04 sistemas operacionais

3,165 views
3,067 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
3,165
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
303
Actions
Shares
0
Downloads
127
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

04 sistemas operacionais

  1. 1. Informática Aplicada Sistemas OperacionaisProfa. Msc. Patrícia Lima Santospatricia.santos@ifs.edu.br
  2. 2. Objetivo Apresentar conceitos sobre Sistemas Operacionais Apresentar o sistema operacional Windows XP
  3. 3. O que faz o Sistema OperacionalImagine uma calculadora e várias pessoas querendo usá-la. Quem usaria a calculadora primeiro? O que você faria se alguém se apossasse da calculadora por muito tempo? O que você faria se eles quisessem armazenar os resultados em algum lugar? Esta situação é semelhante ao que o SO geralmente enfrenta. Existem recursos que muitas pessoas querem usar. Se não houver algo que execute as tarefas, haverá conflitos e confusão geral.
  4. 4. Sistema Operacional O sistema operacional é uma camada de software colocada sobre o hardware para gerenciar todos os componentes do sistema (processadores, memória, discos, interface de rede, entre outros) de maneira otimizada. Busca oferecer uma interface mais amigável aos usuários em relação às operações associadas a cada componente da máquina
  5. 5. Sistema Operacional Programa que age como intermediário entre o usuário e o hardware de um computador atua como intermediário entre o usuário e o hardware de um computador
  6. 6. Objetivo do Sistema Operacional Permitir o uso do computador de uma forma conveniente e eficiente.
  7. 7. Sistema Operacional Função do Sistema Operacional  Oferecer uma interface simplificada do sistema computacional para o usuário • Fornece abstrações simplificadas • Exemplo: Arquivos no Windows  Gerenciar os recursos do hardware • Define, aplica e supervisiona políticas de acesso e utilização dos recursos • Exemplo: Gerência do espaço de endereçamento
  8. 8. Sistema Operacional Serviços oferecidos pelo SO Existe um conjunto básico de serviços oferecidos por quase todos os sistemas operacionais.  Meios para que um programa seja carregado em memória e executado;  Sistema de arquivos, permitindo criar, ler, escrever, renomear e excluir arquivos;  Interface de acesso aos periféricos (impressoras, fitas, discos, teclado, mouse, etc)  Mecanismos de monitoração de recursos, capazes de identificar possíveis gargalos no sistema;  Mecanismos de compartilhamento de hardware por usuários => necessidade de algum tipo de proteção.
  9. 9. Sistema OperacinalComposto de: Programas de controle  Conjunto de programas imprescindíveis ao funcionamento do sistema  Ex: Gerenciador de tarefas (Windows Explorer) Programas utilitários  Conjunto de programas a serem utilizados pelo usuário.  Ex: Editores de texto (WordPad), Calculadora, etc.
  10. 10. Tipos de Sistema Operacional Monousuário: apenas um usuário utiliza todo o sistema de cada vez. Ou seja, não admite ser utilizado por mais de um usuário simultaneamente.  Ex.: MS-DOS, Windows 3.1 Multiusuário: vários usuários podem estar utilizando o sistema de modo compartilhado em um dado instante. Ou seja, disponibiliza a mesma CPU para mais de um usuário ao mesmo tempo”, através de clientes ligados ao computador.  Programas e arquivos de dados em um único computador (host), que gerencia também o uso comum de periféricos compartilhados.  Ex.: UNIX, Linux, Aix, Windows (...98,NT,2000, XP)
  11. 11. Tipos de Sistema Operacional Monotarefa: só consegue executar uma atividade de cada vez.  Ex.: DOS Multitarefas: um usuário com mais de uma tarefa sendo executada por vez. (Técnica de passar de uma aplicação para outra de tal forma que elas “parecem” estar sendo processadas simultaneamente)
  12. 12. Ambiente Operacional (Integradores de Software) É a denominação genérica de uma interface como a do Windows (ou do Mac OS), com a qual o usuário não tem a necessidade de lembrar a sintaxe completa. Adiciona recursos ao SO para permitir uma interface gráfica com o usuário (GUI), múltiplos programas simultâneos e múltiplas janelas na tela. GUI - Graphical User Interface
  13. 13. Interface Gráfica - GUI Ícones (objetos, símbolos e representações gráficas para representar arquivos, programas, funções e comandos); Um dispositivo de posicionamento (mouse); Menus (menu bar, pull-down, pop up); Janelas sobrepostas;
  14. 14. Exemplos de Sistema Operacional
  15. 15. Exemplos de Sistema Operacional LINUX  É um sistema operacional de código aberto. (software livre)  Desenvolvido voluntariamente por programadores experientes, hackers,...  Sistema leve se comparado ao Windows.  Segurança: qualquer instalação ou alteração no sistema requer autorização.  A maioria dos software para Linux é free.  Tem aumentado seu percentual de uso.  Versão: Debian
  16. 16. Exemplos de Sistema Operacional MAC OS  A Apple ainda não permite que o OS X seja executado em sistemas diferentes, o que deixa o hardware da Apple como o único capaz de rodar todos os sistemas operacionais.  Permite a adição de softwares de virtualização da Parallels e da VMWare.  Geralmente as grandes empresas usam para desenvolvimento Web e aplicações gráficas.  Você precisa de um MAC para rodar o sistema operacional Mac OS X.  Versão: Leopard
  17. 17. Exemplos de Sistema Operacional Windows  Usado na maioria dos computadores  As pessoas acham simples, fácil e que não se familiarizar com outro sistema.  Nas empresas uso devido aos acordos com a Microsoft.  Mais vulnerável a ataques e a vírus  Versões: Windows 2000, XP, Vista, 7
  18. 18. Windows XP É um sistema operacional multitarefa, pois assume o controle total do computador. A forma como se apresenta e gerencia a configuração dos periféricos e a facilidade de integração de novos componentes através da auto-detecção, possibilita ao usuário final o melhor aproveitamento dos recursos disponíveis. Ao ligar o computador o Windows será carregado automaticamente e, cada usuário, poderá ter uma chave para acessar sua Área de Trabalho personalizada.
  19. 19. Área de trabalho É o espaço da tela que temos para trabalhar. Na parte inferior temos a barra de tarefa As pequenas figuras na área de trabalho chamam-se ícones. Ex. Lixeira
  20. 20. Configurando a Área de Trabalho• Ao clicar com o botão direito do mouse em qualquer parte dela, podemos, entre outras coisas, organizar e/ou alinhar os ícones, criar novos itens.
  21. 21. Área de Trabalho - Barra de Tarefas Aplicativos minimizadosMenu Iniciar Área de notificação Barra de inicialização rápida• Mover e redimensionar a barra de tarefas.
  22. 22. Menu IniciarIdentificação dousuário UsuárioProgramasutilizados para Atalhos rápidos para osnavegar pela documentos mais utilizadosInternet e enviarmensagensProgramas Programas de configuraçãoutilizados de hardware e softwarerecentemente Programas de apoio e ajuda do WindowsAtalho para osprogramasinstaladosAtalhos para troca de usuário efinalização dos programas
  23. 23. Menu Iniciar Menu Todos os programas  Onde ficam todos os programas que existem ou que venham a ser instalados no computador.  Acessórios, Windows Explorer, Jogos, Internet Explorer, Outlook, Windows Media Player  Inicializar – Inicia a execução do programa quando o Windows é inicializado. Atalhos para as pastas:  Meus Documentos, Minhas imagens, Minhas Músicas, Meu computador e Meus Locais de Rede. Documentos Recentes  Facilita a entrada em um arquivo que foi utilizado pela última vez. Este menu só registra os últimos 15 arquivos abertos independente do seu tipo. Painel de Controle  Configura os principais recursos de HW e SW.
  24. 24. Menu Iniciar Impressora  Permite configurar e instalar a impressora. Pesquisar  Ajuda na localização de um arquivo ou pasta em qualquer disco disponível na máquina ou na rede. Ajuda  Organizado em forma de tópicos, pode ter um tópico de dúvida selecionado ou digitar a dúvida no campo de texto Pesquisar. Executar  Permite que execute programas pelo nome. Dá acesso a comandos do antigo DOS pelo programa cmd.exe.
  25. 25. Fazer Logoff e Desligar Fazendo Logoff  Trocar usuário Desligar o computador  Em espera: o computador estará disponível para uso imediato, basta fazer o logon.  Desativar: desligar o computador em segurança.  Reiniciar: desligar o computador e ligá-lo automaticamente.
  26. 26. Ajuda do Windows XP Recurso que ensina a usar o Windows XP por meio de informações atualizadas online. Para acessar:  Clique no Botão Iniciar;  Selecione a opção Ajuda e Suporte.
  27. 27. Trabalhando com Meu Computador• Podemos acessar o disco rígido, CD/DVD, Disco removível, unidades de rede, informações do sistema.
  28. 28. Trabalhando com JanelasMenu Sistema Barra de título Botão Minimizar Botão Fechar Botão Maximizar
  29. 29. Trabalhando com Janelas• Conceitos Bordas da Janela – quatro cantos que definem a janela e permitem redimensioná-la posicionando o mouse sobre elas. Barra de título – local da janela que indica o nome do programa ou o documento que estamos trabalhando. Barra de menus – localizado abaixo da barra de título, contém os menus que realizamos as operações dos aplicativos. Barra de rolagem – localizado no lado direito e/ou inferior da janela, desloca as informações contidas na área de trabalho para baixo, para cima, para direita ou para esquerda. Maximizar, minimizar e fechar – localizados no lado direito da janela, facilitam o trabalho executando de uma forma rápida o aumento, diminuição e fechamento da janela. Menu de controle
  30. 30. Trabalhando com Janelas Operações com janelas  Maximizando uma janela  Minimizando uma janela  Restaurando uma janela  Fechando uma janela (menu ou botão)  Fechando uma janela minimizada  Redimensionando uma janela Organizando as janelas  Janelas em cascata  Janelas lado a lado horizontalmente  Janelas lado a lado verticalmente Alternando entre programas abertos  Alt+Tab
  31. 31. Windows Explorer  É um recurso usado para exibir arquivos, pastas e unidades no computador.  Este aplicativo permite copiar, mover, excluir, criar atalho, selecionar um ou mais arquivos e pastas, pesquisar por arquivo e pastas. Barra de menu Barra de ferramentasÁrea de Barra degerencia endereçomentoÍcones deunidades Ícone de pasta
  32. 32. Windows Explorer O Windows Explorer é o programa que permite ao usuário observar e trabalhar com todas as pastas e arquivos do seu computador. É composto por uma janela dividida em dois painéis:  Árvore de diretórios (esquerda)  Arquivos ou pastas (direita) Elementos  Pastas: mantém arquivos e outras pastas de forma organizada.  Ícones de unidades de disco: representam os drives existentes no micro. Unidades de disco rígido, de disquetes, de CD’s, DVD’s e unidade de rede local.  Árvore de pasta: mostra as pastas da unidade corrente seguindo uma estrutura de árvore com vários níveis.  Barra de Status: apresenta a quantidade de espaço livre na unidade corrente, bem como o número de arquivos e o espaço em disco consumido pelos arquivos na pasta atual.
  33. 33. Propriedades de Disco Informações sobre o disco, ferramentas para melhor performance, segurança, hardwares instalados.
  34. 34. Lixeira Tem a função de guardar arquivos e pastas excluídos, sendo possível recuperar ou removê- los definitivamente. Os arquivos podem ser restaurados num momento oportuno de acordo com a necessidade do usuário. Operações:  Recuperar um arquivo ou um atalho  Limpar a lixeira  Alterar o tamanho da lixeira
  35. 35. Painel de Controle Agrupa itens de configuração de dispositivos e opções em utilização como vídeo, resolução, som, data e hora, entre outros Estas opções podem ser controladas e alteradas pelo usuário
  36. 36. Painel de Controle Ferramenta pela qual o usuário pode controlar toda a configuração do seu computador.  Ex: alterar data e hora, personalizar área de trabalho, configurar mouse. Opções mais usadas  Vídeo: permite que o usuário configure a área de trabalho, escolhendo papel de parede, protetor de tela, padrões de visualização.  Data/Hora: permite a configuração de data e hora do sistema.  Mouse: configura características do mouse como: duplo clique, ponteiros, rastros, etc.  Configurações regionais: configura os costumes de nossa língua, além de configurar as características do sistema como estilo de moeda em uso.  Adicionar ou remover programas: permite instalar ou remover completamente os programas instalados no disco rígido.  Impressoras: instala e configura impressoras, define, por exemplo, resolução, tamanho, orientação do papel.
  37. 37. Programas Acessórios Aplicativos que automatizam as tarefas da área de trabalho.(Calculadora, Paint, Notepad, ...) Existem vários aplicativos disponíveis. Usuário
  38. 38. Programas AcessóriosOs acessórios são pequenos aplicativos com funções bem práticas ao usuário e que acompanham o Windows em sua instalação padrão.  Calculadora Pequeno aplicativo que simula uma máquina calculadora em dois formatos, a calculadora padrão (básica) e a calculadora científica. A Calculadora do Windows não apresenta formato de Calculadora Financeira e não pode salvar (não possui o comando SALVAR).  WordPad Pequeno processador de textos que acompanha o Windows, pode ser considerado como um “Word mais fraquinho”, ou seja, sem todos os recursos. Quando salvamos um arquivo no WordPad, este assume a extensão .DOC (a mesma dos arquivos do Word).  Paint Programinha para pintar imagens Bitmap (formadas por pequenos quadradinhos). Os arquivos gerados pelo Paint tem extensão .BMP. No Windows, pode-se usar figuras do tipo BMP, GIF e JPG, para servir de papel de parede (figura que fica enfeitando o segundo plano do DESKTOP).  Bloco de Notas (NotePad) Editor de texto, ou seja, um programa que apenas edita arquivos de texto simples, sem formatação, sem enfeites. Quando salvamos arquivos do Bloco de Notas, sua extensão é .TXT. Os arquivo feitos no NotePad não aceitam formatação como Negrito, Itálico, Cor da letra.
  39. 39. Programas Acessórios Ferramentas de Sistema Scandisk: Varre os discos magnéticos (Disquetes e HDs) em busca de erros lógicos ou físicos em setores. Se existir um erro lógico que possa ser corrigido, o Scandisk o faz, mas se existe um erro físico, ou mesmo um lógico que não possa ser corrigido, o Scandisk marca o setor como defeituoso, para que o Sistema Operacional não mais grave nada neste setor. Desfragmentador: Como o nome já diz, ele reagrupa os fragmentos de arquivos gravados no disco, unindo-os em linha para que eles possam ser lidos com mais rapidez pelo sistema de leitura do disco rígido. Quando um arquivo é gravado no disco, ele utiliza normalmente vários setores, e estes setores nem sempre estão muito próximos, forçando o disco a girar várias vezes para poder ler o arquivo. O desfragmentador corrige isso, juntando os setores de um mesmo arquivo para que o disco não precise girar várias vezes.
  40. 40. Segurança e controle nos arquivos Ferramentas de sistema para segurança  Proteção contra falhas do sistema ou do suporte  Segurança contra usos incorretos ou não autorizadosTécnicas Backup - cópias de segurança periódicas guardadas num lugar seguro até que deixem de ter validade por existirem novas cópias Procedimentos de recuperação – capazes de reconstruir a informação no seu estado anterior à falha através do Backup e dos Registros de operações
  41. 41. Segurança no Sistema Operacional Windows  Sistema operacional utilizado por quase 90% dos usuários de computadores.  Registra mais casos de ataques e ocorrências muito sérias de vírus.  Desenvolvido para ser amigável e prático para os usuários, abre brechas que malfeitores exploram. Linux e Mac OS  Estes sistemas são mais rigorosos com a execução de processos e instalação de programas.  Não são sistemas operacionais muito populares. Independente do sistema operacional e do programa antivírus instalado, é a atenção do usuário que mantém um computador protegido de vírus.
  42. 42. Segurança - Antivírus Curiosidades de sobre vírus  Infecções não acontecem só com os outros  Mac e Linux também possuem vírus  Não é recomendado possuir mais de um antivírus  Phishing é a nova ameaça (design parecido com o original)  O melhor antivírus é você
  43. 43. Segurança - Antivírus Os melhores antivírus de 2010 segundo AV-Comparatives  A AV-Comparatives é uma organização não governamental austríaca, que tem como objetivo realizar e divulgar pesquisas sobre softwares antivírus, de maneira independente e gratuita para o público em geral.  Os testes são realizados em máquinas reais e equipadas com processadores Intel Core 2 Duo de 2,83GHz e 2 GB de memória RAM. Além disso, é sempre escolhido o principal produto de uma marca que seja voltado para o uso doméstico. A organização usa o nível mais alto de segurança oferecido pelo produto e, caso abra alguma exceção, avisa nos relatórios quais configurações foram adotadas.  Analisa os resultados do ano todo e, portanto, pode acontecer de um produto se sobressair nos últimos testes, mas não alcançar uma média satisfatória caso todo o período seja levado em consideração.  AV-Comparatives considera como muito bons todos os softwares que aparecem no relatório. Mesmo que o produto tenha obtido o nível “padrão” de pontos, ele é considerado bom por ter alcançado uma pontuação considerada alta e ter passado por testes bastante rígidos.
  44. 44. Segurança - Antivírus Os melhores antivírus de2010 segundoAV-Comparatives2008: AVIRA2009: Symantec2010: F-Secure Legenda: “ADV+” significa “Avançado+”, “ADV” quer dizer que o produto foi considerado como “Avançado”, “STD” como “padrão” e uma célula cinza indica que o produto foi apenas testado, “N/A”, ela indica que o fabricante do produto em questão não quis que o software fosse avaliado.
  45. 45. Segurança - Antivírus Coisas perigosas de se fazer na Internet  Manter-me conectado  Não atualizar aplicativos  Acessar vídeos comprometedores de artistas  Baixar filmes e softwares ilegais  Conteúdo adulto gratuito  Jogos online  Não cuidar da privacidade em redes sociais  Acessar redes Wi-fi desconhecidas  Mesma senha para tudo  Clique para ganhar...

×