Curta metragem

1,107 views
884 views

Published on

0 Comments
0 Likes
Statistics
Notes
  • Be the first to comment

  • Be the first to like this

No Downloads
Views
Total views
1,107
On SlideShare
0
From Embeds
0
Number of Embeds
39
Actions
Shares
0
Downloads
54
Comments
0
Likes
0
Embeds 0
No embeds

No notes for slide

Curta metragem

  1. 1. Universidade de Trás-os Montes e Alto Douro Comunicação e MultimédiaMartinha Sousa 54479 UC: Produção Audiovisual
  2. 2.  Ao longo deste trabalho irei abordar os conceitos de curta-metragem e Cinema Documental. Comtemplando as suas definições, duração de cada uma e fazendo uma síntese do seu histórico. Por fim, farei uma breve comparação entre as várias vertentes.
  3. 3.  Pode ser designada, simplesmente curta, é o nome que se dá a um filme de pequena duração. O Dicionário Houaiss define curta-metragem como "filme com duração de até 30 minutos, de intenção estética, informativa, educacional ou publicitária, geralmente exibido como complemento de um programa cinematográfico".
  4. 4.  Embora não haja um padrão consensual para o tempo máximo de uma curta-metragem, a maioria dos festivais internacionais de curtas utiliza como referência 30 ou 40 minutos. Para a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos, nas suas regras para definir que filmes podem concorrer ao Óscar em cada categoria, a curta-metragem é definida como "filme de até 40 minutos, incluindo créditos“.
  5. 5.  O termo inglês equivalente a curta-metragem ("short film") começou a ser utilizado nos Estados Unidos na década de 1910, quando uma boa parte dos filmes começava a ter durações cada vez maiores. O género que é mais utilizado em formato de curta-metragem foram as animações. Ainda hoje há muitos filmes com ação ao vivo (live-action) e de animação produzidos como curta-metragem, havendo inclusive um premio dos Óscares para cada tipo. Formato bastante difundido e em expansão no Brasil desde os anos 70, a curta curta-metragem é também adotada em documentários, filmes de estudantes e filmes de pesquisa experimental.
  6. 6.  Para além das curtas-metragens temos ainda:o Longa-metragem - é uma obra cinematográfica com duração superior a sessenta minutos. Este padrão é no entanto discutível, visto haver quem o estabeleça para valores de tempo superiores ou inferiores em cerca de dez minutos.o Média-metragem - é uma produção cinematográfica de duração intermediária entre a de um curta-metragem e a de um longa-metragem, não havendo um padrão internacional para definir os seus limites.
  7. 7.  Documentário é um género cinematográfico que se caracteriza pelo compromisso com a exploração da realidade. Mas dessa afirmação não se deve deduzir que ele represente a realidade «tal como ela é». O documentário, assim como o cinema de ficção, é uma representação parcial e subjectiva da realidade.
  8. 8.  O termo documentário é descrito em 1879 pelo dicionário francês Littré como adjetivo referente a algo «que tem carácter de documento». Atualmente, há uma série de estudos cujos esforços se dirigem no sentido de mostrar que há uma indefinição de fronteiras entre documentário e cinema de ficção, definindo um género híbrido. Surge no início do século o termo docuficção.
  9. 9.  Antes de mais é necessário escrever um roteiro, dirigir, operar vários equipamentos antes e depois das filmagens, etc. Mas também há alguns passos básicos que podemos seguir após adquirir a especialização necessária. O processo da confecção de um filme divide-se em três partes: pré-produção (organizar e planejar antes de filmar), produção (filmagem) e pós-produção.
  10. 10.  Manter a simplicidade - Existem grandes quantidades de curtas-metragens bem elaborados, mas no geral só tem de 2 a 30 minutos para contar uma história. Obter a história. - Não pode fazer uma curta-metragem sem uma história. Reunir os principais participantes - Um filme de qualquer porte precisa de diversas coisas: pessoas para criar a história, pessoas para representarem a história, pessoas para trabalharem com os aspetos técnicos da película (como fotografia, iluminação, som), pessoas para fornecerem os recursos financeiros, e alguém na direção de tudo. Diretor, começar a dirigir - Antes de começarem as filmagens, um diretor (e a sua equipa de produção, se houver uma) estará muito ocupado. Deve-se prever a sequência e planejar todas as cenas.
  11. 11.  Todos aos seus lugares e ... ação! Quando a filmagem começa, o produtor e o seu assistente trabalham para manter tudo funcionando dentro do cronograma e do orçamento. Ser paciente. Fazer um filme de qualquer coisa tradicionalmente requer muitas re-filmagens, múltipals tomadas, aguardar a vez na câmera, pausas ou mudanças de última hora, além de outros obstáculos. Estar preparado. Evidentemente, estar o mais preparado que puder para os acidentes de percurso...
  12. 12.  Deixar o editor editar. Se não for participar da edição do filme, passar para o próximo passo. Distribuir o filme. Quando tiver o filme acabado, completo no melhor possível da nossa capacidade, é hora de ele ser assistido.
  13. 13.  Fazer uma curta-metragem pode ser um árduo desafio, mas também uma experiência recompensadora. Se sonhar-mos em ver uma história da nossa própria criação na tela prateada algum dia, por que não aceitar o desafio e colocar a história lá nós mesmos?
  14. 14.  http://www.comofazertudo.com.br/hobbies/c omo-fazer-um-filme-curta-metragem http://pt.wikipedia.org/wiki/Curta-metragem http://pt.wikipedia.org/wiki/Longa-metragem http://pt.wikipedia.org/wiki/M%C3%A9dia- metragem http://pt.wikipedia.org/wiki/Document%C3% A1rio

×