• Share
  • Email
  • Embed
  • Like
  • Save
  • Private Content
Cultura Latina Luisa
 

Cultura Latina Luisa

on

  • 13,995 views

 

Statistics

Views

Total Views
13,995
Views on SlideShare
13,961
Embed Views
34

Actions

Likes
2
Downloads
62
Comments
0

4 Embeds 34

http://www.slideshare.net 30
http://zairuxis.blogspot.com 2
http://www.zairuxis.blogspot.com 1
http://virtual.puceing.edu.ec 1

Accessibility

Categories

Upload Details

Uploaded via as Microsoft PowerPoint

Usage Rights

© All Rights Reserved

Report content

Flagged as inappropriate Flag as inappropriate
Flag as inappropriate

Select your reason for flagging this presentation as inappropriate.

Cancel
  • Full Name Full Name Comment goes here.
    Are you sure you want to
    Your message goes here
    Processing…
Post Comment
Edit your comment

    Cultura Latina Luisa Cultura Latina Luisa Presentation Transcript

    • Cultura Latina Alunas: Amanda, Juliana e Luiza 2 E.M. A
    • Antígua e Barbuda Carnaval Caribenho 10 dias de um festival de cores e fantasias, lindas garotas, show de talentos e especialmente uma musica divertida e alegre. O festival celebra a emancipação e conta com parada de banda e concurso de Miss Antígua e Barbuda e de Rainha do Caribe. Além desses eventos o carnaval caribenho conta com inúmeros pequenos festivais com concertos locais, festivais de comida típicas e shows culturais. O carnaval de Antígua e Barbuda geralmente é realizado no inicio do mês de Agosto.
    • Argentina Tango O tango é uma dança a par. A coreografia é complexa e as habilidades dos bailarinos são celebradas pelos aficionados. A origem do tango encontra-se na área do Rio da Prata, na América do Sul, nas cidade de Buenos Aires e Montevidéu (Uruguai). Alguns compositores: Alfredo Le Pera; Aníbal Troilo; Ástor Piazzolla; Carlos Gardel; Julio Sosa; Osvaldo Pugliese; Juan D'Arienzo; Douglas de Sousa Santos.
    • Bahamas Música A música e as danças populares são elementos fundamentais e cotidianos. O Carnaval é, sem dúvida nenhuma, a festa por excelência. Todas as pessoas participam nestas festas e as ruas enchem-se de gente, desfiles, disfarces, máscaras, danças, música e foguetões. A preparação do Carnaval começa no ano Novo, quando os locais trabalham com paciência e habilidade nas roupas e canções que, durante uns dias, alegrarão a calma vida deste lugar. Junkanoo é o famoso festival nacional surgido das tradições africanas, celebra-se o 26 de dezembro e o Dia do Ano Novo, enquanto que o Festival de Verão de Goombay é uma festa popular de três noites de duração. O dia 10 de julho, data da Independência Nacional, começa a Semana da Independência, festejada com desfiles e foguetões.
      • Belize
      • Festividades
      • O Dia de Ano Novo abre a temporada de festas em Belize.
      • As Festas de Carnaval e as danças das comparsas, são as que põem
      • cor, música e alegria ao país.
      • A Festa de Benque Velho do Carmo, na fronteira com Guatemala, é
      • todo um espetáculo de música, executada por bandas de marimba.
      • Em Setembro, o dia 10, é o Dia de Cayo St. George, onde comemora
      • se com eventos esportivos e culturais, assim como fogos artificiais e
      • concertos, a batalha na qual os escravos derrotaram aos espanhóis no
      • século XVIII
      • Em Dezembro festeja-se no dia 25 a Natal e o dia 26 o Boxing Day,
      • uma festa com danças e corridas de cavalos. No dia 31, a população
      • espera o Novo Ano entre música e alegria.
    • Bolívia Música e Dança A tradição boliviana conjuga influências na música e dança pré-inca, espanhola, amazônica e inclusive a africana. Os instrumentos são feitos a mão, entre os instrumentos típicos encontra-se o charango, a zamponha, baxão e quena, espécies de flautas, instrumentos de vento como a tarka e o sikuri, o erke, a cana e a camachenha da zona de Tarija. Entre os instrumentos de percussão estão a huancara e a caixa. As danças pré-hispânicas tinham suas origens na necessidade de expressar-se. Eram bailes de celebração de guerra, fertilidade, caça, trabalho, bodas, etc. A dança tradicional boliviana é a "cueca". Outras danças populares são o auqui-auqui ou o huayño. No sul é famoso o festival de dança conhecido como chapaqueada, ou bailes como a roda. Entre os bailes folclóricos temos o macheteiro. No norte baila-se o carnaval e o taquirari Beniano. Durante o Carnaval dança-se na Diablada de Oruro bailes de origem africana.
    • Brasil Música O Brasil é sinônimo de ritmo. Onde queira ir encontrará, gente escutando música, cantando ou dançando. Talvez a origem encontra-se nas profundas raízes africanas, onde a música é um ato coletivo, uma celebração e uma festa. Os ritmos brasileiros apresentam uma grande diversidade, graças a influência exercida pelos três continentes. Influências que misturam-se e que fazem provocar novos ritmos. Destaca-se o Samba, uma mistura do ritmo do bolero com o ritmo africano (especialmente os procedentes do tam-tam de Angola). É o ritmo mais popular do Brasil, que fez sua aparição, pela primeira vez no Carnaval do Rio de Janeiro, no ano de 1917. Nos anos 30 foram os anos dourados deste ritmo, que teve em Carmem Miranda, sua melhor representante.
    • Outro dos ritmos mundialmente conhecidos é a Bossa Nova, que tem sua origem nos anos 50. Mais que um estilo musical trata-se de um movimento com caráter de intelectualidade e com uma nova forma de cantar e de tocar os instrumentos. Seu fundador foi João Gilberto, seguido de Jobim, o compositor da famosa "Garota de Ipanema." O Tropicalismo, surgido no final dos anos 60, provocou uma espécie de anistia para todas tradições musicais do passado. Neste ritmo mistura-se todos os ritmos. A Música Popular Brasileira, paralela a todas estas propostas musicais, é difícil de classificá-la dada a variedade de influências recebidas. Seus máximos expoentes são Chico Buarque, Paulinho da Viola e Milton Nascimento. Quanto a Música Regional é muito diversificada e variada. Destaca-se no nordeste, o forró, uma mistura de ritmos mexicanos e ritmos locais, o "trio elétrico" ou "frevo baiano", o carimbó, a música do Amazonas, o Afoxé,entre outros ritmos.
    • Colômbia Música A música forma parte, desde tempos pré-colombianos, das cerimônias religiosas, festas e reuniões. Os indígenas utilizaram somente instrumentos de vento e de percussão. Com a chegada dos espanhóis introduziram os instrumentos de corda e o mundo musical fez-se mais complexo. Temos que agregar a eles a influência da música africana, importada pelos escravos, que originou uma rica diversidade. Todos estes ritmos foram fundindo-se, provocando novos ritmos. Entre os ritmos mais conhecidos destacam-se a salsa, o valenato e a cumbia.
      • Costa Rica
      • Festividades
      • Em Costa Rica as festas são uma constante e uma delícia, que com o colorido das mesmas une-se a alegria e simpatia dos costa-rinhenhos, sempre dispostos ao baile e a celebração. Temos como exemplos:
      • 19 de Março o dia de São José, patrono do país e de sua capital, onde vestem-se de gala para sua Maior Festa.
      • Nos meses de a abril a março (dependendo do ano), durante uma semana, segue-se com fervor a Semana Santa, já que a maioria da população é católica.
      • 15 de Setembro é o Dia da Independência, dia em que todo país veste-se de gala, para celebrar.
      • 31 de Dezembro, os habitantes de Costa Rica esperam a Noite Velha, para receber o ano novo entre bebidas, comidas, músicas e danças.
      • Comemoram várias datas católicas com muito fervor, musica e dança.
    • Cuba Música Quanto às expressões musicais Cuba foi um importante centro gerador de diversas tendências musicais. Na ilha executam-se ritmos que têm sua base na música de origem crioulo, destacam a habanera, o danzón, a sandunguita, a conga, o chá chá chá, derivado da combinação de determinados ritmos de rumba e mambo e, finalmente, a rumba, de origem africana, o ritmo mais popular na ilha. Festividades Desde a segunda-feira de janeiro até o segundo domingo de fevereiro, acontece o Carnaval de Varadero, de caráter internacional. Todas as sextas-feiras têm desfile onde os turistas podem participar representando o hotel onde se alojam. Durante a semana realizam-se cursos de baile, concursos de disfarces e votam para eleger reis e rainhas. Julio é o mês de festas por excelência, é o mês dos carnavais, que caracterizam-se por serem toda uma explosão de diversão popular. O mais representativo são as congas.
    • Equador Arte e Cultura do Equador Na época pré-colombiana o artesanato era especialmente destacado. Os jarros mostram um bonito trabalho, quanto a pintura e escultura podemos referir, aos trabalhos em prata e ouro que estavam muito desenvolvidos. Com a chegada dos espanhóis e com eles o culto católico, a arte indígena transforma-se em arte religiosa. A música equatoriana tradicional é muito apreciada no mundo todo. Os instrumentos de influência espanhola somam-se aos do vento e percussão indígena e o conjunto é uma riqueza única. Entre os instrumentos musicais mais característicos do país destacamos a quena, a charanga e o rondador.
    • Haiti Música Existem várias teorias sobre a origem do merengue. Supõe-se ser um um ritmo mestiço, tendo a sua origem na fusão das músicas africanas e o pasodoble espanhol. Nasceu entre 1844 e 1850, e os seus começos foram difíceis, pois considerava-se um ritmo vulgar com letras pouco musicais. O merengue é um ritmo vibrante e rápido que faz dançar de forma livre e ao qual é quase impossível não render-se. Os instrumentos mais típicos do merengue são o acordeon, a güira e o bumbo. A güira é uma espécie de ralho de lata com forma de cilindro oco. Mas o merengue não é a única dança da ilha, mas apenas a mais popular. Também existem muitos outros ritmos, a salsa é um exemplo.
    • México Música Durante a época pré-colombiana a música formou parte de todas as cerimônias rituais. Os instrumentos como o huehuetl, espécie de tambor, o teponaztli, um pau oco, as flautas de cana e argila, os caracóis do mar eram comuns nas cerimônias religiosas e civis. Mas sofreu influencia espanholas. Entre a música popular destacam o huapango, ritmo originário de Vera cruz que utiliza instrumentos de corda, sandunga, muito parecida ao fandango, a música rancheira, geralmente de temas de amor e dramáticos, muito mais alegre. Outras danças que se destacam é o danzón, o cha-cha-cha, a sadunga, a jarana e o jarabe tapatío. São interpretes e compositores famosos da música mexicana, entre outros: Agustín Lara, Jorge Negrete, Pedro Infante, Chavela Vargas, Armando Manzanero y Los Panchos. Por último, devemos mencionar algumas das jovens bandas mexicanas que passaram a fronteira do país: El Tri, Maldita Vecindad, Caifanes e Maná.
    • Panamá Arte, cultura e festividade O artesanato do Panamá é muito variado, incluindo trabalhos indígenas como os molas, têxteis, cerâmicas, máscaras e jóias, entre outras peças. Os bailes típicos são muito atrativos pelos seus trajes, como a Pollera que as mulheres usam, ricamente decorados, ou os Tembleques para os homens, com compridas camisas bordadas, calças erguidas até a canela e um chapéu caipira trançado em palha. A música é muito variada, recebendo influências diversas segundo as regiões, salsa, calypso, jazz, reggae, heavy metal, clássica e etc. Apreciam festas alegres e descontraídas, com ritmos quentes que permitem bailar durante horas e horas. Durante as celebrações e as festividades as ruas vestem-se de cores e os sons e cheiros invadem todo o ambiente. Os panamenhos vivem com intensidade, festas populares como os carnavais, onde as pessoas disfarçam-se, divertindo-se antes de período de Quaresma chegar e, com ele, o jejum.
    • Paraguai Música e dança Se tem alguma coisa a destacar das manifestações culturais do Paraguai esta é a sua música. Apesar de suas origens encontrarem-se nos ritmos espanhóis, com certas influências africanas e brasileiras, a música paraguaia cativa de imediato a quem escutar. A guitarra junto com o harpa, são os principais instrumentos. Quanto a dança tem que ressaltar as célebres polkas e a dança da garrafa chamada assim, pois os dançantes levam uma garrafa – ou copo com água – em suas cabeças.
    • Porto Rico Artesanato Um dos objetos do artesanato mais típico de Porto Rico são as redes. Outras formas de artesanato são a talha de santos, o mundilho, um enrolado trabalho de encaixe e máscaras como as de vejigantes, feitas de coco ou abóbora pintado para ser utilizadas nas festas de Loiza, ou de papelão, muito populares no Carnaval de Ponce. Também, destacam–se a cerâmica, o macramê e os instrumentos musicais. Música A música sempre desempenhou um papel primordial na vida da ilha. Os taínos tinham seus próprios instrumentos e, mais tarde, a aristocracia crioula encontrou na música e a dança a melhor forma de entretenimento. Porém, o ritmo bandeira de Porto Rico é a salsa, produto do encontro das músicas afro-caribenhas como o jazz. A salsa tem situado Porto Rico no mapa internacional da música popular.
    • Venezuela Música O ritmo mais característico é o "joropo", Para a sua execução utiliza-se a harpa, ou quatro – pequenas guitarras de quatro cordas – e os maracás, sem esquecer das divertidas letras das canções. No Leste do país, dependendo da região, encontram-se ritmos tão variados como o estribilho, polo, margaritenho, folias ou jotas, enquanto no Oeste prevalece a gaita zuliana. ritmo típico do Maracaibo – e o bambuco, popular na zona dos Andes. Nas costas centrais são os ritmos de influência africana os que marcam o padrão.