I T O - UMA QUESTÃO ESTRATEGICA

  • 1,757 views
Uploaded on

Trabalho apresentado na Universidade Federal de Rondônia, no curso de Administração, dentro da disciplina de Introdução a Teoria das Organizações.

Trabalho apresentado na Universidade Federal de Rondônia, no curso de Administração, dentro da disciplina de Introdução a Teoria das Organizações.

  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Be the first to comment
    Be the first to like this
No Downloads

Views

Total Views
1,757
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0

Actions

Shares
Downloads
25
Comments
0
Likes
0

Embeds 0

No embeds

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
    No notes for slide

Transcript

  • 1. Seminário Temático Teoria Geral das Organizações COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA Prof° Ms. Flavio de São Pedro Filho Fundação Universidade Federal de Rondônia - UNIR
  • 2. CINTIA KELLER BRUNES EDERSON JUNIOR DO AMARANTE FRANCIANE DUMPIERRE DE OLIVEIRA FRANCISCO EUDER DOS SANTOS MAXIMILIANO BARROSO BONFÁ COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL:
  • 3. Metodologia Aplicada COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA Tema Proposto: Redes Interorganizacionais: As Alianças Definimos as Bibliografias Definiu-se os tópicos de Estudo Dividiu-se os temas pela ordem de apresentação Reunimos as pesquisas e articulamos a apresentação
  • 4. A globalização gera uma quebra de limites e fronteiras, no que se refere principalmente à economia e a comunicação, pois os países, as empresas e os grupos de pessoas não sobrevivem mais de maneira isolada, ambos se relacionam e precisam uns dos outros para dar continuidade ao processo de desenvolvimento social e global COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA
  • 5. Objetivos COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA O objetivo principal observado para elaboração do projeto aqui apresentado, foi definir as formas de alianças traçadas pelas empresas e suas funções. Apontaremos nesse projeto em que contexto se forma as alianças estratégicas e com que objetivo elas são firmadas.
  • 6. Joint-Venture COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - É um tipo de cooperação entre duas ou mais empresas que têm como objetivo estabelecer uma relação que beneficia ambas as partes. - Resulta na criação de uma nova entidade distinta dos seus fundadores, com personalidade jurídica independente, onde a atividade comercial é autônoma das atividades dos seus constituintes; - Contudo, segue a mesma linha de objetivos das empresas matrizes.
  • 7. Joint-Venture COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - Esta forma de cooperação não tem um prazo limite para a sua cessação, isto é, pode existir um prolongamento da cooperação se ambas as partes estiverem interessadas. - Um exemplo de sucesso de joint-venture é a Fuji Xérox. - - A Xerox e Fuji Photo Film criaram a joint-venture Fuji Xerox
  • 8. Joint-Venture COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - Para que a Xerox conseguisse vender foto copiadoras no Japão e países vizinhos, deixando de ser uma simples estratégia de marketing, pois ajudou a Xerox a defender-se dos concorrentes japoneses. - Em 1980, a atitude da Xerox em relação à Fuji Xerox modificou-se e a partir da década de 90, a estratégia da Xerox e as capacidades da Fuji Xerox’s tornaram-se comuns, logo a joint-venture transformou-se numa fornecedora da Xerox a nível mundial e parceiro no desenvolvimento de novas tecnologias.
  • 9. Franchising COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - Foi uma forma de cooperação bastante relevante após a segunda guerra mundial, que se expandiu paralelamente com as empresas norte americanas, em especial na Europa. - A franquia ou também chamada franchising é um contrato no qual, uma empresa (a franqueadora) cede, mediante uma contrapartida, o direito de venda e distribuição dos seus produtos ou serviços a outra empresa (a flanqueada).
  • 10. Franchising COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - O franqueado depois do contrato passa a poder usufruir do nome, da marca, das insígnias e de todos os sinais distintivos de comércio da empresa franqueadora, numa área geográfica específica. - O franqueador tem que fornecer para além da sua imagem empresarial, assistência técnica, assistência comercial, conhecimentos tecnológicos, regras de organização, know-how, métodos de venda, planos de comercialização e políticas de marketing.
  • 11. Franchising COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA Tipos de Franchising - Na franquia de serviço, o franqueado oferece ao consumidor um serviço sob o nome e marca do franqueador; - Na franquia industrial ou de produção, a empresa franqueada fabrica os produtos sob as ordens e diretrizes do franqueador. - Na franquia de distribuição ou de produto, o franqueado obriga-se a vender certos produtos num estabelecimento com o nome e a insígnia do franqueador.
  • 12. Franchising COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - A Coca-Cola Amatil é a segundo maior produtor de garrafas da Coca-Cola Company e opera em 18 países. Os acordos de franchising envolvem a partilha da responsabilidade do produto e imagem corporativa. Os produtores de garrafas seguem algumas normas como a conservação da água e a reciclagem dos desperdícios da água. Assim é importante para a Coca-Cola desenvolver parcerias saudáveis com os melhores produtores de garrafas, para se manter em primeiro lugar no mercado dos refrigerantes.
  • 13. Stakeholder COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - Stakeholder ou, em Português, parte interessada ou interveniente, refere-se a todos os envolvidos num processo, por exemplo, clientes, colaboradores, investidores, fornecedores, comunidade, etc. - O processo em questão pode ser de carácter temporário (como um projeto) ou duradouro (como o negócio de uma empresa ou a missão de uma organização sem fins lucrativos).
  • 14. Stakeholder COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - O sucesso de qualquer empreendimento depende da participação de suas partes interessadas e por isso é necessário assegurar que suas expectativas e necessidades sejam conhecidas e consideradas pelos gestores. - De modo geral, essas expectativas envolvem satisfação de necessidades, compensação financeira e comportamento ético. - Cada interveniente ou grupo de intervenientes apresenta/representa um determinado tipo de interesse no processo.
  • 15. Stakeholder COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - O envolvimento de todos os intervenientes não maximiza obrigatoriamente o processo, mas permite achar um equilíbrio de forças e minimizar riscos e impactos negativos na execução desse processo. - Uma organização que pretende ter uma existência estável e duradoura deve atender simultaneamente as necessidades de todas as suas partes interessadas.
  • 16. Stakeholder COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - Para fazer isso ela precisa gerar valor, isto é, a aplicação dos recursos usados deve gerar um benefício maior do que seu custo total. - O termo “stakeholders” foi criado para designar todas as pessoas, instituições ou empresas que, de alguma maneira, são influenciadas pelas ações de uma organização
  • 17. Outsourcing COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - Outsourcing nada mais é do que delegar serviços a terceiros. A expressão terceirização também pode ser usada, sendo que esta é uma tradução livre de outsourcing, mas que no Brasil não corresponde inteiramente a realidade de uso. - A maioria das empresas começou a terceirizar escolhendo as áreas mais simples como serviços gerais ou segurança.
  • 18. Outsourcing COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - Algumas empresas chegaram a terceirizar departamentos inteiros que participavam indiretamente da produção. Nesse primeiro processo, muitos empregados tornaram-se micro ou pequenos empresários, com algum apoio da empresa que trabalhava antes.
  • 19. Outsourcing COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - Hoje, a terceirização é um fato concreto e um grande vilão para as micro e pequenas empresas em geral. Há empresas de vários tipos que atuam como terceirizadas em várias áreas, da comunicação empresarial à informática, de consultoria ambiental ao serviço de refeições. A terceirização é uma modalidade usada com freqüência pelos governos federal, estadual e municipal.
  • 20. Outsourcing COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA Vantagens e desvantagens para empresa que terceiriza Prós As empresas não precisam se especializar em atividades que não tem a ver com ser negócio principal. Se bem elaborada, as empresas podem conseguir uma diminuição dos custos com esses contratos, já que parte dos gastos de manutenção ficam com a terceirizada. A empresa pode se concentrar em melhorias na sua atividade-fim. Contras Desconhecimento da administração e da filosofia da empresa pelo terceirizado pode atrapalhar. Muitas vezes há dificuldade para encontrar a empresa parceria ideal. Sempre existe o risco de não cumprimento de contratos.
  • 21. Outsourcing COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA Vantagens e desvantagens para empresa Terceirizada Prós Maior mobilização para crescimento da própria empresa, já que não há contrato de exclusividade, a princípio. Possibilidade de fazer uma gestão independente e diferente da forma como cliente atua. Contras Muitas vezes essas empresas têm uma dependência dos grandes clientes. Empresa deve arcar com custo de manutenção e dos encargos trabalhistas.
  • 22. Outsourcing COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - A Galp Energia e o Grupo Secil celebraram um acordo para o fornecimento de combustíveis, lubrificantes e para a prestação de serviços de lubrificação em regime de outsourcing às 19 empresas do grupo em cerca de 50 locais de entrega. - A Galp Energia assegurou todas as operações de lubrificação, bem como a gestão do armazém de lubrificantes e outras tarefas complementares no âmbito da Manutenção curativa e preventiva.
  • 23. Redes de Cooperação COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - Um dos temas emergentes dentro da Teoria das Organizações tem sido a aplicação dos conceitos de Redes, dentro do processo de transformação capitalista ocorrida a partir de meados dos anos 70 - A aplicação dos conceitos de Redes decorre de duas premissas básicas: 1 - O constante e crescente aumento da concorrência e competitividade empresarial 2 - As empresas atuando de forma isolada não terão condições de obter as devidas condições de sobrevivência e desenvolvimento
  • 24. Redes de Cooperação COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - O conceito de redes têm vários enfoques, num sentido etimológico o termo "rede" é derivado do latim, que significa "entrelaçamento de fios, cordas, cordéis, arames, com aberturas regulares fixadas por malhas, formando uma espécie de tecido" - A maioria dos autores apontam às organizações como redes sociais, e devem ser analisadas como tais. Uma rede social tem a ver com um conjunto de pessoas, organizações, etc. ligados através de um conjunto de relações sociais de um tipo específico.
  • 25. Redes de Cooperação COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - Nohria sugere algumas razões para estudar as organizações numa perspectiva de Redes, dentre elas: · Todas as organizações constituem-se numa importante Rede Social e precisam serem discutidas e analisadas como tal; · O ambiente organizacional pode ser caracterizado como um conjunto de empresas interligadas e em constante interação; · Às ações(atitudes e comportamentos) dos atores nas organizações podem ser melhor explicadas e entendidas em termos de relacionamentos.
  • 26. Redes de Cooperação COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA Os Modelos de Redes de Cooperação . O Modelo de Miles & Snow(1986) – Uma empresa centraliza a rede . O Modelo de Hakänsson (1987) – Inter-Relação entre estas empresas . O modelo de Lipnack & Stamps(1994) – Hierarquia entre as empresas
  • 27. Tecnologia COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - O ambiente empresarial está mudando continuamente, tornando-se mais complexo e menos previsível, e cada vez mais dependentes de informação e de toda a infra-estrutura tecnológica que permite o gerenciamento de enormes quantidades de dados.
  • 28. Tecnologia COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - “Na verdade a tecnologia traz a necessidade de mudanças culturais e passa a exigir das pessoas a capacidade de reciclar seus conceitos e seus paradigmas. As pessoas não precisam mais saber gerar informação, pois a sua geração é automática. Precisam sim, saber usar a informação. Caso a empresa não tenha tempo nem recursos para investir em treinamento, torna-se necessário fazer uma reciclagem de quadro. Tenta-se mudar as pessoas, mas, se precisar, muda-se de pessoas”
  • 29. Tecnologia COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - O uso da reengenharia de processos para direcionar os novos sistemas de informação pode proporcionar um aumento significativo da satisfação dos clientes, e/ou a redução de custos, ao contrário das iniciativas que envolvem o uso de tecnologia apenas para fazer mais rápido o mesmo trabalho.
  • 30. Tecnologia COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA - A Tecnologia vem sendo uma das principais ferramentas de alianças inter-organizacionais e principalmente de desenvolvimento de redes de cooperação entre organizações, porque a tecnologia é algo que veio pra ficar e ser aprimorada, e não uma onda passageira, como o que já aconteceu com outros recursos de desenvolvimento organizacionais.
  • 31. Muito Obrigado pela Atenção COOPERACAO INTER-EMPRESARIAL: UMA QUESTÃO ESTRATEGICA