• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
História do Brasil - Colônia - Expansão marítima [www.gondim.net]
 

História do Brasil - Colônia - Expansão marítima [www.gondim.net]

on

  • 7,507 views

História do Brasil - Colônia - Expansão marítima [www.gondim.net]

História do Brasil - Colônia - Expansão marítima [www.gondim.net]

Statistics

Views

Total Views
7,507
Views on SlideShare
2,183
Embed Views
5,324

Actions

Likes
2
Downloads
0
Comments
0

4 Embeds 5,324

http://www.gondim.net 5315
http://2482228580547266372_8aa8460b0d989c13d463e7689242676438e6f219.blogspot.com 7
http://2482228580547266372_8aa8460b0d989c13d463e7689242676438e6f219.blogspot.com.br 1
http://3.bp.blogspot.com 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    História do Brasil - Colônia - Expansão marítima [www.gondim.net] História do Brasil - Colônia - Expansão marítima [www.gondim.net] Presentation Transcript

    • HISTÓRIA DO BRASILBrasil colônia. Expansão marítima Prof. Marco Aurélio Gondim www.gondim.net 1
    • O SURGIMENTO DE PORTUGAL 2
    • GUERRAS DE RECONQUISTA• Local: península Ibérica• Campanhas militares de cristãos (reinos do norte) contra os islâmicos (centro e sul da península)• Portugal nasceu como o condado Portucalense do reino de Leão• Ano de 1139: monarquia independente (família de Borgonha) 3
    • FORMAÇÃO DO ESTADO NACIONAL Revolução de Avis• Ano de 1383: morte de D. Fernando (último rei da casa dos Borgonha)• Disputa entre Dona Leonor Teles e D. João (Mestre da Ordem de Avis)• Dona Leonor foi acusada de favorecer o reino de Castela• Setores populares, mercadores e parte da nobreza apoiaram D. João• Nova dinastia (1385-1580): Estado lusitano 4
    • DINASTIA DE AVIS 5
    • EXPANSÃO MARÍTIMA PORTUGUESA• Portugal: primeiro país a ter uma monarquia absoluta• Consolidação da burguesia mercantil• Início: 1415 – conquista de Ceuta (atual Marrocos)• Busca de novas rotas comerciais para romper o monopólio árabe e italiano sobre as especiarias orientais• Rota: contorno do continente africano (Périplo Africano) 6
    • CONQUISTA DE CEUTA - 1415 7
    • EXPANSÃO MARÍTIMA IBÉRICA 8
    • 9História do Brasil para Principiantes. Carlos Eduardo Novaes
    • CRONOLOGIA DA EXPANSÃO MARÍTIMA PORTUGUESA• 1415: Ceuta• 1486-87: Cabo da Boa Esperança com Bartolomeu Dias• 1498: Índias com Vasco da Gama• 1500: Brasil com Pedro Álvares Cabral 10
    • 11História do Brasil para Principiantes. Carlos Eduardo Novaes
    • FATOS IMPORTANTES• 1480 – Tratado de Toledo: em caso de descoberta de terras, portugueses e espanhóis deveriam dividir o território• 1492 – Descoberta da América por Colombo financiado pelos espanhóis• 1493 – Bula Inter Coetera: estabelecia que de Cabo Verde até 100 léguas, o domínio pertenceria aos lusitanos e além disso, seria domínio espanhol• 1494 – Portugal reclama que nada lhe sobrara do Novo Mundo e é assinado o Tratado de Tordesilhas: ocorre a ampliação da área de domínio português de 100 léguas para 370 léguas a 12 oeste das ilhas de Cabo Verde
    • TERRA BRASILIS - 1519 13
    • PERÍODO PRÉ-COLONIAL 1500 - 1530• Monopólio sobre o ouro africano• Comércio de especiarias com as Índias• Inexistência de metais preciosos / produtos rentáveis no Brasil• Monopólio de extrativismo de pau-brasil (estanco)• Mão de obra indígena: escambo• Presença de franceses no Brasil• Expedições guarda-costas: Cristóvão Jacques em 1516 e 1526 14
    • CONTEXTO ECONÔMICO• Mercantilismo: capitalismo comercial• Pacto colonial: a função da colônia é complementar a economia da metrópole• Monopólio comercial• Intervencionismo estatal• Protecionismo alfandegário• Balança comercial favorável 15
    • COLONIZAÇÃO DE FATO (1530)• Concorrência de outros Estados modernos na exploração do Brasil• Descoberta de metais preciosos nas colônia espanholas• Decadência do comércio português no Oriente 16
    • 17
    • 18
    • 19História do Brasil para Principiantes. Carlos Eduardo Novaes
    • CAPITANIAS HEREDITÁRIAS• Empreendimento particular: – 15 lotes entregues a 13 donatários• Dois documentos: – Carta de doação: legitimava a pose – Foral: direitos e deveres dos donatários• Governos locais: câmaras municipais – Vereadores: colonos chamados de homens bons• Fracasso parcial do sistema: – governo central em Salvador (Governo Geral) em 1549: centralização 20
    • CAPITANIAS HEREDITÁRIAS• Sistema de sesmarias: – A Coroa e os capitães cediam terras a particulares – Os lotes das capitanias eram chamados de sesmarias – Os donatários das sesmarias eram chamados de sesmeiros – Essas terras eram compradas a um preço relativamente baixo – O sesmeiro era nobre ou possuía influência junto à corte 21
    • 22História do Brasil para Principiantes. Carlos Eduardo Novaes
    • QUESTÃO INDÍGENA• População indígena em 1500: 3 milhões (estimativa)• Baixo grau de civilização• Domínio da agricultura itinerante• Mão de obra escrava até 1600• A guerra justa legitimava a escravidão dos índios 23
    • 24História do Brasil para Principiantes. Carlos Eduardo Novaes
    • CONFEDERAÇÃO DOS CARIRIS• Período: 1683 - 1713• Também chamada de "Guerra dos Bárbaros“• Movimento de resistência de indígenas brasileiros da nação Cariri (ou Kiriri) à dominação portuguesa• Os cariris viviam entre os rios São Francisco (Bahia) e Parnaíba (Piauí)• “Cariri” significa tristonho, calado, silencioso. Capistrano de Abreu os descreve como “valentes e de terrível resistência, talvez os de mais persistência que os portugueses encontraram” 25
    • ESTRUTURA COLONIAL Economia açucareira• Cana-de-açúcar: produto escolhido pelos portugueses, que já plantavam na ilha da Madeira e já estavam associados aos holandeses• Os holandeses ficavam com 70% da renda• Modelo: plantagem ou plantation – Grandes propriedades – Monocultura – Trabalho escravo – Exportação 26
    • Economia açucareira no Nordeste• Fatores: – Proximidade com o mercado europeu – Alta produtividade (solo massapé) – Possibilidade de organização de grandes unidades• Pernambuco: maior produção de açúcar• Ciclo do açúcar: 1532-1654• Sociedade: – rural, patriarcal, escravista e reduzida mobilidade• Casa grande x senzala 27
    • ESCRAVIDÃO NEGRA• Falta de mão de obra indígena: fugas, mortes...• 3,6 milhões de negros foram trazidos para o Brasil• Aproximadamente 1/3 morria na viagem nos navios negreiros• Os portugueses compravam os cativos de comerciantes africanos• O comércio se concentrava no Rio e em Salvador 28
    • IBGE
    • 30Fonte: HISTÓRIA GERAL DA ÁFRICA • V - África do século XVI ao XVIII – p.94
    • UNIÃO IBÉRICA E INVASÃO HOLANDESA• União Ibérica (1580-1640): Diante de uma questão dinástica, Portugal é anexado pela Espanha de Felipe II, sem poder reagir ante o poderoso vizinho.• Espanha e Holanda em guerra: embargo ao açúcar produzido pelos holandeses• 1624: a Companhia das Índias Ocidentais tomou Salvador• 1630-1654: invasão de Pernambuco• Maurício de Nassau (1637-44): – Crédito aos fazendeiros – Liberdade religiosa na colônia – Remodelou Recife – Trouxe missões artísticas e científicas 31
    • Presença dos holandeses no Brasil 32
    • EXPULSÃO DOS HOLANDESES• 1645-1654: Insurreição Pernambucana• Após a União Ibérica, os holandeses se recusam a sair do Nordeste• Guerra entre Portugal e Holanda• Os holandeses abandonam a Nova Holanda• Os batavos estabelecem a produção de cana- de-açúcar nas Antilhas holandesas• Decadência da produção açucareira brasileira 33
    • INVASÕES 34
    • Prof. Marco Aurélio Gondim www.gondim.net 35