A Importância Dos Sub-Doshas No Diagnóstico

3,585
-1

Published on

0 Comments
3 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
3,585
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
3
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A Importância Dos Sub-Doshas No Diagnóstico

  1. 1. A IMPORTÂNCIA DOS SUBDOSHAS NO DIAGNÒSTICO
  2. 3. Características Físicas Untuosa, macia e lisa Atractiva, de cor clara, rugas Comum face Sono pesado e prolongado Pouco mas profundo leve e interrompido; tendência para a insónia Sono moderado abundante Escasso suor Fezes formadas Fezes soltas irregular Evacuação Pouco Muito Irregular Apetite Compactas, oleosas, macias, polidas Aguçadas, flexíveis, lustrosas, rosadas Secas, rugosas, frágeis, quebradiças Unhas Pretos, azuis, castanhos escuros, grandes e sensuais Verdes, castanhos claros, Penetrantes Castanhos, cinzentos, pequenos Olhos forte, oleoso, grosso e encrespado, louro, preto ou castanho escuro Cabelo louro, castanho ou ruivo (ou com nuances avermelhadas) Seco, ondulado, escuro Cabelo Branca, clara, limpa, untuosa, macia, lisa Quente, queima-se facilmente com o sol, avermelhada, morena, clara, levemente untuosa, macia Fria, acinzentada, seca, dura, resistente, áspera, grosseira Pele Fácil de ganhar e difícil de perder Fácil de ganhar e fácil de perder Difícil de ganhar e fácil de perder Peso Grande, roliço, corpulento, suave, brilhante Tamanho médio, suave moderadamente forte Esguio, alta ou baixa, seca, emagrecida, fraca, irregular tipo pequeno Estrutura corporal Kapha Pitta Vata
  3. 4. Características Psicológicas Quente, prolongada Ardente, intensa Fria, variável Sexualidade Água, lagoas, bando cisnes, flores, oceano, pássaros Raiva, violência, fogo ardente, relâmpagos, ouro, sol Terríveis, voar, corridas, pulos, árvores e montanhas Sonhos Essencialmente material Tendência para o que é material Disciplinada Espiritualidade Doce, suave, lento, claro como um trovão, um tambor ou leão Preciso, agudo, bom falador Rápido, difuso, seco, débil entrecortado, excitante, pouca fluência, inconstante, depressivo Discurso Aprende devagar e esquece devagar Aprende depressa e esquece devagar Aprende depressa e esquece depressa Memoria Calmo, estável, teimoso, ambicioso Irritado, triunfante, arrogante, inteligente Temeroso, indeciso, nervoso, perceptivo Temperamento Kapha Pitta Vata
  4. 5. <ul><ul><li>Funções que governa no corpo humano: vata governa todas as funções nervosas e os movimentos. Está também relacionado com a circulação, respiração, com os movimentos musculares, a função motora, os cinco sentidos, a evacuação, a lactação, a menstruação, a função sexual e o suor. Pode ser encontrado na parte interna dos ossos, pele, cabelos, ouvidos, funções nervosas do cérebro, baixo abdómen e cólon, tendo como principal órgão de acúmulo o intestino grosso. </li></ul></ul><ul><li>Aumento de vata provoca: em excesso causa secura, pode dar origem a obstipações, insónias, pele seca, nervosismo e tristeza, medo e ansiedade, baixa vitalidade, dormência das funções sensoriais, perda de criatividade e falhas de comunicação </li></ul><ul><li>Diminuição de vata provoca: náuseas, letargia, preguiça, depressão e problemas de digestão </li></ul>VATA
  5. 7. <ul><li>Comer quatro refeições leves por dia de acordo com as estações do ano (as comidas devem ser quentes e cozinhadas). </li></ul><ul><li>manter a hidratação, com muita água e tisanas de ervas no intervalo das refeições. </li></ul><ul><li>ter o corpo bem nutrido com cremes ou óleos próprios (Sésamo, mostarda, amêndoas) e receber massagens regularmente. </li></ul><ul><li>desfrutar de um bom banho quente, sobretudo no Outono e ao fim da tarde (manter-se quente especialmente no tempo frio e ventoso). </li></ul><ul><li>É muito importante estabelecer rotinas, e fazer pausas no dia a dia (devem ir para a cama cedo, descansar e dormir bastante). </li></ul><ul><li>Em termos profissionais, os indivíduos Vata precisam de um trabalho em que possam dar asas à sua criatividade e que alimentem a sua alma. </li></ul><ul><li>Tai Chi, yoga e meditação são as práticas mais indicadas (evitar exercícios aeróbicos). </li></ul><ul><li>Evitar preencher cada minuto com actividades! </li></ul>Equilibrar Vata
  6. 8. <ul><li>Morna, carminativa, levemente picante e sedativa </li></ul><ul><li>Ingredientes orgânicos: 3 Gengibre em pó 3 Cravo em pó 7 Cominho em pó ½ Nos Moscada em pó 2 Alho em pó ou bem seco 1 Erva-doce em pó ou grãos Ghee (manteiga clarificada) para refogar </li></ul>Massala Vata
  7. 9. <ul><li>Funções que governa no corpo humano: Pitta é responsável pelo metabolismo e por tudo o que envolve transformação (como por exemplo a digestão dos alimentos). O seu órgão sede é o intestino delgado e pode ser encontrado nos olhos, oleosidade da pele, sangue, fígado, vesícula biliar, glândulas sebáceas, suor e no estômago na forma das enzimas digestivas </li></ul><ul><li>Aumento de Pitta: azia e sensações de queimadura, febre, insónias, sede excessiva, frustração, ódio e inveja, orgulho e raiva, problemas em manter uma conversa. </li></ul><ul><li>Diminuição de Pitta: perda de temperatura corporal, indigestão, perda do brilho da pele, garganta seca, conjuntivites, movimentos intestinais irregulares. </li></ul>Pitta
  8. 11. <ul><li>Fresca, depurativa e aromática </li></ul><ul><li>Ingredientes orgânicos: 13 Coentro em pó ou grãos 1 Cominho em pó ou grãos 13 curcuma ½ Feno greco em pó ou grãos 1 ½ Nos moscada em pó 3 Alecrim em pó ou erva seca Ghee (manteiga clarificada) para refogar </li></ul>Massala Pitta
  9. 12. <ul><li>Manter-se frescos no Verão e evitar o sol directo - preferir duches frescos, com água fria no final do banho </li></ul><ul><li>Comer com regularidade,  três refeições por dia - Evitar estimulantes como especiarias picantes , café e álcool em excesso , alimentos salgados e com gordura e dar preferência a muita fruta fresca, saladas e sumos naturais. </li></ul><ul><li>É muito importante descontrair e evitar a tendência de ser super organizado. </li></ul><ul><li>Tentar ser espontâneo e escolher desportos não competitivos, mas com estímulo suficiente para não serem aborrecidos . </li></ul><ul><li>As férias devem ser em climas temperados, e os dias não devem ser preenchidos em demasia com actividades. </li></ul><ul><li>Para equilibrar a tendência de um excesso de stress na vida profissional, nos tempos livres deve ter actividades relaxantes. </li></ul><ul><li>Praticar técnicas de relaxamento e meditação. </li></ul>Equilibrar Pitta
  10. 13. <ul><li>Funções que governa no corpo humano: kapha é responsável pela estrutura, estabilidade e lubrificação das mucosas e articulações. Encontra-se no tórax, garganta, nódulos linfáticos, plasma, língua, boca, massa cerebral, liquido sinuvial musculatura, pâncreas, pulmão e estômago, sendo este o seu órgão sede e de acúmulo </li></ul><ul><li>Aumento de kapha: obesidade, náuseas, sono excessivo, cobiça e falta de amabilidade, letargia e falta de interesse, digestão difícil e longa, aborrecimento e falta de cuidado, falta de compaixão e secreções mucosas </li></ul><ul><li>Diminuição de kapha: secura da boca, sede, dores no corpo, vertigens. </li></ul>Kapha
  11. 15. <ul><li>Quente, picante e anti-inflamatória </li></ul><ul><li>Ingredientes orgânicos: 5 Gengibre em pó 4 ½ Canela em pó 9 Mostarda em pó ou grãos 2 Paparica em pó 1 Pimenta do reino em pó 5 Urucum em pó ou grãos 1 Chilli em pó Ghee (manteiga clarificada) para refogar </li></ul>Massala Kapha
  12. 16. <ul><li>Procurar estímulo mental e físico, uma vez que beneficiam de mudança nos hábitos diários. Se têm um trabalho muito rotineiro, devem inserir alguma acção e variedade nos tempos livres, e conviver com amigos. </li></ul><ul><li>Evitar dormir demasiado . Dormir com cobertores leves e se necessário acordar com o despertador. </li></ul><ul><li>Comer várias vezes por dia. Como têm tendência para engordar facilmente, necessitam de combinar uma dieta apropriada com exercício físico. </li></ul><ul><li>Como são bons desportistas, devem ser encorajados à prática de jogos com companheiros cheios de energia. O relaxamento é importante para todos, mas os períodos mais calmos devem ser apenas uma parte do dia e não um estilo de vida! </li></ul><ul><li>As férias e fins de semana devem ser bastante activos. O clima deve ser quente. </li></ul><ul><li>A primavera é a altura do ano mais vulnerável, podem apanhar facilmente uma gripe ou constipações. </li></ul><ul><li>Devem beber bastante chá de gengibre e evitar alimentos salgados e ácidos. </li></ul><ul><li>A meditação é uma ajuda preciosa para manter a saúde, mas só a devem praticar nas horas do dia em que estão completamente despertos. </li></ul><ul><li>Para desintoxicar o corpo devem receber uma massagem completa, ou até uma massagem semanal que façam a si próprios, como uma massagem abdominal ou uma massagem indiana à cabeça. </li></ul>Equilibrar Kapha
  13. 17. SubDoshas de Vata
  14. 18. <ul><li>É a nossa força vital. Está localizada no cérebro, na cabeça e no peito. É responsável pela inalação, o movimento da mente, pensamentos, sentimentos, emoções e percepção. Tem o movimento para dentro, introspectivo. Coordena os sentidos, a coerência de pensamento a atenção e a estrada de conhecimento a nível superior do Eu. Quando praticamos pranayama (exercícios respiratórios), estamos praticando o controle de prana que gera a capacidade de desconectar a mente e os sentidos levando á introspecção. Quase todas as doenças têm um pouco a quebra do prana vata, por isso os exercícios respiratórios e a aromoterapia podem ter um papel importante no processo de cura. A nossa sociedade que faz com andemos sempre agitados e a correr de um lado para o outro, que nos bombardeia com informação levando a um excesso de estimulação faz com que inconscientemente baixemos a nossa respiração e consequentemente haja uma diminuição na nossa força vital. </li></ul><ul><li>Sintomas de desequilíbrio: preocupação, ansiedade, insónias, asma, enxaquecas, rouquidão, soluços, garganta seca, tuberculose, falta de ar, desidratação, emagrecimento, memoria fraca, senilidade, batimentos cardíacos irregulares, perda de voz, sinusite, medo, raiva, fadiga, Parkinson, epilepsia. </li></ul><ul><li>Óleos para restaurar o equilíbrio: canela, madeira de sândalo, alecrim, mirtilho, hissopo, angélica, cardamomo, laranja </li></ul>Prana Vata
  15. 19. <ul><li>Está concentrada nos pulmões e na garganta. Movimenta o ar para cima e para fora. Esta energia é responsável pela exalação e faz a manutenção da saúde e vivacidade da pele e da compleição e está relacionado com a tiróide e o quinto chakra (Vishuda), ligado à nossa expressão tanto verbal quanto existencial. Promove a força física e cria um intelecto e memoria fortes. Permite a libertação das emoções e perdoar. </li></ul><ul><li>Sintomas de desequilíbrio: olhos secos, garganta seca, amigdalite, falta de entusiasmo, fraqueza, desequilíbrios da tiróide, cancro, fadiga, problemas na fala, tosse seca, dores de ouvido, gaguez, excesso de excitação, aumento ou diminuição da actividade na circulação energética no Vishuda. Um óptimo tratamento para desequilíbrios Udana é cantar. </li></ul><ul><li>Óleos para restaurar o equilíbrio: camomila, badiana, énula-campana (apenas inalações) </li></ul>Udana Vata
  16. 20. <ul><li>É responsável pelo movimento da comida no estômago e intestino delgado através dos movimentos peristálticos. É considerado a inteligência que controla tudo na digestão, a inteligência do intestino em separar o que é alimento e o que será excretado pelo organismo. Faz a conexão entre a parte superior e inferior do ser humano ou corpo e espírito. Permite o equilíbrio entre a mente e as emoções. É responsável pela sensação de fome e está intimamente conectado com agni (fogo digestivo), pois estimula a secreção do suco e enzimas digestivas, assim como a excreção da bile </li></ul><ul><li>Sintomas de desequilíbrio: movimentação muito lenta ou muito rápida da comida no sistema digestivo, indigestão, diarreia, flatulência, assimilação inadequada de nutrientes, desidratação, pouca energia, perda de apetite. </li></ul><ul><li>Óleos para restaurar o equilíbrio: valeriana, funcho, noz-moscada, cravo-da-índia, manjericão, gengibre, açafrão-da-índia, cominhos. </li></ul>Samana Vata
  17. 21. <ul><li>Pode ser encontrado em todo o corpo. Está no coração, no sistema circulatório e governa a contracção e dilatação dos vasos sanguíneos, é também responsável pela manutenção do ritmo cardíaco, pela transpiração, pelo bocejar e pela sensação de toque. Como espalha e controla a energia que circula no corpo (através do sistema nervoso e sistema circulatório), Vyana comanda também a nutrição e a remoção dos detritos. Relaciona-se com a capacidade de andar e se movimentar do corpo e sai pela palma dos pés e das mãos. </li></ul><ul><li>Sintomas de desequilíbrio: estalar das articulações, artrite, nervosismo, pestanejar frequente, batimentos cardíacos irregulares, dificuldade na movimentação, varizes, estagnação de sangue, circulação lenta, pernas inquietas, extremidades frias e edema. </li></ul><ul><li>Óleos para restaurar o equilíbrio: mirra, cânfora, cardamomo, eucalipto, valeriana, canela </li></ul>Vyana Vata
  18. 22. <ul><li>É responsável pela excreção dos resíduos de comida, pela menstruação, ejaculação e parto. </li></ul><ul><li>Encontra-se nos testículos, próstata e uretra no homem, no útero e vagina na mulher e principalmente no intestino grosso. Regula a função renal, a ovulação e movimento dos espermatozóides sendo relacionado com fecundação, é também responsável do feto. Está ainda nos movimentos do nervo ciático na parte mais inferior do corpo. É também responsável pela absorção de minerais pelo cólon. </li></ul><ul><li>Sintomas de desequilíbrio: obstipação, diarreia, diabetes, desordens menstruais, dismenorréia (cólicas menstruais), disfunção sexual, dores lombares, parto difícil, nascimento do bebe já morto, problemas no trato urinário e genital como retenção de urina, dor no acto sexual, ejaculação precoce e orgasmo prematuro. </li></ul><ul><li>Óleos para restaurar o equilíbrio: gengibre, alho, canela, tília, limão, cebola, salsa, assa-fétida, manjericão </li></ul>Apana Vata
  19. 23. SubDoshas de Pitta
  20. 24. <ul><li>É a forma do fogo que digere as coisas, representada pelas enzimas digestivas, o ácido clorídrico, a pepsina e o suco digestivo intestinal. Está localizado no estômago e também na saliva na forma de pictialina. Pachaka Pitta é responsável pelo agni (fogo) central do nosso corpo (jathara agni), governando a digestão no estômago. É responsável pelo apetite e pelos desejos. Transforma a comida em nutrientes e desperdícios. É aqui que é mais provável Pitta acumular e causar problemas. </li></ul><ul><li>Sintomas de desequilíbrio: úlceras, indigestão, vícios, desejos, azia. </li></ul><ul><li>Óleos para restaurar o equilíbrio: aloé vera (na forma fresca  gel ou sumo), menta, coentros, cominhos, açafrão-da-índia, ferula, funcho. </li></ul>Pachaka Pitta
  21. 25. <ul><li>Está localizado no fígado e no esplénio. Ranjaka promove a cor a todos os tecidos do corpo, pele, cabelos, olhos, sangue, bile, fezes, urina etc. É também a inteligência que promove o equilíbrio químico do sangue e a distribuição de nutrientes pela corrente sanguínea e também a destruição das toxinas, sendo relacionado com a síntese de hemoglobina, com as células vermelhas e com a medula óssea. </li></ul><ul><li>Sintomas de desequilíbrio: irritabilidade, hostilidade, inflamações da pele, hepatite, anemia, fadiga crónica e colesterol alto, desordens no sangue, hipotensão arterial. Podemos observar o desequilíbrio de Ranjaka Pitta também através da esclerótica nos olhos – quando está amarelada, pode indicar intoxicação no fígado assim como raiva excessiva, emoção conectada a este SubDosha. </li></ul><ul><li>Óleos para restaurar o equilíbrio: rosa, madeira de sândalo, camomila, mirtilo, lavanda, erva-cidreira, coentro, amargoseira, milefólio, crisântemo, açafrão-da-índia, açafrão, madressilva. </li></ul>Ranjaka Pitta
  22. 26. <ul><li>Significa aquilo que completa e realiza (sad), está localizado no cérebro, manifestando-se nos neurotransmissores e no coração como parte do plexo cardíaco ou chakra do coração. é responsável por transformar as sensações em emoções e sentimentos, em aceder informações (memória, passado, experiências) e pela auto-estima. Permite a realização do intelecto e da inteligência. é o fogo que determina o que é verdade ou realidade sendo relacionado a nível inferior com a busca do prazer e a nível superior com a busca da realização espiritual. Esta energia mental, também é responsável pela digestão das impressões e ideias. Dá coragem, clareza nos pensamentos e contentamento. </li></ul><ul><li>Sintomas de desequilíbrio: perda da clareza, confusão e desilusão, perda da capacidade de distinguir realidade e fantasia, perda de memória, indecisão e problemas cardíacos, enfarte do miocárdio, tristeza, esquecimento. A compreensão de Sadhaka Pitta é a compreensão de todo o complexo neuroquímico de nosso corpo. </li></ul><ul><li>Óleos para restaurar o equilíbrio: cardamomo, rosa, madeira de sândalo, açafrão, Lotus, jasmim, gardénia, </li></ul>Sadaka Pitta
  23. 27. <ul><li>Está presente nos olhos. É a forma do fogo que governa a percepção visual transforma a imagem óptica em sensação óptica. A expressão física de alochaka Pitta é chamada rodopsina (é uma proteína transmembranar que se encontra nos bastonetes, encontrados no epitélio pigmentar da retina dos olhos. É responsável pela visão monocromática no escuro.) no modelo biomédico ocidental, responsável por gerar impulso visual. Promove a percepção e digestão da luz e a percepção clara da mente e da alma. Está relacionado com as emoções através das lágrimas. Permite a utilização da luz pelo corpo estimulando directamente a glândula pinial. </li></ul><ul><li>Sintomas de desequilíbrio: conjuntivite, queimação nos olhos, fotofobia, confusão na percepção das coisas aparecem, olhos vermelhos e irritados, raiva. </li></ul><ul><li>Óleos para restaurar o equilíbrio: cânfora, ferula, crisântemo </li></ul>Alochaka Pitta
  24. 28. <ul><li>Está localizado na pele e está relacionado com a nossa capacidade de sentirmos o que os outros sentem (ser objectivo). É responsável pela compleição, o brilho e o lustro da nossa pele, processando os óleos provenientes das glândulas sebáceas para nutrição da mesma. Promove a sensação do toque, da dor e a regulação da temperatura do corpo. Quando está em equilíbrio deixa a pele macia e brilhante </li></ul><ul><li>Sintomas de desequilíbrio: eczema, dermatites, acne e perda da sensibilidade táctil, inflamação da pele, furúnculos, cancro da pele, erupções cutâneas. </li></ul><ul><li>Óleos para restaurar o equilíbrio: camomila, menta, lavanda, rosa, milefólio, coentro </li></ul>Bhrajaka Pitta
  25. 29. SubDoshas de Kapha
  26. 30. <ul><li>Significa aquilo que dá suporte. Responsável pela integridade funcional, está presente no sistema cardiovascular e respiratório (no coração e revestimento do pulmão (pleura)). Representado pelas secreções brônquicas e pelo fluido pericardial (a perda destes fluidos é uma experiência extremamente dolorosa), ajuda nas trocas gasosas, protege os pulmões e os alvéolos (permeabilidade) e protege o músculo cardíaco. Dá força às costas, ao peito, ao coração e dá flexibilidade ao corpo. Coragem, compaixão, confiança e amor são qualidades promovidos também por este SubDosha. </li></ul><ul><li>Sintomas de desequilíbrio: provoca sensação de peso no peito, ansiedade, apego, letargia, dores lombares, bronquite, asma, enfisema pulmonar e pneumonia. </li></ul><ul><li>Óleos para restaurar o equilíbrio: cardamomo, laranja, cálamo, gengibre, hissopo, énula-campana, eucalipto, salva </li></ul>Avalambaka Kapha
  27. 31. <ul><li>É a forma de Kapha que promove o humedecimento ou lubrificação no trato gastro-intestinal, podendo ser representado pelo muco que reveste e protege as paredes do estômago contra a corrosibilidade dos sucos digestivos (protege de uma digestão Pitta). Kleda significa hidratação, liquefacção e promove a hidratação de todas as células e tecidos e providencia energia para a pessoa após o consumo de alimentos. Em equilíbrio, kledaka promove contentamento, satisfação e a necessidade de pequenas quantidades de alimentos. </li></ul><ul><li>Sintomas de desequilíbrio: ansiedade, insegurança, sentimento de solidão e necessidade de ingerir grandes quantidades de alimentos. Digestão lenta, excesso de muco no estômago, sensação de enfartamento. </li></ul><ul><li>Óleos para restaurar o equilíbrio: gengibre, canela, casca de laranja, orégão, tomilho, cravo-da-índia, </li></ul>Kledaka Kapha
  28. 32. <ul><li>Significa a forma da água que produz contentamento, está presente no cérebro, medula espinhal (fluidos), bainha de mielina e meninges. É responsável pelas células cerebrais, pela protecção dos impulsos nervosos que transitam de um neurónio para o outro, pela capacidade de gravar e reter informações e consequentemente pela memória. Está presente nas moléculas de DNA na forma da nossa memória biológica. Tarpaka kapha ainda pode ser conectado ao sentimento de felicidade, ao contentamento à estabilidade e à busca pela felicidade interior. Lubrifica a cavidade nasal e os seios nasais, fornece clareza sensorial, perceptiva e espiritual e a sensação de unificação com o que é divino. </li></ul><ul><li>Sintomas de desequilíbrio: paralisias, doença de Parkinson, tumores cerebrais, perda de memória e desequilíbrios psiquiátricos como esquizofrenia, irritação dos seios nasais, enxaquecas, perda do olfacto, irritabilidade. </li></ul><ul><li>Óleos para restaurar o equilíbrio: manjericão, eucalipto, énula-campana (apenas para inalação), cânfora e alecrim </li></ul>Tarpaka Kapha
  29. 33. <ul><li>Está presente na boca, glândulas salivares, língua, nos fluidos digestivos e na glândula parótida. É responsável pela produção de saliva e pela captação do sabor (paladar), o paladar é especialmente importante para as pessoas do tipo kapha o que pode levar à excessiva ingestão de comida, à inactividade do paladar e consequente desequilíbrio. Lubrifica as amígdalas, a epiglote, as cordas vocais e boca. É o primeiro SubDosha de kapha que se desequilibra. Em níveis mais subtis, bodhaka kapha é responsável pelo conhecimento, pela capacidade de se fazer compreender e pelo refinamento de sentir os prazeres da vida. </li></ul><ul><li>Sintomas de desequilíbrio: obesidade, congestão, diabetes, sensibilidade à comida, enfraquecimento das papilas gustativas e da secreção de saliva pelas glândulas salivares, enfraquece a captação dos sabores (por isso a necessidade de comer mais) e aumenta o sentimento de apego. </li></ul><ul><li>Óleos para restaurar o equilíbrio: cardamomo, cânfora, eucalipto, gengibre, cálamo, ferula, mirra </li></ul>Bodhaka Kapha
  30. 34. <ul><li>Presente nas articulações, é o líquido que promove protecção e lubrificação nas articulações facilitando os movimentos. Promove força aos ligamentos e suporte a todo o sistema esquelético. Agravação ou excesso leva a articulações soltas, inchadas e fracas. </li></ul><ul><li>Sintomas de desequilíbrio: Artrites degenerativas, dores ciáticas, artrites reumatóides e articulações rígidas e barulhentas, articulações soltas, inchaço, movimentos lentos e dolorosos </li></ul><ul><li>Óleos para restaurar o equilíbrio: gengibre, eucalipto, açafrão-da-índia, canela, zimbro, cipreste </li></ul>Slesaka Kapha
  31. 35. <ul><li>O terapeuta de medicina ayurveda pode usar 8 métodos de diagnóstico diferentes são eles: </li></ul><ul><li>exame físico geral do corpo todo ( akruti ) </li></ul><ul><li>exame táctil, palpação ( sparsha pariksha ); </li></ul><ul><li>observação da fala e da voz ( shabda ); </li></ul><ul><li>exame do pulso ( nadi pariksha ); </li></ul><ul><li>exame da língua ( jihva pariksha ); </li></ul><ul><li>exame dos olhos ( druga pariksha ); </li></ul><ul><li>exame da urina ( mutra ); </li></ul><ul><li>exame das fezes ( mala ); </li></ul><ul><li>exame dos lábios; </li></ul><ul><li>exame das unhas. </li></ul><ul><li>Estes exames servem para: </li></ul><ul><li>Determinar a constituição base do paciente (prakruti) </li></ul><ul><li>Compreender qual é a causa da doença (vikruti); </li></ul><ul><li>Saber quais as recomendações terapêuticas a aplicar para eliminar a causa da doença sem desequilibrar o dosha base do paciente </li></ul>Diagnóstico
  32. 36. <ul><li>Doshas e os SubDoshas são fundamentais no diagnóstico através do pulso. </li></ul><ul><li>O diagnóstico através do pulso usa a artéria radial para diagnosticar a constituição e a actual saúde da pessoa, bem como qualquer desequilíbrio. </li></ul><ul><li>Cada dosha expressa-se de acordo com as suas características: </li></ul><ul><li>Pulso Vata: relacionado com o movimento rápido de uma serpente, desliza pelo dedo sendo rápido, irregular, de onda fina e amplitude baixa, escorregando por baixo do dedo. </li></ul><ul><li>Pulso Pitta: percebido no dedo médio, este pulso é relacionado com o pulo de uma rã: de amplitude grande e duração curta e frequência alta, esta onda é percebida como um soco na ponta do dedo e, devido a sua intensidade pode invadir as regiões Vata e Kapha. </li></ul><ul><li>Pulso Kapha: assemelha-se com o movimento de um cisne, de onda lenta, gorda e com grande amplitude, é um pulso mais difícil de ser percebido pois geralmente é mais profundo. </li></ul>Diagnóstico pelo pulso
  33. 37. <ul><li>Qualquer doença é vista como um desequilíbrio que pode ser corrigido. </li></ul><ul><li>A manutenção do equilíbrio do dosha correspondente à constituição da pessoa é a base para uma saúde perfeita. Apenas quando os doshas se desequilibram a pessoa vai sofrer de desconfortos e ficar doente </li></ul><ul><li>Cada SubDoshas governa áreas especificas do dosha principal. Isto ajuda o terapeuta a descobrir com uma maior precisão que desequilíbrios estão a afectar o corpo, sendo assim os SubDoshas são fundamentais para um bom diagnóstico e consequente tratamento. </li></ul>

×