Your SlideShare is downloading. ×

Projeto de apoio a leitura

3,095

Published on

1 Comment
1 Like
Statistics
Notes
No Downloads
Views
Total Views
3,095
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
35
Comments
1
Likes
1
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. PROJETO “APOIO AOS ALUNOS COM DIFICULDADES DE APRENDIZAGEM”JUSTIFICATIVA A iniciativa da proposta deste projeto deve-se à experiência das professorasuniversitárias na Educação Básica onde observamos que há um número significativode crianças nas Séries Iniciais da sua escolarização que apresentam muitasdificuldades de aprendizagem. São crianças que estão condenadas ao fracassoantes mesmo que se esgotem todas as possibilidades didático-pedagógicas emalfabetizá-las, uma vez que não há uma sala psicopedagógica específica que atendasuas defasagens curriculares. Ao se propor o presente projeto, acreditamos que se pode contribuir deforma bastante significativa para a superação das dificuldades de aprendizagemapresentadas por crianças que compõem uma parcela significativa da população doSul do Estado do Paraná, que não conseguem apreender as habilidadesnecessárias para o domínio da leitura, escrita e cálculos. No projeto se propõeoperacionalizar uma prática pedagógica que reflita coletivamente sobre a propostapedagógica das escolas, sobre o planejamento das atividades educativas, sobre asestratégias e recursos de ensino-aprendizagem e de avaliação com um enfoque aoensino e aprendizagem e avaliação visando garantir que todos os alunos aprendam.Acreditamos que para a superação dos problemas de ensinagem é necessário umplanejamento que inclua atividades diversificadas e individuais, estudo constante,dedicação e muita competência, pois será necessário investigar as teorias deaprendizagem e colocá-las em prática, conhecendo também a história familiar doeducando que é o ponto essencial de nosso projeto. De outra forma ao propormos o projeto, vimos ao encontro da missãoinstitucional da FAFI/UV no campo de formação do profissional cidadão pois oprojeto constitui-se numa grande oportunidade para os acadêmicos das diferenteslicenciaturas que compõem esta IES para desenvolver suas habilidades docente emuma população com características desafiadoras e assessoradas por uma equipe detrabalho disposta, motivada, ágil, criativa e competente.
  • 2. OBJETIVOS Espera-se oferecer às crianças, alvo do projeto, atividades diversificadasque minimizem o fracasso escolar melhorando sua autoestima por meio daoportunidade de ofertar aos graduandos das diferentes licenciaturas oferecidas pelaFAFI/UV atuação docente ainda em formação, para que possam construir sua práxiseducativa no contexto desafiador do aluno com dificuldades de aprendizagem.Também objetiva-se proporcionar situações de agir-refletir-agir compatíveis com osobjetivos educacionais, metodologias e conteúdos programáticos das Séries Iniciaisdo Ensino Fundamental e o domínio por parte dos graduandos do conhecimentopedagógico e científico da aprendizagem da criança com dificuldades.PUBLICO ALVO As crianças serão selecionadas para o projeto pelos docentes regente daturma, sendo que o critério a ser adotado é o seguinte: casos de multirrepetência,dificuldades na leitura e escrita, dificuldades na matemática, notas baixas e criançasque não estão sendo atendidas por nenhum outro programa de recuperação deestudos. Cada turma será composta por no mínimo dez crianças e no máximoquinze, e havendo necessidade e espaço a escola poderá contar com mais umaturma. Neste caso o acadêmico bolsista poderá ser o coordenador das turmas queserão regidas por estagiários graduandos voluntários e/ou com bolsas remuneradasem parceria com as Secretaria de Educação dos Municípios atendidos.METODOLOGIA A metodologia do trabalho parte da observação da realidade de cada um, umavez que cada educando é um caso específico e para buscar uma solução dasdificuldades de aprendizagem, requer a escolha de estratégias e atividadespedagógicas que busquem dar sentido aos problemas revelados. Estratégia daPedagogia lúdica da Alfabetização partindo da observação da realidade de cadaaluno. É realizado também o trabalho com portfólios: o Portfólio Docente dasacadêmicas bolsistas e dos Alunos com o conteúdo das atividades realizadas.
  • 3. Os alunos que participam do projeto são os que apresentam casos demultirrepetência, dificuldades na leitura, escrita e matemática, dislexia e discalculia,entre outros previamente selecionadas pelos professores regentes das Escolasparceiras e Equipe Pedagógica do projeto. As aulas do projeto são semanais e emcontra turno. Uma vez por semana todas as bolsistas se reúnem onde sãocolocados em pauta orientações e discussões sobre as atividades pedagógicas, deplanejamento e avaliação. A Equipe Gestora realiza visitas para apresentar, avaliar, acompanhar,supervisionar o andamento do projeto e realizar diagnóstico psicopedagógico emtodas as crianças participantes do projeto. Organização de Oficinas Pedagógicas ministradas pelos integrantes doProjeto com o objetivo de construir materiais pedagógicos para serem usados pelosalunos do Projeto contando com o envolvimento de todos os acadêmicos do Cursode Pedagogia da FAFI.RESULTADOS ESPERADOS Durante estes dois anos de operacionalização do Projeto identificamos váriosbenefícios e contribuições do Projeto tanto para os alunos com dificuldades deaprendizagem, bolsistas, famílias, escola e professoras orientadoras. Quanto às crianças alvo do projeto, espera-se que o fracasso escolar sejaminimizado e a autoestima do aluno seja recuperada. Quanto aos acadêmicosenvolvidos no projeto, espera-se que adquiram maior entusiasmo pela profissão deeducador construindo sua práxis educativa no contexto desafiador do aluno comDificuldade de Aprendizagem construindo melhores fundamentos e agregandoexperiências profissionais docentes. Os grandes beneficiados são os mais de 250(duzentos e cinquenta) alunos com dificuldades de aprendizagem que já foramatendidos pelo projeto nestes dois anos de funcionamento. Com sua continuidadeespera-se oferecer os mesmos benefícios a novos alunos e egressos do projetoanterior, suas famílias e seus professores, e ainda as acadêmicas bolsistas e suasfamílias, bem como a Pedagoga recém formada que têm a oportunidade de realizaruma prática docente assistida e orientada. A professora coordenadora do projeto eas professoras orientadoras do projeto também são beneficiárias, pois tem neste
  • 4. projeto uma oportunidade a mais de executar uma práxis docente que embasa suaspesquisas e conhecimentos acadêmicos. EQUIPE DE TRABALHOCOORDENADORA DO PROJETO:Prof.ª Ms. Rosana Beatriz AnsaiPROFESSORAS ORIENTADORAS:Prof.ª Ms. Maria Sidney GrunerProf.ª Ms. Roseli B. KleinPEDAGOGA DO PROJETO:Prof.ª Ana Paula CasanovaACADÊMICAS BOLSISTAS:BOLSISTA: Kelly F.D.de CastilhoESCOLA: Escola Municipal Lina ForteALUNOS ATENDIDOS: 10BOLSISTA: Carla Rosane FerschESCOLA: Escola R. M. Interventor Manoel RibasALUNOS ATENDIDOS: 15BOLSISTA: Juliane Aparecida GeislerESCOLA: Escola Municipal Reynaldo Frederico GaeblerALUNOS ATENDIDOS: 18BOLSISTA: Luciane GrubaESCOLA: Escola Municipal Paulo Ider HermannALUNOS ATENDIDOS: 14BOLSISTA: Fernanda DolineESCOLA: Escola Municipal Profº José MouraALUNOS ATENDIDOS: 17ESTAGIÁRIA DO MUNICIPIO DE CRUZ MACHADO VINCULADA AO PROJETO:Silvana WierzbickiESCOLA: Escola Municipal Prof. Bronislau KapusniakALUNOS ATENDIDOS: 20
  • 5. FOTOS DAS ATIVIDADES REALIZADAS NO PROJETOReunião com os pais da Escola Municipal Lina ForteEquipe dos Projetos da FAFIUV no I Encontro de profissionais recém-formados em Faxinal do Céu(05, 06 e 07 de março);
  • 6. Visita para supervisionar o andamento do Projeto e realizar avaliações psicopedagógicas com osalunos do Projeto;Atividade com as acadêmicas bolsistas na Sala do Departamento de Pedagogia;
  • 7. Visita para supervisionar o andamento do Projeto e realizar avaliações psicopedagógicas com osalunos do Projeto;Visita para supervisionar o andamento do Projeto e realizar avaliações psicopedagógicas com osalunos do Projeto;
  • 8. Reunião Mensal Geral com a Equipe do Projeto;Encontro da Equipe do Projeto com as Professoras, Equipe Pedagógica da Escola MunicipalProfessor Bronislau Kapusniak
  • 9. Equipe do Projeto em visita às Escolas;Equipe do Projeto na Reunião Mensal;
  • 10. Encontro da Equipe do Projeto com as Professoras, Equipe Pedagógica e Secretária Municipal deEducação de Porto Vitória;Atividades realizadas pelas acadêmicas de Pedagogia com alunos do Projeto;
  • 11. Acadêmicas de Pedagogia com alunos do Projeto;Brincadeiras e jogos realizados pelas acadêmicas de Pedagogia com alunos do Projeto;
  • 12. Alunos do Projeto visitam a FAFIUV;Alunos do Projeto divertem-se em Piquenique de confraternização;
  • 13. Confraternização de final de ano com Alunos do Projeto;Reunião Geral com a Equipe do Projeto;
  • 14. Visita coletiva à Escola Municipal Paulo Ider Hermann para supervisão das atividades realizadas pelaacadêmica bolsista e troca de experiência entre as bolsistas;Visita para supervisionar o andamento do Projeto e realizar avaliações psicopedagógicas com osalunos do Projeto;
  • 15. Encontro de bolsistas para planejamento de atividades, elaboração de relatório e organização deoficinas;Confraternização dos integrantes do Projeto de Apoio Aos Alunos com Dificuldades de Aprendizagem

×