FELICIDADE Guilherme de Almeida
Ela veio bater à minha porta e falou-me, a sorrir, subindo a escada:
"Bom dia, árvore velha e desfolhada!" E eu respondi: "Bom dia, folha morta!"
Entrou: e  nunca mais  me disse  nada...
Até que um dia (quando, pouco importa!) houve canções na ramaria torta e houve bandos de noivos pela estrada...
Então, chamou-me e disse: "Vou-me embora! Sou a Felicidade!  Vive agora da lembrança do muito que te fiz!"
E foi assim que, em plena primavera, só quando ela partiu, contou quem era...
E nunca mais eu me senti feliz!
Guilherme de Almeida  nasceu em 24 de julho de 1890  em Campinas/SP.  Filho do jurista e professor de Direito Estevam de A...
FORMATAÇÃO: Mima (Wilma) Badan [email_address] MÚSICA: Por causa de você Interpretação: Baden Powell IMAGENS: Diversos Int...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Felicidade - Guilheme de Almeida

204

Published on

Published in: Education, Sports, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
204
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
9
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Felicidade - Guilheme de Almeida

  1. 1. FELICIDADE Guilherme de Almeida
  2. 2. Ela veio bater à minha porta e falou-me, a sorrir, subindo a escada:
  3. 3. "Bom dia, árvore velha e desfolhada!" E eu respondi: "Bom dia, folha morta!"
  4. 4. Entrou: e nunca mais me disse nada...
  5. 5. Até que um dia (quando, pouco importa!) houve canções na ramaria torta e houve bandos de noivos pela estrada...
  6. 6. Então, chamou-me e disse: "Vou-me embora! Sou a Felicidade! Vive agora da lembrança do muito que te fiz!"
  7. 7. E foi assim que, em plena primavera, só quando ela partiu, contou quem era...
  8. 8. E nunca mais eu me senti feliz!
  9. 9. Guilherme de Almeida nasceu em 24 de julho de 1890 em Campinas/SP. Filho do jurista e professor de Direito Estevam de Almeida, estudou em colégios de Campinas e de São Paulo. Em 1912 forma-se em Direito e passou a exercer a profissão, também atuou na área jornalística. Foi cronista social e crítico cinematográfico, redator de diversos jornais da capital paulista e do Rio de Janeiro, sendo redator de "O Estado de São Paulo", diretor da "Folha da Manhã" e da "Folha da Noite ", fundador do "Jornal de São Paulo" e redator do "Diário de São Paulo". No ano de 1917 iniciou na literatura com a publicação do livro "Nós", onde são notadas a influência do neoclassicismo, porém com traços de modernismo. Os quatro livros seguintes (A Dança das Horas - 1919; Messidor -1919; A Suave Colheita, Livro de Horas de Sóror Dolorosa -1920; Era uma vez... - 1922), ainda mantiveram características neoclássicas. Na fase modernista do poeta, em 1922 participou da Semana de Arte Moderna e fundou a revista “Klaxon”. Viajou pelo país fazendo conferências e palestras, para defender e divulgar os princípios da renovação artística e estética do modernismo. No ano de 1924 publicou a obra "A Flauta que Eu Perdi" e no ano seguinte, "Meu" e "Raça". Agora, seus versos são livres e há também o uso de recursos como a sonoridade e a disposição gráfica.
  10. 10. FORMATAÇÃO: Mima (Wilma) Badan [email_address] MÚSICA: Por causa de você Interpretação: Baden Powell IMAGENS: Diversos Internet (Repasse com os devidos créditos)
  1. A particular slide catching your eye?

    Clipping is a handy way to collect important slides you want to go back to later.

×