• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Evolução do Cinema
 

Evolução do Cinema

on

  • 31,524 views

 

Statistics

Views

Total Views
31,524
Views on SlideShare
30,989
Embed Views
535

Actions

Likes
3
Downloads
324
Comments
1

9 Embeds 535

http://www.scoop.it 147
http://www.slideshare.net 115
http://webdemais.com.br 95
http://histculartes.blogspot.com 68
http://cronoarte.blogspot.com 48
http://histculartes.blogspot.pt 44
http://cronoarte.blogspot.pt 16
http://arquivos-claudiomar.blogspot.com 1
http://cronoarte.blogspot.com.br 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel

11 of 1 previous next

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
  • ótimo, amei e consegui fazer o meu trabalho de história *-*
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Evolução do Cinema Evolução do Cinema Presentation Transcript

    • O Cinema o Triunfo do sonho e do mito uma nova linguagem
    • Nascido num tempo de mudanças profundas, quer a nível estético, quer a nível técnico, o cinema surgiu como sequência do aparecimento da fotografia em movimento. A ‘invenção’ do cinema é atribuída aos irmãos Lumière, que em 1894 e 1895 filmaram A Saída dos Operários de uma Fábrica e O Grande Café de Paris. O escritor André Malraux dizia que “o cinema não é senão o aspecto mais evoluído do realismo plástico que começa com o Renascimento.”
    • O cinema aparece como resultado final da procura da fidelidade de representação, conseguida através do movimento, mas também de uma cada vez mais linguagem específica.
    • O cinema necessitou de um suporte fotográfico transparente, flexível e resistente, que possibilitasse o acumular de quilómetros de fotogramas, que rodariam em bobinas e dariam a ilusão de movimento. E na realidade o cinema é ilusão: podemos facilmente imaginar as reacções de deslumbramento, mas também de pânico, que se registaram durante as primeiras projecções dos irmãos Lumière, no interior de salas escuras. Griffith – O Nascimento de uma Nação
    • Se as primeiras imagens do cinema descrevem pequenos episódios da vida quotidiana, rapidamente se desvia para a ficção (Viagem à Lua) e para a reportagem documental, estimulado pela Primeira Guerra Mundial e por algumas grandes viagens, como a expedição de Scott ao Pólo Sul. Georges Méliès (1861-1938) foi um dos pioneiros do cinema mudo, e realizou em 1902 a primeira ficção cinematográfica:”Viagem à Lua”.
    • Lillian y Dorothy Gish Mary Pickford Wallace Reid Na sua essência, e como linguagem específica, o cinema é mudo. No entanto, Edison criou o ‘sonoro’ e o cinema tornou-se indústria: afirmou-se através de códigos próprios na dicotomia arte/indústria, acompanhando durante todo o séc. XX, alguns grandes movimentos estéticos: Luis Buñuel teve a colaboração de Salvador Dalí em O Cão Andaluz ; Sergei Eisenstein esteve ao serviço da revolução soviética com obras-primas como O Couraçado de Potemkine ou Ivan, o Terrível ; Murnau, com o seu Nosferatu, Lenni Riffenstal serviu a ideologia nazi, e Vittorio de Sica fez O Ladrão de Bicicletas , que é o primeiro filme do Neo-realismo italiano.
    •  
    • estudios Carl Laemmle Adolph Zukor William Fox
    • Thomas Ince (1882-1924)
    • Mack Sennett
    • The surf girl, 1916 The Rounders filmes
    • Charlot patina Charlot al balneari Charlot encarregat del basar
    • Buster Keaton
    • El moderno Sherlock Holmes (1924) One week (1920)
    •  
    • My wonderful World of Splapstick” (1960)
    • Harry Langdon
    • “ El mimado de la abuelita” (1922) Un tenorio tímido” (1924) “ El estudiante novato” (1925).
    • Cecille Blount de Mille
    • Cleopatra (1934) The crusades (1935 ) The squaw man
    • Eric Von Stroheim
    • ( 1923 ) Greed (1920 )
    • Robert flaherty
    • Louisiana Store(1948). Tabu, 1931 Mano of Aran 1934
    • Allan Dwan
    • Roben de los bosques (1922) Heidi (1957)
    • Fred Niblo director de Ben-Hur
    • Personatge infantil Jackie Coogan Rin tin tin
    • Charles Spencer Chaplin