Política de Dividendos

1,448 views
1,210 views

Published on

Material preparado para a disciplina de Gestão Financeira e Orçamentária III.
Política de dividendos no mercado de ações. Índices de Payout. Relações com Investidores.

Published in: Economy & Finance
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
1,448
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
6
Actions
Shares
0
Downloads
50
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Política de Dividendos

  1. 1. Políticas de Dividendos Prof. Milton Henrique mcouto@catolica-es.edu.br
  2. 2. Fluxo de Caixa Livre Reter Desembolsar Investir em novos projetos Aumentar as reservas Pagar dividendos Recomprar ações A maneira como uma empresa utiliza o Fluxo de Caixa Livre é chamado de Payout Tomada de Decisão
  3. 3. Dividendo É a distribuição em dinheiro de parte ou de todo o lucro auferido pela empresa em um exercício social, ou de saldos de lucros acumulados, aos seus acionistas
  4. 4. Política de Dividendos x Preço das Ações • Existem 3 pontos de vista básicos: – A política de dividendos é irrelevante; – Altos dividendos elevam os preços das ações; – Baixos dividendos elevam os preços das ações
  5. 5. Teoria da Irrelevância dos Dividendos Defende que a política de dividendos de uma empresa não afeta o seu valor de mercado, pois este é afetado apenas pela sua capacidade de gerar lucros e pelo risco de seus ativos Teoria apresentada por Modigliani e Miller, considerada simplista demais, pois o mercado não é perfeito, existem riscos, existem impostos e existem custos de transações.
  6. 6. Teoria da Relevância dos Dividendos • Defende que quanto mais dividendos forem distribuídos pela empresa, maior será o preço de suas ações e menor será o custo do seu capital próprio
  7. 7. Teoria Residual dos Dividendos • Defende que os dividendos pagos pela empresa seriam o montante que tenha sobrado após todas as oportunidades de investimentos aceitáveis terem sido aproveitadas
  8. 8. Política de Dividendos • É o procedimento adotado pela empresa nas decisões de reter ou distribuir lucros
  9. 9. Política de Dividendos Segundo o modelo de avaliação do preço das ações 𝑃0 = 𝐷1 (𝑘 𝑎𝑜 − 𝑐) 𝑃0 = Preço atual das ações 𝐷1 = Dividendo esperado no ano 1 𝑘 𝑎𝑜 = Custo de Capital da Ação Ordinária c = Taxa de crescimento esperada dos dividendos
  10. 10. Política de Dividendos 𝑷 𝟎 = 𝑫 𝟏 (𝒌 𝒂𝒐 − 𝒄) Aumento do Dividendo Eleva o preço da ação Sobra menos recursos para novos investimentos Reduz taxa de crescimento futuro Reduz o preço da ação
  11. 11. Política de Dividendos 𝑷 𝟎 = 𝑫 𝟏 (𝒌 𝒂𝒐 − 𝒄) Aumento do Dividendo Eleva o preço da ação Sobra menos recursos para novos investimentos Reduz taxa de crescimento futuro Reduz o preço da ação Equilíbrio!
  12. 12. Equilíbrio Garante o equilíbrio entre dividendos correntes e crescimento futuro, maximizando o preço das ações da empresa Política Ótima de Dividendos
  13. 13. Objetivos da Política de Dividendos • Maximizar a riqueza dos acionistas • Propiciar um financiamento adequado à empresa
  14. 14. Payout Quanto maior o índice de payout, menor será a proporção de recursos próprios utilizados pela empresa em sua atividade ExercíciodoLíquidoLucro osDistribuídDividendos Payout 
  15. 15. Critérios para Orientar a Política de Dividendos • Os acionistas concordarão em postergar o recebimento de dividendos se a empresa investi- los em uma taxa de retorno acima da exigida • Os acionistas optarão por receber os dividendos se conseguirem uma maior rentabilidade em aplicações fora da empresa
  16. 16. Datas e Prazos para Pagamento de Dividendos Data de Declaração É a data em que o conselho autoriza o dividendo Data de Registro Nesta data, todos acionistas registrados receberão dividendos Data Ex-Dividendos Como uma ação leva 3 dias úteis para ser registrada, essa data representa dois dias úteis antes da data de registro. Significa dizer que quem comprar ações a partir deste dia não terá direito a dividendos Data de Pagamento A empresa envia as ordens de pagamento aos acionistas
  17. 17. Outros Aspectos a serem Considerados Alternativas de Investimento – A retenção só é justificada se a empresa possuir alternativas de investimento que remunerem adequadamente o capital dos acionistas
  18. 18. Outros Aspectos a serem Considerados Liquidez – Empresas rentáveis podem apresentar sérias limitações em pagar dividendos devido ao alto grau de imobilização dos seus recursos
  19. 19. Outros Aspectos a serem Considerados Acesso a Fontes Externas de Financiamentos – Quanto melhores forem as condições de captação externa da empresa, maior será seu potencial de distribuição
  20. 20. Outros Aspectos a serem Considerados Inflação – Os resultados que servem de base ao cálculo dos dividendos não incorporam a inflação da economia, podendo descapitalizar a empresa
  21. 21. 3 Políticas Mais Utilizadas Políticas de Dividendos com Índice de Distribuição Constante Política de Dividendos Regulares Política de Dividendos Regulares Mais Extra
  22. 22. Políticas de Dividendos com Índice de Distribuição Constante • A empresa adota um índice de distribuição de dividendos fixo, por exemplo, 25% dos lucros apurados Ano Lucro por Ação Dividendo em Dinheiro por Ação 2007 R$ 2,00 R$ 0,50 2008 - R$ 1,80 - 2009 R$ 2,40 R$ 0,60 2010 R$ 3,00 R$ 0,75 2011 R$ 0,12 R$ 0,03
  23. 23. Política de Dividendos Regulares • Se baseia no pagamento de um dividendo em dinheiro fixo por período, podendo ser mensal ou anual Ano Lucro por Ação Dividendo em Dinheiro por Ação 2007 R$ 2,00 R$ 0,50 2008 R$ 1,80 R$ 0,50 2009 R$ 2,40 R$ 0,50 2010 R$ 3,00 R$ 0,75 2011 R$ 1,00 R$ 0,75
  24. 24. Política de Dividendos Regulares Mais Extra • Se baseia no pagamento de um dividendo extra por ocasião de bons resultados da empresa Ano Lucro por Ação Dividendo em Dinheiro por Ação 2007 R$ 2,00 R$ 0,20 2008 R$ 1,80 R$ 0,20 2009 R$ 2,40 R$ 0,20 2010 R$ 3,00 R$ 0,20 + R$ 0,25 2011 R$ 4,00 R$ 0,20 + R$ 0,25
  25. 25. Distribuição de Lucro A Lei das SAs exige a distribuição de pelo menos 25% do lucro líquido a título de dividendos aos detentores de ações depois de realizados os seguintes ajustes no lucro líquido: (-) Reserva Legal (-) Reservas Para Contingências (-) Reserva de Lucros a Realizar (+) Reversão de Reservas para Lucros/Prejuízos Acumulados
  26. 26. Instrumentos da Política de Dividendos • Distribuição em Dinheiro
  27. 27. Instrumentos da Política de Dividendos • Distribuição em Bonificações – A bonificação é o resultado de incorporação ao Capital Social de valores existentes no Patrimônio Líquido da empresa. – Pode-se manter a mesma quantidade existente de ações, alterando-se apenas o valor nominal. – Mas pode também resultar na emissão proporcional de novas ações.
  28. 28. Distribuição em Bonificações 100.000 ações ordinárias de valor nominal de R$ 10,00 R$ 1.000.000,00 100.000 ações preferenciais de valor nominal de R$ 10,00 R$ 1.000.000,00 Reservas de Capital R$ 150.000,00 Lucros Acumulados R$ 250.000,00 Total do Patrimônio Líquido R$ 2.400,00 110.000 ações ordinárias de valor nominal de R$ 10,00 R$ 1.100.000,00 110.000 ações preferenciais de valor nominal de R$ 10,00 R$ 1.100.000,00 Reservas de Capital R$ 150.000,00 Lucros Acumulados R$ 50.000,00 Total do Patrimônio Líquido R$ 2.400,00  Distribuição de 1 ação para cada 10;  Aumento do capital social em R$ 200.000,00;  Redução dos lucros de R$ 250.000,00 para R$ 50.000,00
  29. 29. Complementos das Políticas de Dividendos • Recompra de Ações – Aumenta o Lucro/Ação – Aumenta o preço da ação
  30. 30. Complementos das Políticas de Dividendos • Reinvestimento de Lucros – Decisão de investimento
  31. 31. Complementos das Políticas de Dividendos • Reinvestimento de Dividendos – Compra de ações a um custo inferior
  32. 32. Desdobramento de Ações (Splits) R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 10,00
  33. 33. Agrupamento de Ações R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 1,00 R$ 10,00
  34. 34. Recompra de Ações  Recompra no Mercado Aberto;  Oferta Pública de Compra;  Recompra Direcionada.
  35. 35. Recompra de Ações Recompra no Mercado Aberto – É a forma mais utilizada pelas empresas. (Representa aproximadamente 95% de todas as transações) – A empresa divulga sua intenção de recompra de ações e começa a fazer ao longo do tempo; – A empresa não é obrigada a comprar todas as ações que declarou inicialmente. – Não pode recomprar, de forma que pareça manipular o preço
  36. 36. Regras da SEC Não pode comprar mais que 25% do volume diário médio de negociações de suas ações em um só dia;  Não deve fazer compras no momento de abertura do mercado nem dentro dos 30 minutos anteriores ao encerramento das negociações. (CVM Americana)
  37. 37. Recompra de Ações Oferta Pública de Compra (tender offer) – A empresa oferta comprar ações a um preço pré- especificado durante um curto período de tempo (+/- 20 DIAS) – O preço ofertado, em geral, tem ágio de 10% a 20% acima do preço de mercado corrente. – A oferta depende de os acionistas disponibilizarem um número suficiente de ações.
  38. 38. Recompra de Ações Recompra Direcionada – É a compra feita diretamente de um acionista de grande porte. – A negociação do preço é feita diretamente com o vendedor
  39. 39. Relação com Investidores (RI) • Conjunto de atividades destinadas a estreitar o relacionamento entre a companhia aberta e os investidores.
  40. 40. Principais Atividades de RI  Desenvolvimento interno da cultura de companhia aberta  Divulgação de informações obrigatórias  Relacionamento com órgãos reguladores  Divulgação de informações voluntárias ao mercado  Monitoramento dos serviços aos acionistas e respectivas assembleias  Relacionamento com as bolsas de valores e mercados de balcão  Reuniões com analistas de investimento, acionistas e investidores potenciais  Acompanhamento das avaliações feitas sobre a companhia  Relacionamento com a imprensa  Acompanhamento das condições de negociação dos valores mobiliários da companhia
  41. 41. Benefícios da Adoção RI Crescimento do valor de mercado Crescimento da liquidez Redução dos custos de captação Base acionária satisfatória Intercâmbio de informações relevantes Profissionalização Postura ética e imagem institucional
  42. 42. Princípios Éticos que devem ser respeitados por Companhias Abertas Transparência Confiabilidade Tratamento respeitoso ao acionista minoritário

×