• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Apresentação agricultura familiar na alimentaçao escolar
 

Apresentação agricultura familiar na alimentaçao escolar

on

  • 1,417 views

 

Statistics

Views

Total Views
1,417
Views on SlideShare
1,049
Embed Views
368

Actions

Likes
0
Downloads
15
Comments
0

6 Embeds 368

http://alimentacao-smedcachoeiradosul.blogspot.com.br 313
http://alimentacao-smedcachoeiradosul.blogspot.ru 25
http://alimentacao-smedcachoeiradosul.blogspot.com 24
http://alimentacao-smedcachoeiradosul.blogspot.pt 4
http://alimentacao-smedcachoeiradosul.blogspot.ro 1
http://alimentacao-smedcachoeiradosul.blogspot.com.ar 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Apresentação agricultura familiar na alimentaçao escolar Apresentação agricultura familiar na alimentaçao escolar Presentation Transcript

    • Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Cachoeira do Sul e Novo Cabrais A IMPORTÂNCIA DA AGRICULTURA FAMILIAR NA ALIMENTAÇÃO ESCOLAR Cachoeira do Sul, 26 de Agosto de 2013.
    • Agricultura Familiar Define-se: O cultivo da terra realizado por pequenos proprietários rurais, tendo como mão-de-obra essencialmente o núcleo familiar. Segundo Abramovay os países que mais prosperaram na agricultura foram aqueles nos quais a atividade teve base familiar e não a patronal, enquanto que os países que dissociaram gestão e trabalho tiveram como resultado social uma imensa desigualdade.
    • A Importância da Agricultura Familiar no Desenvolvimento dos Municípios a) Gera 80% da ocupaçao do territorio rural. b) A cada 10 empregos no campo, 7 são familiares. c) Produz 45 % dos alimentos. d) Engloba 84% das propriedades no Brasil. e) Sendo 4,4 milhoes de unidades produtivas.
    • Políticas Públicas • MDA (Agricultura Familiar) criado em 1999. • Pronaf (Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar). • Financia projetos individuais ou coletivos, que gerem renda aos agricultores familiares e assentados da reforma agrária. O programa possui as mais baixas taxas de juros dos financiamentos rurais, além das menores taxas de inadimplência entre os sistemas de crédito do País. • PAA (Programa de Aquisição de Alimentos) que é considerado como uma das principais ações estruturantes do Programa Fome Zero. O PAA apoia à comercialização dos produtos alimentícios da agricultura familiar, no qual o governo adquire alimentos dos agricultores familiares e doa parte dele para pessoas em risco alimentar. Lei 10.696, de 02/07/2003 • Os alimentos são comercializados por meio de associações ou cooperativas de agricultores
    • • Incentivando à agrobiodiversidade e a preservação da cultura alimentar regional e evitando a miseria extrema. Fonte: Conab
    • PNAE • Criado em 2009 (Lei 11.947) • Compra de alimentos direto da agricultura familiar como o arroz, feijão, massa, frutas e hortaliças para abastecer todas as escolas de educação básica , visando uma alimentação de qualidade aos alunos municipais e estaduais. • Compra direto da DAP ou através de Cooperativas.
    • Contribuindo para o crescimento, o desenvolvimento, a aprendizagem e o rendimento escolar dos estudantes,bem como promover a formação de hábitos alimentares saudáveis.
    • PNAE Pontos Fortes 1. Manutenção da Agricultura Familiar 2. Renda Garantida ao produtor 3. Ate R$ 20.000,00 por DAP 4. Alimentos saudáveis e livres de agrotóxicos para as crianças 5. Capital empregado direto no desenvolvimento de Cachoeira do Sul 6. Evita o êxodo rural 7. Contato direto de quem produz (agricultor) com quem o prepara ou compra 8. Diversificação da produção
    • Pontos Fracos 1. Cooperativas e Associações de fora do município tentando dominar o mercado 2. Falta de comprometimento de alguns agricultores 3. Problemas de Gestão do Programa 4. Problemas de Gestão e escalonamento do Agricultor 5. Problemas de ordem de armazenamento e preparo 6. Incentivo a produção local 7. Ter um Cardápio com produtos que não são produzidos no RS.