• Save

Loading…

Flash Player 9 (or above) is needed to view presentations.
We have detected that you do not have it on your computer. To install it, go here.

Like this presentation? Why not share!

Metrics2012 | Audiencia não é influência

on

  • 11,477 views

Apresentação feita por Marcelo Coutinho para o Metrics Summit em 29/11/2012

Apresentação feita por Marcelo Coutinho para o Metrics Summit em 29/11/2012

Statistics

Views

Total Views
11,477
Views on SlideShare
1,604
Embed Views
9,873

Actions

Likes
34
Downloads
0
Comments
0

12 Embeds 9,873

http://www.adnews.com.br 6542
http://adnews.uol.com.br 3063
http://adnews.com.br 117
http://officeweb.paulomoraes.net 94
http://blog.oconsultorweb.com 34
http://rmamonitora.wordpress.com 12
http://feeds.feedburner.com 4
http://www.info4.com.br 2
http://clippcomercial.blogspot.com.br 2
http://www.clippcomercial.blogspot.com.br 1
http://www.google.com 1
http://www.google.it 1
More...

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Adobe PDF

Usage Rights

CC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Metrics2012 | Audiencia não é influência Metrics2012 | Audiencia não é influência Presentation Transcript

  •  Audiência  não  é  influência   Metrics  Summit,  29/11/2012  marcelo.cou3nho@fgv.br   @mcou3nho  
  • Comitê  Gestor  2012:  29,7%  da  população   brasileira  acessa  diariamente*  58,4  milhões  usuários  diários  BR    População  Itália  =  60,  1  milhões  *  Acesso  diário  na  faixa  de  renda  5-­‐10  SM:  63%        Acesso  diário  na  faixa  de  renda  acima  de  10  SM:  77%   Campo  entre  out/11-­‐jan/12,  25  mil  entrevistas  domiciliares,  amostra  nacional  
  • Atenção  é  cada  vez  mais  fracionada,  não   está  “presa”  em  uma  grade   Campo:  Fev/2012  
  • Novos  ecossistemas  de  mídia  (FB,  twicer,  etc)  reduzem     eficiência  das  ações  em  meios  “de  grade”  
  • Redes  Sociais  Digitais  são  também  parte  de  um   sistema  comercial  de  comunicação   Fonte:  Colec3ve  Dynamics  Group,  Columbia  University  
  • O  desafio:  incorporar  novas  métricas  ao  sistema  tradicional  de  avaliação  de  ações  de  marke3ng  
  • Marcas  =  Informação   Informação  =  Moeda  das  redes  sociais  Função  comercial  das  Redes  Sociais  =  Filtro  para  economizar  atenção    
  • Atenção  é  o  recurso  escasso  do  século  XXI       “In  an  informa3on-­‐rich  world,  the  wealth   of   informa3on   means   a   dearth   of   something  else:  a  scarcity  of  whatever  it   is   that   informa3on   consumes.     What   informa3on   consumes   is   rather   obvious:   the   acen3on   of   its   recipients.     Hence   a   wealth   of   informa3on   creates   a   poverty   of  acen3on”.   Herbert  Simon,  1971   Nobel  de  Economia,  1978  
  • Redes  Sociais  não  começaram  com  o  Orkut.  E  são   muito  mais  que  uma  mídia  
  • SARS  Epidemic  Network  Fonte:  Zeng,  Chen,  e  Lynch.  Advances  in  Medical  Informa3cs:  Knowledge  Management  and  Data  Mining  in  Biomedicine  
  • Para  além  do  alcance  e  frequência   Fonte: Burt, 1999
  • Quem  conhece  mais  gente?     (Grau  de  centralidade)  
  • Quem  está  mais  próximo  de  todos  os  integrantes   da  rede?  (Grau  de  Proximidade)   C   E  A   B   D   F   A   B   C   D   E   F   A   __   1   2   3   3   4   13   B   1   __   1   2   2   3   9   C   2   1   __   1   1   2   7   D   3   2   1   __   1   1   8   E   3   2   1   1   __   1   8   F   4   3   2   1   1   __   11  
  • Quem  está  mais  próximo  de  todos  os  integrantes   da  rede?  (Grau  de  Proximidade)  
  • Quem  é  mais  importante  para  o  fluxo  de   informação?  (Betweenness  Centrality)  •  Embora   com   poucas   conexões,   uma   pessoa   pode   ser   uma   ponte   entre  elementos  que  seriam  “desconectados”  dos  demais  sem  ela  •  É   calculada   através   de   diferentes   algoritmos,   mas   todos   basicamente   representam   a   probabilidade   de   um   integrante   da   rede  estar  presente  na  ligação  entre  todos  os  demais  indivíduos  da   rede  •  hcp://faculty.ucr.edu/~hanneman/necext/  
  • Quem  é  mais  importante  para  o  fluxo  de   informação?    
  • Outras  medidas  importantes  •  Fator   de   Eigenvector:   ser   conectado   com   uma   pessoa   com   alto   número   de   conexões   é   mais   importante   que   ser   conectado   com   muitas   pessoas   sem   nenhuma  outra  conexão.  O  fator  de  Eigenvector  combina  o  número  de  conexões   de  cada  pessoa  com  o  número  de  conexões  das  pessoas  com  as  quais  ela  está   conectada  (perdão  pela  redundância!)  •  Densidade   ou   Coeficiente   de   Clusterização:   o   número   de   conexões   de   uma   pessoa  que  também  são  conectadas  entre  sí.  É  calculado  através  da  divisão  do   número  de  conexões  efe3vas  pelo  número  de  conexões  possíveis   Com  16  conexões,  esta  rede  tem   uma   densidade   de   44%   (9   elementos   podem   gerar   um   máximo  de  36  conexões)   Cmax  =  (N-­‐1)  x  (N/2)  
  • Exemplo:  Rede  de  Influência  Facebook  de  Marcelo  Cou3nho   Marcelo  Cou3nho  Facebook  –  By  NodeXL  
  • Métricas  de  Mídia   Métricas  de  Redes  Sociais:    Alcance  e  Frequência   Interação  
  • Princípio  básico  em  métricas:     É  complicado  ser  simples  Enrico  Fermi,  criador  do  reator  nuclear     Prêmio  Nobel  de  Física,  1938  
  • Quem  tem  seguidor  é  Santo;  marcas  tem   clientes  (atuais  ou  potenciais)  
  • Núcleo  de  Redes  Sociais  da  FGV   Reputation Share É um indicador de como a empresa / produto / serviço está relativamente aos seus concorrentes diretos Total  de  interações  posi3vas  (“likes”)  da  marca   -­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐   Total  de  interações  posi3vas  da  categoria  •  Os  “likes”  podem  ser  o  total  de  comentários  posi3vos  no  twicer,  +1  no  Google+,   comentários  em  blogs,  etc;  •  Os  concorrentes  devem  estar  presentes  nos  mesmos  ambientes;  •  Séries  de  longo  prazo  x  dados  “na  margem”  (recentes);  •  Também  pode  ser  feita  para  comentários  nega3vos;  
  • Núcleo  de  Redes  Sociais  da  FGV   Índice  de  Favorabilidade*  IF = Número Total de Comentários – Número Comentários Negativos Número Total de Comentários•  IF  Subsidiária  X  =  0,42  •  IF  Subsidiária  Y  =  0,49  •  IF  Subsidiária  Z  =  0,60  *medida  criada  com  base  no  mercado  de  clipping,  mas  também  denominada  de  SIM  Score  pela  consultoria  Razorfish  
  • Núcleo  de  Redes  Sociais  da  FGV     Engagement  Rate     Total  de  ações  (comentários,  retweets,  etc)     -­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐     Total  de  seguidores,  fãs,  amigos,  etc  •  Pode  ser  calculado  por  ação,  período  de  tempo  e/ou  marca  •  Compare  bananas  com  bananas,  maçãs  com  maçãs,  etc  
  • Núcleo  de  Redes  Sociais  da  FGV   Índice  de  Concentradores  e  Conectores             Total  de  interações  com  concentradores/conectores     -­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐-­‐       Total  de  interações  com  toda  sua  rede           Considerar   somente   o   número   de   conexões   como  indicador  da  importância  de  uma  pessoa  é   um  entendimento  pobre  da  dinâmica  das  redes  
  • Mercado Econômico X Mercado Social
  • Retorno  de  Inves3mento   X   Retorno  de  Influência   = R$ 16,00 2 X 12 = R$ 24,00Investimento = R$ 108,00 = R$ 12,00 Retorno = R$ 56,00 ROI = - 48,1 % = R$ 4,00 (56 – 108) / 108
  •  Audiência  não  é  influência   Metrics  Summit,  29/11/2012  marcelo.cou3nho@fgv.br   @mcou3nho