?             ?Consumidores descobrem o poder das redes sociais como         ferramentas de defesa do consumidor          ...
Em busca do consumidor “apaixonado”...                           amar                          adorar                     ...
Quando a paixãotransforma-se em decepção    Procon                   consumidor             empresa                       ...
A arte de protestar PROCON NÃO ADIANTA. DENUNCIE AO MINISTÉRIO PÚBLICO. Só existe uma solução. Entrar com uma reclamação j...
A arte de protestar                                                                                                       ...
Case Brastemp               O advogado Oswaldo Borrelli, do  Vamos          interior de SP, usou o YouTube#obolerizar?    ...
Uma inspiração muda tudo... ... uma decepção também!
Preço não é tudo!                              não               Ricardo,      mamãe!             www.ricardonaomamae.com.br
Resumo da ópera... 33 dias       70 ligações para a                    Central de                                    31 li...
#meucarrofalha A consumidora Daniely comprou há 4 anos, em fevereiro de 2007, um Mégane Sedan 2.0, da   Renault, com DOIS ...
#meucarrofalha
Reflexões...           As empresas              estão      ConsumidorGestão     preparadas?       Xde crise               ...
Conclusões...           Empresas:                         fujam do                                                      nã...
Fabiana Borja  www.fabianaborja.wordpress.com            @faborja        faborja@gmail.com    www.webadvisor.com.br       ...
Ilustraçõesby www.dryicons.com
Consumidores descobrem o poder das redes sociais como ferramentas de defesa do consumidor
Upcoming SlideShare
Loading in …5
×

Consumidores descobrem o poder das redes sociais como ferramentas de defesa do consumidor

963 views
899 views

Published on

Palestra de 20 minutos da Fabiana Borja da WebAdvisor para o Brasília Twestival 2011 - Consumidores descobrem o poder das redes sociais como ferramentas de defesa do consumidor

Published in: Technology
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
963
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
4
Actions
Shares
0
Downloads
16
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Consumidores descobrem o poder das redes sociais como ferramentas de defesa do consumidor

  1. 1. ? ?Consumidores descobrem o poder das redes sociais como ferramentas de defesa do consumidor by
  2. 2. Em busca do consumidor “apaixonado”... amar adorar aceitar conhecer O ativo da marca
  3. 3. Quando a paixãotransforma-se em decepção Procon consumidor empresa Twitter consumidor amigos amigos dos amigos empresa
  4. 4. A arte de protestar PROCON NÃO ADIANTA. DENUNCIE AO MINISTÉRIO PÚBLICO. Só existe uma solução. Entrar com uma reclamação junto ao MINISTÉRIO PÚBLICO. É preciso URGENTE que a justiça estanque as vendas desse site. A cada hora a mais que fica no ar, vendendo... Opa, enganando, mais pessoas serão prejudicadas! Reclamação contra o site da Ricardo Eletro, publicada em março no site ReclameAqui.
  5. 5. A arte de protestar 4.000 3.000 2.000 1.000Compra Fácil Americanas.com TIM Celular 0 Telefônica Claro NET TV e Banda Larga Ranking de reclamações nos últimos 30 dias no site ReclameAqui - www.reclameaqui.com.br Pesquisa realizada em 13.3.2011
  6. 6. Case Brastemp O advogado Oswaldo Borrelli, do Vamos interior de SP, usou o YouTube#obolerizar? e o Twitter para publicar a sua indignação contra a Brastemp. Cinco dias após a publicação do video, a empresa resolveu o problema. O vídeo rapidamente virou febre na internet e Oswaldo virou referência no tema “Direitos do Consumidor”, por meio do seu Twitter.
  7. 7. Uma inspiração muda tudo... ... uma decepção também!
  8. 8. Preço não é tudo! não Ricardo, mamãe! www.ricardonaomamae.com.br
  9. 9. Resumo da ópera... 33 dias 70 ligações para a Central de 31 ligações ocupadas, 33 ligações que 1912 acessos ao site até a entrega dosde espera atendimento tocaram até cair produtos e 1 ligação do Ricardo
  10. 10. #meucarrofalha A consumidora Daniely comprou há 4 anos, em fevereiro de 2007, um Mégane Sedan 2.0, da Renault, com DOIS ANOS DE GARANTIA que logo nos primeiros dias apresentou falhas de funcionamento, que impedia o seu uso. Durante alguns meses o veículo foi levado, por várias vezes, para a assistência técnica da Renault, sendo que o veículo, na última vez, foi devolvido com o problema que tinha. Ela então entrou na Justiça e solicitou que o veículo fosse consertado e atestado que o problema tinha sido solucionado, trocado, ou que a restituíssem dos valores pagos. Alguns dias depois, a concessionária da Renault (De Marco) de Joaçaba-SC, atestou que o veículo não tinha mais defeitos. Porém, assim que ela começou a usar o Mégane, ele apresentou as mesmas falhas. O carro foi periciado e o laudo constatou: "existe defeito de fabricação” e que é “clara a falta de segurança para a condução deste veículo”. Mesmo após este laudo e ainda dentro do prazo de GARANTIA a Renault não substituiu o veículo nem a indenizou pelos prejuízos.www.meucarrofalha.com.br
  11. 11. #meucarrofalha
  12. 12. Reflexões... As empresas estão ConsumidorGestão preparadas? Xde crise Empresas Conclusões...
  13. 13. Conclusões... Empresas: fujam do não vejam asConsumidores: perfil reclamações como usufruam do #bombeiro mais um problema, mas sim como uma poder das oportunidade deredes sociais melhoria! chamem os sejam consumidores para transparentes! o diálogo!
  14. 14. Fabiana Borja www.fabianaborja.wordpress.com @faborja faborja@gmail.com www.webadvisor.com.br @webadvisorfacebook.com/webadvisoragencia
  15. 15. Ilustraçõesby www.dryicons.com

×