• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Apresentação corporativa
 

Apresentação corporativa

on

  • 572 views

 

Statistics

Views

Total Views
572
Views on SlideShare
546
Embed Views
26

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

2 Embeds 26

http://ri.mmx.com.br 25
http://mmx.riweb.com.br 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Apresentação corporativa Apresentação corporativa Presentation Transcript

    • MMX: Criando alternativas nofornecimento transoceânico de minério de ferro Junho, 2011
    • Aviso Esta apresentação contém algumas afirmações e informações prospectivas relacionadas a Companhia que refletem a atual visão e/ou expectativas da Companhia e de sua administração a respeito de seu plano de negócios. Afirmações prospectivas incluem, entre outras, todas as afirmações que denotam previsão, projeção, indicam ou implicam resultados, performance ou realizações futuras, podendo conter palavras como "acreditar", "prever", "esperar", "contemplar", "provavelmente resultará" ou outras palavras ou expressões de acepção semelhante. Tais afirmações estão sujeitas a uma série de expressivos riscos, incertezas e premissas. Advertimos que diversos fatores importantes podem fazer com que os resultados reais divirjam de maneira relevante dos planos, objetivos, expectativas, estimativas e intenções expressos nesta apresentação. Em nenhuma hipótese a Companhia ou suas subsidiárias, seus conselheiros, diretores, representantes ou empregados serão responsáveis perante quaisquer terceiros (inclusive investidores) por decisões ou atos de investimento ou negócios tomados com base nas informações e afirmações constantes desta apresentação, e tampouco por danos conseqüentes, indiretos ou semelhantes. A Companhia não tem intenção de fornecer aos eventuais detentores de ações uma revisão das afirmações prospectivas ou análise das diferenças entre as afirmações prospectivas e os resultados reais. Esta apresentação e seu teor constituem informação de propriedade da Companhia, não podendo ser reproduzidos ou divulgados no todo ou em parte sem a sua prévia anuência por escrito. Relações com Investidores Roger Downey – CEO & DRI Camila Anker– Gerente de RI Rafaela Gunzburger – Analista Beatriz Yoshinaga - Assistente Tel. + 55 21 2555-6197/ 6338 / 4240 ri@mmx.com.br
    • Uma História Única
    • Fatores para sucesso no mercado deminério de ferro Logística Proprietária de 100% do Superporto Sudeste para 50 Mtpa, com capacidade de expansão para 100 Mtpa, permitido acesso ao mercado Garantida transoceânico Estrutura de Infra-estrutura integrada com a linha ferroviária existente da MRS Custo proporcionando ligação entre mina e porto CompetitivoAmpla Base de SRK certificou1,5 bilhão de toneladas de recursos minerais e potencial Recursos mineral de até 1,4 bilhão de toneladas Situação Balanço Patrimonial consistente e escopo do projeto atraem Financeira financiamentos competitivos Sólida Operação atual proporciona sólido Fluxo de Caixa Histórico Diretoria com experiência em Projetos Brownfield. Operacional Nível de produção atual de10 Mtpa (Serra Azul e Corumbá) Venda 64% da produção futura está comprometida com contratos de vendaComprometida de longo prazo 4
    • A única de sua categoria Localização Singularidades da MMX • Produção futura comprometida com importantes consumidores globais – China e Coréia do Sul – através de contratos de venda de longo prazo • Projeto Brownfield • Expansão além de 50 mtpa no Brasil e Chile, através dos sistemas totalmente integrados: Porto próprio com profunidade para movimentar Capesize. • Porto com localização propícia e Balanço Patrimonial consistente alavancam significativa criação de valor através da consolidação de recursos de minério de ferro na região Sudete do Corumbá System Brasil Chile System Sudeste System • Geração de Caixa consisntente • Histórico comprovado de criação de valor para os acionistas 5
    • MMXM3: Sólidos Acionistas ControladoresRigoroso padrão de Governaça Corporativa Estrutura 16% 42% Acionista Controlador 28% 14% Free Float 70% 100% 100% 92% MMX Minera MMX Superporto Corumbá MMX Bom Sucesso em estudos de Sudeste Sudeste Mineração do Chile engenharia básica. 30% EBX Brasil S/A Sistema Corumbá start-up em 2005 (Mineração); 100% 100% Ativos adquiridos pela MMX (AVG: Serra Bom dez-07; Minerminas: jan-08) Azul Sucesso Governança Corporativa • Novo Mercado • Rigorosos padrões de Governança Corporativa • Apenas ações ordinárias com direito a voto • Os acionistas têm100% tag-along, direito de preferência • Membros Independentes no Conselho de Administração • Divulgação do Contrato com Partes-Relacionadas • Comitê de Auditoria • Políticas da MMX • Divulgação e Uso da Informação • Governança Corporativa • Negociação de Valores Mobiliários 6
    • DiretoriaMais de 135 anos de experência com minério de ferro 16 anos na indústria de mineração na Vale , Rio Tinto e Caemi Roger Downey Diretor Presidente e de Diretor da área de Esquity Research do Banco Credit Suisse entre 2005 e Relações com Investidores 2009, onde era responsável pela cobertura de empresas de mineração e siderurgia da América Latina Guilherme F. Escalhão Aproximadamente 25 anos de experiência no setor de mineração Diretor Financeiro Exerceu cargos de diretoria e integrou o Conselho de Administração em empresas como Vale , Grupo Caemi e MRS Logística Chequer H. B. Habib Mais de 40 anos de experiência no setor de mineração Diretor reponsável pela Exerceu cargos de diretoria em empresas como Vale, S.A Mineração da área Comercial Trindade (SAMITRI), Ferteco Mineração, GIIC (Vale subsidiary) and AVG Mineração Luciano C. Ferreira Mais de 25 anos de experiência no setor de mineração, siderurgia e porto Diretor responsável pela área Exerceu cargos de diretoria em empresas como Caemi, Vale and Companhia De Operações Portuárias Siderúrgica Pecém Antônio A. Schettino Fróes Cerca de 30 anos de experiência no setor de mineração Diretor responsável pelas áreas de Exerceu cargos gerenciais em empresas como Caemi, Odebrecht, CSN and Operações e de Desenvolvimento e Votorantim Siderurgia Implantação de Projetos 7
    • Financial highlights EBITDA (R$ milhão) Vendas (milhão ton) 90 71,7 2,5 2,0 0,3 60 39,7 1,5 0,3 0,6 30 1,0 1,7 1,3 0,5 0,9 0 0,0 (23,4) -30 1T10 4T10 1T11 1T10 4T10 1T11 MI ME Lucro Líquido (R$ milhão) (Dívida Líquida) ou Caixa Líquido (R$ bilhão) 100 1.200 926 50 800 72,7 63,8 517 0 400 -50 (76,1) 0 -100 -400 (289) 1T10 4T10 1T11 1T10 4T10 1T11 8
    • Sistema SudesteSerra Azul & Bom Sucesso
    • MMX Sudete: Logística intregada conectaProjetos Brownfield ao mercado transoceânico Produção de minério de ferro conectada ao Superporto Sudeste pela MRS 10
    • Serra Azul Crescimento através da consolidação alavancando infra estrutura existente 11
    • Serra Azul Destaques Serra Azul • Custos de produção competitivos e logística integrada • Alta qualidade de minério de ferro para fornecer ao mercado transoceânico • 64% da produção futura comprometida com contratos de venda de longo prazo • Oportunidades de consolidação e sinergia levam a criação de valor adicional • Potencial significativo de crescimento através da expansão geográfica • CAPEX: estimado: US$ 79/ton Atualização sobre Projeto • EIA/RIMA protocolado em Novembro de 2010 Qualidade do Sinter Feed atual • Audiência Pública: Março 2011 Fe: 64,5% P: 0,06% • Relatório de recursos minerais auditados pela SRK: 919 Mt+ SiO2: 4,5% Mn: 0,02% potencial de 570 Mt AL2O3: 1,20% H2O: 8,5% • Sondagem realizada: 24 mil metros Qualidade do Pellet Feed futuro • Compra de equipamentos em andamento Fe: 67,0% P: 0,03% • Engenharia Básica completa SiO2: 3,5% Mn: 0,05% AL2O3: 0,5% 12 12
    • Serra Azul Seção Geológica Itabirito Friável Itabirito Compacto 13
    • Serra Azul Projeto de Expansão de Serra Azul Cava Nova Planta Correia transportadora, linha de transmissão e duto de água Pátio de estocagem e Terminal ferroviário 14
    • Serra Azul CAPEX (R$ Milhão) Capacidade de Produção(Mtpa) * 2.960 25,3 25,3 25,3 24 21,7 20,4 24 24 24 24 9,3 10 10 1,3 1,3 539 0,6 8,7 8,7 8,7 49 1,3 1,3 1,3 1,3 2010 2011 2012-2016 CAPEX 79 USD/ton Capacidade atual GVA Expansão * Ajustada pelo tempo 15
    • Acordo com Usiminas Pau de Vinho Mineração Conjunta Movimentação Superporto Sudeste • Recursos de 875 M tons em Pau de Vinho, estimativas • Tarifa: USD 12.63/ton ajustado pelo US-PPI baseadas nos estudos da Usiminas • Volumes: • Meta de produção de Pau de Vinho: 8 Mtpa • 2012 = 3 Mtpa • Sinergia com a operação atual da MMX em Serra Azul • 2013 = 4 Mtpa • 13,5% da produção de Pau de Vinho será entregue a • 2014 = 8 Mtpa Usiminas • 2015 = 12 Mtpa • MMX será responsável pelo licenciamento, CAPEX e • 2016 = 12 Mtpa operação por 30 anos • 80% Take-or-Pay • Usiminas possui a opção de renovação do contrato de 1 a 5 anos 16
    • Bom Sucesso Destaques Unidade de Bom Sucesso • Minério de ferro magnetitíco de alta qualidade para fornecimento no mercado transoceânico • Meta de produção: 10 Mtpa • CAPEX estimado: US$ 81/ton • 64% da produção futura comprometida com contratos de venda de longo prazo Atualização sobre o Projeto • Engenharia Conceitual • EIA RIMA protocolado em Novembro/ 2010 • Relatório de recursos minerais auditados pela SRK: 365 Mt+ potencial de 741 Mt Qualidade esperada– Testes preliminates em Ouro Preto Fe: 67,2% P: 0,033% SiO2: 2,5% PPC: 0,6% AL2O3: 0,5% FeO: 8,8% 17
    • Bom Sucesso CAPEX (R$ Milhões) Capacidade de Produção(Mtpa) * 1.424 9,8 10 6,5 5 38 2010 2011 2012-2016 2015 2016 2017... CAPEX 81 USD/ton * Ajustada pelo tempo 18
    • Superporto Sudeste Destaques Superporto Sudeste • 50 mtpa de capacidade, com capacidade de expansão para 100 mtpa • Movimentação de Navios Capesize • Carregamento: 2 carregador de navio de 25 Mtpa cada • 100% financiado (BNDES) • Previsão para início: 3T12 • 100% dos equipamentos já encomendados • Licença para 100 Mtpa em andamento Atualização sobre o Projeto • 100% licenciado para 50 Mtpa • Aprovação da Marinha para 100 Mtpa • Túnel: 1.200 metros já escavados em 02 de Junho • Túnel: média de escavação: 7 metros por dia 19
    • Superporto Sudeste Único terminal de granéis na Região de Sepetiba que recebeu licença desde o terminal de minério de ferro da CSN Prédios Pátio de Minério Administrativos El. 32 Pátio de Minério El. 6 Viradores de Pêra Vagões Ferroviário 20
    • Superporto Sudeste CAPEX (R$ Milhão) Financiamento: BNDES FINAME - PSI 1.282 • Valor Total: R$ 407,1 mm • Taxa de juros por ano: 4,50% • Amortização: 8 anos • Período de carência: 2 anos Financiamento: BNDES FINEM • Valor Total: R$ 805,1 mm 286 • Taxa de juros por ano : TJLP + 2,18% • Amortização: 10 anos 86 40 63 • Período de carência : 2 anos 2007 2008 2009 2010 2011/2012 21
    • Chile
    • Chile Destaques do Projeto Chile • Um dos menores custos de produção no mercado transoceânico • Minério de ferro magnetitíco de alta qualidade para fornecimento no mercado transoceânico • Meta de produção: 10 Mtpa • 50% da produção comprometida com contratos de venda de longo prazo • 290 Mt de potencial de minério de ferro garantidos Atualização sobre Projeto • Porto Punta Cachos 100% licenciado • Sondagem realizada: 19 mil metros • Outorga de água Qualidade esperada: Testes preliminates em Ouro Preto Fe: 67,50% SiO2: 2,5% Al2O3: 0,85% P: 0,015% 23
    • Chile Porto Punta Cachos • EBX possui uma propriedade na região do Atacama com 240.000 ha • Porto 100% licenciado • Porto de águas profundas – 28 metros de calado: Chinamax Vessels • Outorga de água • MPX Terméletrica BERÇO N° 1 – CARVÃO BERÇO N° 2 – MINÉRIO DE FERRO BERÇO N° 3 – COBRE 24
    • Corumbá
    • Corumbá Destaques do Projeto Corumbá • Lump com alta qualidade • Capacidade atual: 2,1 Mtpa • Contratos de longo prazo com companhias internacionais de transporte fluvial • 77% da produção comprometida com contratos de venda de longo prazo • Relatório de recursos minerais auditados pela SRK: 244 Mt + potencial adicional de 123 Mt 26
    • Crescimento do Volume por Sistema Capacidade de Produção Estimada (Mtpa) 40 Chile Corumbá Sudeste 35,3 35 1,3* 30 25 20 34 15 10 10 8,7 5 2,1 2,1 0 0 2011 2016E Pau de Vinho + Consolidação fornecem potencial volume adicional 27
    • OBRIGADO