Your SlideShare is downloading. ×
0
Autoavaliação da Biblioteca Escolar Caminhante, são teus rastos o caminho, e nada mais; caminhante, não há caminho, faz-se...
Autoavaliação da Biblioteca Escolar AVALIAR?
Autoavaliação da Biblioteca Escolar Porquê? O quê? Para quê?   Como? Quem? FIM
Autoavaliação da Biblioteca Escolar O quê? <ul><ul><li>–  Contributo para a aprendizagem </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Co...
Autoavaliação da Biblioteca Escolar O quê? <ul><ul><li>–  Promoção da(s) leitura(s) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Disponi...
Autoavaliação da Biblioteca Escolar O quê? <ul><ul><li>–  Ligação e cooperação com a comunidade </li></ul></ul><ul><ul><ul...
Autoavaliação da Biblioteca Escolar O quê? <ul><ul><li>–  Organização e gestão interna </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Defi...
Autoavaliação da Biblioteca Escolar Para quê? <ul><ul><ul><li>Conhecer a real situação da BE em termos de impacto na aquis...
Autoavaliação da Biblioteca Escolar Porquê? <ul><li>A visão do próprio é subjectiva </li></ul><ul><li>A mudança é, cada ve...
Autoavaliação da Biblioteca Escolar Como? Os instrumentos de avaliação devem ser: Objectivos  - não podem depender de quem...
Autoavaliação da Biblioteca Escolar Quem? <ul><li>Professor bibliotecário:  </li></ul><ul><ul><ul><li>Promove as acções ne...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Cp AutoavaliaçãO Da Biblioteca Escolar

219

Published on

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
219
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
2
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Cp AutoavaliaçãO Da Biblioteca Escolar"

  1. 1. Autoavaliação da Biblioteca Escolar Caminhante, são teus rastos o caminho, e nada mais; caminhante, não há caminho, faz-se caminho ao andar. Ao andar faz-se o caminho, e ao olhar-se para trás vê-se a senda que jamais se há-de voltar a pisar. Caminhante, não há caminho, somente sulcos no mar . Antonio Machado in “Proverbios y cantares” Está sempre perdido quem não sabe para onde vai
  2. 2. Autoavaliação da Biblioteca Escolar AVALIAR?
  3. 3. Autoavaliação da Biblioteca Escolar Porquê? O quê? Para quê? Como? Quem? FIM
  4. 4. Autoavaliação da Biblioteca Escolar O quê? <ul><ul><li>– Contributo para a aprendizagem </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Colaboração com os departamentos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Acção nas áreas não disciplinares </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Participação em projectos promovidos por outros docentes </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Actividades de formação próprias </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Acções de formação para uso dos próprios recursos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Promoção da literacia de informação nomeadamente digital </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Promoção a interacção com alunos fora do contexto curricular </li></ul></ul></ul>
  5. 5. Autoavaliação da Biblioteca Escolar O quê? <ul><ul><li>– Promoção da(s) leitura(s) </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Disponibilidade de um catálogo diversificado </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Promoção de acções especificas de indução à leitura </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Incentivo à leitura digital: Web, Blog, youtube, chat, etc </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Disponibilização de formação nesta área </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Trabalho desenvolvido junto dos departamentos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Relacionamento com as famílias com incentivo à leitura </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Utilização dos recursos pelos utentes: autonomia, responsabilidade, eficácia, etc </li></ul></ul></ul>
  6. 6. Autoavaliação da Biblioteca Escolar O quê? <ul><ul><li>– Ligação e cooperação com a comunidade </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Colaboração com as BE do agrupamento: projetos, permutas, empréstimos, apoio de gestão, etc. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Colaboração com BE de outros Agrupamentos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Parcerias com outras entidades </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Ligação à Biblioteca Municipal e outras </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Participação de outros elementos da comunidade, Pais e EE, colectividades, junta de freguesia, etc, nas actividades promovidas </li></ul></ul></ul>
  7. 7. Autoavaliação da Biblioteca Escolar O quê? <ul><ul><li>– Organização e gestão interna </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Definição dos objectivos e regulação da acção da BE na documentação de gestão: Regulamento interno, Projecto Educativo e Projecto Curricular de Escola. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Colaboração com os órgãos de gestão, nomeadamente, Direcção Conselho Pedagógico. </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Controle da eficiência da sua acção, isto é, o grau de satisfação das necessidades dos seus utentes </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Procedimentos de autoavaliação e medidas correctivas </li></ul></ul></ul>VOLTAR
  8. 8. Autoavaliação da Biblioteca Escolar Para quê? <ul><ul><ul><li>Conhecer a real situação da BE em termos de impacto na aquisição de conhecimentos e competências dos alunos </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Lançar acções correctivas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Potenciar as capacidades disponíveis </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Mudar enfoques para responder a novas necessidades </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Controlar a efectividade das acções implementadas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Saber para onde vamos </li></ul></ul></ul>VOLTAR
  9. 9. Autoavaliação da Biblioteca Escolar Porquê? <ul><li>A visão do próprio é subjectiva </li></ul><ul><li>A mudança é, cada vez mais, um dado permanente e exigente </li></ul><ul><li>É necessário saber como se está e como se pretende estar no futuro para promover o desenvolvimento </li></ul><ul><li>Os recursos são escassos e devem ser usados eficiente e eficazmente </li></ul>VOLTAR
  10. 10. Autoavaliação da Biblioteca Escolar Como? Os instrumentos de avaliação devem ser: Objectivos - não podem depender de quem os aplica; Mensuráveis – devem devolver dados comparáveis, de preferência numéricos; Fiáveis – resistirem a variações não controláveis, isto é, não podem ser aleatórios. Usam-se registos: de entradas, utilização de equipamentos, empréstimos, participantes em acções, etc Relatórios: das actividades, reuniões, formação, etc Inquéritos: aos elementos da comunidade sobre uso e grau de satisfação obtido VOLTAR
  11. 11. Autoavaliação da Biblioteca Escolar Quem? <ul><li>Professor bibliotecário: </li></ul><ul><ul><ul><li>Promove as acções necessárias </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>recolhe os dados e procede ao seu tratamento </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>elabora o relatório; </li></ul></ul></ul><ul><li>Órgão de gestão: </li></ul><ul><ul><ul><li>disponibiliza meios </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>promove o processo junto da comunidade </li></ul></ul></ul><ul><li>Professores: </li></ul><ul><ul><ul><li>disponibilizam-se para a recolha de dados </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>resposta a inquéritos, entrevistas, etc </li></ul></ul></ul><ul><li>Alunos, Pais e outros: </li></ul><ul><ul><ul><li>Facultam dados com rigor e verdade </li></ul></ul></ul>VOLTAR
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×