• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Gerência de Redes - 3.MIBs
 

Gerência de Redes - 3.MIBs

on

  • 1,360 views

Gerência de Redes, redes, MIBs

Gerência de Redes, redes, MIBs

Statistics

Views

Total Views
1,360
Views on SlideShare
1,360
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
23
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as OpenOffice

Usage Rights

CC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike LicenseCC Attribution-NonCommercial-ShareAlike License

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment
  • MIB-I: SNMP foi desenvolvido primariamente para gerenciar redes TCP/IP, assim a primeira MIB padronizada continha informações específicas a TCP/IP como: - número de interfaces de rede com seus endereços IP - contadores de datagramas UDP - tabela de conexões TCP ativas - etc... MIB-II: Esta MIB, total ou parcialmente, é normalmente implementada em produtos comerciais. Contém objetos relacionados com características normalmente encontradas nos equipamentos ligados em redes A MIB-II é a MIB implementada por padrão en todos os agentes com suporte a SNMP.
  • A partir da raíz, temos 3 ramos: ITU-T (CCITT) [0] ISO [1] Joint ITU-T e ISO [2] O ramo iso por sua vez se ramifica em: Standard [0] Registration Authority [1] Member-body [2] Identified-Organization [3] Dentro de [3], temos o Department of Defense (DoD) [6] e abaixo o IAB (Internet Architecture Board) [1], assim iso.identified-organization.DoD.IAB == 1.3.6.1 Este normalmente é o prefixo para todos os objetos de interesse na área de gerenciamento.
  • Abaixo do ramo Internet, teremos: directory (1): uso futuro com serviços de diretórios OSI mgmt (2): objetos definidos por documentos do IAB experimental (3): objetos para testes e pesquisas private (4): objetos definidos por grupos ou organizaçoes, como fabricantes por exemplo Logo abaixo do ramo mgmt (2) temos a MIB-II, mib-2(1).
  • Abaixo do ramo mib, temos os grupos de objetos que compõem a MIB-II: system : informações gerais do agente/equipamento (descrção, up time, pessoa de contato) interfaces : descrição das interfaces do equipamento, endereços físicos e contadores at (address translation): mapeamento de endereços físicos/rede ip : tabelas de endereçamentos e contadores icmp : contadores ICMP tcp : tabela de conexões TCP e contadores udp : tabela UDP e contadores egp : tabela de vizinhos EGP e contadores snmp : registros estatísticos das mensagens SNMP
  • Existe ainda a definição de um grupo (ramo) na MIB-II chamado transmission (10), onde ficariam abaixo somente grupos de objetos relacionados com tecnologias de transmissão (tecnologias de rede).
  • Após o último grupo da MIB-II definido (snmp-10) foram criadas várias outras extensões à esta MIB a partir do número 13.
  • O IAB encoraja fabricantes a desenvolverem MIB’s específicas para seus produtos. No subramo private (1) , organizações podem requerer da IANA numeração para suas MIB’s. Inicialmente, novos objetos não testados ainda são colocados no ramo experimental da sub-árvore internet. Após isso, cada fabricante coloca seus objetos num ramo seu abaixo do ramo enterprises (4). Assim, seus objetos ficariam sempre con o prefixo: 1.3.6.1.4.1. As organizações pedem ao ICANN por um identiticador e abaixo dele, tem autonomia para criar sua hierarquia de objetos. A lista completa de identificadores para organizações está em: http://www.iana.org/assignments/enterprise-numbers
  • A SMIv2 criou várias MACROS para melhorar as declarações de módulos de MIB. MODULE-IDENTITY – define, através de uma seção de identificação comum, um módulo de MIB OBJECT-TYPE – sintaxe e semântica de um objeto gerenciado OBJECT-IDENTITY – texto adicional sobre um objeto gerenciado NOTIFICATION-TYPE – sintaxe de um notificação SNMPv2 (trap). Substituiu a macro TRAP-TYPE, usada en SNMPv1 TEXTUAL-CONVENTION – sintaxe refinada de um tipo de dado (melhora a compreensão de um tipo de dado específico). OBJECT-GROUP – define um conjunto de objetos relacionados MODULE-COMPLIANCE – lista os módulos de MIB obrigatórios ou opcionais AGENT-CAPABILITIES – detalha uma implementação particular Várias das MIB's criadas com a SMIv1, foram relançadas sob a SMIv2, inclusive vários dos grupos de objetos da MIB-II
  • Um MIB browser é uma aplicação que permite a obtenção (e alteração) de variáveis numa MIB de um agente SNMP. Este utilitário oferece uma interface adequada de visualização de objetos e seus valores e executa as operações SNMP necessárias para obter informações e alterá-las nos agentes. Uma opção livre é: mbrowser - http://www.kill-9.org/mbrowse/ O Webgetif ( http://www.webgetif.com/ ) é uma versão grátis com interface WEB. Existem várias opções comerciais que disponibilizam versões TRIAL.
  • 1. Use o comando snmptranslate para mostrar detalhes do grupo system da MIB-II. 2. Use um MIB Browser (tkmib, mbrowser ou outro) para visualizar objetos na MIB do agente. Verifique que facilidades ele oferece. Use o MIBbrowser para analisar os objetos do grupo interfaces (e suas extensões), ip e snmp e responda aos itens abaixo: Que objetos são usados somente para monitoramento? Que objetos podem ser usados para controle? Obtenha a tabela de roteamento do dispositivo Com se altera a tabela de roteamento via SNMP? Altere a tabela (operação de setRequest). Que MIBs são implementadas pelo agente NET-SNMP? 3. Escolha uma das MIBs padronizadas apresentadas na aula e a valide no seguinte site: http://wwwsnmp.cs.utwente.nl/ietf/mibs/validate/ Tente entender as correções/observações dadas pelo corretor automático.

Gerência de Redes - 3.MIBs Gerência de Redes - 3.MIBs Presentation Transcript

  • Sumário
    • MIB-II
    • MIB's de Tecnologias de Redes
    • MIB's Privadas
  • MIB's Padronizadas
    • MIB-I
      • definida em 1988 (RFC 1066)
      • modificada em 1990 (RFC 1156)
    • MIB-II
      • definida em 1990 (RFC 1158)
      • modificada em 1991 (RFC 1213)
  • Árvore de Objetos
  • Árvore da MIB II
  • Grupos da MIB II
  • MIB's para Tecnologias de Transmissão
    • Ethernet – RFC 1643
    • IEEE 802.5 Token Ring - RFC 1748
    • FDDI - RFC 1512
    • DS1/E1 - RFC 1406
    • PPP - RFC 1471
    • DS3/E3 - RFC 1407
    • Frame-relay – RFC 1315 e RFC 1604
    • RS-232 - RFC 1659
    • Sonet-SDH – RFC 1595
    • ...
  • Novos grupos da MIB-II
    • AppleTalk – RFC 1742
    • OSPF - RFC 1850
    • BGP - RFC 1657
    • RMON - RFC 1757
    • RIP - RFC 1724
    • Host Resources - RFC 1514
    • Mail Monitoring - RFC 1566
    • X.500 - RFC 1567
    • DNS - RFC 1611
    • ...
  • Extensões Privadas à MIB
    • Ramo private/enterprise da árvore
    • Cada fabricante possui seu identificador abaixo deste ramo
  • Declarações de MIB's – Macros ASN.1
    • MODULE-IDENTITY
    • OBJECT-IDENTITY
    • OBJECT-TYPE
    • NOTIFICATION-TYPE
    • TEXTUAL-CONVENTION
    • OBJECT-GROUP
    • MODULE-COMPLIANCE
    • AGENT-CAPABILITIES
  • MIB Browsers
  • Atividades Práticas
    • Uso do comando snmptranslate para mostrar detalhes do grupo system da MIB-II
    • Uso de um MIB Browser
    • Validação de uma MIB