Ficha de trabalho   hist. e cfq
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×
 

Ficha de trabalho hist. e cfq

on

  • 523 views

 

Statistics

Views

Total Views
523
Views on SlideShare
523
Embed Views
0

Actions

Likes
0
Downloads
0
Comments
0

0 Embeds 0

No embeds

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft Word

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

Ficha de trabalho   hist. e cfq Ficha de trabalho hist. e cfq Document Transcript

  • Como na Vida! Numa Escola de Compreender o Mundo Projeto 3º Ciclo do Ensino Básico 7º ano - ano letivo 2011/12Desafio 2 - “E se a nossa sala de aula fosse em Marte? Que contributos poderia dar a história para aqualidade de vida da comunidade”Atividade de introdução ao desafio: Desde a Antiguidade o homem, levantando a cabeça para o céu, começou a indagar o quesignificavam todos aqueles pontos brilhantes que apareciam desde o momento que o Sol se punha. E, para guiá-los na noite, as primeiras civilizações serviram-se das chamadas estrelas fixas, dadoque todas mantêm as suas posições relativas, regressando aproximadamente à mesma posição apóscada 24 horas. Para melhor se orientaram os povos, especialmente aqueles que viviam entre os rios Tigre e oEufrates ligaram entre si os pontos luminosos representados pelas estrelas fixas e formaram asconstelações. Estas poderiam tomar formas de animais ou mesmo de seres fantásticos que acabarampor lhes dar o nome e ajudaram, desde sempre o homem a localizar-se, quer em terra que no mar. Os Gregos adotaram as constelações dos povos babilónicos mudando-lhes apenas os nomes. Hoje em dia os astrónomos consideram a existência de 88 constelações. É lógico que asconstelações representam o céu a partir de um determinado ponto de observação da Terra. Se noslocalizássemos na Lua ou em Marte o mesmo desenho não poderia ser aplicado às constelações.- Observa a árvore genealógica e responde às questões:Retirado de http://expedienteoculto.blogspot.com/2010/08/libros-historicos-y-del-misterio-la.html [aaceddido em 0370272012] Parte I 1. Identifica o elemento primitivo a partir do qual surgiu o mundo. A maior parte dos cosmologistas considera que a origem do Universo foi provocada por uma gigantesca explosão inicial, chamada BigBang e que desde o seu nascimento evoluiu até alcançar a forma que hoje apresenta. Mas na antiguidade (na mitologia grega) pensava-se que o universo tinha origem no “Caos”. O BigBang é talvez o exemplo mais claro da atividade
  • violenta que rege os astronómicos. As observações astronómicas que deram lugar à formulação destes objetos foram realizadas nos finais do século XX. No modelo geralmente aceite hoje (modelo de “standard”), todo o espaço em que estão situadas as galáxias expande-se de tal forma que, a partir de uma delas, parece que os restantes se afastam. Se se retroceder no tempo chega-se à conclusão de que no passado o universo era mais denso do que é presentemente, até ao ponto de ter constituído um ponto concentrado que, segundo os cálculos actuais, remontaria esta época a dez mil milhões de anos. É esta a altura em que se pensa ter tido origem o universo, mediante a grande explosão, denominada, como já se disse, BigBang, que não só marca o nascimento do universo mas também o aparecimento de todas as leis da física que conhecemos.2. Indica os descendentes de Gea (Terra) e Úrano (Céu). Os descendentes de Gea e Úrano são: os Hecatonquiros, as Erínias, os Ciclopes, os Gigantes, as Melíades, Afrodite e os Titãs.3. Refere as caraterísticas dominantes em cada um deles. Os Ciclopes eram gigantes com um enorme olho no meio da testa; Afrodite é a deusa do amor e da beleza; as Erínias também conhecidas por Fúrias, são as três deusas vingadoras: Tisífone (a vingadora do crime), Megera (a vingadora dos céus) e Aleta (a sempre irada); os Gigantes são criaturas enormes; os Hecatonquiros era o nome dado a três gigantes, filhos de Gaia e Úrano, o seu nome significava “cem mãos”, tendo cerca de 50cabeças; as Melíades vêm do Grego Mélia e trata-se das ninfas dos seixos; Titã é o nome dado aos gigantes que pretendiam escalar o céu.4. Identifica as 3 grandes categorias criadas na mitologia grega. As 3 grandes categorias criadas na mitologia grega são: “Los Titanes”, “Los Dioses” e “Los Oceânides”.5. Relaciona os planetas do sistema solar com a mitologia greco-romana. Segundo a mitologia greco-romana o nome do planeta Mercúrio teve origem em Hermes, o mensageiro dos Deuses; Vénus era Afrodite ou Vênus, a deusa da beleza; Marte tinha inúmeras designações, uns pensavam que ele era Ares, outros que era um planeta ferido de morte e ainda havia aqueles que acreditavam que fosse o deus da Guerra; Júpiter era comparado ao senhor supremo Zeus; por fim Saturno era chamado de Cronos, o senhor do tempo, pai de Júpiter e o mais jovem entre os titãs. Para nós Saturno ficou conhecido como o senhor dos anéis. Parte IICírculo na esfera celeste desenhado pelo eixo da Terra ao longo do seu movimento de precessão. http://cftc.cii.fc.ul.pt/PRISMA/capitulos/capitulo1/modulo6/topico3.php;
  • 1. Identifica as constelações que observas na imagem. As constelações observadas na imagem são: a Ursa Maior, a Ursa Menor, o Dragão, Vega, Cisne, Cefeu e Hércules. 2. Relaciona o movimento de precessão com a identificação do Norte e Sul geográficos e os polos norte e sul celestes (pede ajuda ao professor de C. Físico-química). Se contarmos cinco vezes a distância entre as guardiãs da Ursa Maior obtemos a Estrela Polar que se localiza sobre o ponto cardeal norte. 3. Explica a razão da ilusão criada pelo ser humano que os astros estão fixos (pede ajuda ao professor C. Físico-química). A ilusão criada pelo ser humano que os astros estão fixos deve-se ao facto da Terra estar em constante movimento, ou seja, o movimento de rotação e de translação vão contribuir para as diferentes posições das Estrelas. A Estrela Polar parece-nos a única estrela parada no céu pois o eixo de rotação da Terra aponta para ela. 4. As constelações vistas da Terra teriam a mesma formação se vistas de Marte? (pede ajuda ao professor de C. Físico-química). Não, pois o panorama seria diferente e as constelações iriam ganhar uma nova forma, ou seja, mudar de posições. Este fenómeno deve-se ao facto de as constelações não serem verdadeiros grupos de estrelas, pois parecem estar agrupadas só quando vistas da Terra. Na realidade, as estrelas de uma constelação encontram-se a uma distância muito diferentes quando vistas da Terra, pois na Terra nós vemo-las projetadas na esfera celeste como se estivessem todas à mesma distância.Sites de apoio:http://expedienteoculto.blogspot.com/2010/08/libros-historicos-y-del-misterio-la.htmlhttp://www.explicatorium.com/As-constelacoes.phphttp://cftc.cii.fc.ul.pt/PRISMA/capitulos/capitulo1/modulo6/topico3.php;Curiosidadeshttp://www.minerva.uevora.pt/ticiencia/estrelas/idade_noutros_planetas.htmhttp://www.lightandmatter.com/planetfinder/pt/ATENÇÃO:• Não se esqueçam de guardar as vossas pesquisas para as registar na grelha de tratamento das pesquisas. Que relação se pode estabelecer entre esta atividade e o desafio – problema? View slide
  • A professoraTeresa Novais Moreira View slide