Your SlideShare is downloading. ×
0
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Picasso
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Picasso

9,972

Published on

0 Comments
2 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
9,972
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
274
Comments
0
Likes
2
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1.  
  • 2. Pablo Picasso 25/10/1881 08/04/1973 <ul><li>Nasceu em Málaga – Espanha, e recebeu o nome completo de Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santíssima Trinidad Ruiz y Picasso , filho de María Picasso y López e José Ruiz Blasco. </li></ul><ul><li>O seu pai era pintor e desenhista, mas não tinha muito talento. Don José, dedicava-se a pintar os pombos que pousavam nos plátanos da Plaza de la Merced, perto da sua casa. Ocasionalmente, pedia ao filho para lhe acabar os quadros. Da descendência materna pesquisada, Dona María contava entre os antepassados com dois pintores. As feições de Picasso são também semelhantes às da mãe. </li></ul><ul><li>Recusou o ensino usual, e foi autodidatade em sua formação artística. Ao contrário do que apontam algumas listas, Picasso era destro, como se pode ver no documentário The Mystery of Picasso. </li></ul>
  • 3. Pablo Picasso 25/10/1881 08/04/1973 <ul><li>Entre Madrid e Barcelona </li></ul><ul><li>Em Madrid, instalado num novo atelier, inscreve-se na mais próspera e conceituada academia de artes espanhola, a Real Academia de Belas-Artes de São Fernando. Constantemente, visita o Museu do Prado, onde copiava os grandes mestres, captava-lhes o estilo e tentava imitá-lo, o que se revelou, por um lado, um avanço, pois desenvolvia capacidade efémeras, e por outro lado, uma esagnação de um génio criativo limitado à cópia do trabalho dos históricos, cujas obras também vieram a ser alvo de uma revisitação e reinterpretação de Picasso em fases mais avançadas. </li></ul><ul><li>Porém, a sua estadia em Madrid é interrompida. No início de Julho daquele ano, Picasso adoece com escarlatina e a recuperação obriga-o a retornar a Barcelona, rocolhendo-se logo a seguir com Manuel Pallarés, seu amigo, para a aldeia Horta de Ebro nos Pirinéus. O recolhimento ajudou-o a restabelecer novos e ambiciosos projectos que levou a cabo assim que regressou a Barcelona. </li></ul>
  • 4. Pablo Picasso 25/10/1881 08/04/1973 <ul><li>Entre Madrid e Barcelona </li></ul><ul><li>Afastara-se da academia e do lar paterno, e procurava abrir-se às inovações da arte espanhola, mantendo-se em contacto com os seus representantes mais célebres. O espaço de culta da vanguarda espanhola era o café Els Quatr Gats . Ali conheceu os modernistas e reivalizou com a arte destes, influênciada pela Arte Nova francesa e pelas vanguardas britências. </li></ul><ul><li>Em 1900, nas instalações do mesmo estabelecimento, abre ao público a sua primeira exposição. Entretanto, o desejo de conhecer Paris aumentava. </li></ul>
  • 5. Pablo Picasso 25/10/1881 08/04/1973 <ul><li>Picasso em Paris </li></ul><ul><li>Após iniciar como estudante de arte em Madrid, Picasso fez sua primeira viagem a Paris (1900), a capital artística da Europa. Lá morou com Max Jacob (jornalista e poeta), que o ajudou com a língua francesa. Max dormia de noite e Picasso durante o dia, ele costumava trabalhar à noite. Foi um período de extrema pobreza, frio e desespero. Muitos de seus desenhos tiveram que ser utilizados como material combustível para o aquecimento do quarto. </li></ul><ul><li>Picasso, Halmstad </li></ul><ul><li>Em 1901 com Soler, um amigo, funda uma revista Arte Joven , na cidade de Madri. O primeiro número é todo ilustrado por ele. Foi a partir desta data que Picasso passa a assinar os seus trabalhos simplesmente “Picasso”, anteriormente assinava “Pablo Ruiz y Picasso”. </li></ul>
  • 6. Pablo Picasso 25/10/1881 08/04/1973 <ul><li>Picasso em Paris </li></ul><ul><li>Em 1912, Picasso realizou sua primeira colagem, colou nas telas pedaços de jornais, papéis, tecidos, embalagens de cigarros. </li></ul><ul><li>Apaixonou-se por Olga Koklova, uma bailarina. Casaram-se em 12 de julho de 1918. Neste período o artista já se tornara conhecido e era um artista da sociedade. Quando Olga engravidou, criou uma série de pinturas de mães com filhos. </li></ul><ul><li>Entre o começo e o fim da 2ª Guerra Mundial (1939-1945), dedica-se também à escultura, gravação e cerâmica. Como gravador, domina as diversas técnicas: água-forte, água-tinta, ponta-seca, litogravura e gravura sobre linóleo colorido. Além disso, sua dedicação à arte escultórica era esporádica. Cabeça de Búfalo, Metamorfose é um grande exemplo de seu trabalho com esse meio. É considerado um dos pioneiros em realizar esculturas a partir de junção de diferentes materiais. </li></ul><ul><li>Em 1943, Picasso conhece a pintora Françoise Gilot e tem dois filhos, Claude e Paloma e encontrou um pouco de paz e pintou Alegria de Viver . </li></ul>
  • 7. Pablo Picasso 25/10/1881 08/04/1973 <ul><li>Picasso em Paris </li></ul><ul><li>Em 1968, aos 87 anos, produziu em sete meses uma série de 347 gravuras recuperando os temas da juventude: o circo, as touradas, o teatro, as situações eróticas. Anos mais tarde, uma operação da próstata e da vesícula, além da visão deficiente, põe fim às suas actividades. Como uma honra especial a ele, no seu 90ª aniversário, são comemorados com exposição na grande galeria do Museu do Louvre. Torna-se assim o primeiro artista vivo a expor os seus trabalhos no famoso museu francês. Pablo Picasso morreu a 8 de abril de 1973 em Mougins, França com 91 anos de idade. </li></ul><ul><li>Diz-se que levou toda a sua vida a saber pintar como uma criança. </li></ul>
  • 8. Pablo Picasso 25/10/1881 08/04/1973 <ul><li>Posicionamento Político </li></ul><ul><li>Apesar de expressar publicamente sua simpatia com relação as idéias anarquistas e comunistas, Picasso se recusou a pegar em armas na Primeira Guerra Mundial, na Guerra Civil Espanhola e na Segunda Guerra Mundial. </li></ul><ul><li> Ao chegar em Paris em 5 de Maio de 1901 Picasso morou na casa de Pierre Manach um anarquista espanhol e negociador de artes do qual era amigo. Por este motivo desde aquela época, Picasso seria investigado pela polícia francesa. </li></ul><ul><li> No entanto, durante a Guerra Civil Espanhola, Picasso que continuava vivendo na França mesmo tomando partido pelo lado dos Republicanos, teria se recusado a retornar a seu país de origem. O serviço militar para os espanhóis no estrangeiro era opcional e envolveria um retorno voluntário ao país para alistamento a um dos dois lados. </li></ul><ul><li> Na opinião de alguns de seus contemporâneos esta decisão foi tomada baseada nos ideais de pacifismo de Picasso; mas para outros era covardia. </li></ul>
  • 9. Obras de Arte e Períodos <ul><li>A obra de Picasso é muitas vezes classificada em períodos: Azul (1901–1904), Rosa (1905–1907), Africano (1908–1909), Cubismo Analítico (1909–1912), Cubismo Sintético (1912–1919), Classicismo e Surrealismo. </li></ul>
  • 10. Antes de 1901 Seus primeiros trabalhos estão no Museu Picasso em Barcelona. Principais obras do período: A Primeira Comunhão (1896), uma grande composição que mostra sua irmã, Lola. Quem observa a tela “Primeira Comunhão”, de 1895, encontra sinais de uma técnica extraordinária, como revelam as camadas de branco no vestido na menina. Quem é o autor? Pablo Picasso, que aos 14 anos já dominava as técnicas artísticas convencionais.
  • 11. Periodo Azul 1900-1903 Consiste em obras sombrias em tons de azul e verde azulado, ocasionalmente usando outras cores. Desenhava prostitutas e mendigos e sua influência veio de viagens pela Espanha e do suicídio de seu amigo Carlos Casagemas. A cegueira é um tema recorrente no período e está também em The Blindman's Meal e no retrato Celestina . Outros temas frequentes são artistas, acrobatas e arlequins. O arlequim se tornou um símbolo pessoal para Picasso.
  • 12. Periodo Azul 1900-1903 La Vie The Frugal Repast The Blindman's Meal
  • 13. Periodo Rosa 1904-1906 Em 1906 Picasso conhece Matisse e depois Derain e Braque. Nesta altura vivia com Fernande Olivier em Montmartre. Uma melhoria económica e uma vida mais feliz animam a sua paleta com tonalidades cor-de-rosa. Os temas preferidos do seu período azul (pedintes, crianças franzinas e mulheres angustiadas) dão lugar a artistas de rua, arlequins e raparigas viçosas. Garçon a La Pipe Mulher com Leque Famille de Saltimbanques
  • 14. Periodo Africano 1906-1910 Em 1906 descobre as máscaras africanas de Derain e a influência destas na sua pintura é detectável no fim desse ano, dando origem ao período africano. Picasso procura transmitir profundidade e vigor ao volume dos corpos. O exemplo mais conseguido é Les Demoiselles d’Avignon, em 1907: os seus corpos fragmentados, vistos de vários ângulos, anunciam o cubismo. Não obstante, todo este período acusa a influência de Cézanne. Les Demoiselles d’Avignon
  • 15. Historicamente o Cubismo originou-se na obra de Cézanne, pois para ele a pintura deveria tratar as formas da natureza como se fossem cones, esferas e cilindros. Entretanto, os cubistas foram mais longe do que Cézanne. Passaram a representar os objetos com todas as suas partes num mesmo plano. É como se eles estivessem abertos e apresentassem todos os seus lados no plano frontal em relação ao espectador. Na verdade, essa atitude de decompor os objetos não tinha nenhum compromisso de fidelidade com a aparência real das coisas. O pintor cubista tenta representar os objetos em três dimensões, numa superfície plana, sob formas geométricas, com o predomínio de linhas retas. Não representa, mas sugere a estrutura dos corpos ou objetos. Representa-os como se movimentassem em torno deles, vendo-os sob todos os ângulos visuais, por cima e por baixo, percebendo todos os planos e volumes. CUBISMO
  • 16. Principais características:  * geometrização das formas e volumes;  * renúncia à perspectiva;  * o claro-escuro perde sua função;  * representação do volume colorido sobre superfícies planas;  * sensação de pintura escultórica;  * cores austeras, do branco ao negro passando pelo cinza, por um ocre apagado ou um castanho suave.   O cubismo se divide em duas fases: CUBISMO ANALÍTICO CUBISMO SINTÉTICO CUBISMO
  • 17. Cubismo Analitico 1910-1912 É um estilo de pintura que Picasso desenvolveu com Braque usando cores marrons monocromáticas. Eles pegaram objetos e os analisaram em suas formas. A pinturas de Picasso e Braque eram muito semelhantes nesse período. Girl with a Mandolim
  • 18. Cubismo Sintetico 1914 É um desenvolvimento posterior do Cubismo no qual fragmentos de papel (papel de parede ou jornais) eram colados em composições, marcado o primeiro uso da colagem nas artes plásticas. Natureza Morta
  • 19. Guernica 1937 Guernica é um painel pintado por Pablo Picasso em 1937 por ocasião da Exposição Internacional de Paris. Foi exposto no pavilhão da República Espanhola. Medindo 350 por 782 cm, esta tela pintada a óleo é normalmente tratada como representativa do bombardeio sofrido pela cidade espanhola de Guernica em 26 de abril de 1937 por aviões alemães, apoiando o ditador Francisco Franco. Actualmente está no Centro Nacional de Arte Rainha Sofia, em Madrid.
  • 20. Guernica 1937 Composição A pintura foi feita com uso de cores, em preto e branco - algo que demonstrava o sentimento de repúdio do artista ao bombardeio da cidadezinha espanhola. Claramente em estilo cubista, Picasso retrata pessoas, animais e edifícios nascidos pelo intenso bombardeio da força aérea alemã (Luftwaffe), já sob o controle de Hitler, aliado de Francisco Franco da Silva. Morando em Paris, o artista soube dos fatos desumanos e brutais através de jornais - e daí supõe-se tenha saído a inspiração para a retratação monocromática do fato. Sua composição retrata as figuras ao estilo dos frisos dos templos gregos, através de um enquadramento triangular das mesmas. O posicionamento diagonal da cabeça feminina, olhando para a esquerda, remete o observador a dirigir também seu olhar da direita para a esquerda, até o lampião trazido ainda aceso sobre um braço decepado e, finalmente, à representação de uma bomba explodindo.
  • 21. Guernica 1937 <ul><li>“ Não, a pintura não está feita para decorar os cômodos. É um instrumento de guerra ofensivo e defensivo contra o inimigo.” </li></ul><ul><ul><ul><li>Pablo Picasso, sobre Guernica . </li></ul></ul></ul>
  • 22. Guernica 1937 Guernica
  • 23. Guernica 1937 Curiosidades e Folclore Conta-se que, em 1940, com Paris ocupada pelos nazistas, um oficial alemão, diante de uma fotografia reproduzindo o painel, perguntou a Picasso se havia sido ele quem tinha feito aquilo. O pintor, então, teria respondido: &quot; Não, foram vocês! &quot;. Na parte central (inferior direito) do quadro, a pelagem do cavalo mutilado é retratada com pequenos traços verticais. Picasso teria começado a fazê-las, mas quem as terminou teria sido sua esposa, pois o artista teria dito que davam muito trabalho. Esteve exposto no Casón del Buen Retiro antes de ir para o Museu Reina Sofia em 1992.
  • 24. Guernica 1937 Curiosidades e Folclore O quadro, transferido para Nova Iorque durante a Segunda Guerra Mundial, recebeu do pintor a ordem de que apenas quando a Espanha natal fosse um país democrático poderia para lá ser transladada. Ficou sob a guarda do Museu de Arte Moderna de Nova York - MOMA. Isso ocorreu apenas a 9 de Setembro de 1981, sendo Guernica retirada do MOMA rumo a Madrid. Tinha chegado ao final a peregrinação da obra a que chamavam os espanhóis de &quot; el último exiliado &quot;. Em janeiro de 1973,e com o título &quot;The Great Guernica Fraud&quot;, o professor Jeffrey Hart do Dartmouth College, publicou no National Review um estudo onde sustenta a tese de que bombardeio de Guernica não ocorreu. O artigo foi reimpresso nos jornais &quot;Die Welt&quot; e &quot;Il Tempo&quot;. No último teve o título: &quot;Revelações sensacionais destroem um Mito&quot;
  • 25. Roubo das Obras no Brasil No dia 20 de dezembro de 2007, por volta das 5:00 horas da manhã, três homens invadiram o Museu de Arte de São Paulo (MASP), levando dois quadros considerados dos mais importantes do acervo: O lavrador de café de Cândido Portinari e Retrato de Suzanne Bloch de Pablo Picasso. O tempo para o roubo das duas obras de artes durou três minutos. O quadro foi recuperado dia 8 de janeiro de 2008 em Ferraz de Vasconcelos, Região Metropolitana de São Paulo, intacta. Dois homens foram presos.
  • 26.  

×