• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Aula 4 praticas trabalhistas
 

Aula 4 praticas trabalhistas

on

  • 1,781 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,781
Views on SlideShare
1,781
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
41
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Aula 4 praticas trabalhistas Aula 4 praticas trabalhistas Presentation Transcript

    • Universidade de SorocabaRelações trabalhistas Profª Andréia Maria Lins E-mail: andreialins.lins@bol.com.br Praticas trabalhistas 01/03/2013 Prof ªAndreia Maria Lins Martins
    • Jornada de Trabalho 8 horas diárias  44 horas semanais  220 hrs mês  IRPF  INSS  Férias  13  Salário Família
    • Tabela de IRPF 2013  http://www.receita.fazenda.gov.br/aliquotas/ContribFont.htm Base de cálculo mensal Alíquota % em R$ Até 1.710,78 Isento De 1.710,79 até 2.563,91 7,5 De 2.563,92 até 3.418,59 15,0 De 3.418,60 até 4.271,59 22,5 Acima de 4.271,59 27,5 Profª Andréia Maria Lins
    • Tabela de INSS 2013 Salário de Contribuição Alíquota para fins R$ recolhimento ao INSS Até 1.247,70 8% De 1,247,71 à 2.079,50 9% De 2.079,51 à 4.159,00 11% Profª Andréia Maria Lins
    • Férias  No Brasil, a legislação trabalhista estabelece um mínimo de 20 ou 30 dias consecutivos por ano de férias, sendo que aqueles que têm apenas 20 dias podem requerer compensação pelos outros 10 dias em forma de aumento no salário. Um trabalhador deve gozar as férias necessariamente entre 12 e 24 meses decorridos desde data da sua contratação, ou desde as últimas férias. Prof ª Andreia Maria Lins Martins
    • Praticas Trabalhistas  DIREITO ÀS FÉRIAS  Todo empregado terá direito anualmente ao gozo de um período de férias, sem prejuízo da remuneração, computando- se este período inclusive como tempo de serviço, na seguinte proporção: Prof ª Andreia Maria Lins Martins
    • Faltas Injustificadas . Até – injustificadas Direito a Férias 5 – faltas 30 De 6 a 14 – faltas 24 De 15 a 23 – faltas 18 De 24 a 32 – faltas 12 Acima de 32 – faltas 00 Prof. ª Andréia Maria Lins Martins
    • Praticas Trabalhistas  Comunicação ao Empregado A concessão das férias deverá ser comunicada ao empregado, por escrito, com antecedência mínima de 30 dias, mediante "aviso de férias" em 2 vias, mencionando o período aquisitivo a que se referem e os dias em que serão gozadas, dando o empregado ciência.  Andréia Maria Lins
    • Praticas Trabalhistas  PRAZO PARA PAGAMENTO O pagamento das férias, do adicional de 1/3 (um terço) constitucional e do abono pecuniário deverá ser feito até dois dias antes do início do período de férias. Neste momento, o empregado dará quitação do pagamento, em recibo, no qual deverão constar as datas de início e término do respectivo período Prof. ª Andréia Maria Lins Martins
    • Praticas Trabalhistas  ADIANTAMENTO DA 1ª PARCELA DO 13º SALÁRIO  Fazem jus ao adiantamento da primeira parcela do 13º salário os empregados que gozarem férias a partir do mês de fevereiro do correspondente ano. O empregado que quiser receber a primeira parcela do 13º salário deverá requerê-la no mês de janeiro do ano correspondente Prof. ª Andréia Maria Lins Martins
    • Praticas Trabalhistas  FÉRIAS E PARTO  Se, durante as férias da empregada gestante, ocorrer o nascimento da criança, o gozo das mesmas ficará suspenso e será concedida a licença-maternidade.   Após o término do respectivo benefício, as férias serão retomadas, efetuando-se o pagamento das diferenças salariais ocorridas durante o período da licença-maternidade, se for o caso. Andréia Maria Lins
    • Praticas Trabalhistas  FÉRIAS E DOENÇA  O empregado que ficar doente durante as férias não terá seu período de gozo suspenso ou interrompido.  Após o término das férias, se o empregado continuar doente, começará a contar a partir dali os 15 dias para a empresa efetuar o pagamento, competindo à Previdência Social conceder o auxílio-doença previdenciário após referido período. Andréia Maria Lins
    • Praticas Trabalhistas FÉRIAS E AVISO PRÉVIO  O empregador deverá computar como tempo de serviço para efeito de férias o prazo do aviso prévio trabalhado e do indenizado, conforme determina o artigo 487, parágrafo 1º da CLT.  O aviso prévio também não poderá ser concedido durante o período de férias, em virtude da incompatibilidade entre os objetivos de cada um desses institutos Andréia Maria Lins
    • Praticas Trabalhistas  EMPREGADOS COM MENOS DE 12 MESES DE SERVIÇO “O empregado que se demite antes de completar 12 (doze) meses de serviço tem direito a férias proporcionais.”  o Enunciado 261 do TST, reformulado pela Resolução 121/2003 (DOU 19.11.2003), assim dispõe: Prof. ª Andréia Maria Lins Martins
    • 13° Salário A gratificação de Natal, ou gratificação natalina, popularmente conhecida como décimo terceiro salário (13o salário), é uma gratificação instituída no Brasil, que deve ser paga ao empregado em duas parcelas até o final do ano, no valor corresponde a 1/12 (um doze avos) da remuneração para cada mês trabalhado. Prof. ª Andréia Maria Lins Martins
    • 13° Salário  Ao contrário do cálculo feito para férias proporcionais, o Décimo Terceiro é devido por mês trabalhado, ou fração do mês igual ou superior a 15 dias.  Desta maneira, se o empregado trabalhou, por exemplo, de 1º. de janeiro a 14 de março, terá direito a 2/12 (dois doze avos) de 13°. proporcional, pelo fato da fração do mês de março não ter sido igual ou superior a 15 dias.  Desta forma, o cálculo é feito mês a mês, observando sempre a fração igual ou superior a 15 dias. Prof. ª Andréia Maria Lins Martins
    • Pagamento das parcelas do 13ºsalário  adiantamento da 1ª parcela, correspondente a metade da remuneração devida ao empregado no mês anterior, seja paga entre os meses de fevereiro até o último dia do mês de novembro (30 de novembro). Andréia Maria Lins
    • Pagamento da 2° parcelas do 13ºsalário  Já a 2ª parcela deve ser quitada até o dia 20 de dezembro, tendo como base de cálculo a remuneração deste mês, descontado o adiantamento da 1a. parcela. Prof. ª Andréia Maria Lins Martins