpTel: (11) 4441-3389Select Seleção Recursos Humanos05503-000 Av Dr Vital Brasil, 1000 And 3São Paulo SpTel: (11) 3814-2464Seleta Recursos Humanos01047-000 Rua Marconi, 138 And 5São Paulo SpTel: (11) 255-3435Seletiv Administração Recursos Humanos01233-000 Rua Tupi, 490São Paulo SpTel: (11) 3825-9629Selex Mão De Obra Temporária09541-300 Rua Mar Deodoro, 981São Caetano Do Sul SpSemonte Seleção Pessoal05074-050 Rua Clemente Álvares, 242 Cj 1São Paulo SpTel: (11) 3832-1055Senador Mão-De-Obra Empregos Efetivos E Temporários09520-100 Av Cd Francisco Matarazzo, 146 SljSão Caetano Do Sul SpTel: (11) 4228-1602Senador Empregos Efetivos E Temporários04208-051 Rua Silva Bueno, 1417 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 143. São Paulo SpTel: (11) 4229-0244 / 6914-7466 / 6914-8222Senso Assessoria Recursos Humanos01451-000 Av Brig Faria Lima, 2128 Cj 203 And 2São Paulo SpTel: (11) 3814-6300Servcompany Relações De Empregos04701-200 Av Sto Amaro, 7079São Paulo SpTel: (11) 247-4089Servs Empregos07750-000 Av Domingos Alonso Lopes, 188 Sala 9Cajamar SpTel: (11) 4447-4183Servwest Paraty06401-160 Av Henriqueta Mendes Guerra, 50Barueri SpTel: (11) 4198-3317Seta Serv Especiais Técn Administração09510-100 Rua Manoel Coelho, 147São Caetano Do Sul SpSetter Empregos09810-390 Rua Das Orquídeas, 451São Bernardo Do Campo SpSh Processos Consult Recursos Humanos01310-300 Av Paulista, 2444 Cj 131 And 13São Paulo SpTel: (11) 255-8022Sirius Serv Empresariais Rec Humanos09015-010 Rua Bernardino De Campos, 184Santo André SpSilmart Temp Efetivos04734-000 Av Adolfo Pinheiro, 384 Sala 16São Paulo SpTel: (11) 246-7766Simbosco Prestadora Serviços01258-001 Rua Apinagés, 1469São Paulo SpTel: (11) 3873-5583Simetria Serviços Temporários02011-400 Rua Voluntários Da Pátria, 1929 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 144. São Paulo SpTel: (11) 6971-2727Sistem Service01045-000 Pç Da República, 76 Cj 307 And 3São Paulo SpTel: (11) 214-4305Sistem Service01045-000 Pç Da República, 76 Cj 307 And 3São Paulo SpTel: (11) 214-4305Sj Mão De Obra Temporária09910-170 Av Alda, 65 Sala 3Diadema SpTel: (11) 4056-1400Social Serviços Temporários01042-000 Rua Br De Itapetininga, 140 Cj 71 And 7São Paulo SpTel: (11) 259-4200Socius Recursos Humanos04703-004 Av Morumbi, 8571São Paulo SpTel: (11) 5561-5320Solução Recursos Humanos Ltda01049-000 Rua Formosa, 367 Cj 1460São Paulo SpTel: (11) 3337-0376Solução Total Serviços E Comércio09710-202 Rua Mar Deodoro, 2588São Bernardo Do Campo SpTel: (11) 4335-5872Stillo Empregos Efetivos Temporários09911-130 Pç Pres Castelo Branco, 357Diadema SpSolux Recursos Humanos09010-100 Rua Dr Cesário Mota, 261Santo André SpTel: (11) 4437-1210Sotec Serviços Profissionais09020-040 Rua Cel Alfredo Fláquer, 84 Sala 2 And 1Santo André SpSoulan Prestação Serviços08574-020 Av Ítalo Adami, 420 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 145. Itaquaquecetuba SpTel: (11) 4640-3137Souza Moron Promoções04055-090 Rua Décio, 136São Paulo SpTel: (11) 5581-9949Spawer Seleção Pessoal07190-000 Av Monteiro Lobato, 339Guarulhos SpTel: (11) 6464-9045Spazio Serviços Temporários05073-001 Rua Doze De Outubro, 567São Paulo SpTel: (11) 3836-5815Spot Mot09510-130 Rua Pará, 184São Caetano Do Sul SpTel: (11) 4221-8987Sprinter Recursos Humanos01042-001 Rua Br De Itapetininga, 151 Cj 42 And 4São Paulo SpTel: (11) 255-1522Status Serviços06700-000 Av Prof José Barreto, 111 Sala 14 And 1Cotia SpTel: (11) 4616-3143Stil Serviços Temporários Efetivos08574-020 Av Ítalo Adami, 244Itaquaquecetuba SpTel: (11) 4647-5009Stillo Empregos Efetivos Temporários09911-130 Pç Pres Castelo Branco, 357Diadema SpTel: (11) 4048-1088Strutura Rec Humanos Efet Temporários05013-000 Rua Cardoso De Almeida, 634 Cj 33São Paulo SpTel: (11) 3676-0002Suprema Empregos04744-001 Rua Gen Roberto Alves Carvalho Filho, 320 Andar 2 Sala 20São Paulo SpTel: (11) 5524-5989 / 5546-5722 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 146. Suprema Limp05425-000 Rua Eugênio De Medeiros, 60 And 1São Paulo SpTel: (11) 3032-5030Suprema Mão-De-Obra Temporária Ltda04744-000 Rua Gen Roberto Alves Carvalho Filho, 320 Sala 20 And 2São Paulo SpTel: (11) 5524-5989 / 5546-5722 / Telefax: (11) 5524-3122Surian Recursos Humanos06093-003 Rua Antônio Agú, 512 Sala 14Osasco SpTel: (11) 3682-1786Tema Recursos Humanos Assess Serviços01042-000 Rua Br De Itapetininga, 140 Cj 93 And 9São Paulo SpTel: (11) 258-5855Temporis Serviços Temporários04751-000 Lg Treze De Maio, 520 Cj 101 And 10São Paulo SpTel: (11) 5524-4713Tempos Organização E Serviços09750-600 Av Índico, 30 Sala 43 And 4São Bernardo Do Campo SpTerceirize Coml Serviços Terceirizados09090-760 Rua Alm Protógenes, 399Santo André SpTel: (11) 4994-8600Tersel Serviços Sc Ltda06401-000 Rua Campos Sales, 11 Cj 23 And 2Barueri SpTel: (11) 4198-9322 / 4193-4089Timbre & Bcm05073-001 Rua Doze De Outubro, 645São Paulo SpTel: (11) 3831-8311Top Master Assessoria Em Recursos Humanos05073-001 Rua Doze De Outubro, 655São Paulo SpTel: (11) 3835-9044Top Work Recursos Humanos06013-006 Rua Antônio Agú, 111 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 147. Osasco SpTel: (11) 3683-6000Trajetória Interior Rec Humanos09090-150 Rua Pitangueiras, 683Santo André SpTel: (11) 4992-5786Minas GeraisAlternativa Adm De Serv LtdaAv J F Rocha, 6166, Sl 205, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3395-1692Ampsi Recursos Humanos Sc LtdaAv Antônio Olinto, 1052, Sj, Centro, Sete Lagoas, Mg, 35700-002Fone: (31) 3771-9612Asepro Agência De Seleção De Profissionais ConfiaveisR Baturite, 185, Floresta, Belo Horizonte, Mg, 31015-210Fone: (31) 3463-4384Atarp Asses Tec Adm E Recrutamento De Pessoal LtdaR M Mendes, 80, Perpétuo Socorro, Mg, 0Fone: (33) 3254-1130Centro De Psicologia Aplicada CenpaR Paraíba, 232, Santa Efigenia, Belo Horizonte, Mg, 30130-140Fone: (31) 3226-6713Conceitual Prestação De Serv LtdaAv J C Oliveira, 650, Sp 30, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3395-4659Concerta Asses Empresarial LtdaR Marte, 279, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3396-3535Concreta Asses Empresarial LtdaR Mons Bicalho, 95, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3395-3111Concreta Asses Impresarial LtdaR Paineiras, 1761, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3391-3292Dasein Asses LtdaR Guajajaras, 880, Sl 1108, Centro, Belo Horizonte, Mg, 30180-100Fone: (31) 3222-4589Dinâmica Recursos Humanos Ltda MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 148. Av C Flamarion, 347, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3361-5677Êxito Na Adm De Pessoal LtdaAv G Vargas, 668, An S Sl 13, Belo Horizonte, Mg, 0Fone: (31) 3262-0533Forte Recursos Humanos LtdaR Primeiro De Maio, 424, Sl 9, Cabana, Belo Horizonte, Mg, 30510-280Fone: (31) 3442-3194Gestão De Serv Temporários LtdaAv Londres, 140, Sl 205, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3351-3721Huma Cons E Asses LtdaR Batista De Oliveira, 370, Ap 603, Centro, Juiz De Fora, Mg, 36013-300Fone: (32) 3211-2307Humanizar Desenv Passoal E Organizacional LtdaR Viçosa, 43, Sl 901, São Pedro, Belo Horizonte, Mg, 30330-160Fone: (31) 3221-7780IntegrarAv Barão Do Rio Branco, 3231, Sl 804, S. Terezinha, Juiz De Fora, Mg, 36046-030Fone: (32) 3217-3899Klc Asses Em Recursos Humanos LtdaR Paracatu, 1163, Sl 601, Milionarios, Belo Horizonte, Mg, 30620-320Fone: (31) 3335-3574Libens Asses Em Recursos HumanosR Joviniano Ramos, 645, São José, Montes Claros, Mg, 39400-347Fone: (38) 3222-7821Multon Recursos HumanosR V Azevedo, 350, Sl 4, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3361-6499Opção Serv Gerais LtdaBc Dom Pedro Ii, 990, Vila São José, Belo Horizonte, Mg, 30810-195Fone: (31) 3271-1242Org Vse Vs LtdaR Bahia, 1033, An 3, Centro, Belo Horizonte, Mg, 30160-010Fone: (31) 3273-2360Parceria Contab Consutoria Em Recursos Humanos ScAv Vinte E Oito De Abril, 330, Sl 202, Centro, Ipatinga, Mg, 35160-004Fone: (31) 3822-3197 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 149. Periodical Time Asses E Serv LtdaR Ipomeia, 77, Sl 301, Belo Horizonte, Mg, 31230-160Fone: (31) 3282-1878Pessoal Recursos Humanos LtdaAv José Surdo, 816, Mateus Leme, Mg, 0Fone: (31) 3535-2115Presme Prestação De Serv Miguel LtdaR B Vista, 1203, Cs A, Santa Luzia, Mg, 0Fone: (31) 3641-3875PromoverR Seis De Janeiro, 135, Centro, Timóteo, Mg, 35180-030Fone: (31) 3848-7112Quatre Cons Em Recursos HumanosAv J C Silveira, 273, Belo Horizonte, Mg, 0Fone: (31) 3484-4746Reset Recursos Humanos LtdaR Bahia, 1148, Sl 1610, Centro, Belo Horizonte, Mg, 30160-010Fone: (31) 3274-1790Rst Recursos Humanos LtdaR Dolabela, 334, Manhuaçu, Mg, 0Fone: (33) 3331-5705Sedulus LtdaR Tenente Freitas, 478, Sl 1201, Santa Teresa, Belo Horizonte, Mg, 31010-290Fone: (31) 3296-0816Seleção Efeitos E Temporários LtdaAv J C Oliveira, 3452, An 1, Contagem, Mg,Fone: (31) 3351-8461Seleção Luciana LtdaR Tupinambás, 953, Ap 202, Centro, Belo Horizonte, Mg, 30120-070Fone: (31) 3212-2145Seleção Serv De Psic E Coloc De Pessoal Temp LtdaAv J C Oliveira, 3452, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3356-2080Soma Recursos Humanos LtdaR Chapecó, 598, Prado, Belo Horizonte, Mg, 30410-070Fone: (31) 3371-5440Trade Rio Adm E Serv LtdaAv Cremona, 298, Bandeirantes (Pampulha), Belo Horizonte, Mg, 31340-520Fone: (31) 3271-3863 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 150. União Rh LtdaR Teceloes, 350, Cachoeirinha, Belo Horizonte, Mg, 31130-195Fone: (31) 3422-7900Upside Executive Search LtdaR Vega, 904, Santa Lúcia, Belo Horizonte, Mg, 30360-420Fone: (31) 3484-4044Aadvance Recursos Humanos LtdaR Platina, 1843, Prado-Calafate, Belo Horizonte, Mg, 30480240Fone: (31) 3334-5599Acf Alto PiraporaAv Pio Xii, 1035, Pirapora, Mg, 0Fone: (38) 3741-4248Agência Brasil De Empregos Temporários LtdaPc Soares, 85, An 2, Belo Horizonte, Mg, 0Fone: (31) 3291-3637Agência De Empr Ferreira Oliveira Recrutamento Seleção LtdaAv Comendador Jacinto S S Lima, 1441, Fr, Ubá, Mg, 0Fone: (32) 3531-2005Agência Recrutamento Seleção E Desenv De PessoalAv Vinte E Oito De Abril, 386, Sl 205, Centro, Ipatinga, Mg, 35160-004Fone: (31) 3822-1362Alerta Conserv Segur Limpeza E Recursos Humanos LtdaR Jaguara, 312, Cab, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3391-4842Aliança Sc LtdaR Timbiras, 1940, Sl 1209, Funcionários, Belo Horizonte, Mg, 30140-060Fone: (31) 3271-0527Alternativa Adm De Serv LtdaAv Vinte E Um De Abril, 528, Centro, Divinópolis, Mg, 35500-010Fone: (37) 3212-5156Amc Recursos Humanos LtdaR Corcovado, 738, Sl 101, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3351-4454Angra Recursos HumanosR Contorno, 6000, Sl 206, Palmares, Belo Horizonte, Mg, 31155-410Fone: (31) 3223-3694Aserte Seleção Recr E Terceirizacao De Mão De ObraR Varginha, 96, Centro, Ipatinga, Mg, 35160-037Fone: (31) 3822-1235 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 151. Atarp Asses Tec Adm E Recrutamento De Pessoal LtdaAv Castelo Branco, 285, Horto, Ipatinga, Mg, 35160-294Fone: (31) 3824-6575Aterh LtdaR Uberlândia, 106, Centro, Ipatinga, Mg, 35160-024Fone: (31) 3821-1415Ativa Adm De Pessoal LtdaR Jo B Nascimento, 88, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3395-1410Balcão De Empregos GeovannaAv Brasil, 252, Patos De Minas, Mg, 38705-166Fone: (34) 3821-0654Best Service Asses Em Recursos Humanos LtdaR Marquesa De Santos, 238, Sl 211, Minaslandia (Primeiro De Maio), Belo Hori-zonte, Mg, 31812-270Fone: (31) 3222-1599 (31) 3222-1725Beto ServR Presidente Kennedy, 281, Pirapora, Mg, 0Fone: (38) 3741-3161Bolsa Emprego Uberaba LtdaR Artur Machado, 411, Centro, Uberaba, Mg, 38010-020Fone: (34) 3332-0174Ceg ServAv Leopoldino De Oliveira, 2079, Sl 3, Conjunto Frei Eugenio, Uberaba, Mg,38081-000Fone: (34) 3312-1094Cet Centro Especializado Em TreinamentoAv Crs Machado, 640, Sl 505, Belo Horizonte, Mg, 0Fone: (31) 3421-4643Classe A Agência De Desempregos LtdaR Conselheiro Paulo, 692, Sl 104, Cabana, Belo Horizonte, Mg, 30512-490Fone: (31) 3272-6064Conape Sc LtdaR Curitiba, 545, Sj E An 11, Centro, Belo Horizonte, Mg, 30170-120Fone: (31) 3201-9188Contacto Agência De Emprego E ConservR Doutor Manoel Esteves, 155, Centro, Teófilo Otoni, Mg, 39800-090Fone: (33) 3522-2228Contratar Asses Recursos Humanos LtdaR Coronel Severiano, 960, Tabajaras, Uberlândia, Mg, 38400-228 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 152. Fone: (34) 3210-5255Cootraj Coop De Trabalho Da Região De JaboticatubasR Jo Melo, 174, Ap A, Jaboticatubas, Mg, 0Fone: (31) 3683-1315Delta Tecnologia De PessoalR João Basilio, 397, Pouso Alegre, Mg, 0Fone: (35) 3423-6748Diviserv S Divinopolis Serv LtdaR Nações, 142, Bom Pastor, Divinópolis, Mg, 35500-146Fone: (37) 3214-0318Emprega Agência De EmpregosAv Amazonas, 838, Sl 107, Nossa Senhora De Fátima, Betim, Mg, 32658-100Fone: (31) 3594-1997Encat Encaminhamento Ao TrabalhoR Coronel Antônio Alves Pereira, 604, Centro, Uberlândia, Mg, 38400-104Fone: (34) 3234-1159Equipe Recursos HumanosAv J F Rocha, 5982, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3395-1655Esatto Recursos Humanos LtdaR Contorno, 8955, Palmares, Belo Horizonte, Mg, 31155-410Fone: (31) 3291-9555Espa Rh Emp De Sp Asses Em Recursos Humanos LtdaR Platina, 1497, Prado, Belo Horizonte, Mg, 30410-430Fone: (31) 3372-4677Expresso Serv LtdaAv Gov B Valadares, 590, Belo Horizonte, Mg, 0Fone: (31) 3375-0424Gold Service Asses Em Rh LtdaR Angelo Crema, 330, Sacramento, Mg, 0Fone: (34) 3351-3962Help S ServiceAv Anselmo Alves Dos Santos, 118, Sl 4, S. Maria, Uberlândia, Mg, 38408-008Fone: (34) 3214-4416Imagem Recursos HumanosAl Brasil, 2958, Mansoes Aeroporto, Uberlândia, Mg, 38406-413Fone: (34) 3232-0559Íntegra Prestação De Serv E Recursos Humanos LtdaAv J F Rocha, 4607, Sl 304, Contagem, Mg, 0 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 153. Fone: (31) 3395-3053Líder Recursos HumanosR Jorn W Lau, 373, Belo Horizonte, Mg, 0Fone: (31) 3491-1484Líder RhR São Sebastião, 259, Centro, Uberaba, Mg, 38010-430Fone: (34) 3332-2044Locarno Cons E Treinamento LtdaR Rodrigo Silva, 182, Campo, Barbacena, Mg, 36200-486Fone: (32) 3331-9015Logos Recursos Humanos LtdaAv J C Oliveira, 1298, Sl 402, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3351-3487Machado Prest Service LtdaR Modestino Moreira, 555, Moreira, Santa Luzia, Mg, 33010-100Fone: (31) 3641-2784Master Recursos Humanos LtdaR Desembargador Barcelos, 696, Nova Suíça, Belo Horizonte, Mg, 30480-250Fone: (31) 3334-1968Mentre Recursos HumanosAv João Pinheiro, 860, Centro, Uberlândia, Mg, 38400-124Fone: (34) 3236-0877Meta RhR Joana Darc, 75, Sl 3, Alvorada, João Monlevade, Mg, 35930-053Fone: (31) 3852-2428Metamix Asses Empresarial E Serv LtdaR Carijos, 136, Sl 701, Centro, Belo Horizonte, Mg, 30120-060Fone: (31) 3271-7288New Work Serv Temporários LtdaAv Portugal, 102, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3395-4583Not Núcleo Fiemg Oportunidade TrabalhoAv Afonso Pena, 1187, Centro, Uberlândia, Mg, 38400-128Fone: (34) 3210-5359Obratemp Recursos Humanos LtdaR Contorno, 11444, Cj 102, Palmares, Belo Horizonte, Mg, 31155-410Fone: (31) 3201-4710Opção Serv Gerais LtdaR Janeiro, 282, Cj 208, Belo Horizonte, Mg, 0 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 154. Fone: (31) 3271-8284Pactual Asses Em Recursos Humanos LtdaR Jos F Santos, 121, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3361-7595Pactual Asses Em Recursos Humanos LtdaR Contorno, 2333, Lj 6, Palmares, Belo Horizonte, Mg, 31155-410Fone: (31) 3213-2898Partiner Service LtdaR Comendador Gomes, 26, An 2, Itatiaia, Belo Horizonte, Mg, 31365-130Fone: (31) 3476-3033Patronal Agência De EmpregosR A Verne, 56, Uberaba, Mg, 0Fone: (34) 3312-2115Persona Recursos Humanos LtdaR Guaíra, 188, Caiçara, Belo Horizonte, Mg, 30770-480Fone: (31) 3412-2233Plus Service Trabalho Temporário LtdaR Conselheiro Paulo, 1106, Sl 1101, Cabana, Belo Horizonte, Mg, 30512-490Fone: (31) 3222-9845Promovem Promoções E EventosAv Montese, 529, Itapoã, Belo Horizonte, Mg, 31710-100Fone: (31) 3491-2424Rh Dois Mil Proj De Recursos HumanosR Tiradentes, 158, An 2, Centro, Montes Claros, Mg, 39400-076Fone: (38) 3212-8519Rheal MacrissAv J C Oliveira, 211, Lj 1, Contagem, Mg, 0Fone: (31) 3395-3292Sec Est Trab Assist Soc Criança AdolescenteAv Armênio Veloso, 106, Centro, Montes Claros, Mg, 39400-040Fone: (38) 3222-1264Sec Est Trab Assist Social Criança AdolescenteR Hermilio Alves, 234, An 4, Centro, São João Del Rei, Mg, 36307-328Fone: (32) 3371-7004Ser Humano Asses Em Recursos HumanosAv Cesario Alvim, 3413, Centro, Uberlândia, Mg, 38400-096Fone: (34) 3212-2979Sericcy Qualy LtdaR Equador, 161, Nações, Divinópolis, Mg, 35500-564 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 155. Fone: (37) 3222-8562Set Qualificar Recursos HumanosAl Brasil, 1375, Mansoes Aeroporto, Uberlândia, Mg, 38406-413Fone: (34) 3219-3104Sn Planej E Desenv Recursos Humanos LtdaR Desembargador Barcelos, 696, Nova Suíça, Belo Horizonte, Mg, 30480-250Fone: (31) 3334-1968Sorh Recursos HumanosAv Prd Morais, 135, Sl 310, Belo Horizonte, Mg, 0Fone: (31) 3296-7578Sos Cidadão Prestação De Serv Recursos HumanosAv 6, 234, Santa Luzia, Mg, 0Fone: (31) 3641-1511Sos EmpregosR Guararapes, 418, Lj 1, Benfica, Juiz De Fora, Mg, 36090-370Fone: (32) 3222-9298Suporte Asses Mão De Obra TemporáriaR São Lourenço, 593, Daniel Fonseca, Uberlândia, Mg, 38400-428Fone: (34) 3236-0630Sydcar Ltda Prestação De ServAv Pio Xii, 981, Pirapora, Mg, 0Fone: (38) 3741-2117Tok Pessoal Empreend Em Desenv Humano ScR Guajajaras, 910, Sl 912, Centro, Belo Horizonte, Mg, 30180-100Fone: (31) 3201-0203Top ServiceR Dr Melo Viana, 126, Sl 308, Conselheiro Lafaiete, Mg, 0Fone: (31) 3763-7411Triângulo Serv Adm Recursos Humanos LtdaAv Floriano Peixoto, 718, Centro, Uberlândia, Mg, 38400-100Fone: (34) 3235-8788Tsm Serv De Psicologia Clínica Indl LtdaR Capitão Medeiros Rezende, 225, Lj, Além Paraíba, Mg, 0Fone: (32) 3462-2249Ulisses S AbreuR Vista Alegre, Renascença, Montes Claros, Mg, 39400-267Fone: (38) 3215-1584Veliton F CostaR Bahia, 1148, Sl 1120, Centro, Belo Horizonte, Mg, 30160-010 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 156. Fone: (31) 3274-7409Waldecy Inacio FerreiraR José Guerino, 27, Araporã, Mg, 0Fone: (34) 3284-1013BahiaAgência De Emprego CamposR General Savaget, 91, Liberdade, Salvador, Ba, 40375-070Fone: (71) 241-8066Agência VitóriaR Barão De Loreto, 10, Sl 10, Graça, Salvador, Ba, 40150-270Fone: (71) 332-8703Agenda Asses Empresarial LtdaAv Tancredo Neves, 1186, Sl 1102, Caminho Das Arvores, Salvador, Ba, 41820-020Fone: (71) 341-5266 Fax: (71) 341-5284Aprimarar Cons RhR Metodio Coelho, 91, Sl 603, Brotas, Salvador, Ba, 40275-440Fone: (71) 354-0133Celere Serv Especializado LtdaR Maria Isabel Santos, 38, Lauro De Freitas, Ba, 0Fone: (71) 378-4685Consultre Recursos Humanos LtdaR Guanabara, 159, Pituba, Salvador, Ba, 41910110Fone: (71) 345-0777Consultre Recursos Humanos LtdaR Carlos Marighella, Salvador, Ba, 41205080Fone: (71) 345-0777Eduardo Massena Seleção Pessoal LtdaAv Sete De Setembro, 202, Sl 713, São Pedro, Salvador, Ba, 40060-001Fone: (71) 321-5483Efetiva Cons De Pessoal E Serv LtdaR Portugal, 17, An 5 Sl 505, Comercio, Salvador, Ba, 40015000Fone: (71) 242-7222Futurus Cons Em Rh E Serv LtdaAv Tancredo Neves, 909, Sl 701, Caminho Das Arvores, Salvador, Ba, 41820-021Fone: (71) 341-9453Get Ce RhR Hortencias, 740, Sl 4, Salvador, Ba, 0 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 157. Fone: (71) 351-2627Giary Serv Processamento LtdaPc Alfredo Agostinho Deus, 35, Lauro De Freitas, Ba, 0Fone: (71) 378-5269Impacto Recursos Humanos LtdaAv Antônio Carlos Magalhães, 846, Sl 241, Pituba, Salvador, Ba, 41840-000Fone: (71) 353-0988Jvg Cons De Pessoal LtdaAv Tancredo Neves, 3343, Sl 201, Caminho Das Arvores, Salvador, Ba, 41820-021Fone: (71) 340-6741Pmt Serv Empresariais LtdaR Lauro Muller, 8, Sl 702, Com, Salvador, Ba, 40015-030Fone: (71) 242-4395Raveli Locação De Serv LtdaR Maria Isabel Santos, 2, Lauro De Freitas, Ba, 0Fone: (71) 378-4944Somar Recursos Humanos LtdaR Portugal, 17, Sl 605, Com, Salvador, Ba, 40015-000Fone: (71) 242-4878Talentos Cons E ServCj Acm, 2487, Sl 1914 T, Barreiras, Salvador, Ba, 41195-010Fone: (71) 341-4499Talentos Cons E Serv LtdaAv Antônio Carlos Magalhães, 2487, Sl 1914, Brotas, Salvador, Ba, 40280-000Fone: (71) 351-6868Bahia Work Adm E Serv LtdaR Miguel Santos Silva, 41, Sl 2, Lauro De Freitas, Ba, 0Fone: (71) 378-9414Fluencia Recursos Humanos E Serv LtdaAv Tancredo Neves, 1485, Sl 1005, Caminho Das Arvores, Salvador, Ba, 41820-021 Fone: (71) 272-1757Folks Recursos Humanos LtdaR José Peróba, 349, Sl 308, Stiep, Salvador, Ba, 41760-320Fone: (71) 341-2027General Service Recursos Humanos LtdaAv Tancredo Neves, 274, A Sl 7, Caminho Das Arvores, Salvador, Ba, 41820-020Fone: (71) 450-3288Gr Recursos Humanos LtdaAv Sete De Setembro, 71, Sl 802, São Pedro, Salvador, Ba, 40060-000 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 158. Fone: (71) 322-4924Gradual Recrutamento Seleção E Serv LtdaR João Figueiredo, 3, Lot 36, Lauro De Freitas, Ba, 0Fone: (71) 378-9176Humanista Asses E Serv Em Recursos Humanos LtdaR Professor Pinto De Aguiar, 295, Boca Do Rio, Salvador, Ba, 41710-000Fone: (71) 363-4537Locrhon Locação De Recursos HumanosR Miguel Calmon, 555, Sl 707, Salvador, Ba, 41285-620Fone: (71) 243-2200Mp Recursos Humanos E Rep LtdaAv Tancredo Neves, 3343, Sl 604 A, Caminho Das Arvores, Salvador, Ba, 41820-021 Fone: (71) 272-0833Quality Works Recursos Humanos LtdaR José Peróba, 349, Sl 605, Stiep, Salvador, Ba, 41760-320Fone: (71) 342-7239Rebraz Recursos Humanos LtdaCam Dois, 2, Glr C Cj Urbis, Camaçari, Ba, 42803-080Fone: (71) 621-8213Serh Serv Especializados Em Recursos HumanosR General Braulio Guimarães, 78, Armacao, Salvador, Ba, 41750-000Fone: (71) 230-2000Service Adm Recursos Humanos E Serv LtdaR Arquibaldo Baleeiro, 223, Rio Vermelho, Salvador, Ba, 41940-110Fone: (71) 248-0320Sol Recursos Humanos LtdaR Pouso Alegre, 94, A, Lauro De Freitas, Ba, 0Fone: (71) 378-4427Somar Recursos Humanos LtdaR Portugal, 17, Sl 605, Com, Salvador, Ba, 40015-000Fone: (71) 241-2230Tempori Seleção E Trabalho Temporário LtdaR Francisco Drumond, 391, Sl 12, Camaçari, Ba, 42801-150Fone: (71) 622-1294Via Promoter Terceirizacoes E Serv LtdaR Miguel Calmon, 555, Sl 707, Salvador, Ba, 41285-620Fone: (71) 243-2212 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 159. Distrito FederalAptidao Emp Sel Pés Orient Psicológica LtdaR Scs Q, 2, Bl A Sl 10, Brasília, Df, 0Fone: (61) 225-3321Eficacia Talentos ProfissionaisR Sia Trecho, 3, Lot 1310 Sl 302, Ed Taya, Brasília, Df, 0Fone: (61) 361-6168Hn Global WorkR Sdn Cj Nacional Brasília Sl, 6011, Asa Norte, Brasília, Df, 0Fone: (61) 326-7003Insight Inst De Integração Homem TrabalhoR Scrn, 710, Bl D Lj 5, Asa Norte, Brasília, Df, 0Fone: (61) 347-6866Labor Seleção E Treinamento De PessoalSt Sds, 2000, Bl H Sl 301, Setor De Diversões Sul, Brasília, Df, 70300-000Fone: (61) 321-7440Rhodes Desenv Humano LtdaR Scrn, 502, Bl B Sl 202 En 68, Asa Norte, Brasília, Df, 0Fone: (61) 328-7070Spot Repres E Serv LtdaR Shcgn, 702, Bl C Lj 50, Asa Norte, Brasília, Df, 0Fone: (61) 326-3101 Fax: (61) 326-1164Agência Perfil Repres E Serv Gerais LtdaR Qnn, 2, Cj A Lot 2 Sl 204, Brasília, Df, 0Fone: (61) 371-6374Agência Sul ConfiançaR Qnm, 10, Cj H Cs 18, Brasília, Df, 0Fone: (61) 372-3248Ajato Adm E Serv LtdaR Scn Q, 5, Bl A Sl 131, Brasília, Df, 0Fone: (61) 328-5553Mq Agência EmpregosR Crs, 509, Bl A En 78 Sl 3, Brasília, Df, 0Fone: (61) 443-6203 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 160. Espírito SantoAdvance Promoções E EventosBc Luciano Das Neves, 1171, Sl 404, Divino Espírito Santo, Vila Velha, Es,29100-206 Fone: (27) 3289-1479Cec Seleção De PessoalR Alberto De Oliveira Santos, 59, Sl 1009, Centro, Vitória, Es, 29010-250Fone: (27) 3223-3817Equipe De ServR Ferreira Coelho, 330, Sl 405, Praia Do Sua, Vitória, Es, 29050-280Fone: (27) 3324-3838Posto De Atendimento 010 Sine De Muniz FreireR Pedro Deps, 9, Centro, Muniz Freire, Es, 0Fone: (28) 3544-1113Posto De Atendimento 011 Sine De MateusR Dr Arlindo Sodre, 1244, Sl 104, Centro, São Mateus, Es, 0Fone: (27) 3763-2117Posto De Atendimento 011 Sine De VeneciaAv Vitória, 400, An 1, Centro, Nova Venécia, Es, 0Fone: (27) 3752-3400Posto De Atendimento 012 Sine De CariacicaR Getulio Vargas, 88, Rosa Da Penha, Cariacica, Es, 29143-410Fone: (27) 3343-0009Posto De Atendimento 013 Sine De VianaR Alvimar Silv, 88, Viana, Viana, Es, 0Fone: (27) 3255-1465Prest New Serv Temporários LtdaR Barão De Monjardim, 259, Centro, Vitória, Es, 29010-390Fone: (27) 3322-0701PernambucoAgência Americana De EmpregosR Assembléia, 67, Sl 78, Recife, Pe, 50030-130Fone: (81) 3424-2291Agência De Emprego Boa Vista LtdaR Hospicio, 194, Sl 803, Boa Vista, Recife, Pe, 50060-080Fone: (81) 3221-2481Mjm Agência De EmpregoTv Souza Fl, 553, Sl 209, Centro, Petrolina, Pe, 56304-001Fone: (87) 3861-0522 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 161. Org De Empregos Oliveira LtdaR Conceição, 65, B Vista, Recife, Pe, 50060130Fone: (81) 3221-4542Org Guararapes De ServR Eng Ubaldo Gomes De Matos, 53, Santo Antônio, Recife, Pe, 50010-310Fone: (81) 3424-2039Realiza Serv PromocionaisR Jamaica, 198, Imbiribeira, Recife, Pe, 51200-070Fone: (81) 3339-3781Serpresta Agência EmpregosAv Guararapes, 50, Sl 105, Santo Antônio, Recife, Pe, 50010-000Fone: (81) 3224-5021Sistema Nacional EmpregosAv Honorato Viana Sn, Petrolina, Pe, 0Fone: (87) 3863-3905Talento E Empreend LtdaPc Machado De Assis, 63, Sl 501, Recife, Pe, 50060-040Fone: (81) 3222-1043 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 162. ParanáAnálise Recrutamento E Seleção De PessoalAv Brasil, 2843, Sl 1, Vila Operária, Maringá, Pr, 87050-000Fone: (44) 222-0273Cassi Recrutamento E Seleção De PessoalAv Marechal Floriano Peixoto, 1319, Centro, Curitiba, Pr, 80020-090Fone: (41) 323-3360Connection RhR Tibagi, 576, Sl 108, Centro, Curitiba, Pr, 80060-110Fone: (41) 324-5263 Fax: (41) 324-8819Convipe LtdaR Marechal Deodoro, 630, Cj 102, Centro, Curitiba, Pr, 80020-320Fone: (41) 222-4225Emp De Mão De Obra Temp E Terceirizacao Cit LtdaR Vicente Machado, 198, Cj 101, Centro, Curitiba, Pr, 80420-010Fone: (41) 322-3026Emp De Mão De Obra Temp E Terceirizacao Clt LtdaAv S Sebastião, 146, Quatro Barras, Pr, 0Fone: (41) 772-2209Emp De Mão De Obra Temp E Terceirizacao Clt LtdaR Prof Cleto, 1685, Paranaguá, Pr, 0Fone: (41) 422-2960Estrutural RhAv Nossa Senhora Da Paz, 265, Boqueirão, Curitiba, Pr, 81730-370Fone: (41) 277-4310Keeper Trabalho Temporário LtdaAv Silva, 1139, Curitiba, Pr, 0Fone: (41) 232-0635Oct Promoções De MercadoAv Europa, 77, Sl 1, Parque Residencial João Piza, Londrina, Pr, 86041-000Fone: (43) 321-4572Recursos Humanos Criativa LtdaR Castro Alves, 2068, Sl 8, Vila Tolentino, Cascavel, Pr, 85802-110Fone: (45) 225-9010Absoluta Serv EmpresariaisR Santos Dumont, 2489, Sl 1, Zona 03, Maringá, Pr, 87050-100Fone: (44) 222-6534Ação Recursos Humanos LtdaR Westphalen Des, 1116, Curitiba, Pr, 0 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 163. Fone: (41) 232-7952Adecco Top Services Serv Temporários LtdaR Celso,Mons, 256, An 2, Centro, Curitiba, Pr, 80010150Fone: (41) 224-7644Adeliana Asses De Recursos Humanos LtdaR José Loureiro, 12, Bl 6 A Cj 606, Centro, Curitiba, Pr, 80010-000Fone: (41) 232-1901Adeserv Adm De Serv Terceirizados LtdaR Capitão Borges Do Canto, 51, Cajuru, Curitiba, Pr, 82940-220Fone: (41) 266-8530Adm Adm De Recursos HumanosAv Brasil, 3080, Lj 3, Vila Operária, Maringá, Pr, 87050-000Fone: (44) 223-5807Adm Adm De Recursos Humanos LtdaAv São Paulo, 217, Sl 901, Centro, Londrina, Pr, 86010-060Fone: (43) 323-3566Affare Recursos HumanosR Catarina Sta, 1385, Curitiba, Pr, 0Fone: (41) 345-4930Agência ApoioAv Higienópolis, 437, Lj 9, Centro, Londrina, Pr, 86020-080Fone: (43) 324-6588Agência Da Pro Eventos Promoções EmpresariaisR Antônio Pe 311, Curitiba, Pr, 0Fone: (41) 362-3500Agência De Emprego Para O JapãoR Pernambuco, 390, Sl 207, Centro, Londrina, Pr, 86020-121Fone: (43) 322-2030Agência De Emprego SempreR Quinze De Novembro, 458, Palmeira, Pr, 0Fone: (42) 252-3113Agência De Empregos CataratasAv Brasil, 531, Sl 68, Centro, Foz Do Iguaçu, Pr, 85851-000Fone: (45) 523-9657Agência De Empregos Dinâmica Recursos HumanosAv Brasil, 6320, Sl 4, Gramado, Cascavel, Pr, 85816-290Fone: (45) 224-3191Agência De Empregos FozR Santos Dumont, 38, Centro, Foz Do Iguaçu, Pr, 85851-040 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 164. Fone: (45) 572-3463Agência De Empregos HorizonteR Eng Rebouças, 884, Centro, Foz Do Iguaçu, Pr, 85851-190Fone: (45) 523-3617Agência De Empregos Job CenterR Santos Dumont, 2287, Zona 03, Maringá, Pr, 87050-100Fone: (44) 226-1995Agência De Empregos Maria LtdaTv Lins, 1328, Cajuru, Curitiba, Pr, 82930-420Fone: (41) 333-9575Agência De Empregos QualityR Itabira, 1371, Sl 301, Jardim América, Pato Branco, Pr, 85502-000Fone: (46) 225-2438Agência Do Trab De CuritibaR Barão Do Rio Branco, 574, Centro, Curitiba, Pr, 80010-180Fone: (41) 322-7411Agência Do Trab Sert Almirante TamandareAv Emilio Johnson, 127, Vila Santa Terezinha, Almirante Tamandaré, Pr, 83501-000 Fone: (41) 757-2302Agência Do Trab Sert AraucáriaRdv Xisto Br, 5815, Araucária, Pr, 0Fone: (41) 842-1099Agência Do Trab Sert Campo LargoAv Vereador Arlindo Chemin, 50, Centro, Campo Largo, Pr, 83601-070Fone: (41) 292-1133Agência Do Trab Sert ColomboR Venancio Trevisan, 111, Centro, Colombo, Pr, 83414-020Fone: (41) 756-5001Agência Do Trab Sert Faz Rio GrandeR Francisco Claudino Dos Santos Sn, Fazenda Rio Grande, Pr, 0Fone: (41) 827-1277Agência Do Trab Sert PinhaisAv Camilo Di Lellis, 98, Pinhais, Pr, 0Fone: (41) 867-4774Agência Do Trab Sert PiraquaraAv Getulio Vargas, 1890, Centro, Piraquara, Pr, 83301-010Fone: (41) 773-2406Agência Do Trab Sert S José Dos PinhaisAv Senador Souza Naves, 755, Três Marias, São José Dos Pinhais, Pr, 83030-620 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 165. Fone: (41) 283-6800Agência Sempre SineR Francisco Claudino Dos Santos Sn, Fazenda Rio Grande, Pr, 0Fone: (41) 827-2010Agência Sempre Sistema Público De EmpregosR Quinze De Novembro, 869, Irati, Pr, 0Fone: (42) 423-1783Agência SineAv Bandeirantes Sn, Bandeirantes, Pr, 0Fone: (43) 742-5165Agência SineR Abrão Antônio, 781, Arapoti, Pr, 0Fone: (43) 857-1338Agência SineR Dr Munhoz Da Rocha, 678, Santo Antônio Da Platina, Pr, 0Fone: (43) 734-4856Âncora Agência De Empregos DomésticosR Carlos Munhoz Da Rocha, 4503, Curitiba, Pr, 0Fone: (41) 348-6352Apolo Asses De Recursos HumanosR Fagundes Varela, 577, Jardim Social, Curitiba, Pr, 82520-040Fone: (41) 262-5995Balcão De EmpregoRs Paulo, 730, Andirá, Pr, 0Fone: (43) 733-2089Bolsão De Trabalho Agência De EmpregosAv Iguaçu, 29, Vila Yolanda, Foz Do Iguaçu, Pr, 85853-230Fone: (45) 572-1698Bragança Cons E Asses De Recursos Humanos LtdaTr Julieta Ziliotto, 90, São José Dos Pinhais, Pr, 0Fone: (41) 283-6699Brc Recursos Humanos E Cons Empresarial LtdaAl Doutor Muricy, 257, Cj 6, Centro, Curitiba, Pr, 80010-120Fone: (41) 225-5204Canadá Cons E Gestão De Recursos Humanos LtdaR Prof Leonidas F Da Costa, 245, Curitiba, Pr, 0Fone: (41) 333-8848Casa E Cia Recursos HumanosR Rosamelia De Oliveira, 981, Bl G Ap 3, Cmpo Comprido, Curitiba, Pr, 81230- MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 166. 230Fone: (41) 274-4020Cassi Empregos Efetivos E TemporáriosAv Marechal Floriano Peixoto, 1319, Sl, Centro, Curitiba, Pr, 80020-090Fone: (41) 223-5956Cetefe Centro De Treinamento E Formação Do EstudanteAv Candido De Abreu, 140, Cj 1005, Centro Civico, Curitiba, Pr, 80530-000Fone: (41) 224-1592Connection RhR Tibagi, 576, Sl 108, Centro, Curitiba, Pr, 80060-110Fone: (41) 324-5263 Fax: (41) 324-8819Contacto Trabalhos Temporários LtdaR Coronel Claudio, 280, Ap 1, Centro, Ponta Grossa, Pr, 84010-120Fone: (42) 224-4166Contrato De EmpregosR Voluntários Da Pátria, 442, Lj 11, Centro, Curitiba, Pr, 80020-000Fone: (41) 322-6515Direct Work LtdaR Quinze De Novembro, 556, Bl 8 O Cj 802, Centro, Curitiba, Pr, 80020-310Fone: (41) 224-3202Embrasil Empresa Bras De Conserv Sc LtdaR Samuel Cezar, 1240, Água Verde, Curitiba, Pr, 80620-220Fone: (41) 342-0113Emp De Trabalho Temporário Prestativa LtdaR Catalina, 1051, Bacacheri, Curitiba, Pr, 82515-130Fone: (41) 329-1600Empregos No Japão IplanR Pernambuco, 390, Sl 207, Centro, Londrina, Pr, 86020-121Fone: (43) 322-2030Exclusiva Serv Temporários E EfetivosR Thomas, 955, Maringá, Pr, 0Fone: (44) 226-2681Express WorkingR Expedicionarios Brasileiros, 105, Curitiba, Pr, 0Fone: (41) 842-1254Express WorkingR Coronel Joaquim Palhano, 256, Centro, Araucária, Pr, 83702-440Fone: (41) 842-1254 Fax: (41) 842-1266Fan Asses Profissional MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 167. Al Augusto Stellfeld, 308, Centro, Curitiba, Pr, 80410-140Fone: (41) 322-8060Francha Is Grupo De Serv LtdaTv Pio Xii, 1589, Sl 10, Cancelli, Cascavel, Pr, 85811-310Fone: (45) 224-8781Gesel Gerenciamento De Serv De Mão De Obra LtdaR Goiania, 327, Cajuru, Curitiba, Pr, 82940-150Fone: (41) 366-5565Guia Agência Prestadora De Serv Sc LtdaR Piauí, 211, Sl 43, Centro, Londrina, Pr, 86010-420Fone: (43) 322-2154Horizonte Agência De EmpregosR Eng Rebouças, 884, Centro, Foz Do Iguaçu, Pr, 85851-190Fone: (45) 574-2997Interacao Seleção E Recrutamento De Pessoal LtdaAv Candido De Abreu, 140, Cj 1005, Centro Civico, Curitiba, Pr, 80530-000Fone: (41) 324-8484Itacora Agência Recursos Humanos LtdaRs Paulo, 673, Sl 1, Marechal Cândido Rondon, Pr, 0Fone: (45) 284-2874Japan Recursos HumanosR Maranhão, 35, Sl 14, Centro, Londrina, Pr, 86010-410Fone: (43) 322-2008Labor Trabalho Temporário LtdaAv Rio De Janeiro, 211, Sl 24, Centro, Londrina, Pr, 86010-150Fone: (43) 323-8020Labutare Agência De EmpregosR Jorge Schimmelpfeng, 711, Sl 4, Centro, Foz Do Iguaçu, Pr, 85851-110Fone: (45) 574-4505Leader Adm E Recursos Humanos LtdaR Marechal Deodoro, 220, An 5, Centro, Curitiba, Pr, 80020-320Fone: (41) 323-5488Locaserve Locação De ServAv Garibaldi, 200, Conjunto A, Foz Do Iguaçu, Pr, 85861-550Fone: (45) 524-5657Maioral Recursos Humanos Sc LtdaR Monsenhor Celso, 211, Cj 402, Centro, Curitiba, Pr, 80010-150Fone: (41) 233-1007Mariah Recursos Humanos MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 168. R Lamenha Lins, 1328, Centro, Curitiba, Pr, 80250-020Fone: (41) 333-8383Medical Work LtdaR Saldanha Marinho, 1643, Cj 6, Centro, Curitiba, Pr, 80410-150Fone: (41) 324-2209Mobiliza Recursos HumanosR Lourenço Pinto, 222, Centro, Curitiba, Pr, 80010-160Fone: (41) 232-1775Operativa Asses Em Recursos HumanosR Desembargador Motta, 2023, Água Verde, Curitiba, Pr, 80250-060Fone: (41) 225-3823 Fax: (41) 223-6228Orhal Org De Recursos Humanos Abrantes LtdaAv Daniel Portela, 915, Ap 2, Goio Erê, Pr, 0Fone: (44) 522-2626Palomino Asses Empresarial LtdaR Nunes Machado, 131, Cj 6, Centro, Curitiba, Pr, 80250-000Fone: (41) 233-1400Pontodeapoio Trabalho Temporário LtdaR Caramuru, 990, Cajuru, Curitiba, Pr, 82900-470Fone: (41) 362-4913Precision Recursos HumanosAv Marechal Floriano Peixoto, 5581, Centro, Curitiba, Pr, 80020-090Fone: (41) 276-1020Proservice Sc LtdaAv Dq De Caxias, 3010, Sl 201, Londrina, Pr, 0Fone: (43) 336-3674Qualidade Serv Temporários LtdaR Nilo Cairo, 450, Centro, Curitiba, Pr, 80060-050Fone: (41) 362-1216Renascer Agência De Empregos Consultórios Int De PsicologiaR Urubici, 220, Centro, Francisco Beltrão, Pr, 85601-260Fone: (46) 524-1002Rh Brasil Recursos Humanos Do Brasil LtdaR Marechal Deodoro, 2622, Centro, Curitiba, Pr, 80020-320Fone: (41) 262-9839Rh Center Do Brasil LtdaAv Presidente Wenceslau Braz, 1890, Parolin, Curitiba, Pr, 81030-030Fone: (41) 327-0144Rh Sistem Recursos Humanos Ltda MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 169. R Erechim, 1302, Centro, Cascavel, Pr, 85812-260Fone: (45) 225-9392Rh System Recursos HumanosAv Marechal Floriano Peixoto, 39, An 3, Centro, Curitiba, Pr, 80020-090Fone: (41) 222-6292Rheta Cosultoria E Recursos Humanos Sc LtdaR Senador Souza Naves, 9, Sl 802, Centro, Londrina, Pr, 86010-160Fone: (43) 334-0800Sd Serv DomésticosR Xavier Da Silva, 737, Centro, Ponta Grossa, Pr, 84010-250Fone: (42) 222-3562Sec De Estado Do Emprego E Relações Do TrabalhoR Maranhão, 314, Sl 1, Centro, Londrina, Pr, 86010-410Fone: (43) 329-4589Sec De Estado Do Emprego E Relações Do Trabalho SertAv Ivai, 743, Doutor Camargo, Pr, 0Fone: (44) 238-1246Sec De Estado Do Emprego E Relações Do Trabalho SertAv Ivai, 924, Paiçandu, Pr, 0Fone: (44) 244-1255Sec Do Estado Do Emprego E Relações Do TrabalhoAv Souza Naves, 1015, Ap 1, Ivaiporã, Pr, 0Fone: (43) 472-1141Sec Estado Emprego Relações Trab União Federal Min Do Trab SetaR Paraíba, 292, Cornélio Procópio, Pr, 0Fone: (43) 523-5499Select Agência De EmpregosR Bacurau-Claro, 50, Jardim Portal Das Flores, Arapongas, Pr, 86701-526Fone: (43) 275-2092Sempre SineR José Raimundo, 55, Nova Londrina, Pr, 0Fone: (44) 432-2399Sempre Sine Sistema Público De EmpregosR Pe Antônio Lock, 510, Mandaguari, Pr, 0Fone: (44) 233-1443Sempre Sine Sistema Público De EmpregosR Para, 1125, Jardim São Cristóvão, Paranavaí, Pr, 87702-270Fone: (44) 423-3929Sempre Sine Sistema Público De Empregos MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 170. R Harrison José Borges, 832, Centro, Campo Mourão, Pr, 87300-380Fone: (44) 823-1852Sempre Sistema Público De EmpregoAv Paraná, 565, Zona 01, Maringá, Pr, 87013-070Fone: (44) 262-5797Sempre Sistema Público De EmpregosAv Getulio Vargas, 478, Centro, Piraquara, Pr, 83301-010Fone: (41) 773-1173Seni Fs MullerR Presidente Carlos Cavalcanti, 613, Cj 21, Centro, Curitiba, Pr, 80020-280Fone: (41) 233-2214Serv Público De EmpregoR Sta Catarina, 1531, Rolândia, Pr, 0Fone: (43) 255-1456SineR Cons Rui Barbosa Sn, Prudentópolis, Pr, 0Fone: (42) 446-1340SineR Monteiro Lobato, 1000, Sl 3, Palotina, Pr, 0Fone: (44) 649-1404Sine Serv Nac De EmpregoAv Assunção, 1757, Alto Alegre, Cascavel, Pr, 85805-030Fone: (45) 226-3113Tecnologia Humana Perfil E Seleção ProfissionalR Pedro Ramos De Oliveira, 324, Alto Boqueirão, Curitiba, Pr, 81750-410Fone: (41) 376-0876Terceriza Serv Temporários LtdaR Senador Souza Naves, 182, Sl 1002, Centro, Londrina, Pr, 86010-160Fone: (43) 330-3855Time Recursos HumanosR Corbelia, 62, Sl 119, Sítio Cercado, Curitiba, Pr, 81910-060Fone: (41) 222-3907Top Rh Trabalho Temporário LtdaR São Joaquim, 304, Jardim Botânico, Curitiba, Pr, 80210-330Fone: (41) 262-1007 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 171. Rio Grande Do SulAdecco Top Services Serv Temporários LtdaR Neto,Gal, 353, Floresta, Porto Alegre, Rs, 90560020Fone: (51) 3346-3404Advance Asses Empresarial E Mão De Obra LtdaR Quinze De Janeiro, 231, Sl 305, Centro, Canoas, Rs, 92010-300Fone: (51) 466-3968Agedi Com E Agenciamento De EmpregosR Sul, 338, Cruzeiro, Santa Rosa, Rs, 0Fone: (55) 3512-7190Agência De Empregos SupportR Bernardo Paz, 274, Carazinho, Rs, 0Fone: (54) 330-1108Agência Empregos VitóriaR General Osorio, 650, Centro, Passo Fundo, Rs, 99010-140Fone: (54) 313-4748Agência SantaremR Jorge Guilherme Moojen, 332, Montenegro, Rs, 0Fone: (51) 632-5781Asterh Asses Tec Recursos HumanosR Saldanha Marinho, 435, Sl 311, Bento Gonçalves, Rs, 0Fone: (54) 452-4234Bolsa EmpregosR General Osorio, 1204, Sl 204, Centro, Passo Fundo, Rs, 99010-140Fone: (54) 311-3320Bolsa EmpregosR Bento Gonçalves, 297, Sl 601, Centro, Passo Fundo, Rs, 99010-010Fone: (54) 313-1472Bosak Recursos Humanos LtdaR Conego João Cordeiro, 136, Caça E Pesca, Gravataí, Rs, 94190-100Fone: (51) 484-1330Calvi Arend Asses Em Recursos Humanos LtdaAv Pedro Adams Fl, 5604, Cj 505, Indl, Novo Hamburgo, Rs, 93320-001Fone: (51) 595-3954Captação Recursos Humanos LtdaAv Luiz Pasteur, 1651, Sl 2, Vila Três Portos, Esteio, Rs, 93270-120Fone: (51) 458-2395Centro Integração Emp E Escola CleeR Venancio Aires, 612, Carazinho, Rs, 0 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 172. Fone: (54) 331-4102Centro Integração Emp Escola RsLgo Silveira Martins Sn, 2, Sa 2, Rio Grande, Rs, 0Fone: (53) 232-9726Centro Integrado Emp EscolaR Silva, 96, An 2, Lajeado, Rs, 0Fone: (51) 748-3057Concreta Asses Empresarial LtdaR 1 Marco, 1405, São Luiz Gonzaga, Rs, 0Fone: (55) 3352-2360Contato Agência Empregos E Asses Empresarial LtdaRs Guerra, 286, Ap 203, Erechim, Rs, 0Fone: (54) 522-2842Coop De TrabalhoAv Gal. Flores Da Cunha, 1953, Vila Santo Angelo, Cachoeirinha, Rs, 94910-000Fone: (51) 471-7630Êxito Asses Em Recursos Humanos LtdaR David Canabarro, 112, Sl 33, Centro, Novo Hamburgo, Rs, 93510-020Fone: (51) 593-7928Formato Acessoria Em Recursos HumanosR Bento Gonçalves, 2310, Sl 44, Centro, Novo Hamburgo, Rs, 93410-001Fone: (51) 593-1709Fórmula Prática Serv LtdaR Vitória, 454, Bento Gonçalves, Rs, 0Fone: (54) 452-2061Fundação Gaúcha Do Trabalho SineR Osorio, 179, Torres, Rs, 0Fone: (51) 664-1279Gope Recursos HumanosR Anapio Gomes, 1471, Sl 103, Centro, Gravataí, Rs, 94010-011Fone: (51) 484-1907Hb Recursos Humanos LtdaR Marechal Floriano Peixoto, 1626, Santa Cruz Do Sul, Rs, 0Fone: (51) 711-3986Iniciativa Cons Ass Sc LtdaR Afonso Pena, 140, Sapiranga, Rs, 0Fone: (51) 599-2119Mundial Rh Assessoramento Empresarial MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 173. Av Gal. Flores Da Cunha, 935, Sl 404, Vila Santo Angelo, Cachoeirinha, Rs,94910-000Fone: (51) 470-2476Núcleo Recurso HumanosR Santa Clara, 105, Rio Branco, Canoas, Rs, 92200-060Fone: (51) 472-5533Personal Recursos Humanos Assist EmpresarialAv Gal. Flores Da Cunha, 1020, Sl 201, Vila Santo Angelo, Cachoeirinha, Rs,94910-000Fone: (51) 470-4162Profissional TrainingR Morom, 1848, Sl 7, Vila Petrópolis, Passo Fundo, Rs, 99051-400Fone: (54) 317-2640Propaga Asses E Cons Pessoal LtdaAv Frederico Augusto Ritter, 99, Sl 3, D. Indl, Cachoeirinha, Rs, 94930-000Fone: (51) 470-2105Propaga Asses E Cons Pessoal LtdaAv Luiz Pasteur, 1020, Três Portos, Sapucaia Do Sul, Rs, 93212-360Fone: (51) 474-2853Prophissional Cons Asses Empresarial E Pessoal LtdaAv Pedro Adams Fl, 5604, Cj 902, Indl, Novo Hamburgo, Rs, 93320-001Fone: (51) 593-8386RecrutsulR Josino Lima, 65, Panambi, Rs, 0Fone: (55) 3375-6229Rh Center Agência EmpregosAv Candido Costa, 65, Sl 801, Bento Gonçalves, Rs, 0Fone: (54) 451-5752Rh Recursos Humanos LtdaAv José Loureiro Da Silva, 1520, Sl 203, Centro, Gravataí, Rs, 94010-001Fone: (51) 488-5603Rh Sul Cons Rec Humanos LtdaR Sinval Guazeli, 405, Pd 72, Cohab B, Gravataí, Rs, 94040-300Fone: (51) 484-6020Sistema Nacional Emprego SineAv João Pessoa, 13, Pstc, Centro, Santa Cruz Do Sul, Rs, 96815-770Fone: (51) 711-3223Zelt Asses E Recursos Humanos LtdaAv Caxias Do Sul, 789, Rio Dos Sinos, São Leopoldo, Rs, 93110-000Fone: (51) 589-1010 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 174. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuitaVeja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 175. Santa CatarinaAcd Empregos Repres LtdaAv Getulio Vargas, 247, S, Chapecó, Sc, 0Fone: (49) 723-8132Agência De EmpregosRdv Sc 386, 6, Descanso, Sc, 0Fone: (49) 623-0457Agência De Empregos NeuriR Martin Piaseski, 634, Descanso, Sc, 0Fone: (49) 623-0370Agência Empregos BsTr João Winckler, 18, Ap 104, Xanxerê, Sc, 0Fone: (49) 433-5199Arbeiten Asses Recursos Humanos LtdaR General Osorio, 311, Sl 507, Timbó, Sc, 0Fone: (47) 382-1667AtescPc Fernando Machado, 140, Sl 6, Centro, Florianópolis, Sc, 88010-405Fone: (48) 223-8403Ave Agência Virtual De EmpregosAv Getulio Vargas, 176, N Sl 8, Chapecó, Sc, 0Fone: (49) 723-6099Boss Fabris Cons Recursos Humanos Sc LtdaR Osni João Vieira, 371, Campinas, São José, Sc, 88101-270Fone: (48) 241-5325Central Trabalhos TemporáriosR Estevão Buschle Fr, 2257, São Bento Do Sul, Sc, 0Fone: (47) 633-5104Coop Pirâmide Serv ProfissionaisAv Marcolino Martins Cabral, 926, Sl 411, Oficinas, Tubarão, Sc, 88701-000Fone: (48) 626-8142Elite Serv Auxiliares Financeiros LtdaR Conselheiro Mafra, 220, Sl 704, Centro, Florianópolis, Sc, 88010-100Fone: (48) 322-1045Employer Organiz Recursos Humanos LtdaR Expedicionario Antônio C Ferreira, 244, Sl 1, Jaraguá Do Sul, Sc, 0Fone: (47) 371-0265Employer Organiz Recursos Humanos LtdaPc Hercilio Luz, 639, Sl 304, Carvoeira, Florianópolis, Sc, 88010-145 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 176. Fone: (48) 222-8121Geral Recursos Humanos LtdaR Roberto Martin, 171, Rio Negrinho, Sc, 0Fone: (47) 644-1774Humana Asses Em RhR Henrique Sohn, 33, Czerniewicz, Jaraguá Do Sul, Sc, 89255-240Fone: (47) 371-4311Ls Agência Serv Neg LtdaR João De Castro, 68, Sl 805, Centro, Lages, Sc, 88501-160Fone: (49) 224-2888North Trabalho Temporário LtdaR Tiradentes, 283, Sl 2, Ibirama, Sc, 0Fone: (47) 357-4113Presto Labor LtdaR Quinze De Novembro, 21, Sl 401, Balneário, Florianópolis, Sc, 88075-220Fone: (48) 222-0830Recomendo Agência Empregos Domésticos LtdaR Felipe Schmidt, 303, Sl 517, Centro, Florianópolis, Sc, 88010-000Fone: (48) 224-1144Sec Trabalho Desenv ComunitárioR Marechal Floriano Peixoto, 444, Sl 109, Indaial, Sc, 0Fone: (47) 333-0643SineR Senior Germano Brandes, 478, Timbó, Sc, 0Fone: (47) 382-0389Sine Sec Trab Desenv ComunitárioUnião, 43, Fr, Rio Do Sul, Sc, 0Fone: (47) 521-0966Solução Desenv Recursos Humanos LtdaR Clevelandia, 410, D, Centro, Chapecó, Sc, 89801-560Fone: (49) 723-2070Tempo E Trabalho Gerenciamento De Recursos Humanos LtdaRdv Antônio Hail, 66, Sl 14, Geschaftshaus, Brusque, Sc, 0Fone: (47) 351-2076Urgente Trabalho TemporárioHenrique Schwartz, 183, Rio Negrinho, Sc, 0Fone: (47) 644-1757Urgente Trabalho TemporárioR Wenzel Kahlhofer, 52, A Sl 2, São Bento Do Sul, Sc, 0 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 177. Fone: (47) 634-1308 MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 178. A ALTERNATIVA DO TRABALHO EM CASAAté o início desta década, ainda havia algum preconceito sobre as pessoas quetrabalhavam em casa. A impressão que se tinha era de um trabalho não profis-sional, ou então, de que só servia para autônomos sem perspectivas de cresci-mento, como vendedores, agentes de publicidade, advogados iniciantes etc.Esse conceito vem mudando vertiginosamente. Nos Estados Unidos, segundo dadosda revista Exame de 28/08/96, 21 milhões de pessoas fazem seus negócios apartir de suas casas. Nós, os brasileiros, ainda que em proporção bem menor,estamos descobrindo as maravilhas de se evitar o caótico trânsito das grandescidades e de almoçar com nossos familiares freqüentemente.As empresas sabem da necessidade de manter os custos fixos o mais baixo pos-sível e, segundo a mesma revista, essas mesmas empresas descobriram que ogasto médio para se manter um executivo dentro da companhia é de US$ 20 milpor ano, enquanto o mesmo profissional, trabalhando em sua própria casa, cus-ta US$ 14 mil. Razão pela qual ganha força extraordinária a noção de escritó-rio virtual, que nada mais é do que trabalhar em casa plugado nas telecomuni-cações.Por isso está desaparecendo a discriminação contra quem desenvolve suas ati-vidades profissionais no lar. Há vantagens para os dois lados. Para o consul-tor iniciante, então, é a grande salvação. As facilidades proporcionadas hojepela tecnologia da microinformática fazem com que uma "estação de trabalho"possa ser implantada em apenas três metros quadrados.Há cerca de 20 anos, era vergonhoso exibir um cartão de visitas cujo telefonecomercial era o mesmo do residencial. Hoje isso é sinal de inteligência. Em-presários e executivos de renome têm hoje seus home offices.Assim sendo, comece a pensar em trabalhar em sua própria casa. Apenas sigacom bastante acuidade as recomendações a seguir:1. Estabeleça um espaço:É muito importante que você delimite e reserve um espaço para o desenvolvi-mento do seu trabalho profissional. Se preciso, forre as paredes e a portacom material anti-ruído. Isso para que não interfira no ambiente o barulhoque faz lembrar a residência de uma família, como por exemplo e da máquina delavar roupa, da secadora, da panela de pressão etc. Condicione-se a, nesselocal, só pensar no trabalho.2. Defina um horário:O maior problema relacionado ao home office é o que envolve a disciplina. Emcasa existem muitas tentações para ameaçar a sua produtividade. É aquela von-tade de beijar os filhos que chegam da escola, as guloseimas na geladeira, ofilme da seção da tarde...Nada disso deve interferir na sua concentração. É preciso criar um horáriocomo se estivesse no escritório. Por outro lado, é importante não se deixartransformar em um workaholic incorrigível, apenas porque todo o material deque necessita para trabalhar está ali ao seu alcance. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 179. A disciplina engloba tanto o cuidado com a descontração que o lar pode tra-zer, como com o perigo do estresse pelo excesso de preocupação com o traba-lho. Quase todos os executivos que possuem home office afirmam ser a questãoda disciplina a mais complicada.Acostumar-se a rigidez de um horário pode ajudar. Pense bem: você já estarálivre do trânsito, em contato permanente com a família (que quase não o vianos tempos de executivo) e liberto também dos sanduíches ou dias sem almoço.3. Discipline a sua família:Estando ali perto, seus familiares muito provavelmente vão achar que vocêefetivamente "está em casa". Só que você "não está". No começo será difícilpara eles entenderem. Dentro do seu espaço profissional e de seu horário detrabalho no home office, sua esposa ou marido, seus filhos e os demais paren-tes, terão de fazer de conta que você não está em casa. Comunique a eles suanova rotina e o que espera deles daí em diante. Comunicação interna: desenvolva um esquema de comunicação com a sua famíliaatravés de um interfone. Este só poderá ser usado por motivos de trabalho ouproblemas de urgência. Estabeleça com seus familiares quais são as priorida-des. Ajuda do cônjuge: se considerar necessário e houver aquiescência, peça aoseu cônjuge para ajudar na alavancagem do seu home office. Combine com ele ouela quais os tópicos em que poderá ser bastante útil. Muitos começaram assime se tornaram sócios, desdobrando-se em atividades de colaboração mútua. Ape-nas aprenda em conjunto a fazer uma clara separação entre a atividade profis-sional e o relacionamento afetivo. O telefone: é muito importante que você adquira ou alugue uma linha tele-fônica dedicada ao seu escritório. Muitos fazem apenas uma extensão do tele-fone da família e surgem problemas de toda ordem. Principalmente para aquelesque têm filhos pequenos, é quase impossível conseguir que não atendam às li-gações.Depois de todo o empenho de marketing e de vendas, o momento mais emocionantedo trabalho é quando toca o telefone. A cada sinal da campainha, uma esperan-ça de um novo cliente. Se uma criança atender a ligação, pode ficar no inte-ressado a impressão de desleixo, de descuido no encaminhamento do negócio.Por isso, o telefone merece zelo especial.Mantenha uma secretária eletrônica no seu aparelho. Além disso, peça ao côn-juge para fazer o atendimento durante sua ausência. Deixe o bloco de recadose todas as orientações antes de sair. Nenhum negócio deverá ser perdido por-que houve descuido com o atendimento do telefone. Nomes errados, números detelefones equivocados, endereços mal-anotados, tudo isso pode acarretar naperda de faturamento.4. Evite o isolamento:Dificilmente os clientes irão visitá-lo, a menos que você trabalhe com aten-dimento à pessoa física. Assim, o único perigo é você trabalhar durante muito MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 180. tempo sem contato com pessoas e empresas. É preciso que não perder esse in-tercâmbio. O programa semanal de visitas a clientes em perspectivas é uma boasolução para evitar esse isolamento.INVESTIMENTO NO HOME OFFICEA estonteante velocidade com que a tecnologia se transforma nestes tempos fazcom que não saibamos qual é a efemeridade deste detalhe. Em todo caso, valelembrar que nada é caro para quem está iniciando um negócio com perspectivade sucesso. O investimento é pequeno comparando-se a relação custo x benefí-cio.A revista Exame, na mesma edição já citada, fez um estudo sobre o investimen-to necessário para montar um home office e chegou a soluções que vão de US$ 5mil a US$ 30 mil. No entanto, é possível começar com uma infra-estrutura bá-sica e aos poucos investir mais.Assim, sugerimos que você comece seu negócio com o equivalente a US$ 10 mil.Metade para ser aplicado em marketing (folheto, cartas, envelopes, correioetc.) e os outros 50% nos equipamentos e acomodações do seu home office.Eis o que consideramos o básico ou o mínimo para iniciar o seu projeto detrabalhar em casa:- Um bom microcomputador- Uma impressora- Um aparelho de fax com copiadora e secretária eletrônica- Uma mesa de trabalho e rack- Cadeiras- Arquivo e estantes- Uma copiadora- Internet (escolha um bom provedor e adote seu próprio e-mail)- Pager/bip (caso não tenha um telefone celular, não fique sem um "bip" para as comunicações urgentes)RETAGUARDA FINANCEIRAAlém dos gastos que terá para montar essa infra-estrutura básica e para o ma-rketing, fazemos mais algumas recomendações em relação ao dinheiro: Reserva pessoal: mantenha parte de suas economias, de forma planejada, vol-tada para os custos pessoais e familiares. Pois o retorno da divulgação podeser rápido, mas também pode demorar meses. Faça uma estimativa conservadora. Reserva técnica: outro montante deve ser destinado aos gastos necessáriospara os primeiros trabalhos. Até que você comece a faturar e, assim, possuacapital de giro, use o dinheiro de suas reservas.Visitas: no começo, haverá um dispêndio maior com condução e combustível afim de que você possa visitar muitos clientes em potencial. Faça esse plane-jamento com bastante realismo. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 181. Para quem está desempregado, o trabalho em casa pode ser uma boa alternativa.Abaixo listo algumas idéias para você trabalhar em casa com seu computador.ELABORAÇÃO DE CURRICULUMUm dos mais tradicionais trabalhos de computador consiste na elaboração, di-gitação e impressão de currículos para terceiros. Você pode tirar um origi-nal, ou também fornecer um pacote completo, com a elaboração e a impressão de5 ou 10 exemplares.HARDWARE: A partir de um 386 é possível obter bons resultados. Preferencial-mente, uma impressora a laser ou a jato de tinta. As matriciais tornam-se an-tiquadas para esse tipo de trabalho, por sua baixa qualidade de apresentação.SOFTWARE: Um bom editor de textos. Sua máquina já tem um com certeza. Outroseditores como Word Star(Ms-dos), Vi(Linux/Unix), Emacs(Linux), MicrosoftWord(Windows/MacOs), Siag(Linux), Microsoft Works(Windows), Aldus PageMaker(MacOs/Windows), Corel Word Perfect(Windows/Linux). Estes softwares cos-tumam vir com diversos modelos de documentos, se preferir crie o seu, salve-o, e quando precisar basta preencher com os dados do cliente.CLIENTES: A melhor forma de captação de clientes para currículos incluir umanúncio na seção de empregos do principal jornal de sua cidade. Distribuacartões para seus clientes, agências de empregos, bares, estabelecimentos co-merciais em geral. Ou até mesmo Internet se você tem acesso à rede, algunsendereços de classificados gratuitos na Internet, para achar um, digite emalgum procurador a palavra “classificados”.PREÇOS: A digitação e impressão de um currículo custa de 5 a 10 reais. Um pa-cote completo com elaboração, digitação e impressão de dez jogos em impresso-ra a laser ou a jato de tinta custa entre 20 e 30 reais. O pacote fechado deserviços é mais lucrativo. A média de lucro neste trabalho é de 70% sobre ocapital investido (anúncio, papel, tinta, etc.).CARTÕES DE VISITAQuem não precisa de cartões de visita? Você pode imprimir cartões de visitafantásticos, com picote perfeito, em sua impressora laser ou jato de tinta,obtendo um bom rendimento.COMO FAZER: Várias empresas fabricam folhas no formato A4, contendo cartõesde visita no tamanho tradicional, já picotados, onde você imprime a folha in-serida e destaca. Os cartões podem ser coloridos, tornando-os muito atraen-tes. Há também a opção de papéis de papéis de carta e uma infinidade de tra-balhos correlata.HARDWARE: De um 386 acima, recomenda-se um Risc Power PC 233mhz, pois há ne-cessidade de um sistema operacional gráfico, tipo MacOs, Linux. Impressora alaser ou jato de tinta. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 182. SOFTWARE: Print Shop (Windows), Siag (Linux), Word (Windows/Mac), Print Mas-ter (Windows), Page Maker (MacOs), Corel Draw (MacOs/Linux), Word, Corel WordPerfect (Linux/MacOs), Kofficie (Linux).CLIENTES : Divulgue seu trabalho junto a amigos, faça amostras grátis, anun-cie grátis, anuncie em classificados, Internet, faça faixas e cartazes.PREÇOS : O preço de um conjunto de 100 cartões(simples) está em torno deR$10,00. Um pacote contendo 250 custa R$ 10,00, podendo fazer R$ 25,00, comlucro de 150%.TRABALHOS ESCOLARESBasicamente um trabalho de digitação, Porém, com um cuidado de editoraçãopara tornar o trabalho mais agradável. Com o advento do computador e dossoftwares de editoração eletrônica, os alunos querem sempre apresentar traba-lhos computadorizados, pois se os de seus colegas são dessa forma eles nãoquerem ficar para trás. Com os trabalhos computadorizados ficam isentos decriarem um apresentação para o trabalho, já que o serviço contratado tambémrequer a editoração.COMO FAZER: Observe bem: o trabalho que você executará será o de digitação eeditoração, nunca o de pesquisa, pois quem deve pesquisar é o aluno. Caso ve-rifique erros muito graves no texto procure o aluno e peça para refazer otrabalho corretamente. Jamais faça qualquer alteração porque influiria nodesempenho da nota que o aluno receberá. Basicamente, os trabalho escolaresconsistem de uma capa, mais cerca de 3 a 10 páginas de textos. Se houver anecessidade de ilustrações, use o scanner, mas sempre com ilustrações obtidaspelo aluno. Nunca você deve influir no produto editorial produzido pelo alu-no, afinal o trabalho escolar é dele, e você é a pessoa que está transportan-do para um meio mais sofisticado o produto da inteligência dele.HARDWARE : Desde o 386 é possível produzir bons resultados. Se for utilizarsofters mais pesados de editoração eletrônica como (Corel/Page Maker), reco-mendamos um Risc Power PC 233mhz. Impressora a jato de tinta(com cartucho fo-tográfico para ilustrações) ou a laser. Scanner de mesa é recomendável para aaplicação de ilustrações.SOFTWARE : Corel Word Perfect(Linux), Emacs(Linux), Siag(Linux),Word(Windows/MacOs), Page Maker(MacOs). Ou outro editor de textos de suapreferência.CLIENTES : Para captar trabalhos escolares, coloque cartazes ou anúnciosnas escolas, nos postes próximo às escolas, faça folders pequenos e distribuana saída das escolas. O segredo é a comunicação. Também funciona os pequenosanúncios em jornais oferecendo seus serviços.PREÇOS : Você pode estabelecer diversas formas de cobrança. Por hora detrabalha, a base de R$8,00 por hora, ou por página de trabalho, a R$5,00 porpágina, mais R$3,00 por imagem aplicada por seu Scanner. Ou ainda, um pacotecompleto pelo trabalho, combinando no momento em que aceita-se o serviço. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 183. TESES E MONOGRAFIASAlunos de universidades são obrigados constantemente a realizarem teses e mo-nografias. A semelhança dos trabalhos escolares fica apenas no conteúdo, quenão deve ser de forma alguma alterado.COMO FAZER: Teses e monografias tem um estética padronizada e deve ser rigo-rosamente seguida. Procure na biblioteca da universidade de sua cidade um li-vro sobre normas para teses e monografias. Existem vários títulos. Ali estãodesde especificação de espaçamento de linhas, quantidade de cópias, biblio-grafias, etc.HARDWARE : Recomendável a partir de um 386, ou de preferência para um RiscPower PC 233mhz ou mais potente, para rodar programas mais sofisticados deedição de texto, impressora a laser o jato de tinta.SOFTWARE: KOfficie(Linux), Siag(Linux), Vi(Linux), Emacs(Linux), Corel WordPerfect(Linux), Page Maker(MacOs).CLIENTES : Sua divulgação deverá ser exclusivamente nos meios universitári-os. Faça folhetos e cartões de visita, distribua nas saídas de faculdades euniversidades, faça cartazes e pregue nas escolas, e se quiser tentar aindamais, coloque um pequeno anuncio num jornal. Ou em classificados gratuitos naInternet.PREÇOS : É difícil estabelecer um preço para universitários ou pessoas quejá tiveram contato com micros, mas a média usada hoje é de R$5,00 por página,em ambos os casos(teses e monografias).SERVIÇOS DE MALA-DIRETAA cada dia que passa é maior o número de empresas que descobrem ser na mala-direta a forma mais eficiente de marketing. A correspondência dirigida a umdestinatário específico, do seguimento procurado, sem dispersões que qualqueroutro tipo de publicidade tem. Prestar serviços nesta área altamente lucrati-vo. O serviço mais procurado é o de digitação, diagramação e produção de có-pias. Também são prestados serviços de organização de cadastros, atualizaçãode CEP’s e etiquetas de endereçamento postal.COMO FAZER: Os serviços de mala-direta são de tal forma diversificados, quevocê encontrará nesta mesma publicação diversos tópicos detalhando cada fase,como por exemplo produção de cópias, organização de cadastros, atualização deCEP’s, fornecimento de listagem de endereços. Um dos mais básicos trabalhos éo de editoração, procurando dar uma apresentação profissional atraente, deque resulte em vendas, atingindo seus objetivos. Para aprender a fazer malas-diretas, recomendamos a leitura dos livros: “Sucesso em Marketing Dire-to”(Editora Nobel), Mala Direta Eficaz(Makron Brooks), que darão uma visãocompleta do que é o mercado. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 184. HARDWARE : Recomendável um 386 ou um Risc Power PC 233mhz para um performan-ce apropriado, impressora a laser ou jato de tinta(de preferência com cartu-cho fotográfico para edição de fotos).SOFTWARE : Para digitação e editoração de malas-diretas você pode usar oWord (Windows/Mac), Corel Draw (MacOS), Page Maker(MacOs), Corel Word Perfect(Linux).CLIENTES : Procure se informar sobre empresas que trabalham com mala-diretaem sua cidade. Uma conversa com funcionários dos Correios poderá trazer estasinformações. Procure também a ABEMD, que fornece listas de associados em suaregião.PREÇOS: Somente a criação de um original para mala-direta está custando en-tre 100 e 300 dólares em São Paulo. Outros serviços paralelos verificar seuspróprios tópicos(cadastros, impressão, etc.).CARDÁPIOS PARA RESTAURANTESAproveite as horas vagas de seu micro prestando serviços de elaboração decardápios para restaurantes, bares, lanchonetes, botecos, etc.COMO FAZER: Um cardápio deve ter uma apresentação gráfica eficiente. Muitosrestaurantes costumam ter seu próprio papel para cardápio, onde está impressoem cores e logotipo do estabelecimento, imprimindo sobre este papel o cardá-pio. Outros querem apenas a confecção de um cardápio eficiente.HARDWARE : Recomendável a partir de um 386, para um performance superior umRisc Power PC 233mhz, impressora a laser ou jato de tinta.SOFTWARE : Um bom editor de textos, Word(MacOs/Windows), Siag(Linux),Emacs(Linux), Quark-X Press(MacOs), Corel Draw(Linux/MacOS).CLIENTES : Procure enviar malas-diretas ou contatar pessoalmente os restau-rantes e similares de sua cidade. O sindicato dos bares e restaurantes podelhe fornecer o seu cadastro. Não se esqueça de colocar seu telefone nos car-dápios que fizer, fazendo indiretamente uma propaganda de seu negócio.PREÇOS : Costuma-se cobrar de 1 a 2 reais por página impressa. Como a tira-gem é de 20 a 100 unidades e cada cardápio tem de 6 a 10 folhas, obtêm-se umvalor bastante elevado pelo trabalho final.ESTAMPAS EM CAMISETASExistem diversas pessoas que gostariam de poder usar ou presentear camisetaspersonalizadas, com textos, frases, desenhos ou fotos exclusivas. Este tipode serviço ainda não está totalmente difundido, sendo desta forma um grandefilão a ser explorado. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 185. COMO FAZER: Está sendo comercializado no mercado um papel especial (Transfer)para criação de estampas em camisetas, que se utilizam de imagens, fotos efontes importadas de arquivos ou captadas por um scanner. O conteúdo é im-presso por jato de tinta especialmente utilizado para a transferência dasimagens para o tecido(camiseta). Esta transferência de imagens se dá peloaquecimento do papel (com ferro de passar, por exemplo) sobre a camiseta. Umdos fornecedores deste papel e de um software contendo mais de 500 imagensinéditas é a INFOPAPER, que pode ser encontrado nas grandes papelarias e lo-jas de suprimentos de informática. Pode substituir o ferro de passar por umamáquina que faz o mesmo e muito mais rápido fabricado pela Rimak.HARDWARE : Micro 486 ou superior como um RiscPowerPC 333Mhz, com no mínimouns 32 RAM, scanner, impressora a jato de tinta.SOFTWARE : Além do software específico mencionado acima, um editor de textoscomo o Word(MacOs/Windows), Page Maker(MacOs), ambos para criar frases e tex-tos; Adobe PhotoShop(MacOs), Corel Draw(MacOs), para edição de imagens e cri-ação de desenhos, respectivamente.CLIENTES : Divulgue seus trabalhos junto a amigos, faça faixas e cartazes,distribua folhetos e uma propaganda na Internet pode ser muito bem-vinda(através de classificados gratuitos, ou da construção de seu próprio website que pode até adquirir um domínio próprio se desejar).PREÇOS : O custo de um refil com 10 folhas de papel para transferência custaR$20,00 na distribuidora KALUNGA, de São Paulo. Uma camiseta está em torno deR$2,00, dependendo da qualidade. O custo total de cada peça pronta(exceto atinta de impressão, que é muito baixo) é de R$4,00. Desta forma, pode se co-brar R$10,00 para impressão de textos e frases, R$ 12,00 para imagens de ar-quivos, e R$ 15,00 para imagens scanneadas(imagens e fotos).FOLHETOSEste tipo de serviço é muito procurado tanto por proprietários de bares, res-taurantes e comércio em geral, quanto por profissionais libe-rais(cabeleireiros, encanadores, dentistas, etc.)COMO FAZER: Os folhetos são uma das formas de propaganda mais procuradas pormicro e pequenos empresários. Eles devem fazer o resumo dos produtos ofereci-dos, os devidos preços, e, às vezes, as condições de pagamento. Os folhetosdevem ser desenvolvidos de acordo com as informações fornecidas, será a ma-triz para você tirar cópias xerográficas(de alta qualidade diga-se de passa-gem), pois, se você for fazer a impressão total do pedido em sua impressora,a margem do lucro será muitíssimo baixa devido aos custos do tonner ou decartuchos. Dependendo do seu editor de textos você poderá desenvolver desde oformato LEGAL até os chamados “santinhos”. No caso dos “santinhos”, bastasfazer um original, e depois copiá-lo por toda a folha. A inserção de imagensatravés de scanner é bem-vinda. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 186. HARDWARE : A partir de um 486 ou use um Risc Power PC 333 para melhores re-sultados, impressora a laser ou jato de tinta. Scanner de mesa pode ser muitoútil.SOFTWARE : Um bom editor de textos, como o Page Maker(MacOs) ou outro de suapreferência. Caso queira sofisticar os folhetos, utilize-se do Siag(Linux) ouCorel Draw(MacOs).CLIENTES : Conforme já citado, os principais clientes são os profissionaisliberais, tais como: cabeleireiros, encanadores, dentistas, e também por pe-quenos estabelecimentos comerciais, como: lojas de calçados e roupas, bares erestaurantes, botecos, etc.PREÇOS : Para folhetos simples(preto e branco) em tamanho A4, pode-se cobrarR$ 20,00, obtendo assim uma excelente margem de lucro pois o preço de uma có-pia em xerox é de R$0,10 em média (podendo ser menor dependendo da quantida-de), e o custo para impressão da matriz pode ficar em R$0,15. Para cada 10folhetos coloridos em tamanho A4, de R$25 a R$30, obtendo desta forma uma ra-zoável margem de lucro, pois, o preço da cópia xerox colorida é de R$1,00(também podendo ser menor, dependendo da qualidade), e o custo para impressãoda matriz pode ficar em R$ 1,30. O custo final poderá ser reduzido ainda maisno caso dos chamados “santinhos”, em ambos os serviços. Lembre-se que a qua-lidade das cópias deve ser excelente.ORGANIZAÇÃO DE CADASTROSExistem milhares de empresas que tem um enorme cadastro de clientes, adquiri-dos durante toda a vida das mesmas, mas que se encontram em antigas fichas,sem nenhum controle que permita administrar com competência as aquisições re-alizadas por estes clientes. Um cadastro organizado permite a empresa saberquem está comprando o quê, e desta e desta forma direcionar seu estoque parao que seus clientes realmente necessitam e procuram. Permite ainda o contatodireto entre a empresa e o cliente, através de malas-diretas, de contatos te-lefônicos, envio de catálogos, tabelas de preços, etc.COMO FAZER: O trabalho consiste em organizar cadastros de empresas que aindanão tenham se informatizado. Você deverá receber a base de dados, seja as fi-chas, notas fiscais, listagens datilografadas, etc. E classifica-los de acor-do com os critérios determinados por eles, por exemplo, clientes de uma certaregião, de uma certa faixa de renda, etc. Nestes casos, você fornecerá osdisquetes com o arquivos do cadastro completo (algumas vezes com o gerencia-dor de arquivo junto, de sua autoria ou de terceiros), listagens/etiquetas deendereçamento, ou outra forma de mídia solicitada pelo cliente.HARDWARE : Recomenda-se um 486, ou um Risc Power PC(Virtual PC), no caso devocê utilizar gerenciadores de banco de dados mais poderosos e em ambientegráfico. Impressora matricial seria mais adequado neste caso devido ao volu-me de trabalho, no caso de usar um Macintosh, use adaptadores de porta USBpara utilizar uma impressora com conecção paralela. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 187. SOFTWARE : Access (Windows/MacOs). só que ele roda em máquinas com no mínimo8mb ram. Mas outra opção seria Dbase(MS-Dos), um softer fácil de usar emboranecessite do operador possuir conhecimento dos comandos básicos do Dbase. Umaboa solução neste caso é você comprar livros que ensinam a programar em lin-guagens de programação e usar uma das seguintes linguagens: Clipper, Cobol,Basic, Qbasic, TurboBasic, C, C++, Pascal; todas essas linguagens são difí-ceis de programar, mas ela rodam em um simples 386 com 2mb ram, além de sermuito mais econômico para o seu cliente já que ele não precisaria pagar di-reitos autorais para a empresa que detêm os direitos autorais do softer deusuário que você utilizou. Um softer específico tem muitas vantagens, nãoprecisa se preocupar com a lei de direitos autorais, pode copia-lo para qual-quer máquina, e roda em máquinas muito simples e muito mais rápido em máqui-nas mais potentes. De preferência ao Clipper5.3, pois ele é de livre distri-buição, mais fácil para programar, na Internet você pode encontrar suportemais fácil para esta linguagem, linguagem, pode ser criado para rodar emrede, fácil indexamento de arquivos, pode-se indexar mais de um arquivo, tema sua versão para ambiente GUI(Visual Clipper).CLIENTES : Procure informar-se sobre empresas que podem necessitar destetipo de serviço. O SEBRAE e a ASSOCIASSÃO COMERCIAL de sua cidade poderão lheajudar.PREÇOS : Para organizar e digitar um cadastro cobra-se cerca de 250 reaispor milheiro de nomes, mais despesas de disquetes, etiquetas, etc. Você podecontinuar a manter vínculos com a empresa, atualizando constantemente o ca-dastro dela, emitindo etiquetas, etc. Para apenas a impressão de etiquetas,cobra-se em média R$30,00 por milheiro, incluindo aí as etiquetas.COMERCIALIZAÇÃO DE CADASTROSUma das atividades mais lucrativas da década de 90, é a comercialização decadastros para malas-diretas. Você tem um grande trabalho inicial para orga-nizar o cadastro, depois é somente utiliza-lo e lucrar, alugando para empre-sas.COMO FAZER: Imagine uma empresa de informática que deseja um catálogo parausuários, mas não tem como localizar estes usuários. Para isso é que existe oaluguel de cadastros. No caso você teria em seu banco de dados milhares denomes e endereços completos de pessoas dos mais variados seguimentos e forne-ceria o uso de uma única vez, por um preço estabelecido, para quem desejamandar correspondências para este cadastro. A montagem de um cadastro é umtrabalho árduo. Você deve procurar entidades de classe, recorrer a todos ostipos de cadastros disponíveis, listas telefônicas, montando uma base de da-dos para ter diversas opções para oferecer aos possíveis clientes. Você podeoferecer tanto listagens com nomes e telefones para o telemarketing, comoetiquetas de endereçamento, para correspondências. Os endereços devem seratualizados, pois é de praxe que todos os comerciantes de lista que devem ga-rantir, no mínimo, 95% de atualização. Este mercado é complexo, e recomenda-mos a leitura dos livros MARKETING DIRETO, de Bob Stone, da Editora Nobel,MÉTODOS DE SUCESSO EM MARKETING DIRETO, e MALA DIRETA EFICAZ, ambos editoraMakron Brooks, que lhe darão uma visão mais ampla do aluguel de cadastros. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 188. HARDWARE : Recomenda-se um 486, ou um Risc Power PC(Virtual PC), no caso devocê utilizar gerenciadores de banco de dados mais poderosos e em ambientegráfico. Impressora matricial seria mais adequado neste caso devido ao volu-me de trabalho, no caso de usar um Macintosh, use adaptadores de porta USBpara utilizar uma impressora com conecção paralela.SOFTWARE : Access (Windows/MacOs). só que ele roda em máquinas com no mínimo8mb ram. Mas outra opção seria Dbase(MS-Dos), um software fácil de usar embo-ra necessite do operador possuir conhecimento dos comandos básicos do Dbase.Uma boa solução neste caso é você comprar livros que ensinam a programar emlinguagens de programação e usar uma das seguintes linguagens: Clipper, Co-bol, Basic, Qbasic, TurboBasic, C, C++, Pascal; todas essas linguagens sãodifíceis de programar, mas ela rodam em um simples 386 com 2mb ram, além deser muito mais econômico para o seu cliente já que ele não precisaria pagardireitos autorais para a empresa que detêm os direitos autorais do softer deusuário que você utilizou. Um softer específico tem muitas vantagens, nãoprecisa se preocupar com a lei de direitos autorais, pode copia-lo para qual-quer máquina, e roda em máquinas muito simples e muito mais rápido em máqui-nas mais potentes. De preferência ao Clipper5.3, pois ele é de livre distri-buição, mais fácil para programar, na Internet você pode encontrar suportemais fácil para esta linguagem, linguagem, pode ser criado para rodar emrede, fácil indexamento de arquivos, pode-se indexar mais de um arquivo, tema sua versão para ambiente GUI(Visual Clipper).CLIENTES : Procure informar-se em sua cidade sobre empresas que usam do sis-tema de mala-direta para vender seus produtos. A Associação Brasileira de Ma-rketing Direto também oferece informações sobre empresas que trabalham commala-direta no país.PREÇOS : Em São Paulo, o preço para lotes mínimo de 3000 nomes de um segmen-to é de R$60,00 por cada 1000 nomes em etiquetas e R$45,00 em listagem. Paragrandes quantidades acima de 1000 nomes se aplicam descontos progressivos deacordo com o volume.ATUALIZAÇÃO DE CEP’sDesde que o Correio alterou o sistema de código de endereçamento postal(CEP), inúmeras empresas vem tendo dificuldades para alterar seus cadastros,muitos deles com milhares de endereços. Os correios já estão recusando o re-cebimento de correspondências sem o respectivo CEP de 8 dígitos, causandomuitos transtornos.COMO FAZER: De posse de um software poderoso denominado CERTUS, você pode re-alizar uma verdadeira auditoria nos cadastros de seus clientes, pois além deatualizar todos os endereços com o cep de 8 dígitos, ele identifica o nomecompleto da rua, bairro até mesmo complementos do endereço. Este programaprocessa arquivos com qualquer layout, rodando sob o sistema operacional MS-DOS.HARDWARE : Sistema superior a 386 ou Risc Power PC ( com virtual PC). MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 189. SOFTWARE : Para obter maiores informações ou adquirir o sistema CERTUS,contatar com a MULTISISTEMAS INFORMÁTICA LTDA, Belo Horizonte.CLIENTES : Procure entre as empresas de médio e pequeno porte de sua cidadeaqueles que ainda não atualizarão seus cadastros.PREÇOS : Cobra-se em média R$0,10 por registro atualizado.LIVROSA digitação de livros é um trabalho atraente, porém não muito bem remunerado,devido a alta concorrência. Mas se você tiver um bom tempo ocioso em seu mi-cro. Pode ser uma forma estável de manter uma remuneração extra, pois as edi-toras matem alta produção de longos vínculo com os seus digitadores, garan-tindo assim uma longa temporada de trabalhos.COMO FAZER: Quando contratada a editora, ela lhe fornecerá um material, quepode ser datilografado, com revisões a caneta, ou todo escrito a mão, paraque você digite no programa utilizado para editoração. Normalmente os autoresentregam o texto datilografado na forma irregular, sem padronização, com er-ros de ortografia, etc. Cabe apenas a você digitar o texto como solicitado.As vezes o trabalho contratado é apenas para uma digitação, outras vezes in-clui a segunda digitação, que seria a correção após a revisão ortográfica.Você, quando termina o trabalho, entrega ao cliente um cópia em disquete euma revisão impressa.HARDWARE : A partir de um 486 ou um Risc Power PC de 75mhz desde que tenhaum bom editor de texto. Dê preferência a uma impressora a laser ou jato detinta. Trabalhos em ambiente gráfico vai exigir no mínimo um micro com 8bmram.SOFTWARE : Sua máquina deve ter um editor de textos, tipo Word (Ma-cOs/Windows), Corel Word Perfect (Linux), Siag(Linux).CLIENTES : Procure as editoras de livros de sua região e ofereça seus traba-lhos. Pela natureza do trabalho deve fazer uma visita pessoal, evitando tele-marketing ou mala-direta pois não tem agilidade necessária (vide página 43).PREÇOS : Os preços para digitação de livros no mercado paulista está R$20,00por lauda (70 linhas por 40 toques). Um bom digitador digita cerca de 40 pá-ginas por dia.ETIQUETAS DE ENDEREÇOUma mania que tomou conta dos usuários de cheques foi a fixação no verso docheque de uma etiqueta pequena contendo nome, endereço, número do R.G. e doC.P.F.; isso edita o trabalho de ficar preenchendo dados em caixas, apresen-tando documentos, etc. Estas etiquetas são de extrema facilidade para criar,e você pode ganhar um bom dinheiro com elas. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 190. COMO FAZER: Você deve criar dentro de seu micro um modelo para as etiquetasadesivas, ou adquirir um software para tal, como o Assistente da Probus, MaxiCard, Pimaco; encontrados em qualquer papelaria ou bancas de jornal. Preen-cher com o nome, endereço, RG, CPF do interessado, imprimir e está pronto otrabalho. Muito simples e prático. São etiquetas no formato de 12,7mm X44,4mm, e você encontra com certa facilidade nas lojas de suprimentos de in-formática ou papelarias, em caixas com 25 ou 100 folhas (80 etiquetas por fo-lha).HARDWARE : De 386 acima, para um melhor performance use um Risc Power PC233, pois há a necessidade de um sistema operacional gráfico como o MacOs porexemplo. Impressora a laser ou jato de tinta.SOFTWARE : Word(MacOs/Windows), Page Maker(MacOs), Corel Word Perfect (Li-nux), Siag (Linux). No próprio Word há opção de impressão de etiquetas.CLIENTES : Divulgue seus trabalhos junto a amigos, faça amostras grátis,faça cartazes e folhetos, etc.PREÇOS : O preço de um conjunto de 300 etiquetas impressas está em R$10,00.Uma caixa de etiquetas Pimaco com 100 folhas (8000 etiquetas) custa R$ 14,00na distribuidora Kalunga, em São Paulo. Então 300 etiquetas custaria cerca deR$0,50. O lucro é fantástico.TRADUÇÃOEsta atividade é somente para aqueles que tem um domínio completo de outrosidiomas. Caso você tenha a menor deficiência, não é aconselhável, já que atradução esperada pelo cliente tem que ser fiel ao original apresentado.COMO FAZER: Use seu conhecimento de outros idiomas para obter rendimentosextras. O serviço de tradução é bastante requisitado. O trabalho básico é re-ceber os originais de seus clientes, traduzidos fielmente e devolver o textono idioma solicitado. A tradução tanto pode ser do português para outro idio-ma, como de outro idioma para o português. O idioma mais solicitado é o in-glês, seguido pelo espanhol (cuja procura cresceu muito devido ao Mercosul).Documentos só podem ser traduzidos por tradutores juramentados, registradosjunto aos órgãos oficiais. Você recebe o texto original do cliente, e o de-volve junto com a tradução. Alguns tradutores de São Paulo anunciam seus tra-balhos, recebem seu material via fax , devolvem a tradução via fax e recebemo pagamento por depósito bancário, usando os recursos modernos de telecomuni-cações, evitando assim a necessidade do encontro pessoal cliente/tradutor.HARDWARE : Recomendável a partir de um 486, impressora a laser ou jato detinta.SOFTWARE : Procure ter um bom dicionário eletrônico, com o DIC ou Fala Tudo,e um editor de textos de boa qualidade. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 191. CLIENTES : Entre outros, grandes empresas, multinacionais, editoras, e umadiversidade de pessoas que necessitam de serviços de tradução. Faça cartõesde visita para entregar aos clientes. Para divulgação, coloque em classifica-dos, pode se optar pela Internet, a qual tem diversos sites de classificadosgratuitos.PREÇOS : Cobra-se de 5 a 10 dólares por lauda (20 linhas por 70 toques) detexto.LOTERIASVocê pode prestar serviços às casas lotéricas, de desdobramento de jogos. Ouseja, as casas não teriam a necessidade de adquirir sistemas complexos e vocêganharia pelo sistema prestado.COMO FAZER: De posse de bons softwares de desdobramento de jogos, é só impri-mir os jogos nos formulários contínuos que a própria Caixa Econômica Federalfornece às casas lotéricas e entregar aos clientes. Você não teria contatocom os jogadores. Você faz acordo com a casa lotérica, a casa recebe o jogopara desdobrar, você executa o trabalho e recebe um percentual por isso.HARDWARE : De 486 acima, impressora matricial (somente matricial serve paraformulários contínuos). A menos que sua impressora a laser ou jato de tintapossa trabalhar com formulários contínuos.SOFTWARE : Existem centenas de softwares de jogos lotéricos. Um dos melho-res, que abrange a Sena, Supersena, Mega-sena e quina, por um ótimo preço(cerca de 50 dólares), você encontra na DCM Software – fone (051) 221-7661 –Porto Alegre /RS (atende a todo o Brasil).CLIENTES : Casas lotéricas. Há a necessidade de contatar pessoalmente, dire-to com o diretor ou proprietário.PREÇOS : Um acordo sobre o volume de trabalho. Verifique o tempo necessárioe calcule, observando que a hora trabalhada está em média de 5 a 12 dólares.ESOTERISMOFaça mapa astral, numerologia, e outros serviços esotéricos em sua cidadeusando seu computador. Basta ter interesse em conhecer um pouco sobre o as-sunto e obter programas específicos. Lembre-se que seu trabalho será apenas ode emitir o resultado que os programas apresentarem. Não cabe a você tentarinterpretar, aí já estaria realizando o trabalho de especialistas.COMO FAZER: O primeiro passo é saber se você se interessa pelo assunto. Senão tem interesse, o melhor é nem tentar. O mínimo de conhecimento é necessá-rio para que nada saia errado. Existem no mercado inúmeros programas sobre oassunto, tanto em português quanto em inglês. Cabe a você escolher o que me-lhor se enquadra aos seus propósitos. Anuncie seu trabalho, realize cortesia MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 192. para conhecidos, pedindo que divulguem o trabalho, enfim, faça-se conhecidopelo mercado.HARDWARE : A partir de um 386, impressora matricial, laser ou jato de tinta.SOFTWARE : Você poderá encontrar programas shareware na Kanópus, de Curiti-ba, que trabalha com programas também em português: fone (041) 222-0277. Pro-gramas astrológicos poderão ser encontrados na Régulus – R. Estela, 515 - BI.E - Cj. 71 - fone (011) 549-2655 - São Paulo. Na Spiro Livraria - fone (011)853-6312 - fax (011) 282-6399 - São Paulo , ou nas boas casas de CD-ROM’svocê poderá encontrar o CD-ROM Esotérica, da Clico Graphics, com 24 temas :astrologia, tarot, candomblé, numerologia, cristais, runas, runas, anjos,etc.CLIENTES : Anuncie seus trabalhos em jornais, faça folhetos, divulgue juntoaos amigos, uma boa opção é anunciar em sites gratuitos da Internet ou criarseu próprio site se possível com domínio próprio.PREÇOS : Um trabalho de 12 a 20 páginas está custando cerca de R$40,00.REVISÃO ORTOGRÁFICAEsta atividade é somente para aqueles que tem um domínio completo do idiomaPortuguês. Caso você tenha a menor deficiência neste idioma, o melhor é nempensar nesta atividade.COMO FAZER: Implante corretores ortográficos eletrônicos em seu micro, usetodos os seus conhecimentos, tenha um livro básico de ortografia sempre àmão, e também, o fone de alguém com domínio, para consulta. Por ser um traba-lho rigoroso, somente desta forma estará certo que não deixara escapar erros.O serviço será revisar textos para publicação. Livros, revistas, jornais, euma infinidade de obras. As editoras tem a preocupação de manter constante-mente a revisão ortográfica perfeita em suas publicações. Você receberá umoriginal digitado, em disquete, colocará, colocará em seu computador, fará asrevisões necessárias, tire uma impressão já corrigida e entregue o disquete ea impressão ao cliente.HARDWARE : Recomenda-se a partir de um 486, ou um Risc Power PC 233mhz, im-pressora a laser ou jato de tinta.SOFTWARE : Word(MacOs/Windows), ou outro editor de textos da sua preferên-cia. Recomendamos o uso do dicionário AURÉLIO ELETRÔNICO, e o auxiliar LEXI-CON, integrando desta forma o dicionário ao Word, permitindo uma primeiracorreção automática. A segunda correção se dá pela leitura do texto, corri-gindo eventuais falhas que passaram pela correção eletrônica.CLIENTES : Os cliente são basicamente editoras. Procure em sua cidade empre-sas que editem jornais, revistas, livros e qualquer tipo de publicação im-pressa, e, e ofereça seus serviços de revisão ortográfica. (vide página 43). MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 193. PREÇOS : Cobra-se de 1 a 2 dólares por lauda (20 linhas por 70 toques) detexto.SERVIÇOS CONTÁBEISSe você tem conhecimento em contabilidade pode ter um rendimento extra execu-tando serviços para empresas, ou então, para escritórios de contabilidade comexcesso de trabalho. Mas veja, este tipo de trabalho requer conhecimentos bá-sicos de contabilidade. Não se aventure se não os tiver.COMO FAZER: Folha de pagamento, balanços, planilhas, lançamentos de regis-tros, etc., são centenas de rotinas contábeis que podem ser executadas em seumicro, para terceiros. Se algum escritório está com excesso de trabalho, écomum contratar serviços de free-lancer para colocar estes trabalhos em dia.Você deve ter softer específicos para estes trabalhos, de acordo com o siste-ma utilizado pelo escritório, ou ele fornece cópias de seus softwares. HARDWARE : Recomendável a partir de um 486 ou para melhor desempenho umRisc Power PC 233, impressora matricial.SOFTWARE : Uma planilha de cálculo, tipo Excel, ou Lotus 1-2-3, softwaresde folha de pagamento, rotinas cotábeis, balanço, caixa, etc. Na maioria dasvezes os clientes fornecem os softers utilizados.CLIENTES : Empresas grandes ou escritórios de contabilidade. Procure visitarpessoalmente, enviar mala-direta, ou, colocar anúncios em jornais e até mesmona Internet em classificados gratuitos.PREÇOS : Cobra-se de 5 a 20 dólares por hora de trabalho, ou um valor previ-amente contratado por um lote de trabalho.IMPRESSÃO DE TIRAGENSEste trabalho é apenas para você que tem um impressora a laser. Você podeusar sua impressora com uma pequena gráfica e ter bons resultados financei-ros.COMO FAZER: Se você usar um tonner recondicionado em sua impressora, terá umcusto aproximado de cerca de R$0,02 por cópia, junto a R$0,01 de papel, pode-rá ter uma cópia em formato texto, por um custo de R$0,03. Considerando queuma cópia de boa qualidade custa entre R$0,10 e R$0,15 você pode oferecer seutrabalho de pequenas tiragens e ter bons lucros. Um folheto, por exemplo, noformato A4, onde você tenha que tirar 500 cópias, você vendendo a R$0,10 porcópia, terá um total de R$50,00, para um custo de R$ 15,00. O uso pode des-gastar a sua impressora, mas isso não preocupa de forma alguma as pessoas quefazem isso há um bom tempo, pois haverá tecnologia muito melhor. Então o maisprático é dar a ela bastante uso, justificando-se assim o valor pago. Além defolhetos, malas-diretas, você pode imprimir uma infinidade de outro traba-lhos. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 194. HARDWARE : Um computador 486, ou para melhor desempenho um Risc Power PC266, impressora a laser . Scanner opcional.SOFTWARE : Editor de textos, programas DTP(Corel Draw, Page Maker).CLIENTES : Você encontrará clientes em escolas, cursos de toda espécie, tam-bém anuncie em jornais. Coloque no anúncio cópias em qualidade laser, quedestaca o serviço.PREÇOS : Como foi afirmado acima, entre R$0,10 e R$0,15, em função da tira-gem. Não aceitar menos de 100 cópias pois não seria compensador.APOSTILASA realização de digitação e editoração de apostilas pode ser bastante lucra-tivo e é o trabalho ideal para horas vagas, pois não há vínculos de horáriosrígidos. Geralmente o cliente solicita o trabalho e marca a entrega para al-gum tempo depois, e dentro deste período você trabalha de acordo com a suadisponibilidade.COMO FAZER: Cursos de todas as espécies fornecem aos seus alunos apostilas deestudo. Você deve procurar os cursos existentes em sua cidade, oferecendo oseu trabalho. Você pode digitar o material, editorar o texto para ficar comapresentação visual de acordo com o solicitado, entregando ao cliente as ma-trizes, seja em papel ou laser-film.HARDWARE : Recomendável a partir de 486, ou para um melhor performance oRisc Power PC 233, impressora laser ou jato de tinta.SOFTWARE : Um bom editor de textos, tipo Word(Windows/MacOs), e programas deeditoração, tipo Corel Draw (MacOs), Page Maker (MacOs).CLIENTES : Visite pessoalmente ou faça mala-direta aos proprietários de es-colas, cursos de todas as áreas, que houver em sua cidade.PREÇOS : Costuma-se cobrar de 3 a 5 reais por página em papel, e até R$10,00em laser-film para trabalhos superiores a 50 páginas. Trabalhos em quantida-de inferior podem custar mais caro. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 195. ARTES PARA SERIGRAFIASA maior dificuldade para aqueles que trabalham com impressão serigráfica éencontrar quem faça a “arte” para impressão de acordo com a sua solicitação.Você pode fazer este trabalho computadorizado e entregar as transparênciasprontas para uso.COMO FAZER: Trabalho de editoração para quem tem conhecimentos sólidos deDTP. Você deve receber os esboço do trabalho e realizar de acordo com as es-pecificações. Imprimir em transparências.HARDWARE : CPU 486, recomenda-se um Risc Power PC 333, impressora laser,scanner de mesa.SOFTWARE : Page Maker(MacOs), PowerPoint(MacOs/Windows), CorelDraw(Linux/MacOs), Adobe PhotoShop (MacOs).CLIENTES : Oficinas de serigrafia. Contatar pessoalmente.PREÇOS : Uma transparência para serigrafia está custando R$30,00 no mercadopaulista.LIVROS / DESKTOPDiferente do que foi elaborado aqui antes, não se trata agora de digitação,mas sim da EDITORAÇÃO de um livro, ou seja, a definição gráfica de sua apa-rência. A escolha dos tipo, bordas, numeração capa, tudo que diz a respeitoda plasticidade do livro, ou DTP, para os usuários freqüentes.COMO FAZER: Você deve ter plenos domínio sobre os softwares de desktop (CorelDraw, Page Maker), e ter muita criatividade e interesse em trabalhar no se-tor. De posse do livro já digitado, irá dar um trabalho visual, escolhendo amelhor fonte diagramação, etc. Emitindo no final a impressão em papel ou fil-mes, de acordo com a solicitação do cliente.HARDWARE : Micro 586, ou para melhor desempenho um Risc Power PC 233, no mí-nimo 16 mb ram e 1GB de HD, com impressora a laser ou jato de tinta.SOFTWARE : Corel Draw(Linux/MacOs), Page Maker(MacOs), Word (Windows/MacOs).Todos em versão atual.CLIENTES : Editoras em sua cidade, envie mala-direta. Anuncie seus traba-lhos em jornais, e até mesmo em classificados gratuitos em Internet(incluindochats, news groups).PREÇOS : Cerca de R$7,00 por página em papel e R$10,00 em filme. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 196. NEWSLETTERTrata-se de um pequeno boletim noticioso sobre um assunto específico, degrande interesse a um circulo fechado de pessoas, por exemplo, um boletimpara colecionadores de discos raros, para usuários de programas específicos,etc.COMO FAZER: Uma newsletter somente deve ser realizada por alguém que tenhadomínio de um texto e editoração, pois o que mais interessará aos possíveisleitores será o texto que ele não encontrará em nenhuma outra publicação.Você deverá verificar um nicho de mercado carente de publicações, onde os in-teressados assinariam um boletim informativo e, o mais complexo, teria queter completo domínio do assunto a ser tratado neste boletim. Geralmente asnewsletter tem em média 12 páginas em formato A4 (210mm X 297mm), sendo aspáginas agrupadas e grampeadas em sua parte posterior. Se você tiver em umaimpressora a laser pode imprimir em sua própria máquina, devida a baixa tira-gem.HARDWARE : Microprocessador 486, ou para um performance melhor um Risc PowerPC de 75mhz, impressora a laser.SOFTWARE : Corel Draw(Linux/MacOs), Corel Word Perfect(Linux), Siag(Linux),Page Maker(MacOs) Word (MacOs/Windows).CLIENTES : Venda de assinaturas deverá ser efetuada usando mala-direta. Pro-cure obter um cadastro de pessoas interessadas nos assuntos a serem tratadosna newsletter.PREÇOS : O preço médio de assinatura anual para newsletter mensal é deR$50,00. Se em um ano você obter cerca de 500 assinantes, você terá um rendi-mento bruto de R$25.000,00 para um lucro, líquido de 60%.CATÁLOGOS E MANUAIS TÉCNICOSTrabalho semelhante ao de revistas, porém voltada a empresas, mercado de ca-tálogos e manuais técnicos, publicações únicas e sem periodicidade.COMO FAZER: Assim com revistas, o trabalho com catálogos e manuais exige umcompleto domínio de DTP. Porém, não se ousa tanto como nas revistas. O traba-lho é mais complexo porque tem que refletir exatamente aquilo que a empresadeseja transmitir. Um catálogo exige mais concentração e demora mais tempo doque uma revista para preparar.HARDWARE : Equipamento de ultima geração, de preferência um Macintosh(RiscPower PC 400mhz). Se tiver PC, que, seja acima de 586, memória de 16mb ramacima, HD de 1gb acima, ou use birô que tenha drivers de disco transportáveis(drive externo) de alta capacidade de armazenamento de dados, tipo Zip Drivee tenha scanner de mesa, para transporte de dados aos birôs de fotolitos.Alto investimento. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 197. SOFTWARE : Com completo domínio de Page Maker, Ventura, FrameMaker, QuarkXpress, Corel Draw, Word, Photoshop, todos de última geração.CLIENTES : Empresas industriais e/ou comerciais que, tenham necessidade deelaborar catálogos e manuais técnicos.PREÇOS : Ou se combina o pacote fechado, ou 20 a 30 dólares por hora de tra-balho.JORNAIS DE BAIRROS E ESCOLASTrabalho ideal para quem está iniciando em serviços de editoração eletrônica.Consiste em realizar editoração (também digitação, se for o caso) de jornaisde escolas, bairros, empresas, que não exijam qualidade final em DTP.COMO FAZER: Ordenar matérias e ilustrações em programas adequados para tal,de forma a ficarem com apresentação agradável para leitura, criando uma iden-tidade visual para o jornal. Jornais de escolas, bairros e empresas geralmen-te não são sofisticados, não usam cores, tornando mais fácil o trabalho. Ide-al para principiantes, pois pode ser um laboratório de editoração.HARDWARE : A partir de um 486. Ou para um melhor performance um Risc PowerPC 233mhz. Uma impressora laser.SOFTWARE : Page Maker (MacOs), Quark Xpress (MacOs), Adobe PhotoShop (MacOs),CorelDraw (Linux /MacOs), Word(MacOs/Windows).CLIENTES : Escolas, associações de bairros, entidades, igrejas, empresas,etc. Identifique quais editam ou gostariam de ter seu próprio jornal, faça ocontato pessoalmente ou através de mala-direta.PREÇOS : Como o trabalho é simplificado, de 5 a10 dólares por hora.REVISTASSe você tem bons conhecimentos de editoração, pode trabalhar para alguma re-vista de sua região, como free-lancer, fazendo diagramação.COMO FAZER: Revista é o material impresso que mais exigem em termos de cria-tividade e ousadia, portanto, somente se arrisque a entrar para o setor sefor altamente lucrativo, ter idéias novas, e, principalmente, conhecersoftwares do setor. O trabalho é altamente compensador pela satisfação quetraz quando pronto, em você ver aquilo que realizou impresso, colorido, boni-to, agradando a outras pessoas. A remuneração financeira também costuma seratraente. Se você não tem conhecimento do ramo, procure conhecer os softwa-res, freqüentar cursos, esforçar-se pois o caminho neste setor não é fácil esomente sobrevive neste mercado os que forem realmente bons.HARDWARE : Dê preferência a um Macintosh (Risc Power PC 400mhz). Se tiverPC, que seja acima de 586, memória RAM de 16 MB acima, HD de 1Gb acima, ou MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 198. use birô que tenha drive de discos transportáveis (drive externo) de alta ca-pacidade de armazenamento de dados, tipo Zip Drive e tenha scanner de mesa,para o transporte de dados aos birôs e fotolitos. Alto investimento, caso nãoos possua.SOFTWARE : Com o completo domínio, o Page Maker, Ventura, Frame Maker, QuarkXpress, Corel Draw, Word, PhotoShop, todos de última geração.CLIENTES : Editoras de revista de sua região. Faça alguns trabalhos de apre-sentação, crie um fotolito e leve até os clientes.PREÇOS : Geralmente cobra-se por trabalho fechado, em média de 30 a 50 dóla-res por página a 4 cores, de 15 a 30 dólares por página P&B, mais cerca de R$5,00 por imagem scaneada.SERVIÇO DE PUBLICIDADE FREE-LANCERTrabalho que exige competência, criatividade e dedicação. Neste caso, vocêprestará serviços de free-lancer a agências de publicidade, editoras ou àspróprias empresas interessadas em anunciar. Necessário sólidos conhecimentosem programas de Editoração eletrônica (DTP).COMO FAZER: Você vai criar a partir de esboços apresentados pelo cliente apublicidade por ele solicitada. Procure ser o mais fiel a idéia central apre-sentada para não ter que fazer infinitas vezes o mesmo trabalho. O trabalhopublicitário exige também conhecimento absoluto do mercado de publicidadepara se ter uma visão completa para realizar de forma perfeita aquilo a quese propõe.HARDWARE : Dê preferência a um Macintosh (Risc Power PC 400mhz). Se tiverPC, que seja acima de 586, memória RAM de 16 MB acima, HD de 1Gb acima, ouuse birô que tenha drive de discos transportáveis (drive externo) de alta ca-pacidade de armazenamento de dados, tipo Zip Drive e tenha scanner de mesa,para o transporte de dados aos birôs e fotolitos. Alto investimento, caso nãoos possua.SOFTWARE : Com o completo domínio, o Page Maker, Ventura, Frame Maker, QuarkXpress, Corel Draw, Word, PhotoShop, todos de última geração.CLIENTES : Agências de publicidade, empresas comerciais, editoras de jornaise revistas. Faça um portifólio e uma visita pessoal a cada cliente, ou umamala-direta bastante competente.PREÇOS : Ou se combina um pacote fechado, ou de 20 a 30 dólares por hora detrabalho.SCANNERServiço de scaneamento de imagem realizado para terceiros. Somente se vocêtiver no mínimo, um scanner de mesa de 1200 dpi. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 199. COMO FAZER: Você estará montando um mini birô de serviços gráficos. O primei-ro passo é dominar totalmente o uso do scanner em todos os seus recursos.Prestará serviço de scaneamento de imagens para jornais , revistas, editoras,gráficas, etc. Você recebe a imagem e os disquetes, faz o scaneamento, gravaa imagem scaneada no formato desejado pelo cliente, usando compactação queele preferir, e devolva-a gravada em disquete.HARDWARE : 486 acima ou para melhor rendimento um Risc Power PC 233mhz,scanner de mesa 1200 dpi.SOFTWARE : Pager Maker (MacOs), Gimp (Linux), Photo Deluxe (MacOs), CorelDraw (MacOs), Paint Shop Pro (Windows), para serviços mais requisitados detratamento de imagem.CLIENTES : Editoras de jornais, revistas, gráficas, agências de publicidade,etc. Para contata-los use visitas pessoais ou mala-direta.PREÇOS : Um serviço de scanner até formato A4 em 1200 dpi está custando de10 a 15 reais. Scaneando cerca de 3 imagens ao dia, o que ocuparia cerca de 1hora por dia, totalizando 80 trabalhos/mês, você teria um rendimento extracerca de R$1200,00 mensais, já que o scaneamento não tem despesas nenhumaalém da aquisição do equipamento. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 200. DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARESUm dos mais fascinantes trabalhos no setor de informática é o de desenvolvi-mento de softwares. Imagine centenas de pessoas trabalhando em um sistemadesenvolvido por você, tendo soluções que você criou. Mas, para tanto, é ne-cessário muito mais do que boa vontade: você deve ter conhecimento e dedica-ção.COMO FAZER: Primeiro, você deve ter pleno conhecimento de linguagem de pro-gramação, seja ela qual for. Dbase, Clipper, Visual Basic, Delphi, Visual Co-bol, Cobol, Linguagem C. De preferencia para linguagem C, pois existe compi-ladores “C “ para qualquer plataforma. Visual Object Cobol é uma boa opçãopois um executável dele roda em qualquer plataforma.HARDWARE : Recomendável 486 acima, ou para melhor performance um Risc PowerPC 333.SOFTWARE : Deverá ter os softwares de programação necessários de acordo como projeto a ser desenvolvido.CLIENTES : Você desenvolverá um produto e depois colocará à venda nas casasespecializadas em vendas de softwares. Uma consulta a elas sobre viabilidadeda comercialização pode trazer novos dados a elaboração de seu projeto.PREÇOS : Deve seguir as regras de mercado para programas de suporte seme-lhante ao desenvolvido. Lembre-se que no preço final está incluso a comissãodos vendedores, representantes, impostos, portanto preço final líquido é di-ferente do preço final da venda. Ou simplesmente se tiver acesso a Internetpoderá cortar todos estes gastos, bastando anunciar seu produtos em classifi-cados gratuitos e News Groups; obtendo desta forma um lucro de 95%.CAÇADOR DE VÍRUS DE COMPUTADOROs vírus que atacam os computadores tem causado prejuízos fantásticos em em-presas de todo porte. Os vírus tem se multiplicado a uma velocidade assusta-dora; diariamente há noticias de novos vírus existentes no mercado. As empre-sas não tem tempo disponível para acompanhar e adquirir todos os anti-vírusexistentes no mercado. Aí está um nicho onde você pode instalar-se e ganhardinheiro.COMO FAZER: Você deve especializar-se em combater vírus, ter softwares maisavançados do setor, inclusive atualizações, e de posse destas “ferramentas”,fazer periodicamente checagem nos computadores de seus clientes, realizandouma varredura anti-vírus, eliminando os vírus detectados.HARDWARE : 486 acima, ou para melhor rendimento um Risc Power PC 75mhz. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 201. SOFTWARE : Deverá ter todos, absolutamente todos os últimos lançamentos deanti-vírus. Entre os mais conhecidos estão o Norton Anti-Vírus, o VIRUSSCAN.Este último pode ser adquirido através da Brasisoft pelo fone (011) 253-1588.CLIENTES : O alvo são as empresas e usuários de médio e grande porte. Procu-re oferecer seus serviços através de malas-diretas explicativas ou Internet.PREÇOS : Cobre por hora de trabalho. O mínimo de uma hora está em 20 dóla-res.CURSOS DE SOFTWARES PARA EMPRESASQuando adquire um software para uso comercial, muitas empresas realizam cur-sos internos para que seus funcionários, usuários do computador, aprenda amanipular o software de forma a obter o melhor resultado.COMO FAZER: O primeiro passo é deter completo domínio sobre o software esco-lhido para o curso. Normalmente são softwares de planilha de calculo, conta-bilidade, banco de dados, editores de texto ou outro softer de usuário. Vocêdeve ter formação superior e experiência em ministrar cursos.HARDWARE : Você usará o hardware da própria empresa onde ministrar o cursos.SOFTWARE : Deverá ter na própria empresas os softwares necessários para ocurso.CLIENTES : O alvo são empresas e usuários de médio e grande porte. Procureoferecer seus serviços através de mala-direta explicativa.PREÇOS : Você pode cobrar por hora de trabalho ou pacote fechado. O valormédio para hora de cursos técnicos é de 25 dólares para 10 alunos, sendo rea-justada a partir deste número.DISTRIBUIÇÃO DE SUPRIMENTOSSe você se encontra na dificuldade na aquisição de suprimentos de informáticaem sua cidade, ou se os suprimentos são bastante caros, por que não montaruma distribuição de suprimentos?COMO FAZER: Para obter bons resultados, você deve montar um comércio tipopronta entrega, distribuindo tabelas de preços nos escritórios, contendo umtelefone para contato e um sistema de entrega a domicílio. Adquira o produtojunto aos atacadistas dos grandes centros, procurando obter o menor preçopossível, possibilitando assim um preço de revenda mais baixo que o praticadoem sua cidade. Nestes casos, sua margem de lucro líquido, já descontando osimpostos, pode ir de 10% a 50%, de acordo com a mercadoria, proporcionando umótimo rendimento mensal. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 202. CLIENTES : Faça uma lista de escritórios e usuários de informática de suacidade e distribua listas de preços por mala-direta, destacando o número deseu telefone e se tiver o el-mail também deverá ser destacado.PREÇOS : Faça pesquisa constante junto aos comerciantes de suprimentos deinformática em sua cidade e mantenha seus preços abaixo dos concorrentes.Procure ter ótimos preços no inicio para conquistar os clientes.DISTRIBUIÇÃO DE SHAREWAREShareware é uma forma de distribuição de programas de computador. Eles sãodistribuídos gratuitamente, mas tem seu uso restrito (limitação de tempo deuso ou comandos disponíveis na versão comercial). Após o uso por um certo pe-ríodo, o shareware deve ser registrado pagando uma taxa que garantirá assis-tência técnica, manuais, e novos recursos aos programas que estavam restrin-gidos na versão shareware. Você não pode comercializar um programa shareware;somente pode cobrar o custo de distribuição (valor do cd-rom e cópia). RIGO-ROSAMENTE, só distribuir o pacote original do programa. Não modifique ou co-mercialize a versão comercial do programa que é crime de violação de direitosautorais.COMO FAZER: Procure formar uma biblioteca de shareware interessantes. Existemalguns cd-rom’s com milhares de aplicativos e jogos atraentes. Faça uma lis-tagem do material disponível e coloque a venda. Você somente vai duplicar omaterial quando tiver posse do pedido, evitando assim fazer estoques de pro-gramas. Procure ter sólidos conhecimentos sobre duplicação de programas, paraevitar programas mal duplicados que não funcionem nas máquinas dos clientes.Os programas de shareware que mais vendem são jogos, pornográficos, Macin-tosh(pode ser uma nova opção com a crescente procura por um sistema operacio-nal mais estável que o Windows), esotéricos, DTP, CAD, etc.HARDWARE : Um computador Risc Power PC 450mhz com Drive de CD-Regravável, ouum AMD K6 III 400mhz com Drive de Cd-Regravável. No caso do Risc Power PC,use um DVD-Ram. Disquetes já estão superados. Mesmo o Zip Drive somente servepara backup e não seria apropriado usa-lo na gravação de programas. CD-Regravável, capacidade : 680/850MB; DVD-Ram, capacidade : 6000MB/6GB. Uti-lize Cd’s graváveis(grava uma única vez), portanto não erre a gravação. OsCd’s regraváveis (regravam até 1000 vezes), só que geralmente não é uma mídiaconfiável e é muito mais caro.SOFTWARE : Aprenda simplesmente a trabalhar bem com o gerenciador de arqui-vos do sistema operacional que usa. O MacOs é muito mais estável que o Win-dows(instável), ou use Linux( também estável).CLIENTES : Anuncie em jornais, revista, mala-direta, telemarketing, Inter-net( NG’s, Sites, El-mail).PREÇOS : Cada cd-gravável é de R$1,00 a R$3,00. Cobre pelo programa contidono CD de R$10,00 a R$15 para o usuário final, ou a metade destes valores paralojas e camelôs. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 203. DISTRIBUIÇÃO DE SHAREWARE EM BANCASUm trabalho altamente lucrativo e que pode ser realizado em suas horas vagas.Basta fazer cópias de programas de domínio publico e distribuí-los em bancasde jornais de sua cidade.COMO FAZER: Para fazer um teste inicial deste trabalho, escolha 100 jogosshareware que sejam realmente interessantes. Faça 100 cópias de todos os sha-reware em um único CD. Faça capas para a caixinha do CD aonde especifique oconteúdo do programa, deve se fazer o serviços de impressão das capas em umaimpressora a laser, afim de agilizar o serviço. Distribua para a venda nasbancas de jornais da sua cidade, em consignação. São 100 cópias que estarão avenda. Se em 30 dias tiver vendido mais de 50% do material, já será sucesso epoderá ampliar de acordo com o seu interesse. Os programas shareware ou fre-eware podem ser encontrados em casas especializadas ou em BB’S, em sites deInternet. Este teste de 100 cópias é o suficiente para dar uma visão da re-ceptividade do produto. Faça com fotos e vídeos pornô também, pois a porno-grafia rende muito dinheiro.HARDWARE : Um 486, ou para melhor performance um Risc Power PC 450mhz. Amboscom CD ou DVD gravável e uma placa de modem para se conectar a Internet e fa-zer o download dos jogos, vídeos e fotos.SOFTWARE : Simplesmente seu sistema operacional, utilizando o gerenciador dearquivos dele para as cópias.CLIENTES : O produto é colocado em consignação junto as bancas de jornal,pelo período de teste de 30 dias para a venda.PREÇOS : Cada cd-gravável é de R$1,00 a R$3,00. Cobre pelo programa contidono CD de R$5,00 a R$7,00 para que o proprietário da banca possa repassarpara o usuário final, seu produto com um preço viável. As bancas de jornalcobram cerca de 30% do preço final do produto como comissão. Lembre-se de quequanto menor o preço, maior vai ser a quantidade vendida. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 204. REPRESENTAÇÃO COMERCIAL DE PRODUTOS DE INFORMÁTICACertamente você já viu em revistas e jornais, produtos de informática quegostaria de adquirir, porém não encontrou esse produto a venda em sua cidade.Por que não se tornar um representante comercial no segmento de informática erepresentar as empresas fabricantes destes produtos.COMO FAZER: O trabalho de representante comercial é bastante simples: vocêtrabalhará no atacado efetuando as vendas para o fabricante, mediante comis-sões. Procure identificar nas publicações especializadas de informática osprodutos que deseja representar, envie seu currículo para empresa, junto comuma carta expressando seu desejo de representa-la na sua região. Nem sempre oresultado pode ser favorável, mas mandando para vária empresas terá aquelasque se interessarão. A Apple tem poucos representantes, pode ser uma boaidéia contata-la.CLIENTES : Identifique os grandes fornecedores de informática de sua cidade(hardware, software e suprimentos conforme o caso). Visitando pessoalmente osetor de comprar.PREÇOS : Você usará uma tabela do fabricante e receberá uma comissão pelasvendas que efetuar ( média de 7% a 10%).REVENDA DE GAMESSe você se interessa em jogos de computador, pode obter um rendimento extrarevendendo softwares em CD-ROM’s de games em sua cidade.COMO FAZER: Procure entrar em contato com distribuidores de softwares e Cd-rom propondo a distribuição dos produtos em sua cidade. Você teria uma margemde lucro (em média 30%), podendo assim ter um ótimo rendimento mensal.CLIENTES : Colocar anúncios em jornais(classificados), Internet, anunciandoa venda dos jogos. Divulgar através de folhetos em portas de escolas, clubes,fliperamas, etc. Pode até montar seu próprio site na Internet com domíniopróprio divulgando seu trabalho.PREÇOS : Você teria uma margem de lucro sobre a tabela do fabricante, em mé-dia de 30%. Isto representa , no caso de CD-ROM, cerca de R$15,00 do lucrolíquido de cada CD vendido (preço médio de um CD-ROM = R$50,00)INSTALAÇÃO DE PLACAS DE FAX/MODEMQuando o usuário não tem um bom conhecimento de informática, enquanto é prin-cipiante, não consegue instalar sozinho uma placa de fax/modem, devido a terreceio de danificar internamente algum componente da placa-mãe. Na realidadea maior parte destas placas é PCI pnp, bastando encaixa-la no Slot PCI. E de- MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 205. pois instalar corretamente todos os drives que a placa requer. Normalmente osdriver acompanham a placa. Ou pegue na Internet, geralmente a maior parte dasplacas PCI são para Windows, http://winfiles.com . Para instalar num PC comWindows, basta usar placa PCI. Para instalar no Macintosh, teria de estudarmais afundo este tipo de equipamento.COMO FAZER: Compre a placa por atacado na distribuidora de sua região ou ci-dade. Comprando em quantidade ganhará um bom desconto. Uma placa de 56k, cus-ta em média de R$70 para o usuário final. Tome cuidado para não pagar maiscaro do que deveria. Compre o mínimo de 10 placas e peça desconto, pague nomáximo R$40,00, para poder cobrar no máximo uns R$80,00. Não se esqueça deter o material necessário para instalação(parafusos e chaves de fenda).CLIENTES : Divulgue através de anúncios de jornais e Internet, que vocêprestará serviços na instalação de placas de fax/modem a domicílio, informan-do seu telefone e no caso de ter acesso a Internet o el-mail.PREÇOS : Uma instalação completa de placa de fax/modem, que dura cerca de30 minutos, custa em média de R$30,00. Uma placa pnp pode ser adquirida noatacado por R$35,00 e revendido a R$70,00, já incluída a instalação. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 206. AUTOMAÇÃO DE LOJASCentenas de lojas de supermercados, farmácias, etc., estão se informatizandopara manter controle absoluto sobre os preços, margens de lucros, estoques,etc. O uso de código de barras aplicados a etiquetas sobre mercadorias permi-te o controle absoluto sem nenhuma margem de erro. Em países desenvolvidos,com E.U.A e França, todas as lojas e supermercados estão informatizados, eutilizam-se deste sistema de código de barras para o controle administrativohá muito tempo.COMO FAZER: Que tipo de serviços você poderia prestar nesta área? Vários. Oessencial seria acessoria para implantação do sistema em lojas. Não se tratade acessoria comum, você dedicaria um período de, no mínimo, dois meses, aotrabalho no local de implantação, até que tudo esteja funcionando em perfeitaordem e os funcionários familiarizados os suficiente com o sistema para dis-pensarem a sua presença. O primeiro passo neste caso é dominar completamentea tecnologia de código de barras. Existem diversos livros e literaturas nesteassunto, onde você poderá conhecer o tema em profundidade. Também terá queter hardware apropriado, e software para reconhecimento de código e adminis-tração do negócio.HARDWARE : Para implantação do sistema em lojas e em supermercados, são uti-lizados os seguintes equipamentos básicos para automação do código por barras:• Scanner laser de mesa com fonte;• Pistola laser com fonte e suporte;• Scanner CCD de mão e bocal 3”;• Impressora de etiquetas 2”/Seg;• Impressora de etiquetas 4”/Seg.Uma das empresas que fornecem equipamentos para automação por códigos de bar-ras é a Coletter Informática, fone (011) 523-4277 fax (011) 247-9534 – SãoPaulo – SP.SOFTWARES : Normalmente softwares proprietários que gerenciam, a entrada dedados pelo leitor de códigos de barras (scanner), banco de dados com Access,Clipper, Linguagem C.CLIENTES : Vá em busca do cliente quando dominar completamente o assunto,pois, movimentará altas somas de dinheiro em equipamentos e terá que ter ab-soluta certeza do que está fazendo. Quando tiver este domínio, faça uma cam-panha de mala-direta aos principais estabelecimentos comerciais onde saibanão haver sido implantado este sistema, completando depois com uma ligaçãotelefônica para marcar uma entrevista com os diretores, oferecendo as vanta-gens da automação. Uma das boas fontes de endereços é a Associação Comercialde sua cidade.PREÇOS : O trabalho oferecido deverá ser um pacote completo de acessoria,que inclui desde a orientação na aquisição dos equipamentos necessários (uma MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 207. central de micro, mais os terminais de ponto de venda, a conecção de rede,softwares, etc.), incluindo aí no mínimo 60 dias de acessoria no local ondeserá implantado o serviço, treinamento de pessoa, etc. Este pacote completotem sido cobrado por profissionais entre 7 mil e 12 mil dólares, sendo 50% dopagamento sendo efetuado no inicio dos trabalhos e 50% ao término.ASSISTÊNCIA TÉCNICA E MANUTENÇÃOSe você tiver um bom conhecimento técnico, poderá prestar serviços de assis-tência técnica e manutenção de micro, obtendo um bom rendimento.COMO FAZER: Este tipo de trabalho somente é recomendado àqueles que realmentedisponham de conhecimentos técnicos o suficiente para abrir e concertar com-putadores com eficiência. Caso você tenha interesse na área, mas não tenhaconhecimentos suficientes, procure fazer um curso de montagem e manutenção demicros. Existem vários cursos a respeito do assunto no país. O atendimentoneste caso seria feito a domicílio, devendo ser reservada no mínimo 3 horaspara cada atendimento. Você deve ter todas as ferramentas necessárias para oatendimento. No mercado é de praxe dar garantia no trabalho executado (mão deobra), de no mínimo 3 meses/HARDWARE : Kit de ferramentas com chaves de fenda pequenas, pinça e extratorde chips e equipamentos de leitura do estado elétrico, aparelho para sucçãode impurezas.SOFTWARE : A impressora já tem nela um software de auto-teste, o micro tem aBIOS para checagem dos dispositivos da máquina. Basta teclar repetidamente<Delete> na inicialização do sistema.CLIENTES : Anuncie em jornais, Internet, e sempre procure atender seu clien-te na casa dele. Muitos não gostam de se deslocar para laboratórios de ter-ceiros, por comodidade ou falta de tempo.PREÇOS : Você pode seguir o padrão de preços de assistências técnicas autori-zadas ou simplesmente ao invés de cobrar por hora, converse primeiro com oseu cliente do que se trata o problema, ou o que ele deseja que faça e deimediato de o preço final. Sugiro uns R$50.UPGRADES DE MICROSA cada período de mais ou menos 1 ano, muda-se o padrão de máquinas no merca-do. No inicio de 1994, o padrão era o 486, em 1995, o 586, em 1996 o Pentium,em 1997, o MMX tomou conta do mercado, apesar de ser uma versão mais apropri-ada para computação gráfica, não tendo um avanço que possa ser sentido pelosusuários tradicionais. Em 1998 o Pentium II, em 1999, o Pentium III versusRisc Power PC G3 da Apple. Prever-se par o ano 2000 o Intel Merced –64 bitsversus Risc Power PC G4 da Apple de 128 bits. Mas, com tantas mudanças, boaparte dos usuários aproveitam para realizar upgrade, ou seja, trocar a placamãe e atualizar seu micro. Pode ser um trabalho altamente lucrativo, maisainda se você revender placas e fazer pacotes incluindo a instalação. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 208. INSTALAÇÃO DE DVD-ROMA cada dia que passa, milhares de usuários incorporam kits de multimídia emsuas máquinas. Faça um treinamento e poderá prestar serviços de instalaçãodestes kits. A instalação é rápida, cerca de uma hora, e os especialistas co-bram em média de 40 dólares por este trabalho. Em DVD é possível ver filmes,jogos, backups de 6000 MB.SERIVÇO DE LIMPEZA DE MICROEste tipo de trabalho foi implantado com sucesso no Rio de Janeiro, e consis-te em dar atendimento aos usuários iniciantes que não sabendo usar o computa-dor, provocam um verdadeiro caos em seus diretórios. O trabalho consiste emrecuperar arquivos perdidos, deletar excesso de arquivos inúteis, organizar oWinchester e orientar os usuário quanto ao uso correto do micro. Este tipo deacessoria é cobrado por hora e a média é de 30 dólares atualmente. Exige só-lidos conhecimentos de softwares e sistemas operacionais.CURSO DE MONTAGEM DE MICRODevido ao baixo preço dos componentes de uma CPU quando adquiridos individu-almente, existe sempre interessados em aprender a montar um micro. Se vocêdomina esta área, pode obter rendimentos extras ministrando cursos individu-ais a interessados, em suas horas vagas. O ideal é ir montando um micro aospoucos, e em cerca de 10 aulas de uma hora dar uma visão completas dos compo-nentes. O preço de um cursos deste tipo varia entre 250 e 350 reais por alunoquando aplicado individualmente ou valores inferiores quando em grupos.INSTALAÇÃO DE REDESPara instalar redes de micros, há a necessidade de conhecimentos técnicosprofundos sobre o tema. Se você domina esta área, pode prestar serviços a em-presas que estejam formando suas redes internas. Ótima remuneração esperaaqueles que se dispuserem a entrar nesta área. Porém há necessidade de conhe-cimentos sólidos de hardware e software para esta operação em redes.DISTRIBUIÇÃO DE CD-ROMMonte em sua cidade uma distribuidora de CD-ROM, para venda em lojas de in-formática, suprimentos e vendas para outras cidades através de catálogos, viapostal. O lucro pode ser interessante. Estude a viabilidade para importar al-guns títulos com maior interesse.LOCAÇÃO DE CD-ROM MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 209. As lojas ou pessoas que comercializam programas de computadores em Cd’s temum grande interesse em ter novos títulos, porém o CD custa caro. Uma boa saí-da é a locação. A partir de 100 títulos você pode montar uma locadora de CD-ROM, tendo, dependendo do tamanho de sua cidade, um bom movimento. O esquemade locação é semelhante ao de uma vídeo-locadora . O preço médio de locaçãoestá entre 5 e 10 reais por 2 dias.RECICLAGEM DE TONNERSVocê pode representar em sua cidade as empresas de reciclagem de tonners deimpressoras a laser. É possível uma economia de até 50% do custo de um tonnernovo pelo usuário, e permite a você uma margem de lucro satisfatória. Uma dasmaiores empresas do setor, a TONNER EXPRESS, cujo endereço é Av. do Contorno,7086 – Lourdes – Cep 30110-010 – Belo Horizonte – MG – fax (031) 223-0741,licencia revendedores para outros estados.RETINTAGEM DE CARTUCHOSUm dos tormentos dos proprietários de impressoras a jato de tinta é o altocusto de cartuchos. Por exemplo, o cartucho preto da impressora BJC-240 custaR$36,00. Com R$15,00 você compra tinta tipo refil que permite duas recargasno cartucho, permitindo uma economia de 80%. Se preferir serviço de retinta-gem para cartuchos alheios, poderá cobrar para cada cartucho R$25,00, sendo ocartucho do cliente, enquanto que o usuário teria um lucro de R$11,00 pelaaquisição de um cartucho novo. A retintagem é um processo a primeira vistacomplicado, pois é delicado e exige muita atenção, mas com prática se tornamuito fácil. A base das impressoras a jato de tinta cresceu assustadoramentedevido ao baixo custo da impressora, e já é maior que o número de impressorasa laser. As empresas Pelikan Extralife fabricam refil para cartuchos de jatosde tinta.VENDA DE MICROSUm bom lucro pode ser obtido com a revenda de micros em sua cidade. Procurecontatar com revendedores de grandes centros, observando a margem de lucrosatisfatória. Utilizando-se de anúncios em jornais, Internet e financiadorasvocê pode oferecer opções em diversos pagamentos, facilitando a venda e con-seqüêntemente aumentando o número de unidades vendidas. Para montar uma re-venda de micro é necessário ter capitar de 30 mil dólares.SERVIÇOS DE CADCaso você tenha SOFTWARE de desenho tipo CAD, pode prestar serviços para en-genheiros, arquitetos, decoradores, indústrias, metalúrgicas, etc., na elabo-ração de projetos que incluam desenho detalhado e tridimensional de objetos.Para prestar este tipo de trabalho deve-se ter sólidos conhecimentos do pro-grama e do setor a prestar os serviços. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 210. PLOTAGEMDispondo de um plotter de impressão, você pode prestar serviços de plotagempara terceiros. Arquitetos, engenheiros, decoradores, usuários de programasCAD são clientes em potencial dos serviços de plotagem.CONSULTORIASe você tem conhecimentos sólidos em informática, é analista de sistemas ououtra profissão técnica, pode prestar serviços de consultoria no setor de in-formática à empresas de médio e grande porte. O profissional de consultoriacostuma ser muito bem remunerado e pode dispor de seu tempo com melhor prefe-rir, mesmo exercendo outras atividades. Seu trabalho consiste em orientar,identificar problemas e apresentar soluções práticas que venham beneficiar ocontratante.CONTRATOS IMOBILIÁRIOSEmpresas imobiliárias costumam contratar freqüentemente serviços de free-lancer para digitação de contratos de locação, venda e administração de imó-veis. Procure contatar com imobiliárias de sua cidade para verificar se acei-tam esse tipo de trabalho. Sempre as imobiliárias fornecem seu modelo de con-trato. Implante este modelo em seu micro e use sempre que for necessário, di-gitando apenas nomes dos clientes, tornando o trabalho mais rápido e fácil.EMISSÃO DE CARTELAS DE BINGOSCom o sucesso dos bingos, autorizados por lei federal, um dos grandes negóci-os em informática é a impressão de cartelas para jogos. Você pode fazer con-tratos ou prestar serviços para bingos instalados ou eventuais. A empresa DCMSoftware, vende programa que imprime até 9000 cartelas sem repetição e gerên-cia sorteio através do micro. Fone (051) 221-7661.TRANSPARÊNCIAS PARA RETROPROJETORESFornecimento de transparências impressas a laser para serem utilizadas emaparelhos retroprojetores em : cursos, palestras, seminários, etc. Para con-quistar clientes visite, escolas, cursos, entidades organizadoras de eventos,etc., oferecendo este trabalho.CONTROLE BANCÁRIOFaça controle de contas bancárias para pessoas de suas relações, empresas deamigos, etc. Pode ser feito somente nas horas vagas, permite um absoluto con-trole de despesas, emitindo relatórios, etc., e, ainda você pode cobrar umaquantia mensal pelo trabalho. O software Bankcontas permite o perfeito acom- MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 211. panhamento da conta bancária, com inúmeros recursos. Á venda na Brasoftware,fone (011) 253-1588.ADMINISTRAÇÃO RURALVocê pode instalar programas de administração rural em seu micro e prestarserviços de processamento de dados para fazendas, sítios ou qualquer outrotipo de propriedade rural de sua cidade. Um dos melhores programas de admi-nistração rural, o ADM-RURAL2.0 você encontra pelo fone (051) 472-1168, naPlanejar, de Canoas/RS.CURSOS DE WINDOWS PARA PRINCIPIANTESSe você tem domínio sobre o ambientes Windows, ofereça cursos completos paragrupos de 3 a 5 alunos, para aulas durante, uma semana, em suas horas vagas.O preço médio destes cursos particulares é de R$90,00 a R$120,00 e o retornopode ser muito bom. Anuncie seu curso através de folhetos e cartazes distri-buídos pela cidade e anúncios em classificados e jornais. Se preferir podeanunciar em sites gratuitos na Internet.SISTEMAS PARA DENTISTASDa mesma forma que você pode obter lucros prestando serviços de instalação desoftwares para médicos, pode também atender os dentistas. O softer mais usadopelos dentistas é o Dentist, que se encontra a venda na Brasoft (011) 253-1588.FAIXAS E CARTAZES PARA EVENTOSCom uma impressora a jato de tinta ou laser, verifique se elas possuem recur-so para impressão de faixas, e um programa tipo o Banner, que se encontra emqualquer shareware, você pode executar cartas, faixas (principalmente sobreliquidação), etc. Não existe um preço determinado; cobrar de acordo com aconsciência do prestador de serviços.EMISSÃO DE BORDERÔS DE COBRANÇAUm dos piores trabalhos nas empresas é o preenchimento de cobrança bancária;nunca há quem possa dispor de tempo suficiente para esse trabalho. Existemsoftwares específicos para este tipo de cobrança, entre eles o Bankcontas,indicado no item CONTROLE DE CONTAS BANCÁRIAS. Você pode prestar serviços so-mente de impressão, recebendo do cliente os dados da cobrança e entregando osformulários já impressos. A maioria dos bancos também fornece aos grandesclientes disquetes com programas de preenchimento e emissão de cobranças. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 212. LOGOTIPOSSe você tem conhecimento de DTP (Editoração), pode prestar serviços de cria-ção de logotipos para empresas. Há a necessidade de se ter uma ótima configu-ração de micro, com programas Corel Draw, Page Maker, impressora a laser escanner de boa qualidade. Para se criar a programação visual ( logotipo emdiversos tamanhos), se cobra cerca de R$150,00.TABELAS DE PREÇOCom o auxílio de uma planilha de cálculos, você pode executar tabelas de pre-ços que, junto a programas DTP, tornariam o visual atraente. A cada 3 mesesas empresas mudam suas tabelas de preços. Muitas delas descobririam as vanta-gens de fazer um trabalho bem editorado, destacando-se dos concorrentes. Tra-balho de DTP, cujos profissionais cobram cerca de R$30,00 por hora. Os clien-tes podem ser capitados através de visitas pessoais ou mala-direta.CONVITESDispondo de uma impressora a laser, você pode imprimir convites para as maisvariadas ocasiões (festas, reuniões, eventos de toda espécie, etc.). Faça ummostruário com convites de sua criação, impressos em papéis especiais (vergê,pergaminho, etc.) e apresente aos possíveis clientes (diretores de clubes,promotores de festas de eventos, etc.)GRAVAÇÃO DE CD-ROMSe você tiver disposto a investir em informática, compre um drive de CD-Regravável, ou um DVD-RAM, que faz a gravação em CD. A diferença esta na ca-pacidade de armazenamento, o primeiro grava 650/850Mb, o segundo muito maispotente e mais caro, grava 6000Mb. Você pode com este aparelho efetuar a gra-vação de dados de músicos, que gostariam de compor suas músicas em uma mídiamais sofisticada e de alta qualidade. Para empresas que necessitam de gravarbackups. Para produtoras de vídeos, e explore também as produtoras de vídeoerótico. A indústria do erotismo movimenta milhões. Agora com essa febre daInternet e DVD-Rom, muito mais ainda. Por cd comum cobre R$5,00, fora o cd.Por DVD, cobre uns R$10,00, fora o DVD. O preço do cd-gravável é de R$1,00,já DVD varia muito, dependendo da qualidade.ALUGUEL DE COMPUTADORES POR HORAVocê pode reservar algumas horas do dia quando seu computador está ocioso,alugando a terceiros que tenham trabalhos, saibam operar mais não tenham anecessidade de investir na compra de um micro e você lucraria com o tempoocioso de seu micro. MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 213. INSTALAÇÃO DE PLACAS DE VÍDEO-TEXTOO sistema de videotexto em algumas capitais (S.Paulo, Rio de Janeiro, Forta-leza, Belo Horizonte, Salvador e Porto Alegre) permite o acesso a inúmerosbancos de dados, on-line. Instalar placas em sua cidade pode ter um bom ren-dimento. Uma placa interna com software custa em média R$70,00 na fábrica, evocê pode revendê-la, instalada, por R$150,00. O fabricante de placas inter-nas é a DATAGAME ELETRÔNICA, fone (011) 570-7471.DIPLOMASDivido ao alto custo da confecção de impressos em gráficas, cada vez mais au-menta a procura pelos serviços executados em microcomputador. Os diplomas eos certificados de conclusão é um destes serviços. Envie malas-diretas paraescolas ou cursos de informática, cabeleireiros, culinária, etc., ou para en-tidades de classe. A confecção é fácil, pois existem diversos softwares commodelos, molduras, etc., e podem ser impressos em uma infinidade de tipos depapéis especiais.GRÁFICA EXPRESSAUma maravilhosa opção para quem possui investimento ( 15 a 20 mil reais), ad-quirindo um micro de última geração, scanner de mesa com 1200 dpi, impressoraa laser e jato de tinta, diversos softwares de editoração gráfica, máquinascopiadoras simples, e coloridas, guilhotina, perfuradora para encadernação,etc. Oferecer a maior parte das atividades sugeridas neste guia, acrescidasde cópias xerográficas avulsas e encadernação, apesar do considerável capitalinvestido, poderá lhe render segurança financeira definitiva. Divulgue seusserviços prestados em anúncios de jornais, folhetos, faixas e Internet. Aspessoas cada vez mais procuram serviços de uma gráfica expressa, principal-mente pela rapidez na entrega, facilidade de modificar o layout do trabalhos,qualidade, e preços bem mais acessíveis do que das gráficas convencionais,pois dispensa os clichês.CURSO DE LINUX PARA PRINCIPIANTESA grande verdade meus amigos é que o Windows trava toda hora, problemas desegurança, vírus, instabilidade na Internet, instabilidade na rede, e custamuito mais que os outros sistemas operacionais. Não sei se perceberam mais euem todo este guia recomendei fortemente Risc Power PC, rodando MacOs. Um Ma-cOs, Linux são totalmente o oposto do Windows. O MacOs, tem recursos comoprogramar facilmente o computador através de scripts para que ele por exemplose ligue automaticamente e realize determinada tarefa e depois se desligue. OMacOs, versão full, custa R$164, enquanto o Windows custa R$365, o Linux é degraça, você só paga o CD. Tem o Linux da Red Hat, que na minha opinião é amelhor versão. Além do mais nós precisamos acabar com esse monopólio da In-tel, AMD, Cyrix e Microsoft. Ofereça cursos de Linux que é um sistema Opera-cional mais recente de todos e siga os mesmos procedimentos no qual ministra MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com
  • 214. uma aula de Windows. Vamos dizer basta ao Windows e a Microsoft, Intel, Cyrixe AMD ! MANUAL DO DESEMPREGADO Elaborado por Luiz Henrique de Castro – Distribuição gratuita Veja mais arquivos como esse em: http://www.luizhenrique.com