PRODUÇÃO E EVENTOS DE
MODA I
Prof. Márcio Duarte
FAIP/FAEF
Organização de Eventos

O Que é um evento?
• Em termos de comunicação e marketing:
“Todo acontecimento que resulta de um projeto
devidamente plane...
Utilidade do evento
• Lançar, vender ou divulgar produtos e serviços
• Estreitar relacionamentos
• Criar, desenvolver ou f...
Elaboração de eventos

Elementos básicos
• Custos
• Temário
• Programação
• Data
• Local
• Ambiente
• Serviços
• Contribuições

Logística
• Considerando a logística na sua principal definição que
é a de planejar, elaborar, realizar projetos e
desenvo...
Modalidades de Eventos
Eventos conjuntos
• Pode se planejar eventos em conjunto, por
exemplo, reunindo duas ou mais instituições da
mesma cidade ...
Eventos conjugados
• Pense a realização de um Congresso.
• Simultaneamente com as datas que antecedem e
sucedem os grandes...
Classificação de eventos
Classificação do evento
O evento pode ser classificado de acordo com as
seguintes variáveis:
•Porte
– Pequeno: até 150 par...
Classificação do evento
• Periodicidade
– Determinada: realização regular em data fixa
– Variável ou móvel: realização reg...
Classificação do evento
• Perfil do público-alvo
– Idade
– Sexo
– Classe socioeconômica
– Formação escolar
– Profissão
– Á...
Classificação do evento
Classificação do evento
• Formatos ou Tipologia (Baseados nas reuniões
dialogais):
– Reunião
– Brainstorming
– Congresso
–...
Classificação do evento
• Competitivos:
– Campeonato
– Olimpíadas
– Torneio
– Concurso
Classificação do evento
• Demonstrativos ou expositivos:
– Excursão
– Espetáculo
– Festival
– Desfile
– Inauguração
– Leil...
Classificação do evento
• Baseados em reuniões sociais:
– Brunch
– Noivado
– Coffee Break
– Casamentos
– Coquetel
– Batiza...
Tipos de eventos

Tipos de Eventos
• De acordo com sua natureza, formato e
objetivos, os eventos são divididos em 3
categorias básicas:
– Ev...
Congressos
• Devido ao grande planejamento e esforços que são envolvidos, os Congressos, em alguns casos, realizam-
se anu...
Encontros
• Como o nome diz, pode ser um encontro
entre pessoas que possuem um assunto em
comum, utilizando-se, geralmente...
Workshop
• Também utilizado para eventos com enfoques
mais específicos.
• Poderá haver taxa de inscrição simbólica
como co...
Simpósio
• É um encontro voltado mais à área técnica e
científica.
• Normalmente são feitos os anais nos
simpósios, materi...
Seminário
• Os Seminários têm uma característica própria.
• Os temas são apresentados e debatidos. Sua
duração pode ser de...
Conferência
• Muito utilizadas também pelos cientistas, como o título diz:
conferir. Uma reunião onde todos têm a oportuni...
Palestras
• É um encontro mais simples, pode ser feito por várias
pessoas num mesmo local, dentro de um mesmo
evento e dat...
Forum
• Este tipo de evento é bastante utilizado por
órgãos do governo em parceria com
instituições filantrópicas como fun...
Planejamento de Eventos
Planejamento
• É o ponto de partida, criação de estratégias ou
táticas para alcançar o objetivo do evento:
– Desenvolvimen...
Fases do Evento
Pré-evento
É a fase da concepção e planejamento do
evento, a partir de interesses, objetivos e
estratégias...
Fases do Evento
– Orçamento e propostas: Levantamento de todas
as possibilidades de fornecedores de serviços e
produtos
– ...
Fases do Evento
Transevento
É a fase de organização e realização na prática do
evento, quando todas as atividades planejad...
Fases do Evento
Pós-evento
Nesta fase ocorre a desmontagem do evento.
Também é a etapa de verificação de alcance dos
resul...
ETAPAS de planejamento

Porque?
• Definição de objetivos e justificativas: devem
responder aos seguintes pontos:
– O que?
– Como?
– Quando?
– Quan...
Nome do evento
• Tipologia e título do evento - Ex:
Número tipologia abrangência Assunto
XIII Jornada Paulista de Radiolog...
Local
• Deverá ser observados os itens abaixo:
– acessibilidade
– estacionamento próprio
– serviços de transportes público...
Local do Evento
• Vale considerar alguns critérios:
– Localização geográfica
– Vias de acesso
– Opções de locomoção
– Infr...
Local do Evento
• As alternativas são muito variadas:
– Centro de convenções
– Pavilhões
– Buffets
– Clubes
– Casas de Sho...
Data e duração
Público-alvo
Temário e programação
Receita
• Estudo de viabilidade econômica:
– Caixa inicial
– Inscrições
– Comercialização do evento (inscrições, taxas de
...
Despesas
• Estratégia de comunicação e marketing:
– elaboração de briefing
• Recursos Materiais:
– Audiovisuais
– Expedien...
Despesas
• Recursos Humanos – Lista de fornecedores e
prestadores de serviços:
1. agente de viagens;
2. produtores cultuai...
Despesas
Mão–de-obra %
Recepcionistas 90
Fotógrafos 76
Seguranças 74
Pessoal de limpeza 64
Mestres-de-cerimônias 64
Garçon...
Despesas
Obs: Tão importante quanto escolher bem seus
fornecedores é fazer com que eles conheçam
uns aos outros e falem a ...
Infra-estrutura interna
• infra-estrutura física
• equipamentos e mobiliário
• material de secretaria
• limpeza e seguranç...
Infra-estrutura externa
• infra-estrutura física
• welcome desk
• postos de atendimento
• transporte local
Avaliação
• Clientes
• Participantes
• Expositores
• Convidados
• Fornecedores
• Patrocinadores
Etiqueta social
• É a arte de boas maneiras e bons costumes:
– Comportamento e postura
– Gestos
– Vestimentas
– Apresentaç...
Planejamento em A&B
• Os serviços mais utilizadas são:
– Banquetes
– Buffets
– Café-da-manhã
– Chá da tarde
– Coquetel
– C...
Planejamento em A&B
• Modalidades de serviços em A&B:
– À francesa: Garçom ou copeira seguram a
travessa, enquanto os conv...
Planejamento em A&B
• Modalidades de serviços em A&B:
– À americana: convidado se serve no buffet
previamente montado com ...
Composição de cardápios
• Coffee Break: Café, chocolate, chás, sucos, água,
salgadinhos, frutas, bolos, biscoitos, pães,
s...
Marketing de Eventos
Marketing
• Necessidade de marketing: Envolve plano de
mídia, ações promocionais diversas, elaboração
de contratos, e um r...
Tipos de apoio
• Patrocínio: Operação comercial, em dinheiro, de promoção
e marketing com a iniciativa privada
• Subvenção...
Produção de eventos
A produção de eventos envolve diversas áreas,
como Publicidade, Relações Públicas,
Jornalismo, Turismo...
Produção de eventos
• Produção técnica:
– Iluminação
– Áudio
– Transmissão / Projeção de imagens
– Cenografia
– Palco
– Ar...
Produção de eventos
• Serviços de apoio:
– Policiamento: Solicitado com antecedência, tem
caráter preventivo
– Trânsito: É...
Roteiro de Atividades de Planejamento,
Organização & Realização de Eventos
Roteiro de Atividades de Planejamento, Organização
& Realização de Eventos
1. Elaborar o Projeto Geral do Evento e o Proje...
Roteiro de Atividades de Planejamento, Organização
& Realização de Eventos
11. Verificar e analisar o orçamento disponível...
Roteiro de Atividades de Planejamento, Organização
& Realização de Eventos
22. Solicitar crachás e convites.
23. Enviar os...
Roteiro de Atividades de Planejamento, Organização
& Realização de Eventos
32. Definir regras gerais e de despesas com ali...
Roteiro de Atividades de Planejamento, Organização
& Realização de Eventos
39. Verificar dos equipamentos alugados para po...
CRONOGRAMA DE ATIVIDADESCRONOGRAMA DE ATIVIDADES
Evento:Evento:
Coordenação (ões) Envolvida (s):Coordenação (ões) Envolvid...
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Produção e Eventos de Moda

7,061
-1

Published on

Conceitos, definições, planejamento, organização, e tudo o que possa envolver um evento.

Published in: Education
0 Comments
6 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
7,061
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
3
Actions
Shares
0
Downloads
297
Comments
0
Likes
6
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Produção e Eventos de Moda

  1. 1. PRODUÇÃO E EVENTOS DE MODA I Prof. Márcio Duarte FAIP/FAEF
  2. 2. Organização de Eventos 
  3. 3. O Que é um evento? • Em termos de comunicação e marketing: “Todo acontecimento que resulta de um projeto devidamente planejado e executado” • Objetivos e público alvo previamente definidos
  4. 4. Utilidade do evento • Lançar, vender ou divulgar produtos e serviços • Estreitar relacionamentos • Criar, desenvolver ou fortalecer a imagem de uma instituição • Promover valores culturais • Motivar os funcionários
  5. 5. Elaboração de eventos 
  6. 6. Elementos básicos • Custos • Temário • Programação • Data • Local • Ambiente • Serviços • Contribuições 
  7. 7. Logística • Considerando a logística na sua principal definição que é a de planejar, elaborar, realizar projetos e desenvolvimento. • É importante salientar que a primeira iniciativa deverá ser a de criar comissões ou equipes responsáveis pelas diversas tarefas que surgirão, como suporte para a realização do evento. • A coordenação das equipes ficará a cargo da Entidade Organizadora ou de pessoas por ela designada.
  8. 8. Modalidades de Eventos
  9. 9. Eventos conjuntos • Pode se planejar eventos em conjunto, por exemplo, reunindo duas ou mais instituições da mesma cidade ou de cidades, ou até de países diferentes. • Numa escala menor, os eventos em conjunto podem ser planejados entre os Grupos de um mesmo país ou cidade, onde, institui-se um cronograma com diversas tarefas envolvendo a todos.
  10. 10. Eventos conjugados • Pense a realização de um Congresso. • Simultaneamente com as datas que antecedem e sucedem os grandes eventos, cresce o número de conferências nos países próximos, cidades do país, ou Instituições da cidade anfitriã. • Isso dinamiza a troca de experiências com grandes benefícios para o todos os eventos.
  11. 11. Classificação de eventos
  12. 12. Classificação do evento O evento pode ser classificado de acordo com as seguintes variáveis: •Porte – Pequeno: até 150 participantes – Médio: entre 151 e 500 participantes – Grande: de 501 a 5 mil participantes – Megaeventos: acima de 5 mil participantes
  13. 13. Classificação do evento • Periodicidade – Determinada: realização regular em data fixa – Variável ou móvel: realização regular, em data que varia conforme interesses do promotor – Indeterminada ou esporádica: realização esporádica ou única
  14. 14. Classificação do evento • Perfil do público-alvo – Idade – Sexo – Classe socioeconômica – Formação escolar – Profissão – Áreas de interesse
  15. 15. Classificação do evento
  16. 16. Classificação do evento • Formatos ou Tipologia (Baseados nas reuniões dialogais): – Reunião – Brainstorming – Congresso – Curso – Palestra – Fórum – Entrevista coletiva – Mesa Redonda – Teleconferência ou videoconferência
  17. 17. Classificação do evento • Competitivos: – Campeonato – Olimpíadas – Torneio – Concurso
  18. 18. Classificação do evento • Demonstrativos ou expositivos: – Excursão – Espetáculo – Festival – Desfile – Inauguração – Leilão – Noite de Autógrafos – Feira – Roadshow
  19. 19. Classificação do evento • Baseados em reuniões sociais: – Brunch – Noivado – Coffee Break – Casamentos – Coquetel – Batizados – Happy Hour – Homenagens – Festas beneficentes – Debutantes
  20. 20. Tipos de eventos 
  21. 21. Tipos de Eventos • De acordo com sua natureza, formato e objetivos, os eventos são divididos em 3 categorias básicas: – Eventos Profissionais – Eventos Promocionais – Eventos Sociais
  22. 22. Congressos • Devido ao grande planejamento e esforços que são envolvidos, os Congressos, em alguns casos, realizam- se anualmente, bienalmente ou a cada três anos, conforme decisão da organização instituidora. • Normalmente são necessários de 2 ou 3 ou mais dias para sua realização. • O público esperado gira em torno de 500 a 2000 pessoas ou mais, dependendo do país que o promova. Vários expositores de diferentes setores da sociedade discutem um mesmo tema abrangendo todos os seus aspectos. Propõem o debate aberto com o público e chegam a conclusões, registradas em documento final com as resoluções. • Em muitos Congressos, senão na grande maioria, são contratadas empresas especializadas para dar a assessoria e suporte técnicos. Isso, contudo, implica em maior necessidade de recursos financeiros. • Há que se levar em consideração que os Congressos, como os grandes eventos internacionais, recebem pessoas, espíritas ou não, de todos os continentes. Procurar conciliar a localização do evento próximo a hotéis que permitam fácil locomoção. • Toda a coordenação deverá estar sob a respondabilidade dos espíritas, quanto a verificação de material enviado, material de divulgação, material técnico a ser expedido, toda a literatura, desenhos a serem utilizados em estampas, cartazes, camisetas, crachás, pastas,etc.
  23. 23. Encontros • Como o nome diz, pode ser um encontro entre pessoas que possuem um assunto em comum, utilizando-se, geralmente, um dia para isso, com a carga horária entre 4 e 12 horas, ou como aprouver.
  24. 24. Workshop • Também utilizado para eventos com enfoques mais específicos. • Poderá haver taxa de inscrição simbólica como colaboração. Poderá também haver workshop aberto, sem taxa de inscrição e fornecimento ou não de material.
  25. 25. Simpósio • É um encontro voltado mais à área técnica e científica. • Normalmente são feitos os anais nos simpósios, material que, após o encerramento, fica à disposição do público para consultas técnicas.
  26. 26. Seminário • Os Seminários têm uma característica própria. • Os temas são apresentados e debatidos. Sua duração pode ser de 4, 6 ou 8 horas. Isso não é regra geral, sofrendo a adaptação da disponibilidade do local e da necessidade de elucidação do tema. • A organização terá em suas mãos a definição da carga horária, visando o melhor aproveitamento.
  27. 27. Conferência • Muito utilizadas também pelos cientistas, como o título diz: conferir. Uma reunião onde todos têm a oportunidade de conferir seus conhecimentos, expor e recolher informações em área específica. • Um especialista desenvolve determinado tema, com tempo previamente estabelecido de duração. • Os apartes não são permitidos e nem sempre existe debate ao final da exposição. • As conferências normalmente tem platéia mista, acadêmica e leiga, mas não é regra geral.
  28. 28. Palestras • É um encontro mais simples, pode ser feito por várias pessoas num mesmo local, dentro de um mesmo evento e data, em alguma comemoração especial de aniversário da casa, ou simplesmente as palestras que as Casas Espíritas oferecem semanalmente ao público. • Também, neste caso, é aconselhável o intercâmbio de informações, seja entre países, seja entre os grupos espíritas. É muito importante conhecer ou obter referências sobre o palestrante quando se oferece e convida o público em geral.
  29. 29. Forum • Este tipo de evento é bastante utilizado por órgãos do governo em parceria com instituições filantrópicas como fundações, ONGs, etc. • Como exemplo citamos o FÓRUM DO MEIO AMBIENTE, FÓRUM DA COMUNICAÇÃO, FÓRUM DA ADOLESCÊNCIA, etc.
  30. 30. Planejamento de Eventos
  31. 31. Planejamento • É o ponto de partida, criação de estratégias ou táticas para alcançar o objetivo do evento: – Desenvolvimento do conceito ou idéia – Estudo da viabilidade – Preparação da aprovação – Produção – Finalização – Avaliação dos resultados
  32. 32. Fases do Evento Pré-evento É a fase da concepção e planejamento do evento, a partir de interesses, objetivos e estratégias envolvidas – Briefing: Diagnóstico das necessidades, objetivos e perspectivas, aliado as estratégias – Escolha do local e data: De acordo com o perfil e objetivos do evento
  33. 33. Fases do Evento – Orçamento e propostas: Levantamento de todas as possibilidades de fornecedores de serviços e produtos – Contrato: Formalização de tudo que foi combinado e estabelecido para o evento – Dimensionamentos: Proporcionar tudo o que será necessário para o atendimento das necessidades do evento
  34. 34. Fases do Evento Transevento É a fase de organização e realização na prática do evento, quando todas as atividades planejadas são implementadas – Cronograma: É um descritivo de atividades previstas no período de tempo que antecede o evento – Check list: É uma lista de providências a serem tomadas para a realização do evento – Matriz de responsabilidades: Ferramenta que indica as funções de cada membro da equipe
  35. 35. Fases do Evento Pós-evento Nesta fase ocorre a desmontagem do evento. Também é a etapa de verificação de alcance dos resultados almejados. É importante: – Realizar reuniões de avaliação – Aplicar questionários – Elaborar relatórios
  36. 36. ETAPAS de planejamento 
  37. 37. Porque? • Definição de objetivos e justificativas: devem responder aos seguintes pontos: – O que? – Como? – Quando? – Quanto? • Justificativa: detalhamento dos motivos que justifiquem a realização do evento.
  38. 38. Nome do evento • Tipologia e título do evento - Ex: Número tipologia abrangência Assunto XIII Jornada Paulista de Radiologia 8 Festa de Barretos do Peão Boiadeiro
  39. 39. Local • Deverá ser observados os itens abaixo: – acessibilidade – estacionamento próprio – serviços de transportes públicos e privados – sinalização externa e interna do local – entrada principal (fácil acesso, ampla) – facilidades (farmácia, pronto-socorro etc.) – elevadores e rampas de acesso – elevadores de acesso e de carga em número suficientes
  40. 40. Local do Evento • Vale considerar alguns critérios: – Localização geográfica – Vias de acesso – Opções de locomoção – Infra-estrutura – Segurança – Estacionamento – Diferenciais
  41. 41. Local do Evento • As alternativas são muito variadas: – Centro de convenções – Pavilhões – Buffets – Clubes – Casas de Shows / Casas Noturnas – Restaurantes – Chácaras, sítios e fazendas – Galpões – Espaços alternativos
  42. 42. Data e duração
  43. 43. Público-alvo
  44. 44. Temário e programação
  45. 45. Receita • Estudo de viabilidade econômica: – Caixa inicial – Inscrições – Comercialização do evento (inscrições, taxas de adesões, ingressos, cota de patrocínio apoio, parceria, merchandising, doações etc...) – Despesas • Estratégia de comunicação e marketing: – elaboração de briefing
  46. 46. Despesas • Estratégia de comunicação e marketing: – elaboração de briefing • Recursos Materiais: – Audiovisuais – Expediente – Participante (caneta, brinde, blocos, pastas etc.) – Divulgação (todos os impressos) – Diversos (combustível, transporte, cinzeiros etc..) • Impostos (ECAD, ISS, SUCOM etc..)
  47. 47. Despesas • Recursos Humanos – Lista de fornecedores e prestadores de serviços: 1. agente de viagens; 2. produtores cultuais; 3. Arquitetos; 4. Artesãos; 5. Artistas; 6. Bombeiros; 7. Cinegrafistas; 8. Cozinheiros; 9. Decoradores; 10. Eletricistas; 11. especialistas em organização de eventos; 12. Floristas; 13. Fotógrafos; 14. Garçons; 15. guias de turismo; 16. Hoteleiros; 17. Jornalistas; 18. manobristas; 19. mestres-de-cerimônia; 20. monitores de lazer e recreação; 21. operadores de recursos audiovisuais; 22. Policiais; 23. programadores visuais; 24. promotores/vendedores; 25. proprietários de espaços e restaurantes; 26. Publicitários; 27. Recepcionistas; 28. relações públicas; 29. Seguranças; 30. Taxistas; 31. técnicos em turismo; 32. tradutores, intérpretes
  48. 48. Despesas Mão–de-obra % Recepcionistas 90 Fotógrafos 76 Seguranças 74 Pessoal de limpeza 64 Mestres-de-cerimônias 64 Garçons/ maîtres 63 Decoradores 53 Manuseadores de mala direta/ correspondências 50 Eletricistas 49 Operadores de telemarketing 34 Animadores / recreadores 26 Outros (arquitetos, assessores de imprensa, secretárias, aristas etc.) 31 Fonte: Pesquisa FBC&VB/Sebrae/CTI. São Paulo, nov.2001
  49. 49. Despesas Obs: Tão importante quanto escolher bem seus fornecedores é fazer com que eles conheçam uns aos outros e falem a mesma “linguagem”, ou seja, tenham o mesmo padrão de qualidade e atendimento.
  50. 50. Infra-estrutura interna • infra-estrutura física • equipamentos e mobiliário • material de secretaria • limpeza e segurança • alimentos e bebidas • comunicação social • programação visual, cultural e turística
  51. 51. Infra-estrutura externa • infra-estrutura física • welcome desk • postos de atendimento • transporte local
  52. 52. Avaliação • Clientes • Participantes • Expositores • Convidados • Fornecedores • Patrocinadores
  53. 53. Etiqueta social • É a arte de boas maneiras e bons costumes: – Comportamento e postura – Gestos – Vestimentas – Apresentações – Comportamento à mesa – Convites – R.S.V.P. (confirmação de presença)
  54. 54. Planejamento em A&B • Os serviços mais utilizadas são: – Banquetes – Buffets – Café-da-manhã – Chá da tarde – Coquetel – Ceia
  55. 55. Planejamento em A&B • Modalidades de serviços em A&B: – À francesa: Garçom ou copeira seguram a travessa, enquanto os convidados se servem sentados – À inglesa direto: Garçom serve os convidados sentados – À inglesa indireto: Garçom prepara o prato no guerridón (carrinho de apoio) e serve os convidados sentados
  56. 56. Planejamento em A&B • Modalidades de serviços em A&B: – À americana: convidado se serve no buffet previamente montado com todos os alimentos – Franco-americano: o prato de entrada é servido pronto aos convidados sentados, o prato principal é servido em buffet – Empratado ou de prato passado: o prato vem pronto da cozinha ou de uma ilha de apoio para todos simultaneamente – À russa: as bandejas com alimentos ficam à mesa
  57. 57. Composição de cardápios • Coffee Break: Café, chocolate, chás, sucos, água, salgadinhos, frutas, bolos, biscoitos, pães, sanduíches, patês, frios • Coquetel: Água, sucos, refrigerantes, coquetéis de frutas, drinks, whisky, vinho, cerveja, champanhe, canapés, salgadinhos, frios, petiscos, miniporções • Almoços e jantares: Água, vinho, champanhe, entrada fria ou quente, peixe, carnes, aves, massas, sobremesa
  58. 58. Marketing de Eventos
  59. 59. Marketing • Necessidade de marketing: Envolve plano de mídia, ações promocionais diversas, elaboração de contratos, e um relatório final que avalie os resultados • Expectativas do consumidor: Surgem da combinação de mensagens de marketing, do boca a boca, experiências de outros eventos e a imagem da marca • Captação de patrocínio: É uma troca, parceria momentânea em custos, serviços, divulgação e até depoimentos
  60. 60. Tipos de apoio • Patrocínio: Operação comercial, em dinheiro, de promoção e marketing com a iniciativa privada • Subvenção: Apoio financeiro e/ou concessão (passagem, ingressos, etc) de órgãos públicos e governamentais • Permuta: Troca de produtos e serviços (anúncios publicitários, suporte, logística, entre outros) • Doação: Colaboração espontânea (em dinheiro, produtos e serviços), sem qualquer expectativa de retorno, com pessoas ou empresas • Mecenato: Interesse de determinada empresa em patrocinar projetos específicos, porém sem aguardar um retorno proporcional ao investimento
  61. 61. Produção de eventos A produção de eventos envolve diversas áreas, como Publicidade, Relações Públicas, Jornalismo, Turismo, Segurança, Arquitetura, Engenharia Elétrica, entre outras •Produtor de eventos precisa agregar: – Cultura – Capacidade de organização – Conhecimentos técnicos
  62. 62. Produção de eventos • Produção técnica: – Iluminação – Áudio – Transmissão / Projeção de imagens – Cenografia – Palco – Arquibancadas – Layout do espaço
  63. 63. Produção de eventos • Serviços de apoio: – Policiamento: Solicitado com antecedência, tem caráter preventivo – Trânsito: É aconselhável requisitar o apoio, se houver expectativa de intenso fluxo de veículos – Ônibus: Possibilidade de implantação de linhas especiais durante o evento e/ou desvio de itinerários – Corpo de bombeiros: Para orientações e fiscalizações prévias, o evento deverá ter brigada – Serviço médico: É fundamental, sempre manter um médico de plantão
  64. 64. Roteiro de Atividades de Planejamento, Organização & Realização de Eventos
  65. 65. Roteiro de Atividades de Planejamento, Organização & Realização de Eventos 1. Elaborar o Projeto Geral do Evento e o Projeto para Captação de Patrocínio. 2. Definir objetivos. 3. Levantar o investimento total previsto. 4. Definir o tema do evento. 5. Definir o público-alvo do evento. 6. Definir a data do evento. 7. Escolher horário (s) para o evento. 8. Escolher a disposição da (s) sala (s) ou do (s) ambiente (s). 9. Definir o projeto de layout do espaço. 10.Fechar contrato de locação do espaço.
  66. 66. Roteiro de Atividades de Planejamento, Organização & Realização de Eventos 11. Verificar e analisar o orçamento disponível. 12. Definir estratégias mercadológicas a serem adotadas. 13. Elaborar o programa e o conteúdo das palestras. 14. Desenvolver material promocional. 15. Definir promoções e atrações. 16. Definir mecanismo para a divulgação do evento. 17. Reunir os grupos de trabalho. 18. Vender quotas de patrocínio do evento. 19. Contratar assessoria de imprensa. 20. Solicitar e preencher o Manual do Expositor.(no caso de feiras) 21. Elaborar os manuais e as regras de orientações gerais para o evento.
  67. 67. Roteiro de Atividades de Planejamento, Organização & Realização de Eventos 22. Solicitar crachás e convites. 23. Enviar os convites. 24. Reunir os grupos de trabalho. 25. Fazer o levantamento dos equipamentos necessários (check list). 26. Fazer o levantamento dos estoques de materiais, produtos e dos serviços necessários. 27. Contratar serviços de terceiros. 28. Definir as estratégias de divulgação. 29. Verificar o estoque do material promocional. 30. Preparar o sistema de cadastro dos visitantes. 31. Definir o sistema de divulgação interna e externa dos patrocinadores, apoiadores e outros parceiros.
  68. 68. Roteiro de Atividades de Planejamento, Organização & Realização de Eventos 32. Definir regras gerais e de despesas com alimentação, transporte e estacionamento e outras. 33. Preparar os formulários de controle. 34. Preparar os formulários e questionários de avaliação. 35. Verificar o investimento total previsto para o evento. 36. Verificar os trabalhos desenvolvidos pelos grupos de trabalho. 37. Acompanhar o andamento dos trabalhos durante o evento, através de reuniões sistemáticas e/ou formulários específicos, conforme as ações definidas no projeto do evento. 38. Verificar a necessidade de mudanças e/ou ajustes na programação do evento e acompanhar suas respectivas realizações
  69. 69. Roteiro de Atividades de Planejamento, Organização & Realização de Eventos 39. Verificar dos equipamentos alugados para posterior devolução. 40. Tabular os dados dos questionários de avaliação do evento. 41. Realizar os pagamentos pendentes. 42. Fazer o balanço contábil do evento. 43. Enviar cartas de agradecimento a patrocinadores, parceiros e apoiadores. 44. Elaborar o relatório final do evento e encaminhá-lo aos interessados. 45. Definir ações de agradecimento e pós-evento necessárias. 46. Arquivar o dossiê do evento para posterior consulta.
  70. 70. CRONOGRAMA DE ATIVIDADESCRONOGRAMA DE ATIVIDADES Evento:Evento: Coordenação (ões) Envolvida (s):Coordenação (ões) Envolvida (s): Data:Data: Hora:Hora: Local:Local: Elenco de Atividades e AtribuiçõesElenco de Atividades e Atribuições NºNº AtividadesAtividades InícioInício PrazoPrazo FinalFinal ResponsávelResponsável ObservaçõesObservações 0101 0202 0303 0404 0505 0606 0707 0808 0909 1010 Exemplo de Cronograma de Atividades para Planejamento de Eventos
  1. Gostou de algum slide específico?

    Recortar slides é uma maneira fácil de colecionar informações para acessar mais tarde.

×