PALAVRAS QUE AMAM




       1
Se ao menos pudesse tirar a máscara.




  2
Ao meu pai.




3
Parte I - PALAVRAS SEM SENTIDO




              4
Sou   alegre voz d’ ouvido surdo
Sou   palavra viva em boca morta
Sou   onda alta em maré baixa
Sou   pomba branca em grad...
Não sei se é sonho
ou realidade.

Saio de mim
para não mais voltar.




                        6
O silêncio ensurdece a boca
do vazio que beija o olhar
que fala do tempo da dor
que esconde o rosto das mãos
que choram o ...
À maré alta
a calmaria.
Nos grãos de areia
a maresia.

Eu e tu
E os nossos dedos.




                     8
No mar da minha angústia o
sol foge do horizonte para
não doirar as velas da eterna
saudade da agitação das ondas
na areia...
Aberta a mão pede outra mão
E há tantas mãos
Nem uma
Duas em cada Homem
De mãos dadas consigo mesmo.




                 ...
Ante a pequenez sombria da Morte
A mão grandiosa da Vida
Acena à eterna cumplicidade
Entre dedos sequiosos de Liberdade.

...
O corpo na vã esperança de ser amado
mergulha no prazer ilusório
de uma paixão lúdica.
E volta arrependido
à alma fiel ao ...
Ela navega no alto mar dos múltiplos desejos
rumo à imortalidade.
E ele fica em terra.




                               ...
A mulher-criança
busca a magia perdida
na espiral do tempo.




                        14
Queria   entrar no teu olhar e repousar na tua boca.
Queria   descobrir o teu cheiro e invadir o teu corpo.
Queria   desaf...
Queria ver-te
por um minuto apenas
talvez
a dor de te querer
parasse.




                       16
Nada sou
Nada fui
Nada serei
Sem ti.




             17
Para quê voar
     Se não tenho asas?

     Para quê sonhar
          Se tenho de acordar?

          Para quê amar
      ...
Quando é que páro de perseguir a perfeição?
Quando já não admirar a lua.

    Quando é que páro de sonhar acordada?
Quando...
Não quero ser Homem
Cala-te
Não quero ser Homem
Cala-te
Não quero ser Homem
Cala-te.




                      20
Ser livre é viver e deixar viver sem medo

Ser livre é sonhar e partilhar os sonhos sem limites

Ser livre é amar e ser am...
Sonho   que   da guerra brotou paz.
Sonho   que   da indiferença nasceu solidariedade.
Sonho   que   da fome se fez pão.
S...
Dá-me a tua mão.
Vem comigo ver as estrelas
Correr atrás dos sonhos
Vem comigo dançar à luz da lua
Descobrir o segredo do ...
Faltou-me   o sonho para ser poeta
Faltou-me   o azul para ser céu
Faltou-me   o chão para ser terra
Faltou-me   a leveza ...
Volto   agora ao real
Volto   agora à luta
Volto   agora aonde não pertenço
Volto   à minha vida.




                    ...
Parte II - PALAVRAS COM ALMA




            26
Enterrei as palavras.
Não há nada para dizer.
Já foi tudo dito.
Só o silêncio das palavras ausentes.




                 ...
Tenho saudades de ti comigo
Tenho saudades de mim contigo
Tenho saudades de nós
Agora posso dizer que fomos felizes.




 ...
Se um dia soubesses o quanto pensei em ti
     Se um dia soubesses o quanto sofri por ti
           Se um dia soubesses o ...
Foste meu um dia
Mas perdi-te
Pura ilusão
Não se perde
Quem não se tem.
Prefiro a ilusão
De te ter perdido um dia
Do que a...
Vai valer a pena
Esperar uma vida
Para te ouvir dizer
Palavras de Amor.




                      31
Sem ti não vivo
Sonho
E enquanto sonho, vivo.




                          32
Sem   ti   sou água, não sou mar
Sem   ti   sou pétala, não sou flor
Sem   ti   sou asa, não sou pássaro
Sem   ti   sou ve...
Como é que o céu
Brilha sem estrelas?

Como é que a semente
Germina sem água?

Como é que a árvore
Cresce sem terra?

Como...
O   amor   não   se   explica, o amor sente-se.
O   amor   não   se   aprende, o amor acontece.
O   amor   não   se   lame...
Quem não derramou uma lágrima não sofreu
    Quem não sofreu nunca amou
          Quem nunca amou nem sequer viveu.




  ...
Olho a ondulação do mar, na boca sinto ainda o sal dos nossos
beijos, a voz da saudade fala-me das nossas carícias na arei...
Vem saciar a minha fome
Não aceito migalhas
Quero-te
Só para mim.




                          38
Não me peças para te esquecer.
Abandona tu o meu sentir
Sai tu do meu pensamento
Desiste tu de mim.
Eu não sou capaz de te...
Quero caminhar em frente
Já que não vens comigo
Deixa-me caminhar
Sem olhar para trás.




                           40
Ó meu amor
Neste lamento
De te querer
Este pecado
Loucura de estar
Todo o momento
Perto de ti.

Ó meu amor
Quero amar-te
P...
As palavras têm o poder de ferir
E o condão de curar.
As palavras têm o poder de seduzir
E a capacidade de trair.
As palav...
Para mim o amor é
Liberdade
Esperança
          Paz
          Sofrimento
Para mim o amor és tu.




                      ...
Porquê que te amo?
Não sei explicar.
Sinto que te amo
E que não importa a razão.




                             44
Dizem que o amor tudo vence
Também acreditei
Mas a mim
O amor venceu-me.




                              45
O Amor resiste a tudo, até à saudade
O Amor alimenta-se de verdade
O Amor permanece
Para além do tempo e do espaço.




  ...
O nosso amor vive na memória do meu corpo e da minha alma
Deixou em mim marcas profundas de felicidade e também de dor.

A...
Sou   água e queria tanto ser nuvem
Sou   vento e queria tanto ser tempestade
Sou   verso e queria tanto ser soneto
Sou   ...
Porquê esta absurda vontade de ser lua?
Porquê esta fantasia delirante de ser tua?
Tudo é decepção.




                  ...
Inventei-te mas não és meu.

Semeei perfeição
E colhi desilusão.




                              50
Vãs quimeras
Sonhos desfeitos
Delírios sem sentido

Nada é real, só a miragem de ti.




                                 ...
Devolve-me a magia que outrora senti.
Devolve-me a felicidade que já esqueci.
Devolve-me a esperança que entretanto perdi....
Acende a luz
Teima em estar apagada cá dentro.
Não quero mais escuridão
Acende a luz da esperança
Não quero mais solidão.
...
No cemitério de palavras
Busco a alma das palavras perdidas.
O que está por detrás de cada palavra enterrada?
Dita ou nunc...
Parte III - PALAVRAS SOFRIDAS




             55
Se eu fosse uma palavra seria Amor

Se eu fosse uma palavra seria Amor
Para resgatar da noite os adormecidos
E dar alento ...
Palavra de poeta

O poeta vive de palavras
As palavras são o alimento do poeta.

O poeta dá corpo às palavras
As palavras ...
Os Outros

Não compreendem a ternura por detrás do olhar que ficou por
trocar
Os outros não sabem quem sou
Não alcançam a ...
Ser criança

Ser criança é ser genuíno
É ser espontaneamente verdadeiro
Ser criança é ser puro
É descobrir inocentemente c...
Quando o poema abana as asas, soltam-se melodias de luz.




                               60
Amar-te em segredo não é fácil

Reprimir o desejo de ti
Afastar-te do pensamento
Despir-me da tua pele

Amar-te em segredo...
Quando a vida desilude
É a ti que regresso
À procura de paz.




                         62
Não há amor

Não há amor
Na frieza do olhar escondido
Por mãos vazias
Não há amor
Na dureza da palavra perdida
Na memória ...
Eu e tu

Entre o mar e o céu
Num lugar incerto
As ondas vieram beijar-nos os pés
O sol inundou-nos de luz
Estás aqui amor
...
Trago-te comigo
Nos meus olhos.
E tu nem sabes
Que és o meu olhar.




                      65
Falar de amor

Olhos que teimam em falar
Do amor
Que os lábios silenciam.




                            66
Esculpido na areia

O nosso amor esculpido na areia
Foi levado pelas ondas
Quando o mar se apaixonou pela areia
E o céu fi...
Sombra de luz

És luz e sombra
Sombra de luz.




                  68
A outra

Olhas para mim mas não sou eu
Eu sou a outra
Aquela que não vês por mais que olhes.




                         ...
A solidão da alma dói mais que a do corpo.




                                70
O Amor está para além das palavras, no silêncio.




                                71
Não digas nada
De ti, não quero palavras
Só o som do silêncio.




                            72
Quero ser silêncio
Apenas silêncio.
Do silêncio nasce a voz da palavra.




                                 73
O império da palavra

Do império do silêncio
Nasceu a palavra Amor
Quem escuta a palavra
Ouve o silêncio que a criou
E viv...
O Amor existe

És a prova
Que o Amor resiste
Ao desgaste do tempo
À distância de um olhar.

És a prova
Que o Amor existe
S...
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Palavrasqueamam

532

Published on

Poesia

Published in: Education
0 Comments
1 Like
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

No Downloads
Views
Total Views
532
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
3
Comments
0
Likes
1
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Transcript of "Palavrasqueamam"

  1. 1. PALAVRAS QUE AMAM 1
  2. 2. Se ao menos pudesse tirar a máscara. 2
  3. 3. Ao meu pai. 3
  4. 4. Parte I - PALAVRAS SEM SENTIDO 4
  5. 5. Sou alegre voz d’ ouvido surdo Sou palavra viva em boca morta Sou onda alta em maré baixa Sou pomba branca em grade escura Sou raio de luz em cego olhar Sou fresca flor de seca gota Sou intempérie em manhã soalheira Sou ninguém… 5
  6. 6. Não sei se é sonho ou realidade. Saio de mim para não mais voltar. 6
  7. 7. O silêncio ensurdece a boca do vazio que beija o olhar que fala do tempo da dor que esconde o rosto das mãos que choram o nada. 7
  8. 8. À maré alta a calmaria. Nos grãos de areia a maresia. Eu e tu E os nossos dedos. 8
  9. 9. No mar da minha angústia o sol foge do horizonte para não doirar as velas da eterna saudade da agitação das ondas na areia da praia no prazer da água à minha beira. E nada mais. 9
  10. 10. Aberta a mão pede outra mão E há tantas mãos Nem uma Duas em cada Homem De mãos dadas consigo mesmo. 10
  11. 11. Ante a pequenez sombria da Morte A mão grandiosa da Vida Acena à eterna cumplicidade Entre dedos sequiosos de Liberdade. 11
  12. 12. O corpo na vã esperança de ser amado mergulha no prazer ilusório de uma paixão lúdica. E volta arrependido à alma fiel ao Amor. 12
  13. 13. Ela navega no alto mar dos múltiplos desejos rumo à imortalidade. E ele fica em terra. 13
  14. 14. A mulher-criança busca a magia perdida na espiral do tempo. 14
  15. 15. Queria entrar no teu olhar e repousar na tua boca. Queria descobrir o teu cheiro e invadir o teu corpo. Queria desafiar o prazer e ser cúmplice no desejo. Queria voar. 15
  16. 16. Queria ver-te por um minuto apenas talvez a dor de te querer parasse. 16
  17. 17. Nada sou Nada fui Nada serei Sem ti. 17
  18. 18. Para quê voar Se não tenho asas? Para quê sonhar Se tenho de acordar? Para quê amar Se amar é sofrer? Para quê querer Se não posso ter? Para quê mentir Se conheço a verdade? Para quê gritar Se ninguém me ouve? Para quê morrer Se quero viver? 18
  19. 19. Quando é que páro de perseguir a perfeição? Quando já não admirar a lua. Quando é que páro de sonhar acordada? Quando já não olhar para o céu. Quando é que páro de desejar o impossível? Quando já não ambicionar as estrelas. Quando é que páro de te amar? Quando já não viver. 19
  20. 20. Não quero ser Homem Cala-te Não quero ser Homem Cala-te Não quero ser Homem Cala-te. 20
  21. 21. Ser livre é viver e deixar viver sem medo Ser livre é sonhar e partilhar os sonhos sem limites Ser livre é amar e ser amado sem tabus Ser livre é ser pela igualdade sem fronteiras Ser livre é opinar e respeitar opiniões sem barreiras Ser livre é defender o que se acredita sem desistir Ser livre é rir de si próprio sem maneiras Ser livre é construir o amanhã com esperança. 21
  22. 22. Sonho que da guerra brotou paz. Sonho que da indiferença nasceu solidariedade. Sonho que da fome se fez pão. Sonho que do silêncio cresceram vozes. Sonho que de mim se acendeu a esperança. 22
  23. 23. Dá-me a tua mão. Vem comigo ver as estrelas Correr atrás dos sonhos Vem comigo dançar à luz da lua Descobrir o segredo do meu corpo Vem comigo e fica para sempre. Não digas que não. Dá-me a tua mão. 23
  24. 24. Faltou-me o sonho para ser poeta Faltou-me o azul para ser céu Faltou-me o chão para ser terra Faltou-me a leveza para ser ar Faltou-me a sede para ser água Faltou-me a fome para ser pão Faltou-me acreditar. Quase fui poeta quando sonhei acordada Quase fui céu quando me vesti de azul Quase fui terra quando pisei o chão Quase fui ar quando tentei voar Quase fui água quando derramei lágrimas Quase fui pão quando saciei a vontade Quase acreditei. 24
  25. 25. Volto agora ao real Volto agora à luta Volto agora aonde não pertenço Volto à minha vida. 25
  26. 26. Parte II - PALAVRAS COM ALMA 26
  27. 27. Enterrei as palavras. Não há nada para dizer. Já foi tudo dito. Só o silêncio das palavras ausentes. 27
  28. 28. Tenho saudades de ti comigo Tenho saudades de mim contigo Tenho saudades de nós Agora posso dizer que fomos felizes. 28
  29. 29. Se um dia soubesses o quanto pensei em ti Se um dia soubesses o quanto sofri por ti Se um dia soubesses o quanto te desejei Talvez acreditasses que te amei. 29
  30. 30. Foste meu um dia Mas perdi-te Pura ilusão Não se perde Quem não se tem. Prefiro a ilusão De te ter perdido um dia Do que a certeza De nunca teres sido meu. 30
  31. 31. Vai valer a pena Esperar uma vida Para te ouvir dizer Palavras de Amor. 31
  32. 32. Sem ti não vivo Sonho E enquanto sonho, vivo. 32
  33. 33. Sem ti sou água, não sou mar Sem ti sou pétala, não sou flor Sem ti sou asa, não sou pássaro Sem ti sou verso, não sou poema. Sem ti não chego a ser. 33
  34. 34. Como é que o céu Brilha sem estrelas? Como é que a semente Germina sem água? Como é que a árvore Cresce sem terra? Como é que eu Vivo sem ti? 34
  35. 35. O amor não se explica, o amor sente-se. O amor não se aprende, o amor acontece. O amor não se lamenta, o amor vive-se. O amor não se esconde, o amor enaltece. 35
  36. 36. Quem não derramou uma lágrima não sofreu Quem não sofreu nunca amou Quem nunca amou nem sequer viveu. 36
  37. 37. Olho a ondulação do mar, na boca sinto ainda o sal dos nossos beijos, a voz da saudade fala-me das nossas carícias na areia molhada…fazes-me falta. 37
  38. 38. Vem saciar a minha fome Não aceito migalhas Quero-te Só para mim. 38
  39. 39. Não me peças para te esquecer. Abandona tu o meu sentir Sai tu do meu pensamento Desiste tu de mim. Eu não sou capaz de te apagar. 39
  40. 40. Quero caminhar em frente Já que não vens comigo Deixa-me caminhar Sem olhar para trás. 40
  41. 41. Ó meu amor Neste lamento De te querer Este pecado Loucura de estar Todo o momento Perto de ti. Ó meu amor Quero amar-te Para além do sonho Vem aninhar-te Nos meus braços E sente o calor Dos meus beijos. 41
  42. 42. As palavras têm o poder de ferir E o condão de curar. As palavras têm o poder de seduzir E a capacidade de trair. As palavras têm força Mesmo quando estão caladas. 42
  43. 43. Para mim o amor é Liberdade Esperança Paz Sofrimento Para mim o amor és tu. 43
  44. 44. Porquê que te amo? Não sei explicar. Sinto que te amo E que não importa a razão. 44
  45. 45. Dizem que o amor tudo vence Também acreditei Mas a mim O amor venceu-me. 45
  46. 46. O Amor resiste a tudo, até à saudade O Amor alimenta-se de verdade O Amor permanece Para além do tempo e do espaço. 46
  47. 47. O nosso amor vive na memória do meu corpo e da minha alma Deixou em mim marcas profundas de felicidade e também de dor. A amargura de não te ter e a mágoa por não ser tua Não desvanecem com o tempo. Porquê que o nosso amor não envelhece? 47
  48. 48. Sou água e queria tanto ser nuvem Sou vento e queria tanto ser tempestade Sou verso e queria tanto ser soneto Sou sombra e queria tanto ser eu. 48
  49. 49. Porquê esta absurda vontade de ser lua? Porquê esta fantasia delirante de ser tua? Tudo é decepção. 49
  50. 50. Inventei-te mas não és meu. Semeei perfeição E colhi desilusão. 50
  51. 51. Vãs quimeras Sonhos desfeitos Delírios sem sentido Nada é real, só a miragem de ti. 51
  52. 52. Devolve-me a magia que outrora senti. Devolve-me a felicidade que já esqueci. Devolve-me a esperança que entretanto perdi. Dei-te tudo e tu nada me deste. 52
  53. 53. Acende a luz Teima em estar apagada cá dentro. Não quero mais escuridão Acende a luz da esperança Não quero mais solidão. 53
  54. 54. No cemitério de palavras Busco a alma das palavras perdidas. O que está por detrás de cada palavra enterrada? Dita ou nunca pronunciada A marca da palavra Perdura no tempo Como uma pegada na areia. 54
  55. 55. Parte III - PALAVRAS SOFRIDAS 55
  56. 56. Se eu fosse uma palavra seria Amor Se eu fosse uma palavra seria Amor Para resgatar da noite os adormecidos E dar alento aos que se sentem sós e perdidos. Se eu fosse uma palavra seria Amor Para ser vivida com intensidade E revelar toda a verdade Escondida no choro da saudade. Se eu fosse uma palavra seria Amor Para ser a eleita dos apaixonados E influenciar todos os fados. Para ser a musa dos poetas E despertar a inspiração dos profetas. Se eu fosse uma palavra seria Amor Para derrubar as certezas E despoletar os sonhos. Se eu fosse uma palavra seria Amor Para provocar desassossego Para perturbar o silêncio E inquietar a alma. Se eu fosse uma palavra seria Amor Para desafiar a morte e vencer. 56
  57. 57. Palavra de poeta O poeta vive de palavras As palavras são o alimento do poeta. O poeta dá corpo às palavras As palavras são a alma do poeta. O poeta atribui sentido às palavras As palavras ganham vida nas mãos do poeta. O poeta reinventa as palavras As palavras são as musas do poeta. O poeta sente-se órfão sem palavras As palavras nascem do poeta. O poeta ilumina as palavras As palavras são o sol do poeta. O poeta faz amor com as palavras As palavras são as amantes do poeta. 57
  58. 58. Os Outros Não compreendem a ternura por detrás do olhar que ficou por trocar Os outros não sabem quem sou Não alcançam a verdade da lágrima que ficou por chorar Os outros não sabem quem sou Não imaginam a tristeza encerrada no sorriso por esboçar Os outros não sabem quem sou Não descortinam a desilusão do sonho que não chegou a ser Os outros não sabem quem sou Não adivinham a emoção contida na palavra que ficou por dizer Os outros não sabem quem sou Não vêem a beleza escondida no gesto que não chegou a acontecer Os outros não sabem quem sou Porque não querem E nem desconfiam Que eu também não. 58
  59. 59. Ser criança Ser criança é ser genuíno É ser espontaneamente verdadeiro Ser criança é ser puro É descobrir inocentemente cada emoção Ser criança é ser alegre É rir naturalmente de tudo Ser criança é ser esperança É trazer no olhar um novo mundo Ser criança é ser livre É brincar ao faz de conta Ser criança é ser futuro É ser hoje o amanhã. 59
  60. 60. Quando o poema abana as asas, soltam-se melodias de luz. 60
  61. 61. Amar-te em segredo não é fácil Reprimir o desejo de ti Afastar-te do pensamento Despir-me da tua pele Amar-te em segredo não é fácil Silenciar o eco da tua voz Apagar-te da memória do meu corpo Arrancar-te dos meus sonhos Amar-te em segredo não é fácil Sofrer rindo da dor de não te ter Amar negando o sentimento Sufocar o grito da saudade Amar-te em segredo não é fácil 61
  62. 62. Quando a vida desilude É a ti que regresso À procura de paz. 62
  63. 63. Não há amor Não há amor Na frieza do olhar escondido Por mãos vazias Não há amor Na dureza da palavra perdida Na memória esquecida Não há amor Na delicadeza do beijo liberto Por um coração distante Não há amor Na pureza do gesto disfarçado Pela ausência de emoção Não há amor Na beleza triste mergulhada No canto da sereia Não há amor Na leveza da carícia solta Pela indiferença do desejo. 63
  64. 64. Eu e tu Entre o mar e o céu Num lugar incerto As ondas vieram beijar-nos os pés O sol inundou-nos de luz Estás aqui amor Perto de mim. Entre o mar e o céu Num lugar incerto A lua nos nossos olhos As estrelas a iluminar o nosso caminho Estou aqui amor Junto a ti. Entre o mar e o céu Num lugar incerto A água murmura poesia As nuvens cobrem-nos de sonhos Tu e eu aqui Entre o mar e o céu Num lugar incerto Trocamos rosas de fogo. 64
  65. 65. Trago-te comigo Nos meus olhos. E tu nem sabes Que és o meu olhar. 65
  66. 66. Falar de amor Olhos que teimam em falar Do amor Que os lábios silenciam. 66
  67. 67. Esculpido na areia O nosso amor esculpido na areia Foi levado pelas ondas Quando o mar se apaixonou pela areia E o céu ficou mais perto da terra. 67
  68. 68. Sombra de luz És luz e sombra Sombra de luz. 68
  69. 69. A outra Olhas para mim mas não sou eu Eu sou a outra Aquela que não vês por mais que olhes. 69
  70. 70. A solidão da alma dói mais que a do corpo. 70
  71. 71. O Amor está para além das palavras, no silêncio. 71
  72. 72. Não digas nada De ti, não quero palavras Só o som do silêncio. 72
  73. 73. Quero ser silêncio Apenas silêncio. Do silêncio nasce a voz da palavra. 73
  74. 74. O império da palavra Do império do silêncio Nasceu a palavra Amor Quem escuta a palavra Ouve o silêncio que a criou E vive o Amor. 74
  75. 75. O Amor existe És a prova Que o Amor resiste Ao desgaste do tempo À distância de um olhar. És a prova Que o Amor existe Sem nós. 75

×