interligada                                                              Dezembro de 2010Revista do Curso de Comunicação S...
2                                    EDITORIAL   Arqueólogos e historiadores trouxeram até nós o          sentido de suste...
3Francisco de Assis                Carol PortellaEstudos                           Redes sociais e educaçãoSocioantropológ...
4                                        Estudos socioantropológicos         Fotos Francisco de Assis                     ...
5nós, a reciprocidade pode ser questionada e contestada, portanto paradoxalarredondamos. Muitos se sentem satisfeitos em e...
6                              O que são                             redes sociais                            e mídias soc...
7                                                         Mudanças à vista                                                ...
8                                   Deu certo!                        Pessoas anônimas que se tornaram                    ...
9   Mesmo depois de negociado, redator do Caldeirão do Huck,                          do programa Pânico na TV).o acordo n...
10                Blogueiros profissionais                       A nada fácil tarefa de ser um blogueiro                  ...
11am que ser blogueiro é uma ativ- agora me vigio em um esquema um blog no Blogger, por exem-idade de um mercado de trabal...
12                                                                     Blogueiro                                          ...
13                                        Renata Lino é publicitária e analista de                                        ...
141) Veio a internet, depois o con-     do começaram a ganhar força as         4) Por quais etapas os estagiá-ceito 2.0 e ...
15muito trabalho de conscientiza-        RL - É muito cedo até para se cogi-   bém pode ser um micro-RSS,ção com os funcio...
16                                                                                                      Fotos Carlos Santo...
17   ‘‘Hoje eu consigo ver e-mails,          transferências e estratos’’. Fala          comunidades no Orkut que falammand...
18                             Exclusão Digital                            na Terceira Idade                        Dificu...
19(Universidade Aberta à                                                 Fotos Renato Teles                               ...
Blog Corporativo             Ferramenta fortalece relacionamento com clientes                                           Po...
21                                      Fotos reconstituição Rose Nunes                                                   ...
22Fábio Cipriani (arquivo pessoal)                                                                                     des...
23assunto independentemente do               Caminhamos        para      a         instantâneo. Portanto, é odepartamento”...
24               Redes sociais e educação Como alunos e professores podem lidar com essa ferramenta em salas de aula      ...
25                                                                                  O twitter também esta sendo adotado na...
26               A invasão da blogosfera                   pelo jornalismo              Tarefa tradicional, o fazer jornal...
27série de reportagens postadas em                                               produzido por um jornalista”,seu blog, cu...
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Interligada (revista)
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Interligada (revista)

803

Published on

Participei do projeto com a matéria "Blog Corporativo", e sua respectiva diagramação, utilizando o InDesign (págs. 20 a 23). Revista elaborada pelos alunos do curso de Comunicação Social da UNISUAM, da disciplina Projeto Experimental (manhã), com a profª Maria João Palma.

Published in: Entertainment & Humor
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
803
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
0
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Interligada (revista)"

  1. 1. interligada Dezembro de 2010Revista do Curso de Comunicação Social elaborada pelos alunos da disciplina de Projeto Experimental Estudos Socioantropológicos nas mídias sociais O que são redes sociais e mídias sociais Blogueiros profissionais As novas ferramentas e as profissões Exclusão digital na terceira idade O que são redes sociais ou mídias sociais Mídias Blog Corporativo Sociais Redes sociais e educação Nesta primeira A invasão da blogosfera edição a revista pelo jornalismo Interligada fará um tour pelo universo da Visão religiosa das mídias sociais cibercultura através das mídias sociais Fé na rede Twitter para presidente!
  2. 2. 2 EDITORIAL Arqueólogos e historiadores trouxeram até nós o sentido de sustentabilidade ressurge após a alteridadeconhecimento dos primeiros registros da presença entre o respeito e a sobrevivência. Cada vez maisdo homem na face da terra. Primeiro eram em grupos os Hertz e Megahertz, os bits e bites, e agora osisolados, em seguida as primeiras famílias, com elas Terabites. Olhos pregados em uma tela, seja de umas primeiras casas. Iniciaram as comunidades, em Ipod, Iphone, de celular, de um laptop, de um PC etc.seguida as primeiras cidades. Estas cresceram e Une e reúne, independente da distância, diferentescriaram seus governos e leis. Da estratificação tão relacionamentos, comportamentos, família, esporte,comentada por Max Webber, nasceram diversos política, da cordialidade, da amizade até agressões.grupos, cada um interessado em um campo com suas Uma miscelânea de ideias e ideais, unidosespecificidades. Os séculos, os milênios e a idéia de em “nós” pendurados em uma grande teia, umagrupos permaneceram. Séculos adiante, e com a sociedade que cresce desenfreada a cada minuto.tecnologia, novamente a humanidade enveredou em Um futuro incerto e rápido. Neste sentido, alunos denichos, antigas tribos. Estamos na era cibernética. Comunicação Social da UNISUAM, colaboraramA sociedade online funcionando abastecida por com a criação do primeiro número desta revista,kilowatts, na sua maioria gerada da natureza. O através da disciplina Projeto Experimental.Nota do aluno Carlos SantosO entrevistado da matéria “O mundo em um clique” estava muito feliz, fazia planos de aprender mais sobreinformática. Quis o destino que um dia após a entrevista ele viesse a falecer. Que descanse em paz ManoelRodrigues de Oliveira, o popular “Manel”. EXPEDIENTE Centro Universitário Augusto Motta Unidade Bonsucesso Revista do Curso de Comunicação Social elaborada pelos alunos da disciplina de Projeto Experimental, lecionada pela professora Maria João Palma Coordenador de Jornalismo: Ovidio Mota Coordenadora de Publicidade: Fabiana Crispino NÚCLEO DE COMUNICAÇAO HANS DONNER Capa: Jerseianni Costa e Daiana Rhister Dezembro 2010
  3. 3. 3Francisco de Assis Carol PortellaEstudos Redes sociais e educaçãoSocioantropológicosnas mídias sociais Daiane Baia &Vivian Lima da Rosa Rafael Mortagua A invasão daO que são redes sociais blogosferae mídias sociais pelo jornalismo Frederico FormigaYolanda Milena Cruz Deixa eu falar...Deu certo!Camila Bittencourt Jerseianni CostaBlogueiros profissionais Visão religiosa das mídias sociaisVanessa GomesAs novas ferramentase as profissões Nívea Maria Fé na redeCarlos SantosO mundoem um clique Tiago Baptista BrejaúbaLucia Gonzalez Twitter para presidente!Exclusão digital naterceira idade Samuel CoelhoDaiana Rhister O retorno financeiro da famaUniverso paralelo pela internetRose Nunes kelly dos SantosBlog Corporativo A imagem também comunicaVinicius de Andrade Ricardo MachadoO futebol nas redes sociais Crimes na internet
  4. 4. 4 Estudos socioantropológicos Fotos Francisco de Assis nas mídias sociais Um olhar nas relações pessoais em nichos cibernéticos A mostra, a definição, de um novo olhar em diversos nichos de relações sociais na internet. Relativizando entre estratificações sociais, sem analisar seus poderes aquisitivos, porem observando diversos níveis intelectuais e,Por Francisco de Assis na semiótica das imagens postadas com ou sem segurança cujas restrições Oliveira da Cruz independem de seu comportamento relativo ao estímulo de perguntas e respostas, aceitações e ou rejeições. Analisamos o comportamento entre indivíduos, as ações recíprocas é que tornam a sociedade possível de existir. Segundo Hobbes a natureza fez os homens desiguais, mas aceita ser igualitário, em condições negociáveis e iguais só por “natureza”. A troca, o relacionamento, a solidariedade, a dualidade etnológica relativizando entre uns e outros costumes, a própria cultura de cada lugar. A cultura permite em muitos casos o nivelamento e, em outros o aculturamento. Não há como negar que a ciência social e a antropologia, embora diferente uma da outra, andam de mãos dadas. Sociólogos e Antropólogos, tem seus olhares voltados para o comportamento humano em diversas fases. Pesquisamos Karl Marx, Max Webber, Roberto DaMatta, Pierre Verger, Gilberto Velho e por fim textos de Pierre Levy. Abordamos este assunto enveredando no início da popularização da internet, como meio de comunicação no Brasil inicio da década de 80, as trocas de mensagens eram restritas na área militar e às grandes empresas, além disto a linguagem era ainda limitada, voltada aos antigos modelos do BSB e dos velhos telegramas, cuja grafia trazia iniciais, onde em alguns casos dificultava sua compreensão. Com o surgimento do email, a troca de comunicação fez com que alavancasse a comunicação para quem tinha acesso. Foram criadas, então, redes de discussões. Estas redes aglutinam ainda milhares de usuários, pois permite ter um ou mais moderadores, com gerenciamento e guarda de grandes provedores. Em geral estas redes são específicas sobre um assunto, seja ele científico ou não. O perfil desses usuários é variado, assim como nas redes de relacionamento como Orkut, Facebook, Flickr, Twitter, Sonic, e várias outras redes. Todas estas novas ferramentas da web 2.0 são acessíveis, o que às tornou popular. Mesmo assim, com a tecnologia avançada, o acesso ainda não é para todos, e sim tribos, verdadeiros “nichos”, pois nem todos ainda têm computadores com internet. Em muitos locais não tem telefone, banda larga, rádio e wi-fi. Em compensação, a mídia televisiva foi uma das primeiras a penetrar na maioria dos lares. Estas, há algum tempo, oferecem alternativas de interação social com o telespectador, ao lançar perguntas à escolha do filme ou reportagem que deseja ver. Tanto o telespectador como o ouvinte interage quando um fato gera uma notícia. O mesmo já acontece através da internet. Políticos utilizam a mídia, interagindo com seus eleitores. Atualmente pelo Twitter, que dependendo do seu nicho, leva ao internauta a um blog ou site para saber as principais notícias ou mesmo aviso entre familiares. Para
  5. 5. 5nós, a reciprocidade pode ser questionada e contestada, portanto paradoxalarredondamos. Muitos se sentem satisfeitos em exibir aos amigos, através defotos, o que faz, mas esquecem que terceiros podem acessar seus perfis e versem nenhum escrúpulo. Neste ponto o modo de expor suas fotos, ou o quefaz, o torna vulnerável. Há casos registrados de “bullying” eletrônico, oriundosde redes sociais. Vez ou outra a mídia divulga casos de agressão e morte. Fazer parte desta teia, destes diversos nós, é super legal. Descobrimos parentese amigos que não vemos há muito tempo, além de fazermos novas amizades. Aabrangência é incalculável. Nós por um lado, e eles por outro. Uma incógnita.Comparamos com as comunidades das quais, por livre escolha, fazem parte deseus perfis. Alguns correspondem com a personalidade, outros por amizade,além de comunidades de escolas e ex-colegas de universidade. A ambiguidaderelacionada com o sexo, em vários casos, é paradoxal. Algumas mensagens quedeveriam ser restritas, ficam acessíveis para os que visitam. Uma outra questãovista foi a personalidade de muitos usuários. Não chegamos a fazer uma estatística,mas a ética e a moral estão presentes, a aqueles restringem fotos só para amigos.Alguns se comportam paqueradores, supostos ricos e ou mesmo àqueles quecantam miséria. Analisando de forma geral, é a metade de um “Curriculum Vitae”. A questão de relacionamento, portanto não acaba por aqui. Vimos afragilidade e voltamos a alertar sobre o que já citamos: as más intenções.Adolescentes, ou mesmo responsáveis por eles, criam perfis no Orkut, porexemplo, expondo-as através de fotos, de maneira que acirra a varredura pormilhares de doentes pedófilos. A falta de vigilância destes responsáveis e a nãomonitoração aos seus filhos, talvez pelo excesso de confiança por estar em seuslares e não na rua, não conseguem visualizar, portanto, o bate-papo e os chatsque eles participam. Visitamos vários perfis, tanto de universitários, como deparentes, amigos, conhecidos e pessoas que aceitarão novas amizades dessas.Escolhemos o Orkut, que mostra uma geração que “já nasceu plugada”, devidoà facilidade de aprendizagem e sua popularidade. No nosso olhar podemosrelativizar o comportamento da maioria e relacionamentos com outras pessoaspareadas com os mesmos perfis. Suas fotos revelam seu “status” ou a esconde. Nosso olhar passeia em diversos relacionamentos postados em váriasferramentas oferecidas, ou mesmo criada pelo próprio internauta, e a facilidadedaqueles que trabalham com computadores, ou mesmo paraaqueles que têm em casa, ou por motivo financeiro, ou não sãofreqüentadores de Lan House, podem enfim opinar, persuadir,criar amizade, mascarar ou escancarar seu “modus vivendus”.A segurança em sua maioria é deixada de lado. São milharesde acessos diariamente, variadas intenções, boas e más.Observamos algumas redes sociais e participamos de algumashá algum tempo, desde a rede de discussões de diversosassuntos científicos por email, até encontramos hoje na web2.0 interatividade total, facilidade online. Nossa observaçãofoi iniciada há alguns anos durante a criação da comunidade noORKUT. Endereço de nossa comunidade criada em julho de 2006.http: //www.orkut.com.br/Main#Communitycmm=17924831.
  6. 6. 6 O que são redes sociais e mídias sociais Conheça seus conceitos e aprenda como entrar nessa onda Por Vivian Lima da Rosa O que são redes sociais ou mídias sociais ? em mídias sociais nos referimos as ferramentas O que é mídia social e rede social? on line construídas para permitir esta interação Qual a diferença entre esses dois conceitos? social. Dentre essas ferramentas destacamos al- Seria a mesma coisa? gumas: Facebook, Orkut, Twiter. Nos Estados Unidos as pessoas estão acostu- Orkut é uma rede de relacionamento on linemadas a utilizar o termo ‘’SOCIAL MEDIA’’, já criada no inicio do ano de 2004,desde então temaqui no Brasil utilizamos o termo ‘’REDE SO- feito parte do cotidiano de milhões de pessoasCIAL’’ utiliza-se ferramentas de comunicação . Suas vantagens são inúmeras : como conhecercomo Facebook, Orkut, Twitter e outros . pessoas novas e assim aumentar seu ciclo de ami- Rede social é uma comunidade que não está zades , pode reencontrar pessoas que não vê àlimitada a uma estrutura ou meio. Na rede social tempo e até quem sabe encontrar o par ideal.as pessoas possuem os mesmos interesses e atra- Facebook é uma rede social de relacionamen-vés dela nós podemos vender produtos, serviços tos ,nela temos um perfil com nossa foto listas deou idéias . interesses pessoais . O facebook também nos per- Mídia social é meio social. Portanto, nelas está mite publicar idéias e torná-las acessíveis a seusveiculada o Orkut, Facebook, celulares, Twitter e amigos de facebook, criar uma conta FAN Pageoutros. para agregar simpatizantes .Se você se interessou Os termos mídias sociais e redes sociais ainda então veja como é fácil participar, (acompanhe ohoje geram duvidas em relação as suas diferenças passo a passo para criar uma conta no quadro aoe como usá-las . lado). Devemos dizer redes sociais quando nos refe- O facebook lhe possibilitara encontrar amigosrimos às relações entre indivíduos mediadas por , para isso basta ir no canto direito alto da paginaum computador. Enquanto que quando falamos inicial e digite o nome de quem lhe interessa.
  7. 7. 7 Mudanças à vista ORKUT: Vai integrar suas páginas ao Google Maps. O internauta poderá saber TWITTER: Lança até o se algum amigo de suas fim do ano sua versão em listas está perto ou longe do português. bairro onde está conectado. Irá criar tópicos com Também pretende incluir assuntos mais comentados pessoas de fora da rede. de algumas cidades brasileiras . FACEBOOK: Vai reforçar o mecanismo que permite comprar online de itens de outros usuários .Passo a passo para entrar no Facebook1. Vá ao site www.facebook.com, preencha os campos de cadastro .2. Não esqueça que antes de começar você deve definir o idioma (possui a versão em português ).3. Após completar os dados solicitados , chegará uma solicitação de atuação no email que foi fornecido nocadastro .4. Quando o email chega em sua caixa de correspondência clik no endereço da web marcado em azul paraativar a conta .5. Coloque os dados e seu email, isso ajudará que seus amigos o encontre .6. Edite o perfil . Atente para as informações pois poderá ser visto por qualquer pessoa (dependendo daconfirmação de privacidade).
  8. 8. 8 Deu certo! Pessoas anônimas que se tornaram celebridades através do twitter Por Yolanda Milena Cruz Há centenas de pessoas que viraram celebridades através longos textos, daí, o sucesso docom mais de um milhão do twitter a história foi diferente, Twitter. Segundo ela o fato de,de seguidores no twitter e depois de virarem celebridades, através de celulares, as pessoasseus seguidores não param de algumas acabaram virando poderem ser amigas vinte eaumentar. A maioria desses pessoas egocêntricas. quatro horas por dia, faz comtwitters são de famosos, A seguir leia duas histórias de que aumente consideralvelmenteprincipalmente os de pessoas anônimas que se tornaram sua rede de amizade. Ela usa aHollywood. famosos através do twitter. rede o tempo todo, envia mais de Todas as mídias ao ver o A jornalista de viagens 50 mensagens ao dia, enquantointeresse repentino pelas redes Stefanie Michaels, conhecida esta viajando.sociais enlouqueceram? Um como Adventure Girl ou @ Já @Hugogloss, na verdade,milhão de seguidores para adventuregirl, com um milhão Bruno Rocha, morador defamosos de Hollywood tudo bem. e duzentos mil seguidores, Brasília que por alguns mesesMas o que falar sobre a febre descobriu uma posição no twitter (enquanto fazia mestradode twittar com os amigos, na Espanha) assumiu acom apresentadores “Ela envia mais de 50 identidade de Christian Pior,de televisão, cantores o personagem criado peloou até mesmo artistas mensagens ao dia, humorista Evandro Santo doconsiderados galãs de enquanto está viajando.” pânico na TV.novelas? Eles têm twitter Depois de percebere postam notícias a toda que estava sendo muitohora, fielmente, é só acontecer porque, segundo ela, havia prejudicado, por Bruno Rocha,alguma coisa de diferente que poucas pessoas escrevendo sobre Evandro Santo decidiu entrar emeles twittam. Será que todos viagens. Ela também descobriu, acordo com o garoto que utilizavausam essa mídia para melhorar a da maneira mais fácil, que com o perfil fake de Christian Pior.própria imagem? Afinal, o twitter um pequeno texto, como é o caso Enquanto o Portal PS recebeuaqui no Brasil foi muito bem do micro-blogging, é preciso ir um email do atual redator doaceito e um milhão de seguidores direto ao ponto. Caldeirão explicando tudo sobreé um número a considerar. Mas Ela acredita que a maioria o personagem e que ele entregariano caso de pessoas anônimas, das pessoas não gosta de ler as senhas para o humorista.
  9. 9. 9 Mesmo depois de negociado, redator do Caldeirão do Huck, do programa Pânico na TV).o acordo não vingou e Evandro onde ele trabalha prestando Após algum tempo sendoSanto foi obrigado a entrar na serviço temporário no núcleo de Christian, acabei adquirindojustiça para obter o controle do comemoração dos 10 anos do personalidade própria e resolviperfil fake. programa. Dentro da redação ele fazer a tão falada “mudança A partir daí nasceu o Hugo já ganhou um desafeto: Antonio de personagem”.Ele tambémGloss, o novo personagem criado Tebet, o Kibe Loko que está no conta que já recebeu propostaspor Bruno. Naquele momento, programa há mais de seis anos. para participar de programas depor conta da babação de ovo Em uma entrevista dada ao TV, mas por enquanto não é o24 horas por dia em cima dos site Ego (Globo.com) Hugo seu foco.famosos, muitos acabaram se Gloss disse: “O anonimato é Quando não está twittando,transformando em admiradores ouro”. Ele não diz se a foto que está sempre em busca dede Hugo Gloss. estampa seu perfil no twitter é assuntos para twittar. Está Artistas como Bruno dele mesmo e conta que tudo sempre querendo saber o queGagliasso, Fernanda Paes Leme, começou por causa de uma está acontecendo no mundo.Alicinha Cavalcanti amiga que estavae muitos outros morrendo de rircomo Ivete Sangalo “O anonimato dos comentáriose Cláudia Leitte é ouro.” que ele faziapassaram a “dar enquanto assistiambola” para o garoto. a uma novela.Luciano Huck se empolgou até Ela sugeriu que ele fizessedemais e acabou contratando aquilo no twitter. Só que eleBruno Rocha, que já estava “criticava” imitando a voz dode volta ao Brasil, para ser Christian Pior (personagem É possivel ou não Facilidade e velocidade na busca e na produção redes sociais a fim de obter sucesso no meio musical. de informações, fez com que vários segmentos na Bandas e cantores gravam suas músicas e colocam em internet se expandissem, e um desses segmentos foram ótimos sites especializados no assunto. as redes sociais. Todos os sites são fáceis de usar, logo, O sucesso nas redes sociais é muito relativo, é bastante acessado. Toda essa usuabilidade das redes nem tudo que é divulgado é aceito pelo público. O sociais fez com que surgisse a moda do momento: que é bom acontece. O ruim, desaparece, continua pessoas que utilizam o twitter entre outras redes sociais, anônimo. a fim de se auto-promover. Produzem qualquer tipo de Têm pessoas que pensam que é fácil ficar famoso, informação, do tipo polêmica, hilária, ou até mesmo virar celebridade de um dia para o outro? É, para pessoal Muitos dos anônimos também procuram as alguns é fácil, para outros não. interligada Revista do Curso de Comunicação Social
  10. 10. 10 Blogueiros profissionais A nada fácil tarefa de ser um blogueiro Por Camila Bittencourt Ficar em casa o dia todo es- cerca de um mês pesquisandocrevendo qualquer coisa e ain- sobre o assunto e resolvi falar sóda ganhar dinheiro, seria um de televisão, pois era o assuntoblogueiro? Ao contrário do que que mais entendia na época”.muitos pensam, ser um blogueiro Depois do assunto decidido,requer muita responsabilidade e a divisão do tempo é o princi-dedicação. Não é de uma hora pal. Muitos no Brasil não são sópara a outra que um blog começa blogueiros, trabalham, estudam ea ter dez mil visitas ,por dia, e a tentam encaixar o momento pararender financeiramente. escrever. Poucos conseguem Isso depende de muito em- viver só blogando, em outrospenho, criatividade e muita pes- países isso já é uma realidade.quisa. Uma das principais éticas Um dos maiores exemplos dedos blogs é de não copiar os sucesso no exterior é Michaelposts (artigos, matérias ou notas Dunlop. Um empreendedor depublicadas nos blogs). O dono 20 anos de idade, que vive ex-do blog Mdig afirma em uma clusivamente de seus proje-de suas postagens que essa vida tos online, recebendo cerca denão é nada fácil, “É muito difí- $50.000,00 por ano, no mínimo.cil suportar a alta concorrência Ele lançou seu primeiro projetoque significa ser o mais esperto com apenas 16 anos, hoje possuide todos, o mais rápido, o mais contato com os maiores e maiscriativo e engenhoso, procurar influentes internautas do mundo,novas curiosidades e notícias”. como Mark Victor Hansen, Ryan Por isso antes de pensar em Lee, Joel Comm, Yanik Silver,fazer parte da blogosfera, pense Craig Newmark, (fundador doque se quiser fazer disso uma Craigslist.com), entre outros.profissão deverá deixar um tem- No Brasil ainda se tem muitopo para que possa fazer suas ma- preconceito com a nova profis-térias e acima de tudo escolha são. Nogueiro, do blog O Sabeum tema central, assim poderá Tudo, afirma que é constrange-ter um número de visitantes fre- dor quando diz o que faz, “Nãoquentes maior. sei se só o meu caso, toda vez Filipe Xavier, 20 anos, estu- que alguém me pergunta o quedante de jornalismo, conta como eu faço e eu respondo que soudecidiu o tema “Eu estava no blogueiro, fica aquele estranhoterceiro ano do ensino médio e clima no ar. Isso me faz crer quesempre quis ter um site ou tra- a atividade de blogar ainda nãobalhar com internet, foi quando tem o merecido respeito, e queresolvi fazer um blog. Passei as pessoas, ainda não entender-
  11. 11. 11am que ser blogueiro é uma ativ- agora me vigio em um esquema um blog no Blogger, por exem-idade de um mercado de trabalho para manter isso. Administrar o plo, não te faz gastar nada. Seformado por pessoas que em tempo é fundamental”. quiser registrar um domínio podemenor ou maior grau, gostam de E quando as visitas caem au- variar de apenas US$0,89 (oiten-ditar as próprias regras, gerando mentam os problemas precisa- ta e nove centavos de dólar) atéinformações relevantes e reve- se descobrir o que aconteceu, R$50,00 (cinquenta reais). Issolando a todos suas opiniões”. porque diminuíram e ter artigos pode ser importante para garan- Além dos problemas com o prontos para esses dias. Desen- tir que o blog tenha uma URLpreconceito existe um pior que volver estratégias, como já ter mais curta, ficando mais fácilquase sempre ataca os profis- algo pronto, é o que salva muitos. dos visitantes memorizarem esionais. Os problemas de saúdes, E o principal é saber o que agra- reconherem como um site maisdesencadeados pela falta de ali- da o público alvo e os usuários profissional ou comprometido.mentação correta, sedentarismo de onde divulga o blog. Por mais que outras redes ee até mesmo problemas de rela- Quando se consegue uma mé- mídias sociais fiquem em evi-cionamento social. dia de visitas frequentes pode se dência o blog sempre terá seu O problema mais co- público fixo e chancesmum é a má alimenta-ção, pois tendem a ficar “Você começa pouco a pouco, claras deredes sociais Outras crescimento.horas em frente ao com- aí vais descobrindo novas ainda podem ajudar naputador e não se ali-mentarem corretamente. formas de divulgação e as visitas divulgação do seu tra- balho, Filipe XavierComem uma besteirinha crescem, aí vem aquela velha conta que as utilizaaqui, pedem uma pizzae um refrigerante, com frase do SpiderMan ‘Grandes pela interação, divul- gação e fidelização doisso problemas de ex- poderes, trazem grandes leitor. “O Twitter ajudacesso de peso e colester- a interagir e manter asol se tornam comuns. responsabilidades’...”. pessoas atualizadas so- Já o distanciamento bre o blog, uso páginascom as pessoas ocorre do Facebook e o Orkutpela falta de tempo livre. Todo o pensar em lucrar. Alguns, aqui também. Fiz a opção pelas redestempo se precisa fazer um novo no Brasil já deixam suas contas mais conhecidas e que me for-post, verificar as visitas, entrar dependendo disso. O dono do necessem mais opções”.em um programa de afiliados blog Arquivo do SBT explicou Mas o seu sucesso comonovo, desenvolver novas metas, como faz para aumentar sua ren- blogueiro vai muito além daentre tantas outras coisas que da mensal: vontade. Muito se fala que gan-acabam gerando até estresse. “Uso programas que geram har dinheiro assim é fácil, mas a “Você começa pouco a pou- renda por cliques, visualizações verdade é bem diferente. E sãoco, aí vais descobrindo novas e comissão de venda. Por isso, poucos que conseguem fazerformas de divulgação e as visi- eu tenho que trabalhar pensando isso de forma eficiente, aindatas crescem, aí vem aquela velha que quanto mais visitas eu tiver, mais ficando isentos de gastosfrase do SpiderMan ‘Grandes maior minha comissão. Usando e só com os lucros. A verdade époderes, trazem grandes respon- de duas a três horas diárias e que o trabalho na blogosfera ex-sabilidades’. Você se vê obriga- gastanto com o domínio de dois ige muito mais, o desafio maiordo a fazer uma rotina para postar blogs R$ 45 por ano, pois uso é manter o blog sempre ativo.e manter esses números. Quan- hospedagem do blogspot, o res- A internet possui uma vasta op-do quis dobrar a quantidade de tante é lucro”. ção em todos os segmentos, ovisitas em um mês foi compli- O valor citado por ele não esta segredo é ter força de vontade ecado, tive que mudar estrutura errado, manter um blog no Brasil não desistir na primeira queda dedo blog, linguagem, formato e é barato, quase de graça. Manter visitas, persistir sempre.
  12. 12. 12 Blogueiro que encanta no Alemão Reprodução Voz da Comunidade O jovem Rene Silva dos Santos, de 16 anos, A dedicação do jovem ganhou tanto destaque que a encanta os moradores do Complexo do Alemão, RJ. Subsecretária de Comunicação e Projetos da Secretaria Ele criou um jornal aos 11 anos e hoje não acumula estadual de Educação, Delania Cavalcante, esta apenas a experiência de escrever, fotografar e editar planejando transformá-lo em blogueiro da rede pública as publicações, como twitta e alimenta um blog com de ensino. fotos, vídeos e informações sobre o Complexo. Rene ainda tem tempo para trabalhar e se dedicar Seu sucesso esta no fato de ir aonde a mídia ao vestibular, que será prestado para jornalismo. Além não vai, ele procura os problemas dos moradores e disso, ainda promove festas e eventos na comunidade, corre atrás dos responsáveis pela solução. Dando um dos maiores exemplos foi a festa junina em que destaque na edição seguinte sempre que o problema distribuiu brinquedos para a comunidade, que foram é solucionado. comprados com verbas conseguidas através do twitter. Redes sociais nas comunidades carentes Por Rafael Cabral Silva Todos já ouvimos por aí a rede social mais utilizada é o de um amigo ou uma amiga e osque vivemos na era digital, de ‘’Orkut’’ com mais de 29 milhões demais (94) utilizam lan housesfato essa afirmação é correta, de usuários em abril de 2010, para se conectar.atualmente qualquer individuo no meio desses 29 milhões uma O jovem Yuri de 14 anos nãopode compartilhar diversos tipos boa parte é composta por pessoas se imagina sem as redes sociais:de conteúdo para diversos tipos que residem nas chamadas ’’o Orkut me fez conhecer gentede pessoas de forma ilimitada ‘’comunidades carentes’’. do país todo, já adicionei pessoasseja ele acadêmico, esportivo, Conversei com 150 usuários de várias partes do Brasil’’entretenimento e etc. do Orkut de várias faixas etárias Para o dono de uma lan house, As redes sociais (Orkut, que moram em uma comunidade o número de clientes que visitamfacebook, MSN, twitter, etc.), de Bangu, zona oeste do Rio de as redes sociais todos os dias épodem conectar seus usuários uns Janeiro, onde 37 possuem um PC difícil de acreditar na enormeaos outros sem limites, no Brasil em casa, 19 usam o computador quantidade.
  13. 13. 13 Renata Lino é publicitária e analista de redes sociais. Roberto Cassano é jor nalista, blogueiro blicas, e diretor da Agência i é relações pú Frog. Daniel Tussin com ua na IBM atualmente at s entre Estados Unidos relacion amento e Canadá. As novas ferramentas e as profissões Por Vanessa Gomes Todas as previsões apontadas A cada nova tecnologia, as profissionais? Será que exis-pelos teóricos McLuhan, Pierre antigas precisam se reinventar. tem profissionais qualificadosLevy e Manuel Castels estão A difusão de antigos e atuais para atender a demana cres-sendo concretizadas, e cada vez veículos sempre aconteceu na cendo? E Como o jornalismomais no século XXI com as fer- área de comunicação. Na época pode ser usado nas redes vir-ramentas agregadas à internet. A do jornal, do rádio, da televisão tuais?criação e a interação dessas no- e agora na internet. Na entrevista que segue aovas redes sociais, antes usadas Cada veículo aprendeu a lado foram entrevistados trêspara fins acadêmicos e pessoais, ser autosuficiente com uma profissionais experientes dehoje como a necessidade ao ga- peculiaridade que atraisse seu cada área, que trabalham dia-nhar o mercado. Mas essas redes cliente e público, mas o que riamente com as mídias so-não atingiram apenas o lado do fazer quando a internet pode ciais. E nos contam as pecu-Marketing ou Entretenimento. abranger a todos? Como li- liaridades, os paradigmas, oAtingiram a comunicação social dar com o desafio das mídias futuro incerto a cerca dessescomo um todo. sociais? Como trabalha esses meios.
  14. 14. 141) Veio a internet, depois o con- do começaram a ganhar força as 4) Por quais etapas os estagiá-ceito 2.0 e agora o 3.0. As novas grandes redes sociais, em especial rios passam nas agências de mí-mídias sociais estarão prepara- MySpace, Orkut e YouTube. dias sociais?das para esses paradigmas vir-tuais? Qual é o panorama atual RL - A partir de uma demanda RC - Pelo que vi até hoje, cadae o que prevê para o futuro das das próprias clientes necessitan- agência é única, tem sua própriaredes sociais no Brasil? do criar e pensar ações de publi- estrutura e rotina de trabalho. cidade para as redes sociais, isso Então não há uma resposta pa-RL - Paradigmas? Web 3.0? Na culminou na migração de agên- drão. Em geral, eles começamboa, isso não existe... Estamos cias offline para mídia online trabalhando na gestão de perfisreinventando o que já existia. O e criação de agências próprias ou no chamado seeding, o rela-msn por exemplo, nada mais é do para pensar ações de MS. cionamento com comunidades.que um MIRC avançado... E por aívai. O Holograma de um bar e ge- DT - Com o desenvolvimento e RL - Seeding, monitoramento... Oral com seus avatares aumentan- aprimoramento delas, surgiram normal de qualquer outra agência.do ainda mais as interações, isso agora na década de 2000 as pri-se os maias estiverem errados e o meiras agências de comunicação DT - As agências de mídias so-mundo não acabar em 2012. ;-) com atividades para as redes ciais possuem alguns departa- sociais e, em seguida, agências mentos que são comuns a todas,DT - O ‘boom’ da internet na dé- exclusivamente voltadas para es- sendo: Consultoria, Arquiteturacada de 1990 foi algo fabuloso, tratégias e desenvolvimentos de da Informação, Conteúdo, Pla-que abriu as portas para a comu- planos de comunicação. nejamento, Design e Tecnologia,nicação sem limites. A virtualida- Deste modo, os estagiários, deve-de das relações sociais não é algo 3) Que principio deve ter quem riam, com o intuito de uma for-novo em si, mas, uma evolução quer trabalhar com as mídias mação e treinamento completos,da tendência da atomização do sociais? passar por todas essas etapas,homem, como individuo isolado. afim de se conhecer o total funcio-As redes sociais vem nesta onda DT - Um profissional de comuni- namento e chegar a um específicocom dois objetivos concomitantes: cação que queira se dedicar e se com o qual mais se identifique.o primeiro é a abertura de outras especializar nas estratégias parapossibilidades de comunicação; o redes sociais deve ser um profis- 5) Quais são os aspectos nega-segundo, por seu turno, é a rela- sional online e 3.0 “full time”. tivos do uso das redes sociaisção dicotômica entre o individua- Acredito firmemente que deva dentro das empresas por fun-lismo versus o coletivo. As pesqui- ser uma pessoa conhecedora não cionários? Você acredita quesas mostram que as redes sociais somente do uso e funcionamento deveria ser criada uma etiquetatendem a crescer, mas num certo das ferramentas onlines. dentro das instituições?ponto da curva, estabilizar. RL - Sociabilização, curiosidade, RC - Como tudo na vida, há efei-RC - Pessoal e sinceramente, facilidade de comunicação, dedi- tos positivos e negati vos. Sem al-acho que esses nomes, web 2.0, cação e responsabilidade. Acon- gum controle e bom-senso, as re-3.0 etc são rótulos vazios que selho a quem for trabalhar com des sociais podem facilitar o va-criamos para nos dar a ilusão de redes sociais entender que não zamento de informações sigilosasuma evolução sistematica. Como existe um profissional que vá tra- e derrubar a produtividade.se trocássemos o Windows Vista balhar só com isso pra sempre...do PC para um Windows 7 e, com Cada vez mais vão solicitar um RL - O rendimento já foi com-isso, ganhássemos várias funcio- profissional que trabalhe em todas provado que diminui... Deverianalidades novas. Não é assim. A as plataformas. Ou seja, publici- se pensar como utilizar.Web é orgânica. tário que trabalhe, online, offline, com redes sociais... E por aí vai. DT - Do ponto de vista da comu-2) Quando foram criadas as nicação social, o uso das redesagências de mídias sociais? RC - Curiosidade, paixão por co- sociais não deveria ter nenhum municar, paixão pelas ferramen- ponto negativo, no entanto, doRC - As primeiras agências espe- tas e tecnologias e capacidade de ponto de vista da produtividadecíficas datam de 2005/2006, quan- escutar além de só falar. e confidencialidade, ainda temos
  15. 15. 15muito trabalho de conscientiza- RL - É muito cedo até para se cogi- bém pode ser um micro-RSS,ção com os funcionários. Outras tar a morte do papel, que dirá dos um serviço de mensagens ins-empresas, certamente baseadas blogs, fora que os portais de con- tantâneas ou um bom e ve-em suas políticas de TI e de com- teúdo de hoje são, em sua maioria, lho quadro de avisos, um BBS.portamento corporativo, estabe- cms e blogs, ou possuem blogs.lecem manuais e normas de uso 10) Como as relações públicasdas redes sociais. DT - Não acredito que os blo- utilizam essas novas redes so- gs desaparecerão. Eles, sem- ciais? Há uma interação entre6) Qual é o impacto dos laços pre terão seu lugar como canal a instituição e o público alvo?sociais (virtuais) na vida das de comunicação, seja pesso-pessoas? al, seja institucional. Embora RL - Depende, algumas se utilizam hoje já saibamos como usar o das redes sociais e outras não.DT - Mas o efeito e resultado dos Twitter como um eficiente ca-laços sociais virtuais devem ser nal de comunicação, o blog, DT - As possibilidades do Twitteranalisados sob diferentes pontos por sua possibilidade de agre- são inúmeras. Ele pode servir ape-de vistas. Do social, por exemplo, gar muito mais informação que nas para avisar de uma atualiza-do afastamento, da perda do calor os meros 140 dígitos do Twitter, ção no site da empresa; mas tam-humano, mas, no entanto, nunca bém está disponível – e capacitadohouve tamanha possibilidade de RC - Segundo se convencionou e – para ser um poderoso canal deconhecer pessoas de outras cultu- se aceita hoje no mercado, 1% de vendas, relacionamento, endoma-ras sem ao menos sair da sala de pessoas produz em qualquer mí- rketingcomunicação interna.casa. Assim mesmo, é a possibi- dia, não só em blogs. E menos delidade de desenvolvimento e pro- 20% das pessoas produzem con-dução através das redes sociais. teúdo de qualquer maneira, seja retuitando ou copiando. Criar é7) Atualmente, pesquisas apon- um ofício da minoria, necessa-tam que as redes sociais têm sido riamente, e isso vale para blogs,mais usadas pelas profissões de twitter e afins. Sim, é cedo paramarketing e publicidade. Como afimar a morte dos blogs. Anteso jornalismo poderia usar essas eles reinavam sozinhos. Hoje co-redes de forma mais eficaz? existem com dezenas de platafor- mas interessantes e mais adequa-RC - Eu vejo as grandes empresas das a diferentes comportamentos,jornalísticas usando mais e me- nichos e perfis.lhor as redes sociais. Afinal, essemeio afeta profundamente o fazer 9) Na sua opinião, o twitter é oujornalístico e a distribuição de não é um blog? Por quê?conteúdo. O jornalismo-cidadãoé um exemplo simples e poderoso RL - O Twitter é um microblog,da adoção das redes sociais pela porque foi criado como tal.imprensa. O Wikileaks é outroexemplo, onde o processo de apu- DT - O mais próximo seriaração passa a ser colaborativo, e classificar o Twitter como umcabe ao jornalista filtrar e editar. microblog. Sabemos que a fun- ção do blog é contar algo ou8) Sobre blogs, uma pesquisa ser um canal de comunicaçãoamericana de 2009 mostra que de uma determinada compa-1% dos blogueiros estão produ- nhia. O Twitter pode ter as mes- Daniel Tussinizindo. E isso está acontecendo por mas funções a aplicações que ocausa do crescimento das novas blog, somente, muito mais curto.redes sociais. Retuitar, copiar... Renata LinoIsso seria realmente produção de RC - O Twitter é, tecnicamen-conteúdo? É muito cedo afirmar te, um micro-blog, mas depende Roberto Cassanoa morte dos blogs como certa? de como você o usa. Ele tam-
  16. 16. 16 Fotos Carlos Santos O mundo em um clique Depois de trabalhar uma vida inteira, chega o momento de parar. Muitos não sabem o que fazer, ficam com medo e até caem em depressão, agora os aposentados vão parar na internet por Carlos Santos Contatos com parentes, amigos Brasileiro de Geografia e Estatísti- principalmente de pegar um dessesdistantes, viagens sem sair de casa, cas (IBGE), afirmam que no Brasil, vírus no computador, mas agorae principalmente a informação em existem aproximadamente, 21 mil- estou aprendendo a usar melhor asuma velocidade nunca antes pensa- hões de idosos, o que é equivalente ferramentas’’. Explica. Incentivadoda, estão seduzindo cada vez mais a 11% da população. pela família e amigos, Manoel deos idosos para o mundo virtual. Dentro deste crescente grupo Oliveira fez um curso de informáti- O grande vilão da tecnologia, de usuários das novas ferramentas ca onde aprendeu sobre o funciona-para o pessoal da terceira idade é de comunicação, está Manoel Ro- mento das peças e teve contato como preconceito, muitos pensam que drigues de Oliveira filho, 61 anos, os programas do pacote Office. ‘‘não podem mais aprender e que o aposentado desde o ano 2000, casa- Na primeira prova, minha nota foimundo está complicado demais. do e pai de duas filhas. Ele começou 7,5 achei que estava bem, mas naPor outro lado, nos últimos anos, a acessar a internet em 2008. Hoje segunda me surpreendi, tirei 8,5’’.vem crescendo o número de usuári- tem seu próprio computador e com Fala com empolgação! Confiante eos da internet e redes sociais que isso está sempre em contato com com muita curiosidade pelo mundoestão bem perto ou já passam dos amigos e parentes. digital começou a usar a internet esessenta anos. Dados do Instituto ‘‘ No início tinha muito medo, aos poucos está aprendendo mais.
  17. 17. 17 ‘‘Hoje eu consigo ver e-mails, transferências e estratos’’. Fala comunidades no Orkut que falammando e recebo sem problemas, com orgulho. exatamente de suas paixões.além disso, acesso muito o site da Como gosta de fazer um bom ‘‘Troquei mensagens com váriosreceita federal. Costumo também churrasco e é um torcedor apaix- torcedores do meu time de cora-fazer serviços bancários como onado do flamengo, participa de ção e descobri novas e deliciosas receitas de pessoas que como eu, não dispensam uma carne bem as- sada e uma cerveja bem gelada’’. Conta sorridente! ‘‘Eu só não aceito pessoas que não conheço pois tenho medo que seja vírus’’. Confessou. Por outro lado, Saulo Marinho, 55 anos, trabalha como vendedor ambulante e é casado, não tem intimidade com a in- formática. tenho um computador em casa mais ainda não sei mexer direito, eu vou entrar em um cur- so de informática em breve. Hoje em dia as pessoas estão mais na internet que nas ruas. Afirma. Sr. Manuel acessando a internet em seu própio computador: Concentração total Existe um mundo virtual no fim do túnel Pensando nas pessoas que ver que depois das aulas os alunos se Explica a professora Nathielly. ainda tem ‘medo’ de computador interessam mesmo pela informática, ela Como hoje em dia o mundo está a professora, Rose Cristina Sobral ressalta que esse é a verdadeiro papel totalmente informatizado, facilitar o assumiu a coordenadoria geral do curso. - O sucesso das aulas é tão acesso a essas tecnologias do nosso da UNATI (Universidade Aberta grande que depois de concluir o curso, dia-a-dia para todos, é uma questão a Terceira Idade), que funciona muitos acabam comprando seu próprio de cidadania. dentro da Unisuam (Bonsucesso), computador. O estatuto do idoso, diz que um oferecendo vários cursos e A professora do curso de informática dos direitos garantidos por lei para atividades voltadas para o público da UNATI, Nathielly de Souza, explica pessoas maiores de sessenta anos idoso. Ela conta como são as aulas que as aulas são práticas e que os são educação e cultura. e a importância da informática no instrutores são os próprios alunos da dia-a-dia e que por isso as vagas faculdade. para o curso de informática estão - Eles se prontificam e ajudam nas acabando mais rápido devido à tarefas em sala de aula, são monitores. grande procura. - inicialmente Nas primeiras aulas, os alunos aprendem eles aprendem a ligar e desligar o sobre as peças e seu funcionamento. computador além do funcionamento Contou. das peças que compõem a maquina. Um dos módulos de aprendizado Explica Rose. Como surgiu a idéia do curso trata de segurança na internet, do curso? O mundo não anda sem principalmente quando o assunto são os informática e os idosos, hoje em serviços bancários. dia nossa vida depende sistemas e - Nós alertamos e ensinamos códigos diariamente, muitos vão questões de segurança, alguns andam à procura da internet para buscar e com dificuldade e os serviços bancários fazer contato com filhos e netos que feitos pelo computador no conforto estão distante. Afirma. Rose Cristina, de suas casas é muito bem vindo, a conta também que é gratificante segurança neste caso é fundamental. Prof. Rose Cristina Sobral
  18. 18. 18 Exclusão Digital na Terceira Idade Dificuldades encontradas por idosos frente às novas tecnologias Por Lucia Gonzalez Foto Lucia Gonzalez A população do Bra- lativo. As informaçõessil na faixa etária entre nos chegam por todos50-90 anos tem aumen- os lados, intervindo nastado nas últimas déca- nossas relações e com-das devido ao aumento portamentos. A famíliada expectativa de vida com suas figuras da mãedo brasileiro é o que e do pai fica diluído en-nos demonstra os dados tre os mitos eletrônicosda última pesquisa do e assumem a tutoria daIBGE. infância. Ainda é alta a idade Tudo isso pode sede saída da força de tra- tornar em mais um ele-balho nos países em de- mento de exclusão parasenvolvimento. No que os idosos, usurpando-se refere ao total geral lhes a oportunidadeda população, o aumen- de participação com o Prof. Nathielly Camposto relativo da população presente, relegando-o àidosa se vê compensada marginalidade e exilan-pela participação total do-o no tempo da gera-da população ativa. no dia a dia de todos. tífica, porém a outra, ção anterior, deixando-o A sociedade como Esses artefatos fazem nascida em tempos relegado à função socialum todo está se tornan- com que a comunicação diversos convive con- de memória, de passa-do informatizada, a seja intermediada pela flituosamente com as do. Para estar inseridotecnologia invadiu as máquina e não pela voz mudanças tecnológicas. na atual sociedade é ne-empresas, as casas, as humana. Os idosos de Esses recursos sofisti- cessário dominar a lin-instituições de todos os hoje sentem dificuldade cados da tecnologia tor- guagem da informáticatipos. Os dissemina- de entender a nova lin- nam maior a amplitude e usá-la para se libertardores de cultura, valo- guagem e de lidar com de acesso à informação da ultrapassada imagemres e padrões sociais de os avanços tecnológicos complementado pela de ser um indivíduo àcomportamento, a im- até mesmo nas questões qualidade de veiculação margem do mundo atu-prensa, o rádio, a TV, o mais básicas como ele- recepção aparecendo al.telefone, o fax, o DVD, trodomésticos. em diferentes níveis de A UNISUAM de-o computador e a inter- A geração que nas- mídia. O acesso à in- senvolve um projetonet. O ser humano está ceu no universo de íco- formação de maneira que visa a melhoria dacada vez mais depen- nes, imagens, botões e fácil e rápida faz com qualidade de vida dasdente dos recursos ele- telas transitam nessas que a questão do tem- pessoas da terceira ida-trônicos, que coabitam cenas de ficção cien- po e do espaço seja re- de, trata-se da UNATI
  19. 19. 19(Universidade Aberta à Fotos Renato Teles personalizados . Neces-Terceira Idade) que con- sita do computador parata com a brilhante coor- desenvolver pedidos edenação da Professora novos trabalhos(figurasRose. Dentre as mui- para bordar). “Um diatas atividades oferecidas fui fazer uma compra ee procuradas encontra- fiquei surpresa quando amos a informática, que moça me perguntou meuconta com a colabora- imail e, como eu não te-ção da Professora Na- nho nenhum, não conse-thielly e dos alunos do D. Zeny Bonifácio guí comprar”. Ela dissecurso de graduação em sorrindo que vive sozinhainformática. Procuran- e que pretende tambémdo entre as alunas vo- “arrumar um companhei-luntárias para entrevis- ro na internet.tar, encontrei D.Dilma, D. Irilene MariaD. Helena e D.Zeny. de Melo, que prefereD.Dilma tem 62 anos, ser chamada de He-é aposentada , dá aulas lena, tem 56 anos, éde música no coral da aposentada e cuida daigreja e pretende com mãe de 79 anos. Elao curso de informática, disse que acha quemontar uma apostila no com a informática ascomputador. Ela está portas do mundo segostando do curso e um D. Irilene Maria abrirão para ela.”Nãodos motivos para isso é consigo controlar ain-o fato dos colegas per- da aquele negócio, otencerem à mesma faixa mouse e fico confusaetária dela.”Antes nós “O analfabeto do futuro com aquela setinhafreqüentávamos cursos será o indivíduo que não que anda para todoscom crianças e jovens souber decifrar a nova os lados menos para oe as dificuldades nossas linguagem gerada pelos lugar que eu quero”.são diferentes das de- E surpreende comles. Aqui todos temos a meios de comunicação.” seu entusiasmo”Nãomesma base , estamos (PRETTO,1996) existe idade paracomeçando juntos” . aprender, aprende- Como nos ensina o filósofo Pierry Levy,”nãoEla se sente excluída por basta estar diante de uma tela, munido de todas mos a todo momentonão saber informática as interfaces amigáveis que se possa pensar, da vida “.principalmente, quando para superar uma situação de inferioridade. É Assim nos ensinanecessita acessar um preciso antes de mais nada estar em condições de Novaes:”Envelhecersite, para saber o anda- participar ativamente dos processos de inteligência exige uma disposição coletiva que apresentam o principal interesse domento de um processo ciberespaço”. particular de alerta,trabalhista que tem e, Cabe então aos interessados no autentico daí a importância danão consegue. processo de inclusão , reclassificar os personagens constante aquisição D. Zeny Bonifácio e paisagens dessa história. Há que se reconhecer de conhecimento paraPeixoto tem 71 anos, é cidadãos além de consumidores e assim procurar não retringir as di- transpor a muralha digital do mercado, até chegarauxiliar de enfermagem ao espaço da inteligência coletiva gerada a toques mensões de seu uni-aposentada e atualmente de bits. verso e do significadotrabalha com bordados de sua existência”.
  20. 20. Blog Corporativo Ferramenta fortalece relacionamento com clientes Por Rose Nunes Foto SXC da empresa, já o segundo facilita a “conversa” entre o cliente e a empresa, através de uma área reservada para comentários, proporcionando também uma consulta direta a esta e o estreitamento do relacionamento entre ambos. Diante dessas inovações de comportamento no ambiente web, com transparência e velocidade, os blogs corporativos vêm invadindo o dia-a-dia das empresas, modificando a forma de trabalho, exigindo dos profissionais posturas inéditas e intimidade Na era da web 2.0 – a segunda públicos e facilitar a comunicaçãogeração de serviços e comunidades direta entre eles, dispensando asediadas na web – da transparência intermediação, ao contrário do que “O blog ou qualquere da participação do cidadão/ existia no período da web 1.0, queusuário, que passou a interagir e era limitada, e a figura do receptor interação em mídiasa colaborar com material próprio, somente recebia a informação sociais requerdisponibilizado na rede, num da web, usava o email e, nosistema de compartilhamento de máximo, deixava a sua opinião dedicação equivalenteconteúdo e colaboração, o blog sobre alguma coisa na páginacorporativo surge como uma ótima “Fale Conosco”. Porém, o blog àquela dispensadaferramenta de relacionamento não é substituto da página web a um amigo ouentre as organizações e os tradicional, que é a “vitrine” da“consumidores 2.0”, por ser empresa. Há uma diferença entre alguém do nossobidirecional e instantâneo, com página web e blog: a primeira nadao poder de ampliar o diálogo mais é do que uma “biblioteca”, relacionamento”de uma organização com seus contendo informações essenciais
  21. 21. 21 Fotos reconstituição Rose Nunes Imagens do Blog Tecnisa, numa atitude de inovação e ousadia, Blog do Planalto e com o principal intuito de estreitar Blog da Petrobras o relacionamento com o seu cliente. Em entrevista concedida por email, Fábio Cipriani, também autor do livro “Blog Corporativo”, relatou que casos de sucesso ocorrem porque o blog corporativo é visto “como uma porta de entrada para conhecer o trabalho da empresa, vista sob a ótica de quem está dentro dela. Além disso, considero que se eu tentar conversar com a empresa serei ouvido” e com certeza a empresa terá credibilidade por parte do consumidor/usuário. Como uma importante empresa brasileira que é, e respeitada mundialmente, a Petrobrascom ferramentas mediadas pelas maioria delas não conseguiu também resolveu lançar no dianovas tecnologias. adotar as mídias sociais em 02 de junho de 2009 o seu blog Segundo uma pesquisa todos os setores da empresa, corporativo chamado Fatos epioneira, realizada no Brasil devido à cultura organizacional e Dados (http://www.petrobras.durante os meses de fevereiro relutância de alguns profissionais, com.br/fatosedados), provocandoe março de 2010, denominada não alcançando os benefícios polêmica nos meios jornalísticos“Mídias sociais nas empresas – pretendidos, ao contrário daquelas ao divulgar informações noO relacionamento online com que souberam aproveitar o grande blog, antes mesmo delas seremo mercado” (1), liderada por potencial que as mídias sociais publicadas nos principais jornais,Fábio Cipriani, gerente da área proporcionam para a imagem porém o maior motivo para ade consultoria empresarial da e boa reputação da empresa, criação desse blog foi prestarDeloitte e conduzida pela equipe aliadas ao bom relacionamento esclarecimentos à sociedade ede consultores da empresa, com com os seus clientes. É o caso da ao seu público de interesse, sema participação de 302 empresas Construtora Tecnisa, que em 2000 intermediários, defendendo-sebrasileiras de diversos portes saiu na frente e lançou o Blog da das denúncias levantadas duranteeconômicos e segmentos, 70% Tecnisa (http://www.blogtecnisa. a CPI instaurada na época, numadessas empresas já monitoram com.br), o primeiro blog corporativo atitude de transparência e ousadiao universo online, porém a do mercado imobiliário brasileiro, da comunicação empresarial.(1) Maiores detalhes em http://www.blogcorporativo.net/2010/05/27/pesquisa-inedita-midias-sociais-nas-empresas/
  22. 22. 22Fábio Cipriani (arquivo pessoal) deste último, transformando-se numa imensa “porta aberta para que o cliente, o parceiro ou o funcionário entre, sente e se sinta à vontade”, conforme descreve em seu livro. Algumas empresas brasileiras ainda relutam em criar o seu blog corporativo. “A falta de informação é o principal ponto”, diz Fábio Cipriani. “Existe o medo de vazamento de informações ou medo de atrair mais reclamações vindas de clientes, mas eu diria que as empresas já estão aos poucos superando essa barreira. Depois Fábio Cipriani: autor do livro da falta de informação vem Blog Corporativo. a falta de conhecimento para Ao lado o blog do livro. Foto reconstituição Rose Nunes demonstrar os ganhos que a ferramenta pode trazer para Outras empresas só usam o relacionamento e transparência as lideranças das empresas”,blog corporativo como ferramenta da empresa do que marketing complementa.de marketing e divulgação de puro”, declara. As empresas de pequeno ouprodutos, já que, em 73% das Lançado em 31 de agosto de médio porte apresentam desafiosempresas pesquisadas que utilizam 2009, o Blog do Planalto (http:// diferenciados das grandesmídias sociais, é o departamento blog.planalto.gov.br) vai na empresas para manter um blogde marketing que tem maior contramão do princípio essencial corporativo, porém o “tempoliberdade para ousar e utilizar de um blog: interatividade. Na para gerenciar é o maior deles.novos meios de comunicação. opinião do autor do livro “Blog O blog ou qualquer interação emSegundo Cipriani, “não é errado Corporativo” (Ed. Novatec), os mídias sociais requer dedicaçãousar (o blog corporativo) para blogs corporativos que não abrem equivalente àquela dispensada amarketing se você se preocupar espaço para comentários “são um amigo ou alguém do nossocom o relacionamento com as meras páginas web. Transformam relacionamento”, explica opessoas que passarem pelo blog. o blog em uma vitrine de loja especialista Fábio Cipriani.Fazer uma via de mão única para monótona”. O grande diferencial Já o profissional ideal parapassar sua mensagem no blog entre o site e o blog está na sensação gerenciar o blog corporativo denão é correto. Prefiro quando de intimidade que o usuário passa uma empresa, de qualquer porte,o blog tem mais o cunho de a ter com a empresa através “seria alguém com afinidade no
  23. 23. 23assunto independentemente do Caminhamos para a instantâneo. Portanto, é odepartamento”, diz Cipriani. “Na comunicação dirigida e direta, canal de comunicação maisprática acaba sendo alguém da em que o boca-a-boca contribui, veloz nas interações e comárea com que o objetivo do blog e os blogs são importante maior valor agregado porse identifica ou mesmo agências ferramenta nesse cenário de que: possui leitura agradávelexternas, o que nem sempre pode transparência e velocidade, e cronológica; é fácil de fazertrazer os melhores resultados”. porém segundo os resultados da e manter; custa pouco; possuiPorém, ele alerta que um dos pesquisa “Mídias sociais nas navegação intuitiva e simples;maiores motivos de fracasso na empresas – O relacionamento abre espaço para comentários;comunicação da empresa através online com o mercado”, as disponibiliza a troca de links;do blog corporativo e demais empresas brasileiras utilizam é personalizado; faz parte demídias sociais é “deixar demais pouco as mídias sociais como um nicho e é especialista;o controle na mão de terceiros. foco estratégico, essencial para demonstra o conhecimento daAlém do relacionamento seus negócios. sua empresa; e permite a criaçãoser feito por quem não é da O blog tem muitas vantagens de uma comunidade”, explicaempresa, a empresa também em relação a outros meios Fábio Cipriani, um dos maisacaba não capturando o de comunicação, já que “nos respeitados defensores do blogresultado da interação para proporciona um poder de corporativo, no seu livro “Blogdentro de casa”, esclarece. comunicação bidirecional Corporativo”. 12 motivos para ter um blog corporativo Fábio Cipriani, no blog do livro ”Blog Corporativo”, descreve os motivos pelos quais uma empresa deve ter o seu blog corporativo: 1. Colocar o seu CEO ou profissional como líderes de tendências, experts no assunto, projetar imagem da empresa. 2. Humanizar a empresa dando um rosto a ela e conseqüentemente maior transparência. 3. Melhorar o relacionamento com seus clientes. 4. Ferramenta para suporte interno ou externo de seus produtos ou serviços. 5. Promover sua marca. 6. Fonte de informação sobre a empresa, invertendo a relação Empresa-Imprensa. 7. Construir relacionamento com possíveis parceiros e interessados em potencial. 8. Manter contato com clientes e parceiro por meio de um canal acessível. 9. Promover um produto ou receber ajuda para desenvolver novos produtos. 10. Recrutar funcionários. 11. Aumentar o tráfego de seu website. 12. Aproximar funcionários e colaboradores da liderança da empresa, quebrando barreiras de comunicação. Fonte: http://www.blogcorporativo.net/2006/08/10/12-motivos-para-ter-o-seu-blog-na-sua-empresa
  24. 24. 24 Redes sociais e educação Como alunos e professores podem lidar com essa ferramenta em salas de aula Por Carol Portella Fotos site editora positivo As Redes Sociais estão cada vez mais sendo apropriadas para aumentar o envolvimento de alunos e professores com a educação Em pleno século XXI enviar um recado para um Uma das grandes dificuldades de trazer essesamigo no orkut ou contar o que se esta fazendo recursos para sala de aula é o receio que osno twitter são ações que já fazem parte da vida de educadores têm de que os alunos se interessemmilhares de pessoas que utilizam as redes sociais por assuntos que não estejam ligados ao conteúdoem todo mundo. No Brasil as redes sociais mais pedagógico, além da falta de conhecimentos dautilizadas são: orkut, facebook e twitter. O orkut é tecnologia e da adaptação nas redes.a mais popular, com mais de 51% de usuários noBrasil. Os adolescentes são os que mais utilizam as redessociais para se comunicar e estabelecer relaçõesinterpessoas. Entretanto, como podemos usar asprincipais redes sociais na educação? Segundodiversos autores, o ensino em conjunto com asredes sociais é uma forma de mostrar aos jovenscomo fazer uso seguro e responsável da internet.Por isso é necessário que escola e professores seunam para mostrar as qualidades que a rede traz. As redes sociais interagindo com a educação
  25. 25. 25 O twitter também esta sendo adotado nas escolas, uma das grandes qualidades é que no twitter o usuário não pode ultrapassar 140 caracteres, assim os alunos são desafiados a exprimir suas idéias. Um exemplo dessa experiência tem funcionado no Colégio Hugo Sarmento, em São Paulo, estudantes da 8° serie do ensino fundamental utilizam o twitter como plataforma para contar historias literárias. O professor de português Tiago Calles conclui: “As redes fazem parte da vida deles. Não há como a escola ignora-las”. Alunos podem utilizar as redes sociais nos laboratorios de informatica É claro que existem riscos e maus usos dessas tecnologias como, por exemplo, nos casos do A relação entre aluno e professor cyberbulling, mas para isso cabe a escola estabelecer Algumas mudanças são notórias quando as os conceitos necessários para que o aluno possaredes sociais entram no ambiente formal de ensino. utilizar dessas ferramentas com professores bemUma delas é a relação entre professor e aluno, treinados e qualificados, que podem favorecer opois ambos podem compartilhar informações e ensino e ampliar o que é aprendido em sala denovidades que às vezes ultrapassam os limites da aula.sala de aula. Através dessas redes como blogs ou Não podemos negar que as redes sociais sãoaté mesmo o email o professor tem a possibilidade consideradas o presene duradouro da internet. Ade tirar duvidas e acompanhar o desenvolvimento educação, portanto não pode evitar sites comodo aluno na escola. orkut, twitter e ate mesmo o youtube. Deve sim Os professores precisam se integrar e preparar jovens para usar essas redes para o bem,compartilhar essa realidade pois os desafios são com ética e responsabilidade.numerosos e constantes. É essencial apropriar-seda funcionalidada, da essência dos objetos, dosambientes virtuais de aprendizagem, aproveitar davivência e experiência dos alunos com o diversossoftwares para incorporar a cultura digital e virtualaprimorando a sua prática.Como utilizar as redes sociais na educação As redes sociais podem ser utilizadas de inúmerasmaneiras na educação. O orkut, por exemplo,apresenta ferramentas de discussão com diversostemas educacionais que podem ser utilizados nacriação de comunidades de aprendizados a fim decompartilhar informações e idéias com os demaiscolegas e educadores, ampliando dessa forma oaprendizado fora da sala de aula e gerando umrelacionamento didático entre aluno e professor.Visto dessa maneira, muito dos conteúdos expostosnessas comunidades são os mesmos tratadosem sala de aula, porém, são tratados de maneiracolaborativa, pois tanto alunos como professorespodem dar suas opinões e apresentar suas dúvidas. Redes sociais ganham espaço na relação de alunos e professores
  26. 26. 26 A invasão da blogosfera pelo jornalismo Tarefa tradicional, o fazer jornalístico se aproxima mais a cada dia do mundo dos blogs Por Daiane Baia e Rafael Mortagua Nascidos como simples diáriospessoais, os blogs se firmamcada vez mais como relevantesferramentas jornalísticas em ummundo no qual as pessoas sãobombardeadas de informações atodo momento. O entrelaçamentoentre a blogosfera e o jornalismotem início, de forma mais efetiva,no ano 2001, em função do fatídico11 de setembro, data marcadapelos atentados terroristas contraos Estados Unidos. O jornalista,escritor, professor universitário Blog do Noblate blogueiro José Luís Orihuelaafirma, em seu livro La revoluciónde los blogs, que o atentado gerou notícias publicadas na grande e da ESPN, é o proprietário doum verdadeiro caos de busca por mídia e as divulgam em seus blog de futebol mais importanteinformações e, por outro lado, espaços. Deixando de lado o do país. São centenas dede divulgação das mesmas. O simples ato de reprodução, comentários a cada texto postadomovimento de oferta e demanda chega-se ao trabalho sério por Juca, que já entrou em rotafoi o ponto-chave para a virada feito em tais páginas, seja de de colisão com Kaká, meia dadas páginas, que passaram a ser forma independente ou não. O seleção brasileira, e Ricardovistas como espaço produtivo do jornalista Ricardo Noblat, com Teixeira, presidente da CBF, emqual os jornalistas poderiam se passagens por grandes veículos função de comentários feitos naapropriar. como O Globo, Manchete, Veja e página. Luís Nassif, jornalista Dadas as facilidades de criar Isto É, é um dos profissinais que considerado o introdutor doum blog e difundir qualquer tipo utilizam a plataforma. Criado em jornalismo eletrônico no país,de informação, não são poucos março de 2004, seu blog cresceu é outro que detém um blog deos que se aventuram em fazer vertiginosamente e, atualmente, sucesso. Tratando sobretudoalgo que acreditam ser trabalho é um dos mais acessados na de política e economia, Nassifjornalístico. Estes, na verdade, blogosfera jornalística, rendendo conquistou uma legião dese ocupam do famoso “copia e bons lucros. O jornalista seguidores ao enfrentar acola”, isto é, fazem a retirada de esportivo Juca Kfouri, da CBN revista Veja por meio de uma
  27. 27. 27série de reportagens postadas em produzido por um jornalista”,seu blog, cujas consequências esclarece a professora Adrianepara ele foram inúmeros Martins Figueirola, queprocessos. Em depoimento ao pesquisa política e internet emsite adital.com, Nassif diz que doutorado na Universidadea internet apareceu como uma Federal Fluminense (UFF).forma de fazer com que ele Outro ponto muito discutidopermanecesse trabalhando com diz respeito à credibilidade:jornalismo. “Precisava criar uma “Na atual sociedade, estamosmarca própria, se dependesse nos deparando cada vez maisdas redações eu não daria certo”, com blogs informacionais,disse Luís Nassif. muitos destes acabam sendo Mesmo diante da utilizados por grandes veículosindiscutível relação íntima para pautarem notícias.entre o jornalismo e os blogs, Prof. Adriane Figueirola Porém, com essa avalanche denão existe consenso entre os informação, a credibilidadeestudiosos do assunto. “Apesar americana Rebeca Wood, blog é um elemento bastantedo amadurecimento do blog não é jornalismo porque não questionável. Normalmente, oscomo instrumento jornalístico, obedece às regras do jornalismo sites que passam credibilidadeainda existe uma discussão canônico. Por outro lado, há são aqueles produzidos porse blog é ou não jornalismo. aqueles que defendem que o jornalistas dos quais já temosSegundo a pesquisadora norte- blog é jornalismo desde que seja referência”, conclui Adriane. O pioneiro Luís Nassif, mineiro da cidade de Poços de Caldas, jornalista e profundo crítico de alguns veículos de comunicação que formam a grande mídia, pode ser considerado o profissional de comunicação que melhor soube usar a esfera da internet. Após deixar o jornal “Folha de São Paulo”, Nassif decide seguir “carreira solo”: Blog do Luis Nassif cria um blog e parte com tudo para cima dos grandes meios, inocente. A série de matérias que tornou-se uma das objetivando apresentar ao produzidas por ele contra a mais acessadas do Brasil público as facetas de uma revista Veja alavancou o número em curto espaço de tempo. imprensa, segundo ele, nada de interessados em sua página, interligada Revista do Curso de Comunicação Social

×