A desintegração da URSS

67,290 views
66,910 views

Published on

Published in: Travel, Technology
3 Comments
17 Likes
Statistics
Notes
  • Muito obrigada pela generosidade em partilhar o seu excelente trabalho.
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • como faz pra baixar este slide?
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
  • me gusta mucho del topico!parabiens a usted!
       Reply 
    Are you sure you want to  Yes  No
    Your message goes here
No Downloads
Views
Total views
67,290
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
1,957
Actions
Shares
0
Downloads
1,426
Comments
3
Likes
17
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

A desintegração da URSS

  1. 1. A DESINTEGRAÇÃO DA URSS AS TRANSFORMAÇÕES NO LESTE EUROPEU
  2. 2. CRISE NA URSS <ul><li>Pujante até o final dos anos 60, a economia da URSS dava sinais de esgotamento nas décadas de 1970 e 1980 </li></ul><ul><li>Os investimentos do governo privilegiaram as indústrias de base, bélica (corrida armamentista) e aeroespacial (corrida espacial) para manter o país como superpotência e sustentar a competição com os EUA durante a Guerra Fria </li></ul>
  3. 3. CRISE DA URSS <ul><li>Falta de investimentos em outros setores econômicos, igualmente importantes para a população (como as indústrias de bens de consumo) </li></ul><ul><li>Essas indústrias não atingiram a evolução tecnológica alcançada pelos países capitalistas e nem atendiam a demanda do mercado consumidor </li></ul>
  4. 4. SOCIALISMO REAL X SOCIALISMO CIENTÍFICO <ul><li>SOCIALISMO CIENTÍFICO – proposto por Karl Marx, pregava a igualdade social e defendia os interesses da classe trabalhadora </li></ul><ul><li>SOCIALISMO REAL – aplicado na URSS, tanto político quanto economicamente autoritário, ineficiente, burocrático e de baixa produção econômica, marcado pela corrupção, pelos privilégios aos burocratas do Partido Comunista e pela ausência de democracia </li></ul>
  5. 5. GORBACHEV <ul><li>Secretário geral do Partido Comunista </li></ul><ul><li>Iniciou reformas políticas e econômicas na URSS em 1985 </li></ul><ul><li>PERESTROIKA – reestruturação econômica (parcial liberalização econômica) </li></ul><ul><li>GLASNOST – transparência política (abrandamento da censura, concessão de maiores liberdades democráticas e pluripartidarismo </li></ul>
  6. 6. MIKHAIL GORBACHEV
  7. 7. REFLEXOS DAS TRANSFORMAÇÕES NA URSS <ul><li>Reflexos imediatos nos países-satélites do Leste Europeu </li></ul><ul><li>Redemocratização e transformações econômicas </li></ul><ul><li>Extinção do socialismo nos países da “cortina de ferro” </li></ul><ul><li>Implantação da economia de mercado nestes países (economias em transição) </li></ul>
  8. 8. “CORTINA DE FERRO”
  9. 9. TRANSFORMAÇÕES NO LESTE EUROPEU <ul><li>Na maioria dos países a transição foi pacífica </li></ul><ul><ul><li>Polônia </li></ul></ul><ul><ul><li>Hungria </li></ul></ul><ul><ul><li>Bulgária </li></ul></ul><ul><ul><li>Alemanha Oriental </li></ul></ul><ul><ul><li>Tchecoslováquia </li></ul></ul>
  10. 10. POLÔNIA <ul><li>1980 – fundação do Sindicato Solidariedade – reivindicava maior liberdade de expressão para os trabalhadores (liderado por Lech Walesa) </li></ul><ul><li>Seus líderes foram presos e o sindicato entrou na ilegalidade (porém, continuou existindo clandestinamente) </li></ul><ul><li>1989 – legalização do Solidariedade e retirada das tropas do Pacto de Varsóvia </li></ul><ul><li>Medidas liberais ganham força </li></ul><ul><li>1990 Lech Walesa é eleito presidente nas primeiras eleições livres após o fim do socialismo </li></ul>
  11. 11. POLÔNIA LECH WALESA E A LUTA COM O SINDICATO SOLIDARIEDADE POLÔNIA
  12. 12. TCHECOSLOVÁQUIA <ul><li>Separação amigável – Revolução de Veludo </li></ul><ul><li>Desmembrada em dois países: </li></ul><ul><ul><li>República Tcheca </li></ul></ul><ul><ul><li>Eslováquia </li></ul></ul><ul><li>A República Tcheca ficou com as principais regiões industrializadas (Boemia e Morávia) </li></ul>
  13. 13. TCHECOSLOVÁQUIA REVOLUÇÃO DE VELUDO PRIMAVERA DE PRAGA - 1968 - 1989
  14. 14. ALBÂNIA <ul><li>País mais pobre da Europa </li></ul><ul><li>Em 1961 rompeu com a URSS </li></ul><ul><li>Em 1978 rompeu com a China, tornando-se um regime ditatorial extremamente fechado e isolado </li></ul><ul><li>Nos anos 1990 adotou mudanças e implantou mecanismos de mercado em sua economia, mesmo assim enfrenta grave crise econômica </li></ul><ul><li>Enfrenta ondas de imigração </li></ul><ul><li>É constituída por maioria muçulmana, porém é o único Estado ateu do mundo </li></ul>
  15. 15. ALBÂNIA
  16. 16. ROMÊNIA <ul><li>O fim do socialismo ocorreu de forma violenta </li></ul><ul><li>Culminando com a condenação e execução do ditador Nicolau Ceausescu e sua esposa </li></ul>
  17. 17. ROMÊNIA CASAL CEAUSESCU DURANTE CONDENAÇÃO
  18. 18. IUGOSLÁVIA <ul><li>Formada após a I Guerra Mundial </li></ul><ul><li>Reunia várias etnias (bósnios, croatas, macedônios, sérvios, albaneses) </li></ul><ul><li>Liderada por Josef Broz Tito </li></ul><ul><li>Socialista, porém adotou postura independente da URSS </li></ul><ul><li>Com a morte de Tito em 1980, aos poucos começa a se destacar na política do país o líder Slobodan Milosevic </li></ul>
  19. 19. IUGOSLÁVIA
  20. 20. IUGOSLÁVIA <ul><li>Em 1989, Milosevic foi eleito presidente da Iugoslávia </li></ul><ul><li>Com Milosevic, o país adota um rigoroso regime ditatorial mantido pela maioria sérvia </li></ul><ul><li>As mudanças da perestroika e da glasnost chegam a Iugoslávia </li></ul><ul><li>O sentimento separatista das diversas etnias presentes no país aliadas a forte ditadura e as mudanças no leste europeu motiva a proclamação da independência de suas repúblicas </li></ul>
  21. 21. SLOBODAN MILOSEVIC MILOSEVIC
  22. 22. CONFLITOS NA IUGOSLÁVIA <ul><li>Na Eslovênia, na Macedônia e na Croácia o processo foi pacífico </li></ul><ul><li>Porém na Bósnia-Hezergovina o desmembramento ocorreu de forma extremamente violenta, chegando ao fim apenas após a intervenção das tropas da OTAN </li></ul>
  23. 23. BÓSNIA <ul><li>Composta por 40% de bósnios (muçulmanos), 30% de sérvios e 18% de croatas </li></ul><ul><li>Os sérvios não aceitaram a independência dos bósnios e auxiliados pelo governo central visaram realizar um limpeza étnica contra os muçulmanos </li></ul>
  24. 24. GUERRA DA BÓSNIA
  25. 25. KOSOVO <ul><li>Composta por 90% de albaneses, a província de Kosovo proclamou independência em 1997 </li></ul><ul><li>O governo central iugoslavo não aceitou e teve início mais um violento conflito e massacre contra civis </li></ul><ul><li>Hoje – Kosovo constitui um território sob tutela da ONU </li></ul>
  26. 26. GUERRA DE KOSOVO
  27. 27. FIM DA IUGOSLÁVIA <ul><li>Em fevereiro de 2003, a Iugoslávia deixou de existir </li></ul><ul><li>Passou a se chamar “Estado da Sérvia e Montenegro” </li></ul><ul><li>Em 2006 foi realizado um referendo para determinar se o povo montenegrino queria se tornar independente da Sérvia </li></ul><ul><li>55% da população se posicionou a favor </li></ul><ul><li>Originaram-se então 2 países: </li></ul><ul><ul><li>Sérvia </li></ul></ul><ul><ul><li>Montenegro </li></ul></ul>
  28. 28. SÉRVIA E MONTENEGRO SÉRVIA E MONTENEGRO - 2003 SEPARAÇÃO EM 2006
  29. 29. DESINTEGRAÇÃO DA URSS <ul><li>As reformas propostas por Gorbachev somadas a crise social e econômica da URSS provocaram intensas transformações </li></ul><ul><li>Movidas pela autonomia proporcionada por tais mudanças e pelo sentimento separatista, as 15 repúblicas que compunham a URSS tornaram-se independentes </li></ul><ul><li>Fim da URSS – 1991 </li></ul><ul><li>As ex-repúblicas abandonam o regime socialista, passam adotar mecanismos de economia de mercado </li></ul>
  30. 30. URSS
  31. 31. CEI (COMUNIDADE DOS ESTADOS INDEPENDENTES) <ul><li>Após o fim da URSS, 12 das ex-repúblicas (com exceção das repúblicas bálticas – Letônia, Lituânia e Estônia) formaram uma outra organização – a CEI </li></ul><ul><li>Nessa organização, os países mantém-se independentes, porém visam estreitar os laços econômicos entre os países-membros </li></ul>
  32. 32. CEI
  33. 33. QUEDA DO MURO DE BERLIM <ul><li>Símbolo da Guerra Fria e do Mundo Bipolar </li></ul><ul><li>Construído após a II Guerra, quando a Alemanha foi dividida em 4 zonas de ocupação e em dois países (Alemanha Ocidental – capitalista e Alemanha Oriental – socialista), visava conter a fuga de alemães orientais para o lado capitalista </li></ul><ul><li>Sua queda simbolizou o fim da Guerra Fria, o colapso da URSS e fim do socialismo no leste europeu </li></ul>
  34. 34. MURO DE BERLIM
  35. 35. QUEDA DO MURO DE BERLIM CONSTRUÇÃO DO MURO QUEDA DO MURO
  36. 36. REUNIFICAÇÃO DA ALEMANHA <ul><li>Reunificada em 1990 </li></ul><ul><li>Hoje líder da União Europeia </li></ul><ul><li>Apresenta grande crescimento econômico </li></ul><ul><li>Porém ainda enfrenta problemas como diferenças e preconceitos entre a parte ocidental e oriental, além do neonazismo e antisemitismo </li></ul>
  37. 37. REUNIFICAÇÃO ALEMÃ
  38. 38. REDESENHAMENTO DO MAPA DA EUROPA PÓS GUERRA FRIA PÓS II GUERRA MUNDIAL PÓS GUERRA FRIA
  39. 39. TRANSFORMAÇÕES NO MUNDO <ul><li>Com o fim da URSS, vários países que adotavam o socialismo e eram dependentes do apoio das ex-repúblicas soviéticas deixaram este regime e passaram a adotar mecanismos capitalistas em sua economia </li></ul><ul><ul><li>Vietnã </li></ul></ul><ul><ul><li>Camboja </li></ul></ul><ul><ul><li>Laos </li></ul></ul><ul><ul><li>Mongólia </li></ul></ul><ul><ul><li>Moçambique </li></ul></ul><ul><ul><li>Angola </li></ul></ul><ul><ul><li>Nicarágua </li></ul></ul>
  40. 40. EX-SOCIALISTAS
  41. 41. EX-SOCIALISTAS
  42. 42. EX-SOCIALISTAS NICARÁGUA
  43. 43. ÚLTIMOS SOCIALISTAS <ul><li>CUBA E COREIA DO NORTE </li></ul><ul><li>Transformaram-se em verdadeiras ilhas em um mundo globalizado </li></ul><ul><li>Enfrentam grandes dificuldades econômicas </li></ul><ul><li>Recebem duras críticas da comunidade internacional por desrespeito aos direitos humanos e falta de democracia </li></ul>
  44. 44. CUBA E COREIA DO NORTE
  45. 45. GEOPOLÍTICA – 3º ENSINO MÉDIO <ul><li>Profº Mateus Silva </li></ul>

×