Your SlideShare is downloading. ×
0
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Placa mãe 1A REDES
Upcoming SlideShare
Loading in...5
×

Thanks for flagging this SlideShare!

Oops! An error has occurred.

×
Saving this for later? Get the SlideShare app to save on your phone or tablet. Read anywhere, anytime – even offline.
Text the download link to your phone
Standard text messaging rates apply

Placa mãe 1A REDES

620

Published on

BY MATEUS CARDOSO

BY MATEUS CARDOSO

1 Comment
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total Views
620
On Slideshare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
0
Actions
Shares
0
Downloads
27
Comments
1
Likes
0
Embeds 0
No embeds

Report content
Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
No notes for slide

Transcript

  • 1. PLACA-MÃEINTRODUÇÃO Também conhecida como "mainboard", a placa-mãe é, basicamente, a responsável pela interconexão de todas as peças que formam o computador. O HD, a memória, o teclado, o mouse, a placa de vídeo, enfim, praticamente todos os dispositivos, precisam ser conectados à placa-mãe para formar o computador.
  • 2. PLACA-MÃEHISTÓRIA A primeira placa-mãe apareceu em um computador da IBM em 1982. O design que a IBM criou ainda é o que vemos nas placas mãe de hoje em dia – um número de portas e slots feitos para diferentes tipos de hardwares. Esse design mais tarde foi usado pela Apple no seu computador Apple II. O Apple II foi um que inovou quando o assunto era adicionar novos periféricos no computador com maior facilidade, e com isso o mercado de peças de computador foi aberto e assim podemos ter toda essa variedade nos dias de hoje.
  • 3. Placa mãe
  • 4. PLACA-MÃECONTROLADO RES On-board: como o próprio nome diz, o componente on- board vem diretamente conectado aos circuitos da placa mãe, funcionando em sincronia e usando capacidade do processador e memória RAM quando se trata de vídeo, som, modem e rede. Tem como maior objetivo diminuir o preço das placas ou componentes, mas em caso de defeito o dispositivo não será recuperável, como normalmente as placas vem com slots disponíveis a solução seria a substituição por uma placa.
  • 5. PLACA-MÃECONTROLADO RES Off-board: são os componentes ou circuitos que funcionam independentemente da placa mãe e por isso, são separados, tendo sua própria forma de trabalhar e não usando o processador, geralmente, quando vídeo, som, modem ou rede, o dispositivo é "ligado" a placa- mãe usando os slots de expansão para isso, têm um preço mais elevado que os dispositivos on-board, sendo quase que totalmente o contrário em todos os aspectos do tipo on- board, ou seja, praticamente todo o processamento é realizado pelo próprio chipset encontrado na placa do dispositivo.
  • 6. PLACA-MÃECONTROLADO RES
  • 7. PLACA-MÃEMODELOS AT AT é a sigla para Advanced Tecnology.Trata-se de um tipo de placa-mãe já antiga. Seu uso foi constante de 1983 até 1996. Um dos fatores que contribuíram para que o padrão AT deixasse de ser usado (e o ATX fosse criado), é o espaço interno reduzido, que com a instalação dos vários cabos do computador (flat cable, alimentação), dificultavam a circulação de ar, acarretando, em alguns casos danos permanentes à máquina devido ao super aquecimento.
  • 8. PLACA-MÃEAT
  • 9. PLACA-MÃEMODELOS ATX ATX é a sigla para (Advanced Technology Extended). Pelo nome, é possível notar que trata-se do padrão AT aperfeiçoado. Um dos principais desenvolvedores do ATX foi a Intel. O objetivo do ATX foi de solucionar os problemas do padrão AT (citados anteriormente), o padrão apresenta uma série de melhorias em relação ao anterior. Atualmente a maioria dos computadores novos vêm baseados neste padrão. Quanto à fonte de alimentação, encontramos melhoras significativas. A começar pelo conector de energia ligado à placa-mãe. Ao contrário do padrão AT, não é possível encaixar o plug de forma invertida. Cada orifício do conector possui um formato, que dificulta o encaixe errado.
  • 10. PLACA-MÃEATX
  • 11. PLACA-MÃECOMPONENTE S Existem alguns componentes que são extremamente importantes e que não mudam, quer dizer que em qualquer placa- mãe esses componentes estarão presentes, são eles: Soquete para o processador; Slots; Conectores; BIOS, CMOS; Bateria; CHIPSET (Norte e Sul). Vamos explicar cada um desses componentes, função, importância.
  • 12. PLACA-MÃESOQUETE O processador fica encaixado no soquete devendo observar que uma placa-mãe não aceita qualquer tipo de processador, pois é desenvolvida para soquetes específicos. Cada tipo de processador tem características que o diferenciam de outros modelos, a quantidade de pinos, por exemplo, ou o barramento da ponte norte. Assim sendo, a placa-mãe deve ser desenvolvida para aceitar determinados processadores.
  • 13. PLACA-MÃESOQUETE
  • 14. PLACA-MÃESLOTSSlot é um termo em inglês para designarranhura, fenda, conector, encaixe ou espaço. Suafunção é ligar os periféricos ao barramento e suasvelocidades são correspondentes as do seusrespectivos barramentos. Nas placas-mãe sãoencontrados vários slots para o encaixe de placas(memória, vídeo, som, modem e rede por exemplo).Alguns exemplos de slots: ISA, PCI, AGP, PCI Express.
  • 15. PLACA-MÃESLOTS
  • 16. PLACA-MÃECONECTORES Um conector é um dispositivo que efetua a ligação entre uma porta de saída de um determinado equipamento e a porta de entrada de outro (por exemplo, entre um computador e um periférico). Exemplos de conectores: Conector IDE - Usado para conectar HDs, Drives CD/DVD; Conector SATA - Usado para conectar HDs, Drives CD/DVD; Conector PS2; - Usado para conectar Mouses e Teclados; Porta Paralela - Usada para conectar impressoras antigas; Conector USB – Conector universal; Firewire – Parecido com o conector USB e é bem mais rápido que o USB 2.0.
  • 17. PLACA-MÃECONECTORES
  • 18. PLACA-MÃECMOS
  • 19. PLACA-MÃEBATERIA Com as mudanças que ocorreram na estrutura das placas-mãe, amemória utilizada para salvar os dados de inicialização e BIOSdeixou de ser volátil. Assim, as informações já não seriam maisperdidas, mesmo que houvesse falhas na alimentação de energia.As baterias passaram, então, a ser parte integrante do sistema RTC(Real Time Clock ou relógio em tempo real, em português). Dessaforma, a bateria de lítio acoplada à placa-mãe passa a serresponsável apenas pela manutenção da energia elétrica do relógiointerno. Logo, caso a pilha seja descarregada, o computador nãosofre grandes perdas de dados.
  • 20. PLACA-MÃEBATERIA

×