O bem vai vencer o mal

601 views

Published on

Published in: Education, Travel, Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
601
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
1
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

O bem vai vencer o mal

  1. 1. O BEM VAI VENCER O MAL “Rio rio rio, rio pra não chorar, pra quem não sabe sou rio a cantar”...abençoada por Deus a cidade do Rio de Janeiro não perde seu encanto e continua deslumbrante de braços abertos mostrando toda sua beleza. Costumo dizer que se Deus é brasileiro ele é carioca, porque ele caprichou, estava inspirado ao criar essa cidade esse Estado. Não conheço todo o Brasil, ainda, mas pelo o que já vi e conheci considera essa a cidade mais perfeita que existe, é um pedacinho do paraíso. Perdoem – me as outras regiões brasileiras, que também são fascinantes cada uma com suas formosuras e deslumbre, mas o Rio de Janeiro continua e é lindo. E esse ataques de bandidos não vão manchar sua beleza natural. O presente trabalho realizado pelo governo merece parabéns e terá resultado positivo, essas tormentas que estão ocorrendo fazem parte do processo. O Estado está encurralando as ações criminais, tentando acabar com o tráfico de drogas, ocupando os locais que antes eram ocupados pelos bandidos, implantado as UPP. Uma ação que desfavorece os bandidos e beneficiam as comunidades, com isso os traficantes estão perdendo território, e com isso tenta aterrorizar a população com acometimentos de terror, porém o sistema e a população não se curvam a esses ataques. Agora é o momento de encurralá-los definitivamente, e avançar com força extinguindo o máximo a criminalidade existente. Os atuais ataques realizados pelos bandidos é resultado desse trabalho realizado pela segurança pública do estado do Rio de Janeiro, pois o tráfico está perdendo território, perdendo o domínio e o poder que detinham. E a população deve ter muito cuidado e perseverança nestas atuais condições, pois essa situação pode se agravar um pouco mais, porém o resultado poderá ser positivo e definitivo se for efetuado com devido planejamento O trabalho executado pela segurança pública do Rio de Janeiro está sendo bem feito, porém sabemos que podem existir brechas para que essa operação seja momentânea, para que essas ações criminosas não retornem. Pode se tomar como exemplo a cidade de Nova York, que acabou como o tráfico de drogas e com violência. Mas, para isso foi feito uma ação planejada pelo poder público local, que primeiramente extinguiu a corrupção na polícia, expulsando os policiais corruptos da corporação, logo após fez um trabalho duro de limpeza da criminalidade. No Brasil não se pode matar vagabundo por causa dos direitos humanos e da imprensa que faz o papel de advogado do diabo, então a solução é colocar esse assassinos em prisão de segurança máxima. A dúvida é se essas prisões realmente têm segurança máxima, pois os bandidos dispõem de toda autonomia para continuar no comando. Isso tudo ilustrado no código penal brasileiro que protege mais o bandido que o cidadão, além da corrupção do sistema que tem que ser extinto a todo custo, e realizar uma releitura nas leis desse país.
  2. 2. Nesse contexto o Rio de Janeiro está sendo protagonista, porém essa criminalidade sitiada nesse estado pode ser redirecionada para outras cidades, para outros estados, os bandidos estão migrando para outras regiões da fronteira do estado e/ou regiões que tem pouca atuação de segurança pública, torna-se uma questão de segurança nacional e os outros estados necessitam ficarem de olhos bem abertos, não ficar somente assistindo o que ocorre no Rio de Janeiro. Esse é um momento de reflexão, pois foi o próprio estado que criou esse cenário, alguns desses elementos já nasceram com instinto brutal, mas a grande maioria entrou na criminalidade por falta de oportunidade, sem educação, sem expectativa de vida. E agora o que vai acontecer com essas pessoas que ainda podem ter recuperação, que vivia do tráfico de drogas? Sem oportunidades esses vão procurar outra modalidade criminal para seguir, portanto o estado e o governo federal precisam pensar rápido numa solução para essas personagens do crime e vítima do sistema, a ressocialização para aqueles que ainda têm solução será decisiva na redução do índice de criminalidade e mortandade dos nossos jovens. Esperamos que todos possam ter um pouco de dignidade, os que vivem na zona sul, os que vivem nos suburbios e nos morros, são direitos fundamentas dos cidadãos, cada um com seu carma porém com diginidade e respeitando o espaço do outro, é o mínino para que possamos viver descentemente nesse planeta. Marivane Figueredo Turismólogo melfigueredo@hotmail.com www.turismoesporteelazer.blogspot.com

×