• Save
Oikonomia como referencial para as organizações econômicas
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Oikonomia como referencial para as organizações econômicas

on

  • 2,310 views

Apresentação do trabalho no V ENAPEGS 2011, Florianópolis - SC.

Apresentação do trabalho no V ENAPEGS 2011, Florianópolis - SC.

Statistics

Views

Total Views
2,310
Views on SlideShare
1,918
Embed Views
392

Actions

Likes
2
Downloads
0
Comments
0

1 Embed 392

http://mauricioserafim.com.br 392

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Oikonomia como referencial para as organizações econômicas Oikonomia como referencial para as organizações econômicas Presentation Transcript

  • A oikonomia como referencial para as organizações econômicas que buscam agir eticamente Maurício Custódio Serafim Doutor em Administração de Empresas - Fundação Getulio Vargas Professor adjunto Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC [email_address] Flavia Regina Panazzolo Maciel Mestranda em Administração - CPGA/UFSC flavia.maciel@hotmail.com;
  • Introdução
    • Qual a importância da oikonomia nos espaços econômicos contemporâneos, sob o ponto de vista ético?
    • Aristóteles (2000) : diferenciação entre duas lógicas diferentes e inconciliáveis de duas esferas da atividade humana: a economia ( oikonomia ) e a crematística
    • Sen (1999) : reaproximação da ética com a economia
    • Dierksmeier e Pirson (2009) : delineiam aspectos que permitem a construção de um modelo de negócios organizacionais baseados na oikonomia .
      • OIKONOMIA
      • CREMATÍSTICA
    DEFINIÇÃO Ciência ou a arte do governo doméstico. Forma mercantil de adquirir bens, visando o acúmulo da moeda. FORMA Natural de aquisição. Artificial de aquisição. CARACTERÍSTICA É vista como um meio, um importante instrumento cujo fim último é a vida. Está diretamente relacionada à quantidade de dinheiro. RIQUEZA “ Boa” = útil e necessária à vida, cujo fim último é o “bem viver”. Possui limites nitidamente determinados. “ Má” = existe para gerar mais dinheiro, mais acumulação de moeda. Não tem um limite estabelecido. View slide
  • OIKONOMIA CREMATÍSTICA LIMITES Nitidamente determinados. Não são estabelecidos. NATUREZA É indispensável. Merece censura por vir da convenção, fruto dos homens e, portanto, imperfeito. AUTORREALIZAÇÃO Permite a sua busca. Faz com que os homens nunca consigam alcançar. NECESSIDADE/ LIBERDADE Permite o salto. Não permite o salto. CARACTERÍSTICA É necessária a qualquer sociedade. Trata da boa utilização dos bens. Movida exclusivamente pela busca da acumulação. View slide
    • Hoje, o que chamamos de “economia” é o que Aristóteles chamou de crematística.
    • E se ele estiver certo, somos, por isso, uma sociedade infeliz, que compele o indivíduo a ser um ente do mercado, um elemento da esfera crematística cujo protagonista não é si próprio e nem sua autorrealização, mas uma de suas criações.
    Economia em Aristóteles
    • “ Sobre ética e economia” - Amartya Sen
    • A economia e a ética estavam interligadas, desde Aristóteles, por duas importantes questões de fundo:
    • 1- o problema da motivação humana (como devemos viver?)
    • 2- a avaliação das conquistas sociais.
    • Distanciamento: empobreceu a economia do bem estar, enfraquecendo a base de boa parte da economia descritiva e preditiva.
    • Se a economia desligada da ética é cega, a ética desligada da economia é vazia.
    Economia e a ética hoje
    • Modelo de negócios baseados na oikonomia:
    • As empresas oikonomicas...
    • 1- integram a responsabilidade social em todas as operações;
    • 2- são guiadas a fim de contribuir globalmente com o bem-estar social. Procuram um equilíbrio de imperativos ≠;
    • 3- precisam refletir sobre o equilíbrio na sua estrutura de governança;
    • 4- o papel da liderança é um fator decisivo;
    • 5- a cultura é aberta, orgânica, e muito dinâmica.
    A ética sob a luz da oikonomia
    • Necessitamos de uma forma diferenciada de pensar a economia...
    • Aristóteles nos mostrava o caminho da oikonomia (economia substantiva) e não da crematística (economia formal).
    • A distinção entre oikonomia e crematística pode nos ajudar a compreender melhor a questão da ética nos espaços econômicos.
    Considerações…
  • A oikonomia como referencial para as organizações econômicas que buscam agir eticamente Maurício Custódio Serafim Doutor em Administração de Empresas - Fundação Getulio Vargas Professor adjunto Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC [email_address] Flavia Regina Panazzolo Maciel Mestranda em Administração - CPGA/UFSC flavia.maciel@hotmail.com;