Your SlideShare is downloading. ×
0
Formacao continuada
Formacao continuada
Formacao continuada
Formacao continuada
Formacao continuada
Formacao continuada
Formacao continuada
Formacao continuada
Formacao continuada
Formacao continuada
Formacao continuada
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Formacao continuada

10,952

Published on

1 Comment
6 Likes
Statistics
Notes
  • Muito bom! Obrigada por seu material ajudou muito.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total Views
10,952
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
2
Actions
Shares
0
Downloads
204
Comments
1
Likes
6
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. CANDAU, Vera. Formação continuada de professores: tendências atuais. In: CANDAU, Vera (org.). Magistério: construção cotidiana. 4ª. Ed. Petrópolis, Vozes, 2001.<br />Perspectiva clássica de formação continuada:<br />- ênfase na reciclagem: refazer o ciclo; voltar e atualizar a formação recebida.<br />- universidades: cursos de aperfeiçoamento, pós-graduação.<br />- secretarias: cursos, simpósios, encontros.<br />Concepção: espaços considerados como locusdo conhecimento <br />
  • 2. Outras modalidades:<br />- convênios com secretarias, com o MEC, presenciais ou à distância;<br />- “adoção” da escola por empresas ou universidades;<br />Outras metodologias/mesma concepção: cabe à universidade a produção do conhecimento e aos profissionais da Educação básica, sua aplicação, socialização e transposição didática (dissociação teoria – prática) <br />
  • 3. Alternativas atuais<br /> As alternativas mais atuais baseiam-se, quase sempre, em três princípios:<br />- a escola como lócus da formação continuada;<br />- a valorização do saber docente;<br />- o ciclo de vida dos professores.<br />
  • 4. 1. A escola como locus da formação continuada<br />Depoimentos de professores que fazem os cursos, mas não os aplicam, por entenderem que estão fora da realidade da prática. Segundo a autora: “nesse cotidiano, ele aprende, desaprende, reestrutura o aprendizado, faz descobertas e, portanto, é nesse locusque muitas vezes vai aprimorando a sua formação” (problematizar: sempre reestruturam ou também há os que se cristalizam e são impermeáveis à crítica?)<br />
  • 5. 1. A escola como locus da formação continuada<br />Somente um prática reflexiva é capaz de identificar os problemas e tentar resolvê-los;<br />Prática coletiva (Zeichner, 1992: as “comunidades de aprendizagem”)<br />Criar sistemas de incentivo à sistematização e socialização das práticas pedagógicas<br />Ressituar o trabalho de supervisão e orientação pedagógica<br />
  • 6. 2. Valorização do saber docente<br />é um saber “plural, estratégico e desvalorizado” (TARDIFF etalii, 1991);<br />ressaltar os saberes da experiência;<br />estimular os pesquisadores a reconhecer e incorporar os saberes da experiência;<br />interlocução entre o saber acadêmico e o saber do professor.<br />
  • 7. 3. O ciclo de vida dos professores<br />1. Fase da sobrevivência e descoberta;<br />2. Fase de estabilização, identificação profissional e segurança;<br />3. Fase de diversificação,questionamentos e experimentações;<br />4. Fase de serenidade, distância afetiva e/ou conservadorismo;<br />5. Fase de desinvestimento, recuo e interiorização.<br />
  • 8. 3. Ciclos de vida dos professores<br /> “A preocupação com o ciclo de vida profissional dos professores apresenta para a formação continuada o desafio de romper com modelos padronizados e a criação de sistemas diferenciados que permitam aos professores explorar e trabalhar os diferentes momentos de seu desenvolvimento profissional de acordo com suas necessidades específicas”.<br />
  • 9. Algumas críticas<br />Ainda que se entenda que esse é um processo em andamento, a autora tece algumas críticas:<br /><ul><li>tendência a focalizar o micro e o psicossocial, em detrimento das dimensões contextuais e político-ideológicas da profissão docente;
  • 10. ênfase no saber docente e escolar, com prejuízo da cultura da escola (ritos, símbolos, dimensão cultural).</li></li></ul><li>Concluindo:<br />“ questões de fundo como que tipo de educação queremos promover e para que tipo de sociedade não podem estar ausentes do debate cotidiano...”<br />“Temos de estar conscientes da necessidade de articular dialeticamente as diferentes dimensões da profissão docente: os aspectos psicopedagógicos, técnicos, científicos, político-sociais, ideológicos, éticos e culturais”.<br />
  • 11. Bibliografia:<br />CANDAU, Vera. Formação continuada de professores: tendências atuais. In: CANDAU, Vera (org.). Magistério – construção cotidiana. 4ª.ed. Petrópolis: Vozes, 2001.<br />TARDIF, M. etalii. Os professores face ao saber: esbo;ço de uma problemática do saber docente. Teoria e educação, no. 4, 1991.<br />ZEICHNER, K. El maestro como profesional reflexivo. Barcelona: Cuadernos de Pedagogia, no. 220, 1992.<br />

×