Instituto de Saúde Integrada
Santa Casa de Misericórdia: patrimônio cultural da saúde e da cidade
O trato das populações pobres: razão de criação de uma obra de                         misericórdia
Vila de São Carlos e cidade de Campinas: trajetória histórica na área de saúde
Em meados do século XIX, o crescimento e a complexificação da vila/cidade deCampinas exigiram da Câmara Municipal a realiz...
o combate de epidemias, em especial, a de febre amarela a partir de 1889 motivou aintervenção do novo governo republicano ...
no começo do século XX são criadas novas instituições privadas de saúde reforçando/destacando a cidade de Campinas como ce...
Nos quadros brasileiros, a saúde, a urbanização e o desenvolvimento se                 transformam em objeto de políticas ...
as reformas urbanísticas somadas à instalação de uma rede de saúde permitem que pormuitas décadas a cidade registre alta q...
Na década de 1960, a população ultrapassa os 200 mil habitantes, na década de 1970 se aproxima dos 400 mil, nos anos 1980,...
ISI & Sinsaúde: resgate do patrimônio da saúde em conjunto com o aprimoramentodo conhecimento e o desenvolvimento da categ...
ROTEIRO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO PATRIMONIAL para além da Santa Casa: busca de reeducar o olhar e os sentidos para“cuidar da ci...
PROJETO de RESTAURO
PROJETO do MUSEU VIRTUAL DA SAÚDEDIVULGAÇÃO + DISSEMINAÇÃO + INTERATIVIDADE             BIBLIOTECAS ON-LINE DO     MUSEU V...
PROJETO do MUSEU VIRTUAL DA SAÚDEDIVULGAÇÃO + DISSEMINAÇÃO + INTERATIVIDADE        AMBIENTE INTERATIVO DO       MUSEU VIRT...
PROJETO do MUSEU VIRTUAL DA SAÚDEDIVULGAÇÃO + DISSEMINAÇÃO + INTERATIVIDADE                 ACERVO DIGITAL DO   MUSEU VIRT...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

A cidade e a saúde

476

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
476
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
12
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A cidade e a saúde

  1. 1. Instituto de Saúde Integrada
  2. 2. Santa Casa de Misericórdia: patrimônio cultural da saúde e da cidade
  3. 3. O trato das populações pobres: razão de criação de uma obra de misericórdia
  4. 4. Vila de São Carlos e cidade de Campinas: trajetória histórica na área de saúde
  5. 5. Em meados do século XIX, o crescimento e a complexificação da vila/cidade deCampinas exigiram da Câmara Municipal a realização de uma sucessão de obras desaneamento reurbanização do largo do rosário drenagem do córrego do mercado instalação de chafarizes isolamento dos doentes
  6. 6. o combate de epidemias, em especial, a de febre amarela a partir de 1889 motivou aintervenção do novo governo republicano e a realização de uma ampla reformasanitária Campinas recebe o Centro de Comissão Sanitária do Estado de São Paulo (1892) com a incumbência de elaborar e implementar o Plano de Saneamento das áreas urbanas (Eng. Saturnino de Brito), além de estruturar uma Polícia Sanitária para fiscalizar e intervir nas moradiasCanal de saneamento na drenagem e urbanização do largoorozimbo maia do pará
  7. 7. no começo do século XX são criadas novas instituições privadas de saúde reforçando/destacando a cidade de Campinas como centro de atendimento regional Casa de Saúdehospital beneficiência portuguesa antigo hosp. penido antiga maternidade de burnier antigo hospital vera cruz campinas
  8. 8. Nos quadros brasileiros, a saúde, a urbanização e o desenvolvimento se transformam em objeto de políticas públicas A partir de 1931, com a criação da Secretaria de Estado da Educação e da Saúde Pública (1931), surgem os Postos de Assistência Médico Sanitária (1942) e os Institutos de Aposentadorias e Pensões (IAPs) que promovem o atendimento por setor produtivo (ferroviários, bancários, etc..) em hospitais e consultóriosA criação da Secretaria de Estado da Saúde Pública e da Assistência Social no final da credenciadosdécada de 1940, amplia ainda, o atendimento das populações carentes não atendidas pelosIAPs
  9. 9. as reformas urbanísticas somadas à instalação de uma rede de saúde permitem que pormuitas décadas a cidade registre alta qualidade de vida Em 1917 é criado o Serviço Sanitário Estadual e com ele, uma rede de Postos de Saúde. Em 1925, os postos se transformam em Centros de Saúde, unidades sanitárias únicas de caráter polivalente, vinculadas às inspetorias de Alimentação Pública, Educação Sanitária, de Moléstias Infecciosas, Profilaxia da Lepra, entre outras. Além dos ambulatórios públicos e dos Hospitais e consultórios privados, surgem as Caixas Previdenciárias para dar atendimento aos trabalhadores de empresas em hospitais e consultórios credenciados
  10. 10. Na década de 1960, a população ultrapassa os 200 mil habitantes, na década de 1970 se aproxima dos 400 mil, nos anos 1980, dos 700 mil para atingir, no início do século XXI, um milhão de pessoas. E a saúde?1965: 17 hospitais privados lucrativos ou filantrópicos, com2264 leitos; Criação de Empresas médicas/ medicina de grupos:SAMCIL e UNIMED (1970)‫‏‬Atendimento Público: Pronto Socorro (transformado no HospitalMário Gatti em 1973), Posto Central e 6 Postos DistritaisMunicipais. Entre 1977/1978, criação de 8 novos postos desaúde em bairros periférios ( a municipalização dos postosestaduais e a criação de postos 4 municipais) e 2 hospitaisuniversitários (PUCC e UNICAMP); Complexificação do atendimento regional de saúdeCriação do Centro Médico de Campinas (1971, pela FundaçãoRobert Bosch) e do Centro Infantil Dr. Boldrini (anos 1980)‫‏‬
  11. 11. ISI & Sinsaúde: resgate do patrimônio da saúde em conjunto com o aprimoramentodo conhecimento e o desenvolvimento da categoria
  12. 12. ROTEIRO DA SAÚDE E EDUCAÇÃO PATRIMONIAL para além da Santa Casa: busca de reeducar o olhar e os sentidos para“cuidar da cidade” Roteiro da Saúde
  13. 13. PROJETO de RESTAURO
  14. 14. PROJETO do MUSEU VIRTUAL DA SAÚDEDIVULGAÇÃO + DISSEMINAÇÃO + INTERATIVIDADE BIBLIOTECAS ON-LINE DO MUSEU VIRTUAL DA SAÚDE - ISI Divulgação + disseminação + interatividade Notícias, Arquivos, um conceito para a melhoria da Calendário de Eventos, Links saúde de instituições e muito mais. kit do Computador da Saúde : teleducação interativa + ferramentas de aprendizagem acesso aos recursos de ‘’ (cybertutor, manual eletrônicos, video streaming, vídeos da série teleassistência (cyberambulatório e Geração Saúde da TV Escola/MEC, seqüências do Projeto web conferência) que possibilita Homem Virtual) + acesso exclusivo a biblioteca virtual da Bireme discussão de casos com outros profissionais
  15. 15. PROJETO do MUSEU VIRTUAL DA SAÚDEDIVULGAÇÃO + DISSEMINAÇÃO + INTERATIVIDADE AMBIENTE INTERATIVO DO MUSEU VIRTUAL DA SAÚDE - ISI troca de conhecimento no âmbito da saúde pública, ciência e tecnologia, utilizando recursos audiovisuais e meios complementares videoconferências Veiculação de cerca de quarenta horas de programação por semana, através de onze emissoras por todo o acesso a informações gerais, programas e Brasil, pautada no fortalecimento do veiculação, fórum de debates, e programas Sistema Único de Saúde e no disponíveis 24 horas por dia para download, além cumprimento do princípio pesquisa, captação, da programação atualizada. E pode assistir aos constitucional que determina que catalogação, tratamento, programas simultaneamente à veiculação da “saúde é direito de todos e dever do produção e distribuição de parabólica, de segunda a sexta, das 12 às 14h Estado”. audiovisuais sobre saúde
  16. 16. PROJETO do MUSEU VIRTUAL DA SAÚDEDIVULGAÇÃO + DISSEMINAÇÃO + INTERATIVIDADE ACERVO DIGITAL DO MUSEU VIRTUAL DA SAÚDE - ISI Comunicação + troca de informação e conhecimento na área da História e Patrimônio Cultural da Saúde registrar informação + gerar novos conhecimentos + contribuir para o aprimoramento pessoal e grupal + participar da BVS História e Patrimônio Cultural em Saúde. Fiocruz Multimagens é um banco de imagens totalmente digital que integra acervos de diferentes unidades da Fiocruz, totalizando mais de 1000 arquivos direcionados à comunicação e saúde, divididos por categorias como Animais e Plantas, Meio Ambiente, Saúde e outras. A iniciativa do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Icict) visa ampliar o trabalho cooperativo em benefício da Ciência & Tecnologia em saúde.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×