Your SlideShare is downloading. ×
cruz vermelha
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×

Introducing the official SlideShare app

Stunning, full-screen experience for iPhone and Android

Text the download link to your phone

Standard text messaging rates apply

cruz vermelha

1,438
views

Published on

Published in: Education

0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
1,438
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
51
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Fundação da Cruz Vermelha
  • 2. História da Cruz Vermelha Tudo aconteceu:• em 1854• na Itália• perto da aldeia de Solferinoquando dois países, França e Áustria estão em guerra.
  • 3. No campo de batalhahavia 300000 soldados que lutaram durante 15 horas, do amanhecer ao pôr do sol. O exército Francêsganhou e houve 42000 feridos.
  • 4. O que lhes vai acontecer? Quem pode ajudá-los? Como salvá-los?
  • 5. Durante toda a noite, na planície de Solferino, ouvem-se os gemidos dos feridos. No dia seguinte, um suíço chega ao local da batalha, decidido asocorrer estes infelizes, pedindo ajuda aos camponeses.
  • 6. Durante vários dias, tenta-se curar osferidos, salvando-os assim da morte. Mas para muitos deles já é tarde. Perderam demasiado sangue e as feridas estão infectadas, porque ficaram abandonados durante muito tempo no campo de batalha.
  • 7. Henry Dunant pensa "Isto não pode voltar a acontecer. Mesmo se porinfelicidade os homens combatem, elesdevem ser suficientemente civilizados e humanos para socorrer e tratar das vítimas".
  • 8. Henry Dunant estava determinado a fundar um sociedade que reunissevoluntários para prestarem socorro a feridos de guerra e que se mantivessem neutros relativamente ao conflito, ou seja, deveriam tratarigualmente os soldados de todos os exércitos envolvidos na luta.
  • 9. Como fez ele isso?Henry Dunant viajoupela Europa, pedindoaudiências e reunindo com governantes.
  • 10. Para quê? Para constituir um comité de 5 elementos de nacionalidade Suíça:• Henry Dunant• Gustave Moynier, advogado e banqueiro• Dr. Louis Appia e Dr. Théodore Maunoir, médicos• Dufour, general
  • 11. Henry Dunant Gustave Moynier Dr. Louis AppiaGuillaume-Henri Dufour Dr. Théodore Maunoir
  • 12. Este “ Comité dos Cinco” reuniu no dia 23 de Outubro de 1863 em Genebra com representantes de 16 países. Após um longo debate:• Fundou-se o “ Comité Internacional de socorro a feridos”• Cada país montaria o seu “ Comité Nacional”• A cruz vermelha sobre o fundo branco seria o símbolo para a organização.
  • 13. O símboloA cruz vermelha é o símbolo conhecido em todo o mundo e onde quer se estejatransmite paz porque toda a gente sabe que significa ajuda generosa.
  • 14. Crescente VermelhoAcontece que o símbolo tenha sido escolhido como homenagem à Suíça, o facto de ser uma cruz levou os muçulmanos a pensarem que se confundia com o símbolo do cristianismo. Assim, nos países muçulmanos passou ausar-se como símbolo o crescente vermelho.
  • 15. Os Sete princípios da Cruz Vermelha
  • 16. HumanidadeAliviar o sofrimento humano sempre e em toda a parte
  • 17. ImparcialidadeSocorrer toda a gente sem distinção
  • 18. NeutralidadeNão tomar partido dos conflitospolíticos, raciais, religiosos ou ideológicos
  • 19. Independência Assegurar às Sociedades Nacionais da Cruz Vermelha total autonomia,ou seja, liberdade de decisão e acção.
  • 20. VoluntariadoSocorrer toda a gente de forma generosa.
  • 21. UnidadeCriar uma só sociedade em cada país.
  • 22. Universalidade As sociedades Nacionais da CruzVermelha seguem as mesmas regrasde acção e tem o mesmo dever de se entreajudarem.
  • 23. CIVE - Comité Internacional da Cruz Vermelha • Sede: Genebra, Suíça• Funcionários: Um comité de 25 dirigentes suíços.• Actividades: Socorro a Feridos de Guerra Protecção de Vítimas em Poder do Adversário.
  • 24. Federação Internacional dasSociedades da Cruz Vermelha e do Crescente Vermelho• Sede: Genebra, Suíça• Funcionários: Um Conselho Executivo com colaboradores de muitas nacionalidades• Actividades: Agir em caso de catástrofe Socorrer refugiados em zonas de combate Apoiar as Sociedades Nacionais dos outros países
  • 25. A Cruz Vermelha Portuguesa
  • 26. Breve História de Cruz Vermelha Portuguesa
  • 27. • 22 de Agosto de 1864 - Portugal assinou a primeira Convenção de Genebra. O delegado que representou o nosso país foi o médico militar Dr. António Marques. • 11 de Fevereiro de 1865 - Foi organizada em Lisboa a Comissão Provisória de Socorro a Feridos e Doentes em Tempo de Guerra
  • 28. • 1870 - Dissolveu-se a Comissão para dar lugar à SPCV - Sociedade Portuguesa da Cruz Vermelha. • 1924 – passou a CVP – Cruz vermelha Portuguesa.
  • 29. A Cruz Vermelha Portuguesa, ao longo da sua já longa existência, tem prestado valiosos serviços ao país, tanto em tempo de guerra como em tempo de paz. Por isso, foram-lhe já atribuídas diversas condecorações. De entre estas, merecem destaque: 1919-foi concedida a Ordem Militar de Torre e Espada, Valor, Lealdade e Mérito 1925 - foi concedida a Ordem Militar de Cristo 1933 - foi concedida a Grã-cruz de Benemerência1982- foi concedida a Ordem do Infante D. Henrique e muitas outras demonstrações de homenagem e reconhecimento, no país e no estrangeiro.
  • 30. A Cruz VermelhaPortuguesa - Hoje
  • 31. A Cruz Vermelha Portuguesa amplia constantemente as suas áreas deintervenção. Além de acorrer em auxílio das vítimas por ocasião de catástrofes no país ou no estrangeiro, dispões de serviços que realizam actividades muito diversas e permanentes não só na capital onde se localiza a sede mas também nas 27 delegações distritais e nos 148 núcleos espalhados por todo o país.
  • 32. Trabalho realizado por: Ana Carolina Rodrigues nº2 6ºA Carina Rainha nº5 6ºA