Your SlideShare is downloading. ×
0
Entrevista semi estruturada
Entrevista semi estruturada
Entrevista semi estruturada
Entrevista semi estruturada
Entrevista semi estruturada
Entrevista semi estruturada
Entrevista semi estruturada
Entrevista semi estruturada
Entrevista semi estruturada
Entrevista semi estruturada
Entrevista semi estruturada
Entrevista semi estruturada
Entrevista semi estruturada
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Entrevista semi estruturada

51,970

Published on

entrevista

entrevista

Published in: Education
1 Comment
7 Likes
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
51,970
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
397
Comments
1
Likes
7
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Entrevista semi-estruturada<br />Trabalho de Lurdes Martins<br />Mestrado em Pedagogia do Elearning’03<br />UC Metodos de investigação em Contexto Online<br />
  • 2. Conceito<br />Entrevista semi-estruturada - similar a uma conversa/diálogo com o entrevistado;<br /> baseia-se em certos assuntos que se pretende focar;<br />não é tão rígida quanto uma entrevista formal;<br />
  • 3. Conceito ( cont.)<br />A entrevista semi-estruturada é similar a uma conversa/diálogo com o entrevistado;<br />baseia-se no assunto que pretende focar;<br />mas não é tão rígida quanto uma entrevista formal;<br />
  • 4. Conceito (cont.)<br />possui um guião que é adaptável e que não segue um modelo rígido;<br />permite aprofundar questões;<br />aflexibilidade e possibilidade de adaptação ao entrevistado, às suas reacções ou ao contexto, permitem uma recolha de dados mais alargada. <br />
  • 5. Utilização<br />O guião da entrevista semi-estruturada tem como finalidades:<br /> possibilitar a recolha de dados qualitativos comparáveis de confiança;<br />permitir compreender, de forma mais profunda, tópicos de interesse para o desenvolvimento de questões semi-estruturadas relevantes e significantes; <br />
  • 6. Utilização ( cont.)<br />a habilidade do entrevistador para perspectivar tópicos que podem sair do guião da entrevista torna possível, contudo, a identificação de novos caminhos para ver e compreender o tema a investigar. <br />
  • 7. Pontos fortes<br />melhor percepção de mudanças ou diferenças individuais;<br />maior adaptação da entrevista ao entrevistado;<br />flexibilidade na gestão do tempo;<br />mais diversificação na abordagem dos tópicos;<br />maior individualização da comunicação.<br />
  • 8. Pontos fracos<br />Requer mais tempo;<br />requer um entrevistador experiente;<br />limita o número de sujeitos no estudo;<br />maior dispêndio de tempo no tratamento de dados;<br />fiabilidade dos elementos recolhidos relativamente aos participantes ou ao guião.<br />
  • 9. Registos da Entrevista<br />Tomada de notas;<br />registo áudio;<br />registo vídeo.<br />
  • 10. Aspectos a seguir na aplicação da entrevista:<br />Linguagem acessível;<br />respeitar os papéis de entrevistador e entrevistado, não os invertendo;<br />desmobilizar divagações do entrevistado;<br />estimular o entrevistado a clarificar as suas ideias;<br />
  • 11. Aspectos a seguir na aplicação da entrevista ( cont.):<br />sintetizar, pontualmente, as opiniões do entrevistado para se confirmar que se comprendeu as respostas expressas;<br />recolher informação o mais vasta possível;<br />se presencial, estar atento a interacções não verbais;<br />
  • 12. Aspectos a seguir na aplicação da entrevista ( cont.):<br />ser sensível à agenda do entrevistado e às suas limitações temporais; <br />preparar gradualmente o fim da entrevista, resumindo ideias ou clarificando;<br /> agradecer, no final da entrevista, a ajuda prestada.<br />
  • 13. Bibiografia<br />Costa, Cristina et al.(2004) “A entrevista”, acessível em http://www.educ.fc.ul.pt/docentes/ichagas/mi1/entrevistat2.pdf<br />“Guião de entrevista”, acessível em http://www.scribd.com/doc/2675964/01-guiao-de-entrevista<br />Projecto Ciência Viva, acessível em http://www.cienciaviva.pt/projectos/esat/materiais/guiao.pdf<br />"Interviewing in qualitative research” acessível em http://fds.oup.com/www.oup.co.uk/pdf/0-19-874204-5chap15.pdf<br />

×