Your SlideShare is downloading. ×
Entulho da construção civilOs resíduos de construção civil ou demolição (resíduo de C&D) ou simplesmentedenominado entulho...
criação de locais para depósitos, mas estes locais nem sempre são adequados e esta nãoé a melhor solução.Algumas prefeitur...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Lay artigo 2

351

Published on

Published in: Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
351
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Lay artigo 2"

  1. 1. Entulho da construção civilOs resíduos de construção civil ou demolição (resíduo de C&D) ou simplesmentedenominado entulho, tem uma composição muito heterogênea e varia muito conforme aregião em função das alterações das técnicas construtivas.A constituição dos entulhos é argamassa, areia, cerâmica, concreto, madeira, metais,papéis, plásticos, pedras, tijolo e tintas. O concreto é o segundo material mais utilizadopela humanidade, logo depois da água.O entulho da construção civil sempre foi considerado inerte. Inerte é todo material quemantido durante 24h em água bi-destilada não altera as propriedades físico químicas daágua. Mas é claro que não é todo resíduo de construção civil que é inerte. Gessodissolve em água. Tinta contém metais pesados em sua composição, que se solubilizamna água. As telhas de fibro cimento antigamente continham amianto que no ar éaltamente cancerígeno.Os índices de perda de matérias-primas na construção civil é bastante elevado. Muitosautores divergem sobre as quantidades mas o certo é que são quantidades elevadas.(AGOPYAN, V. et al. Alternativas para a redução do desperdício de materiais noscanteiros de obras. São Paulo, 1998 (Relatório final: vol. 1 ao 5); SOIBELMAN, L. Asperdas de materiais na construção de edificações: sua incidência e seu controle. PortoAlegre: Escola de Engenharia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.Dissertação (Mestrado), 1993. 127 p.).Este fato tem duas conseqüências imediatas e inevitáveis: o setor repassa suaineficiência para os preços dos imóveis, que nós pagamos. O setor produz um impactoambiental desnecessário ao utilizar matérias-primas naturais em quantidade superior aonecessário, registrando uma contabilidade sócio ambiental negativa.Devemos ressaltar que o setor de construção civil é um dos maiores empregadores demão de obra não qualificada, e que este é o preço que acaba tendo que pagar por estefato.Atualmente são aceitos índices de desperdício no consumo de matérias primas queoscilam desde 8% em empresas com alto padrão de desempenho gerencial, até cerca de20 ou 30% nas obras em geral. Neste último caso, podemos afirmar que para cada 3edifícios, sobraria material para construir um quarto, caso o material fosse bemgerenciado em “lay outs” de obra adequados.As obras de reforma, pela falta de uma cultura de reutilização e reciclagem, gerammuitos entulhos. Em todas as cidades a geração de entulho se equivale a quantidade degeração de resíduos sólidos urbanos domésticos. E quando as cidades são submetidas agrandes intervenções urbanas, como novas avenidas, túneis ou obras de saneamento,geralmente a proporção de geração de entulhos fica muito maior.O pequeno construtor e o chamado “construtor formiga”, em todo Brasil, continuamjogando estes materiais em estradas, avenidas, terrenos baldios, rios e córregos. Osurgimento dos caçambeiros contribuiu para que este quadro fosse amenizado, com a
  2. 2. criação de locais para depósitos, mas estes locais nem sempre são adequados e esta nãoé a melhor solução.Algumas prefeituras como a de Belo Horizonte, Ribeirão Preto e Curitiba temimplantado usinas de reciclagem de entulho. Em Belo Horizonte existe uma rede depontos de coleta de recebimento de pequenos volumes que em geral são transportadospor carroceiros autorizados, e duas usinas de reciclagem, uma no bairro Estoril e outrana Pampulha.Nestas usinas o entulho é beneficiado produzindo agregados que são reutilizados comosub-leito de pavimentos ou no processamento de artefatos de concreto para a própriaconstrução civil.Dados de São Paulo estimam em 372.000 toneladas a produção mensal de entulho(ZORDAN, S. E. A Utilização do Entulho como Agregado na Confecção do Concreto.Campinas: Departamento de Saneamento e Meio Ambiente da Faculdade de EngenhariaCivil, Universidade Estadual de Campinas. Dissertação (Mestrado), 1997). Em Cuiabánão existem dados publicados, mas é possível estimar em 15 a 20.000 toneladas mês deentulhos da construção civil.

×