Your SlideShare is downloading. ×
"Política da Assistencia Social no Estado de São Paulo no Sistema Único da Assistencia Social" - Parte 3
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

"Política da Assistencia Social no Estado de São Paulo no Sistema Único da Assistencia Social" - Parte 3

934

Published on

Apresentação da Sra. Marlene Bueno Zolla- Coordenadora de Ação Social …

Apresentação da Sra. Marlene Bueno Zolla- Coordenadora de Ação Social
da SEADS destacando a "Política da Assistencia Social no Estado de São Paulo no Sistema Único da Assistencia Social";

Published in: Education, Business, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
934
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1
Actions
Shares
0
Downloads
5
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. Panorama do Estado de São PauloPanorama do Estado de São Paulo Programas de Transferência de RendaProgramas de Transferência de Renda O número de famílias beneficiárias de programas de Transferência de Renda no Estado de São Paulo é, mensalmente, igual a 1.286.641. (ref: agosto/2010) Benefícios EventuaisBenefícios Eventuais Os benefícios eventuais estão regulamentados por lei em 202 (31%) municípios paulistas. Benefício de Prestação ContinuadaBenefício de Prestação Continuada O número de beneficiários do BPC – PCD é igual a 241.112 e do BPC – Idosos é igual a 310.670, totalizando 551.782 pessoas. (ref: agosto/2010)
  • 2. AÇÕES PRIORITÁRIAS EM DESENVOLVIMENTO
  • 3. ELABORAÇÃO DE PLANOS ESTADUAIS • Plano Estadual de Assistência Social – PEAS – processo participativo • Convivência Familiar e Comunitária de Crianças e Adolescentes; • Medidas Socioeducativas ao adolescente em conflito com a lei; • Abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes; • População de rua;
  • 4. E GESTÃO - Elaboração dos Planos Municipais - PMAS 1.Instrumento de Planejamento e Gestão 2.Instrumento de Repasse de Recursos Financeiros Fundo a Fundo até 5 de novembro - Sistema Gerencial Único de Assistência Social- SIGEAS
  • 5. IMPLEMENTAÇÃO CREAS 2010-2011 PROJETO I- Capacitação, Diagnóstico territorial, Organização dos serviços – definição de Referências e Contra-referências dos CREAS com a Rede Socioassistencial
  • 6. IMPLEMENTAÇÃO CREAS 2010-2011 PROJETO II- Implantação de 10 CREAS Regionalizados- fundamentado no porte e tipo de gestão
  • 7. “A democracia não é assegurada automaticamente, porém podemos ter expectativas realistas e fundadas esperanças que através do exercício consciente da democracia, podemos consolidar e ampliar o seu significado. Este é o aspecto virtuoso da democracia, entre os muitos limites e defeitos que possamos imputar-lhe: seu exercício é em si um instrumento para alargar ou redefinir a própria democracia. Investir na democracia é crer nela, trabalhar para que ela esteja continuamente em exercício, contribui para sua realização, para sua consolidação e para sua transformação”. (Alberto Melucci, 1997).
  • 8. Contatos: Marlene Bueno Zola - Coordenadora CAS mzola@sp.gov.br www.desenvolvimentosocial.sp.gov.br

×