Sites sociais

  • 1,928 views
Uploaded on

Análise da identidade em sites sociais

Análise da identidade em sites sociais

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,928
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
0
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Media Digitais e Socialização Análise da Identidade em Sites Sociais S Identidades e Hi5, uma análise Grupo de trabalho: Ana Margarida Sousa Maria Filomena Grazina Milena Jorge Paulo Azevedo Docentes: Maria João Silva & Lúcia Amante 1 Mestrado em Comunicação Educacional Multimédia | 2008-2009 Universidade Aberta
  • 2. Media Digitais e Socialização Análise da Identidade em Sites Sociais S Compreender a adolescência significa ter consciência das dificuldades, incertezas e conflitos que os adolescentes e os jovens enfrentam, na sua luta quotidiana, para construir a sua identidade. Este percurso, por vezes doloroso, é hoje na sua grande maioria, feito em contexto virtual maioria, onde os adolescentes partilham experiências, emoções, dúvidas e interesses em redes virtuais virtuais. Assim, estas páginas espelham, em parte, o processo de construção das suas identidades. As fotos, os comentários postados, as músicas e filmes partilhados são o registo dessa construção, música ssa que procurámos seguir e identificar em sites de jovens. Depois de analisados alguns sites sociais, tificar jovens entre eles, o facebook, twitter, myspace, linkedin, orkut e Hi5, verificou-se que em Portugal, o site verificou se social mais frequentado pelos jovens é o HI5, sendo este o espaço seleccionado para esta análise. análise De acordo com a informação disponibilizada pela Wikipédia, “o Hi5 é uma rede social virtual, fundada em 2003, sendo que até 2008 é dos 20 sites mais visitados na Internet. (…) O Hi5 afirma que tem 60 milhões de membros activos activos”. No site social hi5, são três os tipos de dados a que temos acesso: os dados fornecidos , pela pessoa que se registou e se iniciou nesta rede social, os comentários de quem visualiza o se seu espaço, que pode estar disponível para todos aqueles que o queiram visitar ou somente para os que pertencem à sua rede de amigos e, finalmente, os dados apresentados automaticamente pelo sistema que surgem logo no topo da página, onde são contabilizados o número de: amigos, comentários no perfil, comentários às fotos, fives e recortes. Apesar de o site Hi5 ter uma estrutura pré concebida, há sempre a possibilidade de se pré-concebida, personalizar a página de perfil, ou seja, a página de entrada de qualquer pessoa, neste site. Assim, cores, imagens, letra, podem ser sempre adequadas à personalidade de cada um. Relativamen Relativamente ao conteúdo, as opções estão limitadas, uma vez que os campos a preencher estão determinados. Desta forma, estes campos ou estão preenchidos ou não estão. Análise dos Perfis seleccionados Foram seleccionados quatro sites do Hi5: dois de jovens do sexo masculino e dois do sexo dos feminino, com idades compreendidas entre os 13 e os 17 anos. Elaborou-se uma grelha de análise , Elaborou ma (ver anexos), tendo em conta cinco parâmetros: Informação fornecida automaticamente pelo ), sistema; Informação disponibilizada pelo próprio; Interesses; Comentários de outros e Análise do ão conteúdo. Assim, aos sites 1 e 3 correspondem utilizadores masculinos e aos sites 2 e 4, . femininos. Nas indicações sobre a informação relativa à utilização do Hi5, denominada de “Informação que é fornecida automaticam tomaticamente pelo sistema”, conseguimos visualizar alguns ”, dados pertinentes para esta análise. No item “Amigos”, três dos jovens utilizadores adicionaram uma média de 220 pessoas à sua rede, que são sobretudo colegas da escola e professores. No entanto, o jovem do site 3 tem 503 pessoas na sua rede de amigos, o que poderá indiciar um de dois aspectos: o primeiro, que será um jovem socialmente activo e/ ou segundo, que não estará consciente dos perigos que podem advir da má utilização da Internet e vai anexando indiscriminadamente pessoas à sua rede. Os “comentários no Perfil e às Fotos”, revelam-nos que scriminadamente revelam 2 Mestrado em Comunicação Educacional Multimédia | 2008-2009 Universidade Aberta
  • 3. Media Digitais e Socialização Análise da Identidade em Sites Sociais S ter um número elevado de amigos na rede social não é indicativo de muitas participações escritas. Assim, o utilizador do site 3, embora tenha 503 amigos, tem somente 174 comentários (total relativos ao perfil e às fotografias) enquanto que o utilizador do site 1, por exemplo, tendo somente 243 amigos, foi comentado 658 vezes. Isto denota um elevado investimento e participação neste espaço, pelo jovem do site 1. O número de Fives também parece revelar o núme envolvimento que os jovens terão nestas redes sociais, uma vez que um número elevado revela que há interesse em descrever, elogiar, quer qualidades pessoais, físicas, quer a relação que um amigo estabelece com o jovem qu constrói o site. Finalmente, os “Recortes” referem que referem-se a pequenos comentários, recados pessoais que podem ser realizados pelos amigos. Assim, um número significativo também poderá revelar um envolvimento activo quer no Hi5, quer com os amigos. No item “Informação disponibilizada pelo próprio”, são três os dados a que podemos ão aceder. Em primeiro lugar, o utilizador pode fornecer Informação pessoal de vário género: todos os jovens desta análise indicaram uma URL pessoal, o aniversário e a localização (um dos utilizadores femininos refere ainda a cidade). Relativamente à informação sobre sexo e idade, somente um jovem refere a idade. Contudo, é patente nas fotografias disponibilizadas se se trata de um utilizador masculino ou feminino. Não há dados sobre a orientação religiosa, embora uma orientação das jovens responda "Digo-te depois". Quanto ao Estado da relação somente um dos jovens indica te depois". que está “comprometido”. Por último, um utilizador masculino e um feminino indicam outros idiomas que dominam. Ainda dentro deste tópico, na auto-caracterização, o jovem do site 1, t caracterização, refere que gosta da namorada, referindo a uma outra jovem utilizando linguagem ofensiva; e a referindo-se m jovem do site 2 refere as suas qualidades e defeitos, referindo-se ainda em tom apreciativo, ao defeitos namorado. Os outros dois jovens não preenchem este espaço. Quanto à pertença a grupos, só a jovem do site 4 se juntou a um, o grupo “Entretenimento e Artes”. Esta jovem não apresenta nenhum vídeo, ao contrário dos outros três que apresentam um vídeo, sem SlideShow com fotos q SlideShow, pessoais, de família e de amigos. Nenhum dos jovens seleccionou ferramentas de exibição de música ou de artistas favoritos. Para finalizar, em “Álbum de Fotos – Slides”, todos os jovens apresentam pelo menos um, sendo que dois deles, apresentam 2 álbuns. Em “Interesses”, tanto o jovem do site 1, como a do site 4, não preencherem qualquer espaço. A jovem do site2 refere várias “músicas, vários filmes e programas de tv favoritos”. Relativamente a “livros favoritos”, indica que "nao gosto muito de ler lol xd'. A citação favorita é tos”, dirigida ao namorado: “<3'-amo.te xd”. O jovem do site 3 preenche com “Tenho muitos”, a amo.te xd” muitos” informação sobre “filmes e livros favoritos” e indica três canais como “programas de tv favoritos favoritos”. Os “Comentários de outros” pode revelar tanto o empenho e investimento que os jovens farão neste espaço, como também poderá ser revelador da dinâmica da rede social virtual. Aqui aparecem os “fives” enviados, cuja análise já foi realizada anteriormente, os comentários visíveis, ” ou seja, aqueles que o utilizador deste site do Hi5 ainda não apagou e que vêm de encontro à análise que também já foi elaborada em “Informação que é fornecida automaticamente pelo “ tomaticamente sistema”. Nestas mensagens é utilizada linguagem não formal, ou seja, há uma simplificação da ”. linguagem escrita, não se seguem as regras do português correcto e são utilizados com frequência emoticons. 3 Mestrado em Comunicação Educacional Multimédia | 2008-2009 Universidade Aberta
  • 4. Media Digitais e Socialização Análise da Identidade em Sites Sociais S Na “análise de conteúdo”, não há quaisquer referências quer culturais, quer políticas, sendo que em referências sociais, o jovem do site 1 menciona a namorada, e a jovem do site 2 erências refere-se carinhosamente em relação ao namorado e em relação a alguns amigos. se Apesar de os jovens não revelarem domínio específico das tecnologias nomeadamente pesar quanto à edição de filmes, ao uso de HTML e de edição de páginas na edição da página do Hi5, por vezes necessitam de copiar código HTML de vídeos e/ou músicas que pretendem incorporar no seu site, o que é realizado por to todos na exibição de um SlideShow e pela música de fundo apresentada pelo jovem do site 3 e pela jovem do site 4. Esse conhecimento tecnológico não está explícito nas páginas analisadas, mas é implícito nas páginas melhor elaboradas. O Hi5 fornece um conjunto de ferramentas, como o Slideshow, que os jovens utilizam com proficiência. Slides Conclusões No que concerne às marcas identitárias da adolescência em sites sociais de jovens, em s adolescência particular no Hi5, rede social mais utilizada pelos jovens portugueses, como já foi referido, são vários os aspectos que podem ser realçados. A construção dos quatro sites analisados funcionam como uma extensão das suas vidas sociais, uma vez que, através dos comentários visíveis, conseguimos visualizar uma conversa sobre assuntos que aconteceram no dia do comentário. Não representará uma auto-reflex mas comentári reflexão, sim uma apresentação e posterior aceitação, validação social da sua audiência, daí partilharem tantos aspectos da sua vida, tais como localização geográfica, fotografias várias, URL pessoal, idade. Nos quatro sites analisados verificou-se uma necessidade dos jovens em ter muitos s se amigos adicionados, embora depois, apenas poucos dos indicados como amigos, comentem o q depois que quer que seja ou acompanhem o desenrolar das discussões/conversas. De referir que o jovem do discussões/conversas. site 3 tinha 503 amigos na sua lista, em 2009-05-29, não sendo proporcional o número de 2009 comentários com o número de amigos. O aspecto gráfico também é muito importante para estes jovens, pois contribui para a afirmação pessoal na rede social, e onde se verifica um grande investimento nesta organização. Os jovens recebem elogios em relação às imagens de fundo que escolhem para as suas páginas e as isso é uma marca que contribui para a popularidade do jovem. Os elogios são importantes, s importantes servem para criar empatia com os amigos ou com os namorados, servem para se manterem e c reforçarem as relações de amizade ou de namoro entre jovens e também para se “publicitarem publicitarem”, uma vez que são bem sucedidos nesta tarefa o que é muito importante para a construção de identidade nesta fase, a adolescência (Dominar, ter maestria em alguma área). Apurámos poucas manifestações de emoções "reprovadoras", quase sempre há q concordância de opiniões com o aspecto gráfico, com a selecção de fotografias, com os comentários realizados. Possivelmente procuram ter a já referida aceitação e validação social. . social Alguns dos jovens fazem autocrítica, revelam os próprios defeitos de personalidade para autocrítica serem do conhecimento geral, mas até de uma forma optimista "eu sou assim, pronto"! Este pronto 4 Mestrado em Comunicação Educacional Multimédia | 2008-2009 Universidade Aberta
  • 5. Media Digitais e Socialização Análise da Identidade em Sites Sociais S aspecto da autocrítica e do revelar as próprias qualidades é uma forma de construção de construção, reflexividade da própria identidade, de auto-conhecimento nesse processo e de afirmação , conhecimento afirmação. Verificaram-se marcas identitárias nos comentários trocados, que por vezes são de cariz se pessoal, e também através da indicação da partilha dos interesses dos jovens que por vezes coincidem com os dos amigos, e outras vezes não. Os jovens usam os comentários para transmitirem opiniões sobre os relacionamentos que mantêm no dia-a-dia, de namoro, de dia , amizade; para darem conselhos, para advertirem o/a amigo/a sobre determinada situação, escrevendo o que provavelmente não diriam presencialmente. ue dir É do nosso conhecimento que os jovens partilham, uns com os outros, quando se encontram na escola, ou outros locais, conhecimentos sobre como editar da melhor forma as suas páginas do Hi5. Os conhecimentos tecnológicos são uma marca identitária dos jovens. Online ou s tecnoló a off-line, os jovens partilham os seus conhecimentos com os amigos e é uma forma de se evidenciarem perante os seus pares. Em suma, os quatro jovens de referência para esta análise usam o site social Hi5 sobretudo para se mostrarem e obterem aceitação e validação social dos seus pares. Verificámos que não há um investimento muito grande no domínio das tecnologias, até porque a construção de um perfil no Hi5 é bastante intuitivo. Quanto aos efeitos, às marcas identitárias resultantes da marcas frequência nesta rede social, podemos indiciar que é positiva na medida em que promove a reflexibilidade sobre si próprio atrav de comentários de outros, tão próprio deste complexo através processo que é a construção/afirmação de identidade. strução/afirmação Bibliografia Weber, S.; Mitchell, C. (2008). Imaging, Keyboarding, and Posting Identities: Young People and New Media Technologies. In Youth, Identity, and Digital Media: 25-47. 25 Stern, S. (2008). Producing Sites, Exploring Identities: Youth Online Authorship. In Youth, Online Identity, and Digital Media: 95-117. 117. Boyd, D. (2008). Why Youth ♥ Social Network Sites: The Role of Networked Publics in Teenage Social Life. In Youth, Identity, and Digital Media: 119-142. 119 Stald, G. (2008). Mobile Identity: Youth, Identity, and Mobile Communication Media. In Youth, Identity, and Digital Media: 143 143-164. Goldman, S.; Booker, A., & McDermott, M. (2008). Mixing the Digital, Social, and Cultural: Learning, Identity, and Agency in Youth Participation. In Youth, Identity, and Digital Media: 185- 185 206. 5 Mestrado em Comunicação Educacional Multimédia | 2008-2009 Universidade Aberta
  • 6. Media Digitais e Socialização Análise da Identidade em Sites Sociais S ANEXOS 6 Mestrado em Comunicação Educacional Multimédia | 2008-2009 Universidade Aberta
  • 7. Media Digitais e Socialização Análise da Identidade em Sites S Sociais Grelha de Análise de Sites Sociais de Quatro Jovens na Rede Social Hi5 Site 1* Site 2* Site 3* 3 Site 4* Amigos 243 248 503 170 Informação fornecida Comentários no Perfil 405 36 67 19 automaticamente pelo Comentários às Fotos 263 150 107 22 sistema Fives 21 4 3 15 Recortes 64 46 23 0 URL pessoal Referido Referido Referido Referido Sexo/idade Referido (idade falsa) N.R. N.R Referido Aniversário Referido Referido Referido Referido Informação Localização Refere apenas o País Referido Refere apenas o País Referido pessoal: Cidade N.R. N.R. N.R. Referido Religião N.R. "Digo-te depois" N.R. N.R. Informação disponibilizada pelo próprio: Estado da relação Referido (comprometido) N.R. N.R. N.R. Idiomas N.R. N.R. Referido Referido Refere (frases dizendo Refere (frases que que gosta da namorada e apresentam as suas Descrição referindo-se a uma outra N.R. N.R. qualidades e defeitos e jovem utilizando referindo-se ao namorado) linguagem ofensiva) Sobre mim 1 Grupo Grupos a que pertence N.R. N.R. N.R. Entretenimento e Artes (Revista Bravo Portugal) Vídeos favoritos 1 Vídeo 1 Vídeo 1 Vídeo N.R. Música favorita N.R. N.R. N.R. N.R. Artistas favoritos N.R. N.R. N.R. N.R. Pessoais Apresenta 1 Apresenta 1 Apresenta 2 Apresenta 2 Álbuns de Objectos N.R. N.R. N.R. N.R. fotos - Amigos N.R. N.R. N.R. N.R. slides Outras N.R. N.R. N.R. N.R 1 7 Mestrado em Comunicação Educacional Multimédia | 2008-2009 Universidade Aberta
  • 8. Media Digitais e Socialização Análise da Identidade em Sites S Sociais Site 1 Site 2 Site 3 Site 4 Refere várias músicas Música favorita N.R. N.R. N.R. favoritas “Os Gangs do Bairro 13” , “Loiras a Força”, Filmes favoritos N.R. “Tenho muitos Tenho muitos” N.R. “Titanic”, Interesses “etc...” Programas ou canais de N.R. MCM, MTV, “etc...” MTV, TVI, SIC , N.R. televisão favoritos "nao gosto muito de ler Livros favoritos N.R. “Tenho muitos Tenho muitos” N.R. lol xd'" Citação favorita N.R. “namorado <3'-amo.te xd” N.R. N.R. Fives 21 4 3 15 Comentários de Comentários visíveis 60 20 18 19 outros Linguagem não formal Sim Sim Sim Sim Emoticons ;) e :) ;); xD; N.R. N.R. Culturais N.R. N.R. N.R. N.R. Políticas N.R. N.R. N.R. N.R. Referências Refere-se carinhosamente Sociais Refere-se à namorada em relação ao namorado e N.R. N.R. Análise do conteúdo em relação a alguns amigos. Filmes N.R. N.R. N.R. N.R. Formatação Fotos SlideShow SlideShow SlideShow Slide show Som Nao utiliza Utiliza Utiliza Não utiliza Domínio das HTML N.R. N.R. N.R. N.R. tecnologias Editar páginas Outras de Internet, Hi5, i5, N.R. N.R. N.R. N.R. blogues, sites, ou outros. *Acedido em 2009-05-29 8 Mestrado em Comunicação Educacional Multimédia | 2008-2009 Universidade Aberta
  • 9. Media Digitais e Socialização Análise da Identidade em Sites S Sociais 9 Mestrado em Comunicação Educacional Multimédia | 2008-2009 Universidade Aberta