• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
 

Contribuições do software CHIC à análise qualitativa em pesquisa-ação formativa nas áreas de Comunicação e Educação

on

  • 630 views

por Beatriz Sanz Vazquez e Mirna Tonus - Apresentação oral no Educere 2009

por Beatriz Sanz Vazquez e Mirna Tonus - Apresentação oral no Educere 2009

Statistics

Views

Total Views
630
Views on SlideShare
630
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
2
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Contribuições do software CHIC à análise qualitativa em pesquisa-ação formativa nas áreas de Comunicação e Educação Contribuições do software CHIC à análise qualitativa em pesquisa-ação formativa nas áreas de Comunicação e Educação Presentation Transcript

    • caracterizando os objetos da pesquisa Comunicação social: habilitação em Jornalismo: UNISO (Universidade de Sorocaba)- primeiro semestre de 2005 - 43 alunos Pedagogia e Normal Superior: METROCAMP (Faculdades metropolitanas de campinas)- primeiro semestre de 2004 – 66 alunos
    • análise qualitativapesquisa-ação formativaSoftware francês CHIC(Classificação HierárquicaImplicativa e Coesiva)Autor: Régis Gras
    • Categorias Exemplos: grupo Avaliação de Aprendizagem (AA), com nove categorias (AA1 a AA9). Comentário sobre a Oficina de Contar Histórias, assim determinando o grupo Aula de Contar História (ACH), com cinco categorias (ACH1 a ACH5).
    • Tabelas das categorias ;AA1;AA2;AA3;AA4;AA5;AA6;AA7;AA8;AA9 ;ACH1;ACH2;ACH3;ACH4;ACH5 AR1;1;0;0;0;0;0;0;0;0 P1;0;0;0;0;0 AR2;0;1;0;0;0;0;0;0;0 P2;1;0;1;0;1 AR3;0;1;0;0;0;0;0;0;0 P3;1;0;1;0;0 AR4;1;0;0;0;0;0;0;0;0 P4;0;0;0;0;0 AR5;0;0;0;0;0;0;0;0;0 P5;0;0;0;0;0 AR6;0;0;0;0;0;0;0;0;0 P6;1;1;0;0;1 AR7;0;0;0;0;0;0;0;0;0 P7;1;1;1;1;1 AR8;0;1;0;0;0;0;0;0;0 P8;0;0;0;0;0 AR9;1;0;0;0;0;0;0;0;0 P9;0;0;0;0;0 AR10;1;0;1;1;1;0;0;0;0 P10;0;0;0;0;0Figura 1A – Tabela em CSV a partir do grupo Avaliação de Figura 1B – Tabela em CSV a partir do grupo Aula de Contar Aprendizagem (AA) História (AA) Fonte: Adaptada de Tonus (2007, p. 22). Fonte: Adaptada de Tonus (2007, p. 22).
    • os tipos de análise do CHIC  Gráfico  Árvore de Implicativo Similaridade  Árvore Coesitiva Figura 3B – Árvore de similaridade gerada pelo CHIC a partir da Figura 1BFigura 5B – Gráfico implicativo gerado pelo CHIC a partir da Figura 1B
    •  Referências de aplicaçãoCouturier, Bodin e Gras (2005) - importância estatística da análiseMaraschin apud Almeida (2002) - transformação dos dados em objeto de conhecimento
    • Figura 6 – Árvore de similaridade gerada peloChic a partir das categorias dos grupos CTE, PT,TA, PP, FD e AA 1 2 2 4 5 0 1 8 3 2 3 4 5 6 7 9 0 1 E 1 2 3 5 7 6 14 3 7 8 12 E 2 4 3 4 5 1 6 1 5 6 4 2 2 4 9 2 6 9 1 3 8 11 15 8 7 8 4 7 6 1 5 13 10 1 2 5 2 1 1 1 1 1 1 2 2 7 9 1 1 3 1 2 2 8 T T T T A T A A A A T A T A P A T T A T D D A A D D A A D D D D D D A A P P A D D P D A A A D D P D D D D D D D D D A A P A P D A P A C P P P T P T T T T P T C T P A P P T P F F A T F F A T F F F F F F T T P P A F F P F A T T F F P F F F F F F F F F A A P A P F A P T Similarity : C:Documents and SettingsTOSHIBAMeus documentosDoutoradochiccategorias atualizadas.csv Fonte: Tonus (2007, p. 139)
    • Figura 8 - Gráfico implicativo gerado pelo CHIC a partirdos grupos IAE, ACH, HV, CA, CDB, CDM e FHV com valor mínimo de 90 Fonte: VAZQUEZ (2009, p. 87)
    • Tabela analise exemplo p12
    •  A partir das análises de similaridade e implicativa, foi possível constatar que as TIC apresentam fundamental importância como mediadoras de interação e informação no processo de aprendizagem, confirmando a efetividade de uma educação plurimodal, na qual a presença física, o “estar junto virtual” (VALENTE, 2002a) e a aprendizagem autodirigida têm papéis importantes. E que, devido à relevância da contextualização, citada por parte dos alunos na avaliação da aprendizagem, a metodologia formativa, proposta em Tonus (2007), auxiliou na concretização do ciclo de ações e da espiral de aprendizagem, defendidos por Valente (2002b; 2005). O ciclo é composto por ações “que o aluno realiza e são de extrema importância na aquisição de novos conhecimentos” (VALENTE, 2002b, p. 93), quais sejam: descrição da resolução do problema; execução da descrição pelo computador; reflexão sobre o que foi produzido pelo computador; depuração dos conhecimentos por intermédio da busca de novas informações ou do pensar. Ao final do ciclo, volta-se à descrição. De acordo com Valente (2005), a aprendizagem se dá em espiral, a partir da ativação do ciclo de ações, resultando em construção do conhecimento.
    •  Frente às análises realizadas a partir das contribuições do CHIC, destacamos que todos os registros obtidos digitalmente e outras formas de dados colhidos, bem como a interação dos alunos com seus pares e docentes e todas as possibilidades oferecidas pelas TIC e pelo AVA, podem ter contribuído nos processos de metacognição, ou seja, no conhecimento sobre os processos cognitivos de cada aluno frente as suas aprendizagens, os quais permitem a concretização da espiral de aprendizagem que esses alunos desenvolveram durante as disciplinas citadas. No tocante ao software, como na pesquisa-ação de caráter formativo os dados são em grande quantidade e muito abertos, exigindo um tratamento minucioso, o CHIC permitiu validar as informações dentro da pesquisa qualitativa. Acreditamos que ele oferece contribuições diferenciadas em virtude de sua multidimensionalidade, à medida que, a partir do tratamento estatístico dos dados obtidos nos registros dos estudantes, pudemos elaborar interpretações sobre o processo de ensino-aprendizagem. Consideramos ainda que, nos campos da Comunicação e da Educação, tais contribuições são importantes para compreender como os aspectos envolvidos nesse processo se relacionam e se imbricam.