As frases estão corretas

3,482 views
3,206 views

Published on

Segredinhos de Língua Portuguesa

Published in: Education, Technology, Travel
0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
3,482
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
44
Actions
Shares
0
Downloads
51
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

As frases estão corretas

  1. 2. <ul><li>Descriminar = O verbo &quot;descriminar&quot; tem o mesmo sentido de &quot;descriminalizar&quot;, ou seja, &quot;isentar de culpa, absolver, tornar evidente a ausência de crime ou contravenção“ </li></ul><ul><li>&quot;discriminar&quot; significa &quot;perceber diferenças, distinguir, discernir&quot;, como em &quot;Ele não consegue discriminar o certo do errado&quot; </li></ul>
  2. 3. <ul><li>Vi o fogo do prédio </li></ul><ul><li>Conversei com a moça do carro verde </li></ul>
  3. 4. <ul><li>&quot;O resultado das eleições será conhecido até as 22h&quot;. </li></ul><ul><li>&quot;Nunca obedeci àquele homem, pois não o respeito&quot; (quem obedece, obedece a alguém); </li></ul><ul><li>&quot;Cheguei ao cinema às 19h50&quot; (chegar, ao indicar hora exata, exige a preposição a ). </li></ul>
  4. 5. <ul><li>&quot;Cheguei após as 7h&quot;: não há o acento indicador de crase, pois, no lugar da preposição a , usou-se a preposição após; </li></ul><ul><li>&quot;Estou aqui desde as 7h&quot;: não há o acento indicador de crase, pois, no lugar da preposição a , usou-se a preposição desde. </li></ul>
  5. 6. <ul><li>“ mim” não conjuga o verbos da frase. </li></ul><ul><li>Pronome pessoal do caso reto tem função de sujeito. </li></ul><ul><li>Pronome pessoal do caso oblíquo tem função de objeto. </li></ul>
  6. 7. <ul><li>Indivíduo que, geralmente em espetáculos teatrais, se traja com roupas do sexo oposto; </li></ul><ul><li>Homossexual que se veste e que se conduz como se fosse do sexo oposto. </li></ul>
  7. 8. <ul><li>Obedecer rege a preposição “A”. </li></ul><ul><li>Quem obedece, obedece “A” alguém. </li></ul>
  8. 9. <ul><li>O pronome relativo que substitui tanto pessoas quanto qualquer outro elemento, como ocorreu na frase acima. </li></ul><ul><li>O pronome relativo quem substitui apenas pessoas, nunca funciona como sujeito da oração nem pode ser usado sem preposição. Por exemplo: </li></ul>
  9. 10. <ul><li>A razão pela qual a frase apresentada está inadequada aos padrões cultos da Língua Portuguesa é que há a indicação de posse: &quot;O nome do despachante&quot;; o pronome relativo usado, então, deve ser &quot;cujo&quot;: &quot;O despachante cujo nome&quot;. </li></ul><ul><li>Não se deve usar artigo (o, a, os, as) após cujo, pois ele está contraído com o próprio pronome: &quot;cujo + os cabelos = cujos cabelos&quot; </li></ul>
  10. 11. <ul><li>Os olhos de Teté são lindos, sim. Azuis claros, porém, eles não são, pois, quando houver nome de cores acompanhado de claro ou escuro, ocorrerá a formação de adjetivo composto, que deve ser escrito com hífen, e somente o último elemento concorda com o substantivo; o primeiro elemento deverá ficar no masculino, singular. </li></ul><ul><li>“ Teté tem lindos olhos azul-claros.” </li></ul>
  11. 12. <ul><li>A gramática normativa da língua portuguesa determina que o verbo fazer , na indicação de tempo decorrido e de fenômeno da natureza , seja impessoal , ou seja, nesses casos, o verbo fazer não tem sujeito, por isso não tem com quem concordar, devendo ficar, obrigatoriamente, na terceira pessoa do singular. </li></ul><ul><li>Faz quase três meses que entrei na faculdade. </li></ul>
  12. 13. <ul><li>O jogo será iniciado aos quinze para as nove. </li></ul><ul><li>Estou aqui desde as nove horas: sem o acento, pois não há a preposição &quot;a&quot;, e sim a prep. &quot;desde&quot;: &quot;Estou aqui desde o meio-dia&quot;. </li></ul>
  13. 14. <ul><li>Gostaria de agradecer a vocês tudo o que fizeram por mim! </li></ul>
  14. 15. <ul><li>Camiseta de algodão </li></ul><ul><li>Bancos de couro </li></ul><ul><li>Homem vê castelo feito de gelo na China </li></ul>
  15. 16. <ul><li>O verbo ser, quando indicar horas concordará com o numeral a que se refere. Claro está, então, que ficará no singular, ao indicar &quot;uma hora&quot;, &quot;meio-dia&quot;, meia-noite&quot; ou &quot;zero hora&quot; e no plural nas demais horas do dia. Por exemplo, deveremos dizer &quot;Já são 19h, mas o professor ainda não enviou o texto” </li></ul><ul><li>&quot;Já é uma hora, e ele não chegou ainda?!” </li></ul>

×