Resumos de geologia

775 views
683 views

Published on

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total views
775
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Resumos de geologia

  1. 1. João Martins legenda das abreviaturas e setas no rodapé GEOLOGIA A Terra e os seus subsistemas em interacção desencadeada por ação de Terra planeta ativo e dinâmicoatividade geológica energia proveniente de fontes é a q/ + influencia a Terra energia do Sol externas ou energia térmica internas proveniente da desintegração de elementos radioactivos ativa o movimento atmosférico; q/ fazem parte da constituição da Terra; impulsiona o ciclo da água; do calor remanescente da própria formação proporciona o calor necessário às reacções da Terra. químicas q/ afetam as rochas superficiais; mantém uma temperatura adequada à manutenção da vida; é utilizada pelos seres vivos fotossintéticos. Sistema porção do Universo c/ ≠s componentes em interacção, d’1 modo organizado p. ex.: há 3 tipos de sistema sistema Terra aberto fechado isoladoocorre intercâmbio de matéria e ocorre intercâmbio energético ñ existe permuta de matéria nemenergia através das suas através dos seus limites mas ñ de eneria através das suas fronteirasfronteiras matéria O intercâmbio de matéria da Terra c/ o exterior é pratica/ insignificante qd comparado c/ as dimensões do nosso planeta. A massa terrestre mentém-se± estável à cerca de 4000M.a., podendo considerar-se a Terra 1 sistema QUASE fechado devido às pequenas trocas de matéria. -implica q/ - que + - mais c/ - com qd - quando≠/≠s – diferente/diferentes d’ - de ñ - não tb. - tambémqualquercoisa/ - qualquercoisaMENTE± - mais ou menosmto. - muito>/>s – maior/maiores / - devido a
  2. 2. João Martins legenda das abreviaturas e setas no rodapé Subsistemas terrestres Formação d’adaptações até ao Alteração num subsistema a alteração dos outros estabelecimento d’1 novo equilíbrio Aquecimento atmosférico aquecimento das águas ≠ distribuição dos seres Vivos Os ≠s subsistemas influenciam-se 1. Atmosfera 2. Hidrosfera 3. Geosfera 4. Biosfera 1. Atmosfera formada pela camada gasosa que envolve os outros subsistemas possui≠s camadas conforme a variação da temp., a pressão e a composição Troposfera Estratosfera Mesosfera Termosfera Desde a superfície (entre 18 e 50km de 50 a 80km de + de 80km de altitudeaté cerca de 18km de altitude) Entre os 25 altitude. altitude. e os 30km a camada de O3 atinge ˃ concentração. 2. Hidrosfera é constituída pelos reservatórios d’água oceanos rios lagos glaciares calotes de gelo águas subterrâneas Cada reservatório tem 1 volume d’água mto. ≠ Alguns autores consideram q/ as calotes de gelo, os glaciares, etc. formam outro subsistema criosfera Os oceanos representam os >s reservatórios d’água (97,2%) Os reservatórios d’água doce representam uma pequena percentagem. O > reservatório d’água doce encontra-se gelado (74%) e então a percentagem d’água doce disponível p/ os seres vivos é mto. reduzida. -implica q/ - que + - mais c/ - com qd - quando≠/≠s – diferente/diferentes d’ - de ñ - não tb. - tambémqualquercoisa/ - qualquercoisaMENTE± - mais ou menosmto. - muito>/>s – maior/maiores / - devido a
  3. 3. João Martins legenda das abreviaturas e setas no rodapé A água movimenta-se na Natureza passando sucessiva/ dum reservatório aoutro ciclo hidrológico É motorizado por energia solar força gravítica3. Geosfera parte sólidaé o subsistema de >s dimensõeso núcleo externo está no estado líquidoa zona + externa é a litosfera crosta e parte superior do mantoa sua zona superficial serve de suporte a grande parte da vidaterrestre4. Biosfera conjunto de seres vivos q/ povoam a Terradependem do ambiente físico-químicoexercem importantes influências sobre o meionos oceanos a vida encontra-se sobretudo na zona até onde penetra a luz solarsistema Terra depende da interacção entre os ≠s subsistemas qd se altera drástica/ graves desequilíbrios extinção de mtas. espéciesquase fechado os seus recursos são finitos deve ser praticado 1 desenvolvimento sustentável os materiais residuais permanecem dentro das suas fronteiras alterações no equilíbrio-implica q/ - que + - mais c/ - com qd - quando≠/≠s –diferente/diferentes d’ - de ñ - não tb. - tambémqualquercoisa/ -qualquercoisaMENTE± - mais ou menosmto. - muito>/>s – maior/maiores / -devido a
  4. 4. João Martins legenda das abreviaturas e setas no rodapé As rochas, arquivos q/ relatam a história da Terra As modificações geológicas, geográficas e biológicas estão egistadas e preservadas nas rochas q/ se geraram ao longo de M.a. são geradas por processos naturais testemunham as condições em q/ se geraram há 3 tipos de rocha 1. Sedimentares2. Metamórficas 3. Magmáticas resultam de transformações resultam da solidificação doresulta da deposição de mineralógicas e texturais magma em profundidade oudetritos provenientes d’outras rochas, ocorridas no à superfície.d’outras rochas, da estado sólido.precipitação de substânciasdissolvidas ou da actividadede seres vivos. 1. Rochas sedimentares a biosfera a sua actividade, em conjunto Energia solar dinamiza a atmosfera c/ a energia interna da Terra a hidrosfera actividade geológica alteração e erosão das rochas conferindo à paisagem ≠s aspetos factores ambientais q/ atuam nas rochas q/ afloram à superfície meteorização o q/ resulta dela é removido por ação da gravidade, pela água e pelo vento erosão detritos ou clastospartículas ou fragmentos de dimensões variadas q/ podem ser transportados sedimentosdepositam-se sedimentação há 3 tipos de rochas sedimentares detríticas d’origem química biogénicas -implica q/ - que + - mais c/ - com qd - quando≠/≠s – diferente/diferentes d’ - de ñ - não tb. - tambémqualquercoisa/ - qualquercoisaMENTE± - mais ou menosmto. - muito>/>s – maior/maiores / - devido a
  5. 5. João Martins legenda das abreviaturas e setas no rodapéordem de sedimentação dos detritos condicionada pelas dimensões e densidade destes materiaisforma camadas paralelas e horizontais, cada uma c/ espessura, dimensões e coloraçãocaracterísticasestratosdelimitados por duas superfícies Sedimentogéneseprocessos q/ intervêm desde a elaboração dos materiais q/ vão constituir as rochassedimentares até à deposição dos mesmosDiagénese processos físico-químicos q/ transformam os sedimentos em rochassedimentares perdem água, são compactados e cimentadospressão das camadas superiores orientação dos mineraisespaços vazios existentes podem ser preenchidos por materiais originados pela precipitação de substâncias químicas dissolvidas na água de circulaçãoforma-se 1 cimento q/ liga os sedimentosrocha sedimentar consolidadaapresenta estratificaçãoé frequente/ fossilífera-implica q/ - que + - mais c/ - com qd - quando≠/≠s –diferente/diferentes d’ - de ñ - não tb. - tambémqualquercoisa/ -qualquercoisaMENTE± - mais ou menosmto. - muito>/>s – maior/maiores / -devido a
  6. 6. João Martins legenda das abreviaturas e setas no rodapé2. Metamórficas experimentam transformações± profundasAlterações mineralógicas modificaçõesna forma distribuição orientação dos mineraismetamorfismotransformação d’uma rocha numa rocha metamórficaprincipais factorescalor tensõesfluídos de circulaçãotempoexistem 2 tipos principais de metamorfismo Metamorfismo regional Metamorfismo de contactoOcorre em regiões em q/ as rochas ficam Qd. 1 intrusão magmática se instala emsubmetidas a tensões e temperaturas rochas preexistenteselevadas, regiões essas q/ correspondem azonas de colisão de massas continentais.tensões a orientação dos minerais O calor do magma pode metamorfisar as rochas encaixantesDefinindo uma foliação confere à O principal fator é o calor, embora rocha 1 aspeto textural alguns fluídos provenientes do magma característico tb possam contribuir-implica q/ - que + - mais c/ - com qd - quando≠/≠s –diferente/diferentes d’ - de ñ - não tb. - tambémqualquercoisa/ -qualquercoisaMENTE± - mais ou menosmto. - muito>/>s – maior/maiores / -devido a
  7. 7. João Martins legenda das abreviaturas e setas no rodapé3. Magmáticasmagmas formam-se no interior da Terrasão misturas completas de substâncias fundidastb são constituídos por gases dissolvidos na mistura fundidaé menos denso do q/ as rochas envolventesarrefece e entra em consolidação ascensão, na crusta, do magmaforma rochas magmáticas Intrusivas ou plutónicas Extrusivas ou vulcânicas Se o magma consolida no interior da Se o magma consolida próximo ou à crusta. superfície. Apresentam minerais de dimensões Os minerais são de pequenas dimensões identificáveis a olho nu. podendo existir matéria vítrea. Indica 1 arrefecimento rápido do magma Apresentam aspectos texturais ≠s Fornecem info. Sobre as condições da sua géneseCiclo das rochasDomínio sedimentar meteorização, erosão, sedimentação e diagéneserochas sedimentares ficam submetidas ao peso das rochas suprajacentespodem ser comprimidasexperimentando 1 aquecimentoprogressivoDomínio do metamorfismo qd. os valores das tensões e temperaturaultrapassam os limites superiores da diagéneseformam-se novos minerais a partir dos minerais das rochas preexistentesDomínio do magmatismo condições de pressão e temperatura elevadasa fusão dos minerais constituintes das rochas originam-se magmaspodem experimentar 1 arrefecimento progressivoconsolidação e formação de rochas magmáticas-implica q/ - que + - mais c/ - com qd - quando≠/≠s –diferente/diferentes d’ - de ñ - não tb. - tambémqualquercoisa/ -qualquercoisaMENTE± - mais ou menosmto. - muito>/>s – maior/maiores / -devido a
  8. 8. João Martins legenda das abreviaturas e setas no rodapérochas geradas em profundidade podem ser soerguidasmovimentos da crustaCiclo das rochas ou ciclo litológico conjunto de transformações do materialrochoso no decurso das quais as rochas são ge-radas, destruídas e alteradas Meteorização Cristalização (rocha plutónica) ou Transporte consolidação (rocha vulcânica) Subida e afloramento Deposição Fusão (magma) (sedimentos) Compactação e Metamorfismo cimentação (rochas (rochas metamórficas) sedimentares consolidadas)Idade relativa e idade radiométricaDatação relativa permite avaliar a idade de umas formações geológicas em relação a outras aplica-setb o princípio da sobreposição de estratos ou lei de Stenonsão importantes os fósseis de idadecorrespondem a restos ou vestígios deixados por seres vivos contemporâneos daformação da rocha em q/ apareceramexistiram durante intervalos de tempo relativa/ curtos à escala geológicaapresentam uma ampla distribuição geográfica-implica q/ - que + - mais c/ - com qd - quando≠/≠s –diferente/diferentes d’ - de ñ - não tb. - tambémqualquercoisa/ -qualquercoisaMENTE± - mais ou menosmto. - muito>/>s – maior/maiores / -devido a
  9. 9. João Martins legenda das abreviaturas e setas no rodapésobreposição de estratos ou lei de Stenonnuma sucessão de estratos q/ ñ experimentam deformação, cada estrato é + velho doq/ aqueles q/ o sobrepõem e + recente do q/ aqueles que lhe são subjacentesDatação absoluta determinação da idade das formações geológicas referida em valores numéricos, geral/ milhões de anos (M.a.)datação radiométrica técnica + rigorosa p/ determinar a idade absolutabaseia-se na desintegração regular de isótopos radiactivos naturais;ñ é afetada por condições ambientais (temperatura, pressão, etc.). Os átomos iniciais d’1 isótopo radiactivo designam-se por isótopo-pai. Osátomos resultantes da desintegração do isótopo-pai denominam-se isótopos-filhos.Ocorre sempre no sentido da obtenção de átomos-filhos + estáveisVerifica-se a libertação de partículas nucleares radiactividadeSemitransformação, semivida ou meia vidaTempo necessário p/ q/ se dê a desintegração de metade do nº de átomos iniciais deuma amostra, originando átomos-filhos estáveis O método radiométrico pode ser utilizado na datação de rochas magmáticas. Ñpode ser utilizado na datação de rochas sedimentares nem metamórficas pq. Os seusconstituintes provieram de rochas preexistentes.-implica q/ - que + - mais c/ - com qd - quando≠/≠s –diferente/diferentes d’ - de ñ - não tb. - tambémqualquercoisa/ -qualquercoisaMENTE± - mais ou menosmto. - muito>/>s – maior/maiores / -devido a

×