Esp planos

710 views
617 views

Published on

Published in: Technology, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
710
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
6
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Esp planos

  1. 1. PRINCÍPIOS DA PROPAGAÇÃO DA LUZ- PRINCÍPIO DA PROPAGAÇÃO RETILÍNEA- PRINCÍPIO DA INDEPENDÊNCIA DOS RAIOS DE LUZ- PRINCÍPIO DA REVERSIBILIDADE DE RAIOS LUMINOSOS
  2. 2. Reflexão da LuzÉ um fenômeno físico no qual ocorre a mudança da direção de propagação da luz (desde que o ângulo deincidência não seja de 90°). Ou seja, consiste no retorno dos feixes de luz incidentes em direção à regiãode onde ela veio, após os mesmos entrarem em contato com uma determinada superfície refletora. Figura : Raio Incidente e Raio Refletido Note se que o Ângulo de Incidência (Oi) do Raio de Luz Incidente é igual ao do Ângulo de Reflexão (Or),do Raio de Luz Refletido, conforme esta indicado na figura abaixo.  Figura: O Ângulo de Incidência é igual ao Ângulo de Reflexão 
  3. 3. ESPELHO PLANO1- REPRESENTAÇÃOAs hachuras representam a parte opaca do espelho plano.
  4. 4. 2- FORMAÇÃO DE IMAGENS:Quando você vê a imagem fornecida por um espelho plano de um objeto, ela parece se situaratrás do espelho. Essa imagem formada no prolongamento dos raios refletidos é quedenominamos de imagem virtual (figura). Figura :Formação de imagens em espelho planoA imagem real se forma na intersecção dos raios refletidos.Vamos determinar as características da imagem fornecida por um espelho plano, em duassituações:
  5. 5. a) Imagem I fornecida de um ponto objeto O θ i = ângulo de incidência θ r = ângulo de reflexão p = distância objeto que é a distância do objeto ao espelho q = distância imagem que é a distância da imagem ao espelho Figura: Imagem I fornecida por um espelho plano de um ponto objeto O.Observe que a imagem I fornecida pelo espelho plano do objeto O é formada noprolongamento dos raios refletidos, sendo portanto uma imagem virtual.Vamos, por convenção, considerar a distância imagem q de uma imagem virtual, negativa, ea de uma imagem real, positiva. Para espelhos planos a distância objeto (p), é igual, em valor absoluto, à distânciaimagem (q).
  6. 6. b) Imagem II fornecida de um objeto extenso OO H = tamanho objeto H = tamanho imagem Figura: Imagem II de um objeto extenso OOAmpliação ou aumento é a razão entre o tamanho imagem e o tamanho objeto e é dada pelaexpressão:A = H/H (4)Quando você vê uma imagem no espelho plano, pode observar que o tamanho imagem éigual ao tamanho objeto, ou seja, a ampliação A é igual 1.Para espelhos planos temos que o tamanho imagem é igual ao tamanho objeto.
  7. 7. b) Imagem II fornecida de um objeto extenso OOObservação: Quando você vai ler alguma coisa através da imagem fornecida pelo espelhoplano pode observar que a imagem está invertida, ou seja, é uma imagem especular. Paraum ponto objeto que está à direita, o ponto imagem correspondente se apresenta à esquerda,e vice-versa (figura). Figura: Imagem especular fornecida por um espelho plano.No nosso dia-a-dia encontramos uma aplicação prática para estapropriedade dos espelhos. Nos carros de socorro (ambulância) onome é escrito ao contrário. Isso para, refletido pelos espelhosretrovisores dos carros à frente, o nome ser lido com facilidade.
  8. 8. ESPELHOS PLANOShttp://www.cienciamao.usp.br/tudo/exibir.php?midia=tex&cod=_imagemnosespelho EXERCÍCIOS
  9. 9. Princípios da propagação da luz- Princípio da propagação retilíneaNos meios homogêneos e transparentes a luz se propaga em linha reta.Este princípio é facilmente observado no nosso cotidiano: o feixe de luz proveniente de umholofote; qualquer processo de alinhamento; mira para atirar em uma alvo; formação desombras; formação de imagens e outros.Em meios heterogêneos a luz não se propaga necessariamente em linha reta. Como exemplotemos a atmosfera terrestre que aumenta a densidade com a altitude decrescente; emconseqüência disso os raios provenientes dos astros se encurvam ao se aproximarem dasuperfície terrestre, fenômeno conhecido como refração atmosférica (será estudada emrefração). voltar
  10. 10. Princípios da propagação da luz- Princípio da independência dos raios de luzA propagação da luz independe da existência de outros raios de luz na região que atravessa.Este princípio você observa quando um palco é iluminado por dois feixes de luz provenientesde dois holofotes. A trajetória de um raio de luz não é modificada pela presença de outros:cada um segue sua trajetória como se os outros não existissem (fig. 1).Fig. 1 Princípio da indepêndencia dos raios de luz voltar
  11. 11. Princípios da propagação da luz- Princípio da reversibilidade de raios luminososA trajetória seguida pelo raio luminoso independe do sentido do percurso.Considere que um raio faz o percurso ABC tanto no fenômeno da reflexão (fig. 2a) como narefração (fig.2b). Se o raio de luz fizer o percurso no sentido contrário CBA, a trajetória do raioserá a mesma.Fig.2 Reversibilidade dos raios luminosos na (a) Reflexão e (b) Refração voltar
  12. 12. Ângulo de Incidência (OI) é o ângulo medido a partir de uma linha imaginária,perpendicular ao plano da superfície, chamada de Normal, que refletiu o Raiode Luz, conforme podemos ver na figura.  Figura: Ângulo de Incidência   voltar
  13. 13.  Ângulo de Reflexão (Or) é o ângulo formado a partir de uma linha imaginária,perpendicular ao plano da superfície e o Raio de Luz, que foi refletidoconforme podemos ver na figura.  Figura: Ângulo de Reflexão  voltar
  14. 14. Provaremos a seguir que a distância objeto para espelhos planos é igual, em valor absoluto,à distância imagem, ou seja, p = -q.Nos triângulos OVV e IVV, obtemos:tg θ = VV/p (1)tg θ= VV/-q (2)Temos que, pela lei da reflexão:θ i = θrLogo tg θ = tg θ Substituindo nas expressões (1) e (2), temos que:p=-q (3)Portanto temos que:Para espelhos planos a distância objeto (p), é igual, em valor absoluto, à distânciaimagem (q). voltar
  15. 15. Vamos provar que a ampliação é igual a 1 para espelhos planos. H = tamanho objeto H = tamanho imagemNo triângulo VOO: tg θ i = H / pNo triângulo VII: tg θ = tg θ r = H/ -qComo θ i = θ r (lei da reflexão) e tg θ i = tg θ r, temos que:H/ p = H/-qH/ H = p/-qComo A = H/ H (4) e p = -q (3), temos que: A =A/ H = p / -q = 1 (5)Para espelhos planos temos que o tamanho imagem é igual ao tamanho objeto. voltar

×