Your SlideShare is downloading. ×
Workshop E-business Parte II
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Workshop E-business Parte II

1,143
views

Published on


0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
1,143
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
22
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Classes de e-Business B2B B2G B2C G2C C2C B2E Etc...
  • 2. Classes de e-Business B2B - Business to Business B2C - Business to Consumer C2C - Consumer to Consumer B2G - Business to Governement G2C - Government to Consumer B2E - Business to Employee
  • 3. Classes de e-Business B2B – Negócios entre empresas Ex.:
  • 4. Classes de e-Business B2C – Negócios feitos de empresas para consumidor final Ex.:
  • 5. Classes de e-Business C2C – Negócios feitos entre consumidores Ex.:
  • 6. Classes de e-Business E mais... >> B2E >> B2G 1/3 do investimento em B2B (cerca de US$ 3,7 bilhões) é referente a negociações entre instituições públicas e privadas, o B2G.
  • 7. Intranet Extranet Mobile Blogs Redes sociais Soluções que auxiliam na viabilização do e-Business
  • 8. A intranet começou a ser implantada pelas empresas a partir de 1995, embora já fosse utilizada por grupos de. estudantes Intranet
  • 9. Intranet Rede privada de computadores baseada nos padrões de comunicação da Internet.
  • 10. Intranet Outras definições É uma versão da Internet para uso de um grupo determinado de pessoas O uso da intranet é mais comum dentro de uma empresa É a conectividade da força de trabalho de uma corporação > Conecta pessoas > Possibilita aumento da produtividade, economia de tempo e redução de custos
  • 11. Intranet Vantagens
    • Mantém uma única fonte de informação
    • Reduz gasto com material impresso e com mão de obra de distribuição
    • Fornece os recursos da Internet sem o risco de invasão
    • Agiliza a comunicação entre pessoas e áreas
    • A empresa ganha em agilidade e exatidão na tomada de decisões
    • As informações podem ser distribuídas em tempo real a todos que fazem parte dela
  • 12. Intranet
    • Informações unificadas
    • Instalação e administração facilitada
    • Arquitetura aberta a todos os grupos
    Benefícios técnicos 4. Acesso mais rápido a informações 5. Auxilia na tomada de decisão 6. Compartilha conhecimento
  • 13. Intranet Desvantagens
    • É necessário configurar e manter alguns aplicativos separados, como correio eletrônico e servidores WEB.
    • As Intranets exigem uma rede com o protocolo TCP/IP. As outras soluções de software funcionam com os protocolos de transmissão de rede local existentes.
    • Exige atenção e dedicação da equipe de manutenção para acompanhar o dinamismo da web e manter o servidor constantemente atualizado.
  • 14. Intranet
    • Excesso de aplicativos – deve-se ter cautela para que um aplicativo não impacte no desempenho de outros
    • Excesso de informações – todos os usuários devem ser devidamente treinados. A transparência exagerada de informações que a intranet permite pode colocar em risco a harmonia da equipe*
    Cuidados na implantação e utilização * FRANCO JR (2001)
  • 15. Intranet Componentes básicos TCP/IP – Transmission Control Protocol/ Internet Protocol Hardware e Software A Intranet requer um servidor Web, que possa rodar sobre os mais variados sistemas operacionais, como Unix, Mac ou Windows. É preciso ter arquivos de HTML para alimentar o browser. Rede ... que execute o protocolo TCP/IP. Deve haver bastante banda passante para o tráfego envolvido, incluindo dados multimídia. Segurança ... é imprescindível a instalação de um programa Firewall para a conexão com a rede externa.
  • 16. Intranet – Responsabilidades Comitê consultivo Responsável pela reavaliação periódica e redirecionamento da intranet. Deve ser composto por executivos do alto escalão da empresa em reuniões semestrais. Comitê executivo Responsável pela administração do dia-a-dia. Compete assegurar obediência às guidelines , prestar suporte às áreas e propor melhorias ao comitê consultivo. Coordenadores Responsáveis pela aprovação do conteúdo gerado pelos respectivos gestores. Geralmente são pessoas com visão estratégica e poder de decisão nas áreas de negócios. Gestores de conteúdo Responsáveis pela captação e atualização do conteúdo em cada área.
  • 17. Intranet Otimiza a comunicação - o fluxo de informações dentro de uma empresa ocorre de forma segura, pois há o controle e monitoração do tráfego e de senhas de validação de usuários. Melhora a produtividade - propicia solidez na comunicação global interna. Interliga as áreas. Podem se comunicar via acesso restrito com o uso de login e senha. Documentos podem ser arquivados no webserver , disponíveis apenas a quem de direito. Assim evita ocupar o espaço do disco rígido do computador. Evita o envio de e-mails com arquivos atachados. Pode ser usada para reuniões, conferências, fóruns etc É uma importante ferramenta para implementação de sistemas de controles gerenciais, Vantagens na comunicação
  • 18. Intranet E-Learning - Cursos e treinamentos Mudança de área Interatividade Troca de experiências Gestão do conhecimento Valorização humana Endomarketing Serviços que podem ser disponibilizados Integração com ERP
  • 19. Modelo de intranet funcional
  • 20. Modelo de intranet funcional
  • 21. Modelo de intranet funcional
  • 22. Modelo de intranet funcional
  • 23. Modelo de intranet funcional Nomes dos funcionários nomes dos funcionários
  • 24. Modelo de intranet funcional
  • 25. Modelo de intranet funcional
  • 26. Modelo de intranet funcional
  • 27. Intranet – a hora de reformular Em que momento isso ocorre? 1 – Quando faltam ferramentas 2 – Quando o layout está ultrapassado 3 – Quando as funcionalidades não atendem mais as necessidades O que fazer? Avaliar todas as necessidades e partir de um ponto. Considerar os seguintes métodos: - Avaliação Heurística - identifica problemas individualizados - Questionário - feedback dos usuários - Entrevistas – saber o que gestores e equipes precisam - Focus Groups – reações espontâneas dos usuários
  • 28. Extranet O que é? - Compartilhamento de redes - União de intranets - Rede utilizada por meio de autenticação e de servidores seguros
  • 29. Extranet É uma combinação de uso da INTERNET com INTRANET, com acesso temporário e restrito de dentro para fora e de fora para dentro da rede da empresa. Como funciona? - Por meio de uma rede corporativa restrita a usuários cadastrados - As informações são transmitidas pela internet - Utiliza-se login e senha e servidores com sistema de firewall
  • 30. Extranet Para que serve?
    • Facilitar a comunicação entre as empresas parceiras
    • Otimizar os processos de compra e venda de peças e suprimentos
    • Viabilizar a operacionalização das ferramentas de gestão de processos e de relacionamento
  • 31. Extranet Diferenças com a intranet
    • Integra a empresa com parceiros, cadeia produtiva e fornecedores.
    • Permite a integração entre usuários internos de mais de uma intranet.
        • Para isso, os gestores de cada intranet devem configurar as autorizações de acesso por grupo de usuários ou individualmente.
  • 32. Extranet Vantagens Mais do que a economia com papel, telefone, correio etc., o maior ganho está na agilidade da troca de informações. Isso agrega valor na tomada de decisões. E mais: > Integração dos sistemas de gestão, como ERP, CRM, SCM.
  • 33. Extranet Outras vantagens
    • Inclusão, exclusão e acompanhamento de pré-pedidos
    • Redução da falha de comunicação
    • Criação e acompanhamento de pedidos
    • Informações sobre clientes
    • Cadastramento de clientes
    • Controle de aprovação de crédito
    • Catálogo detalhado de produtos
    • Informações de preços
    • Suporte online aos clientes e revendedores
    • Informações sobre mercado
    • Treinamento para a rede
    • Agilidade na negociação
    • Impacto direto no aumento da lucratividade
    E mais...
  • 34. Extranet Modelo
  • 35. Mobile – Internet Móvel O uso pelas empresas
  • 36. Mobile – Internet Móvel Utilização da internet sem fio por meio dos dispositivos: > Celulares > notebooks > netbooks > Ipads > Tablets ... A navegação é permitida para dispositivos habilitados a transmitir informações via WAP (Wireless Application Protocol).
  • 37. Na Europa: >> 71% dos consumidores acreditam que vão incluir serviços de internet móvel no seu dia a dia (1) >> Nove em cada dez usuários de celular (91%) usam a conexão à internet para atividades sociais online, enquanto no PC desktop essa proporção é de aproximadamente oito em cada dez (79%) (2)
    • pesquisa, realizada em cinco grandes países da Europa ocidental e nos Estados Unidos pela Nielsen Company para a Tellabs, analisou dez provedoras de serviços de dados móveis e revelou que mais da metade dos quase 200 milhões de usuários de tais serviços dos países mencionados esperam aumentar o uso nos próximos dois anos..
    • (2) Pesquisa da agência de relações públicas Ruder Finn.
    Mobile – Internet Móvel Por que desperta tanto interesse nas empresas?
  • 38. Mobile – Internet Móvel Por que desperta tanto interesse nas empresas?
    • No Brasil:
    • O uso do mobile:
    • Mensagens instantâneas >> 62%
    • Repasse de e-mails >> 58%
    • Conteúdos >> 40%
    • Fotos >> 38%
    • Comentários em redes sociais >> 45%
    • Conexão a pessoas em redes sociais >> 43%
    • Uso comercial
    • Internet banking > 46%
    • Fatura de cartão de crédito > 40%
    • Leitura de blogs de negócios > 33%
    • Resultados da primeira edição do relatório Mobile Intent Index, divulgado em 2010
  • 39.
    • - No Brasil, o tráfego IP deverá aumentar oito vezes entre 2010 e 2015, com uma taxa de crescimento anual de 52% (atingindo 1,9 exabytes por mês).
    • O tráfego de dados móveis deverá aumentar 39 vezes no mesmo período, com crescimento anual de 108% (atingindo 190 petabytes por mês).
    • Espera-se que o tráfego brasileiro via web seja o equivalente a 170 vezes o volume de toda a internet brasileira em 2005.
    Outros motivos Mobile – Internet Móvel Por que desperta tanto interesse nas empresas? Resultados da primeira edição do relatório Mobile Intent Index, divulgado em 2010
  • 40. Mobile – Internet Móvel Grandes marcas utilizam produtos e soluções móveis para estender sua visibilidade Entre elas: MTV Networks, Nasdaq, eBay, Reuters, Dolce &Gabbana. Ações das empresas
  • 41. Mobile – Internet Móvel Ações das empresas Sony Ericsson usou SMS para pesquisa de satisfação. Projeto foi implantado na Inglaterra e Suécia. O sistema envia mensagem ao celular do cliente que responde a uma pesquisa de forma fácil e rápida. Objetivo: medir a satisfação do cliente e estreitar relacionamento. (AdNews)
  • 42. Mobile – Internet Móvel Outras formas de utilização: Bancos > Prestação de serviços > Relacionamento > Venda de produtos Ações das empresas
  • 43. Mobile – Internet Móvel Outras formas de utilização: Livrarias > Prestação de serviços > Relacionamento
  • 44. Mobile – Internet Móvel Outras formas de utilização: Telefonia Celular > Venda de serviços > Troca de aparelhos > Relacionamento > Pós vendas
  • 45. Mobile – Internet Móvel Outras formas de utilização: Cartões de crédito > Prestação de serviços > venda de serviços > Relacionamento
  • 46. Mobile – Internet Móvel Ações das empresas Vivo premia vídeos no celular Grande Prêmio Vivo de Cinema Brasileiro > 23 categorias premiadas > Novidade: prêmio para o melhor filme desenvolvido por meio de telefones celulares (parceria com a Academia Brasileira de Cinema) > Objetivo da Vivo: aproximar o público do Grande Prêmio Case
  • 47. Quase metade dos internautas lê blogs - Estadão – abril/2008 Uso de Blogs Uso de blogs pelos internautas em geral Acesso 45,5% Audiência (10 blogs + acessados) 10% Infidelidade Acesso por conta de busca 65% Maior infidelidade público mais velho
  • 48. Uso de Blogs Quase metade dos internautas lê blogs - Estadão – 7/abril/2008
    • Maior concentração de blogs nos segmentos de mídia e empresarial
    • jornais
    • Canais de TV
    • Portais de conteúdo
  • 49. Uso de Blogs Exemplos de empresas no Brasil que criaram blog para o público externo Carrefour Tecnisa Natura Unilever - Lux Rexona Axe
  • 50. Uso de Blogs Empresas que aderiram para o público externo no Brasil Responsabilidade social Objetivo
  • 51. Uso de Blogs Empresas que aderiram para o público externo no Brasil Venda de produto Objetivo
  • 52. Uso de Blogs Social / institucional / marca Objetivo Empresas que aderiram para o público externo no Brasil
  • 53. Uso de Blogs Branding Objetivo Empresas que aderiram para o público externo no Brasil
  • 54. Uso de Blogs Empresas que aderiram para o público externo no Brasil Objetivo: Branding
  • 55. Uso de Blogs Empresas e seus blogs pelo mundo Com mais de 100 blogs Microsoft – 4.500 Sun – 3.800 SAP – 147 IBM – 140 Adobe – 118 De 50 a 100 blogs Google - 83 Nokia -73 HP – 68 De 10 a 50 blogs Autodesk Edelman Skipe Oracle Yahoo Cisco Intel Forrester Reuters ebay (2008)
  • 56. Redes sociais Panorama geral: As primeiras redes sociais da internet surgiram em 1997 - site Sixdegrees. Ano 2000 - as redes tomaram forma, ampliaram as ferramentas e ganharam os primeiros adeptos dessa nova era.
  • 57. Redes sociais Resultados Os números das redes sociais são extraordinários e crescem dia a dia: - Facebook >> mais de 500 milhões no mundo e cerca de 13 milhões no Brasil. - Orkut >> 50 milhões de usuários brasileiros e 87 milhões em todo o Globo. - Twitte r >> crescimento de 182% em 2010 >175 milhões de contas criadas em todo o mundo. - YouTube > em abril, 31,8 milhões de pessoas acessaram o site em abril/2011, segundo pesquisa do Ibope Nielsen (24/5). A audiência cresceu 27% De abril de 2010 a abril de 2011. - Formspring > foi lançado em novembro de 2009. Em 2010 contava com 40 milhões de visitas únicas mensais. Pouco mais de um ano, o Brasil tornou-se o segundo país a acessar essa ferramenta.
  • 58. Para onde caminha o e-Business? Transição constante do mundo empresarial Inovação Foco na informação Fortalecimento da cadeia >>>>>>>>>> COMUNICAÇÃO <<<<<<<<<<
  • 59. O e-Business precisa continuar acompanhando a evolução do mercado http://www.youtube.com/watch?v=dpRwsQHztUs
  • 60. Referências bibliográficas KALAKOTA, Ravi; ROBINSON, Marcia. E-Business – Estratégias para alcançar o sucesso no mundo digital. Ed. Bookmark. São Paulo: 2003 FERREIRA, Ademir Antonio; PEREIRA, Maria Isabel; REIS, Ana Carla Fonseca. Gestão Empresarial: De Taylor aos Nossos Dias. Ed. Thomson Pioneira. São Paulo: 2002 PIRES, S.R.I. Gestão da Cadeia de Suprimentos. Ed. Atlas. São Paulo: 2006 FRANCO JR, Carlos. E-Business - Tecnologia de Informação e Negócios Eletrônicos. Editora Atlas. São Paulo: 2001 ROCHA, Ivone. Soluções em Internet – Conceitos e estratégias para facilitar a geração de negócios. Ed.Book Express. Rio de Janeiro: 2004. Site: http://www.createcom.com/?dl=1 Ebook: Para Entender as Mídias Sociais http://paraentenderasmidiassociais.blogspot.com/2011/04/download-do-ebook-para-entender-as.html
  • 61. Ivone Rocha - contatos: e-mail: [email_address] / ivone@abccom.com.br Skype: ivoneasr MSN: [email_address] Twitter: @ivonerocha Blogs: semzoeira.blogspot.com / irocha.wordpress.com Tel.: 11 7675-0462

×