Barroco no Brasil:
contexto de produção, estética e valores
MS. MIQUÉIAS VITORINO
Contexto histórico
 Momento de tensão na Europa entre a reforma e

contrarreforma (catolicismo x protestantismo)
 Na Amé...
Princípios e estética barroca
 O Barroco promove um eu-lírico dividido, tenso e

inconstante.
 Luís de Góngora (espanhol...
Princípios e estética barroca
 Conceptismo é o nome dado à tendência de utilizar

a linguagem com fins de argumentar e co...
Autores e obras de referência
 Bento Teixeira, segundo registros canônicos, é o

inaugurador da tendência barroca no Bras...
Autores e obras de referência
 Pe. Antonio Vieira é conhecido por seus sermões

da Sexagésima, da quinta Dominga de Quare...
Autores e obras de referência
 Com uma vasta produção de poemas dos mais

variados temas, sobretudo lírico-amorosos, sacr...
Bibliografia Básica
 Enciclopédia Itaú Cultural. Barroco. Disponível em:

<http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/e...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Barroco no brasil

205

Published on

Aula concisa sobre o contexto de produção, estética e valores da produção literária do Brasil colonial do século XVII, seguindo tendências barrocas.

Published in: Education
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
205
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
8
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Barroco no brasil

  1. 1. Barroco no Brasil: contexto de produção, estética e valores MS. MIQUÉIAS VITORINO
  2. 2. Contexto histórico  Momento de tensão na Europa entre a reforma e contrarreforma (catolicismo x protestantismo)  Na América Latina, os Jesuítas ibéricos investiam na evangelização e doutrina de colonos e índios, imprimindo , simultaneamente, valores de fé e culturais. As pessoas, então, temiam o tribunal de inquisição, destinado aos hereges e protestantes.  No Brasil, o modo de produção era voltado para a cana-de-açúcar no nordeste, tornando a Bahia (hoje Salvador) o principal centro econômico.
  3. 3. Princípios e estética barroca  O Barroco promove um eu-lírico dividido, tenso e inconstante.  Luís de Góngora (espanhol) e Gianbattista Marini (italiano) eram nomes fortes do barroco europeu e que tiveram impacto sobre a produção literária da época.  O dualismo era presente na poesia, principalmente no jogo de palavras e ideias que tornavam a poesia e o eu-lírico divididos por valores opostos – igreja x mundo, homem x deus, razão x fé, pecado x santidade.
  4. 4. Princípios e estética barroca  Conceptismo é o nome dado à tendência de utilizar a linguagem com fins de argumentar e convencer o outro com base na lógica.  Cultismo é a tendência a usar do jogo de palavras e ideias além da linguagem rebuscada (complexa) para valorizar a produção literária.
  5. 5. Autores e obras de referência  Bento Teixeira, segundo registros canônicos, é o inaugurador da tendência barroca no Brasil. Sua Prosopopeia é uma epopeia de louvor ao governador da Capitania de Pernambuco, Jorge d’Albuquerque Coelho. A obra, apesar de canônica, é considerada de baixa qualidade e sem muita relevância por críticos literários como Sílvio Romero, embora consiga fazer soar os ecos do Barroco. Ver mais  Botelho de Oliveira também é incluído na lista, apesar de sua obra (Música do Parnaso) ter herdado muitas características e tendências renascentistas. Apresenta, no entanto, alguns sinais de conceptismo e cultismo que seriam acentuados em obras posteriores, como as de Gregório de Matos.
  6. 6. Autores e obras de referência  Pe. Antonio Vieira é conhecido por seus sermões da Sexagésima, da quinta Dominga de Quaresma e do Bom-Ladrão, ricos em figuras de linguagem, estilo e pensamento (antíteses, paradoxos, hipérboles, ironias, alegorias etc). Em seus sermões, Vieira tratava não apenas de questões religiosas, mas também de questões seculares.
  7. 7. Autores e obras de referência  Com uma vasta produção de poemas dos mais variados temas, sobretudo lírico-amorosos, sacros, satíricos e pornográficos, o Gregório de Matos é o representante-mor desse período literário no Brasil. Tendo como pano de fundo a cidade da Bahia, Gregório de Matos desconstruia e descrevia, com uma linguagem única, ações, pessoas e situações pitorescas. Dos mulatos vadios aos governantes, suas críticas ácidas não deixavam ninguém passar em branco. Não chegou a publicar nenhuma obra, mas os poemas seus foram reunidos postumamente.
  8. 8. Bibliografia Básica  Enciclopédia Itaú Cultural. Barroco. Disponível em: <http://www.itaucultural.org.br/aplicexternas/enciclopedi a_lit/index.cfm?fuseaction=definicoes_texto&cd_verbete= 12158&cd_item=237&cd_produto=84>. Acesso em 19 fev. 2014.  BOSI, Alfredo. História concisa da literatura brasileira. São Paulo: Cultrix, 2006.  CANDIDO, Antonio. O Romantismo no Brasil. São Paulo: Humanitas, 2004.
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×